Farsul e Monsanto tratam de royalties

A diretoria da Federação da Agricultura no Estado (Farsul) iniciou ontem em Tupanciretã, junto a 36 representantes de cooperativas e 37 de sindicatos rurais, as discussões sobre o pagamento de royalties à multinacional Monsanto quando do uso da tecnologia na safra de soja transgênica. O encontro contou com o presidente da Monsanto no Brasil, Richard Greubel Júnior, anunciou o presidente da Farsul, Carlos Sperotto.

'Estamos construindo uma trajetória de consenso para que a pesquisa privada perpetue paralelo à pesquisa estatal, com ressarcimento para quem investiu', justificou. No encontro, que durou todo o dia, houve reuniões paralelas, depois com cooperativas e com a diretoria da Monsanto, disse Sperotto.

O presidente da Fecoagro, Rui Polidoro Pinto, acrescentou que no decorrer desta ou da outra semana deverá ocorrer outra reunião para esclarecer o assunto. 'Não há nada ainda definido, estamos buscando um encaminhamento para defender a pesquisa, mas há um valor que não sabemos quanto e como, mas que será cobrado', garantiu.

fonte: CORREIO DO POVO, PORTO ALEGRE, QUARTA-FEIRA, 7 DE JANEIRO DE 2004

Leia Mais:

Mais Notícias   Associe-se