Projeto Plantar: mais de 800 hectares de áreas foram cadastrados para recuperação em Rondônia


viveiroO resultado do trabalho de mobilização dos técnicos e colaboradores do Centro de Estudos Rioterra foi motivo de comemoração nesta semana durante reunião de alinhamento para a próxima fase do projeto Plantar Rondônia. Isso porque, nesta primeira fase, cerca de 80% da meta de Recuperação de Áreas Degradadas (RADs) para o primeiro ano foi alcançada, com mais de 800 hectares cadastrados em mais de 500 propriedades da agricultura familiar.

O resultado, reforça Alexis Bastos, coordenador de Projetos da organização, é um sucesso diante das dificuldades em se executar um projeto deste porte, levando em consideração aspectos de logística, acesso às propriedades e o trabalho de aproximação feito junto a cada agricultor e agricultora familiar. “E isso só foi possível por conta da dedicação de cada técnico que se empenhou nas visitas, nas reuniões de mobilização e nos mutirões realizados ao longo desses meses. Temos orgulho da equipe comprometida que construímos”, parabeniza Bastos.

São 12 municípios atendidos pelo projeto: Itapuã do Oeste, Cujubim, Machadinho D’Oeste, Rio Crespo; Ariquemes; Jaru, Ouro Preto do Oeste; Ji-paraná; Presidente Médici, Castanheiras, Novo Horizonte do Oeste e Rolim de Moura.

Durante a semana de alinhamento, as equipes discutiram e definiram a logística da próxima fase, que iniciará em junho com a entrega de materiais para isolamento – caso de propriedades com atividade de pecuária – e reparo de áreas. Na fase seguinte, entre novembro e janeiro, haverá a distribuição e plantio das mudas.

Assistência técnica e extensão rural
Todas as famílias cadastradas já contam com a assistência técnica e extensão e recebem orientação quanto aos cultivos existentes na propriedade. O trabalho é pautado por práticas agroecológicas para melhorar a produção e reduzir a utilização de defensivos ou adubos químicos, sempre priorizando soluções orgânicas e naturais. Essas técnicas não só reduzem os custos da produção, mas melhoram questões ligadas a segurança alimentar das famílias.

O Plantar é um projeto pioneiro no país, realizado pelo Centro de Estudos Rioterra, em cooperação com a Ação Ecológica Guaporé – Ecoporé e Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia, em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam e apoio financeiro do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES através do Fundo da Amazônia.
Mais Notícias

Fonte:Assessoria em 17 de Maio de 2019

Etiquetas (Categorias - tags)

Leia Mais:



SIGA-NOS

TwiiterfeedFacebook"Whatsapp 88 9700 9062"pinterestlinkedinInstagramYoutube