Poema amplia ações de conservação ambiental na Ilha do Marajó

 

Brasília - Amanhã o município de Curralinho, na Ilha do Marajó, inaugura a Casa Willi Hoss. No espaço, funcionará uma espécie de escritório do projeto Desenvolvimento Local, Proteção da Biodiversidade e Mudanças Climáticas, o trabalho que há um ano mudou a vida dos produtores da região. Eles aprenderam uma outra forma de desenvolvimento aproveitando os recursos que a natureza oferece sem agredi-la.

A iniciativa do Núcleo de Ação para o Desenvolvimento Sustentável (Poemar), da prefeitura local, envolve 14 comunidades, que foram organizadas e divididas em quatro pólos, para desenvolver novas atividades produtivas, como apicultura, avicultura e piscicultura. Todo o trabalho tem assistência técnica de profissionais da Universidade Federal do Pará (UFPA).

Ao invés do corte, o reflorestamento. No lugar da queima, a implantação de sistemas agroflorestais. Tudo para promover o desenvolvimento local, proteger a biodiversidade da Amazônia e sequestrar carbono, uma forma de evitar mudanças climáticas e ajudar a preservar o planeta.

O projeto começou em 12 de fevereiro de 2003 na comunidade Bom Jesus do Aramaquiri. Por meio de atividades de reflorestamento, manejo de recursos naturais e valorização da biodiversidade, o projeto promove a construção de comunidades locais sustentáveis na Amazônia. Suas metas são mitigar efeitos de mudanças climáticas, preservar a biodiversidade e incentivar o desenvolvimento local.

Para alcançar o objetivo, o projeto reduziu a intensidade das práticas locais de corte e queima ou da exploração indevida da floresta. Nesse sentido, investiu no reflorestamento, no manejo florestal e na implantação de sistemas agroflorestais visando o seqüestro de cerca de 4.200 toneladas de carbono atmosférico por ano. Esse reflorestamento de áreas degradadas também contribuiu para a preservação da biodiversidade e para o enriquecimento e manejo de florestas nativas, principalmente de açaizais. (Ascom Poema)

fonte: Repórter da Agência Brasil 05/03/2004

 

 

Mais notícias   Associe-se    

Rodapé