IBAMA doa mais de 400 metros cúbicos de madeira à UFMT

O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) doou hoje um lote de 404 metros cúbicos de madeira à Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O termo de doação foi assinado agora de manhã, pelo reitor Paulo Speller e pelo gerente executivo 1 do Ibama, Hugo José Scheuer Werle. São 50 metros cúbicos de madeira serrada e 354,083 metros cúbicos de toras. O total corresponde a 14 carretas do produto.

A medida faz parte de ação do órgão com vistas a zerar o estoque de madeira apreendida no Estado devido à extração ou transporte irregulares. Ao todo são 1600 metros cúbicos armazenados de 1997 a 2003. As doações estão sendo feitas a 25 entidades e órgãos sem fins lucrativos, entre elas a UFMT, a Igreja do Rosário São Benedito, a Prefeitura de Cuiabá, a Desafio Jovem Vida Nova, de Várzea Grande e Lions de Dom Aquino.

´´Estamos dando um fim social a uma madeira em vias de entrar em fase de deterioração e dotando essas instituições e organismos públicos de um recurso de difícil obtenção´´, destacou Werle. O Ibama, frisa, faz a fiscalização da utilização da madeira.

Na UFMT, o produto será aplicado em diversas áreas, dentre as quais, a construção do protótipo de moradia popular a ser elaborado pelas áreas de Engenharia Civil e Arquitetura para ficar à disposição da população durante a 56ª Reunião da SBPC. O evento acontece de 18 a 23 de julho de 2004 na UFMT reunindo cerca de 15 mil pessoas de todo o Brasil. O projeto ´´Moradia – Estudo do Espaço e de Componentes para Moradias de Interesse Social´´, do qual participa a UFMT, foi apresentado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Secites) e aprovado pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) do Ministério da Ciência e Tecnologia.

A madeira doada servirá também para obras e manutenção nos quatro campi da UFMT, no Zoológico e no Museu Rondon e na Fazenda Experimental, em Santo Antônio de Leverger.

Estiveram presentes no ato de assinatura o assessor da Reitoria, arquiteto José Afonso Portocarrero, e o presidente da Comissão de Bens e Produtos Apreendidos do Ibama, Jerônimo Vieira de Azevedo.

fonte UFMT em 23 de DEZEMBRO de 2003

 

 

Mais notícias   Associe-se    

Rodapé