RESERVA EXTRATIVISTA TERÁ GERAÇÃO DE ENERGIA COM BIOMASSA


O CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico aprovou recentemente o repasse de cerca de R$ 1 milhão para a implementação de uma Central Termelétrica que produzirá eletricidade a partir do aproveitamento de resíduos de madeira por uma comunidade na Reserva Extrativista de Cautário, no município de Costa Marques - RO. As famílias da Comunidade de Cautário sobrevivem com a extração do látex, de castanha do Brasil, da copaíba, da atividade madeireira sustentável com planos de manejo autorizados e regulares, do beneficiamento da madeira em uma serraria, do artesanato e do ecoturismo. No entanto, devido à baixa qualidade da energia hoje disponível e aos altos custos de geração, com geradores movidos a óleo diesel, a produção a partir dos recursos madeireiros está abaixo do potencial. Para melhorar o fornecimento de energia e a produção local, com geração descentralizada, será desenvolvido por dois anos um projeto piloto para produção de 200 KW de energia com resíduos de madeira pelo IEE - Instituto de Eletrotécnica e Energia da USP - Universidade de São Paulo. A iniciativa contará com a parceria do Cenbio/USP - Centro Nacional de Referência em Biomassa da Universidade de São Paulo, Fapesp - Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa e ministérios do Meio Ambiente e das Minas e Energia, e com o apoio da Aguapé, da Ação Ecológica do Vale do Guaporé (Ecoporé) e do Governo de Rondônia, Unir - Universidade de Rondônia, entre outros.

fonte: www.ambientebrasil.com.br

 divisao
Página Anterior Fale Conosco Recomende este site