COMUNIDADE FLORESTAL CRIA MERCADO DE US$ 150 BI

O mercado mundial de madeira e outros produtos florestais, produzidos por comunidades tradicionais em países tropicais, movimenta cerca de US$ 150 bilhões por ano, segundo um relatório divulgado pela Organização Internacional de Madeiras Tropicais (ITTO, na sigla em inglês) em Rio Branco – AC. Apesar disso, o setor ainda sofre com a burocracia excessiva e a falta de apoio governamental – fatores que limitam sua capacidade de conservar as florestas e tirar sustento delas ao mesmo tempo, segundo o documento. O estudo mostra ainda que, considerando-se todos os investimentos informais que são feitos no gerenciamento e manutenção dos recursos naturais explorados, esses empreendimentos comunitários injetam US$ 2,5 bilhões por ano na conservação de florestas tropicais – mais que o dobro do valor investido pelos governos dos mesmos países. Mas, nem por isso, recebem o suporte legal e financeiro necessário para modernizar suas operações. Lideranças sociais da Amazônia aproveitaram o relatório para exigir do governo federal a elaboração de uma Política Nacional de Apoio ao Manejo Florestal Comunitário. Entidades pedem a criação de linhas de crédito específicas para o manejo comunitário, regulamentação fundiária e investimentos em infra-estrutura para beneficiamento e escoamento dos produtos florestais.

Fonte: OESP, 17.07.2007.

 divisao
Página Anterior Fale Conosco Recomende este site  

 

 
->