CARBONO PODE SALVAR FLORESTAS, DIZ BIRD

O governo brasileiro ganhou um aliado em sua proposta de criar um fundo contra as emissões de carbono na Amazônia: o Banco Mundial (Bird). Em relatório divulgado no último dia 24, o banco afirma que o carbono do desmatamento evitado é a grande "oportunidade inexplorada" pelo planeta para reduzir a pobreza e, ao mesmo tempo, conservar a biodiversidade e ajudar a resolver a crise climática. Estima-se que de 20% a 25% das emissões globais anuais de CO2 venham do desmatamento tropical. Em seu trabalho, intitulado "Em Desacordo? Expansão Agrícola, Redução da Pobreza e Ambiente nas Florestas Tropicais", o americano Kenneth Chomitz – economista ambiental do Banco Mundial – e quatro colaboradores colocam no papel - e em números - as relações entre pobreza e desmatamento em todas as áreas de floresta tropical do planeta. Desfazem alguns mitos, como o de que o desmatamento está sempre relacionado à pobreza nos países do Terceiro Mundo e afirmam que a devastação tanto destrói quanto cria ativos para as populações pobres. O relatório completo, em inglês, pode ser obtido em www.worldbank.org/tropicalforestreport.

Fonte: Folha de São Paulo.

 

 divisao
Página Anterior Fale Conosco Recomende este site  

 

 
->