Moçambique precisa de 43,8 milhões de euros para reflorestamento no centro e norte do país


De acordo com a informação disponibilizada no portal do Governo, a estratégia de reflorestamento tem como principal objetivo a conservação e valorização das florestas moçambicanas.

Com o programa de reflorestamento nas províncias de Zambézia e Cabo Delgado, o Governo moçambicano quer garantir a sustentabilidade financeira das atividades florestais, bem como a capacitação de recursos humanos para as atividades de conservação nestas áreas.

A mitigação do impacto das mudanças climáticas, a transparência e o acesso à informação são apontadas como prioridades no quadro da implementação desta estratégia.

As ações enquadram-se no Programa Nacional de Desenvolvimento Sustentável e na iniciativa Floresta em Pé, ambos da responsabilidade do Ministério de Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural.

Em Moçambique, segundo dados oficiais, a área florestal cobre 51% do país, numa extensão de cerca de 40,1 milhões de hectares, sendo que, desta área, 26,9 milhões de hectares têm sido destinados à produção de madeira e 13,2 milhões de hectares são áreas para conservação da biodiversidade.

EYAC // VM

Fonte:Lusa em 19-04-2017


Leia Mais:



SIGA NOS

-->