Técnicos analisam os custos de extrativismo do murumuru

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está em Carauari até esta sexta-feira (5) para atualizar os custos de produção do murumuru na região. As informações serão utilizadas nas operações de apoio aos extrativistas por meio da Política de Garantia de Preços Mínimos para os Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio).

A atualização é feita por meio de visitas técnicas aos diversos segmentos que compõem o processo produtivo do murumuru, tanto com produtores extrativistas quanto com representantes de trabalhadores e técnicos dos órgãos de pesquisa. A pesquisa busca identificar todas as despesas realizadas com a produção, incluindo o uso de insumos, mão de obra e demais investimentos na cultura.

A definição dos custos de produção subsidia a elaboração dos preços utilizados no Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF), na Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM) e na PGPM-Bio. Esses programas auxiliam os produtores na comercialização ao garantir um bônus que cobre a diferença entre o preço mínimo e o valor praticado na venda do seu produto.

Fonte: Conab em 03 de outubro de 2018


Leia Mais:


SIGA NOS