Eventos Divulgados pela Rede de Agricultua Sustentável

 

Eventos Realizados

Eventos que forma divulgados e que podem servir para identificar palestrante, natureza de eventos realizados, encontrar organizadores e resultados dos eventos.

  • Hortibio 2003 -- II Congresso Brasileiro de Horticultura Orgânica, Natural, Ecológica e Biodinâmica

Data: 19 a 21 de junho
Local: Clube Fazenda Ribeirão, Holambra - SP
Informações: [email protected], www.agroecologica.com.br
Inscrições: (19) 3802-2234

  • IV CONVENCIÓN SOBRE MEDIO AMBIENTE Y DESARROLLO
    Y IV CONGRESO IBEROAMERICANO DE EDUCACIÓN AMBIENTAL

    2 al 6 de Junio de 2003.
    La Habana - Cuba
    Informes
    Aracelly Mateo de Acosta Fernández
    IV Convención sobre Medio Ambiente
    [email protected]

Curso Internacional sobre a Sustentabilidade da Agricultura Orgânica

P eríodo:08/06/2003 à 14/06/2003
Local: Embrapa Meio Ambiente , SP 340 , Km 127,5 - Jaguariúna SP
Informações: Embrapa Meio Ambiente - Telefone: 19 3867-8700
E-mail: [email protected]

Towards the sustainable use of Europe's forests
Forest ecosystem and landscape research: scientific challenges and opportunities
http://www.efi.fi/events/2003/Forest_ecosystem
will be organised 25-27 June 2003, in Tours, France.
The symposium is structured around four main research areas:
*Biogeochemical cycling
*Biodiversity and forest management
*Landscape ecology
*Socio-economics
On behalf of the organisers ENFORS, ECOFOR, EFI and IUFRO I wish to warmly welcome you to the symposium.
Please find some further information at the end of this email and in the website (http://www.efi.fi/events/2003/Forest_ecosystem/). If you have any further questions please do not hesitate to contact me.
With best regards,
Brita Pajari************
BACKROUND
European forest management has developed since the early 19th century, particularly in terms of the protection of forests and sustainable wood production. The last decades have however dramatically changed the prerequisites for forest management in Europe, mainly due to the observed and anticipated environmental changes, and a changing socio-economic context. This renewed situation for a sustainable use of Europe's forest demands scientific knowledge that is considerably enlarged and broadened.
OBJECTIVES
-To provide a scientific forum on forest ecosystem and landscape research.
-To identify the scientific priorities for forest ecosystem and landscape research within the context of sustainability, and to discuss the readiness of the forest research community for addressing these scientific priorities.
MAIN THEMES
The symposium is structured around four main research areas:
- Biogeochemical cycling, which is understood in a broad sense to cover fluxes, balances and processes of carbon, water, nitrogen and mineral nutrients at the different scales from the near root environment to the continental biosphere.
- Biodiversity and forest management, which concerns the role and importance of biodiversity for forest ecosystems and its functioning as well as the problems dealing with conservation and nature protection.
- Landscape ecology, referring to ecosystem and landscape dynamics, interactions between ecosystems, spatial and temporal heterogeneity, and landscape metrics that concern both the forest-dominated as well as the non-forest-dominated landscapes
- Socio-economics, concerning environmental economy, forest policy and economics, planning and balancing interests, sociology , tenure, etcFURTHER INFORMATION
http://www.efi.fi/events/2003/Forest_ecosystem/----------------------------------------------------
Brita Pajari,(Ms) M.Sc.(For.)
Conference Manager
European Forest Institute
Torikatu 34, FIN-80100 Joensuu
Finland
Tel.: +358 (0)13 252 0223
Mobile phone: +358 (0)50 359 0362
Fax: +358 (0)13 124 393
Email: [email protected]
Events:
http://www.efi.fi/events/


AGROCENTRO 2003. 2ª Conferencia Internacional sobre Desarrollo Agropecuario
y Sostenibilidad.

De 17 a 19 de junho de 2003.

Promoção:Facultad de ciências Agropecuarias, Universidad Central Marta Abreu, Las Villas, Santa Clara, Cuba.

Contactos: [email protected] y [email protected]

 

 


 

Manejo de nematóides em cana-de-açúcar.

Data : 29 de maio 18 horas

Local Biblioteca da UFRPE

Prof adjunto (Departamento de


Tecnologia Rural UFRPE) Tem doutorado em Fitopatologia na Universidade da Georgia (Plant Pathology Department)

Curso Fundamental de Agricultura Biológico-Dinâmica ?

A preocupação com a questão ambiental e a social e o crescente mercado mundial de produtos certificados estimularam as empresas e os profissionais do setor agropecuário a buscar uma complementação que os qualifique para atuar nesse setor que se encontra em ampla transformação. Único no gênero em toda América Latina, este curso, que é realizado desde 1987, já formou mais de 800 profissionais, desde agricultores e agrônomos a técnicos e pesquisadores de empresas privadas, de universidades e de órgãos governamentais como EMATER, EPAGRI, INCRA e Secretarias da Agricultura.
Além de uma orientação geral básica neste campo do conhecimento, o curso se propõe a oferecer uma oportunidade para o desenvolvimento de habilidades técnicas e pessoais coerentes com as necessidades características dessa especialização. Neste sentido pode chegar o momento em que, por exemplo, eficiência econômica, viabilidade ecológica e dignidade humana, em lugar de mutuamente excludentes, apareçam em um contexto no qual se tornam fatores complementares.

Amplie suas perspectivas de atuação profissional, entenda de agricultura biodinâmica uma resposta profissional ao crescente mercado mundial de produtos certificados e às
questões ecológica e social.


--------------------------------------------------------------------------------



O profissional desta área também pode esperar que o curso o prepare para:

prestar consultoria em agricultura biodinâmica e orgânica;

conduzir projeto biodinâmico ou orgânico próprio;

acrescentar o enfoque biodinâmico ou orgânico a projetos agrícolas junto a instituições de crédito;

candidatar-se a inspetor para a certificação orgânica e biodinâmica junto ao IBD (Associação de Certificação Instituto Biodinâmico);

Candidatar-se a consultor no Grupo de Consultoria da Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica.

Programa
Quatro módulos de seis dias cada: 24 dias, 212 horas

Módulo I - A TERRA
17 a 23 de maio / 2003

Histórico da Agricultura Biodinâmica

A idéia do organismo agropecuário

O solo como organismo

Manejo da fertilidade
Módulo II - A PLANTA
26 de julho à 01 de agosto / 2003

Agrossilvicultura e paisagem

Cultivos integrados

Manejo de pragas e doenças

Melhoramento e calendário agrícola

Módulo III - O Animal
27 de setembro a 03 de outubro / 2003

Manejo de pastagens

Nutrição e manejo do rebanho

Saúde e terapias

Selos de qualidade, normas de certificação e mercado
Módulo IV - O SER HUMANO
de 06 a 12 de dezembro / 2003

Planejamento do organismo agropecuário

Saúde, agricultura e alimentação humana

Educação e medicina como arte

Economia associativa e trimembração social

O agrupamento dos temas acima não obedece a nenhum critério rígido e poderá ser alterado em função da disponibilidade dos docentes convidados.

Atividades Básicas
realizadas de maneira contínua através dos módulos

1-
Atividades artísticas plásticas e musicais

2-
Seminários sobre os "Fundamentos da Agricultura Biodinâmica"

3-
Elaboração e uso dos Preparados Biodinâmicos

4-
Seminários de metodologia científica e antroposofia de Rudolf Steiner

5-
Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia

6-
Práticas e visitas a campo

O objetivo destas atividades é desenvolver principalmente as habilidades profissionais e pessoais dos participantes.

Considerações Gerais
As atividades programadas para este curso, a exemplo da própria temática, também podem ser entendidas como integrantes de um todo orgânico. Cada aula, cada atividade, o ritmo diário e também cada um dos módulos é estruturado em função do curso como um todo. Quem perde o início de uma aula, por exemplo, pode perder o aspecto processual-qualitativo e cair para um aproveitamento apenas quantitativo da mesma.
Por esse motivo, será imprescindível que os horários sejam respeitados. A compreensão, o apoio e a participação ativa de todos é importante para garantir o resultado esperado.

Corpo Docente
Lista dos docentes que se revezam nas aulas do Curso Fundamental de acordo com a sua disponibilidade.

Alexandre Harkaly - Certificação/ Selos de Qualidade/ Mercado - Mestre, Eng. Agr., Presidente da ABD (Associação de Biodinâmica) e Vice-Presidente do IBD (órgão certificador credenciado internacionalmente)

Anselmo Spadotto - Morfogênese / Fractais - Zootecnista e pesquisador da UNESP com especialização e trabalhos originais sobre fractais. É também professor em cursos de pós-graduação.

Andreas Atilla Miklos - Solos/ Preparados/ Agricultura e alimentação - PhD. Em Solos (Professor da ESALQ e Geografia USP).

Cristiano Chiessi - Geólogo da Usp, Agroecologia, Ciências Naturais e Tecnologia

Deborah Castro - Confecção dos Preparados - Eng. Agr. pela Unesp. Responsável pelos preparados bio-dinâmicos na ABD.

Eduardo Mendoza - Agrossilvicultura e paisagem - Dr. Em energia na agricultura. Eng. Agr. pela Unesp

Geraldo Deffune - Preparados/ Organismos Agrícolas (Sistemas de produção)/ Agroecologia e Alelopatia Aplicadas - PhD em Agricultura Sustentável pela Universidade de Londres, Professor e Pesquisador da Universidade de Uberaba (MG) e da ABD, consultor de Alelopatia Ltda (SC).

Glória Antonio / Mauro Moreira - Artes musicais - Música, violinista e professora Waldorf

Hendrick Ens - Gênese da Terra/ Geologia/ Gaia - Geólogo. Pesquisador do IPT. Atualmente professor na Suíça.

João Carlos Ávila - Seminário sobre Fundamentos da Biodinâmica - Administrador de Empresas. Agricultor pioneiro da biodinâmica no Brasil. Consultor da ABD.

Jorge Vailat - Certificação / Selos de Qualidade/ Mercado - Eng. Agr. Inspetor e gerente do IBD

Leslie Ávila do Brasil Almeida - Saúde e Terapias - Médico Veterinário Homeopata, especializada em Agricultura Orgânica e Biodinâmica

Manfred Osterroht - Engenheiro Agrônomo - Consultor e Diretor da Agroecológica.

Marco Antonio - Artes Plásticas - Escultor e Pintor, professor de artes aplicadas. Faculdade de Belas Artes de Buenos Aires. Escola superior de artes em Bonn, Alemanha.

Marcelo Petraglia - Artes Musicais - Músico pela USP, Compositor, Pesquisador de instrumentos

Marco Bertalot - Metodologia científica/ Antroposofia/ Economia associativa - Economista pela Unicamp. Diretor do Instituto Elo de Economia Associativa.

Mário Ramos - Saúde e terapias - Veterinário homeopata, Inspetor do IBD.

Maria José Bertalot - Agrossilvicultura e paisagem - Mestre em Agricultura (Unesp), bióloga.

Pedro Jovchelevich - Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia - Eng. Agr. Pela ESALQ. Consultor e gerente da ABD - Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica

Ricardo Távora - Saúde/ Nutrição humana/ Antroposofia - Médico do trabalho com especialização em medicina antroposófica.

René Piamonte - Astronomia./Fenomenologia./Preparados/Curso Agrícola - MS. Eng. Agr. ESALQ. Consultor em agricultura biodinâmica no Peru.

Richard Charity - Sistemas/ Adubação/ Semi-árido - Eng. Agr. Consultor em agricultura bio-dinâmica no semi-árido. Diretor do Sertão Verde Projetos. Diretor da ABD - Botucatu SP / Diretor da ADAO - Associação Desenvolvimento da Agricultura Orgânica Ceará

Roberto Mangieri Jr. - Nutrição e manejo do rebanho e de pastagens - Médico Veterinário Homeopata, especialista em reprodução pela USP. Economia Rural pela FGV

Inscrições

Reservas por ordem de chegada

Envie-nos seus dados (RG, CIC etc), endereço, uma foto 3 X 4, um breve currículo, uma breve carta (máximo uma página) contando o motivo pelo qual deseja participar desse curso e uma cópia do comprovante de pagamento da taxa ou da primeira parcela dentre as modalidades abaixo listadas. Esses pagamentos incluem as aulas, as refeições e a hospedagem durante os 24 dias do curso.

>
Á vista - R$ 2.800,00

>
4 parcelas mensais de R$ 775,00 total R$ 3.100,00

>
10 parcelas mensais de R$ 330,00 total R$ 3.300,00

Nota: estudamos condições diferenciadas para pequenos produtores.

Local : Botucatu-SP - Na Chácara Somé - sede do Instituto Elo - Bairro Demétria

Inscrições com Elisa Fumes
Fone/Fax (14) 6821-1739 - Caixa Postal: 321 - 18603-970 - Botucatu - SP
site: www.elo.org.br - e-mail: [email protected]

Contas para depósito - A favor da Associação Elo

> Banco Bradesco
Agência: 0201-1
conta: 45.200-9

> Banco Itaú
Agência: 0223
conta: 30.775-2

Banco do Brasil
Agência 0079-5
conta: 4368-0

Curso Fundamental de Agricultura Biológico-Dinâmica ?

A preocupação com a questão ambiental e a social e o crescente mercado mundial de produtos certificados estimularam as empresas e os profissionais do setor agropecuário a buscar uma complementação que os qualifique para atuar nesse setor que se encontra em ampla transformação. Único no gênero em toda América Latina, este curso, que é realizado desde 1987, já formou mais de 800 profissionais, desde agricultores e agrônomos a técnicos e pesquisadores de empresas privadas, de universidades e de órgãos governamentais como EMATER, EPAGRI, INCRA e Secretarias da Agricultura.
Além de uma orientação geral básica neste campo do conhecimento, o curso se propõe a oferecer uma oportunidade para o desenvolvimento de habilidades técnicas e pessoais coerentes com as necessidades características dessa especialização. Neste sentido pode chegar o momento em que, por exemplo, eficiência econômica, viabilidade ecológica e dignidade humana, em lugar de mutuamente excludentes, apareçam em um contexto no qual se tornam fatores complementares.

Amplie suas perspectivas de atuação profissional, entenda de agricultura biodinâmica uma resposta profissional ao crescente mercado mundial de produtos certificados e às
questões ecológica e social.



O profissional desta área também pode esperar que o curso o prepare para:

prestar consultoria em agricultura biodinâmica e orgânica;

conduzir projeto biodinâmico ou orgânico próprio;

acrescentar o enfoque biodinâmico ou orgânico a projetos agrícolas junto a instituições de crédito;

candidatar-se a inspetor para a certificação orgânica e biodinâmica junto ao IBD (Associação de Certificação Instituto Biodinâmico);

Candidatar-se a consultor no Grupo de Consultoria da Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica.

Programa
Quatro módulos de seis dias cada: 24 dias, 212 horas

Módulo I - A TERRA
17 a 23 de maio / 2003

Histórico da Agricultura Biodinâmica

A idéia do organismo agropecuário

O solo como organismo

Manejo da fertilidade
Módulo II - A PLANTA
26 de julho à 01 de agosto / 2003

Agrossilvicultura e paisagem

Cultivos integrados

Manejo de pragas e doenças

Melhoramento e calendário agrícola

Módulo III - O Animal
27 de setembro a 03 de outubro / 2003

Manejo de pastagens

Nutrição e manejo do rebanho

Saúde e terapias

Selos de qualidade, normas de certificação e mercado
Módulo IV - O SER HUMANO
de 06 a 12 de dezembro / 2003

Planejamento do organismo agropecuário

Saúde, agricultura e alimentação humana

Educação e medicina como arte

Economia associativa e trimembração social

O agrupamento dos temas acima não obedece a nenhum critério rígido e poderá ser alterado em função da disponibilidade dos docentes convidados.

Atividades Básicas
realizadas de maneira contínua através dos módulos

1-
Atividades artísticas plásticas e musicais

2-
Seminários sobre os "Fundamentos da Agricultura Biodinâmica"

3-
Elaboração e uso dos Preparados Biodinâmicos

4-
Seminários de metodologia científica e antroposofia de Rudolf Steiner

5-
Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia

6-
Práticas e visitas a campo

O objetivo destas atividades é desenvolver principalmente as habilidades profissionais e pessoais dos participantes.

Considerações Gerais
As atividades programadas para este curso, a exemplo da própria temática, também podem ser entendidas como integrantes de um todo orgânico. Cada aula, cada atividade, o ritmo diário e também cada um dos módulos é estruturado em função do curso como um todo. Quem perde o início de uma aula, por exemplo, pode perder o aspecto processual-qualitativo e cair para um aproveitamento apenas quantitativo da mesma.
Por esse motivo, será imprescindível que os horários sejam respeitados. A compreensão, o apoio e a participação ativa de todos é importante para garantir o resultado esperado.

Corpo Docente
Lista dos docentes que se revezam nas aulas do Curso Fundamental de acordo com a sua disponibilidade.

Alexandre Harkaly - Certificação/ Selos de Qualidade/ Mercado - Mestre, Eng. Agr., Presidente da ABD (Associação de Biodinâmica) e Vice-Presidente do IBD (órgão certificador credenciado internacionalmente)

Anselmo Spadotto - Morfogênese / Fractais - Zootecnista e pesquisador da UNESP com especialização e trabalhos originais sobre fractais. É também professor em cursos de pós-graduação.

Andreas Atilla Miklos - Solos/ Preparados/ Agricultura e alimentação - PhD. Em Solos (Professor da ESALQ e Geografia USP).

Cristiano Chiessi - Geólogo da Usp, Agroecologia, Ciências Naturais e Tecnologia

Deborah Castro - Confecção dos Preparados - Eng. Agr. pela Unesp. Responsável pelos preparados bio-dinâmicos na ABD.

Eduardo Mendoza - Agrossilvicultura e paisagem - Dr. Em energia na agricultura. Eng. Agr. pela Unesp

Geraldo Deffune - Preparados/ Organismos Agrícolas (Sistemas de produção)/ Agroecologia e Alelopatia Aplicadas - PhD em Agricultura Sustentável pela Universidade de Londres, Professor e Pesquisador da Universidade de Uberaba (MG) e da ABD, consultor de Alelopatia Ltda (SC).

Glória Antonio / Mauro Moreira - Artes musicais - Música, violinista e professora Waldorf

Hendrick Ens - Gênese da Terra/ Geologia/ Gaia - Geólogo. Pesquisador do IPT. Atualmente professor na Suíça.

João Carlos Ávila - Seminário sobre Fundamentos da Biodinâmica - Administrador de Empresas. Agricultor pioneiro da biodinâmica no Brasil. Consultor da ABD.

Jorge Vailat - Certificação / Selos de Qualidade/ Mercado - Eng. Agr. Inspetor e gerente do IBD

Leslie Ávila do Brasil Almeida - Saúde e Terapias - Médico Veterinário Homeopata, especializada em Agricultura Orgânica e Biodinâmica

Manfred Osterroht - Engenheiro Agrônomo - Consultor e Diretor da Agroecológica.

Marco Antonio - Artes Plásticas - Escultor e Pintor, professor de artes aplicadas. Faculdade de Belas Artes de Buenos Aires. Escola superior de artes em Bonn, Alemanha.

Marcelo Petraglia - Artes Musicais - Músico pela USP, Compositor, Pesquisador de instrumentos

Marco Bertalot - Metodologia científica/ Antroposofia/ Economia associativa - Economista pela Unicamp. Diretor do Instituto Elo de Economia Associativa.

Mário Ramos - Saúde e terapias - Veterinário homeopata, Inspetor do IBD.

Maria José Bertalot - Agrossilvicultura e paisagem - Mestre em Agricultura (Unesp), bióloga.

Pedro Jovchelevich - Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia - Eng. Agr. Pela ESALQ. Consultor e gerente da ABD - Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica

Ricardo Távora - Saúde/ Nutrição humana/ Antroposofia - Médico do trabalho com especialização em medicina antroposófica.

René Piamonte - Astronomia./Fenomenologia./Preparados/Curso Agrícola - MS. Eng. Agr. ESALQ. Consultor em agricultura biodinâmica no Peru.

Richard Charity - Sistemas/ Adubação/ Semi-árido - Eng. Agr. Consultor em agricultura bio-dinâmica no semi-árido. Diretor do Sertão Verde Projetos. Diretor da ABD - Botucatu SP / Diretor da ADAO - Associação Desenvolvimento da Agricultura Orgânica Ceará

Roberto Mangieri Jr. - Nutrição e manejo do rebanho e de pastagens - Médico Veterinário Homeopata, especialista em reprodução pela USP. Economia Rural pela FGV

Inscrições

Reservas por ordem de chegada

Envie-nos seus dados (RG, CIC etc), endereço, uma foto 3 X 4, um breve currículo, uma breve carta (máximo uma página) contando o motivo pelo qual deseja participar desse curso e uma cópia do comprovante de pagamento da taxa ou da primeira parcela dentre as modalidades abaixo listadas. Esses pagamentos incluem as aulas, as refeições e a hospedagem durante os 24 dias do curso.

>
Á vista - R$ 2.800,00

>
4 parcelas mensais de R$ 775,00 total R$ 3.100,00

>
10 parcelas mensais de R$ 330,00 total R$ 3.300,00

Nota: estudamos condições diferenciadas para pequenos produtores.

Local : Botucatu-SP - Na Chácara Somé - sede do Instituto Elo - Bairro Demétria

Inscrições com Elisa Fumes
Fone/Fax (14) 6821-1739 - Caixa Postal: 321 - 18603-970 - Botucatu - SP
site: www.elo.org.br - e-mail: [email protected]

Contas para depósito - A favor da Associação Elo

> Banco Bradesco
Agência: 0201-1
conta: 45.200-9

> Banco Itaú
Agência: 0223
conta: 30.775-2

> Banco do Brasil
Agência 0079-5
conta: 4368-0

XXIII ENCONTRO ESTADUAL DE GEOGRAFIA

Tema: A Complexidade do Espaço Metropolitano: Dinâmicas territoriais e problemas ambientais

Data: 28 a 31 de maio de 2003

Local: ULBRA - Canoas/RS

Iniciativa: Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre (AGB-Porto Alegre)

Promoção: Curso de Geografia da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA)

Apoio: Associação dos Geógrafos Profissionais do Rio Grande do Sul (AGP/RS)

Maiores informações: http://www.crea-rs.org.br/geografos-rs/ ou pelo fone (51) 3227-6106.

Fórum Amazônico sobre Águas

Com o objetivo de debater de forma aprofundada o tema recursos hídricos, para que os conhecimentos e informações existentes possam subsidiar decisões políticas na defesa e aproveitamento racional da água em nossa região, o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Amazonas (CREA-AM) promove o II Fórum Amazônico sobre Águas, reunindo pesquisadores, profissionais da área, estudantes, parlamentares, representantes do governo, de órgãos públicos, de organizações não governamentais, e da sociedade em
geral. O evento acontece nos dias 28 a 30 de maio de 2003, no Studio 5 -
Centro de Convenções, em Manaus, Amazonas, e é realizado pelo Confea, com o
apoio da Mútua e de diversos órgãos estaduais e federais, além de empresas
privadas do setor.

Segundo o coordenador da Câmara Especializada em Geologia e Minas do
CREA-AM, presidente da comissão organizadora, geólogo Daniel Borges Nava,
este encontro já desponta no calendário de eventos técnico-científicos da
Amazônia. "Traz à tona o grande desafio regional de: combater o lançamento
de lixo e efluentes domésticos e industriais diretamente e sem tratamento
nos rios; de estudar e monitorar o comportamento das cheias e secas,
evitando a erosão e o assoreamento dos cursos d'água pelo uso inadequado do
solo; e de garantir o acesso à água em quantidade e qualidade adequadas nos
seus diversos usos", afirma.

Cobrindo uma área superior a 4,58 milhões de quilômetros quadrados
(aproximadamente 57% do território nacional), a Região Amazônica Brasileira
abrange todos os estados da região Norte, a maior parte da região
Centro-Oeste e parte da região Nordeste (Estado do Maranhão).
Hidrograficamente, a Região Amazônica é formada essencialmente pelo rio
Amazonas, seus afluentes e lagos, que por sua vazão média anual superior a
222.000 m3/s, é considerado o maior rio em volume d'água do mundo. Nos
contrastes de suas águas barrentas, negras e claras, a mais importante bacia
hidrográfica do Planeta desperta preocupação quanto à vulnerabilidade da
qualidade das suas águas, e quanto ao aproveitamento racional dos recursos
hídricos, fator fundamental para o desenvolvimento sustentável da região.
Esses e outros assuntos serão amplamente discutidos durante o evento.
Informações e inscrições

As inscrições para o II Fórum Amazônico sobre Águas podem ser feitas na sede
do CREA-AM, localizada na Rua Costa Azevedo, 174, Centro. Outras informações
pelo fone: (92) 627-9127

PROGRAMAÇÃO
Dia 28/05
Mini-Curso:
Técnicas de Perfuração de Poços Tubulares
Empresa: Só Poços.
Local: Auditório da CPRM Manaus
Av. André Araújo, 2160, Aleixo.
Horário: 8:00 -17:30
Investimento: R$30,00 (estudante),
R$40,00 (APROGAM) e R$ 60,00 (profissional).
Com direito a material do curso e certificado de participação

XXVI Assembléia da Rede Nacional (argenitna) de Ação Ecologista

período: 30 e 31 de maio, 1º de junio 2003

Local: Complejo Turístico de Vaquerías ­ a 80 km de la ciudad de Córdoba, Argentina -

Las ONGs se reunen después de un año de trabajo en campañas locales, regionales y nacionales, para trabajar y definir lineas de accion en: Soja y OMGs - ALCA ­ INVAP y basura nuclear - recuperación de identidades culturales ­ globalización - espacios urbanos, entrega de tierras ­ Minería, caso Esquel ­ Los tóxicos de Estocolmo ­ PCBs - Tráfico de fauna ­

Maiores Informações:Coordenação operativa BIOS [email protected]
<mailto:[email protected]> (0223) 4801258

Guillermo Varela
Presidencia FUBA

Convite Inauguração do Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí

17 de Maio 2003 Sábado Rod. Régis Bittencourt km347, antigo km94 Miracatu s. Paulo

CHEGAR EM ITEREÍ É FÁCIL:

90 km da Praça da Sé. Apenas 90 minutos de viagem. 300 m. após o km 347, entrar à direita, antes da árvore , com a palavra ITEREY escrita , verticalmente, e em branco. VIDE MAPA .


9h00. RETIRADA DE CRACHÁS
9h30. Reunião Pública, Palestras e Debate
Moderador Dr. HORÁCIO PERALTA, presidente do Colegiado Gestor da APA da Várzea do Rio Tietê

1. "A Cidadania e as Águas", Eng. José Chacon de Assis, Coordenador Nacional do
Movimento da Cidadania Pelas Águas, ex-presidente do CREA-RJ;
2. "Desenvolvimento Sustentável", Secretário de Políticas Públicas para o Desenvolvimento Sustentável Gilney Viana, Ministério Meio Ambiente;
3. "Análise Técnico-Científica Com Base Numa Retrospectiva Da Evolução Dos Conhecimentos Da Hidrologia Florestal, ciência que trata do manejo das microbacias, em termos da questão floresta-água na natureza exemplificada pela MBH do Caçador/Itereí" , Prof. Dr. Eng. Walter P. Lima, ESALQ/USP;
4. "Aspectos Legais", Procuradora da República em S. Paulo, Dra. Inês Virgínia Prado Soares, Ministério Público Federal;
5. " A Urgência De Alternativas Sustentáveis De Infra-Estrutura Para O Bioma Mata Atlântica ", Diretor de Relações Institucionais mÁRIO MANTOVANI, Fundação SOS Mata Atlântica;

10h30 CAFÉ

6. "Ações da Cidadania Pró-Manancial Do Caçador/Itereí", Presidenta da Comissão de Interesses Difusos e Coletivos, Dra. Meire G. Pizelli, 117a Subsecção OAB Barueri;
7. "A Ciência da Terra Como Suporte para a Sustentabilidade ", Geólogo ENZO NICO, Presidente do Sindicato dos Geólogos, Diretor de Política de Geologia, Recursos Minerais e Meio Ambiente da Federação Brasileira dos Geólogos, Chefe do 2o Distrito do DNPM;
8. " Articulação Das Ongs E Movimentos Sociais Compromissados Eticamente Com A Presente E Futuras Gerações", Coordenador Executivo Dr. Rubens HARRY Born, Vitæ Civilis e Membro Titular nos CBH-RB e AT;
9. "Montanhas, Florestas e Água Doce- Questões e Opções", Dr. José Turbino, Representante FAO;

11h30 Expedição ãS MONtanhaS FlorestaDaS e ÁGUAS das Cabeceiras DO MANANCIAL itereí, monitorada pela Amb. Prof. Léa coRRêa Pinto, coordenadora de Itereí Refúgio Particular de Fauna e Flora, e mateiro local, seguindo esta trajetória:
Do Morro ao Belo Vale Itereí , caminha-se por entre o antigo paradouro da Tropa do Sertão, pela casa do pesquisador homeopata Dr. Aurélio Moraes Pinto, e pela Roda, dita de tradição de rituais indígenas xamânicos. Deste ponto avista-se os contrafortes, divisores de águas desta microbacia: ao Norte- a Serra São Lourencinho, borda planáltica e limite do segundo perímetro de Iguape (Caçador/Juquiá), ao Sul- a Serra do Pedreado (Caçador/Braço Grande), a Leste- Serra Urutu (Caçador/Cafezal), e a Oeste- Pico Itatinsguassu (Caçador/S. Lourencinho).
Ao longo do Rio Caçador, Setor Itereí Poejo e Setor Itereí Meio da Saudade, pode-se observar alguns locais registrados, como de pouso ou aumento de população destas espécies: Falco peregrinus, Falcão-peregrino; Spizastur Melanoleucus, Gavião-pato; Leucopternis lacernulata, Gaviao-pombo-pequeno; Leucopternis polionota, Gaviao-pombo-grande; Spizaetus ornatus, Gavião-de-penacho, Harpagus diodon, Gavião-bombachinha. Estes Falconiformes, são bio-indicadores da importância de Itereí como área prioritária para a conservação da Mata Atlântica.
Mais além, adentrando a Mata Ciliar, ao longo do Rio Caçador (400m), Setor Itereí Meio da Saudade, ultrapassa-se a confluência do ribeirão "Timbu Katu" (Bela Neblina), oriundo das nascentes desta vertente oceânica , entre os picos Tucano e Jaguatirica (750m).
Convertendo-se à direita, em direção ao Planalto, cruza-se a trilha "Serra Grande" (Juquiaguassu)- utilizada pelos Tropeiros, sobre rota indígena, para acessar "Capella Nova da Bella Vista do Juquiá", antiga nomenclatura de Juquitiba.
Por derradeiro, para-se na Mata Atlântica Virgem, floresta ombrófila densa remanescente de encosta, por entre árvores centenárias, águas cristalinas superficiais e águas que brotam das fendas da rocha;

12h40 Cerimônia de inauguração in-situ, ao redor da queda Marimbás
Com Destaque à ".A Memória da Água" pelo Prof. Dr. Eng. DEMETRIOS CHRISTOFIDIS, UNB e "ÁGUA História, Filosofia E Tradição Indígena -IGUASSU ITEREY- do Prof. Dr. Eng. Daniel Silva, UFSC ;

13h05 Retorno ao Morro Grande

13h30 Almoço E Confraternização
Sede do Núcleo ÁGUAS Claras Morro Grande
- possibilidade de banhar-se Bica ÁGUAS Claras -

EXPOSIÇÃO DAS ILUSTRAÇÕES DIGITAIS:
Moção do Coletivo de Entidades Ambientalistas Cadastradas Junto ao Consema, contra a LP132/2002- IBAMA, endossando o Abaixo-Assinado da Cidadania, em defesa do Manancial do Caçador/Cabeceiras Itereí, na Serra, BR116- Rod. Régis Bittencourt.

15h00Fechamento e AValiação da Plenária

A publicação Águas e Florestas da Mata Atlântica , por uma GESTÃO INTEGRADA, de autoria da Fundação SOS Mata Atlântica e Reserva Da Biosfera Da Mata Atlântica MAB/UNESCO, será disponibilizada aos participantes, por cortesia do CNRBMA- Clayton F. Lino.
A Inauguração do Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí, foi discutida e consensuada por ocasião do V Encontro Nacional em Petrópolis deste Movimento, dando continuidade às ações públicas e documentais em defesa das Águas, pela coordenadoria de Itereí, desde 1991.

O Centro "Iguassu Itereí" -Muita Água Mágica- enfoca "Águas, Florestas, Montanhas, Cidadania", sob o prisma "in-situ", da unidade espacial do sistema hidrográfico, a microbacia (MBH), especificamente da MBH do Caçador e suas cabeceiras do manancial Itereí, produtoras de água doce.

é uma iniciativa de Itereí, embasada em ampla consideranda, e do Movimento Nacional da Cidadania Pelas Águas, em sintonia com as atualíssimas políticas públicas global , nacional , estadual e municipais. Visa a sensibilização e popularização dos conhecimentos e ações sobre "Águas, Florestas e Montanhas ", devido sua importância vital para a humanidade, como elemento e recurso hídrico.

O Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí valoriza a ação preventiva sobre a curativa, prevê o envolvimento da comunidade da MBH do Caçador, da população do entorno, da sociedade civil , assim como, a inclusão de todos atores. Almeja uma atuação dinâmica e efetiva, consolidada no conhecimento, pesquisa e tecnologia, e localmente no diagnóstico sócio-ambiental participativo da MBH , com ênfase nos aspectos da hidrologia florestal .

Dentro deste dinamismo e de uma visão quântica e holística, o Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí pretende preservar a integridade atual da MBH do Caçador e cabeceiras do Manancial Itereí, propõe superar conflitos através de avanços, e com autonomia interagir participativamente , regionalmente, com o Comitê De Bacia Hidrográfica Do Ribeira De Iguape E Litoral Sul- CBHRB, inclusive como "empowerment" e semente para outras ações congêneres.

Inscrições Gratuitas: email: [email protected]

ou fones: 4198-2329 ou 4198-5222 com Claudia

Divulgação E Mobilização: Associação B.D.A.D. Barnabés, Terræ- Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, Movimento Beija-Flor do Vale do Ribeira ; SOS Mata Atlântica, Vitæ Civilis, CUT Vale do Ribeira, PROAONG, Fórum Nacional de Ongs e Movimentos Sociais, ELAN, Redes CTA-JMA , CEAC-CONSEMA e FOPEA

CURSO INTENSIVO SOBRE VIVEIROS E PRODUÇÃO DE MUDAS

OBJETIVOS
- Capacitar, de forma teórica e prática, profissionais da área de produção de mudas e demais interessados para o
planejamento e implantação de viveiros e para a aplicação de diferentes técnicas de propagação e produção de
mudas de plantas arbóreas e herbáceas.

- Adquirir e/ou atualizar seu conhecimento nas técnicas e processos utilizados na propagação de plantas e
produção de mudas.

PÚBLICO ALVO
Estudantes, viveiristas, produtores, técnicos, cooperativas, prefeituras, empresas de assistência técnica, empresas
privadas, profissionais liberais e demais pessoas interessadas pelo tema.

VAGAS DISPONÍVEIS: 30

PROGRAMA

21-05-2003
Manhã - SEMENTES, SUBSTRATOS E VIVEIROS
- Abertura pela chefia da Embrapa Florestas
- Seleção de matrizes, coleta, beneficiamento e compra de sementes
- Quebra dormência e armazenamento de sementes
- Viveiros: tipos, planejamento e instalação, estruturas etc.
- Recipientes para produção de mudas
- Substratos para produção de mudas

Tarde - VIVEIROS, SEMENTES, SUBSTRATOS, PROPAGAÇÃO
- Produção de mudas por semente: semeadura, desbaste, repicagem, irrigação, rustificação, seleção, podas etc
- Adubação na produção de mudas
- Qualidade de mudas
- Técnicas de propagação sexuada: semeadura em canteiros e direta nos recipientes
- Aula prática

22-05-2003
Manhã - PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE PLANTAS
- Aspectos básicos para a propagação vegetativa
- Fatores importantes na propagação vegetativa
- Estruturas de propagação vegetativa
- Técnicas de propagação vegetativa: Estaquia, Miniestaquia, Enxertia, Mergulhia, etc
- Medidas e técnicas para melhorar o enraizamento em plantas

Tarde: MICROPROPAGAÇÃO DE PLANTAS
- Introdução: Base teórica e prática e possibilidades de aplicação
- Preparo de soluções estoque
- Preparo do meio de cultura

23-05-2003
PRÁTICAS
- Micropropagação
- Estruturas de propagação vegetativa (macropropagação)
- Enxertia
- Estaquia
- Miniestaquia
- Encerramento

LOCAL DO EVENTO
Embrapa Florestas
Estrada da Ribeira, km 111
Colombo, Paraná
Fone: (41) 666-1313

INVESTIMENTO
Até 15 de Maio de 2003: R$220,00
A partir de 16 de Maio de 2003: R$250,00
Não serão aceitas Inscrições no dia do evento

* Desconto de 5% para a segunda inscrição da mesma empresa

ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA INSCRIÇÃO:
- Apostila do curso
- Livro: Planejamento e instalação de viveiros, Série produção de mudas ornamentais (106 páginas);
- Muda de planta "in vitro" produzida pelos próprios alunos;
- Certificado de participação
- Coffee-break

INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO:
Claudia Garbuio ou Maria Paraguaçu
Embrapa Florestas
Área de Comunicação e Negócios
Fone: (41) 666-1313
Fax: (41) 666-1863
[email protected]

COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO CURSO:
Ivar Wendling:
Engenheiro Florestal (UFSM), Mestre e Doutor em Silvicultura e propagação de plantas, pela Universidade
Federal de Viçosa - MG. Assessor Técnico da Organização Não Governamental, Centro Mineiro para
Conservação da Natureza (CMCN), na área de viveiros, produção de mudas e arborização entre julho de 1999 e
outubro de 2001. Pesquisador da Embrapa Florestas. Possui larga experiência teórico/prática em propagação de
plantas e produção de mudas, além de contar com mais de 10 cursos ministrados na área.

Fernando Grossi:
Engenheiro Florestal (ESALQ/USP), Mestre em Ciências Florestais pela ESALQ/USP e Doutor em Energia
Nuclear pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/USP), professor na área de Silvicultura no
Depto. de Ciências Florestais na Universidade Federal do Paraná. Com larga experiência em propagação
vegetativa de plantas agrícolas (banana), arbóreas, como Eucalyptus, Pinus, Teca, etc e ornamentais, como
filodendro, violetas africanas e bromélias.

Márcio Pinheiro Ferrari:
Engenheiro Florestal, Mestre em Ciências Florestais, pela ESALQ/USP. Pesquisador da Embrapa Florestas.
Possui 15 anos de experiência, inclusive internacional, em gerenciamento de viveiros comerciais, produção de
mudas florestais por sementes e propagação vegetativa, seleção de matrizes, coleta, beneficiamento e
armazenamento de sementes florestais.

INFORMAÇÕES SOBRE A Embrapa Florestas
A Embrapa Florestas está localizada no município de Colombo, PR, a 20km do centro de Curitiba. Ocupa uma
área de 305ha, com complexo de laboratórios e campos experimentais e conta com uma equipe especializada,
composta por técnicos, mestres e doutores. Produz soluções tecnológicas e as coloca à disposição da sociedade
através de prestação de serviços, cooperação técnica, parcerias, assessorias, consultorias, cursos, treinamentos e
preparação de projetos de desenvolvimento florestal.

TRANSPORTE PARA O LOCAL DO EVENTO
A Embrapa Florestas disponibilizará um ônibus que sairá da frente do Hotel Del Rey (Rua Ermelino de Leão, às
9h. O retorno para Curitiba está previsto para às 19h

====================================================
FICHA DE INSCRIÇÃO (favor preencher e enviar por fax)

CURSO INTENSIVO SOBRE VIVEIROS E PRODUÇÃO DE MUDAS

Nome: _________________________________________________________
Empresa:_______________________________________________________
Cargo/Função:___________________________________________________
Endereço:_______________________________________________________
Cidade:_________________________________ CEP:_______-_____
Fone: (___)___________Fax:(___)___________
E-mail:______________________________________
Favor especificar a área ou linha de interesse no curso ________________________

A Nota Fiscal deverá ser emitida em nome:
[ ] do inscrito [ ] da Instituição

Dados da Instituição para Nota Fiscal:

CNPJ:__________________________________________________________
Insc. Estadual:___________________________________________________
Razão social: ____________________________________________________

Para a emissão da Nota Fiscal em nome do inscrito, favor enviar:

- RG
- CPF
- Endereço completo

FORMA DE PAGAMENTO:

O depósito deverá ser efetuado em nome da Fundação da Universidade Federal do Paraná - FUNPAR. Banco
Itaú, Agência 4012, c/c 12803-1.

Enviar o comprovante de depósito juntamente com a ficha, preenchida de forma legível, para o Fax (41)
666-1863, aos cuidados de Claudia Garbuio.

Curso Sobre técnicos básicos debre Biologia e Conservação de Sementes Florestais Nativas da Amazônia


Oferecer elementosé o objetivo do curso oferecido pelo Museu Paraense Emílio Goeldi, no período de 12 a 16 de maio próximo. O curso faz parte da programação do projeto Seleção de espécies arbóreas ornamentais para produção de mudas, para arborização urbana adequada à rede elétrica do Pará. A inscrição é gratuita e foram abertas 30 vagas. Mais informações podem ser obtidas com Carmem Miranda pelo telefone (91) 217.6059 ou pelo e-mail: [email protected]

Curso "OVINOCULTURA DE CORTE: SISTEMAS DE PRODUÇÃO E PERSPECTIVAS DE MERCADO",

22 a 24 de maio de 2003, a Embrapa Pecuária Sul e a Universidade Federal do Paraná, com o apoio do Senar/PR e da Embrapa Florestas, estará promovendo o conforme descrito abaixo.

Agradeceria, se possível, a divulgação do evento para seus parceiros e clientes.

Atenciosamente,

Moacir Medrado
Chefe de Comunicação, Negócios e Apoio
Embrapa Florestas

====================== OVINOCULTURA DE CORTE: Sistemas de produção e perspectivas de mercado

O encarecimento dos insumos agrícolas tem exigido cada vez mais que o produtor aumente a eficiência do seu sistema e ao mesmo tempo reduza o risco do seu negócio. A ovinocultura é uma excelente alternativa para a diversificação da propriedade e aumento da rentabilidade do produtor. Nesse contexto, a Embrapa Pecuária Sul e a Universidade Federal do Paraná, com apoio do Senar/PR e da Embrapa Florestas convidam para participar do evento "Ovinocultura de Corte: Sistemas de Produção e Perspectivas de Mercado".

Na oportunidade serão discutidos os principais temas relacionados com a ovinocultura de corte por especialistas
do Sul e Sudeste do Brasil nas áreas de mercado, pastagens, nutrição, reprodução, sanidade, melhoramento genético e avaliação econômica. Será uma boa oportunidade para o aprimoramento técnico e discussão de novas propostas para o setor.

LOCAL:
Anfiteatro do Setor de Ciências da Saúde/UFPR
Av. Lothário Meissner, 3400 (ao lado do Jardim Botânico)
Curitiba, PR

COORDENADORES DO CURSO:
Profa. Dra. Alda Lúcia Gomes Monteiro (UFPR);
Dr. César Henrique Espírito Candal Poli (Embrapa Pecuária Sul)

INVESTIMENTO:
R$ 100,00 (para profissionais)
R$ 50,00 (para estudantes)

INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO:
Claudia Garbuio ou Maria Paraguaçu
Embrapa Florestas
Área de Comunicação e Negócios
Fone: (41) 666-1313
Fax: (41) 666-1863
[email protected]

HOSPEDAGEM:
Está disponível alojamento no CEEXC
(Fazenda Experimental da UFPR)
Contato com Elinéia: (41) 665-6046
e-mail: [email protected]

VAGAS LIMITADAS

======================================================================
PROGRAMA

22-05-2003
8h - Inscrições e entrega de material
8h30min - Abertura do evento / presença de autoridades das Instituições envolvidas no evento
9h às 10h30min - Perspectivas para o negócio da carne ovina - Prof. Dr. Francisco Armando de Azevedo Souza
(Universidade de Marília - SP)
10h30min às 10h45min - Intervalo
10h45min às 12h15min - Raças e cruzamentos para a produção de carne de qualidade - Prof. Dr. Francisco de
Assis de Fonseca Macedo - (Universidade Estadual de Maringá - UEM)
12h15min - Almoço
13h30min às 15h - Sistemas de produção de cordeiros para carne - Prof. Dr. João Ricardo Alves Pereira
(Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG)
15h às 15h45min - Mesa redonda sobre sistemas de produção - Prof. Dr. João Ricardo Alves Pereira (UEPG);
Profa. Dra. Alda Lucia Gomes Monteiro (UFPR); Prof. Dr. Amadeu Bona Filho (UFPR)
15h45min às 16h - Intervalo
16h às 17h30min - Manejo reprodutivo de ovinos - Dr. José Carlos Ferrugem Moraes (Embrapa Pecuária Sul)
17h30min - Espaço empresarial

23-05-2003
8h30min às 10h - Industrialização e comercialização de carne ovina de qualidade - Eng. Agr. Carlos Timmers
(Cabanha Alice - RS)
10h às 10h15min - Intervalo
10h15min às 11h45min - Pastagens para ovinos - Prof. Dr. Paulo César de Faccio Carvalho (UFRGS/RS)
11h45min às 12h15min - Mesa redonda sobre sistemas de utilização das pastagens - Prof. Dr. Paulo César de
Faccio Carvalho (UFRGS); Dr. César Henrique Espírito Candal Poli (Embrapa Pecuária Sul); Prof. Dr. Anibal
de Moraes (UFPR)
12h15min - Almoço
13h30min às 15h - Endoparasitoses e métodos de controle em ovinos - Profa. Dra. Vanete Thomaz Soccol (
Departamento de Patologia - UFPR)
15h às 16h30min - Aspectos da resistência aos antihelmínticos - Dr. Flávio Echevarria - (Embrapa Pecuária Sul)
16h30min às 16h45min - Intervalo
16h45 às 18h15min - Principais enfermidades e seu controle - Profa. Cristina Sotomaior (PUC- PR)

24-05-2003
8h às 12h - Cálculo da rentabilidade, custo de produção e análise de investimento na criação de ovinos para
carne - Dr. Derli Dossa - (Embrapa Florestas)
12h - Almoço
13h30min às 17h30min - Práticas com o rebanho ovino - MSc. Octaviano Alves Pereira Neto (Senar/RS)

======================================================================
FICHA DE INSCRIÇÃO (favor preencher e enviar por fax)

CURSO DE OVINOCULTURA DE CORTE

Nome: _________________________________________________________
Empresa:_______________________________________________________
Cargo/Função:___________________________________________________
Endereço:_______________________________________________________
Cidade:_________________________________ CEP:_______-_____
Fone: (___)___________Fax:(___)___________
E-mail:______________________________________

A Nota Fiscal deverá ser emitida em nome:
[ ] do inscrito [ ] da Instituição

Dados da Instituição para Nota Fiscal:

CNPJ:__________________________________________________________
Insc. Estadual:___________________________________________________
Razão social: ____________________________________________________

Para a emissão da Nota Fiscal em nome do inscrito, favor enviar:

- RG
- CPF
- Endereço completo

FORMA DE PAGAMENTO:
O depósito deverá ser efetuado em nome da Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Agronegócio Brasileiro -
FAGRO - Banco do Brasil, agência 2727-8, conta corrente 8479-4

Enviar o comprovante de depósito juntamente com a ficha, preenchida de forma legível, para o Fax (41)
666-1863, aos cuidados de Claudia Garbuio.

--
Erich Schaitza

Embrapa Florestas
tel: 55 41 666-1313
fax: 44 41 666-1863

Endereço postal (address)
Estrada da Ribeira, km 111 - CP319
80310-590 Colombo, Brasil

2ª. Jornada Paranaense de Agroecologia - Terra livre de transgênicos e sem agrotóxicos

Temos a satisfação de convidá-los para participarem da 2ª Jornada Paranaense de Agroecologia entre os dias 7 e 10 de Maio de 2003, na cidade de Ponta Grossa, estado do Paraná, região sul do Brasil.
Temos a expectativa de reunir 5.000 participantes, destacadamente agricultores familiares, além de pesquisadores, técnicos, estudantes e público em geral.
Para participarem, não há custos de inscrição e podemos auxiliar na alimentação.
Será uma imensa alegria contar com a participação de delegações da América Latina.
Para maiores informações verifique o site www.jornadadeagroecologia.com.br ou entre em contato através do e-mail: e [email protected]

PRIMERO CURSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DA AGRICULTURA ORGÂNICA PARA SUSTENTABILIDADE

Informações com Pedro Valarani da Embrapa Meio Ambiente [email protected] e de Romeu M. Leite - [email protected] .

AGRICULTURA ORGANICA Y REMINERALIZACION DE SUELOS
>
> SEBASTIAO PINHEIRO
>
> MAYO 16 ? 18 DE 2003
>
>
>
> VIERNES 16 DE MAYO
>
> MAÑANA:
> LOS INSUMOS DE LA REVOLUCION VERDE: COSAS DEL PASADO.
> LA AGRICULTURA ORGANICA : EL PRESENTE CONVERTIDO EN MERCADO Y EL
> FUTURO
> DE LA BIOSEGURIDAD DE LOS ALIMENTOS
> LA BIOTERMODINAMICA EN LA AGRICULTURA.
>
> TARDE:
> LA SINCRONIZACION ENERGETICA EN LA PRODUCCION DE LOS CULTIVOS.
> EQUILIBRIO NUTRICIONAL DE LOS CULTIVOS PARA UNA PRODUCCION SANA.
>
> SABADO 17 DE MAYO
>
> MAÑANA
> LA UTILIZACION DE HARINAS DE ROCAS EN LA PREPARACION DE LOS
> BIOFERTILIZANTES FOLIARES.
> EXPERIENCIAS EN LA PREPARACION DE BIOFERTILIZANTES CON HARINA DE
> ROCAS.
> EL CONTROL DE LA CALIDAD EN LA PREPARACION DE BIOFERTILIZANTES
> NUTRICIONALES.
>
> TARDE:
> EL CONTROL DE LA CALIDAD DE LA PRODUCCION ORGANICA EN EL MERCADO.
> LA SEGURIDAD ALIMENTARIA :UNA PRIORIDAD DENTRO DE LA AGRICULTURA
> ORGANICA.
>
> DOMINGO 18 DE MAYO
>
> MAÑANA
> AGRICULTURA ORGANICA Y SOBERANIA
> LOS CONSUMIDORES Y LAS RELACIONES CON LOS PRODUCTORES ORGANICOS (
> ALIANZAS
> PARA CONSTRUIR MERCADOS JUSTOS).
> EXPERIENCIAS DE COOPERATIVAS EN LA PRODUCCION Y COMERCIALIZACION
> DE
> PRODUCTOS ORGANICOS.
>
> TARDE:
> LOS IMPACTOS DE LOS TRANSGENICOS EN BRASIL, ARGENTINA Y MEXICO.
> LAS NUEVAS PLAGAS EN EL CULTIVO DE LA SOYA DESPUES DE LOS
> TRANSGENICOS (
> UNA EXPERIENCIA EN ARGENTINA, PARAGUAY Y BRASIL).
>
>
> Valor del curso: $300.000/persona. Consignar en cuenta No
> 00911892-8 de
> Corporación Las Villas a favor del IICA. Presentarse con el recibo
> de
> consignación el viernes a las 7 am en la Universidad nacional de
> Bogotá ?
> Edificio IICA, Carrera 30 calle 45, edificio situado 60 metros al
> norte de
> la portería de la calle 45.
>
>
>
> Sebastian Pinheiro
>
>
>
>
> Ingeniero Agrónomo, (Argentina) Master en Ingeniería Forestal,
> (Argentina).
> Cursos en contaminación química y ambiental de alimentos y
> naturaleza,
> (Alemania). 35 años de experiencia en la generación y puesta en
> marcha de
> alternativas agroecológicas y en la discusión sobre la problemática
> de la
> producción de alimentos con venenos y semillas transgénicas.
>
> Asesor permanente del movimiento sin "Los Sin Tierra", del Brasil.
> Como
> también de la Unión Internacional de trabajadores de la
> Alimentación ,
> UITA. Fundador y miembro de la Fundación JUQUIRA CANDIRU y varias
> ONG.
> Como asesor y consultor, ha acompañado procesos y discusiones en
> Argentina,
> Brasil, México y Paraguay. Además de Consultor para las Naciones
> Unidas.
> Asesor del montaje del Ministerio del Medio Ambiente en el Brasil.
> Asesor del Primer Nóbel de Medio Ambiente José Lutzenberger.
> Asesor permanente del Parlamento Brasilero.
>
> En el ámbito legislativo fue promotor permanente de la Ley Federal
> de
> Venenos en Brasil. Representante del Brasil ante el Codees
> Alimentarius.
> Autor de las denuncias de la utilización de agentes desfoliantes y
> de
> venenos en la Amazonía Brasilera.
>
> Cargos:
>
> Director del Laboratorio de Análisis de residuos de venenos,
> Ministerio de
> Agricultura Río Grande do Sul, Brasil.
> Presidente del Grupo Interdisciplinario de Investigación y Acción
> en
> Agricultura y salud, Río Grande do Sul.
> Socio y Representante de la Cooperativa Ecológica de Producción y
> Comercialización de Productos Orgánicos COOLMÉIA, Porto Alegre,
> Brasil.
> Profesor del programa de Extensión de la Universidad de Río Grande
> do Sul.
> Como Investigador, ha sido creador de los Fertilizantes
> Enriquecidos con
> Harina de Roca.
> Ha dictado más de 600 conferencias y 500 cursos.
> Autor de 24 libros, el último de los cuales se titula
> "Transgénicos,
> transnacionales y un gen llamado terminator"
>
>
> CLAUDIA MARCELA PORRAS VANEGAS
> Ingeniera Agrónoma
> Desarrollo Rural y Medio Ambiente IICA
> Area Técnica
> Teléfono: 220 7000 ext. 7052
> E- mail: [email protected]
>

SEMINÁRIO "Os recursos hídricos e seu potencial turístico"
Auditório Municipal de Esposende
15 e 16 de Maio de 2003

Programa ­ 15 de Maio (1.º Dia)

09.00 horas ­ Recepção e entrega de documentação
09.30 horas - Sessão de abertura
Sua Ex.ª Secretário de Estado do Ordenamento do Território (*)
João Couto e Cepa ­ Presidente da Câmara Municipal de Esposende
Eng. Luís Macedo ­ Director da Área de Paisagem Protegida do Litoral de Esposende
Dr. António Conde ­ Presidente da Direcção da Escola Profissional de Esposende

10.00 horas ­ 1.º Painel
"Os recursos hídricos do concelho de Esposende"
Prof. Pedro Gomes (U. Minho ­ Ecologia)
Prof. Gaspar Soares Carvalho (Geologia)
Prof. Alexandre Valente (FCUP ­ Biologia)
Moderador ­ Eng.ª Alexandra Roeger (CME)

10.45 horas ­ espaço de debate

11.00 horas ­ Pausa para Café

11.15 horas ­ 2.º Painel
"A importância histórico-cultural dos recursos hídricos"
Dr. Penteado Neiva (História)
Doutor Álvaro Campelo (UFP)
Dr.ª Ivone Baptista (CME)
Moderador ­ Dr. António Conde (EPE)

13.00 horas ­ Almoço livre

15.00 horas ­ Descida em canoa do rio Cavado (Barca do Lago ­ Foz do
Cavado) ; Descida em canoa do rio Neiva (Forjães ­ Foz do Neiva); Passeio fluvial no rio avado a bordo do Rabumba; Percurso Pedestre ­ Trilho da Natureza: entre o avado e o Atlântico"
Programa ­ 16 de Maio (2.º Dia)

09.30 horas ­ 1.º Painel
"Recursos hídricos e actividades turísticas"
Dr. Francisco Sampaio (RTAM)
Hugo Bastos (Douro Azul)
Dr. Filipe Rego (Desafios)
Moderador ­ José Faria (CME)

10.45 horas ­ espaço de debate

11.00 horas ­ Pausa para Café

11.15 horas ­ 2.º Painel
"Embarcações tradicionais e seu uso cultural e turístico"
João Paulo Baptista (Associação de Barcos do Norte)
avado o Pereira (Federação Galega pola Cultura Marítima)
José Felgueiras (Fórum Esposendense)
Moderador ­ Dr.ª Ivone Baptista (CME)

12.30 horas ­ Sessão de encerramento

13.00 horas ­ Almoço livre

15.00 horas ­ Descida em canoa do rio Cavado (Barca do Lago ­ Foz do
Cavado) ; Descida em canoa do rio Neiva (Forjães ­ Foz do Neiva); Passeio

fluvial no rio avado a bordo do Rabumba; Percurso Pedestre ­
Trilho da
Natureza: entre o avado e o Atlântico"

(*) a confirmar


Informações e Inscrições:
Comissão Organizadora do Seminário "Os recursos hídricos e seu potencial
turístico"
Escola Profissional de Esposende, Rua Amorim Campos 4740-335 FÃO
Telefone: 253 982 779
Fax: 253 983 619
[email protected]
www.ep-esposende.rcts.pt

Curso sobre Sistemas de Produção Agroflorestais para o Semi-Árido

Sistemas de Produção Agroflorestais para Regiões Semi-Áridas, é o terceiro curso programado pela Embrapa Caprinos, que é sediada no município de Sobral, a 222 quilômetros ao norte de Fortaleza, para este ano. Destinado a técnicos, estudantes e a produtores, o curso terá uma carga horária de 32 horas-aula e será desenvolvido no período de 13 a 16 de maio.

Estão sendo oferecidas 25 vagas e a taxa de inscrição custa R$ 100,00. O interessado já pode se inscrever, pagando a inscrição através da conta: Embrapa Caprinos, Banco do Brasil, Agência 3602-1, Conta Corrente 170500-8 e Código Identificador 13501013203005-7. Para confirmar a participação no evento, o interessado deve enviar o comprovante de pagamento da taxa pelo fax (88) 677-7055, acompanhado do nome e endereço completo, telefone, e-mail e o CPF, até o próximo dia 02.

Os pesquisadores João Ambrósio de Araújo Filho e Nilzemary Lima serão os instrutores do curso. Inscrições e mais informações com os técnicos Ismar Maciel, Gilson Landim e Deise Rocha pelo telefone (88) 677- 7041 ou através dos e-mails [email protected] e [email protected]

V. Congresso Florestal Centroamericano
Panamá 21 a 23 de mayo 2003
www.cifp.org.pa

Bajo el lema "la actividad forestal y su contribución al desarrollo humano sostenible", en mayo del 2003 Panamá será escenario del V Congreso Forestal Centroamericano (COFOCA). Esta actividad espera reunir a cerca de 500 participantes de más de 10 países del istmo centroamericano, así como de México, Colombia, Cuba, Puerto Rico, Perú, Brasil, entre otros.

El Congreso se desarrollará en torno a cuatro grandes temas: el manejo forestal, industria y mercadeo eficiente, como imperativos para la sostenibilidad; la actividad forestal y los servicios ambientales del bosque; bosques, árboles y desarrollo rural sostenible; y asuntos institucionales y la participación ciudadana.

Este encuentro internacional contará con conferencias magistrales de connotados expertos internacionales. Entre ellos:

el Doctor Ariel Lugo exdirector del Instituto de Investigación Tropical de Río Piedras Puerto Rico con el tema "Cambio Ecológico en las Montañas de Luquillo y la Aplicación a la Foresta Tropical";

la Doctora Florencia Montagnini de la Universidad de Yale con. Resultados de Productividad en Volumen, Biomasa y efectos sobre la Biodiversidad y la recuperación de los suelos, bajo plantaciones de especies nativas de Costa Rica;

y Doctor José Joaquín Campos del Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza, (CATIE) con una ponencia sobre Enfoque Ecosistémico y Multifuncional en el Manejo Forestal Sostenible.

El V Congreso Forestal Centroamericano contará también con la participación de destacados centros internacionales como la Organización Internacional para las Maderas Tropicales (OIMT) y la Organización de las Naciones Unidas para la Agricultura y la Alimentación (FAO). A través de estas instituciones se abordarán los temas de Perspectivas del Manejo y la Comercialización de las Maderas Tropicales y las Experiencias y Perspectivas del Manejo Forestal Sostenible, respectivamente.

A nivel de los países se ha confirmado la participación de representantes de Universidades y Centros de Educación Superior, Institutos de Investigación, Programas y Proyectos, Instituciones Gubernamentales, Organizaciones No Gubernamentales, Organizaciones Indígenas y Campesinas, Asociaciones y Cámaras de Empresarios Forestales, Asociaciones de Profesionales, entre otros, quienes a la fecha han remitido al Comité Organizador más de 40 ponencias.


También se contará con la participación de la Oficina Regional para Mesoamérica (ORMA) de la UICN, la Asociación Coordinadora Indígenas y Campesinas de Agroforestería Comunitaria de Centroamérica (ACICAFOC), la Asociación Centroamericana de Profesionales Forestales (ACAPROF), el Instituto de Investigación Forestal Tropical Smithsonian de Investigaciones Tropicales (CIFT-STRI). Representantes de estas entidades expondrán sobre sus experiencias en el trabajo de campo.

En esencia, el Congreso Forestal Centroamericano tiene como característica servir como el máximo foro forestal del istmo centroamericano en donde se abre un espacio de debate y consulta, en el cual se pueda intercambiar impresiones entre funcionarios de instituciones gubernamentales, no gubernamentales, empresariales, de cooperación internacional, entre otros especialistas que se dedican al área forestal.
Mayor información:
Con Irving Díaz H. e-mail: [email protected] o en: www.cifp.org.pa
Información adicional:
El HOTEL EL PANAMÁ, Centro de Convenciones y Casino, miembro de Summits Hotels & Resort está ofreciendo tarifas especiales, para el V CONGRESO FORESTAL CENTROAMERICANO
Para cualquier consulta favor comunicarse al Departamento de Ventas con la Srta. Jhoscelyn Escobar, Ejecutiva de Ventas al teléfono (507) 215-9000 Extensión 9444 o al fax (507) 269-3309, e-mail [email protected] WEB: WWW.ELPANAMA.COM

V ENCUENTRO DE AGRICULTURA ORGÁNICA

organizado por la Asociación Cubana de Técnicos Agrícolas y Forestales, se reúne en La Habana, Cuba, del 27 al 30 de mayo del 2003. Su objetivo principal es conocer e intercambiar experiencias de agricultura ecológica a partir de su impacto en la seguridad y la soberanía alimentaria y su papel en el desarrollo rural y agrario. Paralelamente al Encuentro, se desarrollará la EXPORGANICA 2003. Obtenga informaciones adicionales escribiendo a [email protected] o visitando: http://www.biodiversidadla.org/noticias4/noticias560.htm

2º CURSO DE AGRICULTURA ORGÂNICA - Fundamentos e Técnicas de Produção

Será realizada pela UNICAMP/Faculdade de Engenharia agrícola, com início em 31 de maio/2003. Por ser um evento de grande importância para o desenvolvimento da agroecologia no Brasil, solicitamos a sua colaboração.
gratos
Eng. Agr. Silvio Roberto Penteado - Coordenação fone 19.9605.41.81/3232.1562/3743.3814
Prof. Antonio Carlos Ferraz -Coordenador Unicamp/Feagri - fone 19.3788.1088

--------------------------------------------------------------------------------
UNICAMP/FEAGRI

CURSO DE AGRICULTURA ORGÂNICA FUNDAMENTOS E TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

Este é um 2º Curso de Extensão, oferecido pela UNICAMP/ Faculdade de Engenharia Agrícola-FEAGRI , destinado a técnicos, profissionais, agricultores e demais interessados, cuja atividade esteja voltada para uma agricultura saudável. O 1º Curso iniciou-se em 08/março/2.003, com o preenchimento total das vagas (50) e devido ao grande interesse a UNICAMP/FEAGRI vem abrir nova turma para maio/2003.

JUSTIFICATIVA
A agricultura convencional contribuiu consideravelmente para o atual estado de degradação ambiental que hoje vivemos. Já são muitos os interessados em contribuir de alguma forma para reverter o quadro atual, tanto entre técnicos, produtores como entre os consumidores.

O sistema orgânico distingue do sistema agrícola convencional, ora em uso no país, porque leva em consideração não somente o estado nutricional ou sanitário da planta, como as condições do ambiente e solo ou seja o ecossistema envolvido, para que o processo produtivo seja equilibrado e sustentável.

A área em agricultura orgânica no Brasil é ainda pequena em relação ao nosso potencial, acima de 300 mil
hectares. O movimento orgânico expandiu-se no Brasil somente nos últimos dez anos, devido ao grande apoio da mídia e da preocupação de parte da população, consciente da necessidade do consumo de alimentos mais saudáveis.

Com o desenvolvimento do cultivo orgânico no estado e no país, á taxas de 30 a 50%, á necessidade de capacitar técnicos e produtores, que tenham condições de implantar e conduzir os cultivos, segundo os padrões estabelecidos pelo sistema orgânico.

É importante disponibilizar os conceitos e práticas da agroecologia e agricultura orgânica para o maior número possível de interessados, tendo em vista que esse sistema de produção agrega valor aos produtos, além de proporcionar maior segurança para o trabalhador e alimentos mais saudáveis para todos, sem prejudicar o meio ambiente.

OBJETIVO:
Aperfeiçoamento tecnológico nos princípios e procedimentos do sistema orgânico, de tal forma que ao final do curso os participantes possam atuar na implantação, manutenção, consultoria e certificação de cultivos orgânicos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
" Capacitar técnicos, produtores e demais interessados, nos conceitos e práticas de agroecologia ,agricultura
orgânica, certificação e implantação do sistema orgânico;
" Preparar os participantes quanto aos métodos e procedimentos para a certificação orgânica e implantação de cultivos orgânicos, de forma que tenham condições de promover a sua execução.

PÚBLICO ALVO:
Tipo de público: Profissionais das áreas de ciências biológicas (agrônomos, biólogos,florestais, etc) agricultores, técnicos, estudantes e demais interessados

Número de Vagas Oferecidas: 50
Início da 2ª Turma: 31/05/03 a 27/03/04 - há vagas disponíveis

COORDENADORES
Prof. Dr. Antonio Carlos de Oliveira Ferraz
Engº Agrº (Dr.) Silvio Roberto Penteado

PROFESSORES
Especialistas em agricultura de orgãos oficiais e entidades não-governamentais (ONGs) e certificadoras orgânicas (CATI; IB; IAC; IBD; AAO,FMO, ANC e profissionais autônomos)

Carga horária total: 200 horas (aulas teóricas e práticas)

Horário: Sábados alternados (cada 15 dias),
das 8h 00 às 18 h 00 Período de 10 meses

Local: Faculdade de Engenharia Agrícola - Campus da UNICAMP Campinas.SP

Documentos necessários para inscrição: Cópias autenticadas do CPF e RG; comprovante de conclusão do 1º Grau

Informações e Reservas: Comissão de Extensão da FACULDADE DE ENGENHARIA AGRÍCOLA/FEAGRI (19)
3788-1088 - 3788-1084

Curso Avançado (capacitação) em: OLERICULTURA ORGÂNICA

Nova data: 23 e 24 de maio 2003
Local: Estação Experimental IAC - Av. Três de Maio, 900 - São Roque - SP
Informações:
(14) 6821-1021/ 6821-9797
www.agroecologica.com.br, [email protected]

CURSO Latino-americano de Controle da Qualidde do Mel, Propolis e Cera

Período; 12 al 16 de mayo del 2003

Local: SANTIAGO DEL ESTERO - REPÚBLICA ARGENTINA
Informações e inscrições: Universidad Nacional de Santiago del Estero -U.N.S.E.
Facultad de Agronomía y Agroindustrias - F.A.y A.
Centro de Investigaciones Apícolas - CEDIA
Avda.Belgrano (Sud) 1912
4200 Santiago del Estero-República Argentina
Teléfono. 0385 - 4509528 -int. : 1631
FAX : 0385 - 4214499-E-mail: [email protected]

RESPONSABLE DEL CURSO :
Dr. José Francisco MAIDANA

COLABORADORES:
Ing.I.A.A. Monica Rodriguez de Saab
Ing.I.A.A. Lucrecia Chaillou
Ing.I.A.A. Marcela García
Ing. Agr. Carlos E. Caro
Prof. Ruben Fontanellaz
Tec.Qco. Ana Chazarreta
Tec.Qco.Walter Cajal
Tec.Ind.Apic. Santiago Emilio Traine

OBJETIVOS:
Al finalizar el curso los participantes habrán logrado:
· La capacitación necesaria para la determinación de la calidad de la miel, conforme normas establecidas por el C .A.A., Mercosur y Códex Internacional FAO/WHO.
· La habilidad específica en la aplicación de las técnicas para la detección de alteraciones y posibles adulteraciones de la miel , cera y propóleos.
· Una actitud positiva para la difusión de las propiedades específicas que determinan el valor nutritivo y terapéutico de la miel , y terapéutico del propóleos

TEMARIO

1ª Parte:
ANÁLISIS DE LA MIEL
1. Definición. Descripción. Composición y calidad de las mieles. Miel de néctar y miel de mielada.
2. Reglamentación nacional : C.A.A.; Reglamentación internacional : Mercosur y Códex Alimentarius Internacional
3. Toma de muestras.
4. Prueba sensorial y de calidad aparente (aspecto, consistencia, olor , sabor).
5. Determinación del color en grados Pfund
6. Determinación del contenido de humedad por refractometría.
7. Determinación de acidez libre.
8. Determinación del pH
9. Determinación enzimática: actividad de la diastasa.
10. Determinación del contenido de H.M.F (hidroximetilfurfural), Métodos de Fiehe y Winkler.
11.Detección de antibióticos.

2ª Parte:
DETECCIÓN DE POSIBLES ADULTERACIONES DE LA MIEL
8. Determinación del agregado de jarabe de glucosa.
9. Determinación del agregado de Levudex 42, 2000 y 55 (JMAF).
10. Otras determinaciones.

3ª Parte:
PROPOLEOS
1. Origen, obtención, extracción, almacenamiento y conservación.
2. Su uso en la colmena y composición química.
3. Propiedades
4. Indicaciones, formas de presentación y empleo.
5. Preparación de tintura y extracto blando
6. Preparación de pomada, ungüento, jabón, talco, comprimidos y miel con propóleos.
7. Determinación de calidad:
% de resinas solubles en etanol - Poder antioxidante: Indice de oxidación - Detección de principios biológicamente activos (polifenoles, flavonoides): Test de identidad y Shinoda - % de Mezclas mecánicas - % de Fenoles totales.

4ª Parte:
ANÁLISIS DE CERA
1. Definición. Descripción. Composición química
2. Toma de muestras.
3. Ensayos previos: caracteres organolépticos. Solubilidad.
4. Constantes físicas: densidad. Consistencia. Punto de fusión.
5. Constantes químicas: Indice de acidez. Índice de saponificación. Índice de éster. Relación numérica.

5ª Parte:
DETECCIÓN DE POSIBLES ADULTERACIONES DE LA CERA
6. Determinación del agregado de parafina.
7. Determinación del agregado de grasa.
8. Determinación del agregado de estearina.
9. Determinación de resinas.
10. Determinación del agregado de almidón, féculas y harinas.
11. Determinación de impurezas y agregado de sustancias minerales.

DESTINATARIOS:
Profesionales de industrias usuarias de miel como materia prima, de organismos oficiales, productores, apicultores, exportadores, etc.
REQUISITOS:
Pertenecer a alguna de las categorías anteriores.
HORARIO:
Sesiones teórico - prácticas, de 9 a 13 y de 16 a 20 hs.
ASISTENCIA:
Se requiere un mínimo de asistencia del 90%.
CERTIFICADO:
Se otorgarán certificados de asistencia.
PARTICIPANTES:
Inscripción limitada.
METODOLOGÍA DE TRABAJO:
Consistirá en:
· Exposiciones orales.
· Constitución de grupos de trabajo.
· Prácticas de Laboratorio.
· Elaboración de informes.
· Visita a Establecimientos Apícolas
ARANCEL:
$ 200.-
LUGAR DE REALIZACIÓN:
Universidad Nacional de Santiago del Estero
Facultad de Agronomía y Agroindustrias
Centro de Investigaciones Apìcolas -CEDIA-
Avda. Belgrano (s) 1912
Santiago del Estero, REPÚBLICA ARGENTINA

Água - Tecnologias para o uso sustentável

Período: de 16 a 18 de maio de 2003
Horário: 8:00 - 17:00
Local: Pirenópolis/GO, na sede do Inst. de Permacultura e Ecovilas do
Cerrado - IPEC
Carga horária: 32h
Número de vagas: 30
Inscrição: [email protected]
Investimento: R$300,00 parcelados ou a vista com 20% de desconto
Conteúdo: Introdução
O ciclo das águas
O estado atual das águas no planeta
A água como recurso para comunidades humanas
Manejo sustentável na propriedade rural
Eficiência no uso rural e urbano
Design para captação
Método Yeomans para irrigação
Captação de água potável
Armazenamento
Design e construção de açudes
Design e construção de reservatórios potáveis
Água na agricultura sustentável
Usos múltiplos da água na irrigação
Produção animal e vegetal (consórcios aquáticos)
Aqüicultura - produção no meio aquático e suas bordas
Reciclagem das águas
Filtros biológicos
Tratamento biológico de efluentes a nível doméstico e comunitário
Sanitários secos
Tecnologias apropriadas (bombeamento, aquecimento, energia e tratamento)

Aulas práticas

Construção de um reservatório de ferrocimento
Mapeamento e demarcação do terreno para eficiência hídrica
Construção de canais de infiltração -Realização: Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado - IPEC
Patrocínio: Programa de Pequenos Projetos - PPP e Permacultura América
Latina - PAL
Apoio: Programa de Pequenos Projetos - PPP e Permacultura América Latina -
PAL

BIOMASSA 2003. 3er. Encontro: Adubos Orgânicos e Manejo da Biomassa.

Período: de 16 e 17 de maio de 2003

Local: Piracicaba, Brasil.

Contacto: [email protected]

Miores informações: http://www.agroecologica.com.br/biomassa2.htm


RELACO.6ª Reunión da Rede Latinoamericana de Agricultura de Conservación.
5 al 9 de mayo de 2003. La Habana, Cuba. Contacto: Dr. Alberto Gómez
[email protected] con copia a José Benites [email protected] y Manuel
Sánchez [email protected]

III Encontro Nacional sobre Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças. ROLF PUSCHMANN
Auditório do Departamento de Engenharia Florestal - UFV - 12/05/2003 15/05/2003

II Curso sobre Economia Ambiental e Mercado de Carbono

De 07 a 09 de março de 2003

O presente curso irá tratar em sua introdução dos aspectos
econômicas ligados à exploração e conservação dos recursos naturais e
ambientais. Serão discutidas as diferentes abordagens econômicas para o
tratamento dos problemas ambientais. Serão estudados diferentes instrumentos
analìticos para a avaliação dos benefícios e dos custos do uso dos recursos
naturais e ambientais. Os conhecimentos adquiridos serão aplicados no
tratamento do problema do Aquecimento Global e na formação do Mercado de
Carbono.
O problema ambiental a ser estudado:
As atividades econômicas e industriais têm provocado alterações
na biosfera, resultando na quase duplicação da concentração de Gases de
Efeito Estufa (GEE). A alteração da concentração dos GEE deverá desencadear
um aumento da temperatura média no planeta entre 1 e 3,5 C nos próximos cem
anos, o que irá produzir impactos significativos no nosso modo de vida
atual.


Para estudar melhor o fenômeno do aquecimento global e suas
possíveis conseqüências, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente
(PNUMA) e a Organização Meteorológica Mundial (OMM) criaram o Painel
Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC), composto por um grupo de
trabalho encarregado de preparar as negociações de um tratado mundial, a fim
de enfrentar o problema globalmente, assim como de realizar as reuniões das
conferências mundiais sobre o clima.


A Convenção do Clima assinada por mais de 150 paises durante a
Conferência Rio-92, foi implementada utilizando-se o Princípio da Precaução.
Em 1992, a proposta inicial foi a de que os países do Anexo I (em grande
parte, países desenvolvidos) buscassem reduzir suas emissões de GEE, com o
objetivo de que os níveis de emissões voltassem a ser iguais aos do ano do
1990, devendo este ser atingido no ano 2000. Como as emissões em 2000 seriam
muitas maiores do que as de 1990, uma nova postura foi adotada através do
Protocolo do Quioto (1997), adiando as metas para 2008-2012, quando se
propõem emissões 5,2% abaixo das de 1990.


A convenção do Clima foi estabelecida também para auxiliar na
busca de uma nova rota do desenvolvimento mundial, o chamado sustentável. As
propostas discutidas durante as últimas Conferências das Partes (Quioto-97 e
Buenos Aires-98, Bonn-99) deram ênfase à introdução de mecanismos de mercado
para reduzir as emissões. A Conferência das Partes realizadas em Quioto-97
destaca-se como a mais importante para o tratamento dado a esse assunto, por
ter sido formalizado entre as partes um protocolo onde se encontra definidos
critérios e diretrizes que estimularão o mecanismo de mercado, que ficou
conhecido por Protocolo de Quioto.


A percepção de que o mercado poderia auxiliar neste processo
passou a ganhar consistência, com a idéia de se criar um valor
transacionável para reduções de emissões dos GEE, semelhante aos mecanismos
existentes para alguns gases poluidores na Europa e Estados Unidos. Dentro
desse princípio, foi estabelecido o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo
(MDL). A idéia consiste em que cada tonelada de gás carbônico deixado de ser
emitida, ou retirada da atmosfera por um país, poderá ser negociada no
mercado mundial, criando um novo atrativo para redução das emissões globais.
Os países do Anexo I, provavelmente, estabelecerão cotas para redução das
emissões globais. Os países emissores, em seus territórios. As empresas que
não conseguirem (total ou parcialmente) reduzir suas emissões poderão
comprar CRE (Certificados de Redução de Emissões) em países em
desenvolvimento e usa-los para cumprir suas obrigações com os governos.


O Curso pretende oferecer aos interessados, uma perspectiva
precisa de como as atividades agro-florestais e/ou de energia poderão ser
conduzidas para que possam obter os benefícios do Protocolo de Quioto, e
participar do mercado de Carbono.


Programa


1 - Economia do Meio Ambiente
2 - O problema do Aquecimento Global e a Convenção do Clima
3 - As Conferências das Partes (COPs) e o Mecanismo de
Desenvolvimento Limpo
4 - A Formação do Mercado de Carbono
5 - Exemplos de projetos de MDL
6 - Atividade Pratica

 

Prazo de inscrição: 25 de fevereiro, 2003


Vagas: 25 participantes


Local: Centro Brasileiro de Biologia da Conservação/IPÊ
Dom Pedro 1 km 47
Nazaré Paulista, São Paulo


Período do Curso: Sexta Feira (07/03) de 20:00 as 22:00,
Sábado (08/03) de 9:00 as 18:00 e Domingo (09/03) de 9:00 as 17:00


Candidatos: Ambientalistas, Biólogos, Ecologistas, Gestores
Ambientais, Empresários


Inscrição / Seleção: Os interessados deverão enviar
currículo e uma carta de intenções com dados pessoais para contato (máximo
uma página).
Encaminhar pelo e-mail [email protected] ou pelo correio
IPÊ- Instituto de Pesquisas Ecológicas
Caixa Postal, 47 ­ Nazaré Paulista ­ SP. Cep: 12960-000 Brasil.


Preço: R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), ou R$
360,00 (trezentos e sessenta) divididos em 3 parcelas.

Logística: Alojamento com 3 refeições a base de alimentos
orgânicos com opção de comida vegetariana (café da manhã, almoço e jantar).

Professor: Marcelo Theoto Rocha , Eng Agrônomo, Mestre em
Economia Aplicada, Doutorando do DEAS ­ ESALQ/USP, Pesquisador do CEPEA

MAIS INFORMAÇÕES
Telefone (011) 4597-1327 / (011) 97894827
E-mail [email protected] / Site: www.ipe.org.br

Junho

II ENCONTRO COM O PENSAMENTO DE MiLTON SANTOS:
O Lugar como Resistência

1º dia: 23 de Junho

Local: Salão Vermelho - Palácio dos Jequitibás da Prefeitura Municipal, Campinas - SP

PROGRAMA

09,00 ­ Abertura
09,30 ­ 12,30 ­ O LUGAR E A PERSPECTIVA LIBERTÁRIA DA OBRA DE MILTON SANTOS.
Coordenação: Maria Adélia Aparecida de Souza - USP
Participantes: Ana Clara Torres Ribeiro ­ UFRJ
Lucrécia D'Alessio Ferrara ­ USP
Maria Laura Silveira - USP
Maria Angela Faggin Pereira Leite ­ USP

14,30 ­ 17,30 ­ AS SOLIDARIEDADES E A GEOGRAFIA DO PRESENTE.

Coordenação: Simone Narciso Lessa
Participantes: James Humbert Zomighani Junior
Lucas de Melo Melgaço
Maria do Fetal
Mariana Vercezi Albuquerque
Rafael Augusto Pinto
Wagner V. Pinto de Camargo Junior.

18,00 ­ CONFERENCIA EM VIDEO: Milton Santos.


LUGAR , FORMAÇÃO SOCIO ESPACIAL, MUNDO.

19,30 ­ O ACONTECER NA PRAÇA.


Exibição da Entrevista de Milton Santos no RODA VIVA.


Lançamento do Livro: TERRITÓRIO BRASILEIRO: Usos e Abusos, Maria Adélia de Souza (org.)

Apoio: Coordenadoria da Comunidade Negra da Prefeitura Municipal de Campinas


Realização: TERRITORIAL: Instituto de Pesquisa, Informação e Planejamento

2º dia: 24 de Junho


Local: Anfiteatro da Geografia, Prédio da Geografia-História - USP, São Paulo - SP


PROGRAMA

dia 24 de junho

09,00 ­ Abertura
09,30 ­ 11,00 ­ O LUGAR E A PERSPECTIVA LIBERTÁRIA DA OBRA DE MILTON SANTOS.

Coordenação: Maria Adélia Aparecida de Souza - USP
Participantes: Ana Clara Torres Ribeiro ­ UFRJ
Lucrécia D'Alessio Ferrara ­ USP
Maria Laura Silveira - USP
Maria Angela Faggin Pereira Leite ­ USP

11,30 ­ 13,00 ­ LUGARES E DENSIDADES TÉCNICAS.

Coordenação: Amália Ines Geraiges de Lemos ­ USP
Participantes: Julia Andrade ­ USP
Monica Arroyo ­ USP
Ricardo Mendes ­ UNIFIEO
Renato Balbim ­ USP
Rubens de Toledo Junior - UFS

14,00 ­ 16,00 ­ AS SOLIDARIEDADES E A GEOGRAFIA DO PRESENTE.

Coordenação: Marcio Cataia ­ UNICAMP
Participantes: James Humbert Zomighani Junior - TERRITORIAL
Lucas de Melo Melgaço - USP
Maria do Fetal - USP
Mariana Vercezi Albuquerque - USP
Rafael Augusto Pinto - USP
Wagner V. Pinto de Camargo Junior - UNICAMP

16,30 ­ 18,00 ­ LUGAR E REGIÃO: CIRCULOS DE COOPERAÇÃO E CIRCUITOS DE PRODUÇÃO.

Coordenação: Ricardo Castillo ­ UNICAMP

Participantes: Adriana Bernardes - UNICAMP
Eliza de Almeida ­ USP
Fabio Betioli Contel ­ USP
Flavia Grimm ­ USP
Marcos Xavier ­ USP
Paula Borin - USP

18,00 ­ CONFERENCIA EM VIDEO: Milton Santos.

LUGAR , FORMAÇÃO SOCIO ESPACIAL, MUNDO.

19,30 ­ O ACONTECER NA PRAÇA.

Exibição da Entrevista de Milton Santos no RODA VIVA.

Lançamento do Livro: TERRITÓRIO BRASILEIRO: Usos e Abusos, Maria Adélia de Souza (org.)

Apoio: LABOPLAN - Departamento de Geografia - USP

Realização: TERRITORIAL: Instituto de Pesquisa, Informação e Planejamento

ENTRADA FRANCA

Lucas Melgaço
Geógrafo - UNICAMP
Mestrando em Geografia Humana - USP
www.espacogeografico.hpg.com.br

SEMINARIO TALLER AGRICULTURA Y GANADERÍA ORGÁNICA

A cargo de:
MARIO MEJÍA G.
HILDA GLADYS ARANGO L.
ALVARO ACEVEDO O.

GRANJA AGROECOLÓGICA SOS
Vereda la Joya, Armero Guayabal - Tolima
JUNIO 20 al 23 de 2003

CONDICIONES PARA LA PARTICIPACIÓN.

Costo de inscripción: $250.000.= particulares. $150.000.= miembros de la Red de Promotores en Agroecología. Incluye matrícula, alojamiento (habitaciones mùltiples), alimentación (corriente) y algunos documentos.
Consignaciones en la cuenta ahorros Bancolombia No. 38906054423 a nombre de Arlex Angarita.
Envío de recibo de consignación al fax (8) 2531384
Cupo Limitado.
Mayor Información: Escuela Granja Agroecologica SOS, Armero Guayabal Tel (8)2530185; fax (8)2531384.
C.E: [email protected]
Armero Guayabal está ubicado en el norte del Tolima; se llega por Ibaguè (90 km, 1½ horas de viaje, transportes Velotax, Rápido Tolima), Bogotà (150 km, 5 horas de viaje, transportes Velotax y Rápido Tolima), Manizales (120 km, 4 horas de viaje hasta Mariquita, transportes Arauca y Bolivariano, desde donde se puede tomar un taxi intermunicipal), Honda (55 km, 40 minutos de viaje, taxi intermunicipal).

Al llegar a la estación de taxis en Armero Guayabal, puede tomarse un carro que los traerà directamente a la GRANJA SOS por un valor de $2.000.=; ubicada en la vereda La Joya a 1 km de distancia del casco urbano.

Se recomienda traer ropa liviana y de manga larga, adecuada al campo y al clima cálido y seco.

Convite para Palestra

" Agrotóxicos, transgênicos e dedetizações: Um risco a sua saúde?

Saiba quais as alternativas para garantir sua saúde, e, saiba como esses 3 itens estão interligados e tem a ver com sua saúde e com sua doença.
Não se iluda considerando banais essas questões.
Venha conhecer novos caminhos.

Palestrante: Sérgio Cabral de Carvalho , Consultoria Ecológica Ltda

Data e local: 11 de junho as 19:30 hs no Max Savassi Apart Hotel, rua Antônio de Albuquerque 335

Informações: 9616-9918

Apôio: Homeopatia Germinare

XVI ENCONTRO ESTADUAL DE ESTUDANTES DE
GEOGRAFIA DO CEARÁ

lOCAL: FACULDADE DE FILOSOFIA DOM AURELIANO MATOS) CAMPUS DA UECE EM
LIMOEIRO DO NORTE-CE,

PERÍODO:DE 19 A 22 DE JUNHO(FERIADO CORPUS-
CRISTI)

O TEMA: NORDESTE: DINÂMICA TERRITORIAL E AS QUESTOÕES SÓCIO-AMBIENTAIS, CUJO CONFERENCIA DE ABERTURA SERA PROFERIDA PELA PROFESSORA INA ELIAS DE CASTRO DA
UFF-RIO DE JANEIRO.

MAIORES INFORMAÇÕES:
SERGIANO ARAUJO
MEMBRO DA COMISSÃO EXECUTIVA
TEL: 088-99646815

Curso Aplicado de Valoración Socioeconómica de bienes y Servicios Ambientales

Se llevará a cabo en Guatemala del 16 al 21 de junio de 2003. Fecha límite de inscripción 31 de mayo de 2003

mAIORES iNFORMAÇÕES: Virginia Reyes Gatjens, CINPE, mailto:[email protected], César Augusto Sandoval mailto:[email protected]

Symposium internacional "Nuevos Desarrollos tecnológicos en el Reciclado de Papel"

El Instituto Papelero Español (IPE) celebrará los próximos 12 y 13 de junio en Valencia, el symposium internacional "Nuevos Desarrollos Tecnológicos en el Reciclado de Papel". Las charlas estarán estructuradas en cuatro sesiones principales: Políticas, mercado y aspectos de calidad, De materia prima a pasta reciclada de óptima calidad, Control y automatización y De pasta reciclada a papel.

Maiores informações: Instituto Papelero Español - www.ipe.es

II SEMANA DA ENGENHARIA AMBIENTAL
CURSO DE LEGISLAÇÃO AMBIENTAL
"DIREITO AMBIENTAL E A RESPONSABILIDADE DAS EMPRESAS"

MINISTRADO PELO ESPECIALISTA EM DIR. EMPRESARIAL AMBIENTAL
DR. LUIZ CARLOS ACETI JR. - ADVOGADO E CONSULTOR JURÍDICO
EM ONGS E EMPRESAS
PÓS GRADUADO EM DIREITO DAS EMPRESAS
www.aceti.com.br
DIAS 02 À 04 DE JUNHO
HORÁRIO: 15:00 ÀS 18:00H
LOCAL: CENTRO REGIONAL UNIVERSITÁRIO DE E. S. PINHAL
BLOCO E - SALA : E23
CARGA HORÁRIA : 9 HORAS/AULA
EMISSÃO DE CERTIFICADO CONFERIDO PELO CREUPI E ACETI ASSOCIADOS

PROGRAMAÇÃO

02/06

PRINCÍPIOS GERAIS DO DIREITO AMBIENTAL
TUTELA ADMINISTRATIVA E TUTELA CRIMINAL DA PESSOA JURÍDICA

03/06

RESPONSABILIDADE CIVIL E DANO AMBIENTAL
RESPONSABILIDADE DOS BANCOS
CRIMES AMBIENTAIS DA PESSOA JURÍDICA

04/06

ASPECTOS JURÍDICOS DO LICENCIAMENTO AMBIENTAL
IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO E DA GESTÃO AMBIENTAL NAS EMPRESAS

O PROGRAMA DESCRITO ACIMA, É O MESMO PROFERIDO PELO INSTRUTOR NA IOB - INFORMAÇÕES OBJETIVAS PUBLICAÇÕES JURÍDICAS LTDA; www.iob.com.br

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES:
CENTRO ACADÊMICO PROF. ROMILDO MIRANDA
SALA E5, ÀS 21:00H
SÓCIOS C. A. AMBIENTAL: R$ 25,00 + MATERIAL DIDÁTICO
NÃO SÓCIOS: R$ 40,00 + MATERIAL DIDÁTICO
VAGAS LIMITADAS

PROGRAMAÇÃO DA II SEMANA DA ENGENHARIA AMBIENTAL

DIA 02/06

19:30 - DISTRIBUIÇÃO DOS MATERIAIS
20:10 - SOLENIDADE DE ABERTURA
20:30 - PALESTRA
TEMA: EMISSÃO DE GASES DE EFEITO ESTUFA EM AMBIENTES AQUÁTICOS DA AMAZÔNIA
ALEXANDRE KEMENES - DOUTORANDO EM BIOLOGIA AQUÁTICA PELO INPA
21:30 - COQUETEL

DIA 03/06

20:00 - PALESTRA
TEMA: O MANEJO DA PRODUÇÃO E A DEMANDA POR CAFÉS SUSTENTÁVEIS: UMA VISÃO GLOBAL
EDUARDO SAMPAIO - ENG.º AGRÔNOMO E CONSULTOR EM CAFÉ

21:15 - PALESTRA
TEMA: MANEJÃO: AGRICULTURA TROPICAL SUSTENTÁVEL
ALEXANDRE CARVALHO - ENGº AGRÔNOMO E CONSULTOR DA VISÃO AGRONEGÓCIOS

DIA 04/06

20:00 - PALESTRA
TEMA: CICLO DE VIDA DA EMBALAGEM CARTONADA E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
LUCIANE FURUKAWA - GERÊNCIA E DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL DA TETRA PAK

21:15 - PALESTRA
TEMA: A QUALIDADE DO AR E SEUS ASPECTOS INTERVENIENTES
PROF. DR. GEORGE LENTZ CÉSAR FRUEHAUF DIRETOR DA LENTZ -CONSULTORES EM MEIO AMBIENTE

DIA 05/06

20:00 - PALESTRA

TEMA: RESPONSABILIDADE SOCIAL
PALESTRANTE: IVO NEVES CONSULTOR DA BUREAU VERITAS

21:15 - PALESTRA
TEMA: METODOLOGIAS DE INVESTIGAÇÃO AMBIENTAL E TÉCNICAS DE REMEDIAÇÃO DE SOLOS E ÁGUAS SUBTERRÂNEAS CONTAMINADAS
RODRIGO DOS SANTOS ESPÍNDOLA - GEÓLOGO E MESTRE EM HIDROGEOLOGIA AMBIENTAL - WATERLOO DO BRASIL

DIA 06/06

20:00 - PALESTRA
TEMA: AUDITORIAS AMBIENTAIS E CONDUTA COM BASE NA
CONFORMIDADE LEGAL
ENG.º DEIVISON CAVALCANTE PEDROZA - DIRETOR DA VERDE GAIA E CONSULTOR EM SISTEMA DE GESTÃO EMPRESARIAL

21:15 - ENCERRAMENTO
DESTAQUES ACADÊMICOS DA ENGENHARIA AMBIENTAL DE 2002
Eng.º WAGNER POLONIO - CHEFE COORPORATIVO DO SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL DA MAHLE
INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES:

E-MAIL: [email protected]

CENTRO REGIONAL UNIVERSITÁRIO - CREUPI
BLOCO E - SALA E5 - HORÁRIO 21:00H

TEL.
19- 3651-6262 (r. 252)COORDENAÇÃO DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL
19- 3651-2028 - COM ADRIANO
19- 9740-4820 - COM CAMILA
19- 9761-7034 - COM JUNIOR
SÓCIOS CENTRO ACADÊMICO ENGENHARIA AMBIENTAL: ISENTO
ESTUDANTES COM CARTEIRINHA: R$ 35,00
EMPRESAS E DEMAIS PARTICIPANTES: R$ 50,00
PARCIAL: R$ 15,00 por dia

OS PARTICIPANTES RECEBERÃO CERTIFICADOS CONFERIDO PELO CREUPI, CENTRO ACADÊMICO

ATIVIDADES PARALELAS: CURSO DE LEGISLAÇÃO AMBIENTAL (VER PROGRAMA)

Curso-Taller Manejo Integrado de Pragas Na Produção Agrária sustentável

Acontecerá em Habava, Cuba

período: de 23 a 27 de junho de 2003.

maiores Informações: Luis L. Vázquez Moreno mailto:[email protected]

I° Encontro Regional de Povos do Cerrado

Período:11, 12 e 13 de Junho de 2003

Promoção:A lunos do curso de GEOGRAFIA da Universidade Estadual de Montes
Claros, Campus Avancado de Pirapora

Local:Barranca do Rio São Francisco em Pirapora-MG.

Estará acontecendo mesas-redonda, mini-cursos, trabalho de campo, Oficinas,
multi-feira cultural do Cerrado e diversos shows.

Inscrições:
Veridiana Viana UNIMONTES - PIRAPORA - (38) 9982-1692 / 3743-4711
[email protected]

Curso aplicado Valoración Socioeconómica de Bienes y Servicios Ambientales,

Acontecerá entre os dias 16 e el 21 de junio 2003 en Guatemala. El curso es impartido por El Centro Internacional de Política Económica para el Desarrollo Sostenible (CINPE-UNA) de Costa Rica, la Universidad Rafael Landívar y la Asociación Tercer Milenio (A3K), ambos de Guatemala. El objetivo es proveer los elementos fundamentales de una valoración económica, social y ambiental aplicada para el diseño y evaluación de proyectos y políticas, para la toma de decisiones en el campo de los servicios ambientales. Más información en http://cinpe.una.ac.cr/cursos/curso1.html o escribiendo a [email protected], [email protected], [email protected]

SEMINÁRIO SOBRE RESTAURAÇÃO FLORESTAL: FUNDAMENTOS E ESTUDOS DE
CASO

OBJETIVOS
Contribuir para:
- Preservação ambiental e a restauração de áreas de preservação permanente alteradas por ação humana
- Elaboração de projetos de recomposição florestal de Reserva Legal.

PÚBLICO ALVO
Engenheiros florestais, agrônomos, biólogos, e pessoas ligadas à área ambiental, agrícola e florestal

VAGAS DISPONÍVEIS: 30

DATA
24 e 25 de junho de 2003

LOCAL
Auditório do Hotel AltaReggia
Rua Dr. Faivre, 846 - Centro
Curitiba, Paraná
Fone: (41) 362-3223

INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO
Claudia Garbuio ou Maria Paraguaçu
Embrapa Florestas
Área de Comunicação e Negócios
Fone: (41) 666-1313
Fax: (41) 666-1863
[email protected]

INSCRIÇÃO
Até 31-05 de 2003: R$190,00
A partir de 01-06 de 2003: R$ 220,00
Não serão aceitas inscrições no dia do evento

* Desconto de 5% para a segunda inscrição da mesma empresa

ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA INSCRIÇÃO
- Materiais impressos elaborados pelos apresentadores
- Coffee-break
- Certificado

PROGRAMA

24-06-2003
8h - 9h - Credenciamento
9h - 9h15min - Abertura pela chefia da Embrapa Florestas
9h15min - 10h45min - A Legislação aplicável à restauração de florestas de preservação permanente e de reserva
legal. (Sérgio Ahrens - Embrapa Florestas).
10h45min -11h - Intervalo
11h - 12h30min - Fundamentos ecológicos para a restauração florestal. (Antonio A. Carpanezzi - Embrapa
Florestas).
12h30 -14h - Intervalo
14h - 15h30min - Silvicultura de espécies nativas recomendadas para restauração florestal - resultados de
pesquisa da Embrapa. (Paulo E. Carvalho - Embrapa Florestas)
15h30min - 16h - Intervalo
16h - 17h30min - A Experiência da Vale do Rio Doce na restauração da Mata Atlântica. (Renato M. de Jesus -
CVRD).

25-06-2003
8h30min - 10h - Os Principais ensinamentos da pesquisa da CESP/IPEF para aplicações práticas em
empreendimentos de restauração. (Paulo Kageyama - ESALQ/IPEF/DCF).
10h - 10h30min- Intervalo
10h30min - 12h - Análise crítica dos projetos de recomposição florestal na Serra do Mar, em São Paulo. (Sergio
Pompéia - Consultoria Paulista de Estudos Ambientais).
12h - 13h30min - Intervalo
13h30min - 15h - A Restauração da Mata Atlântica no litoral do Estado do Paraná: Os Trabalhos da SPVS.
(André Ferretti - SPVS).
15h - 15h30min - Intervalo
15h30min - 17h - Restauração da cobertura vegetal em regiões de domínio
do cerrado. (Giselda Durigan - IFSP).
17h - Encerramento

===========================================================
FICHA DE INSCRIÇÃO (favor preencher e enviar por fax)

SEMINÁRIO SOBRE RESTAURAÇÃO FLORESTAL: FUNDAMENTOS E ESTUDOS DE CASO

Nome: _________________________________________________________
Empresa:_______________________________________________________
Cargo/Função:___________________________________________________
Endereço:_______________________________________________________
Cidade:_________________________________ CEP:_______-_____
Fone: (___)___________Fax:(___)___________
E-mail:______________________________________

A Nota Fiscal deverá ser emitida em nome:
[ ] do inscrito [ ] da Instituição

Dados da Instituição para Nota Fiscal:

CNPJ:__________________________________________________________
Insc. Estadual:___________________________________________________
Razão social: ____________________________________________________

Para a emissão da Nota Fiscal em nome do inscrito, favor enviar:

- RG
- CPF
- Endereço completo

INVESTIMENTO:
Até 31-05 de 2003: R$190,00
A partir de 01-06 de 2003: R$ 220,00
Não serão aceitas inscrições no dia do evento

* Desconto de 5% para a segunda inscrição da mesma empresa

FORMA DE PAGAMENTO:
O depósito deverá ser efetuado em nome da Fundação da Universidade Federal do Paraná - FUNPAR. Banco
Itaú, Agência 4012, c/c 12803-1.

Enviar o comprovante de depósito juntamente com a ficha, preenchida de forma legível, para o Fax (41)
666-1863, aos cuidados de Claudia Garbuio.

--
Erich Schaitza

Embrapa Florestas
tel: 55 41 666-1313
fax: 44 41 666-1863

Endereço postal (address)
Estrada da Ribeira, km 111 - CP319
80310-590 Colombo, Brasil

  • Hortibio 2003 -- II Congresso Brasileiro de Horticultura Orgânica, Natural, Ecológica e Biodinâmica

Data: 19 a 21 de junho
Local: Clube Fazenda Ribeirão, Holambra - SP
Informações: [email protected], www.agroecologica.com.br
Inscrições: (19) 3802-2234

  • IV CONVENCIÓN SOBRE MEDIO AMBIENTE Y DESARROLLO
    Y IV CONGRESO IBEROAMERICANO DE EDUCACIÓN AMBIENTAL

    2 al 6 de Junio de 2003.
    La Habana - Cuba
    Informes
    Aracelly Mateo de Acosta Fernández
    IV Convención sobre Medio Ambiente
    [email protected]

Curso Internacional sobre a Sustentabilidade da Agricultura Orgânica

P eríodo:08/06/2003 à 14/06/2003
Local: Embrapa Meio Ambiente , SP 340 , Km 127,5 - Jaguariúna SP
Informações: Embrapa Meio Ambiente - Telefone: 19 3867-8700
E-mail: [email protected]

Towards the sustainable use of Europe's forests
Forest ecosystem and landscape research: scientific challenges and opportunities
http://www.efi.fi/events/2003/Forest_ecosystem
will be organised 25-27 June 2003, in Tours, France.
The symposium is structured around four main research areas:
*Biogeochemical cycling
*Biodiversity and forest management
*Landscape ecology
*Socio-economics
On behalf of the organisers ENFORS, ECOFOR, EFI and IUFRO I wish to warmly welcome you to the symposium.
Please find some further information at the end of this email and in the website (http://www.efi.fi/events/2003/Forest_ecosystem/). If you have any further questions please do not hesitate to contact me.
With best regards,
Brita Pajari************
BACKROUND
European forest management has developed since the early 19th century, particularly in terms of the protection of forests and sustainable wood production. The last decades have however dramatically changed the prerequisites for forest management in Europe, mainly due to the observed and anticipated environmental changes, and a changing socio-economic context. This renewed situation for a sustainable use of Europe's forest demands scientific knowledge that is considerably enlarged and broadened.
OBJECTIVES
-To provide a scientific forum on forest ecosystem and landscape research.
-To identify the scientific priorities for forest ecosystem and landscape research within the context of sustainability, and to discuss the readiness of the forest research community for addressing these scientific priorities.
MAIN THEMES
The symposium is structured around four main research areas:
- Biogeochemical cycling, which is understood in a broad sense to cover fluxes, balances and processes of carbon, water, nitrogen and mineral nutrients at the different scales from the near root environment to the continental biosphere.
- Biodiversity and forest management, which concerns the role and importance of biodiversity for forest ecosystems and its functioning as well as the problems dealing with conservation and nature protection.
- Landscape ecology, referring to ecosystem and landscape dynamics, interactions between ecosystems, spatial and temporal heterogeneity, and landscape metrics that concern both the forest-dominated as well as the non-forest-dominated landscapes
- Socio-economics, concerning environmental economy, forest policy and economics, planning and balancing interests, sociology , tenure, etcFURTHER INFORMATION
http://www.efi.fi/events/2003/Forest_ecosystem/----------------------------------------------------
Brita Pajari,(Ms) M.Sc.(For.)
Conference Manager
European Forest Institute
Torikatu 34, FIN-80100 Joensuu
Finland
Tel.: +358 (0)13 252 0223
Mobile phone: +358 (0)50 359 0362
Fax: +358 (0)13 124 393
Email: [email protected]
Events:
http://www.efi.fi/events/


AGROCENTRO 2003. 2ª Conferencia Internacional sobre Desarrollo Agropecuario
y Sostenibilidad.

De 17 a 19 de junho de 2003.

Promoção:Facultad de ciências Agropecuarias, Universidad Central Marta Abreu, Las Villas, Santa Clara, Cuba.

Contactos: [email protected] y [email protected]

 


 

Manejo de nematóides em cana-de-açúcar.

Data : 29 de maio 18 horas

Local Biblioteca da UFRPE

Prof adjunto (Departamento de Tecnologia Rural UFRPE) Tem doutorado em Fitopatologia na Universidade da Georgia (Plant Pathology Department)

Curso Fundamental de Agricultura Biológico-Dinâmica ?

A preocupação com a questão ambiental e a social e o crescente mercado mundial de produtos certificados estimularam as empresas e os profissionais do setor agropecuário a buscar uma complementação que os qualifique para atuar nesse setor que se encontra em ampla transformação. Único no gênero em toda América Latina, este curso, que é realizado desde 1987, já formou mais de 800 profissionais, desde agricultores e agrônomos a técnicos e pesquisadores de empresas privadas, de universidades e de órgãos governamentais como EMATER, EPAGRI, INCRA e Secretarias da Agricultura.
Além de uma orientação geral básica neste campo do conhecimento, o curso se propõe a oferecer uma oportunidade para o desenvolvimento de habilidades técnicas e pessoais coerentes com as necessidades características dessa especialização. Neste sentido pode chegar o momento em que, por exemplo, eficiência econômica, viabilidade ecológica e dignidade humana, em lugar de mutuamente excludentes, apareçam em um contexto no qual se tornam fatores complementares.

Amplie suas perspectivas de atuação profissional, entenda de agricultura biodinâmica uma resposta profissional ao crescente mercado mundial de produtos certificados e às
questões ecológica e social.


--------------------------------------------------------------------------------



O profissional desta área também pode esperar que o curso o prepare para:

prestar consultoria em agricultura biodinâmica e orgânica;

conduzir projeto biodinâmico ou orgânico próprio;

acrescentar o enfoque biodinâmico ou orgânico a projetos agrícolas junto a instituições de crédito;

candidatar-se a inspetor para a certificação orgânica e biodinâmica junto ao IBD (Associação de Certificação Instituto Biodinâmico);

Candidatar-se a consultor no Grupo de Consultoria da Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica.

Programa
Quatro módulos de seis dias cada: 24 dias, 212 horas

Módulo I - A TERRA
17 a 23 de maio / 2003

Histórico da Agricultura Biodinâmica

A idéia do organismo agropecuário

O solo como organismo

Manejo da fertilidade
Módulo II - A PLANTA
26 de julho à 01 de agosto / 2003

Agrossilvicultura e paisagem

Cultivos integrados

Manejo de pragas e doenças

Melhoramento e calendário agrícola

Módulo III - O Animal
27 de setembro a 03 de outubro / 2003

Manejo de pastagens

Nutrição e manejo do rebanho

Saúde e terapias

Selos de qualidade, normas de certificação e mercado
Módulo IV - O SER HUMANO
de 06 a 12 de dezembro / 2003

Planejamento do organismo agropecuário

Saúde, agricultura e alimentação humana

Educação e medicina como arte

Economia associativa e trimembração social

O agrupamento dos temas acima não obedece a nenhum critério rígido e poderá ser alterado em função da disponibilidade dos docentes convidados.

Atividades Básicas
realizadas de maneira contínua através dos módulos

1-
Atividades artísticas plásticas e musicais

2-
Seminários sobre os "Fundamentos da Agricultura Biodinâmica"

3-
Elaboração e uso dos Preparados Biodinâmicos

4-
Seminários de metodologia científica e antroposofia de Rudolf Steiner

5-
Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia

6-
Práticas e visitas a campo

O objetivo destas atividades é desenvolver principalmente as habilidades profissionais e pessoais dos participantes.

Considerações Gerais
As atividades programadas para este curso, a exemplo da própria temática, também podem ser entendidas como integrantes de um todo orgânico. Cada aula, cada atividade, o ritmo diário e também cada um dos módulos é estruturado em função do curso como um todo. Quem perde o início de uma aula, por exemplo, pode perder o aspecto processual-qualitativo e cair para um aproveitamento apenas quantitativo da mesma.
Por esse motivo, será imprescindível que os horários sejam respeitados. A compreensão, o apoio e a participação ativa de todos é importante para garantir o resultado esperado.

Corpo Docente
Lista dos docentes que se revezam nas aulas do Curso Fundamental de acordo com a sua disponibilidade.

Alexandre Harkaly - Certificação/ Selos de Qualidade/ Mercado - Mestre, Eng. Agr., Presidente da ABD (Associação de Biodinâmica) e Vice-Presidente do IBD (órgão certificador credenciado internacionalmente)

Anselmo Spadotto - Morfogênese / Fractais - Zootecnista e pesquisador da UNESP com especialização e trabalhos originais sobre fractais. É também professor em cursos de pós-graduação.

Andreas Atilla Miklos - Solos/ Preparados/ Agricultura e alimentação - PhD. Em Solos (Professor da ESALQ e Geografia USP).

Cristiano Chiessi - Geólogo da Usp, Agroecologia, Ciências Naturais e Tecnologia

Deborah Castro - Confecção dos Preparados - Eng. Agr. pela Unesp. Responsável pelos preparados bio-dinâmicos na ABD.

Eduardo Mendoza - Agrossilvicultura e paisagem - Dr. Em energia na agricultura. Eng. Agr. pela Unesp

Geraldo Deffune - Preparados/ Organismos Agrícolas (Sistemas de produção)/ Agroecologia e Alelopatia Aplicadas - PhD em Agricultura Sustentável pela Universidade de Londres, Professor e Pesquisador da Universidade de Uberaba (MG) e da ABD, consultor de Alelopatia Ltda (SC).

Glória Antonio / Mauro Moreira - Artes musicais - Música, violinista e professora Waldorf

Hendrick Ens - Gênese da Terra/ Geologia/ Gaia - Geólogo. Pesquisador do IPT. Atualmente professor na Suíça.

João Carlos Ávila - Seminário sobre Fundamentos da Biodinâmica - Administrador de Empresas. Agricultor pioneiro da biodinâmica no Brasil. Consultor da ABD.

Jorge Vailat - Certificação / Selos de Qualidade/ Mercado - Eng. Agr. Inspetor e gerente do IBD

Leslie Ávila do Brasil Almeida - Saúde e Terapias - Médico Veterinário Homeopata, especializada em Agricultura Orgânica e Biodinâmica

Manfred Osterroht - Engenheiro Agrônomo - Consultor e Diretor da Agroecológica.

Marco Antonio - Artes Plásticas - Escultor e Pintor, professor de artes aplicadas. Faculdade de Belas Artes de Buenos Aires. Escola superior de artes em Bonn, Alemanha.

Marcelo Petraglia - Artes Musicais - Músico pela USP, Compositor, Pesquisador de instrumentos

Marco Bertalot - Metodologia científica/ Antroposofia/ Economia associativa - Economista pela Unicamp. Diretor do Instituto Elo de Economia Associativa.

Mário Ramos - Saúde e terapias - Veterinário homeopata, Inspetor do IBD.

Maria José Bertalot - Agrossilvicultura e paisagem - Mestre em Agricultura (Unesp), bióloga.

Pedro Jovchelevich - Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia - Eng. Agr. Pela ESALQ. Consultor e gerente da ABD - Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica

Ricardo Távora - Saúde/ Nutrição humana/ Antroposofia - Médico do trabalho com especialização em medicina antroposófica.

René Piamonte - Astronomia./Fenomenologia./Preparados/Curso Agrícola - MS. Eng. Agr. ESALQ. Consultor em agricultura biodinâmica no Peru.

Richard Charity - Sistemas/ Adubação/ Semi-árido - Eng. Agr. Consultor em agricultura bio-dinâmica no semi-árido. Diretor do Sertão Verde Projetos. Diretor da ABD - Botucatu SP / Diretor da ADAO - Associação Desenvolvimento da Agricultura Orgânica Ceará

Roberto Mangieri Jr. - Nutrição e manejo do rebanho e de pastagens - Médico Veterinário Homeopata, especialista em reprodução pela USP. Economia Rural pela FGV

Inscrições

Reservas por ordem de chegada

Envie-nos seus dados (RG, CIC etc), endereço, uma foto 3 X 4, um breve currículo, uma breve carta (máximo uma página) contando o motivo pelo qual deseja participar desse curso e uma cópia do comprovante de pagamento da taxa ou da primeira parcela dentre as modalidades abaixo listadas. Esses pagamentos incluem as aulas, as refeições e a hospedagem durante os 24 dias do curso.

>
Á vista - R$ 2.800,00

>
4 parcelas mensais de R$ 775,00 total R$ 3.100,00

>
10 parcelas mensais de R$ 330,00 total R$ 3.300,00

Nota: estudamos condições diferenciadas para pequenos produtores.

Local : Botucatu-SP - Na Chácara Somé - sede do Instituto Elo - Bairro Demétria

Inscrições com Elisa Fumes
Fone/Fax (14) 6821-1739 - Caixa Postal: 321 - 18603-970 - Botucatu - SP
site: www.elo.org.br - e-mail: [email protected]

Contas para depósito - A favor da Associação Elo

> Banco Bradesco
Agência: 0201-1
conta: 45.200-9

> Banco Itaú
Agência: 0223
conta: 30.775-2

Banco do Brasil
Agência 0079-5
conta: 4368-0

Curso Fundamental de Agricultura Biológico-Dinâmica ?

A preocupação com a questão ambiental e a social e o crescente mercado mundial de produtos certificados estimularam as empresas e os profissionais do setor agropecuário a buscar uma complementação que os qualifique para atuar nesse setor que se encontra em ampla transformação. Único no gênero em toda América Latina, este curso, que é realizado desde 1987, já formou mais de 800 profissionais, desde agricultores e agrônomos a técnicos e pesquisadores de empresas privadas, de universidades e de órgãos governamentais como EMATER, EPAGRI, INCRA e Secretarias da Agricultura.
Além de uma orientação geral básica neste campo do conhecimento, o curso se propõe a oferecer uma oportunidade para o desenvolvimento de habilidades técnicas e pessoais coerentes com as necessidades características dessa especialização. Neste sentido pode chegar o momento em que, por exemplo, eficiência econômica, viabilidade ecológica e dignidade humana, em lugar de mutuamente excludentes, apareçam em um contexto no qual se tornam fatores complementares.

Amplie suas perspectivas de atuação profissional, entenda de agricultura biodinâmica uma resposta profissional ao crescente mercado mundial de produtos certificados e às
questões ecológica e social.



O profissional desta área também pode esperar que o curso o prepare para:

prestar consultoria em agricultura biodinâmica e orgânica;

conduzir projeto biodinâmico ou orgânico próprio;

acrescentar o enfoque biodinâmico ou orgânico a projetos agrícolas junto a instituições de crédito;

candidatar-se a inspetor para a certificação orgânica e biodinâmica junto ao IBD (Associação de Certificação Instituto Biodinâmico);

Candidatar-se a consultor no Grupo de Consultoria da Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica.

Programa
Quatro módulos de seis dias cada: 24 dias, 212 horas

Módulo I - A TERRA
17 a 23 de maio / 2003

Histórico da Agricultura Biodinâmica

A idéia do organismo agropecuário

O solo como organismo

Manejo da fertilidade
Módulo II - A PLANTA
26 de julho à 01 de agosto / 2003

Agrossilvicultura e paisagem

Cultivos integrados

Manejo de pragas e doenças

Melhoramento e calendário agrícola

Módulo III - O Animal
27 de setembro a 03 de outubro / 2003

Manejo de pastagens

Nutrição e manejo do rebanho

Saúde e terapias

Selos de qualidade, normas de certificação e mercado
Módulo IV - O SER HUMANO
de 06 a 12 de dezembro / 2003

Planejamento do organismo agropecuário

Saúde, agricultura e alimentação humana

Educação e medicina como arte

Economia associativa e trimembração social

O agrupamento dos temas acima não obedece a nenhum critério rígido e poderá ser alterado em função da disponibilidade dos docentes convidados.

Atividades Básicas
realizadas de maneira contínua através dos módulos

1-
Atividades artísticas plásticas e musicais

2-
Seminários sobre os "Fundamentos da Agricultura Biodinâmica"

3-
Elaboração e uso dos Preparados Biodinâmicos

4-
Seminários de metodologia científica e antroposofia de Rudolf Steiner

5-
Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia

6-
Práticas e visitas a campo

O objetivo destas atividades é desenvolver principalmente as habilidades profissionais e pessoais dos participantes.

Considerações Gerais
As atividades programadas para este curso, a exemplo da própria temática, também podem ser entendidas como integrantes de um todo orgânico. Cada aula, cada atividade, o ritmo diário e também cada um dos módulos é estruturado em função do curso como um todo. Quem perde o início de uma aula, por exemplo, pode perder o aspecto processual-qualitativo e cair para um aproveitamento apenas quantitativo da mesma.
Por esse motivo, será imprescindível que os horários sejam respeitados. A compreensão, o apoio e a participação ativa de todos é importante para garantir o resultado esperado.

Corpo Docente
Lista dos docentes que se revezam nas aulas do Curso Fundamental de acordo com a sua disponibilidade.

Alexandre Harkaly - Certificação/ Selos de Qualidade/ Mercado - Mestre, Eng. Agr., Presidente da ABD (Associação de Biodinâmica) e Vice-Presidente do IBD (órgão certificador credenciado internacionalmente)

Anselmo Spadotto - Morfogênese / Fractais - Zootecnista e pesquisador da UNESP com especialização e trabalhos originais sobre fractais. É também professor em cursos de pós-graduação.

Andreas Atilla Miklos - Solos/ Preparados/ Agricultura e alimentação - PhD. Em Solos (Professor da ESALQ e Geografia USP).

Cristiano Chiessi - Geólogo da Usp, Agroecologia, Ciências Naturais e Tecnologia

Deborah Castro - Confecção dos Preparados - Eng. Agr. pela Unesp. Responsável pelos preparados bio-dinâmicos na ABD.

Eduardo Mendoza - Agrossilvicultura e paisagem - Dr. Em energia na agricultura. Eng. Agr. pela Unesp

Geraldo Deffune - Preparados/ Organismos Agrícolas (Sistemas de produção)/ Agroecologia e Alelopatia Aplicadas - PhD em Agricultura Sustentável pela Universidade de Londres, Professor e Pesquisador da Universidade de Uberaba (MG) e da ABD, consultor de Alelopatia Ltda (SC).

Glória Antonio / Mauro Moreira - Artes musicais - Música, violinista e professora Waldorf

Hendrick Ens - Gênese da Terra/ Geologia/ Gaia - Geólogo. Pesquisador do IPT. Atualmente professor na Suíça.

João Carlos Ávila - Seminário sobre Fundamentos da Biodinâmica - Administrador de Empresas. Agricultor pioneiro da biodinâmica no Brasil. Consultor da ABD.

Jorge Vailat - Certificação / Selos de Qualidade/ Mercado - Eng. Agr. Inspetor e gerente do IBD

Leslie Ávila do Brasil Almeida - Saúde e Terapias - Médico Veterinário Homeopata, especializada em Agricultura Orgânica e Biodinâmica

Manfred Osterroht - Engenheiro Agrônomo - Consultor e Diretor da Agroecológica.

Marco Antonio - Artes Plásticas - Escultor e Pintor, professor de artes aplicadas. Faculdade de Belas Artes de Buenos Aires. Escola superior de artes em Bonn, Alemanha.

Marcelo Petraglia - Artes Musicais - Músico pela USP, Compositor, Pesquisador de instrumentos

Marco Bertalot - Metodologia científica/ Antroposofia/ Economia associativa - Economista pela Unicamp. Diretor do Instituto Elo de Economia Associativa.

Mário Ramos - Saúde e terapias - Veterinário homeopata, Inspetor do IBD.

Maria José Bertalot - Agrossilvicultura e paisagem - Mestre em Agricultura (Unesp), bióloga.

Pedro Jovchelevich - Fenomenologia dos quatro reinos da natureza e astronomia - Eng. Agr. Pela ESALQ. Consultor e gerente da ABD - Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica

Ricardo Távora - Saúde/ Nutrição humana/ Antroposofia - Médico do trabalho com especialização em medicina antroposófica.

René Piamonte - Astronomia./Fenomenologia./Preparados/Curso Agrícola - MS. Eng. Agr. ESALQ. Consultor em agricultura biodinâmica no Peru.

Richard Charity - Sistemas/ Adubação/ Semi-árido - Eng. Agr. Consultor em agricultura bio-dinâmica no semi-árido. Diretor do Sertão Verde Projetos. Diretor da ABD - Botucatu SP / Diretor da ADAO - Associação Desenvolvimento da Agricultura Orgânica Ceará

Roberto Mangieri Jr. - Nutrição e manejo do rebanho e de pastagens - Médico Veterinário Homeopata, especialista em reprodução pela USP. Economia Rural pela FGV

Inscrições

Reservas por ordem de chegada

Envie-nos seus dados (RG, CIC etc), endereço, uma foto 3 X 4, um breve currículo, uma breve carta (máximo uma página) contando o motivo pelo qual deseja participar desse curso e uma cópia do comprovante de pagamento da taxa ou da primeira parcela dentre as modalidades abaixo listadas. Esses pagamentos incluem as aulas, as refeições e a hospedagem durante os 24 dias do curso.

>
Á vista - R$ 2.800,00

>
4 parcelas mensais de R$ 775,00 total R$ 3.100,00

>
10 parcelas mensais de R$ 330,00 total R$ 3.300,00

Nota: estudamos condições diferenciadas para pequenos produtores.

Local : Botucatu-SP - Na Chácara Somé - sede do Instituto Elo - Bairro Demétria

Inscrições com Elisa Fumes
Fone/Fax (14) 6821-1739 - Caixa Postal: 321 - 18603-970 - Botucatu - SP
site: www.elo.org.br - e-mail: [email protected]

Contas para depósito - A favor da Associação Elo

> Banco Bradesco
Agência: 0201-1
conta: 45.200-9

> Banco Itaú
Agência: 0223
conta: 30.775-2

> Banco do Brasil
Agência 0079-5
conta: 4368-0

XXIII ENCONTRO ESTADUAL DE GEOGRAFIA

Tema: A Complexidade do Espaço Metropolitano: Dinâmicas territoriais e problemas ambientais

Data: 28 a 31 de maio de 2003

Local: ULBRA - Canoas/RS

Iniciativa: Associação dos Geógrafos Brasileiros - Seção Porto Alegre (AGB-Porto Alegre)

Promoção: Curso de Geografia da Universidade Luterana do Brasil (ULBRA)

Apoio: Associação dos Geógrafos Profissionais do Rio Grande do Sul (AGP/RS)

Maiores informações: http://www.crea-rs.org.br/geografos-rs/ ou pelo fone (51) 3227-6106.

Fórum Amazônico sobre Águas

Com o objetivo de debater de forma aprofundada o tema recursos hídricos, para que os conhecimentos e informações existentes possam subsidiar decisões políticas na defesa e aproveitamento racional da água em nossa região, o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Amazonas (CREA-AM) promove o II Fórum Amazônico sobre Águas, reunindo pesquisadores, profissionais da área, estudantes, parlamentares, representantes do governo, de órgãos públicos, de organizações não governamentais, e da sociedade em
geral. O evento acontece nos dias 28 a 30 de maio de 2003, no Studio 5 -
Centro de Convenções, em Manaus, Amazonas, e é realizado pelo Confea, com o
apoio da Mútua e de diversos órgãos estaduais e federais, além de empresas
privadas do setor.

Segundo o coordenador da Câmara Especializada em Geologia e Minas do
CREA-AM, presidente da comissão organizadora, geólogo Daniel Borges Nava,
este encontro já desponta no calendário de eventos técnico-científicos da
Amazônia. "Traz à tona o grande desafio regional de: combater o lançamento
de lixo e efluentes domésticos e industriais diretamente e sem tratamento
nos rios; de estudar e monitorar o comportamento das cheias e secas,
evitando a erosão e o assoreamento dos cursos d'água pelo uso inadequado do
solo; e de garantir o acesso à água em quantidade e qualidade adequadas nos
seus diversos usos", afirma.

Cobrindo uma área superior a 4,58 milhões de quilômetros quadrados
(aproximadamente 57% do território nacional), a Região Amazônica Brasileira
abrange todos os estados da região Norte, a maior parte da região
Centro-Oeste e parte da região Nordeste (Estado do Maranhão).
Hidrograficamente, a Região Amazônica é formada essencialmente pelo rio
Amazonas, seus afluentes e lagos, que por sua vazão média anual superior a
222.000 m3/s, é considerado o maior rio em volume d'água do mundo. Nos
contrastes de suas águas barrentas, negras e claras, a mais importante bacia
hidrográfica do Planeta desperta preocupação quanto à vulnerabilidade da
qualidade das suas águas, e quanto ao aproveitamento racional dos recursos
hídricos, fator fundamental para o desenvolvimento sustentável da região.
Esses e outros assuntos serão amplamente discutidos durante o evento.
Informações e inscrições

As inscrições para o II Fórum Amazônico sobre Águas podem ser feitas na sede
do CREA-AM, localizada na Rua Costa Azevedo, 174, Centro. Outras informações
pelo fone: (92) 627-9127

PROGRAMAÇÃO
Dia 28/05
Mini-Curso:
Técnicas de Perfuração de Poços Tubulares
Empresa: Só Poços.
Local: Auditório da CPRM Manaus
Av. André Araújo, 2160, Aleixo.
Horário: 8:00 -17:30
Investimento: R$30,00 (estudante),
R$40,00 (APROGAM) e R$ 60,00 (profissional).
Com direito a material do curso e certificado de participação

XXVI Assembléia da Rede Nacional (argenitna) de Ação Ecologista

período: 30 e 31 de maio, 1º de junio 2003

Local: Complejo Turístico de Vaquerías ­ a 80 km de la ciudad de Córdoba, Argentina -

Las ONGs se reunen después de un año de trabajo en campañas locales, regionales y nacionales, para trabajar y definir lineas de accion en: Soja y OMGs - ALCA ­ INVAP y basura nuclear - recuperación de identidades culturales ­ globalización - espacios urbanos, entrega de tierras ­ Minería, caso Esquel ­ Los tóxicos de Estocolmo ­ PCBs - Tráfico de fauna ­

Maiores Informações:Coordenação operativa BIOS [email protected]
<mailto:[email protected]> (0223) 4801258

Guillermo Varela
Presidencia FUBA

Convite Inauguração do Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí

17 de Maio 2003 Sábado Rod. Régis Bittencourt km347, antigo km94 Miracatu s. Paulo

CHEGAR EM ITEREÍ É FÁCIL:

90 km da Praça da Sé. Apenas 90 minutos de viagem. 300 m. após o km 347, entrar à direita, antes da árvore , com a palavra ITEREY escrita , verticalmente, e em branco. VIDE MAPA .


9h00. RETIRADA DE CRACHÁS
9h30. Reunião Pública, Palestras e Debate
Moderador Dr. HORÁCIO PERALTA, presidente do Colegiado Gestor da APA da Várzea do Rio Tietê

1. "A Cidadania e as Águas", Eng. José Chacon de Assis, Coordenador Nacional do
Movimento da Cidadania Pelas Águas, ex-presidente do CREA-RJ;
2. "Desenvolvimento Sustentável", Secretário de Políticas Públicas para o Desenvolvimento Sustentável Gilney Viana, Ministério Meio Ambiente;
3. "Análise Técnico-Científica Com Base Numa Retrospectiva Da Evolução Dos Conhecimentos Da Hidrologia Florestal, ciência que trata do manejo das microbacias, em termos da questão floresta-água na natureza exemplificada pela MBH do Caçador/Itereí" , Prof. Dr. Eng. Walter P. Lima, ESALQ/USP;
4. "Aspectos Legais", Procuradora da República em S. Paulo, Dra. Inês Virgínia Prado Soares, Ministério Público Federal;
5. " A Urgência De Alternativas Sustentáveis De Infra-Estrutura Para O Bioma Mata Atlântica ", Diretor de Relações Institucionais mÁRIO MANTOVANI, Fundação SOS Mata Atlântica;

10h30 CAFÉ

6. "Ações da Cidadania Pró-Manancial Do Caçador/Itereí", Presidenta da Comissão de Interesses Difusos e Coletivos, Dra. Meire G. Pizelli, 117a Subsecção OAB Barueri;
7. "A Ciência da Terra Como Suporte para a Sustentabilidade ", Geólogo ENZO NICO, Presidente do Sindicato dos Geólogos, Diretor de Política de Geologia, Recursos Minerais e Meio Ambiente da Federação Brasileira dos Geólogos, Chefe do 2o Distrito do DNPM;
8. " Articulação Das Ongs E Movimentos Sociais Compromissados Eticamente Com A Presente E Futuras Gerações", Coordenador Executivo Dr. Rubens HARRY Born, Vitæ Civilis e Membro Titular nos CBH-RB e AT;
9. "Montanhas, Florestas e Água Doce- Questões e Opções", Dr. José Turbino, Representante FAO;

11h30 Expedição ãS MONtanhaS FlorestaDaS e ÁGUAS das Cabeceiras DO MANANCIAL itereí, monitorada pela Amb. Prof. Léa coRRêa Pinto, coordenadora de Itereí Refúgio Particular de Fauna e Flora, e mateiro local, seguindo esta trajetória:
Do Morro ao Belo Vale Itereí , caminha-se por entre o antigo paradouro da Tropa do Sertão, pela casa do pesquisador homeopata Dr. Aurélio Moraes Pinto, e pela Roda, dita de tradição de rituais indígenas xamânicos. Deste ponto avista-se os contrafortes, divisores de águas desta microbacia: ao Norte- a Serra São Lourencinho, borda planáltica e limite do segundo perímetro de Iguape (Caçador/Juquiá), ao Sul- a Serra do Pedreado (Caçador/Braço Grande), a Leste- Serra Urutu (Caçador/Cafezal), e a Oeste- Pico Itatinsguassu (Caçador/S. Lourencinho).
Ao longo do Rio Caçador, Setor Itereí Poejo e Setor Itereí Meio da Saudade, pode-se observar alguns locais registrados, como de pouso ou aumento de população destas espécies: Falco peregrinus, Falcão-peregrino; Spizastur Melanoleucus, Gavião-pato; Leucopternis lacernulata, Gaviao-pombo-pequeno; Leucopternis polionota, Gaviao-pombo-grande; Spizaetus ornatus, Gavião-de-penacho, Harpagus diodon, Gavião-bombachinha. Estes Falconiformes, são bio-indicadores da importância de Itereí como área prioritária para a conservação da Mata Atlântica.
Mais além, adentrando a Mata Ciliar, ao longo do Rio Caçador (400m), Setor Itereí Meio da Saudade, ultrapassa-se a confluência do ribeirão "Timbu Katu" (Bela Neblina), oriundo das nascentes desta vertente oceânica , entre os picos Tucano e Jaguatirica (750m).
Convertendo-se à direita, em direção ao Planalto, cruza-se a trilha "Serra Grande" (Juquiaguassu)- utilizada pelos Tropeiros, sobre rota indígena, para acessar "Capella Nova da Bella Vista do Juquiá", antiga nomenclatura de Juquitiba.
Por derradeiro, para-se na Mata Atlântica Virgem, floresta ombrófila densa remanescente de encosta, por entre árvores centenárias, águas cristalinas superficiais e águas que brotam das fendas da rocha;

12h40 Cerimônia de inauguração in-situ, ao redor da queda Marimbás
Com Destaque à ".A Memória da Água" pelo Prof. Dr. Eng. DEMETRIOS CHRISTOFIDIS, UNB e "ÁGUA História, Filosofia E Tradição Indígena -IGUASSU ITEREY- do Prof. Dr. Eng. Daniel Silva, UFSC ;

13h05 Retorno ao Morro Grande

13h30 Almoço E Confraternização
Sede do Núcleo ÁGUAS Claras Morro Grande
- possibilidade de banhar-se Bica ÁGUAS Claras -

EXPOSIÇÃO DAS ILUSTRAÇÕES DIGITAIS:
Moção do Coletivo de Entidades Ambientalistas Cadastradas Junto ao Consema, contra a LP132/2002- IBAMA, endossando o Abaixo-Assinado da Cidadania, em defesa do Manancial do Caçador/Cabeceiras Itereí, na Serra, BR116- Rod. Régis Bittencourt.

15h00Fechamento e AValiação da Plenária

A publicação Águas e Florestas da Mata Atlântica , por uma GESTÃO INTEGRADA, de autoria da Fundação SOS Mata Atlântica e Reserva Da Biosfera Da Mata Atlântica MAB/UNESCO, será disponibilizada aos participantes, por cortesia do CNRBMA- Clayton F. Lino.
A Inauguração do Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí, foi discutida e consensuada por ocasião do V Encontro Nacional em Petrópolis deste Movimento, dando continuidade às ações públicas e documentais em defesa das Águas, pela coordenadoria de Itereí, desde 1991.

O Centro "Iguassu Itereí" -Muita Água Mágica- enfoca "Águas, Florestas, Montanhas, Cidadania", sob o prisma "in-situ", da unidade espacial do sistema hidrográfico, a microbacia (MBH), especificamente da MBH do Caçador e suas cabeceiras do manancial Itereí, produtoras de água doce.

é uma iniciativa de Itereí, embasada em ampla consideranda, e do Movimento Nacional da Cidadania Pelas Águas, em sintonia com as atualíssimas políticas públicas global , nacional , estadual e municipais. Visa a sensibilização e popularização dos conhecimentos e ações sobre "Águas, Florestas e Montanhas ", devido sua importância vital para a humanidade, como elemento e recurso hídrico.

O Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí valoriza a ação preventiva sobre a curativa, prevê o envolvimento da comunidade da MBH do Caçador, da população do entorno, da sociedade civil , assim como, a inclusão de todos atores. Almeja uma atuação dinâmica e efetiva, consolidada no conhecimento, pesquisa e tecnologia, e localmente no diagnóstico sócio-ambiental participativo da MBH , com ênfase nos aspectos da hidrologia florestal .

Dentro deste dinamismo e de uma visão quântica e holística, o Centro de Referência do Movimento da Cidadania Pelas Águas, Florestas e Montanhas Iguassu Itereí pretende preservar a integridade atual da MBH do Caçador e cabeceiras do Manancial Itereí, propõe superar conflitos através de avanços, e com autonomia interagir participativamente , regionalmente, com o Comitê De Bacia Hidrográfica Do Ribeira De Iguape E Litoral Sul- CBHRB, inclusive como "empowerment" e semente para outras ações congêneres.

Inscrições Gratuitas: email: [email protected]

ou fones: 4198-2329 ou 4198-5222 com Claudia

Divulgação E Mobilização: Associação B.D.A.D. Barnabés, Terræ- Organização da Sociedade Civil de Interesse Público, Movimento Beija-Flor do Vale do Ribeira ; SOS Mata Atlântica, Vitæ Civilis, CUT Vale do Ribeira, PROAONG, Fórum Nacional de Ongs e Movimentos Sociais, ELAN, Redes CTA-JMA , CEAC-CONSEMA e FOPEA

CURSO INTENSIVO SOBRE VIVEIROS E PRODUÇÃO DE MUDAS

OBJETIVOS
- Capacitar, de forma teórica e prática, profissionais da área de produção de mudas e demais interessados para o
planejamento e implantação de viveiros e para a aplicação de diferentes técnicas de propagação e produção de
mudas de plantas arbóreas e herbáceas.

- Adquirir e/ou atualizar seu conhecimento nas técnicas e processos utilizados na propagação de plantas e
produção de mudas.

PÚBLICO ALVO
Estudantes, viveiristas, produtores, técnicos, cooperativas, prefeituras, empresas de assistência técnica, empresas
privadas, profissionais liberais e demais pessoas interessadas pelo tema.

VAGAS DISPONÍVEIS: 30

PROGRAMA

21-05-2003
Manhã - SEMENTES, SUBSTRATOS E VIVEIROS
- Abertura pela chefia da Embrapa Florestas
- Seleção de matrizes, coleta, beneficiamento e compra de sementes
- Quebra dormência e armazenamento de sementes
- Viveiros: tipos, planejamento e instalação, estruturas etc.
- Recipientes para produção de mudas
- Substratos para produção de mudas

Tarde - VIVEIROS, SEMENTES, SUBSTRATOS, PROPAGAÇÃO
- Produção de mudas por semente: semeadura, desbaste, repicagem, irrigação, rustificação, seleção, podas etc
- Adubação na produção de mudas
- Qualidade de mudas
- Técnicas de propagação sexuada: semeadura em canteiros e direta nos recipientes
- Aula prática

22-05-2003
Manhã - PROPAGAÇÃO VEGETATIVA DE PLANTAS
- Aspectos básicos para a propagação vegetativa
- Fatores importantes na propagação vegetativa
- Estruturas de propagação vegetativa
- Técnicas de propagação vegetativa: Estaquia, Miniestaquia, Enxertia, Mergulhia, etc
- Medidas e técnicas para melhorar o enraizamento em plantas

Tarde: MICROPROPAGAÇÃO DE PLANTAS
- Introdução: Base teórica e prática e possibilidades de aplicação
- Preparo de soluções estoque
- Preparo do meio de cultura

23-05-2003
PRÁTICAS
- Micropropagação
- Estruturas de propagação vegetativa (macropropagação)
- Enxertia
- Estaquia
- Miniestaquia
- Encerramento

LOCAL DO EVENTO
Embrapa Florestas
Estrada da Ribeira, km 111
Colombo, Paraná
Fone: (41) 666-1313

INVESTIMENTO
Até 15 de Maio de 2003: R$220,00
A partir de 16 de Maio de 2003: R$250,00
Não serão aceitas Inscrições no dia do evento

* Desconto de 5% para a segunda inscrição da mesma empresa

ESTÃO INCLUSOS NO VALOR DA INSCRIÇÃO:
- Apostila do curso
- Livro: Planejamento e instalação de viveiros, Série produção de mudas ornamentais (106 páginas);
- Muda de planta "in vitro" produzida pelos próprios alunos;
- Certificado de participação
- Coffee-break

INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO:
Claudia Garbuio ou Maria Paraguaçu
Embrapa Florestas
Área de Comunicação e Negócios
Fone: (41) 666-1313
Fax: (41) 666-1863
[email protected]

COMISSÃO DE COORDENAÇÃO DO CURSO:
Ivar Wendling:
Engenheiro Florestal (UFSM), Mestre e Doutor em Silvicultura e propagação de plantas, pela Universidade
Federal de Viçosa - MG. Assessor Técnico da Organização Não Governamental, Centro Mineiro para
Conservação da Natureza (CMCN), na área de viveiros, produção de mudas e arborização entre julho de 1999 e
outubro de 2001. Pesquisador da Embrapa Florestas. Possui larga experiência teórico/prática em propagação de
plantas e produção de mudas, além de contar com mais de 10 cursos ministrados na área.

Fernando Grossi:
Engenheiro Florestal (ESALQ/USP), Mestre em Ciências Florestais pela ESALQ/USP e Doutor em Energia
Nuclear pelo Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA/USP), professor na área de Silvicultura no
Depto. de Ciências Florestais na Universidade Federal do Paraná. Com larga experiência em propagação
vegetativa de plantas agrícolas (banana), arbóreas, como Eucalyptus, Pinus, Teca, etc e ornamentais, como
filodendro, violetas africanas e bromélias.

Márcio Pinheiro Ferrari:
Engenheiro Florestal, Mestre em Ciências Florestais, pela ESALQ/USP. Pesquisador da Embrapa Florestas.
Possui 15 anos de experiência, inclusive internacional, em gerenciamento de viveiros comerciais, produção de
mudas florestais por sementes e propagação vegetativa, seleção de matrizes, coleta, beneficiamento e
armazenamento de sementes florestais.

INFORMAÇÕES SOBRE A Embrapa Florestas
A Embrapa Florestas está localizada no município de Colombo, PR, a 20km do centro de Curitiba. Ocupa uma
área de 305ha, com complexo de laboratórios e campos experimentais e conta com uma equipe especializada,
composta por técnicos, mestres e doutores. Produz soluções tecnológicas e as coloca à disposição da sociedade
através de prestação de serviços, cooperação técnica, parcerias, assessorias, consultorias, cursos, treinamentos e
preparação de projetos de desenvolvimento florestal.

TRANSPORTE PARA O LOCAL DO EVENTO
A Embrapa Florestas disponibilizará um ônibus que sairá da frente do Hotel Del Rey (Rua Ermelino de Leão, às
9h. O retorno para Curitiba está previsto para às 19h

====================================================
FICHA DE INSCRIÇÃO (favor preencher e enviar por fax)

CURSO INTENSIVO SOBRE VIVEIROS E PRODUÇÃO DE MUDAS

Nome: _________________________________________________________
Empresa:_______________________________________________________
Cargo/Função:___________________________________________________
Endereço:_______________________________________________________
Cidade:_________________________________ CEP:_______-_____
Fone: (___)___________Fax:(___)___________
E-mail:______________________________________
Favor especificar a área ou linha de interesse no curso ________________________

A Nota Fiscal deverá ser emitida em nome:
[ ] do inscrito [ ] da Instituição

Dados da Instituição para Nota Fiscal:

CNPJ:__________________________________________________________
Insc. Estadual:___________________________________________________
Razão social: ____________________________________________________

Para a emissão da Nota Fiscal em nome do inscrito, favor enviar:

- RG
- CPF
- Endereço completo

FORMA DE PAGAMENTO:

O depósito deverá ser efetuado em nome da Fundação da Universidade Federal do Paraná - FUNPAR. Banco
Itaú, Agência 4012, c/c 12803-1.

Enviar o comprovante de depósito juntamente com a ficha, preenchida de forma legível, para o Fax (41)
666-1863, aos cuidados de Claudia Garbuio.

Curso Sobre técnicos básicos debre Biologia e Conservação de Sementes Florestais Nativas da Amazônia


Oferecer elementosé o objetivo do curso oferecido pelo Museu Paraense Emílio Goeldi, no período de 12 a 16 de maio próximo. O curso faz parte da programação do projeto Seleção de espécies arbóreas ornamentais para produção de mudas, para arborização urbana adequada à rede elétrica do Pará. A inscrição é gratuita e foram abertas 30 vagas. Mais informações podem ser obtidas com Carmem Miranda pelo telefone (91) 217.6059 ou pelo e-mail: [email protected]

Curso "OVINOCULTURA DE CORTE: SISTEMAS DE PRODUÇÃO E PERSPECTIVAS DE MERCADO",

22 a 24 de maio de 2003, a Embrapa Pecuária Sul e a Universidade Federal do Paraná, com o apoio do Senar/PR e da Embrapa Florestas, estará promovendo o conforme descrito abaixo.

Agradeceria, se possível, a divulgação do evento para seus parceiros e clientes.

Atenciosamente,

Moacir Medrado
Chefe de Comunicação, Negócios e Apoio
Embrapa Florestas

====================== OVINOCULTURA DE CORTE: Sistemas de produção e perspectivas de mercado

O encarecimento dos insumos agrícolas tem exigido cada vez mais que o produtor aumente a eficiência do seu sistema e ao mesmo tempo reduza o risco do seu negócio. A ovinocultura é uma excelente alternativa para a diversificação da propriedade e aumento da rentabilidade do produtor. Nesse contexto, a Embrapa Pecuária Sul e a Universidade Federal do Paraná, com apoio do Senar/PR e da Embrapa Florestas convidam para participar do evento "Ovinocultura de Corte: Sistemas de Produção e Perspectivas de Mercado".

Na oportunidade serão discutidos os principais temas relacionados com a ovinocultura de corte por especialistas
do Sul e Sudeste do Brasil nas áreas de mercado, pastagens, nutrição, reprodução, sanidade, melhoramento genético e avaliação econômica. Será uma boa oportunidade para o aprimoramento técnico e discussão de novas propostas para o setor.

LOCAL:
Anfiteatro do Setor de Ciências da Saúde/UFPR
Av. Lothário Meissner, 3400 (ao lado do Jardim Botânico)
Curitiba, PR

COORDENADORES DO CURSO:
Profa. Dra. Alda Lúcia Gomes Monteiro (UFPR);
Dr. César Henrique Espírito Candal Poli (Embrapa Pecuária Sul)

INVESTIMENTO:
R$ 100,00 (para profissionais)
R$ 50,00 (para estudantes)

INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO:
Claudia Garbuio ou Maria Paraguaçu
Embrapa Florestas
Área de Comunicação e Negócios
Fone: (41) 666-1313
Fax: (41) 666-1863
[email protected]

HOSPEDAGEM:
Está disponível alojamento no CEEXC
(Fazenda Experimental da UFPR)
Contato com Elinéia: (41) 665-6046
e-mail: [email protected]

VAGAS LIMITADAS

======================================================================
PROGRAMA

22-05-2003
8h - Inscrições e entrega de material
8h30min - Abertura do evento / presença de autoridades das Instituições envolvidas no evento
9h às 10h30min - Perspectivas para o negócio da carne ovina - Prof. Dr. Francisco Armando de Azevedo Souza
(Universidade de Marília - SP)
10h30min às 10h45min - Intervalo
10h45min às 12h15min - Raças e cruzamentos para a produção de carne de qualidade - Prof. Dr. Francisco de
Assis de Fonseca Macedo - (Universidade Estadual de Maringá - UEM)
12h15min - Almoço
13h30min às 15h - Sistemas de produção de cordeiros para carne - Prof. Dr. João Ricardo Alves Pereira
(Universidade Estadual de Ponta Grossa - UEPG)
15h às 15h45min - Mesa redonda sobre sistemas de produção - Prof. Dr. João Ricardo Alves Pereira (UEPG);
Profa. Dra. Alda Lucia Gomes Monteiro (UFPR); Prof. Dr. Amadeu Bona Filho (UFPR)
15h45min às 16h - Intervalo
16h às 17h30min - Manejo reprodutivo de ovinos - Dr. José Carlos Ferrugem Moraes (Embrapa Pecuária Sul)
17h30min - Espaço empresarial

23-05-2003
8h30min às 10h - Industrialização e comercialização de carne ovina de qualidade - Eng. Agr. Carlos Timmers
(Cabanha Alice - RS)
10h às 10h15min - Intervalo
10h15min às 11h45min - Pastagens para ovinos - Prof. Dr. Paulo César de Faccio Carvalho (UFRGS/RS)
11h45min às 12h15min - Mesa redonda sobre sistemas de utilização das pastagens - Prof. Dr. Paulo César de
Faccio Carvalho (UFRGS); Dr. César Henrique Espírito Candal Poli (Embrapa Pecuária Sul); Prof. Dr. Anibal
de Moraes (UFPR)
12h15min - Almoço
13h30min às 15h - Endoparasitoses e métodos de controle em ovinos - Profa. Dra. Vanete Thomaz Soccol (
Departamento de Patologia - UFPR)
15h às 16h30min - Aspectos da resistência aos antihelmínticos - Dr. Flávio Echevarria - (Embrapa Pecuária Sul)
16h30min às 16h45min - Intervalo
16h45 às 18h15min - Principais enfermidades e seu controle - Profa. Cristina Sotomaior (PUC- PR)

24-05-2003
8h às 12h - Cálculo da rentabilidade, custo de produção e análise de investimento na criação de ovinos para
carne - Dr. Derli Dossa - (Embrapa Florestas)
12h - Almoço
13h30min às 17h30min - Práticas com o rebanho ovino - MSc. Octaviano Alves Pereira Neto (Senar/RS)

======================================================================
FICHA DE INSCRIÇÃO (favor preencher e enviar por fax)

CURSO DE OVINOCULTURA DE CORTE

Nome: _________________________________________________________
Empresa:_______________________________________________________
Cargo/Função:___________________________________________________
Endereço:_______________________________________________________
Cidade:_________________________________ CEP:_______-_____
Fone: (___)___________Fax:(___)___________
E-mail:______________________________________

A Nota Fiscal deverá ser emitida em nome:
[ ] do inscrito [ ] da Instituição

Dados da Instituição para Nota Fiscal:

CNPJ:__________________________________________________________
Insc. Estadual:___________________________________________________
Razão social: ____________________________________________________

Para a emissão da Nota Fiscal em nome do inscrito, favor enviar:

- RG
- CPF
- Endereço completo

FORMA DE PAGAMENTO:
O depósito deverá ser efetuado em nome da Fundação de Apoio à Pesquisa e ao Agronegócio Brasileiro -
FAGRO - Banco do Brasil, agência 2727-8, conta corrente 8479-4

Enviar o comprovante de depósito juntamente com a ficha, preenchida de forma legível, para o Fax (41)
666-1863, aos cuidados de Claudia Garbuio.

--
Erich Schaitza

Embrapa Florestas
tel: 55 41 666-1313
fax: 44 41 666-1863

Endereço postal (address)
Estrada da Ribeira, km 111 - CP319
80310-590 Colombo, Brasil

2ª. Jornada Paranaense de Agroecologia - Terra livre de transgênicos e sem agrotóxicos

Temos a satisfação de convidá-los para participarem da 2ª Jornada Paranaense de Agroecologia entre os dias 7 e 10 de Maio de 2003, na cidade de Ponta Grossa, estado do Paraná, região sul do Brasil.
Temos a expectativa de reunir 5.000 participantes, destacadamente agricultores familiares, além de pesquisadores, técnicos, estudantes e público em geral.
Para participarem, não há custos de inscrição e podemos auxiliar na alimentação.
Será uma imensa alegria contar com a participação de delegações da América Latina.
Para maiores informações verifique o site www.jornadadeagroecologia.com.br ou entre em contato através do e-mail: e [email protected]

PRIMERO CURSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DA AGRICULTURA ORGÂNICA PARA SUSTENTABILIDADE

Informações com Pedro Valarani da Embrapa Meio Ambiente [email protected] e de Romeu M. Leite - [email protected] .

AGRICULTURA ORGANICA Y REMINERALIZACION DE SUELOS
>
> SEBASTIAO PINHEIRO
>
> MAYO 16 ? 18 DE 2003
>
>
>
> VIERNES 16 DE MAYO
>
> MAÑANA:
> LOS INSUMOS DE LA REVOLUCION VERDE: COSAS DEL PASADO.
> LA AGRICULTURA ORGANICA : EL PRESENTE CONVERTIDO EN MERCADO Y EL
> FUTURO
> DE LA BIOSEGURIDAD DE LOS ALIMENTOS
> LA BIOTERMODINAMICA EN LA AGRICULTURA.
>
> TARDE:
> LA SINCRONIZACION ENERGETICA EN LA PRODUCCION DE LOS CULTIVOS.
> EQUILIBRIO NUTRICIONAL DE LOS CULTIVOS PARA UNA PRODUCCION SANA.
>
> SABADO 17 DE MAYO
>
> MAÑANA
> LA UTILIZACION DE HARINAS DE ROCAS EN LA PREPARACION DE LOS
> BIOFERTILIZANTES FOLIARES.
> EXPERIENCIAS EN LA PREPARACION DE BIOFERTILIZANTES CON HARINA DE
> ROCAS.
> EL CONTROL DE LA CALIDAD EN LA PREPARACION DE BIOFERTILIZANTES
> NUTRICIONALES.
>
> TARDE:
> EL CONTROL DE LA CALIDAD DE LA PRODUCCION ORGANICA EN EL MERCADO.
> LA SEGURIDAD ALIMENTARIA :UNA PRIORIDAD DENTRO DE LA AGRICULTURA
> ORGANICA.
>
> DOMINGO 18 DE MAYO
>
> MAÑANA
> AGRICULTURA ORGANICA Y SOBERANIA
> LOS CONSUMIDORES Y LAS RELACIONES CON LOS PRODUCTORES ORGANICOS (
> ALIANZAS
> PARA CONSTRUIR MERCADOS JUSTOS).
> EXPERIENCIAS DE COOPERATIVAS EN LA PRODUCCION Y COMERCIALIZACION
> DE
> PRODUCTOS ORGANICOS.
>
> TARDE:
> LOS IMPACTOS DE LOS TRANSGENICOS EN BRASIL, ARGENTINA Y MEXICO.
> LAS NUEVAS PLAGAS EN EL CULTIVO DE LA SOYA DESPUES DE LOS
> TRANSGENICOS (
> UNA EXPERIENCIA EN ARGENTINA, PARAGUAY Y BRASIL).
>
>
> Valor del curso: $300.000/persona. Consignar en cuenta No
> 00911892-8 de
> Corporación Las Villas a favor del IICA. Presentarse con el recibo
> de
> consignación el viernes a las 7 am en la Universidad nacional de
> Bogotá ?
> Edificio IICA, Carrera 30 calle 45, edificio situado 60 metros al
> norte de
> la portería de la calle 45.
>
>
>
> Sebastian Pinheiro
>
>
>
>
> Ingeniero Agrónomo, (Argentina) Master en Ingeniería Forestal,
> (Argentina).
> Cursos en contaminación química y ambiental de alimentos y
> naturaleza,
> (Alemania). 35 años de experiencia en la generación y puesta en
> marcha de
> alternativas agroecológicas y en la discusión sobre la problemática
> de la
> producción de alimentos con venenos y semillas transgénicas.
>
> Asesor permanente del movimiento sin "Los Sin Tierra", del Brasil.
> Como
> también de la Unión Internacional de trabajadores de la
> Alimentación ,
> UITA. Fundador y miembro de la Fundación JUQUIRA CANDIRU y varias
> ONG.
> Como asesor y consultor, ha acompañado procesos y discusiones en
> Argentina,
> Brasil, México y Paraguay. Además de Consultor para las Naciones
> Unidas.
> Asesor del montaje del Ministerio del Medio Ambiente en el Brasil.
> Asesor del Primer Nóbel de Medio Ambiente José Lutzenberger.
> Asesor permanente del Parlamento Brasilero.
>
> En el ámbito legislativo fue promotor permanente de la Ley Federal
> de
> Venenos en Brasil. Representante del Brasil ante el Codees
> Alimentarius.
> Autor de las denuncias de la utilización de agentes desfoliantes y
> de
> venenos en la Amazonía Brasilera.
>
> Cargos:
>
> Director del Laboratorio de Análisis de residuos de venenos,
> Ministerio de
> Agricultura Río Grande do Sul, Brasil.
> Presidente del Grupo Interdisciplinario de Investigación y Acción
> en
> Agricultura y salud, Río Grande do Sul.
> Socio y Representante de la Cooperativa Ecológica de Producción y
> Comercialización de Productos Orgánicos COOLMÉIA, Porto Alegre,
> Brasil.
> Profesor del programa de Extensión de la Universidad de Río Grande
> do Sul.
> Como Investigador, ha sido creador de los Fertilizantes
> Enriquecidos con
> Harina de Roca.
> Ha dictado más de 600 conferencias y 500 cursos.
> Autor de 24 libros, el último de los cuales se titula
> "Transgénicos,
> transnacionales y un gen llamado terminator"
>
>
> CLAUDIA MARCELA PORRAS VANEGAS
> Ingeniera Agrónoma
> Desarrollo Rural y Medio Ambiente IICA
> Area Técnica
> Teléfono: 220 7000 ext. 7052
> E- mail: [email protected]
>

SEMINÁRIO "Os recursos hídricos e seu potencial turístico"
Auditório Municipal de Esposende
15 e 16 de Maio de 2003

Programa ­ 15 de Maio (1.º Dia)

09.00 horas ­ Recepção e entrega de documentação
09.30 horas - Sessão de abertura
Sua Ex.ª Secretário de Estado do Ordenamento do Território (*)
João Couto e Cepa ­ Presidente da Câmara Municipal de Esposende
Eng. Luís Macedo ­ Director da Área de Paisagem Protegida do Litoral de Esposende
Dr. António Conde ­ Presidente da Direcção da Escola Profissional de Esposende

10.00 horas ­ 1.º Painel
"Os recursos hídricos do concelho de Esposende"
Prof. Pedro Gomes (U. Minho ­ Ecologia)
Prof. Gaspar Soares Carvalho (Geologia)
Prof. Alexandre Valente (FCUP ­ Biologia)
Moderador ­ Eng.ª Alexandra Roeger (CME)

10.45 horas ­ espaço de debate

11.00 horas ­ Pausa para Café

11.15 horas ­ 2.º Painel
"A importância histórico-cultural dos recursos hídricos"
Dr. Penteado Neiva (História)
Doutor Álvaro Campelo (UFP)
Dr.ª Ivone Baptista (CME)
Moderador ­ Dr. António Conde (EPE)

13.00 horas ­ Almoço livre

15.00 horas ­ Descida em canoa do rio Cavado (Barca do Lago ­ Foz do
Cavado) ; Descida em canoa do rio Neiva (Forjães ­ Foz do Neiva); Passeio fluvial no rio avado a bordo do Rabumba; Percurso Pedestre ­ Trilho da Natureza: entre o avado e o Atlântico"
Programa ­ 16 de Maio (2.º Dia)

09.30 horas ­ 1.º Painel
"Recursos hídricos e actividades turísticas"
Dr. Francisco Sampaio (RTAM)
Hugo Bastos (Douro Azul)
Dr. Filipe Rego (Desafios)
Moderador ­ José Faria (CME)

10.45 horas ­ espaço de debate

11.00 horas ­ Pausa para Café

11.15 horas ­ 2.º Painel
"Embarcações tradicionais e seu uso cultural e turístico"
João Paulo Baptista (Associação de Barcos do Norte)
avado o Pereira (Federação Galega pola Cultura Marítima)
José Felgueiras (Fórum Esposendense)
Moderador ­ Dr.ª Ivone Baptista (CME)

12.30 horas ­ Sessão de encerramento

13.00 horas ­ Almoço livre

15.00 horas ­ Descida em canoa do rio Cavado (Barca do Lago ­ Foz do
Cavado) ; Descida em canoa do rio Neiva (Forjães ­ Foz do Neiva); Passeio

fluvial no rio avado a bordo do Rabumba; Percurso Pedestre ­
Trilho da
Natureza: entre o avado e o Atlântico"

(*) a confirmar


Informações e Inscrições:
Comissão Organizadora do Seminário "Os recursos hídricos e seu potencial
turístico"
Escola Profissional de Esposende, Rua Amorim Campos 4740-335 FÃO
Telefone: 253 982 779
Fax: 253 983 619
[email protected]
www.ep-esposende.rcts.pt

Curso sobre Sistemas de Produção Agroflorestais para o Semi-Árido

Sistemas de Produção Agroflorestais para Regiões Semi-Áridas, é o terceiro curso programado pela Embrapa Caprinos, que é sediada no município de Sobral, a 222 quilômetros ao norte de Fortaleza, para este ano. Destinado a técnicos, estudantes e a produtores, o curso terá uma carga horária de 32 horas-aula e será desenvolvido no período de 13 a 16 de maio.

Estão sendo oferecidas 25 vagas e a taxa de inscrição custa R$ 100,00. O interessado já pode se inscrever, pagando a inscrição através da conta: Embrapa Caprinos, Banco do Brasil, Agência 3602-1, Conta Corrente 170500-8 e Código Identificador 13501013203005-7. Para confirmar a participação no evento, o interessado deve enviar o comprovante de pagamento da taxa pelo fax (88) 677-7055, acompanhado do nome e endereço completo, telefone, e-mail e o CPF, até o próximo dia 02.

Os pesquisadores João Ambrósio de Araújo Filho e Nilzemary Lima serão os instrutores do curso. Inscrições e mais informações com os técnicos Ismar Maciel, Gilson Landim e Deise Rocha pelo telefone (88) 677- 7041 ou através dos e-mails [email protected] e [email protected]

V. Congresso Florestal Centroamericano
Panamá 21 a 23 de mayo 2003
www.cifp.org.pa

Bajo el lema "la actividad forestal y su contribución al desarrollo humano sostenible", en mayo del 2003 Panamá será escenario del V Congreso Forestal Centroamericano (COFOCA). Esta actividad espera reunir a cerca de 500 participantes de más de 10 países del istmo centroamericano, así como de México, Colombia, Cuba, Puerto Rico, Perú, Brasil, entre otros.

El Congreso se desarrollará en torno a cuatro grandes temas: el manejo forestal, industria y mercadeo eficiente, como imperativos para la sostenibilidad; la actividad forestal y los servicios ambientales del bosque; bosques, árboles y desarrollo rural sostenible; y asuntos institucionales y la participación ciudadana.

Este encuentro internacional contará con conferencias magistrales de connotados expertos internacionales. Entre ellos:

el Doctor Ariel Lugo exdirector del Instituto de Investigación Tropical de Río Piedras Puerto Rico con el tema "Cambio Ecológico en las Montañas de Luquillo y la Aplicación a la Foresta Tropical";

la Doctora Florencia Montagnini de la Universidad de Yale con. Resultados de Productividad en Volumen, Biomasa y efectos sobre la Biodiversidad y la recuperación de los suelos, bajo plantaciones de especies nativas de Costa Rica;

y Doctor José Joaquín Campos del Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza, (CATIE) con una ponencia sobre Enfoque Ecosistémico y Multifuncional en el Manejo Forestal Sostenible.

El V Congreso Forestal Centroamericano contará también con la participación de destacados centros internacionales como la Organización Internacional para las Maderas Tropicales (OIMT) y la Organización de las Naciones Unidas para la Agricultura y la Alimentación (FAO). A través de estas instituciones se abordarán los temas de Perspectivas del Manejo y la Comercialización de las Maderas Tropicales y las Experiencias y Perspectivas del Manejo Forestal Sostenible, respectivamente.

A nivel de los países se ha confirmado la participación de representantes de Universidades y Centros de Educación Superior, Institutos de Investigación, Programas y Proyectos, Instituciones Gubernamentales, Organizaciones No Gubernamentales, Organizaciones Indígenas y Campesinas, Asociaciones y Cámaras de Empresarios Forestales, Asociaciones de Profesionales, entre otros, quienes a la fecha han remitido al Comité Organizador más de 40 ponencias.


También se contará con la participación de la Oficina Regional para Mesoamérica (ORMA) de la UICN, la Asociación Coordinadora Indígenas y Campesinas de Agroforestería Comunitaria de Centroamérica (ACICAFOC), la Asociación Centroamericana de Profesionales Forestales (ACAPROF), el Instituto de Investigación Forestal Tropical Smithsonian de Investigaciones Tropicales (CIFT-STRI). Representantes de estas entidades expondrán sobre sus experiencias en el trabajo de campo.

En esencia, el Congreso Forestal Centroamericano tiene como característica servir como el máximo foro forestal del istmo centroamericano en donde se abre un espacio de debate y consulta, en el cual se pueda intercambiar impresiones entre funcionarios de instituciones gubernamentales, no gubernamentales, empresariales, de cooperación internacional, entre otros especialistas que se dedican al área forestal.
Mayor información:
Con Irving Díaz H. e-mail: [email protected] o en: www.cifp.org.pa
Información adicional:
El HOTEL EL PANAMÁ, Centro de Convenciones y Casino, miembro de Summits Hotels & Resort está ofreciendo tarifas especiales, para el V CONGRESO FORESTAL CENTROAMERICANO
Para cualquier consulta favor comunicarse al Departamento de Ventas con la Srta. Jhoscelyn Escobar, Ejecutiva de Ventas al teléfono (507) 215-9000 Extensión 9444 o al fax (507) 269-3309, e-mail [email protected] WEB: WWW.ELPANAMA.COM

V ENCUENTRO DE AGRICULTURA ORGÁNICA

organizado por la Asociación Cubana de Técnicos Agrícolas y Forestales, se reúne en La Habana, Cuba, del 27 al 30 de mayo del 2003. Su objetivo principal es conocer e intercambiar experiencias de agricultura ecológica a partir de su impacto en la seguridad y la soberanía alimentaria y su papel en el desarrollo rural y agrario. Paralelamente al Encuentro, se desarrollará la EXPORGANICA 2003. Obtenga informaciones adicionales escribiendo a [email protected] o visitando: http://www.biodiversidadla.org/noticias4/noticias560.htm

2º CURSO DE AGRICULTURA ORGÂNICA - Fundamentos e Técnicas de Produção

Será realizada pela UNICAMP/Faculdade de Engenharia agrícola, com início em 31 de maio/2003. Por ser um evento de grande importância para o desenvolvimento da agroecologia no Brasil, solicitamos a sua colaboração.
gratos
Eng. Agr. Silvio Roberto Penteado - Coordenação fone 19.9605.41.81/3232.1562/3743.3814
Prof. Antonio Carlos Ferraz -Coordenador Unicamp/Feagri - fone 19.3788.1088

--------------------------------------------------------------------------------
UNICAMP/FEAGRI

CURSO DE AGRICULTURA ORGÂNICA FUNDAMENTOS E TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

Este é um 2º Curso de Extensão, oferecido pela UNICAMP/ Faculdade de Engenharia Agrícola-FEAGRI , destinado a técnicos, profissionais, agricultores e demais interessados, cuja atividade esteja voltada para uma agricultura saudável. O 1º Curso iniciou-se em 08/março/2.003, com o preenchimento total das vagas (50) e devido ao grande interesse a UNICAMP/FEAGRI vem abrir nova turma para maio/2003.

JUSTIFICATIVA
A agricultura convencional contribuiu consideravelmente para o atual estado de degradação ambiental que hoje vivemos. Já são muitos os interessados em contribuir de alguma forma para reverter o quadro atual, tanto entre técnicos, produtores como entre os consumidores.

O sistema orgânico distingue do sistema agrícola convencional, ora em uso no país, porque leva em consideração não somente o estado nutricional ou sanitário da planta, como as condições do ambiente e solo ou seja o ecossistema envolvido, para que o processo produtivo seja equilibrado e sustentável.

A área em agricultura orgânica no Brasil é ainda pequena em relação ao nosso potencial, acima de 300 mil
hectares. O movimento orgânico expandiu-se no Brasil somente nos últimos dez anos, devido ao grande apoio da mídia e da preocupação de parte da população, consciente da necessidade do consumo de alimentos mais saudáveis.

Com o desenvolvimento do cultivo orgânico no estado e no país, á taxas de 30 a 50%, á necessidade de capacitar técnicos e produtores, que tenham condições de implantar e conduzir os cultivos, segundo os padrões estabelecidos pelo sistema orgânico.

É importante disponibilizar os conceitos e práticas da agroecologia e agricultura orgânica para o maior número possível de interessados, tendo em vista que esse sistema de produção agrega valor aos produtos, além de proporcionar maior segurança para o trabalhador e alimentos mais saudáveis para todos, sem prejudicar o meio ambiente.

OBJETIVO:
Aperfeiçoamento tecnológico nos princípios e procedimentos do sistema orgânico, de tal forma que ao final do curso os participantes possam atuar na implantação, manutenção, consultoria e certificação de cultivos orgânicos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
" Capacitar técnicos, produtores e demais interessados, nos conceitos e práticas de agroecologia ,agricultura
orgânica, certificação e implantação do sistema orgânico;
" Preparar os participantes quanto aos métodos e procedimentos para a certificação orgânica e implantação de cultivos orgânicos, de forma que tenham condições de promover a sua execução.

PÚBLICO ALVO:
Tipo de público: Profissionais das áreas de ciências biológicas (agrônomos, biólogos,florestais, etc) agricultores, técnicos, estudantes e demais interessados

Número de Vagas Oferecidas: 50
Início da 2ª Turma: 31/05/03 a 27/03/04 - há vagas disponíveis

COORDENADORES
Prof. Dr. Antonio Carlos de Oliveira Ferraz
Engº Agrº (Dr.) Silvio Roberto Penteado

PROFESSORES
Especialistas em agricultura de orgãos oficiais e entidades não-governamentais (ONGs) e certificadoras orgânicas (CATI; IB; IAC; IBD; AAO,FMO, ANC e profissionais autônomos)

Carga horária total: 200 horas (aulas teóricas e práticas)

Horário: Sábados alternados (cada 15 dias),
das 8h 00 às 18 h 00 Período de 10 meses

Local: Faculdade de Engenharia Agrícola - Campus da UNICAMP Campinas.SP

Documentos necessários para inscrição: Cópias autenticadas do CPF e RG; comprovante de conclusão do 1º Grau

Informações e Reservas: Comissão de Extensão da FACULDADE DE ENGENHARIA AGRÍCOLA/FEAGRI (19)
3788-1088 - 3788-1084

Curso Avançado (capacitação) em: OLERICULTURA ORGÂNICA

Nova data: 23 e 24 de maio 2003
Local: Estação Experimental IAC - Av. Três de Maio, 900 - São Roque - SP
Informações:
(14) 6821-1021/ 6821-9797
www.agroecologica.com.br, [email protected]

CURSO Latino-americano de Controle da Qualidde do Mel, Propolis e Cera

Período; 12 al 16 de mayo del 2003

Local: SANTIAGO DEL ESTERO - REPÚBLICA ARGENTINA
Informações e inscrições: Universidad Nacional de Santiago del Estero -U.N.S.E.
Facultad de Agronomía y Agroindustrias - F.A.y A.
Centro de Investigaciones Apícolas - CEDIA
Avda.Belgrano (Sud) 1912
4200 Santiago del Estero-República Argentina
Teléfono. 0385 - 4509528 -int. : 1631
FAX : 0385 - 4214499-E-mail: [email protected]

RESPONSABLE DEL CURSO :
Dr. José Francisco MAIDANA

COLABORADORES:
Ing.I.A.A. Monica Rodriguez de Saab
Ing.I.A.A. Lucrecia Chaillou
Ing.I.A.A. Marcela García
Ing. Agr. Carlos E. Caro
Prof. Ruben Fontanellaz
Tec.Qco. Ana Chazarreta
Tec.Qco.Walter Cajal
Tec.Ind.Apic. Santiago Emilio Traine

OBJETIVOS:
Al finalizar el curso los participantes habrán logrado:
· La capacitación necesaria para la determinación de la calidad de la miel, conforme normas establecidas por el C .A.A., Mercosur y Códex Internacional FAO/WHO.
· La habilidad específica en la aplicación de las técnicas para la detección de alteraciones y posibles adulteraciones de la miel , cera y propóleos.
· Una actitud positiva para la difusión de las propiedades específicas que determinan el valor nutritivo y terapéutico de la miel , y terapéutico del propóleos

TEMARIO

1ª Parte:
ANÁLISIS DE LA MIEL
1. Definición. Descripción. Composición y calidad de las mieles. Miel de néctar y miel de mielada.
2. Reglamentación nacional : C.A.A.; Reglamentación internacional : Mercosur y Códex Alimentarius Internacional
3. Toma de muestras.
4. Prueba sensorial y de calidad aparente (aspecto, consistencia, olor , sabor).
5. Determinación del color en grados Pfund
6. Determinación del contenido de humedad por refractometría.
7. Determinación de acidez libre.
8. Determinación del pH
9. Determinación enzimática: actividad de la diastasa.
10. Determinación del contenido de H.M.F (hidroximetilfurfural), Métodos de Fiehe y Winkler.
11.Detección de antibióticos.

2ª Parte:
DETECCIÓN DE POSIBLES ADULTERACIONES DE LA MIEL
8. Determinación del agregado de jarabe de glucosa.
9. Determinación del agregado de Levudex 42, 2000 y 55 (JMAF).
10. Otras determinaciones.

3ª Parte:
PROPOLEOS
1. Origen, obtención, extracción, almacenamiento y conservación.
2. Su uso en la colmena y composición química.
3. Propiedades
4. Indicaciones, formas de presentación y empleo.
5. Preparación de tintura y extracto blando
6. Preparación de pomada, ungüento, jabón, talco, comprimidos y miel con propóleos.
7. Determinación de calidad:
% de resinas solubles en etanol - Poder antioxidante: Indice de oxidación - Detección de principios biológicamente activos (polifenoles, flavonoides): Test de identidad y Shinoda - % de Mezclas mecánicas - % de Fenoles totales.

4ª Parte:
ANÁLISIS DE CERA
1. Definición. Descripción. Composición química
2. Toma de muestras.
3. Ensayos previos: caracteres organolépticos. Solubilidad.
4. Constantes físicas: densidad. Consistencia. Punto de fusión.
5. Constantes químicas: Indice de acidez. Índice de saponificación. Índice de éster. Relación numérica.

5ª Parte:
DETECCIÓN DE POSIBLES ADULTERACIONES DE LA CERA
6. Determinación del agregado de parafina.
7. Determinación del agregado de grasa.
8. Determinación del agregado de estearina.
9. Determinación de resinas.
10. Determinación del agregado de almidón, féculas y harinas.
11. Determinación de impurezas y agregado de sustancias minerales.

DESTINATARIOS:
Profesionales de industrias usuarias de miel como materia prima, de organismos oficiales, productores, apicultores, exportadores, etc.
REQUISITOS:
Pertenecer a alguna de las categorías anteriores.
HORARIO:
Sesiones teórico - prácticas, de 9 a 13 y de 16 a 20 hs.
ASISTENCIA:
Se requiere un mínimo de asistencia del 90%.
CERTIFICADO:
Se otorgarán certificados de asistencia.
PARTICIPANTES:
Inscripción limitada.
METODOLOGÍA DE TRABAJO:
Consistirá en:
· Exposiciones orales.
· Constitución de grupos de trabajo.
· Prácticas de Laboratorio.
· Elaboración de informes.
· Visita a Establecimientos Apícolas
ARANCEL:
$ 200.-
LUGAR DE REALIZACIÓN:
Universidad Nacional de Santiago del Estero
Facultad de Agronomía y Agroindustrias
Centro de Investigaciones Apìcolas -CEDIA-
Avda. Belgrano (s) 1912
Santiago del Estero, REPÚBLICA ARGENTINA

Água - Tecnologias para o uso sustentável

Período: de 16 a 18 de maio de 2003
Horário: 8:00 - 17:00
Local: Pirenópolis/GO, na sede do Inst. de Permacultura e Ecovilas do
Cerrado - IPEC
Carga horária: 32h
Número de vagas: 30
Inscrição: [email protected]
Investimento: R$300,00 parcelados ou a vista com 20% de desconto
Conteúdo: Introdução
O ciclo das águas
O estado atual das águas no planeta
A água como recurso para comunidades humanas
Manejo sustentável na propriedade rural
Eficiência no uso rural e urbano
Design para captação
Método Yeomans para irrigação
Captação de água potável
Armazenamento
Design e construção de açudes
Design e construção de reservatórios potáveis
Água na agricultura sustentável
Usos múltiplos da água na irrigação
Produção animal e vegetal (consórcios aquáticos)
Aqüicultura - produção no meio aquático e suas bordas
Reciclagem das águas
Filtros biológicos
Tratamento biológico de efluentes a nível doméstico e comunitário
Sanitários secos
Tecnologias apropriadas (bombeamento, aquecimento, energia e tratamento)

Aulas práticas

Construção de um reservatório de ferrocimento
Mapeamento e demarcação do terreno para eficiência hídrica
Construção de canais de infiltração -Realização: Instituto de Permacultura e Ecovilas do Cerrado - IPEC
Patrocínio: Programa de Pequenos Projetos - PPP e Permacultura América
Latina - PAL
Apoio: Programa de Pequenos Projetos - PPP e Permacultura América Latina -
PAL

BIOMASSA 2003. 3er. Encontro: Adubos Orgânicos e Manejo da Biomassa.

Período: de 16 e 17 de maio de 2003

Local: Piracicaba, Brasil.

Contacto: [email protected]

Miores informações: http://www.agroecologica.com.br/biomassa2.htm


RELACO.6ª Reunión da Rede Latinoamericana de Agricultura de Conservación.
5 al 9 de mayo de 2003. La Habana, Cuba. Contacto: Dr. Alberto Gómez
[email protected] con copia a José Benites [email protected] y Manuel
Sánchez [email protected]

III Encontro Nacional sobre Processamento Mínimo de Frutas e Hortaliças. ROLF PUSCHMANN
Auditório do Departamento de Engenharia Florestal - UFV - 12/05/2003 15/05/2003

II Curso sobre Economia Ambiental e Mercado de Carbono

De 07 a 09 de março de 2003

O presente curso irá tratar em sua introdução dos aspectos
econômicas ligados à exploração e conservação dos recursos naturais e
ambientais. Serão discutidas as diferentes abordagens econômicas para o
tratamento dos problemas ambientais. Serão estudados diferentes instrumentos
analìticos para a avaliação dos benefícios e dos custos do uso dos recursos
naturais e ambientais. Os conhecimentos adquiridos serão aplicados no
tratamento do problema do Aquecimento Global e na formação do Mercado de
Carbono.
O problema ambiental a ser estudado:
As atividades econômicas e industriais têm provocado alterações
na biosfera, resultando na quase duplicação da concentração de Gases de
Efeito Estufa (GEE). A alteração da concentração dos GEE deverá desencadear
um aumento da temperatura média no planeta entre 1 e 3,5 C nos próximos cem
anos, o que irá produzir impactos significativos no nosso modo de vida
atual.


Para estudar melhor o fenômeno do aquecimento global e suas
possíveis conseqüências, o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente
(PNUMA) e a Organização Meteorológica Mundial (OMM) criaram o Painel
Intergovernamental sobre Mudança Climática (IPCC), composto por um grupo de
trabalho encarregado de preparar as negociações de um tratado mundial, a fim
de enfrentar o problema globalmente, assim como de realizar as reuniões das
conferências mundiais sobre o clima.


A Convenção do Clima assinada por mais de 150 paises durante a
Conferência Rio-92, foi implementada utilizando-se o Princípio da Precaução.
Em 1992, a proposta inicial foi a de que os países do Anexo I (em grande
parte, países desenvolvidos) buscassem reduzir suas emissões de GEE, com o
objetivo de que os níveis de emissões voltassem a ser iguais aos do ano do
1990, devendo este ser atingido no ano 2000. Como as emissões em 2000 seriam
muitas maiores do que as de 1990, uma nova postura foi adotada através do
Protocolo do Quioto (1997), adiando as metas para 2008-2012, quando se
propõem emissões 5,2% abaixo das de 1990.


A convenção do Clima foi estabelecida também para auxiliar na
busca de uma nova rota do desenvolvimento mundial, o chamado sustentável. As
propostas discutidas durante as últimas Conferências das Partes (Quioto-97 e
Buenos Aires-98, Bonn-99) deram ênfase à introdução de mecanismos de mercado
para reduzir as emissões. A Conferência das Partes realizadas em Quioto-97
destaca-se como a mais importante para o tratamento dado a esse assunto, por
ter sido formalizado entre as partes um protocolo onde se encontra definidos
critérios e diretrizes que estimularão o mecanismo de mercado, que ficou
conhecido por Protocolo de Quioto.


A percepção de que o mercado poderia auxiliar neste processo
passou a ganhar consistência, com a idéia de se criar um valor
transacionável para reduções de emissões dos GEE, semelhante aos mecanismos
existentes para alguns gases poluidores na Europa e Estados Unidos. Dentro
desse princípio, foi estabelecido o Mecanismo de Desenvolvimento Limpo
(MDL). A idéia consiste em que cada tonelada de gás carbônico deixado de ser
emitida, ou retirada da atmosfera por um país, poderá ser negociada no
mercado mundial, criando um novo atrativo para redução das emissões globais.
Os países do Anexo I, provavelmente, estabelecerão cotas para redução das
emissões globais. Os países emissores, em seus territórios. As empresas que
não conseguirem (total ou parcialmente) reduzir suas emissões poderão
comprar CRE (Certificados de Redução de Emissões) em países em
desenvolvimento e usa-los para cumprir suas obrigações com os governos.


O Curso pretende oferecer aos interessados, uma perspectiva
precisa de como as atividades agro-florestais e/ou de energia poderão ser
conduzidas para que possam obter os benefícios do Protocolo de Quioto, e
participar do mercado de Carbono.


Programa


1 - Economia do Meio Ambiente
2 - O problema do Aquecimento Global e a Convenção do Clima
3 - As Conferências das Partes (COPs) e o Mecanismo de
Desenvolvimento Limpo
4 - A Formação do Mercado de Carbono
5 - Exemplos de projetos de MDL
6 - Atividade Pratica

 

Prazo de inscrição: 25 de fevereiro, 2003


Vagas: 25 participantes


Local: Centro Brasileiro de Biologia da Conservação/IPÊ
Dom Pedro 1 km 47
Nazaré Paulista, São Paulo


Período do Curso: Sexta Feira (07/03) de 20:00 as 22:00,
Sábado (08/03) de 9:00 as 18:00 e Domingo (09/03) de 9:00 as 17:00


Candidatos: Ambientalistas, Biólogos, Ecologistas, Gestores
Ambientais, Empresários


Inscrição / Seleção: Os interessados deverão enviar
currículo e uma carta de intenções com dados pessoais para contato (máximo
uma página).
Encaminhar pelo e-mail [email protected] ou pelo correio
IPÊ- Instituto de Pesquisas Ecológicas
Caixa Postal, 47 ­ Nazaré Paulista ­ SP. Cep: 12960-000 Brasil.


Preço: R$ 350,00 (trezentos e cinquenta reais), ou R$
360,00 (trezentos e sessenta) divididos em 3 parcelas.

Logística: Alojamento com 3 refeições a base de alimentos
orgânicos com opção de comida vegetariana (café da manhã, almoço e jantar).

Professor: Marcelo Theoto Rocha , Eng Agrônomo, Mestre em
Economia Aplicada, Doutorando do DEAS ­ ESALQ/USP, Pesquisador do CEPEA

MAIS INFORMAÇÕES
Telefone (011) 4597-1327 / (011) 97894827
E-mail [email protected] / Site: www.ipe.org.br



 

Abril

Ciclo de Palestras em comemoração ao 30º Aniversario da Embrapa - Alimentação, Agricultura Sustentável e a Importância da Pesquisa para o Brasil

O Ministro de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, e o Diretor-Presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, Clayton Campanhola, convidam para o ciclo de palestras sobre Alimentação, Agricultura Sustentável e a Importância da Pesquisa para o Brasil, que será realizado em comemoração ao aniversário da Embrapa.

Dias: 22, 23 e 24 de abril de 2003.

Horário: 14:00 às 15:30 horas.

Local: Auditório da Embrapa Sede

PqEB final da Av. W3 Norte.

22 - Agricultura sustentável e a importância da pesquisa agropecuária na segurança alimentar mundial

Palestrante: Gustavo Gordillo De Anda

Diretor Geral Adjunto da FAO e Representante Regional para a América Latina e o Caribe.

23 - Commodities ambientais: o presente, o futuro e o papel da pesquisa

Palestrante: Amyra El Khalili

Economista, presidente da ONG CTA, co-editora da Rede Internancional de Comunicação CTA-JMA, coordenadora do projeto CTA-Sindecon-ESP e membro da diretoria do Sindicato dos Economistas no Estado de São Paulo.

24 - Rumo ao desenvolvimento includente e sustentável: um novo ciclo de desenvolvimento rural para o Brasil

Palestrante: Ignacy Sacks

Eco-sócio-economista, professor da Escola dos Altos Estudos em Ciências Sociais de Paris e co-diretor do Centro de Pesquisas sobre o Brasil Contemporâneo.

ECOVILAS, NOVAS FRONTEIRAS PARA SUSTENTABILIDADE"

Com MAY EAST

Dia: 23 de abril (quarta-feira)
Local: Centro de Vivências OIKOS - Criciúma
Horário: 13:45h
(Informações: 433.8869/ 9984.8869)


Realização:
OIKOS - Centro de Vivências
Apoio:
IAB - Criciúma

ECOVILAS
O movimento de ecovilas e um movimento global que esta unindo Oriente e Ocidente, Norte e Sul numa agenda comum. O movimento emergiu como uma resposta consciente ao problema extremamante complexo de como mover o planeta em direção a uma sociedade de comunidades auto-sustentáveis. Seus princípios tem sido aplicados em contextos rurais e urbanos, em paises nos mais diversos estágios de desenvolvimento, promovendo soluções para
necessidades humanas e sociais ao mesmo tempo que protegendo o meio-ambiente
e melhorando a qualidade de vida. De 12 ecovilas em 1995 somos hoje mais de
12.000 conectadas através da Global Ecovillage Network -GEN (Rede Global de
Ecovilas) transformando no que hoje e chamado de Revolução do Habitat.
Esta palestra pretende dar uma visao global do movimento de ecovilas que vem
promovendo assentamentos humanos sustentáveis. Iremos também explorar os
princípios que informam o modelo de ecovila e na medida possível do tempo
como traduzi-los para os contextos rural e urbano brasileiro.


MAY EAST
Brasileira, compositora, ecofeminista, conferencista internacional,
educadora, mãe. Trabalha internacionalmente com o movimento de
transdisciplinaridade, ecofeminismo e movimento global das ecovilas.
Professora da Universidade Holistica Internacional. N Brasil May participou
do movimento estudantil dos anos 70, do movimento anti-nuclear e feminista
dos anos 80, do movimento ambientalista dos anos 90. Ha 11 anos mora na
Comunidade Findhorn Foundation onde e atualmente membro do Conselho Diretor,
Relações Internacionais entre a ONU a Fundação Findhorn e Global Ecovillage
Network e Coordenadora de Educação do Projeto de Ecovila de Findhorn. May
East no momento baseada no Brasil e responsável pela articulação da Rede
Brasileira de Ecovilas.

Palestra Sobre Aplicação dos Materiais e Tecnologias Não Convencionais na Bio-Arquitetura (bambu, construções em terra, etc..)

Palestrante: Prof Khosrow Ghavami

Prof Titular, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Sócio Fundador ABMTENC, Pesquisador CNPq 1A, membro de editorial técnico de cinco revistas internacionais e editor associado de uma série de livros de novas tendências na arquitetura da WIT-Press, Inglaterra.

Data/hora: 22 de abril de 2003, às 9 horas.

Local: Anfiteatro do Edifício João Soares Veiga, Campus da USP - Pirassununga, SP

Informações:
Prof. Holmer Savastano Jr.
Construções Rurais e Ambiência - ZAZ-FZEA-USP
CP 23 - 13635-900 Pirassununga SP Brasil
19 3565 4153/4114 (fax)
e-mail: [email protected]

3ª Reunião Técnica sobre Doenças Florestais

Promoção: Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais - IPEF

Apoio: Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP
Departamento de Produção Vegetal - FCA/UNESP - Botucatu
Duratex S.A.

Coordenação
Prof. Carlos F. Wilcken - FCA/UNESP - Botucatu
Prof. Edson L. Furtado - FCA/UNESP - Botucatu
Eng. Alberto J. Laranjeiro - Equilíbrio Proteção Florestal

Data
Dias 23 e 24 de Abril de 2003

Local
Faculdade de Ciências Agrárias - FCA/UNESP - Campus de Botucatu.

Introdução
A obtenção de conhecimento e melhoria contínua do manejo de doenças
florestais é fundamental para garantir a produtividade florestal.

Objetivos
Trocar informações sobre ocorrência e manejo de doenças florestais.
Apresentar e discutir temas de interesse ligados ao manejo de doenças
florestais.

Público Alvo
Técnicos de empresas florestais, pesquisadores, professores e estudantes.

Programação Detalhadas
24 de Abril de 2003 (Quinta-Feira)
08h00 - 08h30 Inscrições
08h30 - 08h40 Abertura - Carlos F. Wilcken - Coordenador PROTEF
08h40 - 09h20 Apresentação do projeto de Banco de Dados sobre Doenças
Florestais
09h20 - 10h00 Interação herbicidas x doenças (título sujeito a alterações) -
Edivaldo D. Velini - FCA/UNESP - Botucatu
10h00 - 10h15 Coffee break
10h15 - 11h00 Doenças Florestais quarentenárias para o Brasil - Celso G.
Auer - CNPF / EMBRAPA
11h00 - 12h00 Ocorrência de doenças fúngicas (campo e viveiro) nas empresas
florestais - relatos das empresas
12h00 - 13h30 Almoço
13h30 - 15h30 Mesa redonda:
"Avaliação das escalas diagramáticas para doenças florestais"
- Experiência da Suzano - Bahia Sul - Fabiano Bida (20 min)
- Experiência da VCP - Glodoaldo A Ramiro (20 min)
- Comparação entre escalas para fins de padronização - Edson L. Furtado (50
min)
- Discussão (20 min)
15h30 - 16h20 Avaliação de doenças e operacionalidade em campo - Edson L.
Furtado - FCA/UNESP - Botucatu
16h20 - 16h30 Discussão do programa da próxima reunião
16h30 - 17h30 Visita aos laboratórios de Patologia Florestal e instalações
do Depto. de Produção Vegetal
25 de Abril de 2003 (Sexta-Feira)
08h00 - 12h00 Visita a campo - Duratex Florestal
12h00 - 13h30 Encerramento e almoço

Número de Vagas: 40

Maiores informações e inscrições em http://www.ipef.br/eventos/2003/doencas.html

"Diálogos Sobre Redução de Pobreza Rural no NE"

O World Bank Institute, em colaboração com a EMBRAPA e com o IICA, têm o prazer de convidá-lo para o lançamento do próximo componente do programa "Conhecimento e Aprendizado para um Desenvolvimento Rural Sustentável e a Redução da Pobreza no NE do Brasil", que será realizado em 24 de Abril de 2003, das 8:30 às 12:30 hs (horário de Brasília).

Intitulada "Diálogos Sobre Redução de Pobreza Rural no NE", essa fase do programa será composta por uma série de seminários/videoconferências (VCs), e tem como objetivo aprofundar os principais temas surgidos nas outras etapas do programa (1.a VC e o Fórum de discussão on line, que se iniciou logo
após a mesma). Para o primeiro evento, o tema a ser abordado será a questão da integração institucional, tendo como título "Abordagens Integradas para o Combate à Pobreza ? o caso do Ceará".

Esse seminário terá como público alvo autoridade do governo federal, governadores e secretários dos Estados do Nordeste, autoridades municipais, acadêmicos e membros de entidades da sociedade civil trabalhando com o tema da redução da pobreza rural no NE e interessados na questão da integração
institucional.

Seguem em apenso a ficha de inscrição e uma lista de centros de VC no NE e em Brasília que serão interligados para o seminário. Na próxima semana, uma pequena lista de textos estará disponível no website do programa (abaixo).

Tais trabalhos visam introduzir os participantes na temática a ser discutida.
Também poderá ser acessada no mesmo website a programação completa da VC.

http://www.worldbank.org/wbi/sdruralpoverty/brazil/index.html

CURSO IICA TEORICO PRÁCTICO:DIAGNOSTICO, SISTEMATIZACIÓN, ACCIONES ESTRATEGICAS Y PLANIFICACION AGROECOLOGICA DE FINCAS CAMPESINAS.

Período: de 22 a 25 de Abril

PROFESOR JAIRO RESTREPO RIVERA

ABRIL 22

Mañana
- Inscripciones
- Inauguración, palabras de bienvenida
- Dinámica de presentación de los participantes
- Café.
- Conferencia: Criterios de sostenibilidad de la parcela campesina
- Proyección de video (dinámica ? tarjetas de opinión)
- Ejercicio: Los factores de la sostenibilidad de los proyectos de
desarrollo y su incidencia sobre las comunidades rurales.
Almuerzo Libre
Tarde:
- Dinámica: Formación de equipos de trabajo para el ejercicio en el
campo.
- Elaboración de la guía de los criterios de sostenibilidad para el
trabajo práctico en el campo (por Grupos)
- Café
- Entrega de la metodología del trabajo en el campo para recoger
información y documentar el ejercicio.
A. Guía de entrevistas
B. Sesgos a evitar
C. Procesamiento de la información
D. Elaboración de matrices

ABRIL 23
Mañana:
- Día de campo (una finca por grupo)
- Diagnóstico de la parcela, con la aplicación de los instrumentos
metodológicos entregados y explicados el día anterior.
Almuerzo Libre
Tarde:
- Visita opcional a otra parcela (visitada por otro grupo) en caso
de que exista tiempo y se de la oportunidad

ABRIL 24
Mañana:
- Organización y análisis de la información obtenida en el campo.
- Identificación y clasificación de los principales problemas
detectados en las parcelas.
- Identificación de las principales fortalezas y potencialidades del
estudio de caso diagnosticado.
- Elaboración de mapas y matrices.
- Diseños, dibujos y croquis.
Tarde:
- Conferencia sobre algunas consideraciones técnicas para el diseño
productivo de sistemas agroecológicos.
- Café
- Aclaración de duda técnicas sobre el proceso del diagnóstico y el
ordenamiento y presentación de los trabajos por grupos.

ABRIL 25

Mañana:
- Continuación de las otras presentaciones de los grupos
- Café
- Continuación de las presentaciones.
Almuerzo Libre
Tarde:
- Planificación de acciones estrategias y compromisos
- Evaluación y entrega de certificados
- Clausura

Valor do curso: $300.000/pessoa. Consignar en cuenta No 00911892-8 de Corporación Las Villas a favor del IICA. Presentarse con el recibo de consignación el Jueves a las 7 am en la Universidad nacional de Bogotá ? edificio IICA, Carrera 30 calle 45, edificio situado 60 metros al norte de la portería de la calle 45.

Por favor hacer reserva de cupo telefónicamente con la Ingeniera Marcela Porras o con Johanna Daza al 2207000 ext 7052

Marketing Verde, Oportunidades e Desafios para Empresas e Profissionais

Local: Centro Cultural da Marinha - São Paulo/SP
Periodo: Dia 16 de Abril de 2003
Realização: Maisprojetos Sócio-Ambiental
Contato: [email protected]
E-mail: [email protected]
Homepage: www.maisprojetos.com.br

LA PROTECCIÓN DE LOS DERECHOS HUMANOS EN LOS CONFLICTOS ARMADOS
En el marco del Diplomado en Derechos Humanos

28 de abril al 2 de mayo de 2003
Docente: Felix Vacas Fernández, Doctor en Derecho, Especialidad en Derechos Fundamentales - Universidad Carlos III
Organizan: CEBEM, Universidad Carlos III
Lugar: Oficinas CEBEM: Av. Ecuador No. 2330 esq. Rosendo Gutiérrez
Horario: 18:30 a 21:30
Costo: $us 70
Información: Beatriz Herrera, Tel. 2415324, Ver Programa
Se entregarán Certificados de Asistencia

Curso de Responsabilidade Social e Educação Ambiental
10 de abril de 2003 das 8h30 às 18h00
Auditório Pontes de Miranda Al. Santos, 2.400 - São Paulo, SP
com Maluh Barciotte

OBJETIVO: Fornecer subsídios teóricos e práticos para o desenvolvimento de programas, projetos e ações de educação ambiental para empresas interessadas em desenvolver ações de responsabilidade social com suas comunidades internas e/ou externas.

PÚBLICO-ALVO: Profissionais de empresas (RH, Meio Ambiente, Qualidade, Segurança do Trabalho, Ações Sociais), executivos, profissionais Liberais e demais profissionais interessados no desenvolvimento de trabalhos ligados a responsabilidade social e meio ambiente.

PROGRAMA
:: Responsabilidade Social, Ética, e Percepção do Consumidor
:: Dinâmica "Teia da Vida"
:: Educação Ambiental e Novos Paradigmas
:: Apresentação de material didático facilitador para trabalhos com multiplicadores/voluntários em comunidades internas e externas.
:: Casos de sucesso

Instrutora: Maluh Barciotte - Bióloga, Mestre em Biologia pelo Instituto de Biociências da USP. Doutora em Saúde Pública, na área de Saúde Ambiental, pela Faculdade de Saúde Pública da USP. Aperfeiçoamento em Metodologia para Avaliação de Impacto Ambiental, pelo epartamento de Ecologia do Instituto de Biociências da USP. Desenvolvimento de pesquisas e cursos ligados consumo, ética e meio ambiente como temas transversais dos novos parâmetros curriculares nacionais do MEC/Ministério da Educação e Cultura. Diretora do Ambiente 21/Programa de Qualidade Ambiental Empresarial e Presidente do Instituto Kairós - Instituto Ambiental pela Atuação e Consumo

Informações Gerais:
Data: 10 de abril de 2003 das 08h30 às 18h00
Local: Al. Santos, 2.400 - Térreo (Auditório Pontes de Miranda) - São Paulo - SP
Incluso: coffee-break, almoço, material didático e certificado

Inscrições, investimento e forma de pagamento consulte-nos:
Toll free 0800.143040
Fax: 0800.143041
Tel. (11) 3067.6700
e-mail: [email protected]
www.mission.com.br

Este curso poderá ser realizado In Company Solicite proposta através do telefone: (11) 3067.6918

"A Mission reserva-se o direito de alterar o programa sem aviso prévio e de não entregar parte da documentação por motivos alheios a sua vontade."

Curso de Atualização de Medição de Fotossíntese de Plantas e Respiração do
Solo em Agroecossistemas

Promoção: Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais - IPEF
Departamento de Ciências Biológicas da ESALQ/USP

Apoio: Departamento de Ciências Florestais - ESALQ - USP

Coordenação: Prof. Dr. Ricardo Ferraz de Oliveira ­ Produção Vegetal/ESALQ/USP
([email protected])
Prof. Dr. José Luiz Stape ­ LCF/ESALQ/USP ([email protected])

Data
De 14 a 17 de Abril de 2003

Local
Laboratório de Plantas Cultivadas sob Condições de Estresse
Departamento de Ciências Biológicas - ESALQ/USP, Piracicaba/SP.

Introdução
Os ganhos de produtividade em sistemas agrícolas e florestais depende cada
vez mais da compreensão dos processos ecofisiológicos que controlam o ganho
de C e seu uso pelas plantas. O ganho via fotossíntese é controlado por uma
série de variáveis físicas e biológicas relacionadas à quantidade e
qualidade da luz, umidade do ar e do solo, nutrição das plantas e tipo de
planta. Uma significativa parte do C fixado, é translocado para o sistema
radicular, sendo usado para seu crescimento, manutenção e uso por
micorrizas, vindo a contribuir com a respiração do solo. O instrumental
disponível para medir estes fluxos vem se tornando cada vez mais acessível,
sendo necessária a atualização sobre os métodos de uso e qualidade de
medidas para que as taxas obtidas por diversos estudos sejam comparáveis. O
curso se propõe a realizar tal atualização, e colocar um exemplo prático de
balanço de C em sistemas florestais usando a técnica da conservação de massa
e respiração do solo.

Objetivos
Permitir aos profissionais de institutos de pesquisa e empresas privadas
familiarização com equipamentos de última geração utilizados na medição de
trocas gasosas em plantas intactas, folhas, tecidos foliares e do solo.

Público Alvo
Profissionais especializados em produção vegetal com ênfase em sistemas
agro-florestais.

Programação Detalhada
08h30 às 18h00 - Almoço das 12h00 as 13h30
-Teoria de funcionamento do IRGA (InfraRed Gas Analyzer) modelos Li-6400
(folhas e solo) e PPSystem EGM-4 (solo).
- Componentes do Li-6400, Início das operações de funcionamento, Instalação
da fonte de luz, injeção de gás carbônico.
- Procedimentos antes das medidas, Calibração de CO2 , H2O e do fluxômetro
de injeção de ar para a câmara fotossintética.
- Componentes do PPSystem EGM-4, Curva de Sensibilidade e Calibração.
- Diferenças entre a câmara de solo Li-6400 e PPSystem EGM-4.
- Lista de símbolos, menu e magnitude das variáveis fisiológicas dos
aparelhos.
- Controle das condições ambientais no interior da câmara fossintética
foliar: umidade do ar, luz, temperatura e CO2.
- Curvas de Luz para espécies C3 (soja e eucalipto) e C4 (milho).
- Plantas de sol e de sombra, espécies de Eucalyptus Curvas A/Ci.
- Determinação de taxas de fotossíntese, transpiração e condutância
estomática para espécies herbáceas e lenhosas.
- Estabelecimento de curva de sensibilidade do aparelho com a câmara no
solo.
- Inter-calibração Li-6400 X PPSystem EGM-4.
- Determinação de taxas de respiração do solo para diferentes teores de
matéria orgânica, textura e umidades de solo.
- Discussão do balanço de C em um sistema florestal.

Número de Vagas: 25

Taxa de Inscrição
Empresas não Associadas IPEF R$ 400,00
Empresas Associadas IPEF R$ 300,00


A Taxa de Inscrição dará direito aos coffee break, material didático, pasta,
crachá, caneta, certificado de participação e programação detalhada do
evento. A participação no evento será confirmada pelo preenchimento da ficha
de inscrição e do pagamento da taxa de inscrição, que deverá ser efetuado
por boleto de cobrança emitido pelo IPEF ou depósito identificado no Banco
Bradesco, Agência 145-7, Conta Corrente 133566-9 e envio do comprovante de
pagamento, informando nome do participante e a que evento se refere, pelo
fax (19) 3436-8602. Em caso de cancelamento da inscrição, não haverá
reembolso da taxa.


Avaliação
01 Exercício Prático com duração de 50 minutos. Os certificados serão
emitidos pelo IPEF para participantes com nota acima de 5,0 na Avaliação e
Freqüência Mínima de 75% nas aulas.

Maiores Informações e Inscrições: http://www.ipef.br/eventos/2003/fotossintese.html

Sítios Ecológicos ? Módulo 1

Um fim de semana de Teoria e Pratica em permacultura e agrofloresta com
Pete Webb

25, 26 e 27 de abril de 2003


Diversos temas serão abordados, como:
I. O sitio e sua integração no meio ambiente.
II. Conceitos básicos: biodiversidade, sustentabilidade, ciclos da
natureza, agricultura orgânica.
III. Como criar ecossistemas saudáveis para as pessoas, as plantas e os
animais.
IV. Integrando nossa vontade com a água, vento, fogo, solo e plantas.
V. A linguagem da floresta aplicada no jardim, horta e agrofloresta.
VI. Reconhecimento e interação com os microclimas.
VII. O sítio como abrigo para animais silvestres numa paisagem fragmentada.
VIII. Traduzindo a percepção do ambiente em ação co-criativa.


Prazo de Inscrição:


15 de Abril, 2003. Terão preferência os candidatos que se inscreverem com
mais antecedência.


Vagas: 25 participantes


Público Alvo:
Donos de Sítios, Pequenos Agricultores, Paisagistas, Estudantes,
profissionais e pessoas interessados ou trabalhando em áreas ligadas a
Permacultura, Agrofloresta e Agricultura Orgânica.


Inscrição / Seleção:


Os interessados deverão enviar uma carta de intenções com dados pessoais
para contato (maximo uma pagina). Encaminhar pelo e-mail [email protected]
ou pelo correio:
? IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas
Caixa postal 47 ? Nazaré Paulista ? SP
Cep:12960-000 Brasil


Preço:


R$ 300,00 (trezentos reais) ou R$325,00 (trezentos e vinte cinco reais)
divido em três parcelas


Logística:


O valor de inscrição inclui hospedagem, alimentação a base de produtos
orgânicas com opção de comida vegetariana, material didático e equipamentos


Professores:


Peter Jonathan Webb (Pete), australiano, é formado em horticultura e mora
no Brasil desde 1984, onde vem trabalhando com sistemas agroflorestais e
permacultura em sítios no sul de Minas Gerais. Nos últimos 4 anos, mora em
São Paulo onde trabalha como paisagista, ***cirurgião de árvores*** e com
os
índios Guaranis.

MAIS INFORMAÇÕES

Telefone (011) 4597-1327 / (011) 97894827
E-mail [email protected] / Site: www.ipe.org.br

II Seminário Nacional: Plantações Florestais
Uma Visão Global - O Setor Florestal em debate (enfoque Eucalipto)

Promoção
Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais
Associação Mineira de Defesa do Ambiente ­ Amda (http://www.amda.org.br)
Embrapa Florestas


Data
De 07 a 09 de abril de 2003


Local
Parque Municipal Américo René Giannetti - Teatro Francisco Nunes - Belo
Horizonte -MG.

Objetivos
Difundir e debater informações científicas e opiniões sobre as plantações
florestais, sob a ótica da sustentabilidade sócio ambiental.

Público Alvo
Sociedade civil de forma geral, com enfoque específico em universidades,
Ministério Público e ONGs.


Programação detalhada e maiores informações no site do Seminário, em
http://www.amda.org.br/interna_seminario.asp

Curso Intensivo de Biossegurança com Organismos Geneticamente
Modificados - Avaliação de Riscos de Impactos Ambientais


Promoção
Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais


Apoio
Departamento de Ciências Florestais - ESALQ - USP

Coordenação
Prof. Dr. Weber Antonio Neves do Amaral ­ ESALQ/USP
Dra. Luciana Di Ciero ­ ESALQ/USP

Data - De 8 a 11 de Abril de 2003

Local - Departamento de Ciências Florestais - ESALQ/USP - Piracicaba/SP.

Introdução

Com o desenvolvimento da biotecnologia, aumentou-se o interesse e a
necessidade do entendimento dos riscos associados ao uso destas novas
tecnologias, principalmente quanto aos impactos e riscos de organismos
geneticamente modificados (OGMs), gerando uma nova área de conhecimento: a
chamada biossegurança. Os custos e benefícios da aplicação da biotecnologia
agrícola, liberações de OGMs no meio ambiente, e mais recentemente a
construção de "novos" animais, tem atraído diversas matérias na imprensa
sobre ética e opinião pública. Estas discussões ocorrem ainda
simultaneamente com a necessidade de se ter uma regulação dos assuntos
referentes a OGMs, principalmente quanto a saúde pública e meio ambiente. O
objetivo do curso proposto é integrar a teoria da biossegurança com dados
empíricos sobre impactos ambientais, dentro de metodologias e esquemas de
avaliação e gerenciamento de riscos, focalizando em aplicações do uso de
OGMs na agricultura, silvicultura e microorganismos, bem como formar massa
crítica relacionada aos assuntos ambientais, de bioética, e saúde pública
correlacionados aos OGMs. O corpo de colaboradores do curso são docentes e
profissionais da área altamente gabaritados, pertencentes à instituições de
renome do país. O curso será ministrado no período de 1 semana, com carga
horária total de 40 horas.

Objetivos

Capacitar profissionais da área de Ciências Agrárias e Florestais, Ciências
Biológicas e outros profissionais atuando em assuntos relacionados a OGMs e
a biosseguranca, sobre os riscos ambientais e etica do uso de OGMs. Fornecer
informações básicas e atualizadas sobre biossegurança e bioética, bem como
criar uma rede informal de profissionais que atuam na área para troca e
disseminação de conhecimentos.

Público Alvo

Profissionais de áreas afins, estudantes de pós-graduação, agentes
envolvidos na fiscalização de atividades envolvendo OGMs, membros de
comissões de biossegurança de empresas, Universidade e Instituições de
Pesquisa.

Corpo Docente
Prof. Dr. Weber Antonio Neves do Amaral ­ ESALQ/USP
Prof. Dra. Luciana Di Ciero - ESALQ/USP
Prof. Dr. Ernesto Paterniani ­ ESALQ/USP
Prof. Dr. Robinson Pitelli ­ FCAV/UNESP Jaboticabal
Dra. Eliana Fontes ­ CENARGEN/EMBRAPA
Prof. Dra. Tânia Maria Zucchi ­ Biociências/USP

Programação Detalhada
Biossegurança ­ histórico e conceitos gerais
· Histórico
· Definições
· Evolução das ferramentas biotecnológicas e ética
· Biosegurança e segurança alimentar: papel dos Instituições Internacionais
· Considerações Gerais
Construção de Organismos Geneticamente Modificados
· Conceitos Gerais
· Comparação entre técnicas de modificação genética e culturas convencionais
· Métodos de transformação e características de plantas transgênicas
· Diferenças entre variedades transgênicas e variedades convencionais
· Tipos de genes introduzidos (construções)
· Distribuição Mundial de Culturas Geneticamente Modificadas
Biossegurança e Organismos Geneticamente Modificados
· Conceitos Gerais
· Funcionamento dos Ecossistemas ­ Agroecossistemas
· Natureza Cibernética dos Ecossistemas e Mecanismos de Homeostase
· Importância da Diversidade e Redundância das Populações
· Impactos Diretos
· Impactos Indiretos
· Fluxo Gênico
· Poluição Genética
· Invasividade e Persistência
Avaliação de Riscos ao Meio Ambiente Associado a Liberação de Plantas de
Ciclo Curto Geneticamente Modificadas
· Definições
· Percepção de riscos
· Impactos diretos
· Impactos Indiretos
· Teoria e Modelos de Avaliação de Riscos
Avaliação de Riscos ao Meio Ambiente Associado a Liberação de Árvores
Geneticamente Modificadas
· Definições
· Diferença entre plantas agrícolas e florestais
· Riscos Potenciais
· Impactos diretos
· Impactos Indiretos
· Teoria e Modelos de Avaliação de Riscos
Liberação de Organismos Transgênicos em Centros de Diversidade
a) Introdução Geral
· O significado dos centros de diversidade
· Introgressão e fluxo gênico na evolução espécies domesticadas e selvagens
· Impacto nos recursos genéticos
· Poluição Genética
b) Invasividade e manejo de OGMs em sistemas de produção
c) Alternativas de contenção de fluxo gênico e consequências em sistemas de
produção e meio ambiente
· Introdução
· Macho-estéril
· Apomixia
· Consequências Ecoloógicas da macho-estérilidade
· Consequências Ecológicas da apomixia
Mitigação dos Impactos Ambientais
Detecção de Transgênicos ­ Teoria e Técnicas
Microorganismos Geneticamente Modificados
· Riscos Potenciais
· Avaliação dos Impactos
· Mitigação dos Riscos Potenciais
Legislação Nacional de Biossegurança
· Histórico
· Visão Geral no Mundo
· Estado da Arte no Brasil
· O papel da CTNBio
· Perspectivas Futuras
Bioética
a) Histórico - Bioética e Evolução da Ciência
b) Conceitos Gerais
c) Bioética com organismos geneticamente modificados
· OGMs e Meio Ambiente
· OGMs e o público
· OGMs e a saúde humana
· Papel das ONGs

Número de Vagas: 60

Inscrições e Maiores Informações em:
http://www.ipef.br/eventos/2003/biosseguranca.html


 

 

 

MOSTRA DAS PLANTAÇÕES FLORESTAIS

Data: 05, 06, 07, 08 e 09 de Abril de 2003.

Local: Parque Municipal Américo René Giannetti.

Horário: Sábado e Domingo - 08:00 às 17:00 horas;

Segunda, Terça e Quarta - 08:00 às 19:00 horas.

Informações: Gerais Assessoria em Comunicação Ambiental - (31)3278-3073


El Congreso Iberoamericano sobre Desarrollo y Medio Ambiente "Desafíos Locales ante la Globalización", (que se debía realizar a comienzos de noviembre) se llevará a cabo entre el 9 y12 de abril 2003, en la ciudad de Quito, Ecuador. El objetivo central del Congreso es ser un foro científico y social de discusión abierta sobre la problemática del desarrollo y el medio ambiente desde una perspectiva latinoamericana, en un contexto mundial caracterizado por la globalización económica. Los temas a tratar son: globalización, comercio y medio ambiente; evaluación y política ambiental; agroecología y agroeconomía; desarrollo local sustentable; ecología urbana; producción y medio ambiente, entre otros. Más información en www.cidma2002.org o escribiendo a [email protected]


II SEMINÁRIO NACIONAL: PLANTAÇÕES FLORESTAIS UMA VISÃO GLOBAL

O Setor Florestal em debate (enfoque Eucalipto).

www.amda.org.br (Fórum Virtual)

07,08 e 09 de abril de 2003.

Parque Municipal Américo René Giannetti - Teatro Francisco Nunes.

Belo Horizonte - MG.

Informações: (31)3291-0661; [email protected] ; www.amda.org.br (Amda)

(31)3287-5030; [email protected] (Divic Viagens e Turismo)

Objetivo geral: Difundir e debater informações científicas e opiniões sobre as plantações florestais, sob a ótica da sustentabilidade sócio ambiental.

Público Alvo: Sociedade civil de forma geral, com enfoque específico em universidades, Ministério Público e ONGs.

Programação:

1° dia - Tarde (07/04/03)

15:00 às 18:30 - Recepção, inscrições e credenciamento.

18:30 às 18:45 - Vídeo "Apresentando o Eucalipto" - Abracave.

18:45 às 20:05 horas - Abertura.

18:45 às 19:05 - Pronunciamento da Amda.

19:05 às 19:35 - Pronunciamento do Secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais - Semad - José Carlos Carvalho.

19:35 às 20:05 - Pronunciamento do Secretário de Biodiversidade e Florestas do Ministério do Meio Ambiente - João Paulo Capobianco.

20:05 às 22:00 horas - Coquetel de confraternização.

2° dia - Manhã (08/04/03)

07:55 às 08:00 horas: Sorteio de Prêmios.

08:00 às 09:30 horas: Painel: Impactos Ambientais e Sociais das Plantações Florestais.

Coordenador da mesa: José Cláudio Junqueira - Amda.

Palestrantes:

- Dr. Ronaldo Sampaio - Biocarbo - Estado da arte da produção de metais a partir de biomassa cultivada.

- Prof. Dr. Júlio César Lima Neves - SIF/UFV - Impactos do Eucalipto sobre a água e o solo.

- Prof. Dr. Millor Sabará - Unileste - Impactos do Eucalipto sobre a qualidade e quantidade de águas superficiais.

09:30 às 10:10 horas - Debate.

10:10 às 10:30 horas - Intervalo.

10:30 às 12:00 horas - Painel: Experiências Agroflorestais e Biodiversidade.

Coordenador da mesa: Sônia Rigueira - Instituto Terra Brasilis.

Palestrantes:

- Prof. Dr. José Roberto Soares Scolforo - Ufla.

- Dr. Moacir José Sales Medrado - Embrapa Florestas.

- Secretaria de Biodiversidade e Florestas - MMA.

12:00 às 12:30 horas - Debate.

12:30 às 13:55 horas - Almoço Livre.

2° dia - Tarde (08/04/03)

13:55 às 14:00 horas - Sorteio de prêmios.

14:00 às 15:30 horas - Painel: A visão da Amda, da Fundação SOS Mata Atlântica e da Fase sobre as plantações florestais.

Coordenador da mesa: José Batuíra de Assis - Abracave.

Palestrantes

- Maria Dalce Ricas - Associação Mineira de Defesa do Ambiente - Amda.

- Mário César Mantovani - SOS Mata Atlântica.

- Marcelo Calazans - Federação de Órgãos para Assistência Social e Educacional - Fase.

15:30 às 16:10 horas - Debate.

16:10 às 16:30 horas - Intervalo.

16:30 às 18:00 horas - Painel: Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (Seqüestro de Carbono).

Coordenador da mesa: Vitor Feitosa - Fiemg.

Palestrantes:

- José Domingues Gonzalez Miguez - Ministério Ciência e Tecnologia.

- Rubens Born - Vitae Civilis.

- Werner Kornexl - Banco Mundial.

18:00 às 18:30 - Debate.

3° dia - Manhã (09/04/03)

07:55 às 08:00 horas - Sorteio de prêmios.

08:00 às 09:30 horas - Painel: Usos múltiplos de Plantações Florestais: móveis, postes, dormentes, óleos essenciais, resinas, celulose, carvão, mel, madeira processada, energia, turismo, embalagens, entre outros.

Coordenador da mesa: João Paulo Melo Sarmento - Smef.

Palestrantes:

- Prof. Dr. José Tarcísio de Lima - Ufla - Processamento e aplicações da madeira de eucalipto.

- Prof. Dr. José de Castro Silva - SIF/UFV - Vantagens comparativas e competitivas da madeira de Eucalipto.

- Prof. Dr. José Otávio Brito - Ipef / Esalq - Produtos Florestais não madeireiros: uma reconquista.

09:30 às 10:00 horas - Debate.

10:00 às 10:20 - Intervalo.

10:20 às 11:50 horas - Painel: Certificação Ambiental de Plantações Florestais.

Coordenador da mesa: Rubens Cristiano Garlip - Sociedade Brasileira de Silvicultura - SBS.

Palestrantes:

- Roberto Smeraldi - Amigos da Terra.

- Virgílio Maurício Viana - Esalq / SDS Amazonas.

- Sérgio Ahrens - Embrapa Florestas - PR.

11:50 às 12:30 - Debate.

12:30 às 13:55 horas - Almoço livre.

3° dia - Tarde (09/04/03)

13:55 às 14:00 horas - Sorteio de prêmios.

14:00 às 15:30 - Painel - Plantações Florestais e Desenvolvimento Sustentável.

Coordenador da mesa: Humberto Candeias Cavalcante - IEF.

Palestrantes:

- Carlos Antônio Rocha Vicente - PNF / MMA (Programa Nacional de Florestas) - A política do MMA para o setor.

- Kleverson Ney Amaral - Produtor Rural (fomentado) - Experiências com o fomento florestal.

- Erich Schaitza - Embrapa - Serrarias móveis: Alternativa de geração de emprego e renda para pequenas comunidades.

15:30 às 16:00 - Debate.

16:00 às 16:15 - Intervalo.

16:15 às 17:15 - Painel: Recomposição de Áreas de Preservação Permanente. Resolução Conama - 303/2002.

Coordenadora da mesa: Prof. Marcelino Santos de Morais - Centro de Estudos do Meio Ambiente - Cema / Unicentro Newton Paiva

Palestrantes:

- Maria José Zackia - Ipef / Esalq.

- Maurício Mercadante - Câmara dos Deputados.

17:15 às 17:45 - Debate.

17:45 às 18:15 - Palestra - "Plantios Florestais em Outros Países". José Luiz Stape - Ipef / Esalq.

18:15 às 18:45 - Debate.

18:45 às 19:00 - Encerramento: Amda, Semad, Abracave.


INSCRIÇÕES

Até 21/03
21/03 a 07/04

Profissionais
R$ 70,00
R$ 100,00

Estudantes,

Associados da Amda e ONG's
R$ 20,00
R$ 30,00

Inscrição, mediante depósito bancário, em nome da Associação Mineira de Defesa do Ambiente - Amda. Banco do Brasil, agência 16.292, conta corrente 602574-9, até o dia 03/04. Enviar comprovante do pagamento juntamente com a ficha de inscrição para o fax (31)3291-0661 ou para [email protected] Os comprovantes de associado da Amda ou de estudante serão conferidos no ato do credenciamento.

Os membros de ONG's deverão enviar carta de apresentação da própria ONG que representam.

As inscrições serão confirmadas através de e.mail. Serão aceitas as primeiras seiscentas inscrições efetivamente pagas.

Após 03/04 as inscrições só poderão ser feitas na sede da Amda. No dia 07/04, das 15:00 às 18:30 horas, na Secretaria do Seminário no Teatro Francisco Nunes / Parque Municipal Américo René Giannetti.

SERVIÇOS

Agência Oficial:
Telefone: (31) 3287-5030
Fax: (31) 3287-4996
[email protected]

HOTÉIS CONVENIADOS
Hotéis Individual Duplo Triplo
Othon Palace Hotel **** 105,00 115,00 161,00
Merit Hotel *** 90,00 90,00 -
Financial Hotel ** 50,00 60,00 75,00
Diárias acrescidas de taxas.

TRANSPORTE AÉREO
Preços especiais para o evento

CORTESIA
Traslados: Aerporto / Hotel / Aeroprto
Na compra de serviços casados: Hotel e passagem


Estacionamento conveniado: Minas Park - Rua Goitacazes, 42 e Rua Bahia, 951.

 

Promoção: Amda, Embrapa Florestas, Ipef.

Realização: Associação Mineira de Defesa do Ambiente - Amda.

Patrocínio: IEF, Unicentro Newton Paiva.

Apoio: SIF, Ufla, Crea/MG, SBS, Ipaam/Amazonas, SOS Mata Atlântica, Smef, Smea, Bracelpa, Abracave.

 

FICHA DE INSCRIÇÃO

Nome completo:_________________________________________________________

Instituição / Empresa:____________________________________________________

Cargo:_________________________________________________________________

Endereço:_______________________________________________________________

Cep: ________________ Cidade:________________________UF: ________________

Fone:(__)____________ Fax: (___)_____________E-mail:_______________________

Como soube do evento? ( ) Internet ( ) Imprensa ( ) Cartaz ( ) Folder ( ) Outros


Congresso ibero-americano sobre desenvolvimento e Meio Ambiente

Período:9-12 de abril de 2003

Local: Quito - Equador

Pagina web: www.cidma2002.org ou atraves do e-mail: [email protected]

IV Congresso Internacional de Ordenamento do Território,
Zaragoza (Espanha) nos dias 2, 3 e 4 de Abril de 2003
http://www.ciot2003.org/
Informações adicionais: IV Congresso Internacional de Ordenamento do Território

JOSÉ CARLOS FERREIRA

Departamento de Ciências e Engenharia do Ambiente (DCEA)

Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT)

Universidade Nova de Lisboa (UNL)

Campus da Caparica, 2829-516 Caparica

Tel (++351) 21 294 83 00 / 21 2949664 ext 10169

Fax (++351) 21 294 85 54

email: [email protected]

url: http://got.dcea.fct.unl.pt


==============================
IGP - Instituto Geográfico Português
Centro p/ a Documentação e Informação
Rua Artilharia Um, 107
1099-052 LISBOA
Tel: (+351) 21.381.96.00 / 55; Fax: (+351) 21.381.96.99
http://www.igeo.pt
email:[email protected]
===============================

 

 

 

Fevereiro

  • CURSO DE DIFUSÃO - ETNOCONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE
    Estamos abrindo hoje as pré-inscrições que irão até 10 de fevereiro.
    Atenção: as datas para envio de pré-inscrição, seleção e inscrição foram alteradas. Confira na ficha de inscrição ou no informe III. (anexo)
    Atenciosas Saudações.
    Márcia Nunes"NUPAUB" <[email protected]>
    NUPAUB - USP
    Rua do Anfiteatro, 181 - Colméia - favo 6 - Universidade de São Paulo
    05508-900 - São Paulo - SP / Fone: (11) 3091-3142/3091-3089 / FAX: (11) 3813-5819 e 3091-3142
    Site: www.usp.br/nupaub


  • V Curso de Especialização em Manejo do Solo - Piracicaba, SP

A Aliança para a Conservação da Mata
Atlântica e o Critical Ecosystem Partnership
Fund têm o prazer de convidar para o lançamento do
Programa de Incentivo às Reservas Particulares do
Patrimônio Natural - RPPNs da Mata Atlântica.
O evento será realizado na Escola Nacional deBotânica Tropical do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, na Rua Pacheco Leão, 2040,
no dia 4 de fevereiro de 2.003, a partir das 10:30 hs

  • Curso de Caprinocultura - Manejo


    Aula teórica e prática

    Dias: 3 a 6 de fevereiro de 2003

    Local: Departamento de Zootecnia da UFRPE

    Inscrições e informações: Telefone: (81) 3302.1559


Febrero 12 y 13 de 2003
Docente: Dr. Michel Tapiero, MBA, CITP, Cooperante canadiense para el Gobierno de Bolivia, Especialista en Comercio Internacional por la Universidad Carleton de Ottawa, Máster por la Universidad de British Columbia. Ver Currículum Vitae
Organizan: CEBEM, CESO/SACO de Canadá
Lugar: CEBEM, Ave. Ecuador 2330 esq. Rosendo Gutiérrez
Horario: 18:00 a 21:00
http://www.cebem.org/boletin/cur_bol31.htm

CURSO: AGRICULTURA ORGÂNICA - FUNDAMENTOS E TÉCNICAS DE PRODUÇÃO

Este é um Curso de Extensão, oferecido pela FACULDADE DE ENGENHARIA AGRÍCOLA da UNICAMP, destinado a técnicos, profissionais, agricultores e demais interessados, cuja atividade esteja voltada para uma agricultura ecológica, saudável e sem venenos.

Objetivo: Permitir o aperfeiçoamento tecnológico de técnicos, agricultores e demais interessados, nos conceitos, princípios, procedimentos do sistema de cultivo orgânico, de tal forma que dotados de sólidos conhecimentos em agricultura orgânica, possam atuar na implantação, manutenção e certificação de cultivos orgânicos.

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS: FEG.627 - Nutrição de Plantas e Adubação Orgânica - 40 h /FEG.628 - Implantação de Cultivos Orgânicos - 64 h/ FEG 629 - Proteção de Plantas - 40 h /FEG. 630 - Certificação Orgânica e Sistema de Cultivo - 56 h

Certificação Orgânica: Bases, Conceitos e Fundamentos da Agroecologia; Ramos da Agroecologia; Princípios da Agricultura Orgânica, Normas de Produção Orgânica; Processo de Certificação; Critérios e Normas das certificadoras; Procedimentos de Vistorias e Inspeções.

Implantação de Cultivos Orgânicos: Princípios e Fundamentos do Sistema Orgânico; Planejamento de cultivos anuais e perenes; Fases da implantação/conversão; Manejo do solo; Máquinas e equipamentos; Preparo do solo; Rotação de Cultivos e Biodiversidade, Condução do cultivo orgânico.

Nutrição de Plantas e Adubação Orgânica: Fundamentos e Princípios; Teoria da Trofobiose; Normas para nutrição e adubação; Recuperação e Manejo do solo; Adubos minerais e orgânicos; Alternativas para a adubação; Cálculo da Adubação; Preparo de adubos orgânicos, compostos e biofertilizantes.

Proteção de Plantas: Princípios e Fundamentos;. Normas para a proteção de planta; Medidas Auxiliares de Proteção de Plantas; Fertiprotetores de plantas: caldas bordalesa, viçosa e sulfocálcica; Métodos alternativos para proteção de plantas; Controle Biológico; Fitoprotetores de plantas: extratos de plantas; Uso de produtos naturais; Preparo de defensivos alternativos e naturais; Recomendações para o alternativo e natural.

Corpo docente: Prof. Dr. Antonio Carlos de Oliveira Ferraz- Unicamp/Feagri; Engº. Agrº. (Dr.) Silvio Roberto Penteado-Cati-SAA-SP e outros professores envolvidos com a produção agroecológica e orgânica

Método de ensino: aulas teóricas na Unicamp/Campinas. Aulas práticas de campo em propriedades orgânicas. Apostilas completas, fornecidas pela Universidade (incluídas no valor pago); seminários, palestras, trabalhos de casa, dinâmica de grupo, realização de projetos de implantação.

Carga Horária Total : 200 horas

Horário : sábados alternados (cada 15 dias), das 8h às 18h

Vagas por Turma: 30 ( no mínimo). O curso de extensão deverá estar aberto para várias turmas. Iniciando uma turma, poderá haver inscrição para nova turma, com início 2 a 3 meses após.

Início das aulas: O início das aulas ocorrerá quando completar o número mínimo de alunos (30).

Inscrições/ e Informações: Secretaria de Extensão/FEAGRI Fone: (0xx19) 3788-1088 Fone/fax: (0xx19) 3788-1084 Fax: (0xx19) 3788-1010 e-mail. [email protected] http://www.agr.unicamp.br ou www.agrorganica.com.br End.: Cidade Universitária "Zeferino Vaz", s/n Barão Geraldo - Campus da UNICAMP 13083 - 970 - Campinas/SP

Documentos Necessários: É obrigatória a entrega de cópias do: o RG; o Comprovante de conclusão do 1º grau o Comprovante de pagamento, no caso dos mesmo ser realizado por depósito bancário; o CPF

V Curso de Especialização em Manejo do Solo

OBJETIVOS
- Fornecer as informações necessárias para que possa manejar adequadamente
os solos
- Promover um intercâmbio de conhecimento entre profissionais ligados aos
setores de pesquisa e produção agropecuária


PROMOÇÃO: Departamento de Solos e Nutrição de Plantas, Escola Superior de
Agricultura "Luiz de Queiroz" ­ ESALQ/USP.
- Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz ­ FEALQ


LOCAL: Departamento de Solos e Nutrição de Plantas, ESALQ/USP, em Piracicaba, SP

PÚBLICO ALVO: Profissionais graduados em Engenharia Agronômica ou outros profissionais
de nível superior.


CORPO DOCENTE - Professores do Departamento de Solos e Nutrição de Plantas da ESALQ/USP e especialistas convidados.


COORDENAÇÃO GERAL
- Prof. Dr. Luís Reynaldo Ferracciú Alleoni.
- Prof. Dr. Luís Ignácio Prochnow


AULAS/CARGA HORÁRIA
- Sextas-feiras (19:30 ­ 22:30 h) e sábados (08:00 ­ 12:00 h e das
13:30 ­17:30 h) em 20 finais de semana alternados.
- 360 Horas

PERÍODO
- Fevereiro a novembro de 2003

NÚMERO DE VAGAS
- 70 (setenta)

FORMA DE PAGAMENTO
- Matrícula R$ 95,00 (deverá ser paga no ato da inscrição) + 12 parcelas de
R$ 295,00 (deverão ser pagas mensalmente)

INSCRIÇÃO
- Enviar comprovante de pagamento da matrícula, Curriculum vitae resumido
(máximo duas páginas), xerox do Diploma de graduação e a ficha de inscrição
preenchida à FEALQ ­ Av.Carlos Botelho, 1025, 13416-145 Piracicaba, SP ­
Fone: (19) 3417-6604, FAX (19) 3422-2755.
- Anexar cheque nominal ou cópia xerox do depósito bancário em nome da
Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz ­ FEALQ (Banco do Brasil, Ag.
3384-7, c/c 4.008-8).

INFORMAÇÕES ADICIONAIS
- FEALQ - Fundação de Estudos Agrários Luiz de Queiroz/Centro de Difusão de
Tecnologia - At.Sra.Maria Eugênia G.de Miranda Lorena
Av.Centenário, 1080 ­ Jardim Europa
13416-000 Piracicaba, SP
Tel.:(19) 3417-6604
Fax: (19) 3422-2755
E-mail: [email protected]
http://www.ciagri.usp.br/~lsn/cursorot.htm

 

VIII Curso de Implantação de Programas de Verticalização da Pequena Produção Familiar
BRASIL UF : DISTRITO FEDERAL
Cidade : BRASILIA
Descricao do evento: O referido curso tem como objetivo a capacitação de profissionais e gestores para o trabalho com agroindústrias de base familiar, conforme a experiência do PROVE, Programa implantado pela Secretaria da Agricultura do Distrito Federal de 1995 a 1998. Inclui em seu conteúdo programático os temas: Construção da Cidadania; O PROVE Como Fator de Inclusão Social; Políticas Públicas e Desenvolvimento Local; Fontes Financiadoras; Oficina de Planejamento Estratégico e Situacional para a Implantação de Agroindústrias Familiares; Legislação Sanitária e Inspeção; Legislação Tributária; Controle de Qualidade; Marketing; Comercialização; Visita à agroindústrias.
Home Page do evento: http://www.prove.org.br
Taxa de inscrição : 450.00
Realização : APROVE
Contato :
E-mail : [email protected]
Telefone : (61) 2744293
Fax : (61) 2744293
Data Início: 17/02/2003
Data Término: 21/02/2003

 

CURSO TEMÁTICO EDUCAÇÃO AMBIENTAL : TRILHAS, VIVÊNCIAS & EXPERIÊNCIAS

Período: 19, 20 e 21 de fevereiro/2003

Carga horária total: 16 horas

Docente responsável: Profa. Dra. Solange T. de Lima Guimarães

Local de inscrição: CEA/UNESP CEA/UNESP,

Av. 24-A, 1515 - Bairro Bela Vista Rio Claro (SP)

tele: 019 3534 0122

Período de inscrição: 20 de janeiro a 15 de fevereiro/2003

Taxa de inscrição:

Professores de 1o e 2o graus : R$ 75,00 (com apresentação de documento comprobatório)

Acadêmicos: R$ 75,00 (idem)

Técnicos de instituições públicas de pesquisa: R$ 75,00 (idem)

Outros profissionais interessados: R$ 150,00

Local de realização: CEA/UNESP, Rio Claro, SP

Conteúdo Programático:

Dia 19/02/03, das 14h00-18h00:

(1) Fundamentos de Cognição, Percepção e Interpretação Ambiental aplicada à EA Ambiental informal:

(2) Valores, atitudes e condutas ambientais individuais e coletivos;

(3) Atividade de Sensibilização.

Dia 20/02/03, das 08h00-12h00:

(1) Trilha Interpretativa

Dia 20/02/03, das 14h00-18h00:

(2) Dinâmicas de Grupo

Dia 21/02/03, das 8h00-12h00:

(1) EA na Perspectiva de Programas de Educação para a Paz e Programas de Educação Global

(2) Atividade de Sensibilização

: professores de 1o e 2o graus; acadêmicos de áreas afins; profissionais liberais; técnicos de institutos públicos e privados de pesquisa; monitores e educadores ambientais; guias turísticos, guarda-parques; etc.

 

II CURSO ECOLOGIA CUANTITATIVA

INFORMES E Inscrições

Escuela de Post Grado
Teléfono 349-5647, Anexo 209, Telefax 349-5678
E-mail: [email protected]
http://www.lamolina.edu.pe

Curso de Capacitação Profissional em Agricultura Sustentável

Programa

Programa:

Módulo I:

Conceituação, Preceitos e Práticas Fundamentais na Agroecologia

Origens e desenvolvimento da agricultura

Princípios de agroecologia

Agricultura indígena

Manejo ecológico do solo

Manejo dos recursos hídricos

Saúde e produção animal

Manejo de pragas e doenças

Permacultura e agroflorestas

Olericultura

Plantas medicinais

Módulo II:

Manejo Ecológico de Unidades de Produção

Apicultura

Produção de aves, suínos e gado de leite

Piscicultura

Fruticultura

Manejo da paisagem biológica

Recuperação e etnologia da paisagem

Produção extensiva e intensiva

Pastoreio Voisin

Módulo III:

Manejo de Grandes Lavouras e Políticas de Desenvolvimento Rural Sustentável

Produção de grão e grandes lavouras

Processamento de alimentos e políticas públicas

Legislação, certificação e comercialização

Sociologia e economia

Segurança do trabalho

Pesquisa, ensino e extensão

Administração de conflitos e metodologias participativas

Datas dos Encontros:

Módulo I : 05. - 11.05.2002

Módulo II: 08. - 14.09.2002

Módulo III: 08 - 15.03.2003

Informações: [email protected]

 


XI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto

Local: Belo Horizonte- MG

Período: De 5 e 10 de abril de 2003

Maiores informações: http://www.ltid.inpe.br/sbsr2003

V Encuentro de Agricultura Orgánica

La Habana, Cuba, 27 al 30 de mayo de 2003

 

V Encuentro de Agricultura Orgánica y la Asociación Cubana de Técnicos Agrícolas y Forestales (ACTAF), tienen el placer de invitarlo a participar en este evento que sesionará en el Palacio de Convenciones de La Habana, Cuba.

Este V Encuentro que celebraremos del 27 al 30 de mayo del 2003, tendrá como principal enfoque el análisis de los logros alcanzados por la agricultura ecológica en el empeño de transformar el medio rural, sobre bases que garanticen la seguridad alimentaria actual y futura de la sociedad.
Este evento propiciará un intercambio fraterno de experiencias y conocimientos entre agricultores, investigadores, docentes y decisores de las políticas agrarias en nuestros países, en aras de lograr una agricultura sostenible en armonía con la Naturaleza y la Sociedad.

Su contribución será altamente significativa y haremos todo lo posible para que disfrute la estancia en nuestro país.
¡Nos vemos en el V Encuentro!.

Fraternalmente.

Dr. Ricardo Delgado Díaz.
Presidente.
Comité Organizador


Objetivo

Conocer e intercambiar experiencias de agricultura ecológica a partir de su impacto en la seguridad y la soberanía alimentarias y su papel en el desarrollo rural y agrario.

Temáticas

- Sistemas integrados de producción y manejo de los recursos naturales.
- Tecnologías apropiadas para una agricultura con base agroecológica.
- Contribución de la agricultura urbana al desarrollo humano sostenible.
- La investigación participativa, la capacitación y la extensión en la formación de una cultura agroecológica.
- Agricultura orgánica: Comercio y seguridad alimentaria.
- Ambiente, economía, sociedad y soberanía alimentaria.
- Agricultura orgánica: Ambiente y salud.

Exposición asociada

Paralelamente al V Encuentro de Agricultura Orgánica se desarrollará EXPORGANICA 2003,
ocasión en la que productores, instituciones académicas, empresas y firmas especializadas nacionales e internacionales dispondrán de un espacio excepcional para exponer sus
resultados y experiencias.

Los interesados podrán dirigirse a:

Violeta Rodríguez.
Especialista en Exposiciones Asociadas.
Palacio de las Convenciones.
Teléfonos: (537) 2260 11 al 19 extensión 1504.
Fax: (537) 228382 / 287986 / 283470
E-mail: [email protected]

Programa profesional

El Programa Profesional del V Encuentro de Agricultura Orgánica comprenderá Conferencias Magistrales, Mesas Redondas y Talleres. Las presentaciones se realizarán de forma oral o cartel.
Se desarrollarán el I Simposio Internacional "La Educación Superior y el Desarrollo Rural y Agrario" y el I Simposio Internacional "Agroquímicos, Ambiente y Salud".
Está prevista la realización de actividades pre-evento (20-25 mayo) que incluye un PROGRAMA DE GIRAS, dirigido a lugares de interés científico-técnico y productivo como faros agroecológicos, centros docentes, organopónicos, proyectos de desarrollo comunitarios y otras experiencias.
Actividades post-evento (2-6 junio): Se desarrollarán los CURSOS, "Diseño y manejo de sistemas agrícolas tropicales", "Producción de alimentos ecológicos" y "Certificación y comercialización de productos orgánicos", que tendrán como objetivo fundamental contribuir
a la actualización y profundización de los conocimientos agroecológicos.

Envío y presentación de trabajos

Los resúmenes de los trabajos internacionales deberán ser enviados antes del 30 de noviembre del 2002, por correo electrónico y dirigido a MSc. Nilda Pérez Consuegra, Secretaria Científica a la dirección electrónica: [email protected] con copia a Lic.Eduardo Martínez Oliva, Secretario Ejecutivo [email protected]

Los resúmenes de los trabajos nacionales deben ser entregados impresos y en disquetes antes del 15 de diciembre del 2002 a los Presidentes Provinciales de la ACTAF.

Los resúmenes de los trabajos no deben exceder de 500 palabras y se elaborarán de acuerdo a las siguientes especificaciones.

Título: Letra Arial 12 puntos, centrado y en negritas.
Datos del autor(es): Nombres y apellidos del autor(es) en negritas y cursiva. Subrayar el nombre del autor principal.
Nombre de la institución, dirección, teléfono, fax, correo electrónico del autor principal y filiación de los coautores.
País (en negritas)
El texto se elaborará en letra Arial 11 puntos y a espacio de 1.5.

El Comité Técnico informará la aceptación de los trabajos y modalidad de presentación antes del 28 de febrero del 2003.

Posterior a su aprobación, el autor principal deberá enviar el trabajo completo a MSc. Nilda Pérez Consuegra, Secretaria Científica a la dirección electrónica: [email protected] con copia a Lic.Eduardo Martínez Oliva, Secretario Ejecutivo a [email protected], antes del 15 de marzo del 2003 y una carta especificando la persona que se responsabilizará con la presentación del trabajo, durante las sesiones del evento. El texto podrá tener una extensión máxima de 5 páginas, incluidos gráficos y tablas. Se utilizará WORD 6.0 o versión superior, asegurándose que el documento elaborado cumpla con los siguientes requisitos:

Letra fuente: Arial 11 puntos.
Texto: Justificado
Márgenes: 2.5 cm.
Formato hoja: 8½ " x 11"
Espacio: 1.5

Al enviar los trabajos, los autores deben solicitar al Comité Organizador los medios audiovisuales que requiera para su exposición.

Los medios audiovisuales serán manipulados directamente por el expositor.

Los medios audiovisuales deben ajustarse a las siguientes especificaciones:

Diapositivas 35 mm.
Videocasetes VHS (en cualquier norma).
Presentaciones en POWER POINT.
Retroproyección.

Las diapositivas y videocasetes que acompañan los trabajos serán entregados por los propios ponentes en la Oficina de Recepción de Medios (ubicada junto al Buró de Información no. 1 del Palacio de Convenciones de La Habana). Las diapositivas serán colocadas en carruseles para las distintas sesiones y podrán ser proyectadas al ponente antes de su presentación, para que éstos comprueben el orden y colocación adecuadas. De no recibirse estos medios en el Buró de Informaciones, los mismos no se aceptarán en las salas de trabajo. Su devolución se hará después de su presentación o al día siguiente.

Las presentaciones en POWER POINT deben ajustarse a los siguientes requisitos:

Presentaciones en CD, disquetes de 3.5", soportes para IOMEGA ZIP de 100 MB.
Presentaciones compactadas en WINZIP versión 8.0 (o inferior) ó WINRAR versión 2.5 (o inferior).
Las aplicaciones que necesitan programas asociados deben venir con las instalaciones de los mismos.

Idioma de Trabajo

El idioma oficial del V Encuentro de Agricultura Orgánica será el español. Se ofrecerá interpretación simultánea sólo en las sesiones centrales en idioma inglés.

Cuota de Inscripción: 200.00 USD.
Derecho por concepto de Inscirpción: Participación en las actividades científicas y sociales del V Encuentro de Agricultura Orgánica, credencial, Programa Científico, Libro Resumen y certificados de participación.


ACTAF
Asociación Cubana de Técnicos Agrícolas y Forestales
Eduardo Martínez Oliva
E-mail: [email protected]

 

 

 

 

Março

Curso Commodities Ambientais para o Sul da Bahia

CONVITE

A Prefeitura Municipal de Buerarema, a FTC - Faculdade de Tecnologia e Ciências, com participação da UPB - União das Prefeituras da Bahia, Amurc, Fundação Somesb, Fundação Ecológica Poturú, Ong's Regionais, CONVIDAM esta Instituição para participar do evento de lançamento do Curso: "COMMODITIES AMBIENTAIS PARA O SUL DA BAHIA", no Auditório da FTC - Itabuna, no dia 18 de março às 16:00h, com as presenças do Secretário de Meio Ambiente do Estado da Bahia - Dr. Jorge Khoury e o Presidente da Fundação SOMESB - Dr. Waldeck Ornellas.

Os valores ambientais do Sul da Bahia

Tema 1: Os ativos econômicos ambientais que predominam no eco-sistema mata atlântica.

Palestrantes: Dr. Durval Olivieri - Superintendente de Desenvolvimento Florestal da Bahia

Tema 2: Tendência no mercado internacional das commodities ambientais - o Sul da Bahia redescobrindo suas potencialidades.

Palestrantes: Dra. Amyra El Khalili - Coordenadora da BECE e rede CTA de Comunicação

Tema 3: Apresentação da equipe de coordenação do Projeto Chocolate Verde - Uma Proposta para o Sul da Bahia

Obs.: nos dias 19 e 20 de março ocorrerá o curso, com limite de vagas definidas (50). Não há mais vagas para o Curso. Maiores informações e inscrições para a Conferência pelo telefone (73) 237-1336.

Erlon Botelho - email:[email protected]

 

Curso EIA/ RIMA - Estudo de Impacto Ambiental / Relatório de Impacto Ambiental
Data/ hora: 26 de Março de 2003 - quarta-feira
08:00 as 12:00 h
14:00 as 18:00 h
27 de Março de 2003 - quinta-feira
08:00 as 12:00 h
14:00 as 18:00 h
28 de Março de 2003 - sexta-feira
08:00 as 12:00 h
14:00 as 18:00 h

Local: Auditório do CREA Regional de Curitiba
Rua Dr. Zamenhof, 35 - Alto da Glória
Curitiba - Paraná.

Instrutor: Prof. Dr. Engº. Agrº. CLEVERSON V. ANDREOLI

Síntese Curricular: Prof. Dr. Engº. Agrº. CLEVERSON V. ANDREOLI
O Engo Agro Cleverson V. Andreoli é Mestre em Agronomia e Doutor em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é professor do Departamento de Solos da UFPr, responsável pelas disciplinas de Recursos Naturais Renováveis no curso de Agronomia e de Manejo Integrado de Bacias Hidrográficas no Mestrado. É professor da disciplina de Gestão Ambiental da FAE/CDE Business School.

É também engenheiro da SANEPAR, onde coordena dois programas interdisciplinares de pesquisa, na área de reciclagem de resíduos e de gestão de mananciais. Participou da elaboração da proposta de gestão ambiental da Companhia e da implantação do sistema de gestão ambiental do sistema de Foz do Iguaçu, que foi certificado pela norma ISO 14.000. É ainda coordenador da rede nacional de pesquisas do Programa de Saneamento Básico - PROSAB/FINEP - Tema 04 sobre disposição final de lodo de esgoto, que envolve as Universidades mais destacadas no tema no Brasil.

Desempenhou o cargo de Superintendente da SUREHMA (agência ambiental do Paraná) e foi também fundador e Presidente do NIMAD da Universidade Federal do Paraná quando foi criado o Programa de Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento da UFPr, em cooperação com Universidades Francesas. Foi presidente da Associação Brasileira de Entidades de Meio Ambiente - ABEMA, entidade que congrega todas as agências ambientais dos estados brasileiros e da Seção Brasileira da International Association for Impact Assessment. Foi ainda representante do Paraná no Conselho Nacional de Meio Ambiente, de onde recebeu uma moção de reconhecimento pela defesa da causa ambiental brasileira, aprovada por unanimidade de seus 54 membros.
Sua produção cientifica é representada por cerca de 100 artigos científicos publicados, além da publicação de oito livros técnicos nas áreas de gestão ambiental e gerenciamento de resíduos e de quatro livros infantis de educação ambiental. Tem 16 anos de experiência na coordenação de projetos interdisciplinares e interinstitucionais de pesquisa. Foi ganhador do "Prêmio FINEP de Inovação Tecnológica" no ano de 1.999.

Professor de cursos de especialização na área de meio ambiente na Universidade Federal do Pará, na PUC - MG, na PUC - PR, na Universidade Tuiuti, na Universidade Estadual de Ponta Grossa e no SENAI/CETSAM, já tendo ministrado cursos na Universidade do México, na Colômbia e Seminário na Ohio State University. Foi duas vezes Paraninfo e um vez nome de Turma, além de ser professor homenageado em doze turmas de formandos em agronomia e de uma de especialistas em Saúde Pública.

Realizou diversas consultorias para entidades internacionais como o PNUMA - Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente e para o PNUD - Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento na área de gestão ambiental e para a FAO na área de gestão de recursos hídricos. Para Empresas de Saneamento de Tocantins e Espírito Santo na área de gestão de resíduos e para Secretarias de meio ambiente de Vitória, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul na área de gestão ambiental e avaliação de impacto ambiental. Prestou consultorias ao IBAMA na área de gestão ambiental e licenciamento ambiental nos estados do Sul e São Paulo.

Participou de programas de cooperação técnica internacional na área de disposição final de lodo de esgoto, com duas visitas a França junto a empresa Agrodevelopmment (dois meses) e uma aos Estados Unidos na Ohio State University (dois meses) e participou de seminários na França, Estados Unidos, Grécia, Uruguai, Chile, Argentina e República Dominicana. Proferiu 17 palestras em eventos internacionais e em mais de 90 eventos nacionais.

Objetivo:
Desenvolver uma visão crítica frente aos problemas ambientais e qualificar os participantes a atuar e gerenciar equipes multidisciplinares na elaboração de estudos de impacto ambiental (EIA/RIMA).

Público Alvo:
Profissionais das áreas de Engenharia, Arquitetura, Direito, Meio Ambiente, Sanitaristas, e outros.

Conteúdo Programático:

1º Dia
Período da Manhã:
§ Evolução do planeta e formação da biodiversidade
§ Impactos ambientais planetários e suas conseqüencias
§ Meio ambiente e desenvolvimento
Período da Tarde:
§ Sistema de gestão ambiental
§ Evolução da gestão ambiental no Brasil
§ Legislação ambiental
§ EIA no sistema de licenciamento ambiental

2º Dia
Período da Manhã:
§ Histórico da avaliação de impacto ambiental<o:p></o:p>
§ Objetivos e estrutura do EIA e do RIMA<o:p></o:p>
§ O processo institucional de avaliação de impacto ambiental<o:p></o:p>
Período da Tarde:
§ A aplicabilidade do EIA
§ Elaboração de termos de referência
§ Estruturação de equipes multidisciplinares
§ Leitura orientada resolução 001/86 CONAMA
§ Discussão

3º Dia
Período da Manhã:
§ Diagnóstico ambiental
§ Análise de impactos
§ Definição de medidas mitigadoras
§ Programa de monitoramento
Período da Tarde:
§ Prognóstico ambiental
§ Elaboração do RIMA
§ Avaliação do curso
§ Encerramento - entrega de certificados.

Carga Horária: 24 horas/ aula

Incluso:
· Material didático;
· Coffee breaks;
· Certificado de participação.

INVESTIMENTO:
Até 18 de março: R$ 280,00
Após 18 de Março: R$ 300,00
*Desconto de 10% para profissionais sócios de entidades filiadas a FEAPAR e estudantes.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:

FEAPAR - Federação das Associações de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Estado do Paraná
c/ Ana ou Mirian
Fone: (41) 322 3194 / (41) 225 4124
E-mail: [email protected]
Curitiba - PR
PROMOÇÃO: CREA/PR / FEAPAR / IEP


Curso "Gestión sostenible del agua: un nuevo concepto de calidad ambiental"

Organizado por Bakeaz y subvencionado por el Gobierno Vasco, este curso se desarrollará en Bilbao durante los días 20, 26 y 27 de marzo y 2, 3 y 9 de abril. En él se aboradarán los siguientes temas: La nueva cultura del agua en España y el Plan Hidrológico Nacional; Modelos de planificación y gestión del agua; Los sistemas de abastecimiento urbano: la eficiência del agua en las ciudades; Política ambiental y de recursos hídricos en la legislación europea; Los sistemas de abastecimiento urbano en el País Vasco; y Las cuentas medioambientales del agua en el País Vasco

Más información e inscripciones: Bakeaz Tel: 94 4790070

[email protected]

Curso de Pós-Graduação em Cafeicultura Orgânica
Data: Inscrições até 13/03
Áreas Temáticas: Iniciação Científica / Estatística e Experimentação Agrícola / Fisiologia Vegetal / Agricultura Orgânica / Agrossilvicultura / Controle Alternativo de Pragas e Doenças do Cafeeiro / Metodologias Participativas de Desenvolvimento Rural / Manejo de Microbaciais / Controle da Poluição / Cafeicultura Orgânica / Administração Rural de Propriedades Orgânicas / Planejamento, Marketing e Comercialização de Café Orgânico / Metodologia de Ensino Superior.
Instituição: ESACMA - Escola Superior de Agricultura e Ciências de Machado
Contatos: Tel: (35) 3295-3578 / [email protected] / http://www.fem.com.br/posgrad/pos-cafe-organico.htm

  • VI SEMINÁRIO SOBRE HOMEOPATIA NA PRODUÇÃO ORGÂNICA

Nos dias 29 e 30 de março de 2003, o Grupo Amaranthus com o apoio da Universidade Federal de Viçosa - UFV, estará realizando no Anfiteatro do Pavilhão da Engenharia da ESALQ - Piracicaba-SP, o "VI Seminário sobre Homeopatia na Produção Orgânica".
Este evento visa divulgar a homeopatia, tanto vegetal como animal, representando uma ferramenta que auxilia a produção orgânica. Pretendemos também ampliar a discussão sobre as formas naturais de manejo, baseado no resultado que a homeopatia vem mostrando e na vontade dos consumidores por produtos saudáveis, de qualidade e que não agridam o ambiente.
Fomentaremos, portanto, a utilização do conceito e da prática da sustentabilidade e de um manejo ecológico tão necessário na agricultura, já que a homeopatia está ligada à produção orgânica embasada nesses ideais.
As palestras planejadas terão como tema: princípios da homeopatia, experimentos com homeopatia em plantas, homeopatia animal, introdução à homeopatia vegetal e preparados biodinâmicos.


PROGRAMAÇÃO

Sábado 29/03/03
07:30 - 08:30 Inscrições
08:30 - 09:00 Abertura
09:00 - 12:00 Introdução à Homeopatia (Prof. Antonio Lobão)
13:30 - 16:00 Homeopatia vegetal (Prof. Vicenti Casali)
16:00 - 16:15 Café
16:15 - 18:00 Preparados Biodinâmicos (Déborah Castro)

Domingo 30/03/03
08:00 - 09:45 Mecanismos de Atuação dos Medicamentos Homeopáticos em Plantas (Carlos Bonato)
10:00 - 11:00 Experimentos com Homeopatia Vegetal (Fabrício Rossi)
11:00 - 12:00 Estruturação de Solventes (Maria Eugenia Porto)
13:30 - 15:30 Transmutação com Baixa Energia (João Ávila)
15.30 - 15:45 Café
15:45 - 18:00 Homeopatia Animal (Dra. Maria do Carmo Arenales)
18:00 - 18:30 Encerramento

 

 

 

 


INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

 

Inscrição na Poupança:
Banco do Brasil
Agência: 0056-6
Número: 25.244-1
Nome: Priscila Terrazzan

Valor da inscrição:
- R$ 20,00 estudantes de graduação antecipadamente (até 28/03), na hora R$ 30,00.
- R$ 30,00 demais antecipadamente (até 28/03), na hora R$ 40,00.

Por favor, enviar o comprovante de depósito junto com nome e e-mail pelo fax: (19) 3432-3772, ou entregue-o no dia.
Atenciosamente,


Grupo de Agricultura Orgânica Amaranthus
(19) 9155-4023 ou (19) 3426-5978 - Jacqueline
(19) 9754-0729 ou (19) 3435-1706 - Rogério
http://www.agroecologia.com.br/amaranthus
[email protected]
[email protected]

 

 


O SASOP, com o apoio do STR, Articulação Sindical, Rede de Mulheres e IDT e da AS-PTA (Projeto Plantas Nativas), estará promovendo em Remanso o III SEMINÁRIO DE VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE LOCAL NA AGRICULTURA FAMILIAR. Nosso objetivo é promover intercâmbio entre agricultores, agricultoras e seus assessores diretos. As experiências a serem apresentadas serão nas temáticas de Produção (vegetal, animal), Beneficiamento, Comercialização, Cultura, Organização e Gênero. Gostaríamos de esclarecer que os agricultores e agricultoras é quem devem apresentar suas experiências.

Neste ano, realizaremos a Feira da Diversidade Local. Nossa intenção é que este espaço seja de mostras, de trocas, de vendas, de encontros etc. Por isso pedimos que tragam sementes locais, artesanatos, banners, livros, e o que mais acharem apropriado para tal feira.

Os trabalhos deverão ser apresentados da forma que for melhor para os expositores e expositoras. Por exemplo, apresentação oral, cartazes, amostras, transparências, diapositivos, maquetes, demonstrações ao vivo e outras. Para organizar melhor o evento gostaríamos que fosse enviado um pequeno resumo explicando o que é o trabalho e qual será sua forma de apresentação, bem como um pequeno parágrafo falando sobre o apresentador ou apresentadora (nome, comunidade, se é de associação, STR, CPT, etc.), para que nós possamos preparar as melhores condições para o seminário.

Precisamos saber o mais rápido possível se os agricultores e agricultoras com os quais vocês trabalham teriam interesse de fazer algum tipo de apresentação.

O seminário acontecerá no clube SKALA, dos dias 14 a 16 de março, com início no dia 14, às 19:00 h, com apresentação cultural. Devido às longas distâncias, pedimos as pessoas que se programem para chegar no dia 14.

Estamos pensando em algumas atividades, para as pessoas que chegarem mais cedo. Além disso, também pedimos a estas pessoas que ao chegarem levem seus produtos ao local da Feira da Diversidade Local.

Também estamos esperando novos talentos que possam animar e iluminar as noites do nosso encontro.

Esclarecemos que os custos de alimentação e hospedagem serão assumidos por nós e os custos com deslocamento por conta das suas organizações.

Maiores Informações: Ana Paula FerreiraSASOP Socorro SantosRede de Mulheres
Contatos por Tel. 74 535 0093 / 535 1548 e-mail: [email protected]
[email protected]

CURSO DE GUÍAS ECOLÓGICOS
Bogotá Formar guías pedagógicos que acompañen a grupos de caminantes o excursionistas.
Fecha del Evento: Marzo 30 a Junio 2 de 2003
Contacto: Fundación Ecológica y Ambiental Creación

CONGRESSO DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE ARBORICULTURA
ARBORICULTURA URBANA EM PORTUGAL: EVOLUÇÃO E TENDÊNCIAS
6 a 8 de MARÇO DE 2003

http://www.sparboricultura.pt

VI Seminário sobre Homeopatia na Produção Orgânica
Data: 29 e 30/03
Temas: princípios da homeopatia / experimentos com homeopatia em plantas / homeopatia animal / introdução à homeopatia vegetal e preparados biodinâmicos.
Local: ESALQ/USP - Piracicaba / SP
Contatos: Tels: (14) 6821-1021 / 6821-9797 / [email protected]

 

IV Oficina Estudantil internacional de Meio Ambiente

Período do Evento: 5 al 7 de marzo del 2003
Local:Jardín Botánico Nacional. La Habana, Cuba

Promoção:Federação Estudianti lUniversitaria, Centro de Estudios de Medio Ambiente da Universidade de Habana e o Centro de Informação, Gestão e Educação Ambiental (CIGEA) do Ministério de Ciência, Tecnologia e Medio Ambiente de Cuba.
Maiores Informações: Yania Caballero <[email protected]>

Congresso Internacional de Consercação da Vida Silvestre

Período:19, 20,21,22 de marzo del 2003

Local: Hotel Dann Carlton de Medellín.

Promoção: Fundação Ecolombia, el DAMA de Antioquia, Corantioquia, Cornare, Área Metropolitana, Comfenalco, Jardín Botánico, e o Wildlife Center of Virginia y Zoológico Santa Fe.
Maiores Informações:Fundación Ecolombia - [email protected]

 

 

PROGRAMA 4º CONGRESO INTERNACIONAL DE PLANTAS MEDICINALES - Chile 2001

4 al 6 de octubre de 2001

Campus Lircay

Universidad de Talca[1]

Jueves 4 de Octubre:

09.00 - 11.30   Inscripciones

12.00 - 13.00 Acto Inaugural. Discursos de:

-          Rector Universidad de Talca

-          SEREMI VII Región

-          Presidente Corporación Lawen

13.00 - 13.40 Conferencia Inaugural:

Compuestos bioactivos de plantas sudamericana: una oportunidad para la colaboración regional. Dr. Guillermo Schmeda, Presidente del Congreso, (Chile).

13.40 - 14.00 Número artístico

14.00 - 15.00 Horario para Almuerzo

15.00 - 18.00 Simposio 1

Antropología y etnobotánica

Coordinador: Dr. Pastor Arenas (Argentina)

Tema: El hombre y los recursos naturales renovables de su entorno

Participantes:

-          "La farmacopea de los Toba - Pilagá del Chaco Central", Dr. Pastor Arenas (Argentina).

-          "Etnobotánica de los Yungas septen- trionales", Dra. Norma Hilgert (Argentina).

-          "TRAMIL: uso de plantas medicinales en América Central e Insular", Dr. Lionel Robineau (Rep. Dominicana).

-          "Recursos naturales del Noroeste argentino: visión local", Dra. Dora Vignale (Argentina).

Viernes 5 de Octubre

09.00 - 12.00 Simposio 2

Biodiversidad y cultivos

Coordinador: Dr. Igor Lemus (Chile)

Tema: De la recolección a la producción de plantas medicinales: un desafio conjunto

Participantes: 

-          "Biodiversidad, patrimonio genético y leguislación", Dra. María Isabel Mansur (Chile).

-          "Cultivo de platas medicinales y aromáticas chilenas", Dra. Hermine Vogel (Chile).

-          "Propagación in vitro de plantas medicinales", Dr. Gustavo Zúñiga (Chile).

12.00- 13.00 Conferencia

"Antioxidantes, vino y salud"

Dr. Federico Leighton (Chile).

13.00 - 14.00 Horario para Almuerzo

14.00 - 16.30 Simposio 3

Productos naturales y bioactividad

Coordinador: Dr. Guillermo Schmeda (Chile)

Tema: Metabolitos bioactivos: obtención a partir de plantas o cultivo de tejidos

Participantes:

-          "Metabolitos secundarios de amarilidaceas: cultivo in vitro de tejidos y producción de alcaloides por cultivo de organos", Dr. Carlos Codina (España).

-          "Compuestos bioactivos de Celastraceas: un ejemplo de la colaboración en Iberoamérica", Dra. Ana Estevez (España).

-          Actividad antiulcerosa de triterpenos y diterpenos naturales, sus derivados semisintéticos y de biotransformación", Dres. Luis Astudillo y Jaime Rodríguez (Chile)

-          "Producción de compuestos bioactivos en plantas medicinales y cultivo de tejidos: una opción realista?", Dr. Andre Gerth (Alemania)

16.45 - 18.30 Panel Lawen

Tema: Fitoterapia vista por miembros de la Corporación Lawen: Expectativas futuras

Moderador: Dr. Raúl Peña

Participantes: Eduardo Medina, Igor Lemus, Andrei Tchernitchin y Mirtha Parada.

Homenaje al Dr. Marco Montes como miembro Honorario de Lawen.

Conferencia de Dr. Marco Montes.

Sábado 6 de Octubre

08.30 - 13.00 Simposio 4

Fitofármacos en atención primaria

Coordinador: Dr. Helmuth Goecke (Chile).

08.30 - 09.00 Apertura

09.00 - 09.30 "Fitofarmacos: concepto, producción y control de calidad", Dra. Jacque-line Ruz, (Chile).

09.30 - 10.00 "Fitoestrógenos en la menopausia", Dr. Helmuth Goecke, (Chile).

10.00 - 10.30 "Hypericum en la depresión", Dr. Carlos González, (Chile).

10.30 - 10.45 café

10.45 - 11.15 "Fitoterapia en afecciones cardiovasculares", Dr. Eduardo Bastías, (Chile).

11.15 - 11.45 "Fitoterapia e infección: alternativa a los antibióticos?", Dr. Helmuth Goecke, (Chile).

12.00 - 13.00 Mesa redonda: ventajas de introducir fitofármacos en atención primaria

 


13.00 - 15.00 Hora para Almuerzo

15.00 Conferencia de Clausura:

Dr. Jorge Rodriguez (Cuba)

"Experiencia cubana en estudios de estabilidad y desarrollo de control analítico y farmacólogico de productos naturales obtenidos a partir de plantas medicinales: Justicia pectoris, un ejemplo" 

Informes e inscripciones: 

Dr. Guillermo Schmeda, Casilla 747, Talca (e-mail: [email protected])

Dr. Luis Astudillo, Casilla 747, Talca (e-mail: [email protected]).


[1] Contactos: Dr. Guillermo Schmeda, Casilla 747, Talca E-mail: [email protected]



Novembro

I Congresso Internacional de universidade Pelo Desenvolvimento Sustentável e o Meio Ambiente
Local:Universidade de Manizales,Manizales (Caldas) - Colombia
Período:18,19,20 de Noviembre de 2002
Maiores Informações:Centro de Investigaciones en Medio Ambiente y Desarrollo <[email protected]>

Jornada de Observação de Aves do Pampa

A observação de aves é uma atividade interessante, prazerosa, divertida e que pode atingir todas as idades. É só uma questão de treino e tempo.

A Fundação Gaia convida a todos os amantes da natureza a participar da jornada de observação de aves que ocorrerá nos dias 02 e 03 de novembro de 2002.

Serão 24 horas no Rincão Gaia , a sede rural da Fundação Gaia em Pantano Grande, onde, além das belezas do lugar e da deliciosa comida, serão dadas instruções teóricas e conduzidas saídas a campo com instrutores. O encontro terá início às 14 horas de sábado, dia 02, e se estenderá até às 14 horas de domingo, com alimentação e hospedagem incluídas.

Para esta atividade é interessante ter:

Binóculo, botas fechadas, boné ou chapéu, máquina fotográfica (com tele-objetiva), gravador (aqueles usados pelo repórteres) e um guia de campo (recomenda-se os publicados pela Fundação Zoobotânica e pela Prefeitura de Porto Alegre). Porém estes ítens não são obrigatórios para a atividade!

Informe-se e inscreva-se pelo telefone 51 3330 35678 ou pelo E-mail [email protected]

As vagas são limitadas!!!!

O custo desta atividade é de apenas R$ 65,00 - com alimentação e hospedagem incluídos

Visite também

www.fgaia.org.br

Atenciosamente

Alexandre de Freitas - [email protected]

51 3330 3567

 

Restauração ón Ecológica de Bosques Tropicales" (COLOMBIA)

(27 - 29 de noviembre 2001)

Conferencistas: Manuel Guariguata Ph.D. Investigador CATIE

Coordinadores día de campo: John Mario Rodríguez M.Sc. Investigador Universidad Tecnológica de Pereira; Andrés Duque Ph.D. Investigador Universidad Tecnológica de Pereira

Organizadores: CATIE, Facultad de ciências Ambientales, Universidad Tecnológica de Pereira (UTP), Convenio UTP - GTZ

Maiores informações

John Mario Rodríguez M.Sc.
Telefax (57)63218738
[email protected]


XVII Simposio da Asociación Internacional de Sistemas Agropecuarios (IFSA)
Sede: Florida, Estados Unidos de América
Fecha: Noviembre 17 al 20 de 2002
Convocan: Asociación Internacional de Sistemas Agropecuarios (IFSA)
Contacto: Peter Hildebrand -Información del Programa, Beth Miller-Tipton -Inscripción


1º prazo de inscrição para autores que enviarão trabalho(s) para a 55ª Reunião Anual da SBPC :


de 20/11/2002 até 20/12/2002


Quem fizer a inscrição neste prazo irá desfrutar e garantir vantagens exclusivas :
- desconto de 50% no valor da inscrição
- segunda análise para o trabalho não aceito
- resposta da análise do trabalho em fevereiro/2003


Divulgue no seu departamento, aos colegas, orientadores, estudantes e interessados.
PRAZO PARA INSCRIÇÃO COM VANTAGENS ATÉ 20/DEZEMBRO!


Mais informações no site:
www.sbpcnet.org.br/eventos/55ra


Atenciosamente,
Gerência de Eventos
Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - SBPC


III CURSO LATINO-AMERICANO EM BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO E MANEJO DA
VIDA SILVESTRE

4 DE NOVEMBRO a 6 DE DEZEMBRO, 2002

O Curso Latino-Americano em Biologia da Conservação e Manejo da Vida Silvestre será ministrado pelo IPÊ em parceria com a Smithsonian Institution - USA, com apoio do Instituto Florestal de São Paulo. O curso será oferecido em português e sua parte introdutória será realizada no Centro Brasileiro de Biologia da Conservação, do IPÊ, localizado no Município de Nazaré Paulista, próximo a cidade se São Paulo.


Grande parte de seu conteúdo será abordado no Parque Estadual do Morro do Diabo, localizado no Pontal do Paranapanema, oeste do Estado de São Paulo. O Parque Estadual do Morro do Diabo, com seus 35.000 ha de floresta contínua, representa o maior monumento vivo desse raro e ameaçado ecossistema. Entre os representantes das diversas e integras fauna e flora do Morro do Diabo ainda existe o raro e endêmico mico-leão preto (Leontopithecus chrysopygus)
bem como a maioria dos carnívoros e ungulados brasileiros, como a onça pintada, a onça parda, a jaguatirica, a anta, veados, queixadas e caetetus.

Todos os participantes apresentarão um seminário de 30 minutos sobre seus trabalhos específicos na área de conservação da natureza. Os participantes usarão também seus conhecimentos adquiridos durante o curso para a elaboração de projetos de pesquisa de campo sobre os tópicos abordados durante o curso.

Para maiores informações, acessar o site do IPE www.ipe.org.br ou pelo e-mail [email protected]

Agradeçemos pela atenção.

Clarice Bassi
III Curso Latino Americano em Biologia da Conservaçao e Manejo da Vida
Silvestre
IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas
CP 47 - Nazare Paulista - SP - Brasil
CEP 12960-000
Tel/Fax: 55 (11) 4597-1327
www.ipe.org.br
[email protected]

O Instituto de Pesquisas Ecológicas,
a Smithsonian Institution e
o Instituto Florestal de São Paulo, anunciam

 

01º Curso Internacional Sobre Fixação Simbiótica de Nitrogênio e Rhizósfera do Feijão 

Local: Habana , Cuba

Período de 25 de novembro a 07 de dezembro de 2002

Realização: MINAG, Cuba e INRA, Francia. Contactos: Germán Hernández mailto:[email protected] y Jean Jacques Drevon mailto:[email protected]

 

13º Congreso del Instituto Nacional de ciências Agrícolas (INCA). 

12 al 15 de novembro  de 2002. San José de las Lajas, Cuba. 

Más información en http://www.inca.edu.cu/ Contacto: AdrianoCabrera Rodríguez mailto:[email protected]

 

Taller Inducción de resistencia y uso de tecnologías limpias para el manejo en plantas - Costa Rica

27 al 30 de agosto

Mayor información http://www.catie.ac.cr/posgrado/ensenanza.asp?Pagina=capacitacion

 

I Foro Nacional de Gestión Ambiental

Data: 5 de novembro 2002 - MADRID
Salón de Actos de la EOI
c/Gregorio del Amo, 6

ANAVAN - Associação Nacional de Audiotres e Fiscais Ambientais

Informações: [email protected]

 

Congreso Iberoamericano de Desarrollo y Medio Ambiente "Desafíos locales ante la globalización" se realizará el 8 y 9 de noviembre del 2002 en Quito, Ecuador. El encuentro, es organizado por FLACSO (Facultad Latinoamericana de ciências Sociales Sede Académica Ecuador) y su objetivo principal es constituirse en un foro científico y social de discusión abierta sobre la problemática del desarrollo y el medio ambiente desde una perspectiva latinoamericana. Previamente, el 6 y 7 de noviembre se realizará el Curso Avanzado "Desarrollo y Medio Ambiente en Iberoamérica". Más información en [email protected]cso.org.ec o en www.flacso.org.ec/cidma.html

Dezembro

Curso de Aplicação e Cumprimento da Normativa Ambiental Na America Latina
11 julio - 6 agosto, La Paz, Bolivia

El Servicio Nacional de Administración de Personal (SNAP) ofrece este curso, en modalidad videoconferencia, con participación de Bolivia, Colombia, Costa Rica y Colombia.

Horario: días martes y jueves: 1.00 a 13.00 hrs

 

 

 

Outubro

I SEMINÁRIO MATOGROSSENSE DE ETNOBIOLOGIA E ETNOECOLOGIA E II SEMINÁRIO
CENTRO-OESTE DE PLANTAS MEDICINAIS

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO-UFMT

SOCIEDADE BRASILEIRA DE ETNOBIOLOGIA E ETNOECOLOGIA-SBEE

NÚCLEO ESTUDOS E PESQUISAS DO PANTANAL, AMAZÔNIA E CERRADO -GERA/ICHS

A região Centro-Oeste apresenta, no seu conjunto, três biomas: Cerrado,
Floresta Amazônica e Pantanal, e no Estado de Mato Grosso, estes têm
importantes conexões entre si. Além de uma considerável biodiversidade, há
uma grande diversidade de populações tradicionais de agricultores,
ribeirinhos, pantaneiros, quilombolas, seringueiros e pescadores artesanais
e de sociedades indígenas que desde tempos imemoriais ocupam esta região.

Além de manterem e promoverem esta biodiversidade estes grupos são
portadores de um modus vivendi próprio, cuja relação com a natureza
possibilita o manejo e a conservação de recursos naturais de forma
sustentável.

O Cerrado é um dos biomas mais comprometidos, com 60% de sua cobertura
vegetal original alterada. Mesmo assim, as plantas de uso medicinal
representam importante recurso para a manutenção da qualidade de vida
pessoas da região. Os estudos etnobotânicos têm evidenciado o uso de mais de
100 espécies vegetais nativas. As populações locais destas espécies correm o
risco de desaparecer em razão do avanço da fronteira agrícola, dos
desmatamentos, e da intensificação do extrativismo predatório, sendo
necessário desenvolver sistemas de cultivo, manejo e domesticação para
assegurar a conservação e disponibilidade desses recursos.

A UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO (UFMT), através dos programas de
pós-graduação em Agricultura Tropical (FAMEV) e em Ecologia e Conservação da
Biodiversidade (IB); Núcleo de Estudos e Pesquisas do Pantanal - GERA/ICHS e
a SOCIEDADE BRASILEIRA DE ETNOBIOLOGIA E ETNOECOLOGIA (Regional Centro
Oeste) - SBEE, promovem o I Seminário Matogrossense de Etnobiologia e
Etnoecologia e o II Seminário Centro-Oeste de Plantas Medicinais, no período
de 25 a 28 de outubro de 2002, em Cuiabá-MT.

Deve ser considerado que na realidade atual de Mato Grosso, a maioria das
pessoas que trabalha com plantas medicinais o fazem também com etnobiologia
e etnoecologia e, portanto, é estrategicamente importante a realização dos
Seminários de forma associada.

Estes eventos objetivam aglutinar pesquisadores que trabalham nessas áreas,
possibilitando intercâmbio de experiências entre a área acadêmica, ONG'S e
populações tradicionais indígenas e não-indígenas.

O I Seminário Matogrossense de Etnobiologia e Etnoecologia ocorrerá em 25 e
26 de Outubro de 2002, com o tema: Diversos Olhares, e com a seguinte
estrutura:

- Conferência: O campo das etno-x e o trabalho de campo

- Temas: 1- Sociedades indígenas: práticas da relação
sociedade-natureza e 2 - Populações tradicionais: práticas da relação
sociedade-natureza.

- Mini-cursos, Oficinas, Exposições.

O II Seminário Centro-Oeste de Plantas Medicinais ocorrerá nos dias 27 e 28
de outubro de 2002, com o tema: Conservação e Cultivo, e a seguinte
estrutura:

- Mesa redonda: Conservação de Recursos Genéticos de Plantas
Medicinais

- Palestras: 1- Cultivo de Plantas Medicinais e Aromáticas, 2 -
Germinação de Plantas Medicinais do Cerrado e 3 - Biotecnologia de Plantas
Medicinais.

- Experiências e vivências.

- Mini-cursos, Oficinas, Exposições.

Espera-se com esses eventos, através dos debates e aprofundamento de
questões atuais em Etnobiologia, Etnoecologia e conservação, domesticação e
cultivo de plantas medicinais: a) evidenciar as aspirações das populações
tradicionais e sociedades indígenas, identificando quais as interfaces
possíveis entre o desenvolvimento de linhas de pesquisa e as demandas
sociais desses grupos, b) consolidar as bases da Sociedade Brasileira de
Etnobiologia e Etnoecologia em Mato Grosso c) estruturar um grupo de
trabalho responsável pela realização do V Simpósio Brasileiro de
Etnobiologia e Etnoecologia em 2004, na cidade de Cuiabá e d) divulgar e
discutir a aplicabilidade dos resultados das pesquisas e experiências das
populações tradicionais em cultivo, domesticação, manejo e conservação de
plantas medicinais.

 


I SEMINARIO MATOGROSSENSE DE ETNOBIOLOGIA E ETNOECOLOGIA E II SEMINÁRIO
CENTRO OESTE DE PLANTAS MEDICINAIS

PROGRAMAÇÃO
25 de outubro de 2002 (sexta-feira)

Horário
Atividade

8:00 - 12:00
Inscrições
8:00 - 8:30
Abertura

8:30- 9:00
Chá com Bolo
9: 00 - 11:00
Conferência
O campo das "etno-x" e o trabalho de campo
Dr. Márcio D'Olne Campos (UENF-RJ)


14:00 - 16:00
Tema 1. Sociedades Indígenas: práticas da relação sociedade-natureza .
O olhar do nativo.
O reino dos Paresi e o complexo da soja

Daniel Martenho Kabixi

Liderança paresi e administrador da FUNAI - Tangará da Serra

O projeto de fiscalização do entorno do parque indígena do Xingú

Mairawe Kaiabi - Presidente da ATIX - Associação Terra Indigena do
Xingu

Experiência da União das Aldeias Krahô Kapèy

Getúlio Orlando Pinto Krahô - Presidente da Associação Kapèy

Fernando Schiavini - FUNAI

16:00 - 18:00
Tema 2. Populações Tradicionais: práticas da relação
sociedade-natureza. O olhar do Nativo.

A pesca artesanal

Lindenberg Gomes de Lima

Presidente da Federação dos Pescadores de Mato Grosso

O extrativismo na região do Guariba-Roosevelt
Everaldo Dutra dos Santos

Representante Regional do Conselho Nacional dos Seringueiros

A agronomia de um pequeno agricultor
Francisco Alexandre dos Santos

Representante do Centro de Tecnologias Alternativas (CTA)

20:00
Atividade cultural

26 de outubro de 2002 (sábado)

8:00 - 11:00
Tema 1. Sociedades Indígenas: práticas da relação sociedade-natureza. O
olhar do Observador.

Zoneamento sócioambiental das terras Paresi

Plácido Costa júnior

Instituto TRÓPICOS

Manejo de recursos naturais do Parque Indígena do Xingu

Wemerson Chimello Ballester - ISA (Instituto Sócioambiental)

Projeto EMBRAPA KAPÈY : etnobiologia, conservação de recursos
genéticos e bem estar alimentar na comunidade Krahô
Terezinha Aparecida B. Dias e Rosa de Belém das Neves
EMBRAPA/CENARGEN


14:00 - 17:00
Tema 2. Populações Tradicionais: práticas da relação
sociedade-natureza. O olhar do Observador.

Práticas de pesca e territorialidade de pescadores artesanais do rio
Cuiabá

Verone Cristina da Silva

GERA (Núcleo de Estudos e Pesquisas do Pantanal, Amazônia e
Cerrado)/UFMT

Agriculturas - As relações entre a agronomia e a agricultura

Rodrigo Aleixo Brito de Azevedo

FAMEV (Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária)/UFMT

O pantanal e a conservação

Luiz Vicente da Silva Campos Filho

Bioconexão Instituto Ecologista de Desenvolvimento


27 de outubro de 2002 (domingo)

8:30 - 11:30
Mesa Redonda : CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS DE PLANTAS MEDICINAIS

Conservação de Recursos Genéticos de Plantas Medicinais e Aromáticas:
perspectivas e desafios para o futuro.

Roberto Fontes Vieira - EMBRAPA/CENARGEN, Brasília-DF

Quintais urbanos e rurais: um espaço de conservação e domesticação de
plantas medicinais

Maria de Fátima Barbosa Coelho - UFMT/FAMEV, Cuiabá-MT

Unidades de Conservação e Plantas Medicinas

Márcia Aparecida de Brito - UNB, Brasília-DF

13:30-15:45
EXPERIÊNCIAS
Relatos de experiências comunitárias em plantas medicinais

15:45-16:00
Chá com Bolo

16:00-18:00
Mini-cursos
20:00
Atividade cultural

28 de 0utubro de 2002 (segunda - feira)

8:00-11:00
Palestras:

CULTIVO E MANEJO DE PLANTAS MEDICINAIS E AROMÀTICAS

Lin Chau Ming -UNESP-Botucatu-SP

GERMINAÇÃO DE PLANTAS MEDICINAIS DO CERRADO

Maria Cristina de F. e Albuquerque - UFMT/FAMEV, Cuiabá-MT

BIOTECNOLOGIA DE PLANTAS MEDICINAIS

Ana Maria Soares Pereira -UNAERP-Ribeirão Preto -SP

13:30-15:45
EXPERIÊNCIAS
Relatos de experiências comunitárias em plantas medicinais

15:45-16:00
Chá com bolo
16:00-18:00
Mini-cursos
20:00
Sessão plenária e Encerramento


MINI-CURSOS (duração de 4 horas)


Mini-curso 1: Etnobiologia e Etnoecologia
Fábio Pedro Bandeira - UEFS


Mini-curso 2: Zoneamento Etnoecologico: um instrumento de gerenciamento e
planejamento territorial para as populações tradicionais indígena

Plácido Costa Junior - GERA/UFMT e Renata Mauro Freire - LABORATÓRIO DE
SILVICULTURA TROPICAL / ESALQ

Mini-curso 3: Técnicas de identificação de espécies medicinais
Miramy Macedo - UFMT/IB

Ana Rosa Ferreira - UNEMAT, Campus de Cáceres

Mini-curso 4: A construção simbólica da relação natureza e cultura

Gilton Mendes dos Santos - GERA/ICHS/UFMT

Mini-curso 5: Etnobotânica de plantas medicinais
Schirlei Alves Jorge e Ronan Gil de Morais - Mestrado em Saúde e Ambiente,
ISC/UFMT

Mini-curso 6: Cultivo e manejo de plantas medicinais
Maria de Fátima Barbosa Coelho - UFMT/FAMEV

Mini-curso 7: Recursos Genéticos

Roberto Fontes Vieira - EMBRAPA/CENARGEN

Mini-curso 8: Bioenergética e plantas medicinais
Maria Paschoalina Barbieri - ABM - Associação Bioenergética Matogrossense

Mini-curso 9: Produtos florestais não madeireiros: plantas medicinais e
aromáticas
Débora Castellani - UNEMAT: Campus de Cáceres.

Mini-curso 10: Uso de óleos essenciais na terapêutica
Mari Gema F. De La Cruz - ICV/UNIVAG

Oficina 11: Moxabustão e compressas de ervas na terapêutica
Suely Correa de Oliveira - Grupo Asscorpus


Mini-curso 12: Importância da variabilidade química para a compreensão de
ecossistemas tropicais.
Cláudia Joseph Nehme - UNIVAG

INFORMAÇÕES:

Maria de Fátima Barbosa Coelho e Plácido Costa Junior

UFMT-GERA/ICHS - Núcleo de Estudos e Pesquisas do Pantanal, Amazônia e
Cerrado (GERA)- 65 615 84 86

ou UFMT/FAMEV -Departamento de Fitotecnia e Fitossanidade - 65 615 86 08

e-mail: [email protected]

e-mail:[email protected]

site: www.ufmt.br/etnoplan


 

Primer Seminario de Economía Ecológica del Noroeste Argentino
Organizan
ASAUEE (Asociación Argentino-Uruguaya de Economía Ecológica)
Dirección de ciência, Tecnología y Medio Ambiente. Secretaria de Estado de Servicios y Actividades Productivas de la Provincia de Tucumán.
Dirección General de Actividades Primarias y Recursos Naturales. Gobierno de la Provincia de Tucumán.

Auspician
LIGHaM. Facultad de Arquitectura y Urbanismo de la UNT.
Facultad de ciências Naturales de la UNT.

Objetivos Generales
- Introducir a los participantes en los principios, alcances y propuestas de la economía ecológica.
- Debatir alternativas para el logro de un desarrollo sustentable.

Destinado a
-Profesionales de las ciências Agropecuarias, Arquitectos, Urbanistas, Abogados, Biólogos, Sociólogos, Antropólogos, Economistas y demás profesionales relacionados con la temática.
- Dirigentes y funcionarios de las distintas áreas de gobierno y de ONG's.
- Público en general.

Expositores
Héctor Sejenovich: Doctor en Economía Política. Miembro de ASAUEE. Consultor PNUMA, CEPAL, BID. Investigador de la FLACSO y profesor de la Universidad Nacional de Luján, Universidad Nacional de Buenos Aires y Universidad Nacional de San Martín. Autor de varios libros.
Walter A. Pengue: Ing. Agr. Master en Políticas Ambientales (UBA). Miembro del Programa de Doctorado en Agroecología de la Universidad de Córdoba, España. Profesor de Economía Ecológica y Agricultura Sustentable en Programas de Maestría y Doctorado de Universidades Nacionales e Internacionales. Miembro del Grupo de Ecología del Paisaje y Medio Ambiente, GEPAMA de la Universidad de Buenos Aires. Autor de libros y capítulos de libros de la especialidad. Prosecretario de la Asociación Argentino Uruguaya de Economía Ecológica - ASAUEE

Panelistas
Dr. Juan González; Dr. Hector Sejenovich; M. Sc. Ing. Agr. Walter A. Pengue.

LUGAR Y FECHA
Microcine de la Fundación Miguel Lillo. Miguel Lillo 251. San Miguel de Tucumán. Tucumán.
Martes 15 de octubre de 2002.

Se entregarán certificados de asistencia.

Inscripción Profesionales: $ 10.

Alumnos Universitarios: entrada libre.

Información adicional e inscripciones
- Ing. Agr. Marcela Colombo: [email protected]
- Dirección de ciência, Tecnología y Medio Ambiente de la Provincia de Tucumán.
E-mail: [email protected] Tel/fax: (0381)4302838

El XXVIII Congreso Interamericano de Ingeniería Sanitaria y Ambiental se perfila como uno de los Congresos Interamericanos más exitosos en la trayectoria de AIDIS. El Congreso se llevará a cabo del 27 de octubre al 1ro. de noviembre de 2002 en Cancún, México.

Las instalaciones en el Hotel Grand Oasis Resort son de "seis estrellas". La tarifa incluye todas las comidas, bebidas nacionales y uso de las amenidades. La realización de los eventos del Congreso en las instalaciones del hotel propiciará un mayor compartir entre los 3,000 integrantes de la Familia AIDIS que participarán en el evento.

El programa técnico es también de seis estrellas. Se ofrecerán alrededor de 600 trabajos. Ya confirmó el Premio Nobel, Dr. Mario Molina, para una conferencia magistral. El Dr. Takashi Asano, ganador del prestigioso Premio Estocolmo del Agua, será el conferenciante principal de una sesión plenaria. La Organización Mundial de la Salud (OPS) lanzará sus nuevas normas para aguas recreativas.

Celebraremos el centenario de la Organización Panamericana de la Salud (OPS) durante todo el Congreso. Como en todos los Congresos Interamericanos se llevará a cabo el Taller Pre-Congreso de la OPS. El Dr. George Alleyne, Director General de la OPS, será el orador invitado para la Ceremonia de Apertura. Además, en una sesión plenaria se discutirán los planes futuros de la organización para Las Américas.

Las y los acompañantes tendrán un programa de primera, ya que Cancún ofrece múltiples alternativas como visitas a reservas naturales, monumentos mayas, el parque Xcaret, entre otros.

Les exhorto a reservar su habitación desde ahora, ya que los precios están garantizados hasta el 1ro. de agosto de 2002.

Espero compartir con ustedes en Cancún en lo que será el evento cumbre de Las Américas en el sector de saneamiento y ciências ambientales. http://www.e-aidis.org/

Como cada año, ANAA celebra su ya famoso Concurso de Perros Sin Raza. Este año se hará el día 6 de Octubre en el Recinto de Exposiciones y Subastas del Complejo Agropecuario de la Comunidad de Madrid (Ctra. de Colmenar Viejo a Guadalix de la Sierra, km.2 - Colmenar Viejo).
Premiamos a los perros que ganen
en las categorías, que serán, entre otras: el perro más grande, el más orejudo, el más original, etc.

Tambien habrá otras actividades, como rifa, tienda, servicio de bar, tómbola... Y por supuesto todos los fondos que se recauden en cualquiera de las actividades serán destinados íntegramente a los animales abandonados.

Las inscripciones se harán a partir de las 10.30, pero también te puedes adelantar y hacerlo por teléfono 915447376 de 10 a 17 de lunes a jueves o a través del e-mail [email protected]
El jurado estará compuesto por famosos y profesionales, y por supuesto, los perros de raza también están invitados. En el recinto habrá veterinarios por si hubiera cualquier urgencia y por favor, si tu perro no se lleva demasiado bien con otros perros, preferimos que lo traigas con bozal para que no haya problemas.

Esperamos que os apuntéis y vengáis, realmente es un día fantástico, lo pasamos muy bien y encima, lo hacemos por el bien de los animales abandonados.
B A S E S D E L C O N C U R S O
Quien desee inscribir a su perro en el 6º Concurso de Perros sin Raza de ANAA, que se celebrará el día 6 de Octubre de 2002, podrá hacerlo en el teléfono 91-544 73 76 de 10 a 17 h de lunes a jueves o a través del e-mail [email protected] , indicando tu nombre, el del perro, y la modalidad en la que quieres participar.
Las inscripciones se formalizarán el día del Concurso en el Recinto de Exposiciones y Subastas del Complejo Agropecuario de Colmenar Viejo a partir de las 10:30 h y hasta media hora antes del comienzo de cada modalidad.

Los premios se entregarán inmediatamente después del término de cada modalidad.

El jurado estará compuesto por famosos y profesionales, todos ellos amantes de los animales.

El jurado comentará aspectos curiosos de los perros participantes (si es adoptado, si sabe traer el periódico...) para lo que será necesario que en el momento de la inscripción, el propietario que así lo desee, entregue por escrito y de forma breve dichas particularidades.

El precio de inscripción será de 3,50 por modalidad.

Sólo se admitirán perros debidamente vacunados e identificados, debiéndose presentar la cartilla oficial de vacunación en el momento de la inscripción.

Para evitar posibles peleas, los perros deberán ir atados. Si son agresivos con otros perros, deberán llevar bozal.

Se pondrá a disposición de los propietarios bolsas para recoger las deposiciones y mantener limpias las instalaciones.
Habrá bebederos a disposición de los perros.

En el recinto habrá veterinarios para atender cualquier urgencia.

Todos los fondos que se recauden en cualquiera de las actividades serán destinados íntegramente a los animales abandonados.

Curso Produção e Uso de Agentes Microbianos para o Controel de Pragas Na Agricultura Ecológica
Sede: Turrialba, Costa Rica
Período: de 7 à 11/10/2002
L ímite de inscrição: Septiembre 7 de 2002
Promoção: Centro Agronómico Tropical de Investigación y Enseñanza (CATIE) y la Agencia de Cooperación Técnica Alemana /Deutsche Gesellschaft für Technische Zusammenarbeit (GTZ)
Contacto: Área Capacitación


Curso de Desenvolvimento Sustentável
Sede: Costa Rica
perído 07 de : Outubro a 01 de Noviembre de 2002
promoção: Asociación para el Desarrollo de la Conciência Ambiental y Humana (ASODECAH)
Contacto: Greivin Fallas


5º ENCONTRO MINEIRO SOBRE PRODUÇÃO ORGANICA

9 a 11 de outubro 2002 / Cachoeira do Campo – MG

Objetivo
Integração e Atualização

Público Participante
Extensionistas, Produtores, Compradores/Distribuidores, Pesquisadores, Estudantes, Certificadoras, Administradores Municipais.

Contatos
Tel: (31) 3899-2613 / Fax (31) 3899-2614
E-mails: [email protected] / [email protected]

Incrições
O pagamento será no local do evento tendo preferência as pessoas que reservarem suas vagas antecipadamente.

Local
Centro Dom Bosco - Rodovia Inconfidentes (BR 356) km 78 - Cachoeira do Campo - Município de Ouro Preto – MG

PROGRAMA GERAL

Dia 09/outubro/02 - (Quarta-Feira)
08:00 Início das inscrições e hospedagem (Haverá lanche disponível durante o período da inscrição)

10:30 Início do Encontro
Palestra de abertura: “Colegiado Estadual de Produção Orgânica”

12:00 Almoço
14:00 Palestra: Manejo Orgânico Leiteiro
16:00 Intervalo / Lanche
16:30 Palestra: Homeopatia na Produção Leiteira
18:30 Intervalo / Jantar
19:30 Discussão sobre leite orgânico

--------------------------------------------------------------------------------

Dia 10/outubro/02 - (Quinta-Feira)
6:45
Café da Manhã
07:30 Palestra: Cenário da Agricultura Orgânica
09:30 Intervalo / Lanche
10:00 Palestra: Produção Orgânica de Milho
12:00 Intervalo / Almoço
14:00 Palestra: Normas de Certificação
16:15 Intervalo / Lanche
16:45 Palestra: Uso de Micronutrientes na Produção Orgânica de Hortaliças
18:30 Intervalo / Jantar
19:30 Assembléia da Minas Orgânica – sala A
Apresentação de experiências – sala B

--------------------------------------------------------------------------------

Dia 11/outubro/02 - (Sexta-Feira)
6:45
Café da Manhã
07:30 Palestras: Homeopatia e Biogeo no Cafezal / A Experiência de Fervedouro – MG
09:00 Intervalo / Lanche
09:30 Palestra: Comercialização de Produtos Orgânicos
11:30 Avaliação e encerramento
12:15 Almoço

PROMOÇÃO:
Universidade Federal de Viçosa

GESTOR:
FUNARBE – UFV


3º Curso sobre Genômica de Plantas - Piraicaba - SP

Local: Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP

Período: 22 e 23 de Outubro de 2002

Introdução/Justificativa: O seqüenciamento e caracterização de genomas, assunto estudado pela genômica, tem ocupado cientistas e a mídia recentemente. O curso abrangerá uma visão panorâmica dos vários projetos genoma em andamento no Brasil e no exterior. Serão discutidas técnicas de manipulação dos dados gerados pelos programas genoma para a criação dos programas genoma de segunda geração: a genômica funcional. O uso da bio-informática para a manipulação de informações genômicas também será abordado.


Objetivos: O objetivo do curso é fornecer informações básicas e uma visão atual do uso da genômica em agricultura e florestas. Serão abordados conceitos básicos em genômica, incluindo: as estratégias de clonagem de genes, técnicas de construção de bibliotecas e seqüenciamento e bioinformática.

Público Alvo: Profissionais da área florestal, pesquisadores, estudantes e demais interessados.

Número de Vagas: 20

Maiores Detalhes: http://www.ipef.br/eventos/2002/genomica.html


III Seminário de Gestão Integrada e Certificação Florestal
Empresa Promotora: SIF - Sociedade de Investigações Florestais
Tipo de Evento: Seminário / Jornada
Início do Evento: 09/10/2002
Fim do Evento: 11/10/2002
Estado: MG
Cidade: Viçosa
Localização do Evento: Universidade Federal de Viçosa
Informações com: SIF - Sociedade de Investigações Florestais
Site: http://www.sif.org.br/eventos/GestaoIntegrada/apresentacao.htm
Telefone: 031 3899 -2476
E-mail: [email protected]
Descrição do Evento: Este seminário dá continuidade aos trabalhos desenvolvidos pelo FloresCer (Núcleo de Estudo em Gerenciamento e Certificação Florestal) e tem como tema central a busca por uma integração, funcional e operacional, dos processos de gestão das empresas que procuram a certificação ambiental e, ou florestal, o licenciamento ambiental das suas atividades silviculturais e a adequação de seus projetos ao atendimento às diretrizes do Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL).

O diferencial deste evento em relação aos anteriores não está apenas na abordagem do tema, mas na dinâmica de sua condução. Ele será composto de quatro seções, cada uma representando os temas centrais, sendo que ao final de cada uma delas, será realizado uma Oficina de Trabalho para discussão temática com o objetivo de investigar onde é possível integrar, ou pelo menos enxugar, os processos administrativos apresentados.

Para aqueles que ainda não tiveram a oportunidade de vivenciar estes temas, está sendo proposto para cada seção, uma apresentação teórica de caráter acadêmico seguida de outra mais avançada de natureza mais prática, onde estarão sendo apresentadas algumas experiências sobre a implantação de cada processo na empresa, para depois numa rodada de discussões, verificar a possibilidade de integração entre os processos.

Apesar de serem processos totalmente distintos, acredita-se que é possível encontrar um modelo de gestão que otimize os passos e procedimentos para alcançar ao atendimento de cada um destes temas num todo.


Seminário: Tendências e Novas Perspectivas para o Setor Florestal

Em decorrência das exigências de mercado e do desenvolvimento da responsabilidade ambiental e social, as empresas florestais e os profissionais do setor têm sofrido uma forte demanda para a atualização contínua sobre o conhecimento de novas técnicas, legislação, economia, entre outros.

A Silviconsult e a Unicentro estão organizando um evento florestal no município de Irati, Paraná, no dia 31 de outubro de 2002. O objetivo deste seminário é o de promover o debate junto ao setor florestal sobre assuntos atuais: novas tecnologias, GIS, certificação, pesquisas, legislação, mercado e novas tendências de desenvolvimento.

Local: Auditório da Unicentro, BR 153, Riozinho, Irati - Paraná.
Data: 31/10/2002 (quinta-feira)
Horário: 8:30 h
Promoção: Silviconsult Engenharia Ltda.
Apoio: Departamento de Engenharia Florestal da Unicentro, Irati.
Patrocínio: Matte Leão, Norske Skog Pisa, Sindicato Patronal das Indústrias da Madeira de Irati, Global Direitos.

As inscrições são gratuitas, porém as vagas limitadas. Interessados devem se inscrever até 15 de outubro de 2002 pelo telefone: (41) 252-7665 (Silviconsult). Maiores informações, favor contatar: [email protected] (Engª Florestal Giovana Baggio de Bruns).


El XXV CONGRESO ARGENTINO DE PRODUCCIÓN ANIMAL: "Hacia una diferenciación y valoración de nuestra producción animal", se reúne del 2 al 4 de octubre de 2002 en Buenos Aires, Argentina. Se propone convocar a los diferentes sectores involucrados en la cadena agroalimentaria de la carne, para discutir y establecer alternativas que permitan orientar el proceso productivo hacia el logro de un producto final con características propias, que pueda ser diferenciado en el mercado mundial. Para más informaciones, visite: http://www.agro.uba.ar/agrohtm/congreso/animal.htm o escriba a la Asociación Argentina de Producción Animal: [email protected]


IV CONGRESSO NACIONAL DE BACIAS HIDROGRÁFICAS se reunirá eM Bogotá, Colombia, de 23 À 25 de outubro 2002. Convite da Asociación de Ingenieros Forestales (ACIF). Para outras informações, comunicar-se con Gabriel Hernández: [email protected] o a: [email protected]


Date: 9-10:30 AM, Thursday October 3, 2002.
Location: Ecology Seminar Room
Title: Study Abroad in Brazil
Presenter: Dr. Rosa Guedes, Professor of Ecology, Federal Rural University of Pernambuco, Recife, PE, Brazil, and international Coordinator for the UGA Study Abroad program in Brazil.

Description: Dr. Guedes, a professor at UFRPE since 1978, teaches Conservation to Agronomy degree undergraduate students, Natural Resources Conservation to B.S. in Biological Science undergraduates, and Ecology in the Botany Graduate Program (M.S. and Ph.D.) at UFRPE. Dr.Guedes will talk about the Agriculture and Ecology of Tropical America, Field Studies program that has taken place the past 3 years in collaboration with IPA and EMBRAPA. She will present an overview about Brazil, Pernambuco, and why Pernambuco is a perfect situation for a course in Tropical Ecology and Agriculture.


Contact: Robert L. Potter, [email protected]
Phone: 542-5858



Robert L. Potter, Ph.D. [email protected]
Institute of Ecology http://home.att.net/~bpotter/wsb/index.html
The University of Georgia Study Abroad in Brazil
Athens, GA 30602 http://www.ecology.uga.edu/Brazil/
Ph: 706-542-5858
2-2968
Fax: 2-6040

 

Práticas de Ecologia para Apartamentos e pequenos quintais


Ecologia Urbana em Porto Alegre - Duas noites dedicadas às práticas de ecologia e cidadania.

Local: Sala Cultural da Casa Coletânea - dias 01 e 02 de outubro das 19:00 às 22:30

A Casa Coletânea fica na Avenida José Bonifácio nº 731, bairro Bom Fim - em Porto Alegre.

A oficina trata de dicas e receitas práticas para uma vida mais sustentável e ecológica.


Neste dia você poderá aprender de maneira simples e rápida:


Como separar o lixo doméstico.

Como fazer compostagem de resíduos orgânico em apartamentos e sacadas.

Como preservar nossos rios com pequenas atitudes domésticas.

Consumo consciente.

Como produzir alimentos em espaços mínimos.

Dicas importantes para tornar o seu jardim mais produtivo.


Nas duas noites o café da Casa Coletânea estrá aberto até o intevalo, servindo deliciosas tortas, doces e salgados e os tradicionais café.


Os Facilitadores:


Alexandre de Freitas: Técnico Agrícola, Educador Ambiental e Extensionista da Fundação Gaia; 17 anos de experiência em agroecologia e reciclagem de resíduos.


Elisabeth Renck: Enfermeira, Sanitarista, Permacultora e Coordenadora do Rincão Gaia


Inscrição:

R$ 25,00 por encontro ou apenas R$ 40,00 nas duas noites

Inscreva-se pelo telefone: 51 33 30 35 67, com Carla

ou pelo e-mail [email protected], até 30 de setembro de 2002.

 

AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS

PROGRAMA
- Definições

- Estudo de impactos ambientais potenciais e medidas atenuantes em produção animal e vegetal

- Esquema de ação para passivos ambientais

- Concepção seqüencial no tratamento de passivos ambientais

- Áreas de expansão urbana - sustentabilidade

- Fontes de poluição

- Modelo de Levantamento técnico de passivo ambiental

- Emissões e meio de propagação

- Biomonitoring

- Estratégia de amostragem - levantamento técnico

- Avaliação sobre o âmbito de aplicação

- Relatório

- EIA - RIMA - Escopo

- RAP - Escopo

- Exercício em sala da aula

PÚBLICO ALVO
Profissionais de variadas áreas militantes ou iniciantes em trabalhos relacionados com meio ambiente.

FORMA DE APRESENTAÇÃO
Aula interativa com recursos audio-visuais, sendo o primeiro dia de aula teórica e o segundo com exercícios práticos.

PALESTRANTE

DR. CARLOS ARANTES

Engenheiro Agrônomo

Mestrando em Engenharia de Avaliações - Valência - Espanha

Enviromental Auditor - EARA - UK

Esp. Gestão Reforma Agrária - UFLA - MG

Esp. Solos e Meio Ambiente - UFLA - MG

Esp. Direito Imobiliário - FMU - SP

DATA e LOCAL

17-18 de outubro de 2.002

auditório do crea - GO

Rua 239, nº 585

Goiânia - GO

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES
TEL: (62) 221.6290 FAX: (62) 242.6626.


28 al 31 de octubre de 2002 tendrá lugar en el Centro Nacional de Educación Ambiental el curso Buenas Prácticas en Instalaciones de Turismo y Actividades Recreativas, de 25 horas de duración, y que organiza y coordina la Fundación Global Nature. El curso pretende exponer aquellas medidas prácticas que se pueden adoptar desde el punto de vista de la mejora de la calidad ambiental tanto en las instalaciones turísticas como en las actividades recreativas y deportivas en la naturaleza, siendo los espacios naturales protegidos uno de los temas que se abordarán tanto frontal como transversalmente durante el curso en lo que al uso público se refiere.

El curso está dirigido a propietarios y gerentes de todo tipo de instalaciones turísticas y aquellas entidades que ofertan actividades recreativas y deportivas en la naturaleza, las personas que las diseñan, a los guías que las conducen y a todos aquellos que tengan intención de emprender iniciativas semejantes.

Podrán participar en este Curso gratuito todos los españoles o personas con permiso de residencia en España, mayores de edad, que residan en regiones consideradas Objetivo 1 (Andalucía, Asturias, Canarias, Castilla-La Mancha, Castilla y León, Comunidad Valenciana, Extremadura, Galicia, Murcia, Ceuta y Melilla) y Objetivo 3 (Aragón, Baleares, Cataluña, Madrid, Navarra, País Vasco y La Rioja) por la Unión Europea, y que sean trabajadores en activo de empresas pero no dependan directamente de ninguna de las administraciones públicas. Es además necesario ajustarse a alguno de los siguientes perfiles:

Ser trabajador, empresario o profesional en activo de ambos sexos y sin límite de edad de pequeñas y medianas empresas.
Ser trabajador, empresario o profesional en activo (hombres mayores de 45 años y mujeres sin limite de edad) de grandes empresas cuya actividad este relacionada con el medio ambiente".
Podreis encontrar toda la información sobre las condiciones generales y el formulario de preinscripción en: http://www.mma.es/educ/ceneam/04formacion/presenciales/formacion2002/progforma2002.htm

Así mismo para cualquier consulta o aclaración el Coordinador del Curso, Álvaro Casanova, está a vuestra disposición en:

Correo electrónico: [email protected]

Teléfono de contacto: 91 556 93 90


CENTRO DE INVESTIGACION
ECOLOGIA Y EVALUACION DE IMPACTO AMBIENTAL
(CINECOEIA, FDA-UNALM)

CURSO INTERNACIONAL de ETNOBOTANICA: METODOLOGÍA Y APLICACIONES
23 al 27 de Octubre de 2002

EXPOSITORESDra. Claudia González RomoUniversidad Autónoma de Tamaulipas, MéxicoM. Sc. Aldo Ceroni StuvaUniversidad Nacional Agraria La Molina, Lima, Perú

INFORMES E INSCRIPCIONES
E-mail: [email protected]
http://www.lamolina.edu.pe

Costo: S/ 250.00. Participantes Extranjeros: USA$ 300.00
Abonar: Cuenta FDA, Banco de Crédito N° 191-0031059-0-26
Separar vacante


Lugar: 5 días en el IRD Sierra, San Juan de YanamucloFacilidades: El Costo del Curso incluye inscripción al curso, transporte en el ómnibus de la UNALM, alojamiento en el fundo los 5 días, alimentación y transporte a las ferias de localidades cercanas para realizar las prácticas de campo.

 

II Curso sobre Agricultura Agroecológica
Data: 29 a 31/10
Objetivo: capacitar técnicos e produtores para utilização das técnicas para produção orgânica de alimentos.
Local: Aracaju, SE
Contato: Tel: (79) 217-1300 / Fax: (79) 217-1017 / [email protected]

Olericultura Orgânica
Local: São Roque/SP
Data: 26 e 27/10
Maiores Informações: www.agroecologia.com.br

III Encontro Nacional de Substratos para Plantas
Local: Anfiteatro do Instituto Agronômico-IAC-Campinas/SP
Periodo: De 28 a 30 de Outubro de 2002
Realização: Instituto Agronômico-Campinas
Contato: Telefone 19 32369119
E-mail: [email protected]
Homepage: www.iac.br

 

III Congresso Mundial de Mulheres Rurais se reunirá em Madri - Espanha, de 2 a 4 de outubro de 2002. O evento é organizado pelo Instituto da Mulher Em colaboração com o Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação. Maiores informaçõess, visite: http://www.mtas.es/mujer/rural/mujer_rural/spain/index.htm ou escreva:
[email protected]

 

4o Encontro de Energia no Meio Rural

28 a 31 de Outubro de 2002

UNICAMP, Campinas - SP, Brasil

 

XXI RELAR. Reunião atinoamericana de Rhizobiología

Período: de 21 al 24 de outubro de 2002. Cocoyoc, México.

Maiores informações http;//www.cifn.unam.mx/relar/ ou contato: Jesús Caballero Mellado [email protected]

 

O II SIMPÓSIO NACIONAL SOBRE ALIMENTOS TRANSGÊNICOS, organizado pela Universidade Federal de Viçosa, será realizado em Viçosa, Brasil, nos dias 17 e 18 de outubro de 2002. Conteúdos: Panorama da Biotecnologia;

Biotecnologia: Perspectivas Internacionais para o Brasil; Alimentos
Transgênicos e Saúde Humana; Testing and Labeling Around the World;
Sentinelas Ambientais: Genotoxicidade de OGM's; Quantificação de Resíduos
de Transgênicos em Alimentos. Mais informações em:
http://www.ufv.br/dns/transgênicos/Index.htm ou escrevendo para: Aluízio Borém: [email protected]

 

20 al 24 de octubre
Titulo: El Salón Internacional de la Alimentación SIAL 2002 que se celebrará del 20 al 24 de octubre en París es la mayor cita mundial de los profesionales de la agroalimentación.
Las ventajas de SIAL para los operadores del sector ecológico/orgánico:
· la oportunidad de reunirse con los profesionales que manifiestan un interés creciente por los productos ecológicos/orgánicos:
·compradores de la restauración (11 % de los visitantes)
·industriales del sector agroalimentario (44 % de los visitantes)
·comerciantes, profesionales de la distribución especializada y convencional (37 % de los visitantes)
· la localización especial del sector ecológico en la entrada del pabellón 6, al lado del Espacio Tendencias e Innovaciones.

Las cifras de la última edición 2000: · el sector ecológico/orgánico reunió 450 expositores de 40 países 132 000 profesionales, de los cuales 67 % europeos, compradores con gran poder de decisión de 185 países, asistieron a dicha cita.
Contacto: t el: 33 (0)1 49 68 56 25. Nadia Tarrieu Directeur www.greentrade.net , Miren Juaristi Responsable du secteur Bio SIAL - www.sial.fr
Web: www.sial.fr , www.greentrade.net

 

II CURSO DE EMPREENDEDORISMO EM NEGÓCIOS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.

Promoção:

IIEB - Instituto Internacional de Educação do Brasil
IBENS - Instituto Brasileiro de Educação para Negócios Sustentáveis
CEPEA - Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada

Objetivos:

O Curso de Empreendedorismo em Negócios e Desenvolvimento Sustentável busca oferecer oportunidades de treinamento e aprendizagem voltadas para identificar e/ou desenvolver o espírito empreendedor e o conceito de desenvolvimento sustentável. Espera-se que os alunos estejam aptos, ao final do curso, a colaborar no desenvolvimento e implementação de negócios rentáveis e sustentáveis.

Local: Piracicaba - SP
Data: 8 a 13 de outubro de 2002 e 1º semestre de 2003

Inscrição:

Todos os candidatos ao curso deverão apresentar 1) Curriculum Vitae resumido (de até, no máximo, 2 páginas) e 2) a ficha de inscrição anexa devidamente preenchida. Todo esse material deverá estar disponível na sede do IIEB até o dia 24/08/2002. Não serão considerados os materiais
que chegarem após essa data.


Os documentos necessários para a inscrição deverão ser enviados ao IIEB,
somente via fax ou email: para [email protected] , ou 0XX 61 328 5933. Para quaisquer esclarecimentos adicionais, entrar em contato com o Sr. Hans, no telefone: 0xx 61 327 7525.


VAGAS LIMITADAS!!!!!!


Custo: Grátis. Os alunos selecionados terão ajuda de custo para transporte, hospedagem e alimentação em Piracicaba. Os 10 melhores alunos terão uma bolsa de estudo durante 6 meses para desenvolver um plano de negócios.


Para o Edital com a programação e ficha de inscrição veja o site: http://cepea.esalq.usp.br

 

V CÚPULA DE INFORMAÇÃO SOBRE ÁGUA
Estudos de Casos e Perspectivas Reginais

A V Cúpula de Informação sobre Água do Consórcio Water Web acontecerá de 23 a 25 de outubro de 2002. Essa série de reuniões para manejadores de web sites e usuários de informações de água enfoca o uso da Internet para apoiar e promover a aplicação do Manejo Integrado do Solo e Recursos Hídricos. O quinto fórum reunirá especialistas da informação, manejadores de websites, pesquisadores, elaboradores de politicas e outros usuários de informações de água, para discutir as perspectivas regionais sobre informação de água e apresentar e discutir uma seleção de estudos de casos sobre a implementação de sistemas de informação sobre água nos níveis local, regional, nacional e internacional e o uso da Internet para disseminar informação sobre água.

Entres os temas a serem discutidos durante a Cúpula figuram:

Sistemas de dados de água Nacionais.
Sistemas de Informação sobre bacias hidrográficas.
Sistemas de alerta de enchentes/secas.
Avaliação de Recursos Hídricos.
Bibliotecas eletrônicas de informação.
Desenvolvimento do Portal de Água.
Programas de educação e conscientização de cidadãos.
Os trabalhos devem focar:
A criação de bancos de dadas e controle de qualidade dos dados ou informações;
Tecnologia de manejo de dados;
Educação e contato com os usuários;
Medidas de custo/benefício e impactos do sistema de informação sobre a sociedade.
OS TRABALHOS PRECISAM SER RECEBIDOS ATÉ 1O DE JULHO DE 2002 em forma eletrônica para serem considerados para a reunião. Instruções para os autores será postada no website.

Por ser a parte principal da WIS-5 direcionada a estudos de caso, a maior parte dos trabalhos será apresentada na sessão de posters que provou ser um meio altamente eficiente para distribuir informação sobre projetos individuais e programas. Os autores também serão convidados para participar de painéis de discussão sobre vários estudos de casos.

Como parte da WIS-5, o International Waters Learning Network (IW:LEARN) coordenará novamente um workshop de Elaboradores de Web para aproximadamente 20 participantes. Um número limitado de bolsas será disponibilizado.

As linguagens oficiais da Cúpula serão o Espanhol e o Inglês. Tradução simultânea será oferecida durante as Sessões Plenárias.

Arranjos Locais: Este evento acontecerá em Fort Lauderdale, Flórida, e o workshop acontecerá nas instalações da Florida Atlantic University. Ft. Lauderdale está a curta distância do Aeroporto Internacional de Ft. Lauderdale e há transporte disponível do Aeroporto Internacional de Miami. Os detalhes sobre hotel serão postados no www.waterweb.org. Um dia opcional de viagem de campo está planejado para visitar os esforços de restauração fluvial e das terras úmidas no sul da Flórida.

Aqueles interessados em participar da V Cúpula de Informação sobre Água devem registrar-se online no www.waterweb.org.


Maiores Informações:

Florida Center for Environmental Studies
Attn: Mr. Terry Dodge
Florida Atlantic University
3970 RCA Blvd.
Local: Palm Beach Gardens, FL 33410 USA
Tel: +1 (561) 691-8557
Fax: +1 (561) 691-8540
E-mail: [email protected] URL: www.waterweb.or

 

 

 

 

 

 

Setembro

 

Agricultural Biotechnology International Conference(Listing #3144 )
Período de 15 a 18 de setembro de 2002

Local: Saskatoon, State/Province: Saskatchewan
Paísy: Canada Fax: 306/683 2264
Phone: 306/683 2242
Email: [email protected] Contact: Lucille Richardson
maiores informações:http://www.abic.net
Description: Agricultural Biotechnology International Conference Start: 15-Sep-02 End: 18-Sep-02 Location: City: Saskatoon, Saskatchewan, Canada Sponsor(s): Ag-West Biotech Contact: Lucille Richardson Voice: 1 306/683 2242 Fax: 1 306/683 2264 Email: [email protected] WWW: http://www.abic.net


AGROECOLOGÍA. 1º Congresso Iberoamericano e 5º Congresso da Sociedade
Espanhola de Agricultura Ecológica: "A Agricultura e Pecuária Ecológicas en
un marco de Diversificación y Desarrollo Solidario", 16 al 21 de septiembre
de 2002. Gijón, España. Más información en: www.serida.org/seae2002
Contacto: J. L. Porcuna: [email protected]


Seminário MEIO AMBIENTE & NEGÓCIOS, no dia 24 de setembro, das 9h às 18h, no Salão Nobre da FIESP/CIESP - Federação e Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Av. Paulista, 1313 - São Paulo, SP). Confira o programa completo no site www.advbfbm.org.br/ ativoambiental.htm e garanta a sua vaga!

Inscrições:
Profissionais e novas inscrições R$ 290,00
Estudantes R$ 250,00
Associados da FIESP/CIESP e do IRES R$ 203,00
Os valores incluem uma assinatura trimestral do jornal Valor Econômico (exceto para inscrições com desconto), 2 coffee-breaks, material de apoio e certificado de participação.

Central de Atendimento:
Tels.: (11) 3284.4044 e 3284.3480 (com Carolina Domingos ou Daniele Machado).
E-mail: [email protected] br .

José Zetune Luiz A. Ciocchi
Presidente Coordenador-Geral
ADVB - Associação dos Dirigentes Instituto ADVB de Responsabilidade Social
de Vendas e Marketing do Brasil

Programa:
A LEGISLAÇÃO AMBIENTAL COMO GERADORA DE OPORTUNIDADES COMERCIAIS
Édis Milaré, procurador de Justiça aposentado; ex- Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo; consultor em Meio Ambiente; criador e ex-coordenador das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.
RESÍDUOS SÓLIDOS: OPORTUNIDADES DE NEGÓCIOS E SUSTENTABILIDADE
Sabetai Calderoni, doutor em Ciências pela Universidade de São Paulo, pós-graduado em Planejamento pela Universidade de Edimburgo, Grã-Bretanha, e bacharel em Ciências Econômicas e em Direito pela USP; coordenou trabalhos de planejamento e pesquisas para o governo federal, governos de São Paulo, Paraná e Santa Catarina e para o Município de São Paulo; autor do livro "Os Bilhões Perdidos no Lixo", atualmente em sua 4ª edição.
A RECICLAGEM DE RESÍDUO URBANO COMO FATOR DE GERAÇÃO DE RENDA E ENERGIA
Agamenon Dantas, diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado de São Paulo.
Roberto Domenico Lajolo, diretor do Agrupamento de Engenharia Térmica do IPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo S/A.
O MERCADO DE CRÉDITO DE CARBONO
Marcelo Schunn Diniz Junqueira, diretor da EIC - Econergy International Corporation; engenheiro agrônomo; mestre acadêmico pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (EAESP/FGV); divulga o CDM (Clean Development Mechanism) como fonte de recursos a projetos de energia renovável e outros.
PÉGASO E SUAS INFLUÊNCIAS NA GERAÇÃO DE NEGÓCIOS NO MERCADO NACIONAL
Jayme de Seta Filho, engenheiro químico, especialista em meio ambiente e segurança da Petrobras, coordenador corporativo do Pégaso.
PROGRAMA SEBRAE DE ECONEGÓCIOS: EXPERIÊNCIAS NA ÁREA DE GESTÃO AMBIENTAL DIRIGIDAS ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS
José Bento Desie, coordenador do Núcleo de Turismo - Sebrae São Paulo.

 

Instituto Ética de Formação Empresarial


APRESENTA O TRAINING

PROVA PERICIAL CONTÁBIL

OBJETIVOS

* CAPACITAR OS PROFISSIONAIS A UMA VISÃO GENERALISTA E FUNDAMENTAL DA PERÍCIA E DA PROVA CONTÁBIL NO BRASIL.

* DEBATER TEMAS DESTACADOS DA PROVA PERICIAL CONTÁBIL: AVALIAÇÃO DE EMPRESAS EM CASO DE RESOLUÇÃO OU DISSOLUÇÃO DE SOCIEDADE EMPRESARIAL. DISTINÇÃO ENTRE AUDITÓRIO E PERÍCIA CONTÁBIL. FUNDO DE COMÉRCIO OU FUNDO EMPRESARIAL? MÉTODO HOLÍSTICO. AS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO (RESPONSABILIDADES, PRAZOS, CRITÉRIOS DE AVALIAÇÕES E TERMINOLOGIAS).

* ESTIMULAR OS PROFISSIONAIS AO ESTUDO E A FUNDAMENTAÇÃO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICA COM INDEPENDÊNCIA DE JUÍZO ACADÊMICO. APRESENTANDO UMA VISÃO PANORÂMICA DA PROVA PERÍCIA CONTÁBIL: ESTUDANDO OS CONCEITOS OPERACIONAIS/LEGAIS NECESSÁRIOS AO ENTENDIMENTO DA DISCIPLINA; DESENVOLVER ESTUDO CRÍTICO EM RELAÇÃO A PROVA VIA PERÍCIA CONTÁBIL, BUSCANDO CAPACITAR OS PROFISSIONAIS A IDENTIFICAÇÃO E SOLUÇÃO DE CONFLITOS.

INSTRUTOR

WILSON ALBERTO ZAPPA HOOG

PROF. MESTRANDO , PERITO CONTÁBIL, DIRETOR LICENCIADO DA CÂMARA DE PERÍCIA DO SESCAP, PESQUISADOR E CO-AUTOR DO LIVRO " PROVA PERICIAL CONTÁBIL", COM A CONDUÇÃO DOS ESTUDOS TEÓRICOS E PRÁTICOS SOBRE TEMAS DESTACADOS DA PERÍCIA CONTÁBIL.

LOCAL E DATA

HOTEL BRASTON
RUA MARTINS FONTES, 330
CONSOLAÇÃO - SÃO PAULO -SP

11/10/2002


INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES PELO TEL.: (11) 5505-9866 OU PELO E-MAIL: [email protected]

 

I SEMINÁRIO BANCO CENTRAL SOBRE MICROCRÉDITO
"Microcrédito, a vez dos pequenos empreendedores"

Recife, 27 de setembro de 2002

Promoção : BANCO CENTRAL DO BRASIL

Em Parceria com Visão Mundial, Banco do Nordeste do Brasil S/A,
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, SEBRAE - Serviço
Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas,
PRORENDA Microempresa-PE, PRORENDA Rural-PE


Patrocínio : GTZ - Cooperação Alemã para o Desenvolvimento em
conjunto com o Governo do Estado de Pernambuco -
PRORENDA MICROEMPRESA-PE e
SINAL - Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central do Brasil


Local: Auditório do Banco Central do Brasil - Rua da Aurora, 1259 - Santo
Amaro - CEP: 50040-090 - Recife (PE) - Fones: (81) 3413-4100 (PABX) / (81)
3413-4138 (Deorf/GTREC)


Horário: 08:00 às 18:45h


Objetivos:


O objetivo principal do seminário é mostrar, por intermédio da troca de
experiências e da discussão dos diversos aspectos que a envolvem, que a
atividade de microcrédito no Brasil pode ser, não apenas atraente opção
para investidores e outros provedores de capital, mas também importante
ferramenta desenvolvimentista, ao permitir o acesso, pelas populações de
baixa renda, ao crédito no formato apropriado.


Importantes desafios, como a implantação de uma indústria microfinanceira
nas Regiões Norte e Nordeste e o aumento da oferta de outros serviços
financeiros, serão abordados, no contexto do projeto maior do Banco
Central, que objetiva o aumento da oferta de serviços financeiros para
populações com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Programação:


08:00 Credenciamento de participantes


08:30 Café Regional


09:00 Abertura
Sérgio Darcy da Silva Alves - Diretor de Normas e Organização do Sistema
Financeiro (Dinor) - Banco Central do Brasil

TEMA I: EXPERIÊNCIA INTERNACIONAL


09:15
Fatores determinantes do sucesso de entidades microfinanceiras no mundo -
Processo evolutivo: da ONG à entidade microfinanceira comercial


Expositores:
Doris Thurau - Diretora da GTZ - Cooperação Alemã para o Desenvolvimento -
Agência no Brasil
Serguem Jessui da Silva - Diretor Executivo da
Visão Mundial


09:55 Debate


Moderador:
Luiz Edson Feltrim - Chefe do Departamento de Organização do Sistema
Financeiro (Deorf) - Banco Central do Brasil


10:15 Intervalo

TEMA II: EXPERIÊNCIA BRASILEIRA


10:35 - Como atuam as sociedades sem fins de lucro - ONG e Oscip - Principais
desafios

Expositores: Valdi de Araújo Dantas - Consultor do CEAPE Nacional e Jane Athayde Barcellos - Diretora Executiva da PORTOSOL

11:15 Debate - Moderadora: Maria de Fátima Amazonas - Consultora do Banco Mundial em
Recife

11:35 - Microcrédito como negócio financeiro - Condições para o sucesso - Características do mercado - Principais desafios

Expositores: Maria de Lourdes de Oliveira - Diretora do CREDCIDADANIA (PE)
Euds Furtado - Presidente da Associação Brasileira das Sociedades de Crédito ao Microempreendedor
Rita Valente - Chefe do Gabinete da Presidência do Banco do Nordeste do Brasil - Coordenadora do Programa CREDIAMIGO

12:35 Debate

Moderador: William Diaz - Consultor da GTZ/PRORENDA RURAL/PE

12:55 Almoço Livre

TEMA III: POSIÇÃO DOS PROVEDORES BRASILEIROS DE RECURSOS PARA AS MICROFINANÇAS

14:50 - Condições para acesso às linhas de financiamento - Principais experiências - Projetos e perspectivas

Expositores:
Antônio Sérgio Barretto - Gerente Executivo da Gerência Executiva de
Trabalho, Renda e Desenvolvimento Local do BNDES
Eli Moreno - Coordenador de Microcrédito do SEBRAE

15:30 Debate Moderador: Valdi de Araújo Dantas - Consultor do CEAPE Nacional

TEMA IV: AUMENTO DA OFERTA DE SERVIÇOS FINANCEIROS PARA POPULAÇÕES DE BAIXA
RENDA NO BRASIL - PAPEL DO BANCO CENTRAL

15:50 - Como estimular o crescimento da oferta de serviços financeiros para populações com baixo IDH - Andamento do projeto do Banco Central - Perspectivas - Próximos passos

Expositor:
Marden Marques Soares - Consultor Departamento de Organização do Sistema
Financeiro (Deorf) - Banco Central do Brasil

16:30 Debate

Moderador:
David Falcão - Secretário Nacional do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central do Brasil.

16:50 Intervalo

TEMA V: PONTO DE VISTA DOS EMPREENDEDORES NA ÁREA DE MICROCRÉDITO

17:10 - Principais dificuldades de acesso ao crédito por parte dos empreendedores informais e das micro e pequenas empresas - Opções disponíveis - Microcrédito como solução

Expositores:

Área Urbana: Idalvo Toscano - Consultor da Associação Civil Comunitária de
Microcrédito de Belo Horizonte - BANPOP
Área Rural: Júlio César Lima Dias - Gerente Nacional do Programa de
Microcrédito Rural da Visão Mundial
e William Diaz - Consultor da GTZ/PRORENDA RURAL/PE


18:10 Debate


Moderador:
Marden Marques Soares - Consultor do Departamento de Organização do Sistema
Financeiro (Deorf) - Banco Central do Brasil


18:30 Encerramento - Resumo dos trabalhos do Seminário


Moderador:
Luiz Edson Feltrim - Chefe do Departamento de Organização do Sistema
Financeiro (Deorf) - Banco Central do Brasil


18:45 Coquetel

 

Semana Florestal de 2002

AUDITÓRIO DO IEF, RUA PARACATÚ, 304 - BARRO PRETO BELO HORIZONTE - SEMPRE ÀS 17H, COM ENTRADA FRANCA.

CICLO INTERNO DE PALESTRAS E COMEMORAÇÕES DOS 40 ANOS DO IEF

LOCAL: AUDITÓRIO DO INSTITUTO ESTADUAL DE FLORESTAS


HORÁRIO: 17H -

ENTRADA FRANCA


23 DE SETEMBRO (SEGUNDA FEIRA)


Palestra: Gestão na Pesca do Estado de Minas Gerais - César Augusto Maximiano Estanislau - Diretor de Gestão da Pesca


24 DE SETEMBRO (TERÇA FEIRA)


Palestra: Estação Ecológica do Tripuí e Parque Estadual do Itacolomi - Remanescentes da Mata Atlântica em Ouro Preto e Mariana - Aristides Neto - Gerente da Estação Ecológica de Tripuí


25 DE SETEMBRO (QUARTA FEIRA)


Palestra: Plantas Medicinais - Danilo Rocha (DDFS)


26 DE SETEMBRO (QUINTA FEIRA)


Palestra: Ecologia Interior - Ricardo Cottini - (Regional Noroeste)


APOIOS NOS EVENTOS DA SEMANA FLORESTAL E 40 ANOS DO IEF:

  • CENTRO UNIVERSITÁRIO FUMEC - FACULDADES DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS, ADMINISTRATIVAS E CONTÁBEIS DE BELO HORIZONTE
  • SATIPEL BDMG TELEMAR
  • VALLOUREC & MANESMANN FLORESTAL
  • FERTECO PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE
  • SECRETARIA DE ESTADO DO MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUISTENTÁVEL
  • IGAM
  • FEAM
  • COPASA
  • CEMIG
  • DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEM - DER
  • FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA E PECUÁRIA DO ESTADO DE MINAS GERAIS - FAEMG
  • GUARANÁ KUAT
  • SOCIEDADE MINEIRA DE ENGENHEIROS FLORESTAIS - SMEF
  • PROJETO DOCES MATAS - GTZ
  • SOCOCO
  • LALKA - BOMBONS
  • GO BANANAS
  • CONFEITARIA MOMO
  • GRUPO 1º ATO
 

VIDEOCONFERÊNCIA REDE DE SEMENTES FNMA

O FNMA confirma a realização da videoconferência sobre o tema onceito e Desenho Organizacional de Redes, no dia 24/09, com início às 15h e término previsto para às 18h, na Embrapa Sede e em todas unidades decentralizadas da instituição. A abertura contará
com a presença da Diretora do FNMA ­ Eliane Fernandes e do Gerente Reflorestamento e Recuperação de Áreas Degradadas/PNF ­ Hélio Pereira, e o tema será apresentado pelo Consultor em Gestão de Redes ­ Cassio Martinho.


A videoconferência faz parte de uma estratégia do FNMA para fomentar a discussão sobre os instrumentos de gestão de redes, e articulação entre os projetos apoiados dos Editais 04/2000 e 01/2001 ­ Estruturação de Redes de Fomento à Oferta de Sementes Florestais Nativas.

Segue anexo ao email, e estará disponível no site do FNMA ({ http://www.mma.gov.br/fnma }www.mma.gov.br/fnma), o material sobre o tema da videoconferência proferida e a lista de endereços das unidades descentralizadas da Embrapa.

A videoconferência é um evento gratuito, desta forma, recomenda-se entrar em contato com a unidade descentralizada da Embrapa mais próxima, para maiores informações sobre o acesso à unidade. As unidades estão disponibilizando seus auditórios e equipamentos necessários a interação com os palestrantes (fax, email e telefone).

 

CENTRO DE INVESTIGACION ECOLOGIA Y EVALUACION DE IMPACTO AMBIENTAL
(CINECOEIA, FDA-UNALM)


CURSO INTERNACIONAL
EL MARCO MESMIS, UNA HERRAMIENTA PARA EVALUACIÓN DE SUSTENTABILIDAD DE SISTEMAS PRODUCTIVOS
19,23,25,30 de setiembre y 2 de octubre-2002

EXPOSITORESDra. Claudia González RomoUniversidad Autónoma de Tamaulipas, MéxicoM. Sc. Juan Torres GuevaraDr. Edgard Sánchez InfantasUniversidad Nacional Agraria La Molina, Lima, Perú

INFORMES E INSCRIPCIONES
E-mail: [email protected]
http://www.lamolina.edu.pe
Costo: S/ 150.00
Abonar: Cuenta FDA, Banco de Crédito N° 191-0031059-0-26 y presentar voucher
Horario: 6:00-8:00pm Lugar: Lab. B6-Biología, Campus UNALM

 

AGRENER 2002 - 4º Encontro de Energia no Meio Rural Uma ampla discussão da realidade energética no meio rural. Esse é o objetivo do AGRENER 2002: 4º Encontro de Energia no Meio Rural, que acontece de 29 a 31 de outubro na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), em Campinas (SP). O evento, promovido pelo Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético (NIPE) da UNICAMP e pela Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola (SBEA), vai apresentar os temas eletrificação rural, fontes renováveis e não renováveis de energia, desenvolvimento sustentável e meio ambiente, entre outros. Serão realizadas durante o AGRENER 2002 conferências ministradas por especialistas do setor e sessões plenárias, em que serão apresentados os trabalhos relacionados ao tema Sociedade, Tecnologia e Energia no Meio Rural. Para mais informações, basta acessar o site www.unicamp.br/nipe/agrener2002 ou enviar e-mail para [email protected]

 

CURSO DE PRODUÇÃO AGROECOLÓGICA DE FRANGOS EM SC


Com o objetivo de capacitar técnicos dos serviços oficiais e privados de extensão rural e assistência técnica, a Embrapa Suínos e Aves, empresa ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, estará oferecendo o Curso de Produção Agroecológica de Frangos de Corte e Galinhas de Postura. O curso acontece de 24 a 26 de setembro próximo, em Concórdia (SC), e será dividido entre aulas teóricas e práticas. De acordo com o pesquisador Élsio Figueiredo, o ponto forte do curso será a abordagem da tecnologia de produção de frangos e ovos agroecológicos, envolvendo desde o manejo e sanidade até a construção dos aviários. Será ainda dado ênfase ao abate, processamento e venda do produto agroecológico. O dimensionamento da escala de produção também será abordado no curso. O frango agroecológico, de acordo com o pesquisador, deve ser produzido em pequena escala. O negócio deve crescer de acordo com a aceitação e ampliação do mercado para que o preço de venda ao consumidor não fique muito alto. O repasse de informações sobre a tecnologia da produção agroecológica para os técnicos de extensão será importante para que os mesmos possam organizar os produtores das regiões que lhes compete, viabilizando a produção de frangos e ovos. A inscrição para o curso e demais informações estão disponíveis na página eletrônica da Embrapa Suínos e Aves, no endereço www.cnpsa.embrapa.br, ou então pelo telefone (0xx49) 442.8555 - ramal 316, com Dianir. O contato pode ser feito ainda pelo e-mail [email protected] O investimento do curso é de R$ 130,00 e inclui almoço, material didático e certificado. (Fonte: Embrapa)

 

III CURSO "GESTION DE LA BIODIVERSIDAD"
2-6 de Setiembre de 2002 (6:00-9:00pm)

PROGRAMA

Ø Biodiversidad global
Dra. Inés Redolfi Pivatto
Ø Estrategias para la conservación ex situ de germoplasma
Mg. Sc. César López Bonilla
Mg. Sc. Rosa Espejo Joya
Ø Gestión de la biodiversidad microbiana
Dra. Doris Zúñiga Dávila
Ø Percepción de la biodiversidad
Dra. Mariza Falero Sánchez
Ø Inventario de la biodiversidad
Ph.D. José Santisteban Castillo

INFORMES E INSCRIPCIONES
E-mail: [email protected]
http://www.lamolina.edu.pe
Costo: S/ 70
Abonar: Cuenta FDA, Banco de Crédito N° 191-0031059-0-26
Horario: Lunes a Viernes 6:00-9:00pm
Lugar: Lab. B6-Biología, Campus UNALM

 

Workshop Regional sobre espécies florestais nativas para Recuperação de
Áreas Degradadas no Estado de São Paulo
Local: Parque Florestal da International Paper - Mogi Guaçu
Periodo: Dia 18 de Setembro de 2002
Realização: ESALQ/USP e Embrapa - Transferêcia de Tecnologia
Contato: (19) 3232-1955, Fax.: 3232-1707.
E-mail: [email protected].embrapa.br
Homepage: www.campinas.snt.embrapa.br

 

1° Workshop sobre Reposição Florestal

A demanda por madeira em todo o país é cada vez maior e por outro lado à oferta está diminuindo a cada ano. De acordo com a SBS (2001) o consumo de madeira foi de 300 milhões de m³ / ano (nativas + plantadas para todos os fins), sendo que apenas 100 milhões m³ / ano foram plantados para consumo industrial. Isto decorre de vários fatores que precisamos corrigir, entre eles destacamos o decréscimo da arrecadação da reposição florestal obrigatória, a falta de financiamentos compatíveis com o setor, os desmatamentos sem controle, que levam a conseqüências catastróficas tanto econômicas quanto sócio-ambientais.

Com esta preocupação, o IBAMA em parceria com o PNUD estará promovendo em setembro próximo o, com o objetivo de diagnosticar os principais benefícios da reposição florestal em cada estado da Federação, para que juntos os setores, público e privado possam planejar estrategicamente a otimização deste quadro.

Há também a necessidade de conhecermos todos os entraves que dificultam o desenvolvimento da atividade nos Estados, tanto de ordem política quanto de ordem técnica.

Workshop deverá ocorrer nos dias 25 e 26 de setembro em Brasília, na sede do IBAMA/DF. Contamos com sua importante colaboração.

Qualquer dúvida contatar, no IBAMA/DF - Sidney Carlos Sabbag (61) 317 1464, e-mail [email protected] ou Afrânio C. Migliari (65) 9981 4574 [email protected], ou também pelos telefones (11) 32846744 Ramal 1409 e 1410, falar com Daniela e-mail [email protected]

 

Conferência: Meio ambiente e a nova agenda para o agronegócio de milho e sorgo


SEGUNDA-FEIRA _ 02 DE SETEMBRO DE 2002

LOCAL: SALA SANTA CATARINA I

08:00 às 09:30 horas


Conferencista: Dr. Antônio Fernandino de Castro Bahia Filho, Embrapa Milho e Sorgo


TERÇA-FEIRA _ 03 DE SETEMBRO DE 2002

LOCAL: SALA SANTA CATARINA I

08:00 às 12:00 horas

Mesa Redonda: Agricultura orgânica

Moderador: Dr. Luiz Carlos Vieira, Epagri

- Considerações sobre rotação de cultura na produção de milho orgânico - Dr. Shiro Miyasaka, Associação dos Produtores de Agricultura Natural, SP

- Produção de milho orgânico - Dr. Jacimar Luiz de Souza, Imcaper

- A experiência de um produtor rural - Dr. Sérgio Cabral, Consultoria Ecológica

- Controle biológico como ferramenta para o manejo ecológico de pragas na cultura de milho orgânico - Dr. Ivan Cruz, Embrapa Milho e Sorgo

 

Jornadas Iberoamericanas
Evolução, Utilização e Facilidade do uso da Enerigia Eólica
16 al 20 de septiembre, 2002. Santa Cruz, Bolivia

Evento a realizarse en el Centro de Formación y Cooperación Española de Santa Cruz de la Sierra, organizado por el programa de ciência y Tecnología (CYTED), la Organización de los Estados Iberoamericanos (OEA) y la Agencia Española de Cooperación Internacional (AECI)

Maiores Informações: [email protected]

 

 

I Congreso Iberoamericano
AGROECOLOGÍA: Na Agricultura e Peccuária Ecológica, Um Marco da Diversificação e Desenvolvimento Solidário
16 al 21 de septiembre, 2002. Asturias, España

MAYOR INFORMACIÓN con Leonardo F. De León: [email protected] o http://www.serida.org/seae2002/

 

XII Congreso Forestal Mundial. Septiembre 21 - 28, 2003. Québec, Canada

 

IV Encontro Nacional sobre Pesquisa em Agroecologia

Rio Grande do Sul - Brasil - (10 a 12 de setembro de 2002) - Primeira Convocatória

Estimados amigos e colaboradoros Atualmente, são muitos dos agricultores e os profissionais de diferentes campos do conhecimento que vêm trabalhando arduamente na perspectiva da agricultura sustentável e do desenvolvimento rural sustentável. Não obstante, ainda são grandes os desafios que precisamos enfrentar, especialmente quando levamos em conta a complexidade que encerra o conceito de sustentabilidade em suas múltiplas dimensões. A ciência da Agroecologia vem contribuindo decisivamente nessa caminhada, multiplicando-se as experiências inovadoras e bem sucedidas em distintas regiões do mundo, o que significa que necessitamos seguir abrindo espaços para a sua consolidação como um paradigma orientador dos processos de construção de estilos de agricultura de base ecológica e de estratégias de desenvolvimento rural sustentável, com a correspondente participação dos diversos atores sociais. Nesse contexto, e repetindo uma prática que vem ocorrendo nos últimos anos, estamos convidando a [email protected] para participar de mais um grande evento sobre AGROECOLOGIA, cujo objetivo é contribuir nesse processo de construção paradigmática, fundamentado pelo saber socioambiental e orientado pelos ideais de uma sociedade sustentável. Trata-se do III Seminário Internacional sobre Agroecologia, IV Seminário Estadual sobre Agroecologia e IV Encontro Nacional sobre Pesquisa em Agroecologia, promovido pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, através da EMATER/RS-ASCAR (Associação Riograndense de Empreendimentos de Assistência Técnica e Extensão Rural e Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural), e da FEPAGRO (Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária), contando para isso com o apoio e a valiosa colaboração de diversas organizações governamentais e não governamentais. A data de realização está confirmada: 10 a 12 de setembro de 2002. Nas próximas convocatórias estaremos divulgando o local de realização, o tema central e outras informações relativas ao evento, o que já vem sendo preparado pela Comissão Organizadora. Todas essas informações estarão disponíveis também em nossa página www.emater.tche.br Como em anos anteriores, contamos com a sua decisiva colaboração na divulgação dessa convocatória, ao mesmo tempo em que esperamos suas críticas, sugestões e contribuições através do seguinte endereço: [email protected] A Comissão Organizadora

 

I Congresso Iberoamericano Virtual de Aquicultura se realizará de 1 de junho a 30 de setembro de 2002 pela Internet. Este evento é organizado pela Fundação CENAIM-ESPOL (Ecuador), na Universidade de Chile, Universidad Nacional Mayor de San Marcos (Perú), a Universitat Politècnica de Valencia e na Univ. de Zaragoza e la Revista AquaTIC (Espanha). Para maiores informacões, visite a página:http://www.civa2002.org oo escreva: [email protected]

 

Curso internacional de Caracterização e Diagnóstico de Doenças Virais em Plantas
Local: Córdoba, Argentina.Período

30 de setembro a 1º de novembro de 2002.
Organização: IFFIVE-INTA.

Maiores Informações: http://www.inta.gov.ar/cursos/cursoiffive.htm ou com Dr. S. Lenardon [email protected]

 

CONTABILIDADE AMBIENTAL

O curso desenvolvido tratara dos aspectos ambientais na Contabilidade Financeira (incluindo as recomendações da ONU para o assunto) e na Contabilidade Gerencial.

PÚBLICO-ALVO

É adequado para um público multidisciplinar (biólogos, engenheiros, advogados, contadores) que atue na área de Meio Ambiente das empresas e nas áreas de Controladoria e Finanças.

TEMAS QUE SERÃO ABORDADOS

I - ENTENDENDO O MEIO AMBIENTE

¦ O aspecto histórico

¦ Métodos de avaliação do meio ambiente

¦ A gestão ambiental: objetivos, características e conceitos mais utilizados.

II – A CONTABILIDADE FINANCEIRA E O MEIO AMBIENTE

¦ A evolução histórica

¦ Os pronunciamentos de organismos nacionais e internacionais

¦ Uma proposta de estrutura contábil

¦ Relatórios sócio-ambientais

III – A CONTABILIDADE GERENCIAL E O MEIO AMBIENTE

¦ Evento econômico ambiental: a degradação

¦ Atividades ambientais e seus custos: prevenção, recuperação e reciclagem.

¦ Apuração do resultado da gestão

PALESTRANTE

ARACÉLI CRISTINA DE SOUSA FERREIRA

Doutora em Contabilidade pela FEA/USP. Coordenadora do Programa de Pós-graduação em Ciências Contábeis da UFRJ e professora do curso de Mestrado da UERJ. Diretora de Assuntos Externos do IBRACON. Certificada pelo UNCTAD (Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento) como instrutora em Contabilidade Ambiental, ano 2000.

LOCAL E DATA

01/08/2002

HOTEL BRASTON - RUA MARTINS FONTES, 330 - CONSOLAÇÃO – SÃO PAULO – SP

INCLUSO: COFFEE-BREAK, ALMOÇO, ESTACIONAMENTO, MATERIAL DIDÁTICO E CERTIFICADO

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES PELO TEL.: (11) 5505-9866 OU PELO

E-MAIL [email protected]

 

I Simpósio Sul Brasileiro de Educação Ambiental - II Simpósio Gaúcho de
Educação Ambiental - XIV Semana Alto Uruguai do Meio Ambiente
Local: URI - Campus Erechim - Erechim/RS
Periodo: De 9 a 12 de Setembro de 2002
Realização: URI - Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das
Missões
Contato: Telefone: (54) 520-9000. Ramal 9147
Homepage: www.uri.com.br

 

Curso sobre Restauração da Mata Atlântica em Áreas de sua Primitiva Ocorrência Natural
Local: Auditório da Embrapa Florestas. Estrada da Ribeira, km 111 - Colombo,
PR
Periodo: De 16 a 20 de setembro de 2002
Realização: Embrapa Florestas
Contato: Fax: (41) 666-1863 com Claudia Garbuio

 

I Simpósio Latino-Americano sobre Fixação de Carbono em Ecossistemas Florestais
Local: Auditório do Centro de Ciências Florestais e da Madeira, Campus UFPR,
Jardim Botânico, Curitiba/PR
Periodo: Dias 16 e 17 de Setembro
Realização: PELD - Pesquisas Ecológicas de Longa Duração
Contato: Instituto Ecoplan: Fone/Fax: 0800-410093
E-mail: [email protected]
Homepage: www.ecoplan.org.br

 

V - CONFERÊNCIA BRASILEIRA de AGRICULTURA BIODINÂMICA

5, 6 e 7 de setembro / 2002

Entre os dias 5 a 7 de setembro próximo a ABD, Associação Brasileira de Agricultura Biodinâmica, irá promover a 5a Conferência Brasileira de Agricultura Biodinâmica, em Botucatu-SP. Na realização conta com o apoio da Agroecológica-eventos.

A comissão organizadora deseja que esta Conferência seja um grande encontro entre agricultores biodinâmicos, técnicos e aqueles que estão em conversão, nas diversas regiões do Brasil. Pretendemos criar um espaço para intensificar a troca de experiências, através de relatos de produtores biodinâmicos e de debates. Nas palestras serão abordadas as mais diversas culturas e criações: hortaliças, frutíferas, café, cereais, cana, gado de leite, e outras, mostrando o saudável desenvolvimento da Agricultura biodinâmica no ambiente tropical. Semelhante à homeopatia, a agricultura biodinâmica trabalha com organismos vivos, conferindo saúde e produtividade através de métodos rítmicos que intensificam a vitalidade, a dinâmica e a integridade do organismo agrícola.

Os últimos anos foram marcados por um saudável crescimento da Agricultura Biodinâmica. Não apenas o uso de preparados cresceu a ponto de superar a produção doméstica, como cresce também a noção da qualidade intrínseca do alimento biodinâmico: além de não conter agrotóxios, ele apresenta um alto grau de vitalidade e acabamento nutricional, visíveis no melhor sabor, maior tempo de prateleira e grau de satisfação do consumidor. Para maiores informações sobre agricultura biodinâmica, consulte o site da ABD: www.abd.com.br

A região de Botucatu foi escolhida para sediar a conferência por possibilitar a visita a várias propriedades biodinâmicas próximas e também por ser o berço e a sede de diversas instituições: Associação Biodinâmica(ABD), Associação de Certificação Instituto Biodinâmico(IBD), Associação ELO e a Editora Agroecológica.

O evento será dividido em palestras e debates sobre o manejo do organismo agrícola e a aplicação dos preparados biodinâmicos, nutrição e saúde, relato de produtores e um debate sobre transgênicos. Grande valor será dado à troca de experiências entre os agricultores e técnicos atuantes, e às visitas às propriedades biodinâmicas na região. Também serão abordados temas sobre o comércio justo e economia solidária. Sem esquecer que haverá atividades de sensibilização artística, possibilitando a integração entre os presentes, despertando a criatividade. Coroando o encontro, haverá um evento cultural à noite.

Também propomos uma mostra e feira de troca de sementes ou mudas de diversas culturas, na qual todos estão convidados a colaborar. Junto faremos um debate com relação à problemática das sementes transgênicas. Caso queira colaborar com a mostra, por favor envie uma mensagem dizendo quais cultura e variedades irá trazer, para que possamos dimensionar o espaço.

Desta vez, a conferência sairá do chão, do solo vivo trabalhado por todos aqueles que identificam na agricultura Biodinâmica ideais pessoais e profissionais. Porisso, a conferência precisa muito da sua participação: solicitamos sua colaboração no preparo e na divulgação da conferência:

Dando sugestões e retransmitindo esta mensagem para sua lista

Solicitando um cartaz para ser colocado em mural

Convidando pessoas interessadas na abordagem biodinâmica

Participando ativamente da Conferência !

Seguem abaixo outras informações práticas e a grade do evento


Reservas e informações:

com Renata ou Pedro (014) -6821-7862) ; [email protected]

com Denise ou Manfred (014) 6821-1021 [email protected]

Inscrições:

Taxa
Pq.produtores + estudantes graduação
Demais categorias profissionais

Até 20/08
R$ 45,00
R$ 90,00

A partir de 21/08
R$ 60,00
R$ 120,00

Hospedagem e alimentação: por conta dos participantes

Hotel Peabiru Rua amando de Barros, 587 - centro

(14) 6822-1091 Apto. Simples Apto. Duplo Apto. Simples

Especial R$ 35,00 R$ 60,00 R$ 70,00

Luxo R$ 39,00 R$ 63,00 R$ 75,00

Hotel Chaillot Av. Vital Brasil, 1051 - Jardim Bom Pastor

(14) 6821-2055 Apto. Simples Apto.Duplo Apto. Triplo

Executivo R$ 70,00 R$ 80,00 R$ 105,00

Luxo R$ 90,00 R$ 100,00 -------

Possibilidade de alojamento coletivo à taxas bem reduzidas.

LOCAL: Campus Lageado - UNESP BOTUCATU - SP


Um cordial abraço

p/a comissão organizadora

Pedro Jovchelevich (Associação Biodinâmica)

Manfred von Osterroht (Agroecológica-eventos)

V - CONFERÊNCIA BRASILEIRA DE AGRICULTURA BIODINÂMICA


QUINTA FEIRA 5 / 09
SEXTA FEIRA 06 / 09
SÁBADO 07 / 09

8-11 h
CHEGADA E INSCRIÇÕES Local:

FCA-UNESP,

Agronomia (Campus Lageado) Botucatu-SP
Montagem da Exposição:

mostra de sementes e mudas biodinâmicas, crioulas e rústicas


8h Relatos:

Manejo Biodinâmico

- O organismo agrícola
- Preparados Biodinâmicos

- Pequenas e grandes propriedades

Maria Bertalot, Atila Miklos, Raquel Soraggi, Manfred Osterroht
8h Debate:

Comércio justo - Economia solidária

- Experiências

- Desafios

- Depoimentos e Debate

Debatedores: Joop Stoltenberg, AOPA, outros.

Coordenação: Marco Bertalot

9:30 sensibilização artística + cafezinho
9:30 sensibilização artística + cafezinho

11h
Abertura
10:15h Continuação do debate
10:15h Continuação do debate

12 - 13:30 h
ALMOÇO
ALMOÇO
ALMOÇO

13:30 h

15:30

16:00
Palestra:

Agricultura Biodinâmica

e Saúde Humana

Cafezinho

Debate:

A questão dos transgênicos


13h Visita a propriedades biodinâmicas:

- Gado de leite: Demétria - Paulo Cabrera

- Agrosilvicultura: Fazenda Barreiro - Gerard Bannwart

- Horticultura: Araraquara - Marcelo Sambiase

- Citricultura: Guto Suppia

- ABD - preparados, Organismo Agrícola: Eduardo Mendoza, Débora Castro
13:30 Debate

Troca de experiências entre os produtores presentes; diferentes grupos:

- Hortaliças;

- frutas;

- cereais

- gado de leite;

- café;

- cana de açúcar

17 - 19 h
JANTAR
JANTAR
17:00hs Encerramento

19-21:30

 

Reunião Boliviana de Rhizobilogía e Leguminosas. 18 a 21 de setembro de 2002.Santa Cruz de la Sierra, Bolivia. Organiza: Asociación Boliviana de Rhizobiología y Leguminosas (ABRYL). Más información: www.supernet.com.bo/cifumss/abryl.htm

 

INSTITUTO DE PERMACULTURA E ECOVILAS DO CERRADO - IPEC
CURSO DE PERMACULTURA ­ DESIGN E CONSULTORIA
Este curso está de acordo com o programa e os princípios estabelecidos por
Bill Mollison e adotado pela Rede Brasileira de Permacultura.


Data: 20 a 29/setembro de 2002.


Duração: 90 horas/aula.


O curso: é uma imersão prática nos conceitos e princípios do planejamento de
sistemas sustentáveis para uma cultura permanente. Envolve exposições
teóricas e exercícios de aprofundamento prático. Os participantes executam a
análise e o design de uma propriedade a partir dos fundamentos apreendidos.


O programa: inclui as 72 horas básicas determinadas no programa oficial da
Permacultura, de acordo com o estabelecido por Bill Mollison em seu livro
texto para a disciplina: " Permaculture ­ A Designer´s Manual".
Além deste, os participantes recebem aprofundamento e atividades de
desenvolvimento de habilidades com professores convidados e práticos em
disciplinas complementares.


Os instrutores: são residentes e convidados do IPEC. Todos com vários anos
de experiência prática no planejamento e estabelecimento de sistemas.


Leitura recomendada: em português "Introdução à Permacultura"

" Permacultura Um"

em inglês " Permaculture: A Designer´s
Manual"
"Permaculture Two"

"Ferment and Human Nutrition"
todos de Bill Mollison


O local: a sede do IPEC, em Pirenópolis ­ GO, é o embrião de um centro de
capacitação em permacultura do Cerrado. Lá as pessoas vivenciam na prática
o estabelecimento de um sistema sustentável, participam da rotina de uma
propriedade rural e descobrem os princípios da permacultura aplicados em
cada elemento.


Participantes nos cursos residenciais do IPEC são recomendados a trazer
barraca e saco de dormir, pois o alojamento tem lugar para 12 pessoas
somente. Além disto, lanterna ou velas, roupas confortáveis e uma disposição
para o trabalho de restaurar o planeta.
Material para anotações e desenho também é recomendado trazer.


A alimentação servida no IPEC é de ótima qualidade ovo lacto vegetariana.
Dietas especiais devem ser avisadas com antecedência.
Para contato no IPEC ligue 61-468-8467 ou e-mail: [email protected]
61- 353-2080 ou 9908-8929 (Gustavo) { mailto:[email protected] }[email protected]

INSCRIÇÃO
ES: Faça depósito bancário em nome de: IPEC ­ Conta 5968-4 ­ Ag. 1114-2
Banco do Brasil. Envie um fax do comprovante para Alice (fone/fax) 061-468-
8467


PROGRAMA COMPLETO


Módulo 1
Bloco 1 INTRODUÇÃO
Introdução ao local do curso, instrutores, participantes e pessoal de apoio
Discussão sobre o programa e atividades paralelas
Introdução: O que é Permacultura ­ definição e implicações práticas do tema
A história da Permacultura
Permacultura hoje- no Brasil e no mundo
A ética da Permacultura
A Permacultura na paisagem e na sociedade


Bloco 2 CONCEITOS E TEMAS BÁSICOS (princípios dos sistemas
naturais)
Ciència e conhecimento ancestral
Aplicando princípios naturais no design
Recursos, produtividade, ciclos e nichos
Diversidade, estabilidade, ordem e caos, complexidade e conexões, funções


Bloco 3 MÉTODOS PARA O DESIGN
Introdução a prática do design
Análise pelas características dos elementos
Design pela expansão de observações e lições da natureza
Opções, decisões e caminhos
Sobreposição de dados
Conexões randômicas
Fluxogramas
Zoneamentos e setorizações
Design incremental
O conceito de consórcios
Sucessão e evolução de um sistema
Estabelecimento e manutenção de um sistema


EXERCÍCIOS PRÁTICOS E FIXAÇÃO
Observação do terreno e interpretação
Identificação de recursos
Busca de consórcios naturais
Trabalhos em grupo- análise de sítio


ESTÁGIO PRÁTICO (opcional: 4 dias)


De segunda a quinta durante os cursos ministrados na sede do IPEC.

Módulo 2 Datas:
Bloco 1 PADRÕES
Um modelo geral dos eventos
Matrizes e estratégias complexas
Efeitos de borda e aplicações práticas
Temporalidade e formas dos eventos
Espirais, círculos, lóbulos e fluxos
Escalas e ordens de magnitude
O uso tribal dos padrões


Bloco 2 O CLIMA E OS MICROCLIMAS
Classificação das zonas climáticas globais
Padrões globais e os grandes sistemas
Precipitação
Irradiação
Ventos
Efeitos microclimáticos da paisagem
Efeitos de latitude


Bloco 3 AS ÁRVORES E SUAS INTERAÇÕES ENERGÉTICAS
A biomassa da árvore
Efeitos do vento
Efeitos da temperatura
Árvores e a precipitação
Interações com a chuva


Bloco 4 ÁGUA
Intervenções regionais no ciclo das águas
Modificações do terreno para conservação e armazenamento
Redução de uso nos sistemas de esgoto
Purificação de águas poluídas
Tecnologias apropriadas para armazenamento, transporte e aquecimento


PRÁTICAS E FIXAÇÃO
Identificação dos microclimas no terreno
Observação da evapotranspiração
Observação dos efeitos dos ventos
Plantio de árvores
Testando a água: pH, turbidez, microbiologia
Construção de canais de infiltração
Compreensão de mapas topográficos
Identificação de padrões na natureza
Descobrindo bordas
Espiral de ervas
ESTÁGIO PRÁTICO (opcional: 4 dias)
Módulo 3 Datas:
Bloco 1 SOLOS
Classificações tribais
Solo e a saúde da população
A estrutura dos solos
Solo e a água
Nutrientes e elementos do solo
Composição, pH e microbiologia dos solos
Deficiências minerais reveladas pela observação das plantas
Indicadores biológicos
Erosão e reabilitação
A respiração da terra


Bloco 2 MOVIMENTAÇÕES DE TERRA
Planejamento de movimentações
Plantios pós-movimentação
Medidas de declividade
Níveis e Nivelamento
Tipos de movimentações (açudes, estradas, canais, terraços)
Construções com terra
Recursos da terra


Bloco 3 NOS TRÓPICOS ÚMIDOS E SUB-ÚMIDOS
Climas típicos
Solos tropicais
Movimentações de terra nos trópicos
Arquitetura apropriada
A horta tropical
Manejo integrado da propriedade
Elementos de uma comunidade nos trópicos úmidos
A evolução de uma policultura integrada
Policulturas de palmeiras
Sistemas de tratores vivos (animais)
Manejo de pastagens e gado
Estabilização de áreas costeiras


Bloco 4 NOS CLIMAS SECOS
Coleta da precipitação
Solos e temperaturas
Características do terreno árido
A horta no deserto
Técnicas de irrigação
Assentamentos e comunidades
Animais em terras secas
Desertificação e salinização dos solos
Desertos frios


PRÁTICAS E FIXAÇÃO
Círculos de bananeiras
Horta mandala
Testes de solo (pH, composição, uso)
Compostagem e minhocários
Instrumentos para nivelamento
Construção de canais de infiltração
Demarcações e mapeamento
Galinheiro móvel
Tarefa de grupo: design de uma propriedade


ESTÁGIO PRÁTICO (opcional 4 dias)


Módulo 4 Datas:
Bloco 1 NOS CLIMAS FRIOS
Características gerais
Solos e forma do terreno
Conservação da água
Cultivo de bagas e outras culturas
Produção em estufas
A horta temperada
A floresta de alimentos
Pastagens e animais


Bloco 2 AQUICULTURA E ARQUITETURA APROPRIADA
Alimentos aquáticos
Evolução de um sistema aquático
Elementos de uma aquicultura
Chinampas, canais e pequenos tanques
Policulturas aquáticas e terrestres
Design para catástrofes: fogo, furacões, tempestades
Habitações sustentáveis
Design solar
Materiais apropriados
Técnicas apropriadas (cob, fardos, taipas, superadobes, fibras, etc)

Bloco 3 ESTRATÉGIAS PARA UMA NAÇÃO ALTERNATIVA
GLOBAL
Bases éticas para uma nação alternativa
A nova ONU
Organização bioregional
Estratégias legais de organização
Fundações de desenvolvimento
Assentamentos, comunidades e ecovilas
Dinheiro, financiamento e sistemas econômicos alternativos
Investimento ético


PRÁTICAS E FIXAÇÃO
Dinâmicas de grupo para sistemas econômicos sustentáveis
Apresentação dos trabalhos de grupo
Organização de grupos de trabalho
Discussão para o futuro
Entrega de certificados e encerramento

APÊNDICES


Além do currículo pré-estabelecido, diversas atividades extra curriculares são
programadas com as turmas, aproveitando a flexibilidade do programa, os
períodos noturnos e horários vagos:


Apresentação de slides e vídeos (Arquitetura apropriada, Ecovilas e
permacultura no mundo)


Fogo de chão com música e artes (participantes são convidados a trazer
instrumentos)


Construção prática (Cob, Fardos de Palha, Adobes, Superadobes,
Ferrocimento etc)


Exposição sobre tecnologias para geração de energia (Energia solar, eólica e
micro-hidroelétrica, fogões etc)


Exposição sobre culturas e técnicas sustentáveis (Apicultura, Manejo de
viveiros, Coleta de sementes etc)


Exercícios para desenvolvimento do design (Maquete de areia, Design no
barro etc)

CERTIFICAÇÃO
O certificado emitido pelo IPEC é reconhecido pelo "The Permaculture
Institute" nos EUA e na Austrália. Diversas instituições de ensino superior
(Cambridge, Oxford, MIT..) reconhecem o curso com créditos acadêmicos.


A REDE BRASILEIRA DE PERMACULTURA
É uma associação de instituições e indivíduos no Brasil que trabalham para
assegurar que o ensino da Permacultura mantenha um padrão de qualidade
compatível com o legado de Bill Mollison e o profissionalismo da atividade.
{ http://www.permacultura.org.br }www.permacultura.org.br

O IPEC é um dos três centros mundiais reconhecidos como Centros de
Vivência e Aprendizado pela REDE GLOBAL DE ECOVILAS. (GEN)
{http://www.gaia.org }www.gaia.org


O IPEC é o Centro representante de REDE DE ECOVILAS DAS
AMÉRICAS. (ENA) { http://www.ena.org }www.ena.org

 

I Exposição Agropecuária de Alto Taquari

Local: Alto Taquari

Peíodo: 05/09 á 08/09 Regional/
Maiores Informações: Sindicato Rural 065 496-1310 ou 496-1102


 

 

 

 

Agosto

CURSO DE ECO CONSTRUÇÃO

DATA: 16 , 17 E 18 DE AGOSTO

LOCAL: Monte Valério - Ubatuba

Objetivo do curso.

O IPEMA ganhou uma área da prefeitura para instalar o centro de experiências e alojamento de voluntários.

Estamos com este curso montando algumas das estruturas para começarmos a receber estagiários nesta nova área.

Os participantes ficarão acampados no Monte Valério, não temos ainda infra estrutura adequada para recebermos vocês. Temos área de camping e quem quiser se alojar em outro local se sinta na liberdade para isto.

Pedimos a compreensão dos participantes pela falta de alguns confortos que o local não dispõe.

Custo do curso: R$ 80,00 reais estudantes

Incluido: café da manhã / almoço / lanche

Incluido: apostila sobre eco construção

Programação:

Dia 16: inicio às 14 horas - confraternização entre os integrantes / introdução sobre eco construção / exposição de vídeo sobre o tema.

Dia 17: inicio às 7:30- 8:10 / café da manhã

Das 8:20 - 12 horas / aula teórica

Das 14horas - 17:30 / aula prática

Das 18:00 ás 19:00 / lanche

Das 19 - 20:30 / exposição de slides e debate sobre o tema.

Dia 18 :inicio ás às 7:30- 8:10 / café da manhã

Das 8:20 - 14 horas / / aula prática

Das 14horas - 15horas almoço

ÁS 16horas / ENCERRAMENTO

AULA TEÓRICA:

· O que é uma eco construção

· Princípios

· Técnicas alternativas de construção / pau- a- pique / adobe / Cob /Bambu.

· Energia renovável / solar / eólica / hidráulica / bio-digestor

· Reciclagem de água / filtros / banheiro seco / reciclagens

· eco casa / exemplos .

AULA PRÁTICA:

· Construção de um espaço para ser usado de banheiro seco e ducha.

Este espaço será construído utilizando técnica de pau a pique , estrutura de eucalipto e bambu.

· telhado verde.

· aquecedor alternativo de aquecimento solar.

· Tijolo de Adobe.

· Tijolo de Cob.

SOMENTE 20 VAGAS

INFORMAÇÕES: [email protected]


A Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (ABAS), o Instituto de Geociências da USP e o Centro de Pesquisa em Águas Subterrâneas (CEPAS-IGc/USP) promovem um curso de Modelagem Hidrogeoquímica Aplicada à Atenuação Natural de Aquíferos" tendo como instrutor o Dr. Ondrej Sracek, Ph.D. em Hidrogeoquímica University of Laval, Quebec, Canadá. Os objetivos principais do cursos sâo: permitir aos participantes uma visão ampla dos processos hidrogeoquímicos e sua aplicação à remediação de aquíferos contaminados por substâncias orgânicas e inorgânicas, inclusive com uso de modelos numéricos mais populares.


O curso será realizado nos dias 13 e 14 de agosto, das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Instituto de Geociências ­ USP - Rua do Lago, 562 - Cidade Universitária - São Paulo. Taxa de inscrição: alunos de pós-graduação-graduação: R$ 100,00; sócio ABAS: R$ 150,00; não-sócio R$ 200,00.


Informações: [email protected]


PROPOLEOS: Curso Latinoamericano Cosecha, Control de Calidad y Elaboración de Subproductos -

Organizador: Universidad Nacional de Santiago del Estero

Facultad de Agronomía y Agroindustrias
Centro de Investigaciones Apícolas - CEDIA
Laboratorio "Prof. Dr. Eduardo Mario Bianchi"

Período: 15, 16 y 17 de agosto del 2002

Local: Santiago del Estero, ARGENTINA


DOCENTES - COLABORADORES
Dr. José Francisco Maidana
Ing. I.A.A. Lucrecia Chaillou
Ing. I.A.A. Marcela Garcia
Ing. Agron. Carlos Caro
Tca. Qco. Ana Chazarreta
Tco. Ind. Apic. Santiago Traine
Pasante: Gustavo Ruiz López

OBJETIVOS

Al finalizar el curso los participantes habrán logrado la capacitación necesaria:

En la cosecha, almacenamiento y conservación del propóleos (Buenas Prácticas de Manufactura, BPM).

Para la determinación de la composición y calidad del propóleos.

En la aplicación de las técnicas para la detección de alteraciones y posibles adulteraciones del propóleos.

En la elaboración de subproductos y derivados del propóleos

Una actitud positiva para la difusión de las propiedades específicas que determinan el valor terapéutico del propóleos y subproductos.

INFORMES E INSCRIPCION AL CURSO:

Universidad Nacional de Santiago del Estero -U.N.S.E.-
Facultad de Agronomía y Agroindustrias - F.A.y A.-
Centro de Investigaciones Apícolas -CEDIA-
Avda.Belgrano (Sud) 1912
4200-Santiago del Estero
República Argentina
Teléfono. 0385 - 4509528 -int. : 1631
FAX : 0385 - 4214499-E-mail: [email protected]


III JORNADAS INTERNACIONALES DE MEDIO AMBIENTE Y DESARROLLO SOSTENIBLE

"Impactos Socio Ambientales de la Actividad Agrícola en Bolivia"


Nuestra cita anual, al finalizar el invierno boliviano y a la espera de una nueva primavera, pongamos un granito de arena para lograr armonía con la naturaleza, escuchemos el clamor de la Tierra

Segunda Circular


LAS III JORNADAS INTERNACIONALES DE MEDIO AMBIENTE Y DESARROLLO SOSTENIBLE " Impactos Socio ambientales de la actividad agrícola en Bolivia" a celebrarse del 22 al 23 de agosto del 2002 se constituye en un evento donde participan instituciones públicas, privadas, académicas, no gubernamentales, agencias de cooperación internacional, federaciones y sociedad civil ligadas con la problemática ambiental.

LAS III JORNADAS INTERNACIONALES DE MEDIO AMBIENTE Y DESARROLLO SOSTENIBLE " Impactos Socio ambientales de la actividad agrícola en Bolivia" organizadas por la Fundación Nuestra Señora de La Paz, la Universidad Nuestra Señora de La Paz y la Asociación Boliviana para el Avance de la ciência tienen el agrado de invitar a la feria exposición (show room):

INVITACION FERIA EXPOSICION

Como parte del evento central, se tiene programado llevar adelante, una feria exposición destinado a:

a) Productores agrícolas
b) Comercializadores de productos agrícolas
c) Consultores en agricultura
d) Instituciones académicas con innovaciones tecnológicas
e) Programas sobre avances en Seguridad Alimentaria
f) Agencias de Cooperación Internacional: Proyectos en áreas rurales
g) Organismos gubernamentales que desarrollan proyectos en áreas rurales
h) Organismos no gubernamentales que desarrollan proyectos en áreas rurales
i) Importadores de maquinaria agrícola
j) Importadores de insumos agrícolas
k) Importadores de semillas

I. OBJETIVO

El objetivo de la mencionada feria exposición es mostrar los avances y desarrollos logrados en el área rural, especialmente relacionados con la actividad y producción agrícola en Bolivia.

La feria exposición está concebida como parte complementaria a las III Jornadas Internacionales de Medio Ambiente y Desarrollo Sostenible, "Impactos Socio-ambientales de la Actividad Agrícola en Bolivia", esto con el propósito de brindar un espacio físico a todas las organizaciones que trabajan en pro de una agricultura social y ambientalmente sostenible.

II. PRESENTACIÓN


Existen dos modalidades de presentación en la feria exposición:

Paneles y stands. En cada una de la modalidades se deja a criterio de los expositores la exposición de sus productos y trabajos.

En cuanto al espacio físico, éste deberá ser solicitado de acuerdo a las necesidades de cada expositor, debiendo comunicar a los organizadores del evento hasta el día 9 de agosto del presente año.


III. COSTO

Exposición de paneles 15 $us (quince 00/100 dólares americanos)
Exposición de stands 30 $us (treinta 00/100 dólares americanos)


IV. PARA MAYOR INFORMACIÓN, CONSULTAR

Calle Presbítero Medina N° 2412
Teléfonos: 00591-2-2418290
2418167
2422323
Fax: 00591-2-2410255
Email: [email protected]

La Paz, Bolivia

Comunicarse con: Tania Santivañez y/o Jenny Carrasco


Taller Inducción de resistencia y uso de tecnologías limpias para el manejo en plantas - Costa Rica

27 al 30 de agosto

Mayor información http://www.catie.ac.cr/posgrado/ensenanza.asp?Pagina=capacitacion


XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia


Data: 4 a 9 de agosto

Local:
Recife Palace Lucsim Hotel
Av. Boa Viagem, 4070 - Boa Viagem
CEP: 51021-000 Recife, PE
Fone: (81) 3464.2500 / Fax: (81) 3464.2525

E-mail: [email protected]

Objetivos: Promover discussões sobre temas atuais na área de Fitopatologia; intercâmbio de informações entre pesquisadores e difusores de tecnologias na área de doenças de plantas; propiciar a divulgação de tecnologias visando o controle de doenças de plantas; e estimular a participação integrada de entidades públicas e privadas visando o desenvolvimento de programas de controle de doenças de plantas.

Inscrição de trabalhos científicos: até 24 de abril

Programação preliminar:

Dia 4
20h Abertura Oficial
(Centro de Convenções da Universidade Federal de Pernambuco)
21h Coquetel de Abertura

Dia 5
9h Conferência de Abertura
"Barreiras à exportação de frutas tropicais"
11h Sessão Pôster I
14h Palestra I
"Produtos para biocontrole de doenças pós-colheita: desenvolvimento e comercialização"
Palestra II
"Interações patógeno-hospedeiro: contribuições da genômica"
16h Lançamento de novos livros (solenidade)
17h Sessão Pôster II

Dia 6
08h Mesa-Redonda I
"Taxonomia de Fungos"
"Nomenclatura e taxonomia de fungos no século 21"
"O gênero Fusarium: novas tendências na sistemática e patossistemas emergentes"
"Aspectos biológicos e taxonômicos de espécies de Colletotrichum Mesa-Redonda II"
"Avanços tecnológicos no controle químico de doenças"
11h30 Sessão Pôster III
14h30 Palestra III
"Doenças pós-colheita de hortaliças"
Palestra IV
"Doenças de flores tropicais"
16h30 Mostra de Softwares I
17h Sessão Pôster IV
20h30 Sócio-Cultural: Arte do Fitopatologista (Cabanga Iate Clube)

Dia 7
08h30 Assembléia da Sociedade Brasileira de Fitopatologia
11h30 Sessão Pôster V
14h30 Grupos de Discussão I
17h Sessão Pôster VI
Mostra de Softwares II
20h30 Sócio-Cultural: Noite no Recife Antigo (Bairro do Recife)

Dia 8
08h30 Mesa-Redonda III
"Biologia de populações de fitopatógenos"
"Influência de populações hospedeiras na estrutura populacional de patógenos"
"Pressão de seleção e adaptabilidade em Puccinia coronata var. avenae"
"O vértice patógeno-biologia de populações e o manejo de doenças"

Mesa-Redonda IV
"Manejo de doenças radiculares"
"Manejo de murchas vasculares"
"Reconstrução do solo e manejo de culturas no controle de podridões radiculares em feijoeiro"
"Manejo de fitonematóides em cana-de-açúcar no Nordeste"

Mesa-Redonda V
"Conselho Syngenta de Fitopatologistas (CONSIT 2002)"
11h30 Sessão Pôster VII
14h30 Grupos de Discussão II
17h00 Sessão Pôster VIII
20h30 Jantar de Confraternização (Clube Internacional do Recife)


Dia 9
08h30 Mesa-Redonda VI
"Biotecnologia e controle de doenças de plantas"
"Resistência derivada do patógeno: o caso do mosaico dourado do feijoeiro"
"Resultados práticos da aplicação de indutores de resistência na proteção contra doenças de plantas"
"Expressão heteróloga de genes de resistência como alternativa para o controle de doenças"

Mesa-Redonda VII
"Epidemiologia e manejo de doenças de fruteiras tropicais"
"A epidemiologia de doenças no campo e sua implicação na pós-colheita de frutos tropicais"
"Doenças da parte aérea de abacaxi e banana: danos causados e perdas na produção"
"Epidemiologia e manejo de Lasiosiplodia theobromae: situação atual no Brasil e no mundo"
11h Encerramento oficial

Atividades científicas pré e pós-evento (Cursos)

Data: 1 e 2
Advances in Fulgal Taxonomy
Manejo de Enfermedades Radicales

Data: 12 a 14
Postharvest diseases: srategies for biocontrol and development of bioproducts

Data: 12 a 16
Diseases of Tropical Ornamentals
Epidemiologia de Enfermedades de Cultivos Tropicales"

Público-alvo: O evento será direcionado para profissionais e instituições/empresas que atuam em pesquisa, ensino e difusão de tecnologia na área de doenças de plantas, estimando-se a inscrição de cerca de 1000 congressistas

Organização: UFRPE, UFPE, Centro de Pesquisa Agropecuária do Trópico Semi-Árido (CPATSA/EMBRAPA) e Empresa Pernambucana de Pesquisa Agropecuária IPA

Coordenação: Prof. Sami J. Michereff

Inscrições e informações:
Departamento de Agronomia - Área de Fitossanidade
Universidade Federal Rural de Pernambuco
Av. Dom Manoel de Medeiros, s/n - Dois Irmãos
Caixa Postal, 4202
51021-330 Recife - PE
Telefax: (81) 3302.1205 / (81) 9107.1899

E-mails: [email protected], [email protected]

Home page: http://www.ufrpe.br/cbf2002


Titulo: IFOAM 2002 Organic World Congress "Cultivating Communities" (incluye los viajes de la pre-conferencia, la conferencia científica y técnica del 14ta IFOAM (21-24 agosto), 4ta exposición de mundo orgánica de IFOAM (el 25 de agosto), Asamblea General de IFOAM (26-27 agosto).
Temas: producción orgánica y responsabilidades ambientales, rediseñar los sistemas del alimento; gente y el proceso del cambio)
Organizadores: Canadian Organic Growers (COG) y si British Columbian chamber
Lugar: Centro de la Conferencias, Victoria, British Columbia, Canada
Contacto: [email protected];
Web: http://www.cog.ca/ifoam2002


Desenvolvimento Sustentável, Biodiversidade e Meio Ambiente


1,8 e 15 de agosto de 2002, La Paz - Bolivia
Horário: 18:30 a 20:30
Lugar: CEBEM, Av. Ecuador #2330 esq. Rosendo Gutiérrez
Organização: CEBEM, CESO-SACO, con el asupicio de Superintendencia de Recursos Naturais e LIDEMA.
Expositor: M.A. Ish Singhal, especialista em economia e desenvolvimento agrícola, implentação e análise de políticas públicas
Informações e inscrição: [email protected] ou2415324, 2419841, 2410266


Curso de Sustentabilidade, Desenvolvimento Rural e Conflitos Ambientais.
PromovidoPor:CPDA/Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.
Informações em: http://www.redcapa.org.br/portugues/cursos/mas-sustent-pt.htm.

As inscrições fecham em 28 de agosto.
Todas as informações poderão ser encontradas em: http://www.redcapa.org.br/portugues/cursos/cursos.htm


Agricultura Familiar, Desenvolvimento Rural e Políticas Públicas
CPDA/Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
Informações em: http://www.redcapa.org.br/portugues/cursos/mas-agr-familiar.htm

As inscrições fecham em 28 de agosto.
Todas as informações poderão ser encontradas em: http://www.redcapa.org.br/portugues/cursos/cursos.htm


SEMINARIO INTERNACIONAL - IMPACTO DEL LIBRE COMERCIO, PLAGUICIDAS Y TRANSGÉNICOS EN LA AGRICULTURA DE AMÉRICA LATINA


1° y 2 de agosto del 2002

Auditorio Alvaro Carrillo (mañanas) y Auditorio Emiliano Zapata (tardes)

Universidad Autónoma Chapingo

Km 38.5 Carretera México-Texcoco


Para mayor información comunicarse con:

Fernando Bejarano / Ma. Eugenia Acosta Red de Acción sobre Plaguicidas y Alternativas en México, Texcoco [email protected] Tel/Fax (595) 95- 4- 77- 44

Universidad Chapingo. Bernardino Mata [email protected] Tel (595) 95- 5- 36- 20, (595) 95 2- 16- 25

Colegio de Posgraduados: Cesareo Hernández [RAPAM] Tel (595) 95 202 68 Hermilio Navarro Tel. (595) 95 20 2 00 Ext.1406


ANTECEDENTES

La globalización, la aplicación de las políticas neoliberales, así como el control transnacional de plaguicidas y semillas modificadas genéticamente están formando un sistema alimentario que expulsa a los campesinos y erosiona su diversidad biológica y cultural; que produce y globaliza nuevos riesgos para la salud publica y el ambiente; que crea un modelo de regulación ambiental basado más en la gestión de los riesgos que en su prevención.

Todo lo cual presenta nuevos retos para la construcción de una agenda ciudadana donde participen organizaciones sociales, grupos ciudadanos, expertos e investigadores que proponga cambios de las políticas públicas para garantizar la producción de alimentos sanos y suficientes para todos.

OBJETIVO DEL SEMINARIO

Crear un espacio de análisis e intercambio de experiencias sobre los impactos relacionados con el proyecto del Tratado de Libre Comercio para las Américas (ALCA), el uso de plaguicidas químicos y la introducción de cultivos modificados genéticamente, especialmente en el caso del maíz.

Presentar las experiencias alternativas al uso de plaguicidas y cultivos transgénicos, así como las experiencias organizativas por la defensa de la soberanía alimentaria y conservación de la diversidad biológica y cultural en la región de América Latina y el Caribe.

EJES TEMÁTICOS

· Globalización Corporativa y soberanía Alimentaria en el ALCA
· Plaguicidas y Libre Comercio

· Convenios Ambientales Internacionales versus Acuerdos Comerciales

· Amenazas a la salud y el ambiente de plaguicidas y cultivos transgénicos.

· Contaminación de maíz transgénico en México y respuesta ciudadanas.

· Alternativas agroecológicas al uso de plaguicidas y cultivos transgénicos.

· Experiencias de organizaciones campesinas, indígenas y grupos ciudadanos.

PROGRAMA


1° de Agosto

8:30 hrs. Inscripción

9:00 hrs. Inauguración

9:30-11:00 horas

Panel: Globalización corporativa y soberanía alimentaria en el proyecto del ALCA.

Moderador: David Hathaway, Brasil

Ponentes: Blanca Rubio UNAM, Alejandro Villamar RMALC, Silvia Ribeiro ETC

11:00-12:00 horas

Panel: Plaguicidas y libre comercio

Moderador: Luis Gomero, RAAA, Perú

Ponentes: Steve Suppan IATP, Erika Rosenthal Earth Justice.

12:30-13:15 horas

Mesa: Nuestro Futuro Robado

Moderador: Fernando Bejarano, RAPAM

Ponente: John Peterson Myers, autor de Nuestro Futuro Robado

13:15-14:45 horas

Panel: Plaguicidas y resistencia ciudadana

Moderador: Mauricio Sermeño, UNES El Salvador

Ponentes: Elsa Nivia Colombia, Luis Gomero RAAA Perú, Jorge Arturo de León UNAM.

14:45-16:15 horas

Comida

16:15-17:00 horas

Conferencia: El Principio de Precaución en la regulación de plaguicidas y transgénicos.

Joel Tickner, Universidad de Lowell

Moderador: María Elena Rozas, RAP-AL, Chile

17:00-18:00 horas

Panel: Convenio ambientales internacionales y plaguicidas

Moderador: Elsa Nivia RAPALMIRA, Colombia

Ponentes: María Elena Rozas Alianza para una Mejor Calidad de Vida Chile, Favio Chaverri IRET Costa Rica.

2 de Agosto

9:00-10:00 horas

Panel: Impactos ambientales internacionales y plaguicidas

Moderador: Javier Souza, CETAAR, Argentina

Ponentes: Michael Hansen Consumers International, Martha Herberts USA

10:00-12:00 horas

Panel: Contaminación de maíz transgénico en México y repercusiones para América Latina

Moderador: Luis Hernández, CECCAM

Ponentes: Ana de Ita CECCAM, Elena Alvarez Buylla UNAM, Liza Covantes Greenpeace, Aldo González, Unión de Organizaciones y Comunidades de la Sierra Juárez de Oaxaca..

12:30-14:30 horas

Panel: Mejoramiento genético, conservación de la biodiversidad y respuestas campesinas

Moderador: Cesáreo Rodríguez, C.P. y Hermilio Navarro, C.P.

Ponentes: Comunidad Oventic, Chiapas,/Grupo Vicente Guerrero Tlaxcala/ Abel Muñoz C.P.,/ Fidel Márquez CRUOC-UACh.

14:30-16:00 Horas

Comida

16:00-17:15 horas

Panel: Alternativas agroecológicas a plaguicidas y transgénicos

Moderador: Rocío Romero, UACh

Ponentes: Fernando Bahena CENAPOS INIFAP, Roberto García Espinosa IFI CP, Nilda Pérez Cuba Universidad Agraria de la Habana, Cuba.

17:45-19:30 horas

Panel: Perspectivas del movimiento campesino e indígena

Moderador: Bernardino Mata, UACh

Ponentes: Jaime Castillo UNORCA; Gilberto Silvestre López CIOAC/CLOC; Acción Ecológica, Ecuador; Marcos Pacett CRESAP, Bolivia; María de Jesús Patricio, Comunidad Tuxpan; CIEPAC-Global-Exchange Chiapas.

19:30 horas

Conclusiones. CLAUSURA

CONVOCANTES:

· Red de Acción en Plaguicidas y sus Alternativas para América Latina (RAP-AL)

· Red de Acción sobre Plaguicidas y Alternativas en México (RAPAM).

· Universidad Autónoma de Chapingo (UACh),Dirección de Postgrado e Investigación, Programa de Agricultura Orgánica

· Colegio de Postgraduados en ciências Agrícolas (CP). Instituto de Socieconomía, Estadística e Informática (ISEI), Instituto de Fitosanidad (IFIT)

· Asociación Nacional de Empresas Comercializadoras del Campo (ANEC)

· Centro de Investigaciones Económicas y Políticas de Acción Comunitaria (CIEPAC)

· Centro Nacional de Apoyo a Misiones Indígenas (CENAMI)

· Centro para la Agricultura Sustentable (CENAPROS) del Instituto Nacional de Investigaciones Forestales y Agropecuarias (INIFAP)

· Centro de Estudios para el Cambio en el Campo Mexicano (CECCAM)

· Centro de Análisis Social, Información y Formación Popular (CACIFOP)

· Central Independiente de Obreros, Agrícolas y Campesinos (CIOAC)

· Educación y Defensa Ambiental, A.C.

· Global Exchange

· Greenpeace México

· Grupo de Erosión Transformación Tecnológica y Concentración Corporativa (ETC/RAFI)

· Guerreros Verdes A.C.

· Red de Acción en Plaguicidas y sus Alternativas para América Latina (RAP-AL)

· Red de Acción sobre Plaguicidas y Alternativas en México (RAPAM)

· Red Mexicana de Acción frente al Libre Comercio (RMALC)

· Secretaría de Educación del Gobierno del Estado Libre y Soberano de San Luis Potosí (SEGE). Unidad para la Coordinación del Desarrollo Educativo, la Educación Ambiental y la Educación en Derechos Humanos. Programa Guardianes de la Tierra, SEGE-SLP.

· Sociedad Mexicana de Agricultura Sostenible (SOMAS)

· Unión Nacional de Organizaciones Regionales Campesinas Autónomas (UNORCA)



Práticas de Ecologia para Apartamentos e pequenos quintais


Ecologia Urbana em Porto Alegre - Duas noites dedicadas às práticas de ecologia e cidadania.

Local: Sala Cultural da Casa Coletânea - dias 05 e 06 de agosto das 19:00 às 22:30

A Casa Coletânea fica na Avenida José Bonifácio nº 731, bairro Bom Fim - em Porto Alegre.

A oficina trata de dicas e receitas práticas para uma vida mais sustentável e ecológica.


Neste dia você poderá aprender de maneira simples e rápida:


Como separar o lixo doméstico.

Como fazer compostagem de resíduos orgânico em apartamentos e sacadas.

Como preservar nossos rios com pequenas atitudes domésticas.

Consumo consciente.

Como produzir alimentos em espaços mínimos.

Dicas importantes para tornar o seu jardim mais produtivo.


Nas duas noites o café da Casa Coletânea estrá aberto até o intevalo, servindo deliciosas tortas, doces e salgados e os tradicionais café.


Os Facilitadores:


Alexandre de Freitas: Técnico Agrícola, Educador Ambiental e Extensionista da Fundação Gaia; 17 anos de experiência em agroecologia e reciclagem de resíduos.


Elisabeth Renck: Enfermeira, Sanitarista, Permacultora e Coordenadora do Rincão Gaia


Inscrição:

R$ 25,00 por encontro ou apenas R$ 40,00 nas duas noites

Inscreva-se pelo telefone: 51 33 30 35 67, com Carla

ou pelo e-mail [email protected]fgaia.org.br, até 31 de julho de 2002.

www.fgaia.org.br


Curso taller
PROCESOS PARTICIPATIVOS DE PLANIFICACIÓN ESTRATÉGICA Y DISEÑO DE PROYECTO
Cochabamba del 27 al 30 de agosto de 2002

Organizado por la Fundación AGRECOL Andes (Centro de Información e Intercambio para una Agricultura Ecológica en la Región Andina),

OBJETIVO CENTRAL
Capacitar a facilitadores Bolivianos en la Metodología de facilitación de Procesos Participativos de Planificación Estratégica (PPPE).

PROCESO A DESARROLLARSE
1. Diseño, formulación y edición de manuales de capacitación
2. Talleres participativos de capacitación
- Proceso de facilitación de eventos participativos
- Misión CEDISA
- Visión Estratégica
- Análisis de variables de la realidad (EDPO)
- Análisis de actores
- Formulación de estrategias
- Formulación de indicadores en Marco Lógico
- Diseño de proyectos

PRINCIPIOS METODOLÓGICOS
Se utilizará el paquete metodológico ATINCHIK que se desarrolló con la finalidad de generar mayor impacto en las acciones de desarrollo, haciendo uso de los seis ejes básicos: Lo prospectivo, lo creativo, lo participativo, lo crítico, lo motivador y lo vivencial. Para mayor información visitar la página web:www.atinchik.com

CONSULTORES INVITADOS DEL EXTERIOR
- Juan Arce Puicano: Educador y Magíster en Desarrollo Agrícola y Rural con 20 años de experiencia, especialista en facilitación de planificación y capacitación de adultos, diseño de sistemas de seguimiento y planes de sistematización.
- Rocio Lanao Flores: Socióloga y Magíster en Planificación de Proyectos y Políticas Rurales, con 17 años de experiencia. Especialista en capacitación con metodologías participativas y desarrollo de materiales educativos, planificación estratégica y evaluación de procesos.

CARACTERISTICAS GENERALES
Duración: 4 días intensivos del 27 al 30 de Agosto de 2002
Lugar: Casa Campestre Km. 10 Avenida Blanco Galindo, Zona Piñami
Dirigido a: Equipos Institucionales, consultores, docentes y otros interesados en el tema.
Precios especiales a partir de tres participantes por Institución.

INSCRIPCIONES
Hasta el 16 de agosto de 2002, las plazas son limitadas.

MAYOR INFORMACION con: Fanny Villca, Telf./fax. (591) 4-4452200, 4-4452205, 4-4116323, <[email protected]> o www.agrecolandes.org


Educação Para a Vida Sustentável

Programa de cursos de aperfeiçoamento profissional

Tendo realizado a formatura da primeira turma no dia 30 de junho deste ano, a Fundação Gaia, a Cooperativa Coolméia e a Unipaz dão início a mais uma turma do curso Educação Para a Vida Sustentável. Cada uma delas trouxe, para a elaboração deste curso, a experiência, e a sabedoria de profissionais que vêm se dedicando há décadas às questões mais profundas e atuais das áreas ambiental, social e transpessoal. E o primeiro encontro, de uma série de oito, ocorre de 22 a 25 de agosto de 2002.

O curso tem por objetivo formar promotores de uma vida sustentável, através do aprendizado de princípios de sustentabilidade num processo de ampliação de consciência e mudança de hábitos.

O programa traz uma proposta da visão holística, da compreensão da Vida e da tradução dos princípios dos ecossistemas em experiências práticas de um cotidiano humano ecológico.

Vida Sustentável é aqui entendida como uma concepção que indica, ao ser humano, como viver de forma a preservar a Vida para as gerações futuras, voltando a harmonizar-se com Gaia - a Terra viva- e com suas diferentes formas de vida, ao mesmo tempo em que se sustenta a si mesmo de forma saudável, equilibrada e harmônica. É uma releitura de mundo, despertando à cidadania planetária individual e social.

O curso conta com profissionais expoentes nas áreas mais abrangentes da sustentabilidade para compartilhar conhecimentos de vanguarda com os alunos. Os encontros ocorrerão sempre no Rincão Gaia, a sede rural da Fundação Gaia no município de Pantano Grande, que oferece estadia e deliciosa alimentação incluídos na mensalidade.

Informe-se pelo telefone: 51 3330 3567.

Ou na internet no endereço: www.fgaia.org.br clicando no ítem cursos.

E-mail: [email protected]

VAGAS LIMITADAS


27 al 30 de agosto

Oficina de Introdução da Resistência e uso de Tecnologias Limpas Para o Manejo de Plantas - Costa Rica

Maiores informações http://www.catie.ac.cr/posgrado/ensenanza.asp?Pagina=capacitacion


II Seminário RESÍDUOS SÓLIDOS: GESTÃO, TENDÊNCIAS E TECNOLOGIA, que acontecerá na próxima segunda-feira, dia 19 de agosto, das 9h às 18h no Salão Nobre da FIESP/CIESP, à Av. Paulista, 1313 - São Paulo, SP.

O valor da inscrição é R$ 290,00, com descontos para estudantes, participantes dos seminários anteriores e associados da FIESP/CIESP. Informações: (11) 3284.3480 / 4044 (com Carolina Domingos); [email protected] br .
Programa e inscrições on-line: www.advbfbm.org.br/ ativoambiental.htm .

Contamos com sua presença para discutir a transformação dos passivos ambientais em oportunidades reais de desenvolvimento.


Conferência Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável - Rio +10

26 de agosto a 4 de setembro/2002, Joanesburgo, África do Sul
* * * * * * * * * * * *



CURSO DE PERÍCIA AMBIENTAL COM LEGILSLAÇÃO BÁSICA
02 A 06 DE SETEMBRO - 20 HORAS
(11) 3105.4112 - mailto:[email protected]

Conferência Electrónica Certificação Florestal, Equidade e Participação Na América Latina
5 de agosto al 1 de septiembre, 2002

Durante quarto semanas, a Rede Internacional sobre Metodologias Participativas e o Desenvolvimentos Rural Em Áreas Florestais promoverá uma conferência para debater as dimensões sociais e políticas da certificação florestal. A conferência é aberta a todos os interessados na temática.

MAYOR INFORMACIÓN: www.red-participacion.com



 

 

Julho

XXXVIII -EXPOAGRO EXP. AGROP. E IND em Cuiabá de 11/07 á 21/07 - Promoção da DFA-T
Sind. Rural ACRIMAT. Maiores informações fone 065 623-0554


AGROBIOLOGÍA. 14º Curso Intensivo. Princípios e Técnicas Ecológicas Aplicadas à Agricultura. 

Período: 8 a 26 de julho de 2002. Seropédica, Río de Janeiro, Brasil. 

Maiores informações:http://www.cnpab.embrapa.br  - Contacto: Veronica Massena Reis mailto:[email protected]


Águas do Centro Oeste ­ A Fronteira é Hídrica" é o tema do II Simpósio de Recursos Hídricos do Centro-Oeste (SIMPORH 2002), que vai ser realizado em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, de 23 a 26 de julho. O tema central do Simpósio aborda a potencialidade econômica, social, ambiental e a utilização do recurso natural nobre: águas superficiais e subterrâneas.


O Centro-Oeste dispõe, por exemplo, de 34% do Aqüífero Guarani ­ a principal reserva subterrânea de água doce da América do Sul. Pela abundância da água concentrada na região é que a necessidade de planejamento de preservação torna-se emergencial.


A ABRH é uma entidade que congrega pessoas físicas e jurídicas ligadas ao planejamento e à gestão dos recursos hídricos no Brasil. Através dos seus associados, a ABRH desenvolve ações de caráter técnico-científico, jurídico-institucional e social.


O evento será realizado no Centro de Convenções Arquiteto Rubens Gil de Camillo ­ antigo Palácio Popular da Cultura, que é reconhecido como um dos mais modernos e luxuosos da América Latina, e conta com o apoio do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Semact, Prefeitura de Campo Grande e Campo Grande Pantanal Convention & Visitors Bureau.


Durante o SIMPORH serão apresentados e discutidos os mais recentes avanços científicos e tecnológicos do setor em mini-cursos, palestras e apresentações de trabalhos científicos.


O SIMPORH 2002 será realizado paralelamente à Expoagua - exposição de empresas com produtos e serviços voltados ao segmento de recursos hídricos, como distribuidoras de energia, empresas de saneamento, concessionárias de distribuição de energia elétrica, ONGs, Instituições Públicas e Privadas, Órgãos Públicos, Comitês e Consórcios de bacias hidrográficas.


As inscrições podem podem ser feitas através do site: http://www.simporh.com.br/inscricoes.html. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: (67) Telefax: (67) 321-0090 e-mail: [email protected]


Seminario da Juventude Rural da América Latina y Caribe-IIDAC-WAY se reunirá en Iretama, Brasil, del 29 de julio al 1 de agosto del 2002. El evento tiene como objetivo discutir y formular estrategias de acción en juventud rural para la promoción de ciudadanía rural, generación de empleo y renta y el intercambio de experiencias en políticas de juventud rural. Para más informaciones, escribir a: [email protected]


XII Seminário de ciência e Tecnología de Alimentos de América Latina no Caribe
I Congreso Paraguayo de ciência y Tecnología de Alimentos
I Feria Especializada de ingredientes, aditivos, envases, equipos y servicios
"Alimentos potenciales y estilo de vida saludable"
de 22 a 26 de julho - Local: Assunção - Paraguaiu

Informes e Inscripciones - Secretaría del Evento Dirección: Ayolas 684 c/ Haedo - Asunción-Paraguay - Telefax: 595 - 21 - 44 75 43 - E mail: [email protected]


Treinamento em Ecovilas


"O movimento de Ecovilas é global, de norte a sul e de leste para oeste, geralmente baseado numa visão ecológica, social ou espiritual. Emergiu como uma resposta consciente ao problema extremamente complexo de como mover o planeta em direção a assentamentos humanos auto-sustentáveis. Ao trabalhar com o simples princípio de não retirar da Terra mais do que devolvemos a ela, as Ecovilas promovem na prática a possibilidade da existência sustentável das gerações futuras"


Local: Centro de Vivências Nazaré Paulista - Rod. D. Pedro I, Km 47 - Bairro do Moinho


Organização: May East, Roberto Aguiar e Sonia Lima


Programação dos Módulos

Ecovilas e o Paradigma Emergente

Craig Gibsone e May East - 11 e 12 / jul / 02
Permacultura: Design para Sustentabilidade

Marsha Hanzi - 13 a 15 / set / 02


A arte de liderar em círculo

May East e Craig Gibsone - 12 e 14 / jul / 02

Sócio-Economia Solidária

Marcos Arruda - 11 a 13 / out / 02


Bioconstrução e energias renováveis

Edson Hiroshi Séo - 15 a 17 / jul / 02

A Saúde nas Ecovilas: Uma visão integrativa

Jorge Mello - 15 a 17 / nov / 02


O Renascer da Agricultura

Romeu Mattos Leite /Comunidade Yamaguishi 09 a 11 / ago / 02

Ecologia Profunda e Restauração Ecológica

May East e Instituto Ipê - 06 a 08 / dez / 02


Ecovilas: Novas Fronteiras para a Sustentabilidade

May East e Craig Gibsone - 06 a 11 / jan / 2003


ECOVILA um modelo de vida sustentável

Neste início do milênio há um consenso crescente de que temos que aprender a viver de forma auto-sustentada se quisermos sobreviver como espécie, pois o planeta de recursos finitos experiencia seus limites de crescimento.

Em 1995, num encontro histórico realizado na Fundação Findhorn, o conceito de ecovilas foi discutido amplamente, definido e lançado globalmente. Com a presença de comunidades que, como Findhorn, já haviam adquirido maturidade no seu experimento comunitário, nessa ocasião foi estabelecida a Global Eco-village Network - GEN (Rede Global de Ecovilas). Desde então, milhares de indivíduos e centenas de iniciativas e ecovilas uniram-se à Rede, transformando-se no que tem sido chamado globalmente de "Revolução do Habitat".

TREINAMENTO EM ECOVILAS

O primeiro Treinamento de Ecovilas no Brasil é baseado numa abordagem transdisciplinar desenvolvida ao longo dos últimos 39 anos de existência da Findhorn Foundation. O treinamento será coordenado por May East e Craig Gibsone, criadores do Ecovillage Training em Findhorn, em parceria com experts brasileiros nos temas a serem desenvolvidos. Organizado em 9 módulos o treinamento promoverá a transferência de ferramentas e princípios essenciais que irão permitir aos participantes aplicar conceitos de ecovila no contexto de suas regiões e projetos.

Este treinamento é dirigido a profissionais e estudantes interessados e engajados na área de desenvolvimento sustentável. O treinamento também irá oferecer um fórum prático para desenvolvimento de planos de ação nos campos da bio-construção, Sócio-Economia solidária, produção de comida orgânica, governança circular e consenso, saúde holística, comunicação global, ecologia profunda e restauração ecológica.

FUNDAÇÃO FINDHORN

A Comunidade de Findhorn, no norte da Escócia, fundada em 1962, é uma das experiências precursoras de assentamentos humanos sustentáveis. Hoje, a Findhorn Foundation é uma Organização Não Governamental associada ao Departamento de Informação Pública das Nações Unidas.

Já há vários anos Findhorn realiza, em cooperação com a Global Eco-Village Network (GEN-Europa), o Ecovillage Training, com o apoio institucional da UNITAR-United Nations Institute for Training and Researchs e o Eco-Village Project da Findhorn Foundation recebeu a designação de "Melhor Prática" do United Nations Centre for Human Settlements (Habitat), em 1998.


CENTRO DE VIVÊNCIAS NAZARÉ

Há 20 anos atrás, inspirado em Findhorn, foi criado o Centro de Vivências Nazaré, com o propósito de ser um espaço que permitisse a expansão da consciência individual e planetária, através da simplicidade e da prática de novos valores na vida cotidiana.

A comunhão com a natureza, o ritmo e a ordem, a meditação, o silêncio, o trabalho voluntário e cooperativo potencializam experiências significativas, possibilitando a transformação interior e a natural atitude de comprometimento com a qualidade de vida que criamos na Terra.

Localizado no município de Nazaré Paulista, a cerca de uma hora de São Paulo, numa paisagem inspiradora, com acomodações simples e acolhedoras, Nazaré tem um ambiente propício para se vivenciar de forma criativa e integrada a experiência do Treinamento em Ecovilas.


ASSOCIAÇÃO OISCA BRASIL

Inspirada no lema: CULTIVANDO ESPERANÇA, a Associação OISCA BRASIL, (Organization for Industrial, Spiritual and Cultural Advancement) que atua como órgão consultivo junto a ONU, vem desenvolvendo um Programa de Capacitação de Recursos Humanos para a América Latina, com alunos de vários países, que atuarão posteriormente com pequenos produtores buscando o Desenvolvimento Rural Sustentável de suas regiões.

A preservação do Meio Ambiente juntamente com a melhoria da qualidade de vida vem sendo a tônica dos projetos desenvolvidos pela OISCA sendo o Treinamento em Ecovilas, um dos caminhos.

Formas de Pagamento


Três módulos de julho (completo) = R$480,00 até 30/05 ou 3 X R$160,00 (30/04, 30/05 e 30/06) após 30/05, R$550,00


Dois módulos de julho = R$ 340,00 até 30/05, após R$ 370,00

Um módulo de julho = R$ 200,00 até 30/05, após R$ 220,00
Outros módulos (agosto a dezembro de 2002) = R$220,00 pagos até um mês antes do evento, após R$250,00.


Janeiro de 2003 - R$ 350,00

OBS: Os dois primeiros módulos são pré-requisitos para participação nos módulos subseqüentes. Os valores de inscrição incluem alojamento e alimentação.

Vagas limitadas para 35 participantes.

Informações e Inscrições - Associação OISCA BRASIL - (11)3271-0807

[email protected] www.oiscabrasil.org.br


Design de Sistemas Sustentáveis
    de 26 de abril a 05 de maio

    Pirenópolis-GO


Este curso está de acordo com o programa e os princípios estabelecidos por Bill Mollison e adotado pela Rede Brasileira de Permacultura.

Duração: 90 horas/aula

O curso: é uma imersão prática nos conceitos e princípios do planejamento de sistemas sustentáveis para uma cultura permanente. Envolve exposições teóricas e exercícios de aprofundamento prático. Os participantes executam a análise e o design de uma propriedade a partir dos fundamentos aprendidos.

O programa: inclui as 72 horas básicas determinadas no programa oficial da Permacultura, de acordo com o estabelecido por Bill Mollison em seu livro texto para a disciplina: "Permaculture - A Designer´s Manual". Além deste, os participantes recebem aprofundamento e atividades de desenvolvimento de habilidades com professores convidados e práticos em disciplinas complementares.

Os instrutores: são residentes e convidados do IPEC. Todos com vários anos de experiência prática no planejamento e estabelecimento de sistemas.

Leitura recomendada: Em português: "Introdução à Permacultura" e "Permacultura Um". Em inglês: "Permaculture: A Designer´s Manual", "Permaculture Two" e "Ferment and Human Nutrition", todos de Bill Mollison.

O local: a sede do IPEC, em Pirenópolis - GO, é o embrião de um centro de capacitação em permacultura do Cerrado. Lá as pessoas vivenciam na prática o estabelecimento de um sistema sustentável, participam da rotina de uma propriedade rural e descobrem os princípios da permacultura aplicados em cada elemento.

Participantes nos cursos residenciais do IPEC são recomendados a trazer barraca e saco de dormir, pois o alojamento tem lugar para 10 pessoas somente. Além disto, lanterna ou velas, roupas confortáveis e uma disposição para o trabalho de restaurar o planeta. Traga também material para anotações e desenho.

A alimentação servida no IPEC é de ótima qualidade ovo lacto vegetariana. Dietas especiais devem ser avisadas com antecedência.


Módulos   Apêndices




alt  Workshop: Bioconstruindo 2002
    de 13 a 21 de julho
    Pirenópolis-GO


BIOARQUITETURA

  • Design da casa ecológica
  • Estruturas de madeira
  • Taipa de mão (cob)
  • Adobes
  • Fardos de palha
  • Taipa super leve
  • Telhados vivos
  • Estruturas de pedra
  • Bambu
  • Taipa de pilão
  • Rebocos naturais
  • Ferrocimento
PERMACULTURA
  • Princípios e técnicas
  • Galinheiros móveis
  • Manejo sustentável de água
  • Ecossistemas cultivados
  • Design para sustentabilidade
TECNOLOGIAS APROPRIADAS
  • Energia micro-hidráulica
  • Micro-eólica
  • Solar
  • Estimativa e design para auto-suficiência energética
  • Equipamentos no mercado
  • Coleta de água da chuva
  • Cisternas de ferrocimento
  • Sanitários compostáveis
  • Biotratamento de esgoto
  • Biomanejo de águas servidas
ECOVILAS
  • Design de Ecovilas
  • Estudos de caso
  • Alternativas legais
  • Economia sustentável
Info e Inscrições - IPEC : [email protected] (62) 331-1529
Em Brasília: (61) 468-8467 (Alice) ou (61)327-0436/922-3228 (Adriana)

Regressão Estátistica Aplicada as Ciências Biológicas, Agrárias e Ambientais - Tucumán

Horco Molle, Tucumán - Argentina

15-19 Julho 2002
Maiores Informações: [email protected]


Curso de Design em Permacultura

Local: Comunidade Sirius, Massachusett - EUA

Maiores Informações: De 19 de Julho a 8 de agosto

Contato: Daniel Greenberg at Living Routes;email: [email protected]; Website: www.livingroutes.org/programdetails/summerinst/overview.html


3º Conferência Internacional sobre Recursos Hidricos e Investigação Ambiental - Dresden, Germany.

Local: De 22 a 25 de julho de 2002

Contact: Cathleen Schimmek, Conference Secretariat; [email protected]; Website: http://www.tu-dresden.de/fghhihm/hydrologie.html


Seminário Sobre Novos Aliementos

Período: de 22 á 26 de julho de 2002. Soria, Espanha.
Organização: Fundación Duques de Soria. Dirige: Andreu Palou (Universidade das Ihas Baleares e Vicepresidente del Comitê Científico de Alimentos de la Comisión Europea). Maiores informações: http://www.fds.es/fds/ac012.html ou contacto: [email protected]


FUNDAÇÃO O BOTICÁRIO DE PROTEÇÃO À NATUREZA
CURSO AVALIAÇÃO DE BIODIVERSIDADE


28 de julho a 03 de agosto de 2002
Centro de Capacitação em Conservação da Biodiversidade
Reserva Natural Salto Morato, Guaraqueçaba - Paraná


APRESENTAÇÃO
O Centro de Capacitação em Conservação da Biodiversidade, idealizado pela Fundação O Boticário de Proteção à Natureza e implantado na Reserva Natural Salto Morato, tem por objetivo difundir princípios e técnicas de conservação da natureza para interessados de todo o Brasil, além de
promover oficinas para moradores da região, visando à criação de alternativas econômicas para a população local.

Em 1998 e 1999, por meio de uma parceria entre a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, a Universidade Livre do Meio Ambiente (UNILIVRE) e o Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (FUNBIO), possibilitou a formação de 381 pessoas.
Com 35 cursos já realizados e mais de 820 participantes ligados a 130 diferentes instituições de 93 municípios e 23 estados brasileiros, o Centro de Capacitação em Conservação da Biodiversidade mantém-se atualmente com recursos próprios da Fundação O Boticário de Proteção à Natureza e
patrocinadores.


O curso de Avaliação de Biodiversidade tem por objetivo fornecer aos participantes subsídios para o entendimento das questões relacionadas à conservação da biodiversidade, além da capacitação para a utilização de técnicas relacionadas ao inventário e avaliação da biodiversidade.


O CURSO
Será realizado no período de 28 de julho a 3 de agosto de
2002 na Reserva Natural Salto Morato, em Guaraqueçaba - PR,
totalizando 40 horas-aulas. Os candidatos serão selecionados
através de análise curricular, seguindo critérios da
comissão nomeada especialmente para este fim.


PRÉ-REQUISITOS
O curso destina-se a profissionais e estudantes dos últimos períodos em áreas afins (Biologia, Ecologia, Engenharia Florestal, Agronomia, Turismo, etc.), ou que trabalhem em instituições públicas e privadas que necessitem de conhecimentos sobre a biodiversidade.


INFORMAÇÕES GERAIS
O transporte Curitiba - Reserva - Curitiba, o material didático, a estadia e alimentação durante o curso serão oferecidos pela Fundação O Boticário de Proteção à Natureza. As despesas decorrentes do deslocamento até Curitiba e retorno ao local de origem serão de responsabilidade do participante.


CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
- Conceitos e noções gerais em Ecologia e Conservação da
Natureza;
- Caracterização de ecossistemas brasileiros;
- Biodiversidade como recurso e estratégias de conservação;
- Inventário e avaliação de biodiversidade;
- Métodos e técnicas para delimitação e identificação de
remanescentes vegetais em diferentes estádios de sucessão;
- Avaliação de biodiversidade vegetal;
- Técnicas de inventário de avifauna;
- Estrutura e dinâmica populacional.


COMO INSCREVER-SE
Os interessados devem enviar carta da instituição à qual
estão ligados, indicando-os para participar do curso bem
como liberando-os das suas atividades durante a realização
do evento, além de Curriculum vitae resumido, que deverá
obrigatoriamente corresponder ao modelo apresentado a
seguir:
1. Nome completo;
2. Data de nascimento, CPF, RG e sexo;
3. Endereço residencial (rua, nº, bairro, cidade,
estado, CEP, e-mail);
4. Telefone, fax e celular, todos com código de área
(ex.: 41 381-7396);
5. Empresa ou instituição onde trabalha (com inscrição
estadual e CNPJ - estas informações são fundamentais para a
emissão da nota fiscal de prestação de serviços);
6. Setor, divisão, departamento;
7. Cargo e função atual;
8. Endereço comercial (rua, nº, bairro, cidade, estado,
CEP, e-mail);
9. Formação acadêmica / grau de instrução (curso,
instituição);
10. Cursos na área de Conservação da Natureza;
11. Atividades que exerceu ou que exerce dentro do tema
do curso (instituição, empresa; cargo, função; natureza da
atividade);
12. Razões de interesse pelo curso;
13. Perspectivas de aplicação futura.
Este material formatado pode ser enviado via fax (0**41
382-4179), e-mail ([email protected]) ou
SEDEX para Fundação O Boticário de Proteção à Natureza /
Centro de Capacitação em Conservação da Biodiversidade
(Endereço: Av. Rui Barbosa, 3.450, São José dos Pinhais -
PR, CEP 83.065-260).
Data para envio dos dados: 08 a 19 de julho de 2002


TAXA DE INSCRIÇÃO
Os candidatos selecionados serão avisados por telefone até o
dia 22 de julho de 2002. A listagem dos selecionados estará
disponível no site www.fundacaoboticario.org.br.
A taxa de inscrição é de R$250,00 (duzentos e cinqüenta
reais) e deverá ser paga até 24 de julho de 2002 apenas se o
candidato for selecionado.
O pagamento deverá ser efetuado por meio de depósito
bancário:
Banco do Brasil
Agência 3306-5
Conta Corrente 4475-X
Fundação O Boticário de Proteção à Natureza
A inscrição só será efetivada após o recebimento do
comprovante de depósito, que deve ser enviado via fax (0**41
382-4179) para a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza
até o dia 24 de julho de 2002, impreterivelmente, sendo que
não serão abertas exceções para casos de empenho.
Os candidatos que não confirmarem sua inscrição até o dia 24
de julho de 2002 terão suas vagas automaticamente canceladas
e a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza entrará em
contato com os inscritos que ficaram na lista de espera.


INSTRUTORES
Maísa dos Santos Guapyassu, Engenheira Florestal, Doutoranda
em Engenharia Florestal, área de concentração em Conservação
da Natureza, pela Universidade Federal do Paraná, professora
do Departamento de Ciências Ambientais do Instituto de
Florestas da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.
Pedro Scherer Neto, Agrônomo, Mestre em Zoologia pela
Universidade Federal do Paraná, funcionário da Prefeitura
Municipal de Curitiba, Secretaria Municipal de Meio
Ambiente, Departamento de Zoológico (chefia de Aves) e
Divisão de Museu de História Natural (curadoria de Aves).
Tereza Cristina Castellano Margarido, Bióloga, Doutora em
Ciências Biológicas, área de concentração em Zoologia pela
Universidade Federal do Paraná, chefe do serviço de
Curadoria de Coleções do Museu de História Natural da
Prefeitura Municipal de Curitiba.


OUTROS CURSOS PARA 2002
Planejamento e manutenção de trilhas
(18 a 24 de agosto)
Biologia da Conservação
(06 a 12 de outubro)
Uso público e ecoturismo
em unidades de conservação
(20 a 26 de outubro)
Planejamento e manejo de áreas naturais protegidas
(24 a 30 de novembro)


PATROCÍNIO:
Antilhas, Emsar, Firmenich, Magistral, Rigesa, Saint-Gobain
Desjonqueres, Usina Açucareira Ester
APOIO:
Melissatur, Sodexho


Centro de Capacitação em Conservação da Biodiversidade
Programa de Educação e Mobilização
Fundação O Boticário de Proteção à Natureza
E-mail: [email protected]
Contato: Biól. Ingo Isernhagen
Fone: (41) 381-7375


O V ENCONTRO DA AGRICULTURA FAMILIAR da Região Sul, promovido pela
Frente da Agricultura Familiar, reúne-se em Chapecó, Brasil, de 23 a 25 de julho de 2002. O evento visa promover o debate sobre o desenvolvimento sustentável solidário; apresentar experiências agroecológicas desenvolvidas na região Sul; além de criar um espaço de intercâmbio de experiências de agricultura familiar realizadas no país. Para mais informações, escreva para: [email protected]


II BIOMASSA: Adubos e Manejo da Biomassa em Sistemas de Produção Orgânica


Tem por objetivo: Tratar a adubação orgânica com o manejo da Biomassa leva a um enfoque sistêmico crescente em sustentabilidade. O adequado aproveitamento da Biomassa na propriedade permite que se contabilize receitas naturais, portanto gratuitas, reservando os aportes externos aos momentos de alta demanda".

30 e 31 de agosto - (sexta e sábado).

Auditório da Faculdade de Ciências Agronômicas UNESP - Campus de Botucatu


Temas Abordados:


Fluxo da biomassa em diferentes ecossistemas;
Microbiologia do solos e sustentabilidade da produção;
Manejo da fertilidade de agroecossistemas;
A lignina e a fertilidade duradoura;
Manejo alelopático e compostagem na fruticultura;
Biomassa na instalação e no manejo de pastagens;
Fertilizantes orgânicos e biomassa na horticultura;
Fluxo de biomassa em sistemas de plantio direto;
Manejo da biomassa em SAF's.


Palestrantes convidados:


Ana Primavesi (UFSM);
Carlos Armênio Khatounian (IAPAR);
Geraldo Deffune (UNIUBE);
Itamar Soares de Melo (EMBRAPA);
Luiz Geraldo Carvalho Santos (HORTA&ARTE);
Patrícia Vaz (ESALQ);
Jurandir Melado (Fazenda Ecológica - Mato Grosso);
Paulo Lima (EPAMIG);
Leandro do Prado Wildner (EPAGRI);
Paulo Antônio D'Andrea (MICROBIOL);


Informações:
(14) 6821-9797 / 6821-1866 / 6821-1021
[email protected]
[email protected]
http://www.agroecologica.com.br/id5.htm
Inscrições:
(14) 6802-7127
[email protected]
[email protected]
http://www.agroecologica.com.br/ficha.htm


1ª REUNIÃO DE FORMAÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PEST- Parque Estadual da Serra da Tiririca, que será realizada no dia 22 de julho, segunda-feira, às 9h, na sede do parque, sito na rua das Rosas nº 24, Itacoatiara, Niterói. Maiores informações podem ser obtidas através do cel. (21) 9401-1262 ou e-mail [email protected] .

Curso de Extensão "Manejo Sustentável de Doenças Radiculares em Solos Tropicais"


Data:
1º a 4 de julho de 2002

Horário: 8 às 12h

Local das aulas:
Auditório da Área de Fitossanidada
Prédio Otávio Gomes - 1º Andar
Departamento de Agronomia da UFRPE

Objetivos: Desenvolver as habilidades dos alunos para diagnosticar as principais doenças radiculares de cultivos tropicais e identificar seus agentes casuais, caracterizar a dinâmica do inóculo de patógenos radiculares em solos tropicais, determinar a importância das propriedades dos solos tropicais em relação aos patógenos radiculares, identificar solos supressivos às doenças radiculares, caracterizar as condições para o desenvolvimento das doenças radiculares em cultivos tropicais e recomendar estratégias e métodos sustentáveis de manejo integrado de doenças

Conteúdo programático: Importância dos patógenos radiculares em solos e cultivos tropicais, diagnose das principais doenças radiculares de cultivos tropicais, identificação dos principais agentes causadores de doenças radiculares, propriedades dos solos tropicais e patógenos radiculares, teoria e dinâmica do inóculo de patógenos radiculares, solos supressivos e conducivos, epidemiologia de doenças radiculares, princípios e estratégias de manejo integrado de doenças radiculares, métodos de controle de doenças radiculares e sustentabilidade e manejo sustentável das principais doenças radiculares em solos tropicais

Carga horária total: 16 horas/aula

Ministrante: Professor Sami Michereff, do Departamento de Agronomia da UFRPE, e a bióloga Andréa Gomes, do Laboratório de Fitobacteriologia da Área de Fitossanidade do Departamento de Agronomia da UFRPE

Público alvo: Estudantes de graduação em Agronomia e de pós-graduação em Fitopatologia, profissionais ligados à área de produção de cultivos tropicais e produtores de cultivos tropicais

Número de vagas: 30

Promoção: Laboratório de Epidemiologia de Doenças de Plantas da Área de Fitossanidade do Departamento de Agronomia da UFRPE

Prazo de inscrições: 17 a 28 de junho

Informações e inscrições:
Secretaria da Área de Fitossanidade
Prédio Otávio Gomes - 1º Andar - Departamento de Agronomia da UFRPE
Avenida Manoel de Medeiros, s/nº - Dois Irmãos - CEP: 52171-900 - Recife - PE

Telefax: (81) 3302.1205

E-mail:
[email protected]


Simpósio subregional de Biodiversidade, Biotecnologia e Biosegurança
"Um Enfoque Na Bacia Mesoamérica do Caribe"
3 a 5 de julho, 2002. Costa Rica -
Maiores Informações: http:www.redesma.org

 

 

 

 


El II CONGRESO INTERNACIONAL VIRTUAL AGROPECUARIO, CIVA 2002: "A Pesquisa
Agropecuária na Vanguarda do séculto XXI", organizado pela UNAM, acontecerá de 24 a 28 de junho de 2002. Para mis informações, escreva a um dos seguintes emails: [email protected] o [email protected] o visite:
http://www.congresociva.unam.mx


SOJA. 2º Congresso Brasileiro e Mercosoja 2002. Perspectivas do agronegocio da soja. 3 al 6 de junho de 2002. Foz de Iguazú, Brasil. Organização: EMBRAPA y Aprosoja. Más informacões em  http://www.pjeventos.com.br/cbsoja.Contacto: mailto:[email protected]


TELEOBSERVACION DEL MEDIO AMBIENTE. 29º Simpósio Internacional Informações

para a Sustentabilidade e o Desenvolvimento. Buenos Aires, Argentina. 8 al 12 de

abril del 2002. Más información en http//www.symposia.org. Contacto

[email protected]

Diálogo parlamentar nas Sociedades para Desenvolvimento Sustentável 

Informações por [email protected]


 

 

O Diálogo de interessado em Manejo Sustentável de água

Período: 25-26 abril 2002

Local: Zurich, a Suiça.

 A conferência é organizada em conjunto por suiço Re e Rio de IDC (sociedade público-privado). Os participantes na conferência - peritos de água de campos diferentes e políticos - discutirão mediaes prioritárias para manejo sustentável de água. O resultado da conferência fluirá como entrada em PrepCom 4 e contribuem às negociações para uma agenda internacional proteger recursos de água no WSSD.


IV Feira de Agricultura Biológica Ambiente e Qualidade de Vida

O Centro de Informação e Animação Rural Europeu - Carrefour Norte Portugal/IDARN, e a AGROBIO - Associação Portuguesa de Agricultura Biológica em colaboração com a Câmara Municipal do Porto vão organizar a IV Feira de Agricultura Biológica Ambiente e Qualidade de Vida - 2002, que vai ter lugar no Mercado Ferreira Borges, na cidade do Porto, de 21 a 23 de Junho de 2002.

Esta Feira tem por objectivo sensibilizar o consumidor urbano e todos os cidadãos em geral, para a qualidade dos produtos de Agricultura Biológica, e alertar para as questões ambientais. Por outro lado pretende igualmente sensibilizar todos quantos estão ligados ao sector agrícola para uma agricultura mais racional e sustentável, como é a agricultura biológica, como alternativa à agricultura convencional.

Portugal ainda se encontra numa fase de grande atraso no domínio da agricultura biológica em comparação com outros países da Europa. Nesse sentido, estamos convictos que a realização de um evento desta natureza pode dar uma contribuição muito importante no sentido de sensibilizar o consumidor urbano, jovens, agricultores convencionais, empresas, entidades públicas e privadas, etc., quanto ao futuro de uma agricultura de qualidade e respeitadora do ambiente, como é a Agricultura Biológica.

http://www.idarn.up.pt/carrefour/agricbio/3feira/3feirabio.html


Curso de Extensão "Quantificação de Doenças de Plantas"


Data:
6 a 9 de maio de 2002

Horário: 8 às 12h

Local das aulas:
Auditório da Área de Fitossanidada
Prédio Otávio Gomes - 1º Andar
Departamento de Agronomia da UFRPE

Objetivos: Desenvolver as habilidades dos alunos para utilizar corretamente os conceitos relacionados à quantificação de doenças de plantas, desenvolver e utilizar sistemas de quantificação de doenças de plantas e quantificar corretamente a intensidade de doenças de plantas no campo

Conteúdo programático: Objetivos da quantificação de doenças de plantas, definições e conceitos relacionados à quantificação de doenças de plantas, desenvolvimento e uso de sistemas de quantificação de doenças de plantas, atributos desejáveis em métodos de quantificação de doenças, estádios fenológicos e épocas de quantificação de doenças de plantas, quantificação do progresso de doenças de plantas, quantificação do gradiente de doenças de plantas, quantificação de componentes da doença em ciclos de infecção e simulações sobre quantificação de doenças de plantas

Carga horária total: 16 horas/aula

Ministrante: Professor Sami Michereff, do Departamento de Agronomia da UFRPE

Público alvo: Estudantes de graduação em Agronomia e de pós-graduação em Fitopatologia e profissionais ligados à área de Defesa Sanitária Vegetal

Número de vagas: 30

Promoção: Laboratório de Epidemiologia de Doenças de Plantas da Área de Fitossanidade do Departamento de Agronomia da UFRPE

Prazo de inscrições: 15 de abril a 3 de maio

Informações e inscrições:
Secretaria da Área de Fitossanidade
Prédio Otávio Gomes - 1º Andar - Departamento de Agronomia da UFRPE
Avenida Manoel de Medeiros, s/nº - Dois Irmãos - CEP: 52171-900 - Recife - PE

Telefax: (81) 3302.1205

E-mail:
[email protected]


 

XIII ENCONTRO NACIONAL DE GEÓGRAFOS

" POR UMA GEOGRAFIA NOVA NA CONSTRUÇÃO DO BRASIL"
prazo de envio de trabalhos:
30 de abril

www.geociências.ufpb.br/13eng


O XII CONGRESSO BRASILEIRO DE ZOOTECNIA, IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE ZOOTECNIA

 

VIII Reunião Nacional de Ensino e XXV Fórum de Entidades de Zootecnia, reúnem-se de 13 à 15 de maio de 2002 no Rio de Janeiro, Brasil.Mais informações escrevendo para: [email protected] ou visitando:http://www.zootecnista.com.br/zootec2002/entrada1.ht

 


Stakeholder Dialogue on Sustainable Water Management

25-26 April 2002, Zurich, Switzerland


FENAF- Feira Nacional da Agricultura Familiar

18 a 21/06/2002  -Pátio da FRENAVE - Juazerio - BA/Brasil

maiores informações: [email protected]


II CURSO: GESTION DE LA BIODIVERSIDAD

22 al 26 de Abril del  2002 (6:00-9:00pm)

PROGRAMA

Biodiversidad global

Dra. Inés Redolfi

Conservación in situ andina

Mg. Sc. Juan Torres

Percepción de la biodiversidad

Dra. Mariza Falero

Inventario de la biodiversidad

Ph.D. José Santisteban

Gestión ex situ  de germoplasma

Mg. Sc. César López

Mg. Sc. Rosa Espejo 

Gestión de la cochinilla del carmín

Dra. Rosmarina Marín

La biodiversidad en las zonas áridas

Mg. Sc. Tania Acuña

Gestión de la biodiversidad microbiana

Dra. Doris Zúñiga

Medición y monitoreo de la biodiversidad

Dr. Edgard Sánchez

Bioprospección microbiana y valoración genética

Ph.D. Marcel Gutierrez

Gestión de la biodiversidad en agroecosistemas tropicales

Mg. Sc. Germán Arellano

INFORMES E INSCRIPCIONES

Escuela de Post Grado

Teléfono 349-5647, Anexo 209, Telefax 349-5678

E-mail: [email protected]
http://www.lamolina.edu.pe

Seminário Internacional de Liderança para Sociedades Sustentáveis

Acontece no da 22 de abril o Seminário Internacional de Liderança para Sociedades Sustentáveis, realizado pela Associação Brasileira para o Desenvolvimento de Lideranças (ABDL). O mote é lançar nacionalmente o programa Bridging Leadership, que será desenvolvido pela ABDL em parceria com o Instituto Synergos (EUA).As inscrições são gratuitas.

Maiores informações http://www.abdl.org.br


 XII oficiana de  Evolução de projetos para o Desenvolvimento Sustentável da América Latina acontecerá na Univerdade de Connecticut, Estados Unidos entre os dia 03 a 21 de junho de  2002 a oficina inclue análise financeira, económica e ambriental, entre outros,  además da instrução do uso de  computadores para a análise de projetos. Más informações em http://www.ia.uconn.edu/taller.html, Teodoro Rivas o Paul Fuentes


Dia de Campo 


SISTEMAS DE PRODUÇÃO EM PLANTIO DIRETO

 

27 de abril de 2002 (sábado)
Início: 8 h
Local: Fazenda Modelo do Pró-Rural
Parque de Exposições
Granja do Torto
Brasília, DF

Informações: (61) 388 9841 - Embrapa Cerrados
(61) 388 9879 (fax)
(61) 388 9956 - EMATER-DF
(61) 272 3191 - APDC
 

                                                          Convite

 
            A Embrapa Cerrados, EMATER-DF e Associação de Plantio Direto no Cerrado (APDC), convidam V. Sª para participar do Dia de Campo sobre "SISTEMAS DE PRODUÇÃO EM PLANTIO DIRETO", a realizar-se no dia 27 de abril de 2002, (sábado), das 8 às 12 horas, na Fazenda Modelo do Pró-Rural, Parque de Exposições, Granja do Torto, Brasília, DF
 
 
Objetivos do dia de campo:
 
1.      Oferecer aos produtores alternativas de cultivo em plantio direto: espécies para diversificação da safrinha e integração lavoura pecuária.
2.      Difundir técnicas para proteção do solo com renda adicional ao produtor.

 
SISTEMAS DE PRODUÇÃO EM PLANTIO DIRETO
      
            O plantio direto (PD) tem se difundido nos cerrados com extraordinária rapidez e cobre uma área de cinco milhões de hectares. As vantagens de redução de custo e ganho de tempo na semeadura, com cumprimento do calendário agrícola, somam-se aos benefícios de conservação do solo, ao mantê-lo coberto a maior parte do tempo e maior renda.
A exposição do solo à radiação solar durante o longo período de seca, após o cultivo de verão, em sistema convencional de cultivo, resulta em perda das suas características físicas, químicas e biológicas. A utilização de cobertura vegetal é necessária à exploração agrícola e a sua efetividade depende da seleção de espécies, para o cultivo em "safrinha". Neste sistema, racionaliza-se a agricultura, mediante a quebra do ciclo de plantas daninhas, pragas e doenças, a produção de biomassa que protege o solo e recicla nutrientes e acrescenta renda ao produtor. Além de milho, milheto e sorgo, tradicionais em safrinha e cobertura do solo, são apresentadas novas espécies/variedades como quinoa (Chenopodium quinoa Willd.), amaranto (Amaranthus spp.), guandu (Cajanus cajan L.), kenaf (Hybiscus cannabinus), dentre outras.
            A integração lavoura pecuária, consiste em explorar a diferença na velocidade de crescimento entre plantas anuais e perenes para semeadura simultânea. Exemplo clássico é o de milho + braquiária; colhido o milho, a pastagem se forma e permanece durante a seca. Desta forma, aproveita-se a umidade residual para propiciar cobertura permanente ao solo, com a vantagem de melhorar o desempenho da pecuária. Os métodos para se desenvolver esse sistema serão apresentados.
            Um sistema somente é adotado pelo produtor, quando as vantagens se somam e resultam em aumento da renda. Um dos objetivos da extensão rural, é disponibilizar novas técnicas e mostrar os ganhos pela sua adoção. Serão apresentados dados sobre o emprego do plantio direto e seus reflexos na renda pela introdução de novas técnicas, como a integração lavoura-pecuária.
         
Programa

Inscrições: 8:30 às 9:30 h
Fazenda Modelo do Pró-Rural (próx. à fruticultura)
Parque de Exposições
Granja do Torto 

Estações
 
1            Benefícios e Sustentabilidade do Plantio Direto.
              Eng. Agrônomo Ronaldo Trecenti - APDC

2            Novas Opções de Safrinha e Cobertura do Solo.
              Dr. Carlos Roberto Spehar - Embrapa Cerrados

3           Integração Lavoura-Pecuária.
             Dr. Lourival Vilela - Embrapa Cerrados

4           Renovação de Pastagens com Plantio Direto.
             Eng. Agrônomo Nilton César Ribeiro - Monsanto do Brasil
  5           Aspectos Econômicos do Plantio Direto.
             Eng. Agrônomo Laércio de Júlio - EMATER-DF
  Favor confirmar participação pelo Fone (61) 273-2154 ou 272-3191
 

 
Organização e Realização
 
 
Embrapa Cerrados
 
 
EMATER-DF
 
 
APDC
Apoio   Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento   Delegacia Federal de Agricultura -DFA/DF   CNPq   Embrapa Solos
 

APDC - Associação de Plantio Direto no Cerrado
SCLRN 712  Bloco C  Loja 18; 70760-533   Brasília  DF
Tels: (61) 272-3191/273-2154   Fax: (61) 274-7245
E-mails: [email protected] e [email protected]

 

 


El Curso AECI/ILPES sobre Uso de indicadores Sócio-economica na Evolução do Impacto de Preojetos e programas Na Luta Contra a Pobreza acontecerá de de 01 a 12 de julho em Cartagena de Índias, Colombia. Para maiores informações com o Senhor M. S. Pascual: [email protected] o visitar: http://www.eclac.cl/capacitacion/default.asp?agno=2002&mes=07


1º SIMPÓSIO DE PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO ORGÂNICA

GRUPO DE AGRICULTURA ORGÂNICA AMARANTHUS - ESALQ-USP

"TEMA - CONTROLE BIOLÓGICO NA PRODUÇÃO DE LEITE ORGÂNICO"

DATA: 16/08/2.002 - Horário: das 13,30 as 15,30 hs.

Palestrante convidado: Laudemar de Amorim - Veja mais em: www.lamorim.com.br/eventos.htm


CURSO CORTO INTERNACIONAL SOBRE AGROECOLOGÍA Y DESARROLLO RURAL SOSTENIBLE: CONCEPTOS, MÉTODOS E IMPLICACIONES

15 al 18 de Julio del 2002
Nicaragua

TALLER SOBRE AGROECOLOGÍA EN LA ENSEÑANZA E INVESTIGACIÓN PARA LA EDUCACIÓN SUPERIOR

18 y 19 de Julio del 2002
Nicaragua

Instructores:
Dr. Miguel Altieri, Universidad de California, Berkeley
Dra. Clara Nicholls, Universidad de California, Berkeley
Expertos nacionales


Introducción:
Estos cursos se organizan como esfuerzo coordinado entre el Programa CATIE-MIP/AF, la Universidad Nacional Agraria, la Universidad Nacional Autónoma de Nicaragua en León, la Escuela de Agricultura y Ganadería de Estelí, el Grupo de Promoción de la Agricultura Ecológica y el Servicio de Información Mesoamericano sobre Agricultura Sostenible, con el apoyo de Miguel Altieri y Clara Nicholls de la Universidad de California en Berkeley. Los cursos surgen del interés creciente en Nicaragua, y Latinoamérica en la agroecología como un enfoque valioso para el desarrollo agrícola rural. Con los cursos se pretende contribuir a la incorporación de principios y enfoques agroecológicos en proyectos actuales de desarrollo rural que contribuyen a la aplicación de una agricultura ecológica en el campo, y en programas de enseñanza e investigación que forman los futuros profesionales.

CURSO CORTO INTERNACIONAL SOBRE AGROECOLOGÍA Y DESARROLLO RURAL SOSTENIBLE: CONCEPTOS, MÉTODOS E IMPLICACIONES

15 al 18 de Julio del 2002
Nicaragua

Para mayor información o para inscribirse contactarse con:
Programa CATIE-MIP/AF (NORAD)
Telefax: (505) 265-7114, 265-7268
Correo electrónico: [email protected]


Congresso de Comunicação em Agribusiness e Meio Ambiente

A experiência brasileira de comunicação em agribusiness e meio ambiente vai ser apresentada e debatida durante o 2º AGRICOMA - Congresso Brasileiro de Comunicação em Agribusiness e Meio Ambiente, marcado para o  período de 21 a 22 de março de 2002, em Londrina, Paraná.
O evento, que contou com o apoio do IAPAR - Instituto Agronômico do Paraná, será realizado na sede deste Instituto e reunirá especialistas (profissionais, professores e pesquisadores) das áreas de meio ambiente e agribusiness.
Durante o 2º AGRICOMA, será apresentada, também, a pesquisa A pauta ambiental e do agronegócio no jornalismo brasileiro, que analisa a inserção das áreas de agribusiness e meio ambiente na imprensa nacional, a partir de  12 jornais de prestígio em nosso País.
Maiores informações podem ser obtidas pelo e-mail: <[email protected]> ou no site da Comtexto Comunicação e Pesquisa (<http://www.comtexto.com.br>), empresa que promove o evento.
O programa do Congresso segue abaixo:

2º AGRICOMA
Programa
21 de março

9:00 - 9:15 horas
Abertura do Congresso

9:15 - 10:00 horas Palestra
Comunicação e pesquisa agropecuária
Dr. Florindo Dalberto, presidente do IAPAR

10:00 - 10:15 horas
Intervalo para café

10:15 - 12:00 horas Case
Agribusiness e meio ambiente na TV brasileira
Dia de Campo na TV - Embrapa
Walmir Luiz Rodrigues Gomes

12:00 - 14:00 horas
Intervalo para almoço

14:00 - 15:00 horas
Pesquisa Comtexto
A pauta ambiental e do agronegócio no jornalismo brasileiro

15:00 - 16:00 horas
Case
Implementando uma agência de notícias ambientais: o caso ECOPRESS
Angela Lereno, coordenadora

16:00 - 16:15 horas
Intervalo para café

16:15 - 17:30 horas
Cases
A comunicação nas Organizações Estaduais de Pesquisa e Extensão
IAPAR - Edmilson Liberal
EPAGRI -Celívio Holz

22 de março

9:00 - 10:15 horas Palestra
Jornalismo ambiental no Brasil: desafios e tendências
Adalberto Wodianer, diretor da Envolverde e Ecomídias

10:15 - 10:30 horas
Intervalo para café

10:30 - 12:00 horas Debate
Jornalismo em agribusiness e meio ambiente
Cristina Côrtes, Editora da Folha Rural
Lebna Landgraf , Assessora de Imprensa da Embrapa Soja
Oswaldo Petrin , colunista da Folha de Londrina e assessor do IAPAR

12:00 - 14:00 horas
Intervalo para almoço

14:00 - 15:00 horas Case
A experiência de comunicação em cooperativas: o caso da Copacol
Mário Vicente, gerente de marketing e assessor de Imprensa da Copacol

15:00 - 15:15 horas
Intervalo para café

15:15 - 17:30 horas Cases
Comunicação em Agribusiness e Meio Ambiente na rede
Portal do Ambiente on line - Vilmar Berna, editor
Rede dos Jornalistas Ambientais Brasileiros - Carlos Tautz, assessor de imprensa da rede de ONGs da  campanha Por um Brasil livre de Transgênicos, membro do Conselho da Federação Internacional dos Jornalistas Ambientais
AGRICOMA - Wilson da Costa Bueno, editor

17:30 - 17:45
Encerramento do Congresso


Wilson da Costa Bueno

Presidente da Comissão Organizadora


  Unidades da Embrapa NE e SP realizam curso inédito de Boas Práticas
Agrícolas para certificação de frutas no Brasil

As Unidades de Pesquisa da Embrapa: Meio Ambiente, Meio-Norte e
Semi-Árido realizam de 19 a 20 de novembro em Teresina, PI e de 22 a 23
em Petrolina, PE o I Curso Internacional sobre o Protocolo Europeu de
Boas Práticas Agrícolas - (Eurep GAP/APPCC-campo e ISO 14.001). De
acordo com os organizadores do evento, o curso é destinado a capacitar
técnicos especialistas e executivos da área de agronomia, biologia,
química e engenharia de alimentos, sobre como gerenciar, preparar e
habilitar as Glebas Rurais para serem certificadas, segundo as normas
sugeridas pelo Protocolo Eurep GAP, ou seja, o uso do protocolo
APPCC-campo brasileiro, em implantação no país pelo Sebrae.
 Segundo a pesquisadora da Embrapa Meio Ambiente Vera Ferracini,a
Certificação de Qualidade no Campo poderá ser efetivada por meio da
utilização de normas ou protocolos. "O Protocolo Europeu de Boas
Práticas Agrícolas, o EUREP GAP, ou seja, Análise de Perigo e Pontos
Críticos de Controle (APPCC-campo), trata da normalização das práticas
agrícolas de produção e certificação do produto final", explica. O
protocolo reconhece as ações mais fomentadas e implantadas por
produtores e implementa o sistema de boas práticas agrícolas na
agricultura, atendendo à diminuição de impactos ambientais adversos.
Vera salienta que o conhecimento das Boas Práticas, com base no uso das
Normas sugeridas pelo EUREP-GAP e ISO 14001, servirá a técnicos e
executivos envolvidos diretamente com o Programa de Produção Integrada
de Frutas (PIF) brasileiras, uma vez que o EUREP GAP é um passo anterior

ao PIF (Produção Integrada de Frutas), já implantado no Brasil.
"Esperamos com isso que o processo de certificação de frutas irrigadas
in natura destinadas a exportação seja agilizado, principalmente aqueles

em curso nas Glebas Rurais trabalhadas pelas Unidades da Embrapa",
completa. Os processos de certificação mencionados assemelham-se àqueles

promovidos para obtenção de Selo de Qualidade do Produto e do Selo
Verde.
 Mais informações podem ser obtidas no site do evento em
3867.8710/8711.

EN DEFENSA DEL MAIZ

23 y 24 de enero del 2002, de las 9:00 a las 19:00 horas
Hotel Ejecutivo, Viena No. 8, Col. Juárez, México DF
Tel: (55) 55 66 65 65

CONFERENCIA PUBLICA

23 de enero del 2002, 19:30 Horas
Centro Cultural San Angel
Av. Revolución, Esq. Francisco I. Madero, Col. San Angel, México DF

México es centro de origen, domesticación y diversidad del maíz, por ello no está permitida la siembra comercial de maíz transgénico en el país, e incluso se cancelaron a partir de 1999 los permisos para experimentación en campo. Sin embargo, la importación de maíz de Estados Unidos que contiene mezclado maíz transgénico, ha alcanzado volúmenes récord desde la puesta en marcha del TLCAN. El año pasado se comprobó la contaminación de maíz tradicional con maíz transgénico en comunidades de Oaxaca y Puebla. Este hecho ha provocado distintas reacciones de parte de varias organizaciones indígenas, campesinas, ambientales y civiles, así como de los funcionarios responsables de las políticas agrícolas, ambientales y comerciales, los legisladores, los científicos vinculados a los cultivos biotecnológicos y las empresas productoras de semillas y comercializadoras de productos transgénicos.

Existen posiciones encontradas en cuanto a los posibles riesgos y beneficios de la introducción de maíz genéticamente modificado en la producción e importación de México que deben ser analizadas a profundidad.

El seminario busca abrir un espacio de análisis y discusión en el que se expresen posiciones de diferentes sectores de la sociedad, además de  permitir el intercambio de información entre distintas regiones del país y plantear posibles acciones comunes.

Las organizaciones convocantes llamamos a este Seminario EN DEFENSA DEL MAIZ, para analizar, desde los distintos enfoques, la situación actual del principal cultivo de México, base de la cultura, de la alimentación y la producción campesina y patrimonio colectivo de la humanidad.

CONVOCAN:

Asociación Nacional de Empresas Comercializadoras (ANEC)
Centro de Análisis Social Información y Formación Popular (Casifop)
Centro de Estudios para el Cambio en el Campo Mexicano (Ceccam)
Centro Nacional de Apoyo a Misiones Indígenas (Cenami)
Consejo de Médicos y Parteras Indígenas Tradicionales de Chiapas (Compitch)
Grupo Erosión Tecnología y Concentración (ETC-RAFI)
Frente Democrático Campesino de Chihuahua (FDCCh)
Frente Zapatista de Liberación Nacional (FZLN)
Greenpeace México
Instituto Maya
Servicios del Pueblo Mixe
Unión Nacional de Organizaciones Regionales Campesinas Autónomas (UNORCA)
Unión de Organizaciones de la Sierra Juárez de Oaxaca (UNOSJO)
Red Mexicana de Acción Frente al Libre Comercio (RMALC)

Cordialmente, por el Comité Organizador

Ana de Ita - Ceccam
Andrés Barreda - Casifop
Silvia Ribeiro - ETC/RAFI

Este es un esfuerzo colectivo realizado con recursos limitados, por lo tanto solicitamos CONFIRMAR SU ASISTENCIA al correo electrónico del Ceccam: [email protected], o a los teléfonos: (55) 56 61 19 25; (55) 56 61 52 98

.

 

 

 

 

Página Anterior Fale Conosco Associe-se à Rede Próxima Página

Clique Aqui para inscrever-se em nosso Boletim


Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Cardoso e L&C Soluções Socioambientais.

Siga-nos nas Redes Sociais Twiiter rss Facebook "Whatsapp 88 9700 9062" Googleplus