agrisustentavel.com

barra

Divulgamos

Está página objetiva divulgar eventos que foram divulgados pelo nosso site, possibilitando que o usuário possa conhecer os resultados das atividades realizadas ou mesmo possa obter informações referentes aos responsáveis pela atividade.

Dezenas de eventos são realizados diariamente e poucos tem seus resultados divulgados, aqui desejamos ampliar a possibilidade de acesso ao conteúdo e as discussões realizadas nesse eventos.Caso tenha resultado, material ou informações de atividades envie para [email protected]

Conclusões do Seminário: "Problematica dos transgênicos na Bolivia" Ofícina Cientifica Sobre Impactos e Riscos da biotecnologiada Associação Internacional Pugwash no México.

Fórum Internacional do Meio Ambiente - A Conferência da Terra, na
> cidade de João Pessoa - PB, Brasil, no período de 21 a 24 de maio de
> 2008.(feriado Corpus Christi)
>
> *http://gsplanejamentoambiental.com.br/conferenciadaterra/*<http://gsplanejamentoambiental.com.br/conferenciadaterra/>
>
> Envio de trabalhos: 15/03
>
> Inscrição ate 15/03 R$ 130,00
>
> ONIBUS:

Caros amigos e amigas

O PROGRAMA HORTA VIVA - EDUCAÇÃO AMBIENTAL em parceria com o Instituto Superior de Educação Pró Saber ISEPS está disponibilizando uma série de cursos que busquem propiciar uma formação continuada de educadores, ou futuro educadores.

Esses cursos foram estruturados para instrumentalização teórica e prática de seus participantes em módulos de 8 horas, introduzindo-os nesta nova dimensão educativa e potencializando a formação de uma rede de educadores comprometidos com uma eficaz Educação Ambiental.

PÚBLICO ALVO: professores, universitários, agentes ambientais e profissionais que atuam ou pretendam atuar na área de meio ambiente.

Datas:
Módulo I – 12 de abril
Módulo II – 26 de abril
Módulo III – 10 de maio
Módulo IV – 17 de maio
Módulo V – 31 de maio

Horário: das 8:00 às 12:00 horas e das 13:00 às 17:00 horas.

Local das aulas: Instituto Superior de Educação Pró Saber – Largo dos Leões, 70 - Humaitá – Rio de Janeiro.

 

MÓDULO
Título
PROFESSOR
DETALHES
I
Fundamentos da Educação Ambiental
Mauro Guimarães
II
Educação Ambiental, Currículo e Projeto Político Pedagógico
Fernando Guerra
III
Educação Ambiental e Consumo Sustentável
Fátima Portilho
IV
Dinâmicas e jogos criativos para Educação Ambiental
Nanci Lopes
V
Horta escolar para educação ambiental
Danilo Netto

Para maiores informações visite nosso Portal www.hortaviva.com.br

Atenciosamente

Danilo Netto

 

CUARTO SIMPOSIO NACIONAL DE AGROECOLOGIA
“CONSTRUYENDO UNA SOCIEDAD AGROECOLÓGICA”
Presentación:
Colombia es un país estratégico en la geografía mundial y Latinoamericana y es uno de
de los mas ricos en Biodiversidad, la cual esta representada entre otros por fauna, flora,
recursos hídricos y forestales. En Agricultura Ecológica cerca de 51 mil hectáreas se
encuentran dedicadas a cultivos ecológicos de banano, café, cacao, cereales, palma de
aceite, tubérculos, frutas, panela, hortalizas, heliconias y follaje, además se produce miel
de abejas, procesados alimenticios, carne de res y carne de búfalo, entre otros (Ministerio
de Agricultura y Desarrollo Rural, 2007). Frente a los demás países latinoamericanos,
Colombia se ubica en el lugar 10 (Willer & Yussefi, 2007).
De la agricultura ecológica en Colombia se benefician miles de familias campesinas e
indígenas y empresarios involucrados en la producción, procesamiento y comercialización
así como muchas personas que se han constituido en consumidores.
Se cuenta con una institucionalidad gubernamental, no gubernamental, académica y
privada, que de una y otra forma aportan al desarrollo y fortalecimiento del proceso
agroecológico nacional. Pero no obstante esto y a pesar de las diversas y positivas
experiencias, este proceso se encuentra desarticulado de tal manera que su
consolidación como movimiento no es cercano, lo cual determina que su influencia en las
actuales políticas agropecuarias nacionales sean mínimas.
La universidad Nacional de Colombia Sede Palmira ha llevado a cabo hasta el momento
tres simposios nacionales con muy buena acogida lo cual ha permitido posicionar este
evento en el país, por esto y por lo mencionado en los párrafos anteriores, se propone en
asocio con Conexión Ecológica realizar el IV Simposio Nacional de Agroecologia, cuyo eje
temático se resume en su título: “Construyendo una Sociedad Agroecológica”. Se
pretende propiciar un encuentro que nos permita conocer el estado del arte de la
Agricultura Ecológica en el país y que sea punto de partida para desarrollar una estrategia
colectiva de articulación entre los diferentes actores y sectores de la Agroecología
Colombiana y de esta forma incidir en el fortalecimiento y desarrollo de la misma en todos
los niveles y principalmente en el político.
Considerando lo anterior, al realizar el IV Simposio: “Construyendo una Sociedad
Agroecológica” se pretende:
• Continuar el proceso de intercambio, Socialización y Divulgación de los avances,
dificultades y expectativas de la Agricultura Ecológica en Colombia.
Toda hoja tiene dos caras, utiliza ambas"
• Contribuir a sembrar la inquietud sobre la necesidad de avanzar hacia la formación del
Movimiento Agroecológico Colombiano a partir de la construcción y participación
colectiva.

• analizando experiencias nacionales e internacionales que han propiciado la
consolidación de movimientos agroecologicos a nivel Latinoamericano.
• Propiciar el establecimiento de alianzas y relaciones de cooperación temática con
otras organizaciones que lideren procesos afines a nivel del país, Latinoamérica o
mundial.
Metodología:
Tanto el Simposio como el Encuentro tendrán una participación abierta y representativa
de las distintas personas e instituciones interesadas en la temática propuesta. La
metodología incluye una feria que permita el intercambio de productos y experiencias en
agricultura ecológica, conferencias y un foro debidamente orientado para alcanzar los
objetivos trazados por la presente propuesta. Del mismo modo, los expositores
principales cumplirán con varios criterios de tal manera que su participación favorezca a
los objetivos.
El programa a desarrollar incluirá las siguientes temáticas en los dos días del evento:
Agricultura Ecológica: Situación Actual
Experiencias Exitosas de Producción Agroecológica
Lecciones aprendidas sobre Movimientos Agroecologicos a nivel Latinoamericano
Lecciones aprendidas sobre Movimientos Agroecologicos a nivel Colombiano.
FORO: ¿Porque es necesario crear un movimiento Agroecológico en Colombia?
Otras Actividades
• Durante el segundo día del evento en el campus universitario se desarrollara la
“Segunda Feria para el Intercambio de Experiencias y Productos de la Agricultura
Ecológica”, en el cual se propiciara la realización de actividades que permitan la
integración y socialización de las distintas experiencias presentes en el evento.
• El día sábado, se podrá participar previa inscripción y cancelación del costo a definirse
(sujeto a cumplimiento de cupo mínimo) en una gira con el fin de conocer experiencias
exitosas de agricultura ecológica en el Departamento del Valle del Cauca.
• Este mismo día se abrirá un espacio previa inscripción para la presentación voluntaria
de videos y otros materiales educativos relacionados con la agricultura ecológica,
realizados por comunidades, ONG u otras entidades oficiales y privadas.
Fecha: 24 y 25 de Abril de 2008
Gestores y Convocantes iniciales de la Propuesta
Universidad Nacional de Colombia, Sede Palmira – Grupo de Investigación en Agroecologia.
Conexión Ecológica.
Colaboradores
Corporación Autónoma Regional del Valle del Cauca. CVC
CONTACTOS
DIEGO IVAN ANGEL S CARLOS ANDRES ESCOBAR
Universidad Nacional de Colombia Conexión Ecológica
[email protected] [email protected]
[email protected]
[email protected]
Tel: 2717000 Ext. 35736
“Toda hoja tiene dos caras, utiliza ambas"

Universidad Pedagógica y Tecnológica De Colombia
Facultad de Ciencias Básicas – Escuela de Ciencias Biológicas
Grupo de Investigación Biología Ambiental
Semillero de Investigación
BIOFILIA
Tunja, Febrero de 2008.
COMUNICADO 01 de 2008
Cordial saludo,
El Grupo Biofilia, es un Semillero de Investigación del Grupo Biología Ambiental adscrito a la Dirección de Investigaciones (DIN) de la Universidad Pedagógica y Tecnológica de Colombia (Tunja - Boyacá) que busca fortalecer los procesos de investigación con base en las políticas de nuestra universidad y fortalecer nuestra competitividad a nivel nacional. Para tal efecto, el semillero organiza el VI SEMINARIO ESTUDIANTIL DE CIENCIAS BIOLÓGICAS Y III ENCUENTRO NACIONAL DE INVESTIGADORES “Investigación y Conservación, el futuro está en nuestras manos”, a realizarse en sede central de la UPTC del 11 al 15 de Agosto del presente año.
De acuerdo con lo anterior, de manera atenta nos permitimos invitarlo (s) a para que, con atención, examine (n) el PLEGABLE y el AFICHE INFORMATIVO DE EVENTO en mención, que como documentos adjuntamos al presente.
Sin otro particular expresamos nuestra gratitud el atender a este comunicado y esperamos contar con su participación en nuestro evento.
Cordialmente,
DANIEL ALBERTO LEÓN CAMARGO
Coordinador Semillero BIOFILIA
LUZ MARINA LIZARAZO FORERO
Directora Grupo de Investigación
BIOLOGIA AMBIENTAL
Avenida Central del Norte Vía Paipa (Boyacá). Edificio de Laboratorios L-314 1
Cel.: 310 349 3594 – 310 310 8826 Correo electrónico: [email protected]
Universidad Pedagógica y Tecnológica De Colombia
Facultad de Ciencias Básicas – Escuela de Ciencias Biológicas
Grupo de Investigación Biología Ambiental
Semillero de Investigación
BIOFILIA
VI SEMINARIO ESTUDIANTIL DE
CIENCIAS BIOLÓGICAS Y III ENCUENTRO NACIONAL DE INVESTIGADORES
“Investigación y Conservación, el futuro esta en nuestras manos”
PRESENTACIÓN
El grupo BIOFILIA, es un semillero de investigación asociado al grupo BIOLOGIA AMBIENTAL que reúne a estudiantes de pregrado de ciencias biológicas y afines con el objetivo de contribuir con los procesos de investigación con base a las políticas establecidas por la universidad. Para tal efecto, el semillero BIOFILIA organiza el VI SEMINARIO ESTUDIANTIL DE CIENCIAS BIOLOGICAS Y III INFORME NACIONAL DE INVESTIGADORES A REALIZARSE DEL 11 AL 15 De Agosto de 2008 en la sede central de la Universidad Pedagógica y Tecnológica de Colombia sede Tunja (Boyacá), con el animo de socializar los trabajos de investigación realizados en el áreas de las ciencias biológicas y afines.
OBJETIVOS
1. Proporcionar un espacio para la presentación de trabajos de investigación enfatizados en la conservación de ecosistemas tropicales y el enriquecimiento de la investigación, generando un ambiente crítico y constructivo envuelto en temas como la Biodiversidad, Conservación, uso Sostenible e Investigación en Colombia.
2. Fomentar en estudiantes y profesionales la necesidad de unir esfuerzos en el campo de la investigación encaminada al conocimiento y conservación de la flora y fauna del territorio nacional.
3. Permitir a Grupos y Semilleros de Investigación un espacio de presentación y retroalimentación a nivel de formación científica y académica.
TEMAS A TRATAR
• Biodiversidad en Ecosistemas Tropicales
• Conservación y Uso Sostenible
• Estado de la Investigación Científica en Colombia
• Biología Ambiental
Avenida Central del Norte Vía Paipa (Boyacá). Edificio de Laboratorios L-314 2
Cel.: 310 349 3594 – 310 310 8826 Correo electrónico: [email protected]
Universidad Pedagógica y Tecnológica De Colombia
Facultad de Ciencias Básicas – Escuela de Ciencias Biológicas
Grupo de Investigación Biología Ambiental
Semillero de Investigación
BIOFILIA
ACTIVIDADES
• Cursos Pre-Evento
• Conferencias Magistrales
• Ponencias Orales
• Exposición de Pósters
• Actos Culturales
• Fiesta de Clausura
MODALIDADES DE PARTICIPACIÒN
• Conferencista Magistral
• Ponente Oral
• Ponente de Póster
• Curso Preevento
• Concurso de Fotografía
INVERSIÒN
MODALIDAD
PRIMER CORTE
(JUNIO 21 DE 2008)
SEGUNDO CORTE
(AGOSTO 13 DE 2008)
Estudiantes de pregrado
$70.000
$ 90.000
Profesionales y/o estudiantes de postgrado
$100.000
$120.000
Nota: La inversión incluye Memorias con ISBN, Carpeta, Escarapela,
Certificado de participación y Souvenir.
FECHAS LÍMITES
Entrega de resúmenes: Mayo 16 de 2008.
Resultados de trabajos aceptados: Junio 2 de 2008
Entrega de Fotografías: Julio 11 de 2008
Avenida Central del Norte Vía Paipa (Boyacá). Edificio de Laboratorios L-314 3
Cel.: 310 349 3594 – 310 310 8826 Correo electrónico: [email protected]
Universidad Pedagógica y Tecnológica De Colombia
Facultad de Ciencias Básicas – Escuela de Ciencias Biológicas
Grupo de Investigación Biología Ambiental
Semillero de Investigación
BIOFILIA
COMITÉ ORGANIZADOR
• Semillero de investigación BIOFILIA
• Grupo de investigación BIOLOGÍA AMBIENTAL
INFORMACIÓN ADICIONAL: Cels.: 310 3493594 – 310 3108826 – 300 8285891
Correo electrónico: [email protected]
[email protected]
[email protected]
Avenida Central del Norte Vía Paipa (Boyacá). Edificio de Laboratorios L-314 4
Cel.: 310 349 3594 – 310 310 8826 Correo electrónico: [email protected]

  • CURSOS DO SOFTWARE MATA NATIVA 2

    Participe do “Curso do Software Mata Nativa 2” nos próximos dias 04 e 05 de abril de 2008, em Brasília – DF. O curso tem como objetivo orientar os participantes no processamento dos dados de inventários florestais, análises fitos sociológicas e planos de manejo utilizando o software Mata Nativa 2, ganhando assim agilidade, precisão, economia e organização. O curso é direcionado para engenheiros florestais, biólogos, consultores em manejo florestal, fiscalização e proteção ambiental, engenheiros ambientais, engenheiros agrônomos, pesquisadores, professores, estudantes de pós-graduação e graduação. As inscrições podem ser feitas até o dia 31 de março de 2008. Maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (31) 3892-5008 ou pelo e-mail [email protected] Confira a programação de cursos do software Mata Nativa 2 no site www.matanativa.com.br. Conheça também as condições especiais do software Mata Nativa 2 para profissionais autônomos e estudantes no site www.matanativa.com.br.

SABERES ARTICULADOS PARA FORMAÇÃO DE EDUCADORES AMBIENTAIS

 Ementa

Adotar uma perspectiva multidisciplinar, abrangendo aspectos teóricos e práticos da interação, comportamento, ecologia, controle e educação em ambiente e saúde.

 Objetivos

Capacitar recursos humanos por meio da formação e atualização em Educação Ambiental, enfatizando a articulação de saberes que circulam em diversas áreas do conhecimento científico que contribuem para a conscientização de que o planeta precisa ser preservado a fim de que outras gerações nele atuem com qualidade de vida.

 Conteúdo Programático

  • Ética, Educação e Cidadania (Conceito de ética; Ética e Modernidade; Ética Ambiental); Educação Ambiental e Cidadania)
  •  Introdução à Química Ambiental (A Química da Estratosfera; A Química e a Poluição do Ar na Troposfera; Efeito Estufa e Aquecimento Global; Fontes Convencionais e Alternativas de Energia; Desenvolvimento Sustentável)
  •  Ecologia (História da Terra; Origem da Vida; Evolução;Conceito de vida e de ambiente; Comunidade, população, ecossistema, cadeia e teia alimentar; Fluxo de energia; Interações ecológicas)
  •  Leitura do ambiente: em Água, em Solo e em Ar
  •  Fundamentos em Legislação
  •  Técnicas de Estudo e Pesquisa (Estratégias de Estudo; Conhecimento Científico; Tipos de Pesquisa)

Carga Horária: 120h

Início: 11/08/07 (sábados)

Término: 08/12/07             

Horário: 8:00 às 13:30

Investimento total: R$ 400,00

ou Número de parcelas: 04 (quatro) no valor de R$100,00   

a

III SEMINÁRIO REGIONAL DE SILVICULTURA DO NOROESTE DE MINAS E ALTO PARANAÍBA

O SEBRAE - Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Minas Gerais, a Prefeitura Municipal de Vazante e a Agência de Desenvolvimento Econômico e Social de Vazante - ADVAZ realizarão o “III Seminário Regional de Silvicultura do Noroeste de Minas e Alto Paranaíba”, no próximo dia 10 de agosto, no Anfiteatro Municipal “Alyrio Alves Rosa”, em Vazante - MG. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (34) 3813-0447.

a

1ª Conferência Biodiesel

Data: 24 de agosto de 2007
Cidade:
Curitiba - Paraná
Local:
Instituto de Tenologia do Paraná
Mariores Informações:http://www.biodieselonline.com.br/

Vagas limitadas.

a

VI Congreso Latinoamericano de Derecho Forestal

Período:28 August – 1 September 2007    
Local: Quito, Ecuador  IUFRO 6.13.01 
Contact: María Fernanda Escudero, congresodf(at)sur.iucn.org
a

1º CONGRESSO DO “CENTRO-OESTE BRASILEIRO SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E REDUÇÃO DE GASES DO EFEITO ESTUFA", que ocorrerá de 06 a 10 de agosto de 2007 em Cuiabá/MT.
Maiores informações: http://www.ecowood.com.br/evento/ ou pelo telefone (41) 3223-0088, ou e-mail: [email protected]/ [email protected]

O 1º CONGRESSO DO “CENTRO-OESTE BRASILEIRO SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS E REDUÇÃO DE GASES DO EFEITO ESTUFA” será realizado nos dias 06 a 10 de agosto de 2007, e contará com a participação de especialistas renomados sobre o assunto no Brasil, trazendo informações e discussões atuais sobre as tecnologias para redução de gases do efeito estufa e sobre o panorama nacional com enfoque no centro-oeste sobre às Mudanças Climáticas. O evento abordará perspectivas e oportunidades para geração de conhecimento, pesquisa e desenvolvimento de projetos que atendam o MDL, além da mitigação, redução dos impactos, vulnerabilidade e adaptação às Mudanças Climáticas.

Demonstrando uma atitude ambientalmente responsável, o evento fará a adesão ao projeto “Carbono Limpo” por meio da doação de mudas nativas ou de um painel de energia solar para comunidade local, visando a redução das emissões e ou a eficiência energética.

O evento tem como público alvo a academia, empresas, órgãos governamentais e não governamentais, universidades, profissionais liberais e aos interessados em contribuir com a “Mudança de hábitos, conservando o clima".

Atenciosamente,

Fernando Castanheira Neto
Superintendente Executivo do Fórum Nacional
das Atividades de Base Florestal
[email protected]
SCN Qd.1 - Bl. E - Ed. Central Park - Sl. 1401.
Cep:70.711-903 - Braslia/DF
tel: (61) 3327-1967
fax: (61) 3326-8767
mobile: (61) 8434-8795
www.forumflorestal.org.br

a

Negócios Ambientais Sustentáveis 2007
Local: Expotrade Curitiba-PR
Periodo: De 29 de agosto a 1º de setembro de 2007
Realização: CIA Brasil & Tasa Eventos
Contato: Telefone: (44) 3031-3071
E-mail: [email protected]
Homepage: www.negociosambientais.org.br

a

Mitos e Verdades sobre os impactos ambientais causados pelo eucalipto
Local: Auditório da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária - FAMEV/UFMT
Periodo: 01 de Agosto de 2007
Realização: Programa de Educação Tutorial Engenharia Florestal/UFMT
Contato: Telefone: (65) 3615-8676
E-mail: [email protected]
Homepage: www.ufmt.br/petfloresta

a

SEMINÁRIO MERCADO DE CRÉDITOS DE CARBONO

Programação Preliminar


Enfoque:
Contexto geral sobre o mercado de créditos de carbono; os mercados Kyoto e Não-Kyoto; a importância dos inventários de emissões de GEEs e as iniciativas em prol da neutralização de emissões de CO2 por parte das empresas e, cases de sucesso em pequenas e médias empresas

Dia 27 de agosto (Segunda-feira)

08h30 - Tema: Aquecimento Global - Conseqüências futuras para o setor industrial com aumento do aquecimento global.

Objetivo: Apresentação de um quadro de qual será o reflexo para o setor nas atividades; quais as áreas/setores que mais sofrerão impactos negativos; perspectivas

08h30 – 9h15 - Professor Carlos Nobre – INPE – Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais

09h15 – 10h00 - Professor Luiz Gylvan Meira Filho – Instituto de Estudos Avançados da USP – Universidade de São Paulo

10h00 – 10h30 – Coffee Break

10h30– 11h15 - José Domingos Gonzalez Miguez – MCT – Ministério da Ciência e Tecnologia

11h15 – 12h00 - Alexandre Valadares Mello – CNI – Confederação Nacional da Indústria

12h00 – 12h30 – Debates

12h30 – 14h00 – Almoço

14h00 - Tema: Mercado de Créditos de Carbono

Objetivo: Quadro geral do mercado de créditos de carbono; linhas de Financiamento; o que é o mercado de créditos de carbono, o seu surgimento, a sua razão, posição atual e a posição futura do Brasil para esse mercado

14h00 – 15h00 - Marco Antonio Fujihara – Instituto Totum

15h00 – 16h00 - Marcelo Theoto Rocha – Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da ESALQ-USP

16h00 – 16h30 – Coffee Break

16h30 – 17h30 - Antonio Lombardi – ABN Amro Real

17h30 – 18h00 – Debates

18h00 – Encerramento do 1º Dia

Dia 28 de agosto (Terça-feira)

8h30 - Tema - Mercados: Kyoto e Não-Kyoto
Mercado Kyoto

Objetivos: Projeto de MDL no âmbito de Kyoto; quem compra créditos e quem vende?; situação do Brasil; vantagens; estatísticas mais recentes do mercado de Kyoto.

08h30 – 9h15 - Samuel Barbosa – SGB Consultoria

09h15 – 10h00 - Flavia Frangetto – Siqueira Castro Advogados

10h00 – 10h30 – Coffee Break

Mercado Não-Kyoto
Objetivo: o que significa?; quais as regras?; como desenvolver o projeto nesse mercado?; como comercializar?; situação do Brasil; vantagens; estatísticas mais recentes do mercado Não-Kyoto.

10h30 – 11h15 - Marco Antonio Fujihara – Instituto Totum

11h15 – 12h00 - Werner Grau Neto – Pinheiro Neto Advogados

12h00 – 12h30 – Debates

12h30 – 14h00 - Almoço

14h00 - Tema: Inventário de emissões de GEEs e Neutralização de emissões de CO2
Objetivo: Inventário de Emissões; formas de neutralização: Energia Limpa, Florestamento e Reflorestamento; linhas de Financiamento; vantagens; estatísticas mais recentes e cases bem sucedidos.

14h00 – 15h00 – Carlos Henrique Delpupo – KEY Associados

15h00 – 16h00 - Paulo Souza Jr. – Instituto Totum

16h00 – 16h30 – Coffee Break

Cases bem sucedidos

16h30 – 17h00 - Case sobre Florestamento

17h00 – 17h30 - Case sobre Energias Limpas

17h30 – 18h00 – Debates

18h00 – Encerramento

Mais informações:
Tels. (11) 3917-2878
E-mail: [email protected]
Sites: www.braziliancarbonbureau.com.br / www.meioambienteindustrial.com.br

Promoção:
Brazilian Carbon Bureau

Realização:
Revista Meio Ambiente Industrial
Ambientepress Comunicação Ambiental

a

Curso Introdução ao Geoprocessamento

A ser realizado nos dias 24 e 25 de setembro As instruções e ficha de inscrição podem ser visualizados no seguinte endereço eletrônico http://www.cnpma.embrapa.br/eventos/2007/geo/inscr.html Caso não deseje mais receber nossas mensagens, por favor, responda para [email protected] partindo do e-mail a ser retirado, identificando no assunto - descadastrar. Agradecemos e continuamos à disposição. Antonio Ruy Machado Pupo Pastana Área de Comunicação Empresarial Embrapa Meio Ambiente

a

1°Seminário de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica
do Paraíba do Sul: o Eucalipto e o Ciclo Hidrológico
Taubaté - SP, 7 a 9 de novembro de 2007
Tel: (12) 3945-6932 / 3945-6450
(12) 3631-8004 / 3625-4212
Fax: (12) 3945-6460
e-mail: [email protected]
site: http://www.agro.unitau.br/serhidro
--------------------------------------------------------

a

I Simpósio Baiano de Educação Ambiental

Local: Centro de Ciências Agrárias,Ambientais e Biológicas da UFRB, Cruz das Almas-BA
Periodo: 26 a 28 de setembro de 2007
Realização: PET/Agronomia da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
Contato: 75 99856580
E-mail: [email protected]
Homepage: www.sbea.ufrb.edu.br

a

Curso Teórico e Prático de Receptores Geodésicos e Portáteis de Navegação

Promoção:Sociedade dos Engenheiros Agrimensores de Minas Gerais, com o apoio do Crea-MG e da ENGECAST-SIEMG promoverá,

Período: 16 a 18 de agosto, o , das 9 às 17h.

Os participantes receberão material didático, coffe break e certificado de participação. Este curso não atende a PL 2087 de 03.11.04 do Confea que reformulou a PL 0633/03. Inscrições para associados até 27/07/07 R$200,00; após essa data, R$250,00. Para não associados, até 27/07/07 R$250,00; após essa data R$300,00.
Informações fones (31) 3275-3821/3422-0410/99723252, com Mariângela ou Ernâni.

a

2. Simpósio “Amazônia e Desenvolvimento Nacional”

Iniciativa da Comissão da Amazônia da Câmara dos Deputados

A Comissão da Amazônia aprovou a proposta do evento em sua reunião de 12 de julho último, apresentada pela secretária da Comissão, Iara Aires, e pela assessora técnica Lene Santiago.

A Comissão levou em conta que a Amazônia tornou-se um dos temas mais discutidos na atualidade, pois a questão ambiental incorporou-se nas agendas governamentais e da sociedade civil, no Brasil e no mundo.

Nesse ano, foi tema da Campanha da Fraternidade e da 59ª Reunião Anual da SBPC, além de pautar os eventos de Organismos Internacionais.

Na Câmara dos Deputados, a Comissão da Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional realizará em parcerias com o Poder Público e a sociedade civil o I Simpósio sobre Amazônia, Desenvolvimento Regional e Integração Nacional: “Amazônia e Desenvolvimento Nacional”.

O principal debate do encontro será o Plano Amazônia Sustentável, como Política Nacional de Desenvolvimento Regional com foco da competitividade econômica e inserção externa e com prioridade a inclusão social e do exercício pleno da cidadania, da sustentabilidade ambiental e da integração e coesão territorial da Nação.

São objetivos do evento:

“Discutir a implantação do PAS como novo modelo de desenvolvimento para Amazônia brasileira, pautado na valorização das potencialidades de seu enorme patrimônio natural e sociocultural, voltado para a geração de emprego e renda, a redução das desigualdades sociais, a viabilização de atividades econômicas dinâmicas e inovadoras, com inserção em mercados regionais, nacionais e internacionais, e o uso sustentável dos recursos naturais com a manutenção do equilíbrio ecológico.

Incluir as medidas do PAS no PAC.

Discutir a situação econômica regional com foco na temática “Produção sustentável com inovação e competividade” , com o objetivo de estimular a geração de emprego e renda, o aumento da segurança alimentar e a maior competitividade no Brasil e no mundo tendo como parâmetro as bases sustentáveis de desenvolvimento;

Debater a ‘Gestão ambiental e ordenamento territorial’, priorizando a regularização fundiária, a negociação de conflitos socioambientais, a criação e efetiva implantação de áreas indígenas, o aprimoramento do monitoramento e controle ambiental;

Fortalecer a inclusão social e cidadania com a participação popular na gestão de políticas públicas, com parcerias entre Governos e sociedade civil e o setor privado. Garantindo o acesso da população às políticas de educação, saúde, segurança pública, previdência social e ações prioritárias dos problemas urbanos;

Analisar a Infra-estrutura para o desenvolvimento regional como essencial no processo de incremento da economia. O transporte, energia e comunicações são segmentos estratégicos para garantia da integração da Amazônia com o Brasil e o mundo;

Estabelecer um novo padrão de financiamento para Amazônia, voltado para redução das desigualdades sociais e regionais, a utilização sustentável dos recursos naturais e a incorporação de conhecimentos técnico-científicos à produção.”

Programação (primeira versão):

20 de novembro:

9h - Comissão Geral ou Sessão Solene “Amazônia e Desenvolvimento Nacional“

16h - Ato solene de abertura da semana: “Amazônia e Desenvolvimento Nacional “

Homenagem as personalidades da Região

21 de novembro

9h - Mesas de Debates

Mesa 1: Novo padrão de financiamento
Debatedor: a definir

Mesa 2: Produção sustentável com inovação e competividade
Debatedor: ministro da C&T

14h - Mesa 3: Inclusão social e cidadania
Debatedor: Mininstro da Saúde

Mesa 4 : Gestão ambiental e ordenamento territorial
Debatedor: Ministra do Meio Ambiente

22 de novembro

9h - Mesa 5: Infra-estrutura para o desenvolvimento
Debatedor: Ministério dos Transportes e do Meio Ambiente, Petrobrás

16h - Ato no Planalto

Cronograma:

27 de julho - Reunião preparatória do Simpósio “Amazônia e Desenvolvimento Nacional” com entidades e parlamentares.
Ainda em julho, está previsto um encontro com apoiadores e parceiros.

7 de agosto - Reunião preparatória do Simpósio com entidades e parlamentares.

22 de novembro - Lançamento do PAC Amazônico pelo presidente Lula

Entidades parceiras:
Governos estaduais da região Norte, Prefeituras de capitais da região Norte, Ministérios, SBPC, Universidades da Amazônia, Petrobras, Suframa, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Museu Paraense Emílio Goeldi, Ada/Sudam, Basa, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Afeam, Câmara de Deputados, Federações das Indústrias, Interlegis, Organizações de Cooperativas, Otca, Sebrae, Embrapa, Conselho Nacioanl de Seringueiros, Contag, Coiab, CNI, CNC, Confea e Creas, Instituto Nacional de Propriedade Intelectual (Inpi), Senadores, Comissão de Mudanças Climáticas.

a

CURSO CERTIFICADO DE DESIGN EM PERMACULTURA(PDC) E BIOARQUITETURA

DATA:16 À 27 DE AGOSTO DE 2007
LOCAL:VIÇOSA-MG


O curso PDC de Permacultura é um curso que abrange desde conceitos básicos da Permacultura, como princípios e éticas de uso sustentável dos recursos, até a apresentação e aplicação de conceitos mais aprimorados e específicos, como planejamento e elaboração de Design, uso de energia renovável, bioremediação e reutilização de resíduos, bioarquitetura e segurança alimentar, sendo, portanto um curso destinado tanto para iniciantes como para pessoas já familiarizadas com o conceito. A Permacultura é um sistema de planejamento integrado para a criação de assentamentos humanos sustentáveis. Oferece as ferramentas para o desenho, a implantação e a manutenção de ecossistemas cultivados no campo e nas cidades, de modo que eles tenham a diversidade, a estabilidade, e a resistência dos ecossistemas naturais.

O curso será ministrado por Skye, permacultor australiano residente no Brasil e que possui trabalhos e experiência com Permacultura em vários lugares do mundo como México, Austrália, Kênia, África do Sul, Cuba, Inglaterra, Alemanha e Argentina. As metodologias e dinâmicas, assim como a própria estrutura e práticas do curso, são feitas segundo normas e recomendações do Instituto de Permacultura da Austrália de formação de professores permacultores e Gaia University International, que também farão parte da certificação dos seus participantes, sendo reconhecido em todo o mundo.

As atividades serão realizadas no CEP (Centro de Estudos em Permacultura dos Cristais), Viçosa-MG, projeto demonstrativo de vivência e disseminação da Permacultura na região da Zona da Mata de Minas Gerais. Serão doze(12) dias de atividades, onde serão abordados temas como Adobe, Superadobe, Cob, Bambu, Pau-a-pique, Pedras, Ferro-cimento, filtro biológico e captação de água da chuva, fossa evapotranspiração, tratamento de água para reutilização, círculo de bananeiras, Agrofloresta, Homeopatia, alimentação natural (brotos, suco verde, integrais) dentre outros. A alimentação e área para camping serão no local, sendo importante que os participantes durmam no CEP para melhor interação e cumprimento da carga horária necessária para emissão dos certificados (no mínimo 90% das atividades a serem realizadas). O investimento dá direito ao acesso do participante à todas as atividades práticas e teóricas, 3 (três) refeições ovo-lacto-vegetarianas por dia durante os 12 (doze) de curso, material didático e digital, local para camping e certificado reconhecido internacionalmente.

CONTEÚDO:

Módulo 1.
-Introdução
A história da Permacultura - A ética da Permacultura
A Permacultura na paisagem e na sociedade

-Conceitos básicos
Ciência e conhecimento ancestral
Recursos, produtividade, ciclos e nichos.
Diversidade, estabilidade, ordem e caos, complexidade, conexões e funções.

-Métodos para o design
Fluxograma - Zoneamento e setorização - Design ineremental
Sucessão e evolução de um sistema - Estabelecimento e manutenção de um sistema

Módulo 2.
-Padrões
Matrizes e estratégias complexas
Temporalidade e forma dos eventos - Temporalidade e forma dos eventos
Efeitos de borda e aplicações práticas - Espirais, círculos, lóbulos e fluxos.

Escalas e ordens de magnitude

-O clima e os micro climas
Classificação das zonas climáticas globais - Precipitação, Irradiação e Ventos.
Efeitos micro climáticos da paisagem - Efeitos de latitude

-As árvores e suas interações energéticas
A biomassa da árvore - Efeitos do vento e da temperatura –
Interações com a chuva

-Água
Intervenções regionais nos ciclos das águas - Redução do uso nos sistemas de esgoto
Modificação do terreno para conservação e armazenamento - Purificação de águas poluídas
Tecnologias apropriadas para armazenamento, transporte e aquecimento.

Módulo 3.
-Solos
A estrutura dos solos - Solo e água - Nutrientes e elementos do solo
Erosão e reabilitação - A respiração da terra

-Movimentação da terra
Planejamento de movimentações – Plantios pós-movimentação – Níveis e nivelamento -Tipos de movimentações – Construções com terra – Recursos da terra.

-Nos trópicos úmidos e sub-úmidos
Climas típicos – Solos tropicais – Movimentação de terra nos trópicos – Arquitetura apropriada – A horta tropical – Manejo integrado da propriedade – Elementos de uma comunidade nos trópicos úmidos – A evolução de uma policultura integrada – Sistemas de tratores vivos (animais) – Manejo de pastagem e gado – Estabilização de áreas costeiras.

-Nos climas secos
Coleta da precipitação – Solos e temperaturas – Característica do terreno árido – A horta no deserto – Técnicas de irrigação – Assentamentos e comunidades – Animais em terras secas.

Módulo 4.
-Nos climas frios
Solos e forma do terreno – Conservação da água – Cultivo de bagas e outras culturas – Produção em estufa – A horta temperada – A floresta de alimentos – Pastagem e animais.

-Aqüicultura e arquitetura apropriada
Alimentos aquáticos – Evolução de um sistema aquático – Elementos de uma aqüicultura – Chinampas, canais e pequenos tanques – Policulturas aquáticas e terrestres – Habitações sustentáveis (design solar, materiais apropriados e técnicas apropriadas como cob, fardos, taipas, superadobe, fibras, etc.)

-Estratégias para uma nação alternativa global
Bases éticas para uma nova nação alternativa – A nova ONU – Organização bioregional – Estratégias legais de organização – Fundações de desenvolvimento – Assentamentos, comunidades e ecovilas – Dinheiro, financiamento e sistemas econômicos alternativos – Investimento ético.

INVESTIMENTO: R$520,00 , que poderá ser dividido em duas vezes, sendo que quem preferir pagar o valor sem parcelar, terá um desconto de 6% do valor do curso.

INSCRIÇÕES:

As inscrições estarão abertas a partir de 4 (quatro) de julho. Os interessados deverão mandar um e-mail para [email protected], solicitando a ficha de inscrição que será enviada junto com maiores informações como preço, conta para depósito, forma de pagamento, dentre outras. Depois de recebida a ficha de inscrição, os interessados deverão efetuar o pagamento da primeira parcela (metade do valor do investimento do curso) até a data limite de 25 de julho, mandando o comprovante do banco junto com a ficha de inscrição devidamente preenchida para o e-mail acima. O pagamento da segunda parcela deverá ser efetuado no máximo até dia 12 de agosto.
OBS.: Serão oferecidas somente 20(vinte) vagas para esse curso. A vaga só estará garantida após o procedimento descrito acima, sendo que as inscrições serão efetuadas para quem se interessar primeiro, não sendo possível segurar a vaga. Os interessados que preferirem efetuar o pagamento integral, até a data limite de 25 de julho, terá direito a desconto de 6% do valor do investimento.


PERGUNTAS SOBRE O CURSO COM SKYE NO CEP:

1- Qual a sua expectativa em relação ao curso?

2- Qual a sua experiência ou conhecimento sobre o tema?

3- Possui alguma preferência sobre alguns dos temas propostos? (Tratamento, coleta e armazenamento de água; Manejo e cultivo do solo, Sistemas Agroflorestais, Criação de animais, Energia Renovável, Zoneamento de propriedades, BioArquitetura, entre outros.)

a

58° Congresso Nacional de Botânica

Local: Centro de Exposições Imigrantes - São Paulo/SP
Periodo: De 28 de outubro a 02 de novembro de 2007
Realização: Sociedade Botânica do Brasil
Contato: Pelo site
E-mail: [email protected]
Homepage: www.58cnbot.com.br

a

 

MITOS E VERDADES SOBRE OS IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELO EUCALIPTO

O Programa de Educação Tutorial da Faculdade de Engenharia Florestal (PET Engenharia Florestal), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), realizará o seminário "Mitos e Verdades sobre os Impactos Ambientais Causados pelo Eucalipto", no próximo dia 1º de agosto, em Cuiabá - MT. O evento contará com palestrantes com ampla experiência e reputação profissional, de diferentes áreas da silvicultura, para o aprofundamento das idéias e conhecimento a respeito da eucaliptocultura brasileira. A programação e mais informações podem ser obtidas pelo site www.ufmt.br/petflorestal ou pelo telefone (65) 3615-8676. Fonte: UFMT.

a

CURSO EM 29 DE AGOSTO DE 2007 - (quarta-feira)
INSCREVA-SE JÁ!

AMOSTRAGEM DE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS EM POÇOS DE MONITORAMENTO

HORÁRIO: 8:00 ÀS 17:00H

DOCENTE: JOÃO ALBERTO BOTTURA - HIDROGEÓLOGO

LOCAL: Salão Brasília, no Mezanino do Meliá Confort WTC Brooklin

Rua Heinrich Hertz, 14 – Brooklin – São Paulo - SP (travessa da Berrini - não confundir com o Hotel WTC Marginal)

INFORMAÇÕES: fone/fax: (11) 3831-2276 e-mail: [email protected]

SITE: www.aesas.com.br

INFORMAÇÕES ADICIONAIS: Clique aqui e faça o download do programa oficial do curso

 

a

 

Seminário “Instrumentos Econômicos para a Gestão Ambiental Rural na Amazônia: desafios e oportunidades”.

Prezado(a) Senhor(a),

1. É com muita satisfação que o Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA vem convidá-lo a participar do Seminário: Instrumentos Econômicos para a Gestão Ambiental Rural na Amazônia: desafios e oportunidades, a ser realizado nos dias 21 e 22 de agosto próximos, em Cuiabá, na Assembléia Legislativa daquele Estado. Este seminário está sendo organizado pelo Ministério do Meio Ambiente com o apoio do Governo do Estado do Mato Grosso, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da Assembléia Legislativa do Mato Grosso, da Confederação da Agricultura e da Pecuária do Brasil-CNA e do Instituto Centro Vida – ICV.

2. O objetivo principal do evento é debater e avaliar os instrumentos econômicos de promoção à gestão ambiental rural na Amazônia, existentes no âmbito federal e estadual, com vistas a sugerir políticas e ações de governo e definir iniciativas no âmbito do CONAMA.

3. O seminário será composto de quatro painéis expositivos e contará, no encerramento, com uma reunião ampliada da Câmara Técnica de Economia e Meio Ambiente deste Conselho, que receberá as sugestões e temas trazidos pelo evento, com a finalidade de definir encaminhamentos no âmbito desta e de outras Câmaras Técnicas.

4. O CONAMA é o órgão consultivo, deliberativo e normativo do Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA, presidido pela Ministra de Estado do Meio Ambiente, Marina Silva. É um colegiado representativo de cinco segmentos – Governo Federal, governos estaduais e municipais, setor empresarial e sociedade civil – além do Ministério Público Federal e Estadual e do Congresso Nacional, constituindo-se também num fórum de debates sobre a política ambiental, com a missão de definir normas e padrões para a defesa do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável do país.

5. Certo de poder contar com a sua valiosa contribuição, aguardo confirmação no e-mail [email protected] e coloco-me à disposição para quaisquer esclarecimentos que porventura se façam necessários.

Atenciosamente,

Marcelo Prudente de Assis
Diretor Substituto

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE
Conselho Nacional do Meio Ambiente – CONAMA
Esplanada dos Ministérios, bl. B, 6º andar, sala 633
70068-901 – Brasília/DF – [email protected]
Tel. (0xx61) 3317.1433 / Fax: 3317.1769/1768

Oficio Circular nº 131/2007/CONAMA/MMA.
Brasília, 25 de julho de 2007.

Assunto:

a

 

I Encontro Nacional de Colegiados da Área Ambiental
19 a 21 de setembro de 2007 - Brasília/DF

O Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA realizará em
Brasília/DF, nos dias 19, 20 e 21 de setembro o I Encontro Nacional
de Colegiados da Área Ambiental, em parceria com o Conselho Nacional
de Recursos Hídricos - CNRH, o Conselho de Gestão do Patrimônio
Genético - CGEN, e o Departamento de Articulação Institucional do
MMA - DAI.

O Encontro reunirá representantes de conselhos nacionais, estaduais e
municipais da área ambiental, assim como de comitês de bacia
hidrográfica, com o objetivo de propiciar um momento de intercâmbio
de experiências e debates sobre a participação social na gestão
ambiental.Além disso, será tratada a formação de uma Rede Nacional de
Colegiados da Área Ambiental, com vistas ao fortalecimento do
SISNAMA, do SINGREH e de seus órgãos colegiados.

Para reunir os conselhos, a Secretaria Executiva do CONAMA está
implementando um Cadastro Nacional dos Conselhos da Área Ambiental em
todo o Brasil. Para completar o levantamento concluído dos conselhos
estaduais da área ambiental e dos
comitês de bacia hidrográfica, a ministra Marina Silva enviou
correspondência aos prefeitos de 5.563 municípios do país,
solicitando informações sobre a existência e as características de
seus conselhos de meio ambiente.

Caso tenha informação sobre o Conselho de Meio Ambiente de seu
município, favor preencher a ficha cadastral. O Código e a Senha
constam na correspondência encaminhada pela ministra para as
prefeituras de cada município e outras informações podem ser obtidas
na Secretaria-Executiva do CONAMA, no telefone (61) 4009-1433, ou
pelo e-mail [email protected]
Ficha de Cadastro CMMA

www.mma.gov.br/port/conama/processos/61AA3835/cmma.html

a

IX Reunião Brasileira sobre Controle Biológico de Doenças de Plantas

Local:Campinas/SP

Maiores Informações:<http://www.cnpma.embrapa.br/eventos/2006/rbcb/primeira_circular.html>

a

III CURSO DE FORMAÇÃO EM ECONOMIA SOLIDÁRIA

Percebendo as dificuldades encontradas pela população mais carente na geração de renda, o Instituto Laboridade e a Moradia e Cidadania (Coordenação São Paulo) apresentam o III Curso de Formação em Economia Solidária, com objetivos de somar o conhecimento individual dos participantes, aumentar o potencial de renda desenvolvendo trabalhos qualificados e cooperados, dividir tarefas e somar realizações.

Com base nos princípios da Economia Solidária, processos produtivos e de comercialização, o curso alia conhecimento na área da preservação ambiental e da cidadania, assim como de empreendedorismo, de forma a permitir a aquisição de conteúdo necessário para a produção e comercialização dos produtos desenvolvidos pelos participantes.

No evento, os participantes serão capacitados em noções básicas de: Economia Solidária, Cooperativismo, Gestão Ambiental Urbana, Marketing, Custos e Preços, Produção Ecológica e Comercialização.

Local: UNICID – Universidade Cidade São Paulo - Rua Cesário Galeno – 458 – Prédio Alpha - sala 111

Período  2ª  feiras – de 06.08.07 a  22.10.07 – das 14 hs às 17 hs.

Informações e inscriçõesHeloísa e Lavínia - F: (11) 3255.5831Maria Cecília: F: (11) 9952.0308 –- [email protected]Nelson Ribeiro: F: (11) 8331.9914

Francisca - [email protected]

ORGANIZAÇÃO:

LABORIDADE

Rua Formosa, 215 – Centro –  F: (11) 3255-5831- [email protected]

MORADIA E CIDADANIA  - Coordenação São Paulo

Av. Cangaíba, 947 – Cangaíba– F: (11) 6647-7890 - www.moradiaecidadania.org.br[email protected]

a

Mini Curso:Educação Ambiental: Instrumentalização e contextualização de conceitos e práticas

 

É grande a dificuldade de obter uma visão mais global da realidade, uma vez que geralmente o conhecimento é apresentado de forma fragmentada pelas disciplinas que compõem a grade curricular escolar básica e superior. Entretanto, a formulação deste projeto educacional em parceria com o Centro de Ensino Interdisciplinar – CEI - possibilita superar este fracionamento do saber. As divergências de interesses, vários exercícios profissionais e as diferentes escalas de valores, por terem que se articular, pode contribuir para a construção de uma cidadania com consciência ecológica, no que se refere ao equacionamento e a solução dos problemas ambientais através da Educação.

Público alvo: Estudantes de graduação em quaisquer das áreas do Conhecimento, estudantes de pós-graduação, professores, pesquisadores, empresários, executivos e gerentes da iniciativa privada, dirigentes de órgãos públicos e cidadãos interessados pelo assunto.

Módulos:

·        Tópicos em Ecologia (Ecossistemas, Biomas, Economia da Natureza,...)

·        Fundamentos para a Discussão Ambiental (Legislação Ambiental, Economia Ecológica, Protocolo de Kyoto,...)

·        Problemas Ambientais e Mudanças Globais (Camada de Ozônio, Efeito Estufa,...)

·        Projetos Ambientais: estudo de caso escolhido pelo (a) aluno (a)

Dinâmica do MiniCurso

O curso é ministrado na modalidade de ensino híbrido (Total = 20 horas), presencial e a distância, no ambiente TelEduc.APREC em uma semana, com uma palestra e visita a área do estudo de caso no Rio de Janeiro (opcional), oferecido em módulos com material de apoio, leituras, exercícios e material para reflexão e discussões entre os participantes. O (A) aluno (a) recebe o material do curso em formato digital ou em seu endereço eletrônico (EMail).

Inscrições

Através do e-mail [email protected] enviando dados gerais (nome, endereço completo com CEP,  identidade e CPF), ou pelo telefone (21) 2609-8573, até 31/07/2007.

VAGAS LIMITADAS

·        Confirmação da Inscrição: envio até 02/08/2007 do comprovante de depósito - doação na conta da Associação de Proteção a Ecossistemas Costeiros, Banco Real (no 356), agência no 1215-3, conta no 400.1905-3, no valor de R$20,00 (vinte reais), dedutíveis do Imposto de Rendas.

·        Data do MiniCurso: Em 04/08/2007 (aula presencial)

·        Início as 08:30 h , inclui cofeebreak na ONG e Visita a área do estudo de caso na baixa mar 13:24h 0.3m, entrega dos certificados ao final da semana do curso. Os (As) alunos (as) de outros estados, ou que não possam comparecer, receberão seus certificados pelo correio

""Los manglares protegen a las personas
 que protegen a los manglares!”

  TelFax: (21) 2609-8573 
Visite 
www.aprec.org.br

a

III SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE GEOGRAFIA AGRÁRIA
IV SIMPÓSIO NACIONAL DE GEOGRAFIA AGRÁRIA
JORNADA ORLANDO VALVERDE

Local:LONDRINA – PR

Período:10 A 14 DE OUTUBRO DE 2007

a

II Encontro Brasileiro Ciências Sociais e Barragens e I Ecuentro Latinoamericano Ciencias Sociales y Represas, a ser realizado em
Salvador
(BA), no período de 19 a 22 de novembro de 2007.

endereço: www.ecsb2007.ufba.br

Dessa forma, esperamos continuar contanto com o importante apoio da AGB na
divulgação do ECSB 2007.
Certa de contar com a sua atenção,

Hingryd Freitas
(secretaria do ECSB 2007)

a

 

XVII Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos
8º Simpósio de Hidráulica e Recursos Hídricos dos Países de Língua
Oficial Portuguesa
DATA: 25 a 29 de novembro
LOCAL: São Paulo – SP
http://www.acquacon.com.br/xviisbrh/index.html

a

III Simposio sobre Biofábricas

 Agosto 15 – 17  de 2007

UNIVERSIDAD NACIONAL DE COLOMBIA-SEDE MEDELLÍN

Escuela de Procesos y Energía-

Grupo de Bioprocesos

Universidad Nacional de Colombia, Sede Medellín, en el Auditorio Gerardo Molina, los días 15, 16, 17 de agosto.

Maiores Informações: www.unalmed.edu.co/biofab

a

 

1º a 4 DE OUTUBRO DE 2007 – GUARAPARI, ESPÍRITO SANTO (BRASIL)
Segunda convocatória
Estimadas (os) Amigas (os) e Colaboradoras (es)  
 “Agroecologia e Territórios Sustentáveis” é o eixo temático da programação desta Quinta Edição do Congresso Brasileiro de Agroecologia. Além das palestras habituais em conferências, mesas redondas e da apresentação de trabalhos científicos, estamos ampliando os espaços para a apresentação de experiências por agricultores e técnicos em oficinas e no II Seminário de Construção do Conhecimento Agroecológico.  Convidamos a todos a enviarem suas contribuições até o dia 30 de junho.
Com vistas a contribuir nesse processo de construção paradigmática para orientar estilos de agricultura de base ecológica e estratégias de desenvolvimento rural, palestrantes de várias partes do Brasil e do mundo já confirmaram suas presenças, entre os quais cabe mencionar: Fernando Schiavini (DF), Carlos Armênio Khatounian (PR), Eric Holt Gimenez (USA), Henrique Leff (México), Canrobert Costa Neto (RJ), Clovis Cavalcanti (PE), Fernando Funes Monzote (Cuba), Jurandir Melado (MT), Angelo Brás Callou (PE), Decio Cotrim (RS), Jorge Pinto (PA), Carlos Alberto Dayrel (MG), Maria Fernanda Fonseca (RJ), Paulo Lenhardt (RS), Romeu Mattos (SP), Alvori Cristo (PR), Gathuru Mburu (Quênia), Humberto Oliveira (DF/MDA).
Este evento é promovido pela Associação Brasileira de Agroecologia (ABA-Agroecologia) e realizado pela SEAG - Secretaria de Estado de Agricultura do Estado do Espírito Santo e pelo INCAPER – Instituto Capixaba de Pesquisa Assistência Técnica e Extensão Rural, em conjunto com a FETAES – Federação dos Trabalhadores na Agricultura do ES, Associação de Certificação de Produtos Orgânicos Chão Vivo e a UFES – Universidade Federal do Espírito Santo. Várias organizações governamentais e não governamentais participam da sua organização e promoção.

A programação preliminar do evento, as instruções para inscrição no congresso e submissão de trabalhos e outras informações estão disponíveis no sítio eletrônico http://agroecologia.incaper.es.gov.br/congresso.

Agradecemos desde já pelo esforço de todas (os) na divulgação dessa Segunda Convocatória, enquanto nos colocamos à disposição através dos contatos:

Comissão técnico-científica: [email protected]
Comissão de oficinas: [email protected]
          Secretaria executiva: [email protected]
          Tel: +55 (27) 3225-9217 e 3345-5385
Comissão Organizadora do V Congresso Brasileiro de Agroecologia

 

VII ENCONTRO VERDE DAS AMÉRICAS VII GREENMEETING OF THE AMERICAS

São Paulo GREENMEETING 2007 - The Planet in our hands

Na rota dos grandes eventos internacionais a cidade de São Paulo sediará nos dias 11, 12 e 13 de setembro de 2007, o VII Encontro Verde das Américas, "Conferência das Américas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável", o "Greenmeeting", um importante e concorrido Fórum que busca contribuir para as soluções sustentáveis das questões sócio ambientais das Américas e do mundo. O evento reunirá as principais lideranças mundiais sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, tanto governamentais, quanto não governamentais, que entre outros acontecimentos se dará a entrega do Prêmio Verde das Américas 2007.

Temas como aquecimento global, Água e Energia Sustentável, entre outros, serão discutidos neste Fórum. Chamando a atenção para a importância da atmosfera da terra, fundamental para toda uma série de fenômenos que se processam em sua superfície, vital a perpetuação da vida no planeta.

Local: Memorial da América Latina, São Paulo SP - Brasil

Participação Gratuita, desde que previamente credenciados,
no Link: Credenciamento do site: www.greenmeeting.org

---------------------------------

VII Encontro Verde das Américas - GREENMEETING
Secretaria: SCS, Qd. 04, Bloco A, Ed. Anápolis, 304, Cep. 70304-910 - Brasília, DF. Brazil
Tel. + 61 - 3033.3654, 3223.5335 - Fax: + 61 - 3322.6747
Site: www.greenmeeting.org - Email: [email protected]

 

 

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA SEGUNDO ENCONTRO NACIONAL DOS POVOS DAS
FLORESTAS

http://br.groups.yahoo.com/group/setorsocial

ALIANÇA DOS POVOS DA FLORESTA - Estão abertas as inscrições para o
evento que vai retomar uma aliança histórica: o 2º Encontro Nacional
dos Povos das Florestas, a realizar-se entre os dias 18 e 23 de
setembro, em Brasília. O evento acontece quase 20 anos depois da
primeira edição, que ocorreu em 1989, em Rio Branco, no Acre, sob a
influência do líder seringueiro Chico Mendes, assassinado um ano
antes.

Promovido pela Aliança dos Povos da Floresta, composta pela
Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira
(Coiab), o Conselho Nacional dos Seringueiros (CNS) e o Grupo de
Trabalho Amazônico (GTA), os interessados em participar do encontro
podem fazer a inscrição no site www.povosdasflorestas.org.br.

O desafio colocado para a retomada da articulação pela aliança é
tentar unificar os interesses comuns dos povos que vivem na Amazônia
e nos biomas: Caatinga, Mata Atlântica, Cerrado, Pampa e Pantanal.
Além da conservação da floresta e da distribuição de renda, as
discussões enfocarão temas que estão na ordem do dia, como mudanças
climáticas e grandes obras de infra-estrutura.

Também serão debatidas alternativas à implementação de políticas
públicas e ao desenvolvimento sustentável dos povos das florestas.
Será proposta, ainda, a consolidação de um "PAC Socioambiental" a ser
apresentada para governos.

A abertura do segundo encontro está marcada para o dia 18 de
setembro, no Teatro Nacional, em Brasília. As atividades ocorrerão em
uma área que será montada no Jardim Zoológico do Distrito Federal.

Mobilização

Segundo o coordenador-geral da Coiab, Jecinaldo Saterê-Mawê, a
retomada da aliança significa a abertura do diálogo do movimento com
o governo e a cooperação internacional. "Nas últimas duas décadas,
cada entidade atuou individualmente, mas agora é preciso de uma
agenda unificada. As comunidades indígenas não aceitarão o modelo de
desenvolvimento econômico que leva à miséria a população da
Amazônia", diz.

O presidente do Conselho Nacional dos Seringueiros, Julio Barbosa de
Aquino, afirma que o Brasil avançou na luta pela proteção aos povos
das florestas. Contudo, ele defende que o debate exceda os limites
amazônicos. "Precisamos discutir os problemas que ocorrem em outros
biomas, que são igualmente importantes, ricos em biodiversidade e com
uma população expressiva vivendo nesses ecossistemas", destaca.

"O segundo encontro será um momento para ampliar e fortalecer as
nossas alianças e conscientizar sobre os efeitos das mudanças
climáticas. Também vamos definir uma agenda a fim de acelerar o
processo de redução da pobreza entre as comunidades das florestas",
afirma o secretário-geral do GTA, Adilson Vieira. De acordo com dados
da entidade, o país possui 4,7 milhões de quilômetros quadrados de
floresta, o equivalente a 55% do seu território.

Para a organização, a expectativa é reunir mais de 10 mil pessoas
durante seis dias, entre lideranças indígenas, quilombolas,
seringueiros, extrativistas, ambientalistas e dirigentes de
movimentos sociais. A segunda edição do encontro conta com a parceria
do governo federal, de diversas organizações não-governamentais e
fundações, além dos governos do Acre, Amapá e Amazonas.

História do Encontro

O primeiro Encontro dos Povos da Floresta aconteceu junto com o 2º
Encontro Nacional de Seringueiros, que ocorreu em Rio Branco, entre
os dias 25 e 31 de março de 1987. Participaram 187 delegados
seringueiros e indígenas do Acre, Amazonas, Pará, Amapá e Rondônia.

Durante o evento, a Aliança dos Povos da Floresta foi constituída,
tendo como principais reivindicações o reconhecimento oficial e a
defesa das terras dessas populações, além da implementação de
políticas que garantissem sua sobrevivência e sua cultura.

Chico Mendes foi um dos grandes inspiradores do primeiro encontro,
que foi realizado ainda sob o impacto de sua morte. O líder
seringueiro foi assassinado em 22 de dezembro de 1988, em Xapuri
(AC).

Mais informações:
Fabrício Fernandes
M&M Comunicação - RBCE
Assessoria de Imprensa
Tel.: (61) 3234.3004 - 9118.5899
[email protected]

  •  

    -Ministério da Agricultura brasileiro através do aprendizado e do compartilhamento de conhecimento.
ENCONTRO PARCEIROS DO RIO BONITO
21 e 22 de junho de 2007
Antigo Seminário de Botucatu - SP
 
Presença dos movimentos sociais do campo.
 
Articulação Paulisa pela Agricultura Familiar e a Agroecologia.
 
Inscrições gratuitas
Ajude-nos a ter um panorama sobre desafios para a Agricultura Familiar de São Paulo - preencha a enquete anexa
 
Informações:

escolas

Mestrado e Especialização em Ciência e Sistemas de Informação
Geográfica - 7ª Edição

O Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação da
Universidade Nova de Lisboa (ISEGI-UNL) oferece um novo programa de
Mestrado e Especialização em Ciência e Sistemas de Informação
Geográfica (C&SIG) integralmente disponibilizado via Internet, com
recurso a tecnologias de ensino à distância.

O programa do curso é composto pelas seguintes unidades curriculares:
Ciência & SIG, Dados Geo-Espaciais, Modelos e Operações, Base de
Dados, Ciências Cartográficas, Aplicações de SIG I, Modelação em SIG,
Data Mining Geo-Espacial, SIG nas Organizações, Detecção Remota e
Aplicações de SIG II.

Período de Candidatura:
Estudantes nacionais
18 de Junho a 31 de Julho 2007
Estudantes estrangeiros
16 de Julho a 31 de Agosto 2007

Notificação do resultado da Candidatura:
10 de Setembro 2007

Período de Inscrição:
10 a 14 de Setembro 2007

Prazos:
Mestrado - 2 semestres e Dissertação/Trabalho de Projeto/Estágio:
(O aluno tem até 30 de Novembro do ano seguinte à data prevista para
a conclusão do curso de especialização (1º e 2º semestres) para
entregar a versão final da dissertação, trabalho de projeto ou
relatório de estágio).

Custos:
€ 3800 pago em quatro vezes:
- € 950 na inscrição
- € 950 a meio do 1º Semestre
- € 950 no início do 2º Semestre
- € 950 a meio do 2º Semestre

€ 3550 pago em duas vezes:
- € 1775 na inscrição
- € 1775 no início do 2º Semestre

€ 3200 pago na inscrição

Maiores informações:
http://www.isegi.unl.pt/









Curso de Permacultura em Curitiba 


Período: 23 de junho e 01 de julho de 2007


O curso é uma imersão prática nos conceitos e princípios do planejamento para uma cultura permanente. 
Envolve exposições teóricas e exercícios de aprofundamento prático. Os participantes executam a análise e o design de uma propriedade 
a partir de fundamentos apreendidos. O programa inclui as 72 horas básicas determinadas no programa oficial da Permacultura, de acordo 
com o estabelecido por Bill Mollison em seu livro texto para a disciplina "Permaculture  A Designer's Manual".   

De modo resumido os temas abordados serão os seguintes:  
 - Introdução (generalidades),   
 - Design (princípios), 
 - Ética e padrões.  
 - Solo e água como uma unidade,   
 - Manejo das zonas (com vegetais e animais),   
 - Florestas,   
 - Construções (Zona 1),  
 - Realização do Design por parte das equipes (pequenos grupos) de participantes.   
Carga horária: 72 horas  
 Instrutor: Jorge Timmermann Rede Permear  
Data: 23 de junho a 01 de julho de 2007.    
 Local: Chácara BioAlternativa  município de Campo Largo, distante aproximadamente 25km do centro da cidade de Curitiba   PR.   
Valor: R$ 480,00 (quatrocentos e oitenta reais)   esse valor refere-se às atividades e material do curso, hospedagem em sistema de alojamento e 
alimentação. Pedimos aos participantes a gentileza de trazer roupa de cama e toalha de banho. Teremos cobertores e travesseiros disponíveis.  
 Forma de pagamento: Inscrição no valor de R$ 160,00 (depósito bancário) e o restante até a data de início do curso   
Para o bom andamento do curso as vagas serão limitadas entre 20 e 25.   A inscrição deverá ser feita até dia 15/06/2007.   
Para maiores informações entrar em contato com Karen   Fone: (41) 3677-8979 / 8858-6318   e-mail : [email protected]  
 site: http://permaculturapr.cjb.net 

 

a

"I Congresso Regional do Vale do Rio Grande - Gestão e Desenvolvimento do Agronegócio Regional"

será realizado na Fundação Educacional de Barretos - FEB, no período de 20 a 22 de junho de 2007 e abordará sobre as cadeias produtivas da região, com especial ênfase à cana-de-açúcar, citrus (limão e laranja), látex, carne e grãos. O evento contará com a exposição de painéis e apresentação oral de trabalhos científicos, fóruns sobre Endividamento Agropecuário, Legislação Ambiental, Tributação, Securitização Agropecuária e Logística, com o intuito de atrair produtores rurais, estudantes e profissionais do setor agrícola. Contamos com a sua participação!

Marcio Martins Ferreira - Comissão Organizadora

Lizandra Amoroso

Fundação Educacional de Barretos - (17) 3321-6411

- Secretaria do evento

a

I CONGRESSO REGIONAL DO VALE DO RIO GRANDE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DO AGRONEGÓCIO REGIONAL

PROGRAMA

Dia 20/06

8h às 9h – Inscrições e entrega de material.
9h às 10h – Abertura Oficial.

10h às 11h – O Agronegócio da Região do Vale do Rio Grande
                        Dr. Emanoel Mariano de Carvalho – Prefeito Municipal de Barretos.
11h às 12h – O Agronegócio do Estado de São Paulo.
Dr. João de Almeida Sampaio Filho – Secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

12h às 14h – Almoço.

14h às 14h45 - Conseqüências do Endividamento Agropecuário Regional.
                         Dr. Roberto Rodrigues – Conselho Superior do Agronegócio
14h45 às 15h45 – Debate: Propostas para Solução do Endividamento Agropecuário Regional.
                                   Dr. José Gilberto de Souza (Unesp – Jaboticabal)
                                   Dr. Cesário Ramalho da Silva (Sociedade Rural Brasileira)
                                   Dr. Fábio Meireles (FAESP/SENAR)

16h às 17h30 – Apresentação Oral dos Trabalhos Científicos

 

Dia 21/06

8h às 8h45 – Tributação e Securitização Agropecuária Regional.
                        Dr. Vicente Golfeto –
8h45 às 9h45 – Debate: Propostas para Tributação e Securitização Agropecuária.
                        Dr. Reginaldo Silva (FEB).
                        Dr. Daniel Bampa Neto.

9h45 às 10h – Café

10h às 12h - Apresentação Oral dos Trabalhos Científicos.

12h às 14h – Almoço.

14h às 14h45 – Logística e Infra-estrutura do Agronegócio Regional.
                        Dr. José Vicente Caixeta Filho (USP-Esalq).
14h45 às 15h45 – Debate: Propostas para implementação de logística e Infra-estrutura Regional.
                        Frigorífico Minerva
                        Coopercitrus.
                        Usina Mandu.

15h45 – 16h – Café.

16h às 17h30 – Apresentação Oral dos Trabalhos Científicos.

22/06

8h às 8h45 – Legislação Ambiental e o Agronegócio Regional
                 Dr. Francisco Graziano Neto – Secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo

8h45 às 9h45 – Debate: Propostas para a Legislação Ambiental
                 Dr. João Antonio Galbiatti (Unesp – Jaboticabal)
                 Dr. Ariovaldo Luchiari Junior (Embrapa – Meio Ambiente – Jaguariúna).

9h45 às 10h – Café.

10h às 12h – Apresentação oral dos Trabalhos Científicos.

12h às 14h – Almoço.

14h às 15h – Paulo Skaff – Presidente da FIESP

15h às 16h – Leitura das propostas e formatação final da carta de desenvolvimento do agronegócio da região do Vale do Rio Grande.

16h ás 17h – Encerramento Oficial

a

International Congress on Biodiesel: The Science and The Technologies,

de 5 a 7 de novembro em Viena, Áustria. Este Congresso reunirá uma audiência global de produtores e pesquisadores para debater a ciência atrás do biodisel.

Ver: www.aocs.org/meetings/biodiesel

a

AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL E SISTEMA DE LICENCIAMENTO AMBIENTAL - 30/06 e
07/07
Período: sábados, das 8h às 17h Carga Horária: 20h/a
Inscrição: R$ 270,00

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS - 16/06 e 23/06
Período: sábados, das 8h às 17h Carga Horária: 20h/a
Inscrição: R$ 270,00

INTRODUÇÃO À AUDITORIA AMBIENTAL- 14 e 21/07
Período: sábados, das 8h às 17h Carga Horária: 20h/a
Inscrição: R$ 270,00

Descontos especiais para inscrições Simultâneas:
Os alunos que, no ato da inscrição, inscreverem-se simultaneamente em mais de um
curso terão 50% de desconto no valor do segundo curso.
Mais informações em http://www.nadc.biologia.ufrj.br/pcap.htm

Curso de 460 h/a

INSCRIÇÕES PARA A 15ª TURMA ÚLTIMAS VAGAS

O Programa de Formação Profissional em Ciências Ambientais é uma proposta
consolidada da UFRJ voltada à formação de profissionais com alta qualificação
técnica e capazes de liderar equipes multidisciplinares na resolução de
questões relacionadas ao meio ambiente. Congrega em seu corpo docente,
professores de diversas unidades da UFRJ assim como profissionais de diferentes
instituições, com vasta experiência na área ambiental.

OBJETIVO
Visa capacitar profissionais através de uma formação ampla e integrada das
diversas áreas do conhecimento que compõem as ciências ambientais (agronomia,
biologia, ciências socais, direito, economia, engenharia, geografia, geologia,
química, saúde, turismo entre outras), para atuarem como gestores e/ou
analistas em sistemas de gerenciamento ambiental, bem como para o planejamento
e a execução de projetos e a operação e manutenção de setores de interesse
ambiental.

PÚBLICO ALVO
Administradores, advogados, agrônomos, arquitetos, biólogos, engenheiros,
geógrafos, geólogos, médicos, químicos, sociólogos, tecnólogos, turismólogos,
entre outros profissionais interessados no planejamento e gerenciamento das
questões ambientais.

http://www.cienciasambientais.biologia.ufrj.b

Organização Co-Organização

ÚLTIMAS VAGAS!

O Curso de Especialização em Gestão da Biodiversidade é um curso de
pós-graduação lato sensu aprovado pela Comissão de Ensino da ENBT, criado em
consonância com o princípios e regras gerais estabelecidas pelo Conselho
Nacional de Educação/MEC e pela CAPES. Esta proposta é, ainda, a
consolidação de uma parceria estabelecida entre a Universidade Federal do Rio
de Janeiro e o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, formalizada através de um
convênio entre as duas instituições, visando o desenvolvimento de projetos de
pesquisa, ensino e extensão. Desde então, ambas as instituições vêm
trabalhando em parceria no sentido da construção de projetos conjuntos que
contribuam para o desenvolvimento científico, tecnológico e a formação
continuada de profissionais. O presente curso é organizado pelo Programa de
Conservação/DIPEQ do JBRJ e o Núcleo de Ciências Ambientais/Instituto de
Biologia da UFRJ.

OBJETIVO
Contribuir para a formação de técnicos altamente qualificados para a gestão de
recursos naturais tanto na esfera pública quanto privada, contemplando em seu
programa os aspectos conceituais, jurídicos, técnicos e metodológicos.

PÚBLICO ALVO
Profissionais de todas as áreas com interesse em adquirir conhecimentos voltados
para a gestão ambiental de recursos naturais.

INVESTIMENTO E EDITAL
O Edital do processo seletivo encontra-se disponível nos sites
http://www.nadc.biologia.ufrj.br/biodiversidade.htm e em
http://www.jbrj.gov.br/enbt/2005/biodiversidade/biodiversidade.htm

PARCERIAS INSTITUCIONAIS
O Núcleo de Ciências Ambientais mantém parceria com diversas instituições e
órgãos profissionais para concessão de descontos em seus cursos para os seus
associados.
Parceiros: CRBio-2, CREA-RJ, CRC-RJ, CRQ-III, OAB-RJ e SJPMRJ.

Ministrado em espaço disponibilizado pela instituição, ou na própria UFRJ, o
Programa Corporativo permite que instituições, públicas, privadas ou do
terceiro setor, ofereçam aos seus funcionários um treinamento específico,
formatado de acordo com as suas necessidades, garantindo a imediata
aplicabilidade dos conhecimentos adquiridos.

Entre em contato e agende uma visita para saber mais sobre Programa Corporativo.

Núcleo de Ciências Ambientais
Instituto de Biologia - UFRJ
Av. Pau Brasil, s/n
Prédio do CCS – Interbloco B/C -Ilha do Fundão - 21941-590 - Rio de Janeiro - RJ
Tel: 2562-6324 / 2562-6325 / 2562-6611 / 2562-6719 Fax: 3976-8602
E-mail: [email protected]

Para maiores informações sobre os cursos e parcerias institucionais, visite
nosso site: http://www.nadc.biologia.ufrj.br

a

XII Latin American Congress on Fats and Oils.

Organizada em cooperação com AOCS e SBOG, de 12 a 14 de novembro de 2007 em Florianópolis, Brasi

l ver: www.oleosegorduras.org.br

a

Segunda Conferencia Internacional en Educación Superior y Desarrollo Sostenible:
"Un Mundo en Transición - Perspectivas de Sostenibilidad para la Educación Superior"
- del 5 al 7 de julio del 2007 -
en la Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México.
http://hesd07.uaslp.mx/

[email protected] , [email protected]
Documentos para descarga:
Anuncio de la conferencia:
http://hesd07.uaslp.mx/docs/HESD07-Conferencia_Anuncio_ES.pdf
Convocatoria a la presentación de trabajos:
http://hesd07.uaslp.mx/docs/HESD07-Call_for_Papers_ES.pdf

Los organizadores esperan recibir una gran cantidad de representantes de instituciones de educación superior que estén comprometidas con la sostenibilidad, para lograr que la conferencia contribuya al Decenio de las Naciones Unidas para la Educación con miras al Desarrollo Sostenible. La conferencia se realizará en inglés y en español.

Esta conferencia del 2007, "Un Mundo en Transición - Perspectivas de Sostenibilidad para la Educación Superior", da seguimiento a la primera conferencia reconocida internacionalmente que se realizó en septiembre del 2005 y que reunió a más de 150 expertos en educación superior para el Desarrollo Sostenible (ESDS) en Lüneburg, Alemania. Los organizadores se proponen promover el debate internacional sobre la ESDS en los próximos años, en una red global de excelencia y colaboración. Esta conferencia del 2007 proporcionará una plataforma para continuar el dialogo y ampliar la red de trabajo de la ESDS.

La Segunda Conferencia Internacional se enfocará principalmente en las (posibles) contribuciones de las universidades a los procesos de cambio – locales, regionales e internacionales – durante la transición hacia la sostenibilidad global. La idea de intensificar el debate global sobre ESDS, sugerido por la conferencia del 2005, ha sido retomada por la Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México. La conferencia del 2007 proveerá un espacio para los debates y experiencias vigentes, en particular los que se refieren a la relación entre el norte y el sur.

Por lo tanto, invitamos a todas las instituciones de educación superior comprometidas con la  incorporación de la sostenibilidad a  su currículum, a contribuir con la conferencia al compartir sus experiencias y presentar sus actividades de investigación para el Desarrollo Sostenible en la Educación Superior.

Con la convocatoria a presentar trabajos los organizadores lo invitan a enviar una propuesta para alguna de las cuatro mesas de trabajo. Esperamos recibir su resumen en inglés o español (500 palabras máximo, en formato .doc) hasta el 15 de marzo del 2007 en las siguientes direcciones de correo electrónico:

[email protected] con copia a [email protected]

Esperamos haber captado su interés y recibir sus respuestas. Les enviamos nuestros mejores deseos.

Prof. Dr. Gerd Michelsen
Cátedra UNESCO para HESD,
Director del Instituto para el ambiente y la comunicación de la Sustentabilidad
Universidad de Lüneburg, Alemania
http://www.uni-lueneburg.de/infu/chair/

Prof. Dr. Pedro Medellín Milán
Coordinación de la Agenda Ambiental,
Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México
http://ambiental.uaslp.mx/

a

GEO Cidades: Segunda edição está marcada para julho, em São Paulo
28/05/2007

Entre os dias 17 e 19 de julho, mais de 3 mil pessoas devem participar do maior
e mais importante encontro anual de compradores, especialistas e fornecedores
na área de geotecnologia da América Latina – o GEOBrasil Summit. Além disso,
poderão participar das atividades do 2º Seminário Internacional de
Geoinformação para Gestão Municipal (GEO Cidades).

O evento é dirigido aos profissionais que atuam nas prefeituras e instituições
prestadoras de serviços municipais, e que necessitam da geoinformação em seus
projetos de cadastro, planejamento territorial, finanças, meio ambiente, saúde
e educação.

Na comissão técnica do seminário estão Akemi Shigihara (Caixa Econômica
Federal), Clodoveu Augusto Davis (UFMG), Cristiane Vaz Domingues (Instituto
Florestan Fernandes), Flavio Yuaça (Prefeitura de Goiânia – Comdata), Ieda
Vieira (Inciti – Geotecnologias para Cidades) e Maria Cristina Amato
(Prefeitura de São Paulo – Prodam).

Veja quais são as atividades programadas para o GEO Cidades:

Auditório 4

17/05

Projetos de Geotecnologias com recursos financiados – como obter êxito
Claudiano Manoel de Albuquerque – Coordenador Geral Adjunto da Unidade de
Coordenação de Programas – UCP
Maria Teresa Peres de Souza – Gerente Nacional de Programas e Políticas Públicas
da Caixa Econômica Federal
Emmanuel Carlos de Araujo Braz – Gerente de Padrões e Planejamento da Gerência
Nacional de Padrões e Normas de Engenharia e Trabalho Social da Caixa Econômica
Federal

18/05

Geotecnologia e o cidadão comum: Novos paradigmas para o planejamento e gestão
municipal
Ieda Maria Vieira – arquiteta e diretora da Inciti

GEO corporativos: desafio municipal
Cristiane Vaz Domingues – consultora e membro do Conselho Deliberativo do
Instituto Florestan Fernandes

Governo eletrônico – e-Government
Bill Shepherd – ESRI

Important philosophy and concepts to transmit to brazilian public administrators
envolved in e-Government activities
Geoff Zeiss – director of technology – Autodesk

19/05

Cadastro técnico municipal
Regis Bueno – Geovector Consultoria

Bases cartográficas para CTM: avaliação e especificação
Edmilson Volpi – Ngeo / UFSCar e equipe
Enaldo Montanha e Silvio Eduardo Doretto - CTGEO

Geoinformação nos municípios – experiências

Resultados do GIS corporativo na prefeitura de São José do Rio Preto
Carlos Henrique Gomes de Souza – gerente de geoprocessamento da Empresa
Municipal de Processamento de Dados - e Bruno Galli – especialista em
geoprocessamento da prefeitura municipal de São José do Rio Preto, Secretaria
de Planejamento e Gestão Estratégica

A qualidade da geoinformação: um produto do GIS Corporativo
Joseanny Gomes Poltronieri Pereira – gerente de geoprocessamento da prefeitura
municipal de Vitória

Resultados do GIS Corporativo na prefeitura de Votuporanga
Everton Ricardo Silva Santos – prefeitura do município de Votuporanga

Informações: 11-6096-5311a
http://wwww. geobr.com. br

Fonte: http://www.mundogeo .com.br

------------ --------- --------- --------- ---
CBPF WebMail - http://www.cbpf. br

a

2 Congresso Ibero-Americano sobre Desenvolvimento Sustentvel, o Sustentvel 2007, j podem ser feitas pelo portal www.sustentavel.org.br. Pela segunda vez no Brasil, autoridades, representantes de instituies pblicas e privadas, empresrios, organizaes no-governamentais e comunidades acadmicas de vrios pases estaro reunidos para aprofundar o debate e troca de experincias da busca inevitvel pelo desenvolvimento sustentvel. O evento, que tem grande repercusso no Brasil e na Amrica Latina, acontece nos dias 24, 25 e 26 de abril de 2007 no Auditrio do Ibirapuera em So Paulo.

O Sustentvel 2007 uma realizao do Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentvel CEBDS e do World Bussiness Council for Sustainable Development - WBCSD em parceria com a Organizao das Naes Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura (UNESCO), o Instituto de Estudos Avanados da Universidade da ONU (UNU/IAS) e o Programa das Naes Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), alm de outras instituies referncia nessa rea.

 Esto disponveis trs tipos de inscrio: O passaporte dirio, o de trs dias e o passaporte para as Oficinas de Aprofundamento. O passaporte dirio custa R$ 100,00 e o passaporte de 3 dias custa R$ 250,00. Os dois garantem acesso a todas as atividades realizadas na plenria do Auditrio do Ibirapuera. Estudantes tm direito meia-entrada.

As Oficinas de Aprofundamento do Sustentvel 2007 so boa oportunidade para a discusso aprofundada de temas como Lobby Responsvel, Linhas Ambientais e Fundos de Carbono, Indicadores Ambientais, Agricultura Sustentvel e Licenciamento Ambiental entre outros. Com menos pessoas e um pblico mais especfico, as Oficinas de Aprofundamento oferecem um contato mais prximo com o palestrante e com os outros participantes, permitindo o debate e a troca de experincias, o chamado Learning by Sharing. O passaporte para as Oficinas custa R$ 80,00 e a presena limitada a 40 pessoas.

A programao do Sustentvel 2007 est disponvel no portal Sustentvel (www.sustentavel.org.br). Os preos so vlidos at 31 de maro.

a

I Congresso Brasileiro de Heveicultura
Período: 18-20/09/2007
Local: Guarapari, ES
Promoção: Incaper
Informações: [email protected]

a

II Encontro de Percepção e Conservação Ambiental: Ações para a Proteção dos Recursos Naturais e Construídos:

Prazos para envio dos resumos expandidos: até dia 15/Fevereiro/2007

Ver: http://www.olam.com.br/ & http://www.olam.com.br/servicos.htm

a

La Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México,
y la Universidad de Lüneburg, Alemania,
apoyadas por las comisiones mexicana y alemana de la UNESCO,
así como por la Secretaría de Educación Pública de México,
convocan a la

Segunda Conferencia Internacional en Educación Superior y Desarrollo Sostenible:
"Un Mundo en Transición - Perspectivas de Sostenibilidad para la Educación Superior"
- del 5 al 7 de julio del 2007 -
en la Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México.
http://hesd07.uaslp.mx/
[email protected] , [email protected].de

Documentos para descarga:
Anuncio de la conferencia:
http://hesd07.uaslp.mx/docs/HESD07-Conferencia_Anuncio_ES.pdf
Convocatoria a la presentación de trabajos:
http://hesd07.uaslp.mx/docs/HESD07-Call_for_Papers_ES.pdf

Los organizadores esperan recibir una gran cantidad de representantes de instituciones de educación superior que estén comprometidas con la sostenibilidad, para lograr que la conferencia contribuya al Decenio de las Naciones Unidas para la Educación con miras al Desarrollo Sostenible. La conferencia se realizará en inglés y en español.

Esta conferencia del 2007, "Un Mundo en Transición - Perspectivas de Sostenibilidad para la Educación Superior", da seguimiento a la primera conferencia reconocida internacionalmente que se realizó en septiembre del 2005 y que reunió a más de 150 expertos en educación superior para el Desarrollo Sostenible (ESDS) en Lüneburg, Alemania. Los organizadores se proponen promover el debate internacional sobre la ESDS en los próximos años, en una red global de excelencia y colaboración. Esta conferencia del 2007 proporcionará una plataforma para continuar el dialogo y ampliar la red de trabajo de la ESDS.

La Segunda Conferencia Internacional se enfocará principalmente en las (posibles) contribuciones de las universidades a los procesos de cambio – locales, regionales e internacionales – durante la transición hacia la sostenibilidad global. La idea de intensificar el debate global sobre ESDS, sugerido por la conferencia del 2005, ha sido retomada por la Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México. La conferencia del 2007 proveerá un espacio para los debates y experiencias vigentes, en particular los que se refieren a la relación entre el norte y el sur.

Por lo tanto, invitamos a todas las instituciones de educación superior comprometidas con la  incorporación de la sostenibilidad a  su currículum, a contribuir con la conferencia al compartir sus experiencias y presentar sus actividades de investigación para el Desarrollo Sostenible en la Educación Superior.

Con la convocatoria a presentar trabajos los organizadores lo invitan a enviar una propuesta para alguna de las cuatro mesas de trabajo. Esperamos recibir su resumen en inglés o español (500 palabras máximo, en formato .doc) hasta el 15 de marzo del 2007 en las siguientes direcciones de correo electrónico:

[email protected] con copia a [email protected]

Esperamos haber captado su interés y recibir sus respuestas. Les enviamos nuestros mejores deseos.

Prof. Dr. Gerd Michelsen
Cátedra UNESCO para HESD,
Director del Instituto para el ambiente y la comunicación de la Sustentabilidad
Universidad de Lüneburg, Alemania
http://www.uni-lueneburg.de/infu/chair/

Prof. Dr. Pedro Medellín Milán
Coordinación de la Agenda Ambiental,
Universidad Autónoma de San Luis Potosí, México
http://ambiental.uaslp.mx/

a

  • I Seminário de Pesquisa e Extensão do Curso de Agronomia - Fundação Univesidade Federal de Rondônia, Campus Rolim de Moura.

s 13 e 14 de setembro de 2007

Em Pedralva-MG estaremos realizando o seguinte evento :

 

5º Encontro de Agroecologia e Meio Ambiente de Pedralva e Região &

4ª Feira de Produtos e Serviços Agroecológicos

Pedralva, 31/05/2007.

Prezados Amigos
Eco-Empresas

Como é do conhecimento da maioria , nos dias 13 e 14 de setembro de 2007
Em Pedralva-MG estaremos realizando o seguinte evento :

5º Encontro de Agroecologia e Meio Ambiente de Pedralva e Região &
4ª Feira de Produtos e Serviços Agroecológicos

Não temos fins lucrativos e nosso combustível é nosso idealismo.
E a participação e contribuição de todos é fundamental para a realização de nosso trabalho em prol da  continuidade e qualidade de vida de nosso Planeta.

As Empresas interessadas em participar devem enviar um e-mail
no endereço  :  [email protected]
Com os dizeres :   Sim ! Quero participar do 5º Encontro Agroecológico de Pedralva

Todas os interessados ao responderem nosso chamado
 receberam uma mensagem contendo todas as informações sobre o evento.

 

Antecipadamente agradeço e fico aguardando as confirmações.

 

Um grande abraço;

 

Dener José Rigotti Chaves
http://br.geocities.com/sociedade.alternativa/

 

I ENCONTRO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DE BELO HORIZONTE

 

A Jornada "Na Cidade Sem Meu Carro" surgiu da preocupação relacionada com a qualidade do ar das grandes cidades. Tendo em vista os crescentes problemas relacionados com o uso do automóvel, vários países da União Européia lançaram esta iniciativa pela primeira vez em 22 de Setembro de 2000.

 

Esta iniciativa consiste numa série de ações com o objetivo de refletir sobre os problemas causados pelo modelo de mobilidade centrado no automóvel; - despertar nos cidadãos a consciência sobre o uso racional e solidário do automóvel para combater a poluição e reduzir os gastos públicos; - estimular o uso do transporte coletivo; - estimular o desenvolvimento de novas tecnologias; - apoiar as iniciativas municipais; - informar os cidadãos sobre alternativas de mobilidade sustentável no planejamento urbano e no uso de combustíveis renováveis e não poluentes; - incentivar a adoção de alternativas sustentáveis como o transporte a pé e de bicicletas.

 

O Comitê Belo Horizonte pela Mobilidade Sustentável, com o objetivo de mobilizar os parceiros para sua consolidação; criar um ambiente favorável para a realização da 7ª Jornada Internacional na cidade sem meu carro e promover o debate e a reflexão sobre a Mobilidade Sustentável entre seus participantes e a sociedade em geral realizará o I ENCONTRO DE MOBILIDADE SUSTENTÁVEL DE BELO HORIZONTE no dia 20 de Junho de 2007 das 13:00 as 18:00 horas na Câmara Municipal de Belo Horizonte [ônibus abaixo].

 

Tendo em vista a importância do tema para o futuro de nossa cidade e da sociedade como um todo convidamos sua instituição a participar desta rodada de palestras com renomados nomes a muito envolvidos com a temática, afim de ampliarmos o debate e a reflexão bem como o número de parceiros engajados na causa, por uma mobilidade urbana sustentável em Belo Horizonte.

 

Programação

Mudanças climáticas e sua relação com a Mobilidade

Ronaldo Vasconcelos

Vice Prefeito

A Jornada Internacional na Cidade sem Meu Carro/Histórico

Maílla Soares

Inst. Ruaviva

O transporte coletivo e o transporte individual e suas implicações para a mobilidade

Liane Nunes Born

Int. Ruaviva

O Mito do Automóvel

Rogério Oliveira

Cons. Reg. De Psicologia

 

Desde já agradecemos pela sua participação, e nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos, através do telefone 3224-0906 ou pelo e-mail [email protected].

Atenciosamente,

Comitê Belo Horizonte pela Mobilidade Sustentável

Ônibus:

+ ponto final na Câmara Municipal:

- SC02B Circular: Santa Efigênia (Câmara Municipal), av. Brasil, pça. da Liberdade, Centro (pça. 7, av. Santos Dumont, Rodoviária, av. Paraná, pça. Raul Soares), Lourdes (av. Olegário Maciel), Santo Agostinho (Assembléia Legislativa de MG), Santo Antônio (av. do Contorno), Savassi (av. Getúlio Vargas), Santa Efigênia (av. do Contorno, Câmara Municipal);

+ via av. dos Andradas:

- 4801 (Boa Vista): Jd. Filadélfia (r. rainha das Flores), Pindorama (r. Guararapes), Nsa. Sra da Glória (r. Dep. Cláudio Pinheiro de Lima), av. Ivaí, pç. São vicente Paula, r. Pará de Minas, Padre Eustáquio (r. Rio Pomba, r. Três Pontas), Carlos Prates, Elevado Castelo Branco, Centro (av. Bias Fortes, av. Amazonas, r. Tupinambás), av. dos Andradas (Santa Efigênia, Câmara Municipal), São Geraldo (av. Itaituba), Boa Vista (r. Elísio de Brito, r. Elvira Augusta, r. São José de Arimatéia).

- 9032 Granja de Freitas: Granja de Freitas (r. S. Vicente, r. da Olaria), av. dos Andradas (Câmara Municipal), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena), Centro (av. Afonso Pena, r. Espírito Santo), av. dos Andradas (Câmara Municipal), Granja de Freitas (r. da Olaria, r. S. Vicente);

- 9411 Casa Branca: São José (r. da Ressureição), Padre Eustáquio (pça. São Vicente de Paula, r. Olinto Magalhães), av. Pedro II, Centro (av. Bias Fortes, av. Amazonas, r. Tupinambás), av. dos Andradas (Câmara Municipal), São Geraldo (r. Potomaio), Casa branca (av. Santa Albertina);

+ via r. Niquelina (a 200m da Câmara Municipal)

- SC03A Circular: Santa Efigênia (Hospital Militar, av. Brasil, av. Prof. Alfredo Balena), Lourdes (av. Álvares Cabral), Santo Agostinho (Assembléia Legislativa de MG, av. do Contorno), Barro Preto (Hospital Felício Rocho, av. Augusto de Lima), Centro (pça. Raulo Soares, r. Tamoios), Floresta (viad. Santa Tereza, r. Sapucaí, av. do Contorno), Santa Efigênia;

- SC03B Circular: Santa Efigênia (Hospital Militar, av. do Contorno), Floresta (av. do Contorno, viad. da Floresta), Centro (av. Amazonas, pça. Raul Soares), Barro Preto (av. Augusto de Lima, Hospital Felício Rocho), Santo Agostinho (av. do Contorno, Assembléia Legislativa de MG), Lourdes (av. Álvares Cabral), Funcionários (r. Timbiras, av. Carandaí), Santa Efigênia (av. Brasil);

- 9030 Castanheiras, Taquaril, Saudade, Santa Efigênia (r. Niquelina, av. dos Andradas), Centro (av. Stos. Dumont), Santa Efigênia (r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Saudade, Taquaril, Castanheiras;

- 9031 Nossa Senhora de Fátima: Centro (av. Paraná, av. Augusto de Lima), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena, av. dos Andradas), Saudade (r. Juramento), Nsa. Sra. de Fátima;

- 9101 Alto Vera Cruz: Alto Santa Lúcia, Santa Lúcia, av. prudente de Morais, Lourdes (r. Curitiba), Centro (r. São Paulo, av. Afonso Pena), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena, r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Pompéia, Vera Cruz (r. Leopoldo Gomes), Alto Vera Cruz;

- 9201 Baleia: Nova Granada (av. Silva Lobo, Newton Paiva), av. Amazonas (Barroca), Centro (av. Amazonas, av. dos Andradas), Santa Efigênia (r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Saudade (r. Juramento, r. Benjamim Guimarães), Baleia;

- 9202 Pompéia: Jardim América (r. Lindolfo de Azevedo), av. Amazonas (Barroca), Centro (av. Amazonas, av. dos Andradas), Santa Efigênia (r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Pompéia;

- 9206 Vera Cruz: Buritis (UNI-BH), av. Raja Gabaglia, Santo Agostinho (Assembléia Legislativa de MG), Lourdes (r. Curitiba, av. Álvares Cabral), Centro (r. São Paulo, av. Augusto de Lima), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena, r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Pompéia, Vera Cruz (r. Leopoldo Gomes);

- 9208 Taquaril: Conj. Santa Maria, av. Raja Gabaglia, Santo Agostinho (Assembléia Legislativa de MG), Lourdes (av. Álvares Cabral), Centro (r. São Paulo, av. Amazonas, r. Tupinambás, av. dos Andradas), Santa Efigênia (r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Saudade, Taquaril;

- 9250 Nova Cintra: Caetano Furquim, São Geraldo, Pompéia, r. Niquelina, Santa Casa, Funcionários, Pça. Milton Campos, av. Nsa. Sra. do Carmo, BH Shopping, av. Raja Gabaglia, Buritis (UNI-BH), Marajó, Nova Cintra;

- 9250 Caetano Furquim: Nova Cintra, (pça. Cardeal Arcoverde), Marajó, Buritis (UNI-BH), av. Raja Gabaglia, BH Shopping, av. Nsa. Sra. do Carmo, Savassi (av. Getúlio Vargas), Funcionários (av. do Contorno), Santa Efigênia (Santa Casa, av. dos Andradas), Pompéia, São Geraldo, Caetano Furquim;

- 9407 Alto Vera Cruz: Dom Bosco (av. Ivaí), pça. São Vicente de Paulo, Padre Eustáquio (r. Rio Pomba), Carlos Prates (r. Três Pontas), Centro (pça. Raul soares, av. Amazonas, av. Afonso Pena), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena, r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Pompéia, Vera Cruz  (r. Leopoldo Gomes), Alto Vera Cruz (r. Desemb. Bráulio);

- 9412 Conj. Taquaril: Padre Eustáquio (av. Cel. José Benjamim, r. Riachuelo), Carlos Prates, Barro Preto (av. Augusto de Lima), Centro (av. Amazonas, av. dos Andradas), Santa Efigênia (r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Saudade, Conj. Taquaril (r. Des. Bráulio).

- 9503 Taquaril: Jaraguá (r. Boaventura), Dona Clara, av. Cristiano Machado (viad. b. São Paulo, Minas Shopping, Cidade Nova, Túnel), Centro (av. Afonso Pena), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena, r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Saudade, Taquaril;

- 9801 Saudade: Santa Cruz (av. José Cleto), Cachoeirinha (r. Itapetinga, Hosp. Belo Horizonte), av. Pres. Antônio Carlos (IAPI), Centro (r. Caetés, av. dos Andradas), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena, r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Saudade (r. Juramento, r. Padre Feijó);

- 9803 Taquaril: Santa Cruz (av. José Cleto), Palmares, r. Jacuí (Ipiranga), Floresta, Centro (r. da Bahia, av. dos Andradas), Santa Efigênia (av. Prof. Alfredo Balena, r. Álvares Maciel, av. dos Andradas), Saudade, Taquaril (r. Des. Bráulio).

 

II Simpósio de Técnicas de Plantio e Manejo de Eucalyptus para Uso Múltiplo
Data: 08, 09 e 10 de Agosto de 2007.

Entre os dias 08 e 10 de agosto estará acontecendo no Anfiteatro do Pavilhão de Engenharia na ESALQ/USP localizada em Piracicaba, SP o II Simpósio de técnicas de Plantio e manejo de Eucalyptus para uso múltiplo.
Em sua primeira edição o evento contou com mais de 160 inscritos que acompanharam as palestras dos 3 dias de evento.
Esse ano o evento contará com 5 painéis, sendo o ultimo painel uma visita de campo:

1º Painel - A Cultura de eucalipto (08/08)
2º Painel – Técnicas de Cultivo (09/08)
3º Painel – Uso-Múltiplo (09/08)
4º Painel – Zoneamento, Colheita, e Financiamentos (10/08)
5º Painel – Visita de campo (10/08)

O público alvo do evento são profissionais da área, produtores, estudantes de graduação e de pós graduação e o principal objetivo do evento é difundir técnicas silviculturais e evidenciar o uso-múltiplo do Eucalyptus em propriedades rurais.
A realização do evento é do GELQ 2008 (Grupo de Estudos Luiz de Queiroz), GFMO (Grupo Florestal Monte Olimpo), e FEALQ (Fundação de Estudos Agrário Luiz de Queiroz” e a coordenação do evento é do professor da Universidade de São Paulo, Prof. Dr. José Luiz Stape.
Maiores informações e inscrições podem ser realizadas pelos telefones (3417-6601/3417-6604), pelo e-mail [email protected], ou pelo site www.fealq.org.br
1º Painel – 08/08

13:30 - Abertura
14:00 - Prof. Dr. José Luiz Stape – Esalq/USP – Evolução Produtiva e Ambiental dos Plantios de Eucalipto no Brasil
14:50 - Dr. Marco Tuoto - STCP - Tendência dos Mercados de Produtos Madeireiros e Não-Madeireiros de Eucalipto
15:40 - Eng Ftal João Câncio de Andrade Araújo - HYDROPLAN - Uso do Gel Hidro Retentor da Eficiência e Economia da Água na Silvicultura
16:00 - Coffee Break
16:20 - Engº Eduardo José de Mello - SUZANO - Recomendação de Sementes e Clones Melhorados de Eucalipto
17:10 - Téc. Florestal Cláudio Roberto Ribeiro da Silva – Eucatex - Substratos e Produção de mudas Clonais de Eucalipto
18:00 - Término

2º Painel -09/08

08:00 - Eng. Ftal. José Marcio Cossin Bizon – VCP - Planejamento e Técnicas de Preparo de Solo para Eucalipto
08:50 - Prof. Dr. José Leonardo de Moraes Gonçalves – Esalq/USP - Recomendação de Adubação de Plantios de Eucalipto
09:40 - Coffee Break
10:00 - Nelson Barboza Leite - Como Manter a Competitividade da Silvicultura Brasileira
10:50 - Eng. Ftal. José Eduardo Petrilli – Duratex - Manejo de Ervas Daninhas e da Brotação em Eucalipto
11:40 - Prof. Dr. Carlos Frederico Wilcken - Manejo e Controle de Pragas em Eucalipto
12:30 - Intervalo Almoço

3º Painel – 09/08

14:00 - Prof. Dr. José Tarcísio Lima – UFLA - Perspectivas de uso múltiplo da madeira de Eucalyptus
14:50 - Sr. José Carlos de Almeida - Produtor - Experiência com SAFs e Fomento Florestal
15:40 - Inovação Tecnológica - Monsanto
16:00 - Coffee Break
16:20 - Eng. Samir Cury - Destilaria Três Barras Ltda - A Indústria Brasileira de Óleo Essencial e Postes de Eucalyptus citriodora
17:10 - Inovação Tecnológica - Degussa
17:30 - Eng. Rogério Rezende Malheiros – Ramires Florestal - Espécies e Clones para Produção de Carvão
18:20 - Término

4º Painel – 10/08

08:00 - Robson Oliveira Laprovitera - Coordenador Florestal da International Paper - Zoneamento e Gestão Ambiental da Propriedade para Plantio de Eucalipto
08:50 - Engº Rogério Salamuni – Ripasa (Domingos – técnico) - Conservação para o Preparo de Solo
09:40 - Coffee Break
10:00 - Engº Ricardo Simonetti Ribeiro - Suzano - Colheita Florestal de Média e Alta Tecnologia
10:50 - Apicultor João Seabra - Produção de Mel de Eucalipto
11:40 - Engº José Carlos Rocha - Aracruz - Controle da Qualidade de Plantio do Eucalipto
12:30 - Intervalo Almoço

5º Painel – (10/08)

14:00 - Visita de Campo - Teste de Uso Múltiplo de Eucalyptus na AFOCAPI

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++

 

 

De:[email protected]

Para:Undisclosed-Recipient:, >

Cópia:

Data:Mon, 23 Jul 2007 14:20:36 -0300

Assunto:Fw: Seminário Recursos Hídricos Bacia Hidrográfica Paraíba do Sul

Prezados,

PARA CONHECIMENTO NOTÍCIA SOBRE EVENTO: EUCALIPTO E HIDROLOGIA NA BACIA HIDROGRÁFICA DO PARAÍBA DO SUL

Att,

Fernando Castanheira Neto
Superintendente Executivo do Fórum Nacional
das Atividades de Base Florestal
[email protected]
SCN Qd.1 - Bl. E - Ed. Central Park - Sl. 1401.
Cep:70.711-903 - Braslia/DF
tel: (61) 3327-1967
fax: (61) 3326-8767
mobile: (61) 8434-8795
www.forumflorestal.org.br

----- Original Message -----
From: SERHIDRO-PS
To: [email protected]
Sent: Friday, July 13, 2007 2:43 PM
Subject: Seminário Recursos Hídricos Bacia Hidrográfica Paraíba do Sul

Prezada Comunidade

É com prazer que a UNITAU (Universidade de Taubaté), o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciasi) e o IPAPHI (Instituto de Pesquisas Ambientais em Bacias Hidrográficas) informam a organização do 1º Seminário de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Paraíba do Sul: o Eucalipto e o Ciclo Hidrológico – SERHIDRO-PS 2007 de 07 a 09 de novembro de 2007, na UNITAU, no Auditório Prof. Dr. Geraldo Guimarães, Departamento de Ciências Agrárias (Agronomia), em Taubaté, SP.

Os objetivos do SERHIDRO-PS 2007 são:

1) promover o encontro das comunidades que trabalham e desenvolvem pesquisas com a bacia hidrográfica do Rio Paraíba do Sul, cultivo de eucalipto e o ciclo hidrológico, a fim de estimular uma discussão técnico-científica e discutir os impactos esperados com a destinação dos recursos da cobrança pelo uso da água no ordenamento das atividades econômicas no âmbito dos municípios e das bacias hidrográficas;

2) oferecer oportunidade para a divulgação de trabalhos técnico-científicos que buscam avaliar e explicar os efeitos das atividades de cultivo florestal na permanência ou na perda de água em uma bacia hidrográfica e na qualidade dos recursos hídricos afetados direta ou indiretamente por essas atividades; e ainda

3) criar um ambiente onde profissionais de diferentes níveis acadêmicos e de diversas instituições possam trocar experiências, ampliar o conhecimento e fomentar a cooperação entre as instituições.

O público alvo a que se propõe o Seminário engloba pesquisadores, professores, estudantes de graduação (geografia, engenharia florestal e ambiental, agronomia, biologia etc.) e de pós-graduação (especialização, mestrado e doutorado), profissionais dos setores privado e governamental e interessados em recursos hídricos, manejo de recursos florestais e de bacias hidrográficas e com a cobrança pelo uso da água na bacia do Rio Paraíba do Sul, provenientes das diversas regiões do país.

31 de agosto é o prazo para submissão de artigos (completos ou resumo estendido).

Convidamos você a visitar o site http://www.agro.unitau.br/serhidro/index.html , onde estão todas as informações disponíveis.

Participe deste SERHIDRO-PS 2007.
Contamos com você para o sucesso do evento.

Comissão Organizadora.

--------------------------------------------------------
1°Seminário de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica
do Paraíba do Sul: o Eucalipto e o Ciclo Hidrológico
Taubaté - SP, 7 a 9 de novembro de 2007
Tel: (12) 3945-6932 / 3945-6450
(12) 3631-8004 / 3625-4212
Fax: (12) 3945-6460
e-mail: [email protected]
site: http://www.agro.unitau.br/serhidro
--------------------------------------------------------

 

 

 

 

curso: GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS: EXPERIÊNCIAS DE DIFERENTES ATORES SOCIAIS

 

A Secretaria de Estado do Meio Ambiente, através da Coordenadoria de Planejamento Ambiental Estratégico e Educação Ambiental - CPLEA está programando o II Ciclo de Cursos de Educação Ambiental. Abordando diversos temas relativos à educação e gestão ambientais, estes cursos têm por objetivo subsidiar as atividades profissionais e associativas dos diversos atores que atuam na questão ambiental.


Abertos a todos os interessados, estes cursos destinam-se principalmente aos membros das entidades ambientalistas, das cooperativas, aos técnicos de órgãos públicos de meio ambiente, aos educadores ambientais, aos professores de ensino médio e fundamental, enfim, a todos que por sua atuação possam contribuir como agentes multiplicadores nos projetos e práticas de educação ambiental.


O primeiro curso deste ano será: Gestão integrada de resíduos sólidos: experiências de diferentes atores sociais.


Data : 04 de março de 2004 - Horário : das 9h00 às 17h15


Local: Secretaria de Estado do Meio Ambiente - Auditório Augusto Ruschi. Av. Prof. Frederico Hermann Jr, 345 - Alto de Pinheiros - São Paulo - SP.


As inscrições são gratuitas e deverão ser realizadas no próprio local do curso a partir das 8h30.


PROGRAMA


Módulo I - Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos
09h00-09h30- Inventário dos resíduos sólidos urbanos no Estado de São Paulo


Aruntho Savastano Neto - Eng° do Grupo de Análise Técnica e de Ações de Controle - Diretoria de Controle da Poluição Ambiental - CETESB


09h30 -10h00 - Produção + Limpa


Tânia Mara T. Gasi - Eng. Assessora da Diretoria de Engenharia, Tecnologia e Qualidade Ambiental. Secretária da Mesa Redonda Paulista de Produção + Limpa - CETESB


10h00 -10h15 - Café


10h15-11h00 - Organização de Cooperativa de catadores de materiais recicláveis


Roberto Domenico Lajolo - Engenheiro mecânico pela Escola Politécnica com atuação principal na área de conservação de energia; atuação na área pública como Administrador Regional da Freguesia do Ó; especialista em Gestão e Tecnologias ambientais; Gestor Institucional de Meio Ambiente do IPT.


11h00-11h45 - Resíduos de Construção Civil e Resíduos volumosos - nova legislação, normas técnicas e novas soluções Tarcísio de Paula Pinto- Arquiteto e Urbanista , Diretor Técnico - I & T- Informações e Técnicas em Construção Civil S/C Ltda.


11h45-12h15 - Debates


Módulo II - Experiências de diferentes atores sociais


13h45-14h00 - Inclusão de atores sociais em Programas de Coleta Seletiva


Ana Lúcia Brasil - Engª Sanitarista .Coordenadora da Secretaria Executiva do Fórum Lixo e Cidadania do Estado de São Paulo


14h00-14h20 - Projeto Boracea


Maria Magdalena Alves - Coordenadora geral do projeto Boracea - Secretaria de Assistência Social da Prefeitura Municipal de São Paulo.


14h20-14h40 - Projeto Reciclar 2000 Regional -


Ada Bragion Camolesi - Assistente Social pela PUC-SP. Mestre e doutoranda em Serviço Social pela PUC-SP. Diretora da Divisão Regional de Assistência e Desenvolvimento Social - Piracicaba/SEADS e Renato Muccillo - Responsável técnico pelo Projeto Reciclar 2000 Regional - Micro Região de Rio Claro pela APAE/Rio Claro


14h40-15h00 - Escola - Uma visão transdisciplinar para uma ação compartilhada


Cleuza Silva Pulice - Diretora da Escola Estadual Ennio Voss, Professora da Faculdade Fernão Dias. Pós-graduada em Gestão Escolar - UNESP/Araraquara. Mestranda em História/Política e Sociedade pela PUC/SP.


15h00-15h20 - Programa Tetra Pak


Edy Merendino - Eng° químico - Departamento de Desenvolvimento Ambiental da Tetra Pak Ltda.


15h20-15h35 - Café


15h35-15h55 - Instituto Recicle Milhões de Vida


Thiago Moreira de Campos - Gestor Ambiental pela Faculdade de Educação Ambiental do SENAC/SP. Pós- graduando em Especialização em Gestão do 3º Setor pelo Centro de Tecnologia em Terceiro Setor - SENAC/SP. Gerente Executivo do Instituto Recicle Milhões de Vidas


15h55-16h15 - Projeto municipal de coleta seletiva - Prefeitura Municipal de São Bento do Sapucaí


Prefeito Geraldo de Souza Dias


16h15-16h35 - Projeto Amigos do Lixo - Guaratinguetá


André Luís de Paula Marques - Eng.º mecânico - Consultor do Ministério da Cidade.


16h35-17h15 - Debate - encerramento.

 

 


CURSO SOBRE IDENTIFICAÇÃO DE MADEIRAS PARA CONSTRUÇÃO CIVIL
O Instituto de Pesquisas Tecnológicas - IPT ministrará o curso "Identificação de madeiras usadas na construção civil", entre os dias 10 a 14 de maio de 2004, em São Paulo / SP. O objetivo do curso é fornecer subsídios para a identificação botânica e pela anatomia do lenho das principais madeiras serradas na construção civil. Informações pelo e-mail [email protected] e telefone (11) 3767-4419.

Curso Historia Agro-ambiental Latinoamericana
Local: Curso a Distancia
Periodo: De 22 de março a 25 de junho de 2004
Realização: DDAS/UFRRJ - REDCAPA
Contato: Tel/fax: (00 55 21) 22 21 34 36
E-mail: [email protected]
Homepage: www.redcapa.org.br/portugues/cursos/mas-his

 

-----------------------------------------------

PREFEITURA DE SÃO JOÃO DE MERITI - RJ

 

26/1/2004 à 5/3/2004

INSCRIÇÃO PARA O CONCURSO

LOCAL 1: COMPLEXO CULTURAL KENEDI JAIME DE SOUZA FREITAS ENDEREÇO:AV. AUTOMÓVEL CLUBE, 286 CENTRO SÃO JOÃO DE MERITI

LOCAL 2: CENTRO CULTURAL MERITIENSE ENDEREÇO: R. PANAMENSE, S/N VILAR DOS TELES HORÁRIO: Segunda a Sexta-feira, das 10 às 17: Horas.

INTERNET - SITE: www.pcsjm.rj.gov.br O encerramento das inscrições pela Internet dar-se-á às 23:59 minutos do dia 05 de março de 2004.

==> EDITAL (clique aqui)

TABELA DE VAGAS

Cód

CARGO

VAGAS

requisitos

***salário

CARGA HORÁRIA semanal

reg.

def.

NÍVEL ELEMENTAR - ALFABETIZADO

001

AJUDANTE DE SERVIÇO I

240

13

ALFABETIZADO

240,00

40 HORAS

002

CALCETEIRO

10

*

ALFABETIZADO

240,00

40 HORAS

NÍVEL FUNDAMENTAL - I - 4ª SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

101

AGENTE DE PORTARIA I

54

03

4ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

240,00

40 HORAS

102

APOIO ADMINISTRATIVO

67

04

4ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

240,00

40 HORAS

103

CONTÍNUO

08

*

4ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

240,00

40 HORAS

104

COZINHEIRO

19

01

4ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

240,00

40 HORAS

105

MAQUEIRO

12

*

4ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

240,00

40 HORAS

106

MERENDEIRA

62

04

4ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

240,00

40 HORAS

107

OFICIAL

137

08

4ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

240,00

40 HORAS

NÍVEL FUNDAMENTAL - II - 8ª SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL

201

AGENTE DE SAÚDE PÚBLICA I

40

02

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

240,00

40 HORAS

202

AGENTE EDUCATIVO DE CRECHE

24

01

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

240,00

40 HORAS

203

ATENDENTE (CONSULTORIO MÉDICO)

135

07

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

240,00

40 HORAS

204

AUXILIAR DE APARELHO GESSADO I

07

*

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

240,00

40 HORAS

205

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

88

05

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL REGISTRO ÓRGÃO DE CLASSE.

240,00

40 HORAS

206

AUXILIAR DE FARMÁCIA

21

01

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

240,00

40 HORAS

207

AUXILIAR EXECUTIVO

12

*

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

240,00

40 HORAS

208

GUARDA SANITÁRIO

47

03

8A. SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL.

240,00

40 HORAS

209

MOTORISTA

32

*

8ª SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CARTEIRA DE MOTORISTA CATEGORIA "D ou E"

240,00

40 HORAS

210

OPERADOR DE COMPUTAÇÃO

01

*

8ª SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CURSO WINDOWS, WORD E EXCEL

240,00

40 HORAS

211

OPERADOR DE MÁQUINAS PESADAS

26

*

8ª SERIE DO ENSINO FUNDAMENTAL CARTEIRA DE MOTORISTA CATEGORIA "D OU E"

240,00

40 HORAS

NÍVEL MÉDIO - COMPLETO

301

AGENTE DE GABINETE

38

02

NÍVEL MÉDIO

240,00

40 HORAS

302

AGENTE EXECUTIVO

60

04

NÍVEL MÉDIO

240,00

40 HORAS

303

DESENHISTA

02

*

NÍVEL MÉDIO - CURSO TÉCNICO ESPECÍFICO REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

304

FISCAL DE TRIBUTOS MUNICIPAL

15

*

NÍVEL MÉDIO

240,00

40 HORAS

305

TECNICO DE ENFERMAGEM

15

*

NÍVEL MÉDIO - CURSO TÉCNICO ESPECÍFICO REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

24 HORAS

306

TECNICO DE HIGIENE DENTAL

19

*

NÍVEL MÉDIO - CURSO TÉCNICO ESPECÍFICO REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

307

TECNICO DE LABORATORIO

19

*

NÍVEL MÉDIO - CURSO TÉCNICO ESPECÍFICO REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

308

TECNICO DE RAIOS-X

21

01

NÍVEL MÉDIO - CURSO TÉCNICO ESPECÍFICO REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

24 HORAS

309

TOPÓGRAFO

02

*

NÍVEL MÉDIO - CURSO TÉCNICO ESPECÍFICO REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

NÍVEL SUPERIOR

401

ADMINISTRADOR

05

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

402

ANALISTA DE SISTEMAS

01

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

403

ARQUITETO URBANISTA

03

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

816,00

40 HORAS

404

ASSISTENTE SOCIAL

15

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

405

AUDITOR FISCAL

02

*

CURSO SUPERIOR EM: ECONOMIA OU ADMINISTRAÇÃO OU MATEMÁTICA OU ESTATÍSTICA OU ENGENHARIA OU CIÊNCIAS CONTÁBEIS OU DIREITO OU A. DE SISTEMAS. REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

500,00 + PRODUTIVIDADE

40 HORAS

406

BIOLOGO

01

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

407

CONTADOR

02

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

408

DENTISTA

24

02

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

409

ECONOMISTA

02

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

410

ENFERMEIRO

16

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

411

ENGENHEIRO CIVIL

03

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

816,00

40 HORAS

412

ENGENHEIRO DE TRAFEGO

01

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

816,00

40 HORAS

413

ENGENHEIRO ELETRICISTA

01

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

816,00

40 HORAS

414

FARMACÊUTICO

07

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

415

FISIOTERAPEUTA

10

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

416

FONOAUDIOLOGO

02

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

417

MÉDICO CARDIOLOGISTA

07

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

418

MÉDICO CLINICO GERAL

33

2

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

419

MÉDICO DERMATOLOGISTA

04

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

420

MÉDICO GASTROENTEROLOGISTA

04

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

421

MÉDICO NEUROLOGISTA

05

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

422

MÉDICO ORTOPEDISTA

07

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

423

MÉDICO OTORRINOLARINGOLOGISTA

04

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

424

MÉDICO PEDIATRA

07

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

425

MÉDICO PNEUMOLOGISTA

04

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

426

MÉDICO PSIQUIATRA

05

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

427

MÉDICO REUMATOLOGISTA

05

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

428

MÉDICO TRAUMATOLOGISTA

04

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

429

MÉDICO UROLOGISTA

03

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

430

MÉDICO ENDOCRINOLOGISTA

03

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

431

MÉDICO GINECOLOGISTA

07

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

432

MÉDICO MASTOLOGISTA

03

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

433

MÉDICO VETERINARIO

04

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

20 HORAS

434

NUTRICIONISTA

09

*

FORMAÇÃO ESPECIFICA REGISTRO EM ÓRGÃO DE CLASSE

240,00

40 HORAS

*** Mais Gratificações e Adicionais quando houver

==> EDITAL (clique aqui)


[]


[]


[]
[]
[] [] [] []



[]
[] Página Inicial
[] Curso Meta
[] Concursos
[] Apostilas
[] Testes
[] Provas
[] Cursos
[] Links
[] Cespe
[] Vunesp
[] Esaf
[] Fcc
[] Objetiva
[] Diário Oficial
[] Folha Dirigida
[] Correioweb
[] Favoritos
[] Fórum
[]

[]

[]

[] [] [] []
[] []
[]

PREFEITURA MUNICIPAL DE NATAL

SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE VAGAS EM

CARGOS DE NÍVEL SUPERIOR E DE NÍVEL MÉDIO

EDITAL N.º 1/2004 - SEMAF, DE 9 DE FEVEREIRO DE 2004

A SECRETARIA MUNICIPAL DE ADMINISTRAÇÃO, RECURSOS HUMANOS E FINANÇAS torna pública a realização de concurso público para provimento de vagas em cargos de nível superior e de nível médio, com fundamento na Lei n.º 4.108, de 2 de julho de 1992, na Lei n.º 4.127, de 20 de julho de 1992, na Lei n.º 5.434, de 26 de dezembro de 2002 e na Lei n.º 1.517/65, e mediante as condições estabelecidas neste edital.

1 DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1 O concurso público será regido por este edital e executado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE) da Universidade de Brasília (UnB).

1.2 O concurso público será realizado na cidade de Natal/RN e consistirá de exame de habilidades e conhecimentos, mediante a aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos, e, ainda, de avaliação de títulos somente para os cargos de nível superior.

1.3 Em face da indisponibilidade de locais adequados ou suficientes na cidade de realização das provas, estas poderão ser realizadas em outras cidades.

2 DOS CARGOS

2.1 NÍVEL SUPERIOR

CARGO 1: ARQUITETO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no CREA.

ATRIBUIÇÕES: promover estudos sobre condições urbanísticas e ambientais do Município com vistas a subsidiar propostas de lei; elaborar planos, programas e projetos, objetivando a preservação, a melhoria e a recuperação da qualidade de vida da população nos aspectos urbanísticos e ambientais; promover educação ambiental; revisar e elaborar legislação urbanística e ambiental; apoiar ações e atividades desenvolvidas pela administração municipal no âmbito de sua competência; executar programas e projetos relativos à política urbanística e ambiental; participar da elaboração e execução de projetos urbanísticos e ambientais no âmbito de outros municípios da Região Metropolitana de Natal; elaborar projetos de desenho urbano e arquitetônico; acompanhar tecnicamente a execução dos projetos; elaborar projetos de interesse social de unidades habitacionais; emitir pareceres, realizar ações e projetos de interesse das áreas referentes ao patrimônio histórico, arquitetônico, artístico e arqueológico, de operação urbana e tombamento, de sua competência; realizar inventário e manter o cadastro atualizado do acervo histórico, arquitetônico e arqueológico do Município; observar e fazer respeitar a correta aplicação da legislação urbanística vigente no município de Natal; analisar e dar parecer em processos de licenciamento, controle e fiscalização, inclusive elaborando; fazer e analisar levantamentos topográficos; periciar e dar parecer em questões de topografia urbanística; fazer análise cartográfica geoprocessada e georeferenciada; executar levantamentos cadastrais.

REMUNERAÇÃO: R$ 2.040,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 2: ASSISTENTE SOCIAL

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no CRESS.

ATRIBUIÇÕES: prestar serviços de âmbito social a pessoas, individualmente ou a grupos, em tratamento de saúde, identificando e analisando seus problemas e necessidades materiais, psíquicas e de outra ordem e aplicando os processos básicos de assistência social, para facilitar a recuperação do paciente e promover sua reintegração no meio social, familiar e de trabalho; desenvolver atividades de educação e vigilância em saúde e executar o serviço social, aplicando seus métodos e técnicas específicas; assessorar e prestar suporte técnico de gestão em saúde, no âmbito do Sistema Único de Saúde do Município.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,76.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 3: BIÓLOGO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biologia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no CRB ou pós-graduação na área.

ATRIBUIÇÕES: realizar avaliação de impacto ambiental; anatomia vegetal; biogeografia; controle biológico de pragas e doenças; realizar consultoria e controle de qualidade ambiental; reflorestamento e reciclagem de resíduos orgânicos; educação; fitopatologia; inventário e realizar avaliação do patrimônio natural; e sistemática de vegetais.

REMUNERAÇÃO: R$ 495,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 4: CONTADOR

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no CRC.

ATRIBUIÇÕES: coordenar, controlar e supervisionar a contabilidade do órgão, preparando processos para pagamento, balanços, balancetes, prestação de contas e o controle da execução orçamentária e financeira no âmbito da Secretaria, em estreita articulação com a unidade central do sistema financeiro e de contabilidade.

REMUNERAÇÃO: R$ 495,80

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 5: ENFERMEIRO - ÁREA: GERAL

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no COREN.

ATRIBUIÇÕES: administrar, planejar, coordenar, executar, supervisionar e avaliar atividades e ações de enfermagem no âmbito da assistência, nos diferentes níveis de complexidade do sistema; participar de processos educativos, de formação e de ações coletivas e de vigilância em saúde; planejar, coordenar, controlar, analisar, avaliar e executar atividades de Atenção à Saúde individual e coletiva; assessorar e prestar suporte técnico de gestão em saúde, regular os processos assistenciais (organizar a demanda e oferta de serviços) no âmbito do Sistema Único de Saúde do Município, integrando-o com outros níveis do Sistema.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,76.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 6: ENGENHEIRO AGRÔNOMO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Agronômica fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação e registro no CREA.

ATRIBUIÇÕES: responsabilidade técnica junto ao CREA na adoção de providências relativas à arborização pública; fitossanidade; solos e geologia; sustentabilidade dos recursos naturais e proteção ambiental, dentre outros.

REMUNERAÇÃO: R$ 2.040,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 7: ENGENHEIRO - ÁREA: CIVIL

REQUISITO: diploma, devidamente registrado de conclusão de curso de graduação em Engenharia Civil fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação e registro no CREA.

ATRIBUIÇÕES: auxiliar estudos sobre condições urbanísticas e ambientais do Município com vistas a subsidiar propostas de lei; auxiliar na elaboração de planos, programas e projetos, objetivando a preservação, a melhoria e a recuperação da qualidade de vida da população nos aspectos urbanísticos e ambientais; Revisar e elaborar legislação urbanística e ambiental; apoiar ações e atividades desenvolvidas pela SEMURB na fiscalização ambiental e urbanística; executar programas e projetos relativos à política urbanística e ambiental; participar da elaboração e execução de projetos urbanísticos e ambientais no âmbito de outros municípios da Região Metropolitana de Natal; realizar acompanhamento técnico da execução dos projetos urbanísticos e arquitetônicos; realizar orçamentos de projetos arquitetônicos e urbanísticos; elaborar projetos complementares e acompanhar obras de habitações de interesse social; emitir pareceres técnicos e avaliações dos imóveis de interesse histórico; auxiliar no inventário e manutenção do cadastro atualizado do acervo histórico, arquitetônico e arqueológico do Município.

REMUNERAÇÃO: R$ 2.040,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 8: ENGENHEIRO - ÁREA: TRABALHO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de Engenharia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação; registro no CREA; curso de especialização ou habilitação na área específica com carga horária mínima de 360 horas/aula.

ATRIBUIÇÕES: supervisionar, coordenar e orientar tecnicamente os serviços de Engenharia de Segurança do Trabalho; estudar as condições de segurança dos locais do trabalho, das instalações e equipamentos; planejar e desenvolver a implantação de técnicas radioativas e gerenciamento e controle de risco; vistoriar, avaliar, realizar perícias, arbitrar, emitir parecer e laudos técnicos; propor políticas, programas, normas e regulamentos de Segurança do Trabalho.

REMUNERAÇÃO: R$ 2.040,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais

CARGO 9: ENGENHEIRO FLORESTAL

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Florestal, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação e registro no CREA.

ATRIBUIÇÕES: avaliar o potencial biológico dos ecossistemas florestais; realizar manejo florestal, ecologia aplicada: pesquisa de campo, elaboração e análise de projetos paisagísticos, gerenciamento de unidades de conservação e preservação ambiental; realizar estudos de impacto ambiental e recuperação de áreas degradadas; realizar inventário e avaliação de patrimônio natural; sistemática de vegetais; conhecimento de máquinas e equipamentos nas práticas florestais dentro de critérios de racionalidade operacional e baixo impacto ambiental.

REMUNERAÇÃO: R$ 2.040,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 10: ENGENHEIRO SANITARISTA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Engenharia Sanitária ou Engenharia Civil, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, com especialização na área de Engenharia Sanitária e registro no CREA.

ATRIBUIÇÕES: realizar análise e avaliação de projetos de saneamento ambiental, com enfoque nos projetos de saneamento básico; atividade de apoio à pesquisa, divulgação técnica e demais serviços relativos à implementação da política ambiental do município; atender a denúncias e acompanhamento de processos de infrações e licenciamento ambiental; fiscalização, análise, avaliação e emissão de relatórios, pareceres, laudos técnicos de empreendimentos (obras e atividades) sujeitos ao controle ambiental da SEMURB ou quando solicitado por outras entidades nos casos de interesse da Prefeitura do Natal.

REMUNERAÇÃO: R$ 2.040,00..4

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 11: ESTATÍSTICO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Estatística, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: coordenar a operacionalização do sistema de informação, aplicar métodos estatísticos e organizar tecnicamente os dados informativos de saúde. Detalhamento: estudar as variáveis concernentes ao setor saúde, que se pretende examinar para estabelecer um plano de ação; participar da elaboração dos impressos a serem utilizados nos de saúde, visando assegurar a correta obtenção dos dados; Interpretar e analisar os dados estatísticos obtidos em pesquisas e levantamentos, apresentando-os sob a forma de gráficos, diagramas, quadros, tabelas e resumos escritos; analisar, interpretar e comparar variáveis referentes a fenômenos voltados à área de saúde, visando obter o diagnóstico situacional; coordenar a operacionalização do sistema de informações da área de saúde, planejando as atividades, supervisionando os arquivos e orientando no controle e preenchimento dos formulários de registros; participar na definição de métodos estatísticos, na elaboração de projetos institucionais, redigindo relatórios conclusivos.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,76.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 12: FARMACÊUTICO - ÁREA: FARMÁCIA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Farmácia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional de Farmácia (CRF).

ATRIBUIÇÕES: desenvolver atividades na área dos medicamentos e correlatos, desde a padronização, passando pelo processo de aquisição, manipulação, armazenagem, controle de qualidade e distribuição; supervisionar as atividades desenvolvidas no setor, inclusive do pessoal, auxiliar as rotinas e processos de dispensação; participar das comissões de padronização e de controle de infecção hospitalar e de atividades de fármaco-vigilância, de ações de saúde coletiva e educação em saúde.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 13: FARMACÊUTICO - ÁREA: BIOQUÍMICA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Farmácia, com habilitação em bioquímica, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO e registro no Conselho Regional de Farmácia (CRF).

ATRIBUIÇÕES: programar, orientar, executar, supervisionar e responder tecnicamente pelo desempenho das atividades laboratoriais nas áreas de análises clínicas e de farmácia.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 14: FISIOTERAPEUTA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Fisioterapia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO, e registro no órgão de classe específico (CREFITO).

ATRIBUIÇÕES: planejar, executar e avaliar ações preventivas e curativas, visando a reabilitação física e psíquica do(s) usuário(s) dos serviços de saúde; executar métodos e técnicas fisioterápicas, com a finalidade de recuperar, desenvolver e conservar a capacidade física do paciente, após diagnóstico; desenvolver atividades de habilitação e de reabilitação junto com equipe multiprofissional de saúde nas diversas áreas assistenciais.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais..5

CARGO: MÉDICO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina, fornecido por instituição oficial de ensino reconhecida pelo Ministério de Educação; registro no CRM; para os cargos de 16 a 40 exige-se o título de especialista conferido pelo conselho de classe ou sociedade específica e/ou residência médica completa realizada em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, na área em que concorre.

ATRIBUIÇÕES: realizar exames médicos, realizar diagnósticos, prescrever e ministrar tratamentos para as diversas doenças, perturbações e lesões do organismo e aplicar os métodos da medicina aceitos e reconhecidos cientificamente, praticar atos cirúrgicos e correlatos; emitir laudos e pareceres, cumprir e aplicar as leis e regulamentos da Secretaria e do SUS; desenvolver ações de saúde coletiva; participar de processos educativos e de vigilância em saúde; planejar, coordenar, controlar, analisar e executar atividades de Atenção à Saúde individual e coletiva; assessorar e prestar suporte técnico de gestão em saúde, regular os processos assistenciais (organizar a demanda e oferta de serviços) no âmbito do Sistema Único de Saúde do Município, integrando-o com outros níveis do Sistema. Participar de todos os atos pertinentes à Medicina; prescrever e aplicar especialidades farmacêuticas de uso interno e externo indicados em Medicina.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 15: MÉDICO - ÁREA: GERAL

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 16: MÉDICO - ÁREA: ANESTESIOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 17: MÉDICO - ÁREA: ANGIOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 18: MÉDICO - ÁREA: CARDIOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 19: MÉDICO - ÁREA: COLOPROCTOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 20: MÉDICO - ÁREA: DERMATOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 21: MÉDICO - ÁREA: ENDOCRINOLOGIA/METABOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 22: MÉDICO - ÁREA: GASTROENTEROLOGIA/ENDOSCOPIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 23: MÉDICO - ÁREA: ALERGIA/IMUNOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 24: MÉDICO - ÁREA: GERIATRIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 25: MÉDICO - ÁREA: GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 26: MÉDICO - ÁREA: INFECTOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 27: MÉDICO - ÁREA: MASTOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 28: MÉDICO - ÁREA: MEDICINA DO TRABALHO

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 29: MÉDICO - ÁREA: NEUROLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 30: MÉDICO - ÁREA: OFTALMOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 31: MÉDICO - ÁREA: ONCOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 32: MÉDICO - ÁREA: ORTOPEDIA.6

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 33: MÉDICO - ÁREA: OTORRINOLARINGOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 34: MÉDICO - ÁREA: PEDIATRIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 35: MÉDICO - ÁREA: PNEUMOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 36: MÉDICO - ÁREA: PSIQUIATRIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 37: MÉDICO - ÁREA: RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 38: MÉDICO - ÁREA: REUMATOLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 39: MÉDICO - ÁREA: URGÊNCIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 40: MÉDICO - ÁREA: UROLOGIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 41: MÉDICO VETERINÁRIO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Veterinária, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico.

ATRIBUIÇÕES: planejar, organizar, supervisionar, executar programas de proteção sanitária, aplicando conhecimentos e métodos para assegurar a saúde da comunidade; executar ações de controle de zoonoses, de vigilância em saúde e de educação em saúde e aplicar as penalidades previstas em legislação específica, em função de situações de riscos à saúde individual ou coletiva.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,76.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 42: NUTRICIONISTA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Nutrição, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico.

ATRIBUIÇÕES: planejar, organizar, controlar, supervisionar, executar e avaliar serviços de alimentação e nutrição; elaborar e/ou participar de estudos dietéticos, de programas e cursos relacionados com alimentação e nutrição; prestar assistência dietoterápica hospitalar e ambulatorial e participar de programas de educação e vigilância em saúde.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60 com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO: ODONTÓLOGO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Odontologia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação; registro no CRO; para os cargos de 44 a 48 acrescenta-se título de especialista na área a que concorre, conferido pelo Conselho de classe ou Sociedade específica.

ATRIBUIÇÕES: diagnosticar e tratar afecções da boca, dentes e região buco-maxilo-facial, utilizando procedimentos clínicos e cirúrgicos para promover e recuperar a saúde bucal e geral, elaborar e aplicar medidas de caráter coletivo para diagnosticar, prevenir e melhorar as condições de saúde bucal da população; supervisionar os auxiliares; participar de atividades de formação (auxiliares e técnicos) e de vigilância em saúde; planejar, coordenar, controlar, analisar e executar atividades de atenção à saúde individual e coletiva; assessorar e prestar suporte técnico de gestão em saúde, regular os processos assistenciais (organizar a demanda e oferta de serviços) no âmbito do Sistema Único de Saúde do Município, integrando-o com outros níveis do Sistema.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80..7

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 43: ODONTÓLOGO - ÁREA: CIRURGIA DENTÁRIA

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

CARGO 44: ODONTÓLOGO - ÁREA: ENDODONTIA

VAGA: existentes ou a serem criadas.

CARGO 45: ODONTÓLOGO - ÁREA: PERIODONTIA

VAGA: existentes ou a serem criadas.

CARGO 46: ODONTÓLOGO - ÁREA: PRÓTESE

VAGA: existentes ou a serem criadas.

CARGO 47: ODONTÓLOGO - ÁREA: BUCO MAXILO FACIAL

VAGA: existentes ou a serem criadas.

CARGO 48: ODONTÓLOGO - ÁREA: ORTODONTIA

VAGA: existentes ou a serem criadas.

CARGO 49: PSICÓLOGO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico (CRP).

ATRIBUIÇÕES: atuar no âmbito da saúde nos seus diversos níveis, procedendo ao estudo e à análise dos processos intra e interpessoais e dos mecanismos do comportamento humano, elaborando e aplicando técnicas psicológicas e psicoterápicas e outros métodos de verificação para possibilitar a orientação do diagnóstico e da terapêutica; participar de equipes multiprofissionais, visando a interação de conhecimentos e práticas, na perspectiva da interdisciplinaridade em que se dêem as relações de trabalho e a construção dos projetos terapêuticos individuais e/ou coletivos.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 50: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: GEOGRAFIA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Geografia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: promover estudos sobre condições urbanísticas e ambientais do Município com vistas a subsidiar propostas de lei; elaborar planos, programas e projetos, objetivando a preservação, a melhoria e a recuperação da qualidade de vida da população nos aspectos urbanísticos e ambientais; promover educação urbanística e ambiental; revisar e elaborar legislação urbanística e ambiental; apoiar ações e atividades desenvolvidas pela administração municipal; executar programas e projetos relativos à política urbanística e ambiental; participar da elaboração e execução de projeto urbanísticos e ambientais no âmbito de outros municípios da Região Metropolitana de Natal; elaborar projetos planos de manejo para as áreas de preservação do município; estabelecer padrões de qualidade ambiental; auxiliar no zoneamento das áreas e na definição dos usos poluidores.

REMUNERAÇÃO: R$ 495,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 51: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: GEOLOGIA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Geologia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: promover estudos sobre condições urbanísticas e ambientais do Município com vistas a subsidiar propostas de lei; elaborar planos, programas e projetos, objetivando a preservação, a melhoria e a recuperação da qualidade de vida da população nos aspectos urbanísticos e ambientais; promover educação urbanística e ambiental; revisar e elaborar legislação urbanística e ambiental; executar programas e projetos relativos à política urbanística e ambiental; participar da elaboração e execução de projeto urbanísticos e ambientais no âmbito de outros municípios da Região Metropolitana de Natal; elaborar projetos planos de manejo para as áreas de preservação do município; estabelecer padrões de qualidade ambiental; auxiliar no zoneamento das áreas e definição dos usos poluidores; apoiar ações e atividades desenvolvidas pela administração municipal.

REMUNERAÇÃO: R$ 495,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 52: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: HISTÓRIA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em História, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: executar pesquisas históricas e diagnósticos da Cidade e da Região Metropolitana; Emitir parecer sobre as questões relacionadas com as áreas históricas da cidade; Realizar inventário e manter o cadastro atualizado do acervo histórico, arquitetônico e arqueológico do Município.

REMUNERAÇÃO: R$ 495,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 53: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: PLANEJAMENTO

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Planejamento Urbanístico ou Ambiental, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, ou Mestrado ou Doutorado na área.

ATRIBUIÇÕES: coordenar e desenvolver estudos sobre condições urbanísticas e ambientais do Município com vistas a subsidiar propostas de lei; elaborar planos, programas e projetos, objetivando a preservação, a melhoria e a recuperação da qualidade de vida da população nos aspectos urbanísticos e ambientais; promover educação ambiental; revisar e elaborar legislação urbanística e ambiental; apoiar ações e atividades desenvolvidas pela administração municipal; executar programas e projetos relativos à política urbanística e ambiental; participar da elaboração e execução de projeto urbanísticos e ambientais no âmbito de outros municípios da Região Metropolitana de Natal; participar da elaboração dos projetos de desenho urbano e arquitetônico; realizar acompanhamento técnico da execução dos projetos; realizar inventário e manter o cadastro atualizado do acervo histórico, arquitetônico e arqueológico do Município.

REMUNERAÇÃO: R$ 495,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 54: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: TECNOLOGIA DE MEIO AMBIENTE

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Tecnologia em Meio Ambiente, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação.

ATRIBUIÇÕES: analisar os parâmetros ambientais que o permitirão escolher a tecnologia apropriada para solucionar uma determinada questão ambiental; desenvolver alternativas metodológicas para problemas em ambientes diversos; avaliar os processos ambientais de maneira integrada, global, sem barreiras geográficas; analisar as relações homem-natureza dentro do processo de desenvolvimento histórico; entender o homem como ser integrante desse ambiente e que se relaciona de acordo com suas peculiaridades sócio-culturais, políticas e econômicas; assimilar, integrar e produzir conhecimentos científicos e tecnológicos na área específica de sua formação; contribuir com equipes multidisciplinares na elaboração de projetos, inclusive EIA (Estudos de Impactos Ambientais) e RIMA (Relatório de Impacto Ambiental); organizar e realizar cursos e treinamentos na área ambiental e participar do planejamento de campanhas de prevenção da poluição e educação ambiental; cooperar na pesquisa de desenvolvimento de tecnologia limpas de interesse para a sociedade; implementar sistemas de gestão ambiental em empresas industriais e de prestação de serviços; avaliar processos de produção com vistas a maximizar os reciclos, otimizar o consumo de energia e de recursos naturais e minimizar os impactos ambientais decorrentes.

REMUNERAÇÃO: R$ 495,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais..9

2.2 NÍVEL MÉDIO

CARGO 55: AUXILIAR DE PATOLOGIA CLÍNICA

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.º grau), fornecido por instituição de ensino legalmente autorizada, acrescido do certificado de conclusão do curso de Auxiliar de Patologia Clínica, conforme parecer do Conselho Estadual de Educação.

ATRIBUIÇÕES: executar atividades de apoio diagnóstico, recebendo, coletando, triando e preparando material a ser examinado nas análises clínicas. Detalhamento: proceder à marcação de exames, de acordo com a capacidade de atendimento, visando adequar a oferta à demanda de serviços, orientando a clientela quanto à coleta de amostras; receber e coletar amostras identificando materiais coletados, preparando lâminas e reagentes para efetivação de exames laboratoriais; preparar material para identificação de parasitas nas áreas de microbiologia e parasitologia, de acordo com as técnicas e métodos específicos; puncionar veias para coleta de sangue, preparar esfregaço, corar lâminas conforme especificações técnicas; realizar o enchimento, embalagem e rotulação de vidros, ampolas e outros, empregando métodos recomendados para acondicionamento; proceder à limpeza, lavagem e desinfecção das bancadas e esterilização dos instrumentos e materiais; controlar e guardar os instrumentos de uso diário, solicitando a reposição quando necessário, objetivando a manutenção de estoques; proceder à entrega de resultados de exames e registrar em arquivo próprio dados da clientela atendida, de modo a permitir consultas ou informações posteriores; participar das atividades de educação em saúde; executar outras atividades correlatas com o cargo, visando a melhoria da qualidade do serviço prestado.

REMUNERAÇÃO: R$ 300,00, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 628,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 56: ATENDENTE DE CONSULTÓRIO DENTÁRIO

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.º grau), fornecido por instituição de ensino legalmente autorizada, acrescido do certificado de conclusão do curso de Atendente de Consultório Dentário devidamente registrado no Conselho Regional de Odontologia (CRO).

ATRIBUIÇÕES: auxiliar nas atividades de odontologia, por meio de procedimentos específicos.

REMUNERAÇÃO: R$ 300,00, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 628,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 57: TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO - ÁREA: OPERADOR DE RAIO-X

REQUISITO: certificado de conclusão de ensino médio (antigo 2.º grau), fornecido por instituição de ensino legalmente autorizada pelo Conselho Estadual de Educação.

ATRIBUIÇÕES: Executar trabalhos relacionados com o manejo de aparelhos de Raio-X e revelação de chapas radiográficas; executar outras tarefas afins.

REMUNERAÇÃO: R$ 300,00, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 628,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 horas semanais.

CARGO 58: TÉCNICO DE ENFERMAGEM

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.º grau) e de curso técnico profissionalizante em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação; registro no COREN como Técnico de Enfermagem.

ATRIBUIÇÕES: executar tarefas de enfermagem na promoção, proteção, recuperação e reabilitação da saúde. Detalhamento: exercer as atividades de nível médio atribuídas à equipe de enfermagem; assistir o enfermeiro no planejamento, na programação, na orientação e na supervisão das atividades auxiliares de enfermagem, na prestação de cuidados a pacientes em estado graves, na prevenção e no controle de infecção hospitalar; executar atividades de assistência de enfermagem, excetuadas as privativas de enfermeiro e as referidas no art. 9.º do Decreto-Lei n.º 94.406 que regulamenta a Lei do Exercício Profissional n.º 7.498.

REMUNERAÇÃO: R$ 300,00, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 628,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas..10

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais

CARGO 59: TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO - ÁREA: SEGURANÇA DO TRABALHO

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.º grau) e certificado de conclusão de curso Técnico de Segurança no Trabalho, fornecidos por instituição de ensino legalmente autorizada pelo Conselho Estadual de Educação.

ATRIBUIÇÕES: informar o empregador e os trabalhadores, por meio de parecer técnico, sobre os riscos nos ambientes de trabalho; executar os procedimentos de segurança e higiene do trabalho; executar programas de prevenção de acidentes do trabalho; executar normas de segurança do trabalho; inspecionar ambientes onde se desenvolvam atividades laborais; prestar assessoria no que concerne a assuntos ligados à segurança do trabalho. Detalhamento: emitir pareceres técnicos sobre riscos existentes no ambiente de trabalho, bem como orientar empregador e empregado sobre medidas de prevenção, eliminação e neutralização de riscos no trabalho; analisar métodos e processos de trabalho e identificar os fatores de risco, propondo sua eliminação ou controle; executar e fazer cumprir procedimentos de segurança e higiene do trabalho e avalia os resultados; desenvolver programas de treinamento, cursos, campanhas e palestras, com objetivo de divulgar normas de segurança, visando evitar acidentes do trabalho, doença profissional e do trabalho; indicar, solicitar e inspecionar equipamentos de proteção coletiva e individual dos trabalhadores; executar atividades ligadas à segurança e higiene do trabalho que objetivem a eliminação, controle ou redução permanente dos riscos de acidentes e melhorias das condições do ambiente; levantar dados estatísticos de acidente e doenças para ajustes nas ações preventivas; utilizar recursos e ferramentas de informática; identificar atividades insalubres, perigosas e penosas existentes na empresa, informando ao empregador e trabalhadores sobre seus riscos, bem como medidas preventivas ou neutralizadoras; avaliar as condições ambientais de trabalho, subsidiando o planejamento e organização do trabalho de forma segura para o trabalhador e, conseqüentemente, para a empresa.

REMUNERAÇÃO: R$ 300,00, com possibilidade de remuneração bruta inicial até R$ 628,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 60: TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO - ÁREA: SAÚDE AMBIENTAL

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.º grau) e curso Técnico de Saúde Ambiental, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Conselho Estadual de Educação.

ATRIBUIÇÕES: orientar, acompanhar e executar atividades de saúde ambiental e vigilância à saúde, realizar atividades de educação em saúde visando um processo gradual de mudança de comportamento. Detalhamento: participar de inquéritos sócio-ambiental, visando subsidiar o planejamento das ações de saúde; realizar mapeamento e diagnóstico da área programática, registrando as deficiências sanitárias e ambientais, articulando-se com os órgãos competentes para solucionar os problemas identificados; detectar focos de lixos, identificando falhas do sistema de acondicionamento, apresentação e coleta, objetivando a melhoria da limpeza pública; realizar investigação das zoonoses, notificando animais doentes e/ou suspeitos, casos de agressão, articulando-se com os órgãos responsáveis pelas ações subseqüentes, orientando e encaminhando as pessoas para tratamento; coletar amostras de água e de alimentos sob suspeita ou denúncia de irregularidades, de acordo com as normas ou rotinas preestabelecidas, encaminhando à análise laboratorial; orientar a comunidade, técnica e legalmente, na execução de projetos de sistemas individuais de abastecimento de água, coleta de esgoto sanitário e de lixo, visando adequação dos recursos disponíveis à proteção ambiental; articular as atividades de saneamento e vigilância à saúde às ações de assistência básica de saúde e aos órgãos afins existentes na comunidade; atuar na orientação e educação em saúde, transmitindo os conhecimentos técnicos, participando de reuniões e campanhas, visando a promoção da saúde da população; executar outras atividades correlatas com o cargo, visando a melhoria da qualidade dos serviços prestados.

REMUNERAÇÃO: R$ 300,00, com possibilidade de remuneração bruta inicial até R$ 628,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais..11

CARGO 61: TÉCNICO EM EDIFICAÇÕES - ÁREA: CONSTRUÇÃO CIVIL

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.ºgrau) e curso Técnico em Construção Civil, fornecido por instituição de ensino oficial legalmente autorizada.

ATRIBUIÇÕES: observar e fazer respeitar a correta aplicação da legislação vigente no Município de Natal; Executar as atividades operacionais dos processos de licenciamento, controle e fiscalização urbanística emitindo pareceres; executar vistorias necessárias para instrução dos processos de licenciamento, controle e fiscalização urbanística emitindo relatórios; auxiliar e analisar levantamentos topográficos; executar levantamentos cadastrais.

REMUNERAÇÃO: R$ 240,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 62: TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO - ÁREA: CONTROLE DE MEIO AMBIENTE

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.ºgrau) e curso Técnico em Meio Ambiente, fornecido por instituição de ensino oficial legalmente autorizada.

ATRIBUIÇÕES: fiscalização e emissão de Relatórios de Campo de empreendimentos (obras e atividades) sujeitos ao Controle Ambiental da SEMURB; atuar em atividades de apoio a pesquisa, Análise e demais atividades desenvolvidas pela SEMURB necessárias ao controle ambiental; atender a denúncias e acompanhar de processos de infrações e licenciamento ambiental.

REMUNERAÇÃO: R$ 240,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 63: TÉCNICO DE NÍVEL MÉDIO - ÁREA: TÉCNICO AGRÍCOLA

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.ºgrau) e curso Técnico Agrícola, fornecido por instituição de ensino oficial legalmente autorizada.

ATRIBUIÇÕES: atuar em atividades de apoio a pesquisa, análise, experimentação, ensaio e divulgação técnica; prestar assistência técnica no estudo e desenvolvimento de projetos e pesquisas tecnológicas, ou nos trabalhos de vistoria, perícia, avaliação, arbitramento e consultoria, sob supervisão de um profissional de nível superior, exercendo tarefas como coleta de dados de natureza técnica, elaboração de orçamentos de materiais, insumos etc; prestar assistência técnica na aplicação de produtos especializados; elaborar relatórios e pareceres técnicos no âmbito de sua habilitação e orientar e coordenar a execução de serviços de manutenção de equipamentos.

REMUNERAÇÃO: R$ 240,00.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 64: AUXILIAR FISCAL AMBIENTAL

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.º grau) em Saneamento, Meio Ambiente, Mineração, Geologia, Geografia ou Química, fornecido por instituição de ensino oficial legalmente autorizada.

ATRIBUIÇÕES: executar os procedimentos a serem seguidos na fiscalização; executar as atividades operacionais de controle, regulação e fiscalização ambiental, podendo inclusive lavrar autos de infração contra os achados em violação à legislação ambiental vigente no Município e Natal, sob orientação e supervisão do Técnico Fiscal Ambiental; prover as devidas informações nos processos administrativos relativos às atividades de controle, regulação e fiscalização na área ambiental quando solicitado pelo Técnico Fiscal Ambiental; apresentar sugestões de aprimoramento e modificação dos procedimentos processuais de controle, regulação e fiscalização, na área Ambiental.

REMUNERAÇÃO: R$ 700,00.

VAGAS: 16.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 65: AUXILIAR FISCAL URBANÍSTICO

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio (antigo 2.º grau) em Construções, Estradas, Saneamento, Edificações ou Urbanismo, fornecido por instituição de ensino oficial legalmente autorizada.

ATRIBUIÇÕES: observar e fazer respeitar a correta aplicação da legislação urbanística e ambiental vigente no Município de Natal; executar as atividades operacionais de controle, regulação e fiscalização urbanística e ambiental, podendo inclusive lavrar autos de infração contra os achados em violação à legislação urbanística e ambiental vigente no Município de Natal, sujeitos à revisão pelos Técnicos Fiscais Urbanísticos; prover as devidas informações nos processos administrativos relativos às atividades de controle, regulação e fiscalização nas áreas urbanística e ambiental; apresentar sugestões aprimoramento e modificação dos procedimentos processuais de controle, regulação e fiscalização, nas áreas urbanística e ambiental; fiscalizar todas as obras em execução no Município de Natal; proceder intimações, embargos e interdições administrativas para obras ou equipamentos não licenciados em cumprimento ao previsto na legislação em vigor; realizar demolições de obras em qualquer construção em desacordo com a legislação edilícia vigente; elaborar croquis de situação e locação de acordo com vistoria realizada in loco; verificar as denúncias registradas; proceder vistoria de obras / edificações para efeito de concessão de alvarás de construções e funcionamento, certidões e consulta prévia; emitir parecer sobre assuntos de sua área de competência.

REMUNERAÇÃO: R$ 700,00.

VAGAS: 16.

JORNADA DE TRABALHO: 40 horas semanais.

CARGO 66: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: FONOAUDIOLOGIA

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Fonoaudiologia, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico.

ATRIBUIÇÕES: identificar problemas ou deficiências ligadas à comunicação oral, empregando técnicas próprias de avaliação e fazendo o treinamento fonético, auditivo, de dicção, empostação de voz e outros para possibilitar o aperfeiçoamento e/ou a reabilitação da fala; participar de processos educativos e de vigilância em saúde, principalmente nos ambientes de trabalho.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 HORAS SEMANAIS

CARGO 67: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: SANITARISTA

REQUISITO: Diploma de curso superior e adicionalmente, curso de especialização ou habilitação em saúde pública, com carga horária mínima de 360 horas/aula.

ATRIBUIÇÕES: Planejar e programar atividades; coordenar, analisar e executar as ações de epidemiologia; coordenar o processo de articulação técnico/político/administrativo, entre o nível central, a sede dos distritos e as unidades de saúde com as organizações populares.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 HORAS SEMANAIS

CARGO 68: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR - ÁREA: TERAPIA EDUCACIONAL

REQUISITOS: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em Terapia Ocupacional, fornecido por instituição de ensino oficial reconhecida pelo Ministério da Educação, e registro no órgão de classe específico.

ATRIBUIÇÕES: executar métodos e técnicas terapêuticas e recreacionais com a finalidade de desenvolver e conservar a capacidade mental e física do paciente; participar de programas e projetos de habilitação, capacitação e reabilitação e educação em saúde, integrar equipes multiprofissionais/interdisciplinares, objetivando construir projetos terapêuticos individuais e coletivos.

REMUNERAÇÃO: R$ 338,60, com possibilidade de remuneração bruta até R$ 643,80.

VAGAS: existentes ou a serem criadas.

JORNADA DE TRABALHO: 20 HORAS SEMANAIS

CARGO 69: TÉCNICO FISCAL AMBIENTAL

REQUISITOS: Graduado em Geologia, Geografia, Biologia, Engenharia ou Arquitetura

ATRIBUIÇÕES: Observar e fazer respeitar a correta aplicação da legislação ambiental vigente no Município de Natal; Fiscalizar os prestadores de serviços, os demais agentes econômicos, o poder público e a população em geral no que diz respeito às alterações ambientais, conforme seja o caso, decorrentes de seus atos; Revisar e lavrar autos de infração e aplicar multas aos achados em violação à legislação ambiental vigente no Município de Natal; Requisitar, aos entes referidos no inciso II supra, e sempre que entender necessários, os documentos pertinentes às atividades de controle, regulação e fiscalização próprias da SEMURB; Programar e supervisionar a execução das atividades de controle, regulação e fiscalização na área ambiental; Analisar e dar parecer aos processos administrativos relativos às atividades de controle, regulação e fiscalização na área ambiental; Apresentar propostas de aprimoramento e modificação dos procedimentos processuais de controle, regulação e fiscalização na área ambiental; Apresentar propostas de adequação, aprimoramento e modificação da legislação ambiental do Município de Natal; Verificar a observância das normas e padrões ambientais vigentes; Proceder a inspeção e apuração das irregularidades e infrações através da instauração de Processo Administrativo; Instruir sobre o estudo ambiental e documentação necessária à solicitação de licença de regularização ambiental; Emitir laudos, pareceres, relatórios técnicos para embasamento dos processos administrativos ambientais, fazendo o devido acompanhamento até encaminhamento para o Chefe do Setor/Departamento; Repassar aos Auxiliares Fiscais Ambientais - AFA as diretrizes necessárias ao desempenho das fiscalizações e controle de atividades e serviços degradadores ou poluidores, fazendo o acompanhamento do desempenho dos Auxiliares Fiscais Ambientais - AFA; Emitir autos de infração das sanções previstas no art. 107 da Lei 4.100/92; Emitir Termo de Referência mediante justificativa para o estudo ambiental definido no item XI.

REMUNERAÇÃO: R$ 1.700,00.

VAGAS: 4

JORNADA DE TRABALHO: 40 HORAS SEMANAIS

CARGO 70: TÉCNICO FISCAL URBANÍSTICO

REQUISITOS: Engenharia Civil, Urbanismo ou Arquitetura

ATRIBUIÇÕES: Observar e fazer respeitar a correta aplicação da legislação urbanística vigente no município de Natal. Fiscalizar os prestadores de serviço,os demais agentes econômicos ,o Poder público e a população em geral no que diz respeito às alterações urbanísticas,decorrentes de seus atos; Revisar e lavrar autos de infração e aplicar multa aos achados em violação à legislação urbanística vigente no Município de Natal; Requisitar, aos entes referidos no Inciso II supra, e sempre que entender necessários, os documentos pertinentes às atividades de controle, regulação e fiscalização próprias da SEMURB; Programar e supervisionar a execução das atividades de controle, regulação e fiscalização ,na área urbanística; Analisar e dar parecer aos processos administrativos relativos às atividades de controle, regulação e fiscalização urbanística, inclusive elaborando relatórios para subsidiar o Chefe do Departamento de Controle Urbanístico nas tomadas de suas decisões; Apresentar propostas de aprimoramento e modificação dos procedimentos processuais de controle, regulação e fiscalização urbanística; Apresentar propostas de adequação,aprimoramento e modificação da legislação urbanística do Município de Natal; Controlar e fiscalizar o uso e ocupação do solo urbano no Município de Natal, suspendendo a sua continuidade,desde que não obedecidas as normas urbanísticas e as condições constantes de respectivos alvarás,mantendo o controle sobre os mesmos; Proceder intimações,embargos e interdições administrativos para obras ou equipamentos não licenciados em cumprimento ao que prevê a lesgilação edilícia vigente; Controlar o cumprimento dos embargos realizados; Apurar denúncias; Orientar e esclarecer a população de edificar de acordo com a legislação em vigor atinerente à matéria; Proceder fiscalização quando da implantação de loteamentos e alinhamentos e outros serviços correlatos; Proceder fiscalização e levantamento com vistas a toponímia de vias e numeração dos imóveis e logradouros no âmbito do Município de natal,confecção e afixação de placas;

REMUNERAÇÃO: R$ 1.700,00.

VAGAS: 4

JORNADA DE TRABALHO: 40 HORAS SEMANAIS

3 DAS VAGAS DESTINADAS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

3.1 Do total de vagas destinadas aos cargos, 5% serão providas na forma do Decreto n.º 3.298, de 20 de dezembro de 1999, publicado no Diário Oficial de 21 de dezembro de 1999.

3.2 Para concorrer a uma dessas vagas, o candidato deverá, no ato da inscrição, declarar-se portador de deficiência. Os candidatos que se declararem portadores de deficiência participarão do concurso público em igualdade de condições com os demais candidatos.

3.3 O candidato que, no ato da inscrição, se declarar portador de deficiência, se classificado no concurso público, figurará em lista específica e, caso obtenha classificação necessária, figurará também na listagem de classificação geral dos candidatos ao cargo/área de sua opção.

3.4 Os candidatos que se declararam portadores de deficiência deverão submeter-se à perícia médica promovida pela Prefeitura de Natal, que verificará sobre a sua qualificação como portador de deficiência ou não, bem como sobre o grau de deficiência incapacitante para o exercício do cargo/área.

3.4.1 Os candidatos deverão comparecer à perícia médica, munidos de laudo médico que ateste a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças (CID), bem como à provável causa da deficiência.

3.5 A não-observância do disposto no subitem anterior, do subitem 3.2 ou a reprovação na perícia médica acarretará a perda do direito às vagas reservadas aos candidatos em tais condições.

3.6 As vagas definidas no subitem 3.1 deste edital que não forem providas por falta de candidatos portadores de deficiência, por reprovação no concurso público ou na perícia médica, serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação dentro do cargo/área.

3.7 O candidato portador de deficiência poderá solicitar condições especiais para a realização das provas, conforme previsto na legislação vigente, devendo solicitá-las, por escrito, no ato de inscrição, de acordo com o disposto nos subitens 5.4.10 e 5.4.10.2 deste edital.

4 DOS REQUISITOS BÁSICOS PARA INVESTIDURA NO CARGO

4.1 Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do parágrafo 1.º, artigo 12, da Constituição Federal e do Decreto n.º 70.436/72.

4.2 Estar em dia com as obrigações eleitorais.

4.3 Ter certificado de reservista ou de dispensa de incorporação, em caso de candidato do sexo masculino.

4.4 Ter, no mínimo, 18 anos completos na data da posse.

4.5 Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do cargo.

4.6 Ser aprovado no concurso público e possuir, na data da posse, os requisitos exigidos para o exercício do cargo, conforme estabelecido no item 2 deste edital.

4.7 Cumprir as determinações deste edital.

5 DAS INSCRIÇÕES NO CONCURSO PÚBLICO

5.1 A inscrição poderá ser efetuada nas agências da CAIXA listadas no Anexo I deste edital ou via Internet, conforme procedimentos especificados a seguir.

5.2 DA INSCRIÇÃO NAS AGÊNCIAS DA CAIXA

5.2.1 PERÍODO: de 23 de fevereiro a 5 de março de 2004.

5.2.2 HORÁRIO: de atendimento bancário.

5.2.3 TAXAS: nível superior: R$ 80,00 (oitenta reais);

nível médio: R$ 40,00 (quarenta reais).

5.2.4 Para efetuar a inscrição nas agências da CAIXA, o candidato deverá:

a) preencher e entregar o formulário fornecido no local de inscrição, onde será emitido o comprovante de inscrição;

b) pagar a taxa de inscrição;

c) apresentar cópia legível, recente e em bom estado de documento de identidade, a qual será retida.

5.2.5 No caso de o pagamento da taxa de inscrição ser efetuado com cheque bancário que, porventura, venha a ser devolvido, por qualquer motivo, o CESPE reserva-se o direito de tomar as medidas legais cabíveis.

5.2.6 No ato de inscrição, o candidato deverá indicar sua opção de cargo/área, observado o item 2 deste edital.

5.3 DA INSCRIÇÃO VIA INTERNET

5.3.1 Será admitida a inscrição via Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/prefnatal2004, solicitada no período entre 10 horas do dia 23 de fevereiro de 2004 e 20 horas do dia 7 de março de 2004, observado o horário oficial de Brasília/DF.

5.3.2 O CESPE não se responsabiliza por solicitação de inscrição via Internet não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados.

5.3.3 O candidato que desejar realizar sua inscrição via Internet poderá efetuar o pagamento da taxa de inscrição das seguintes formas:

a) por meio de débito em conta-corrente, apenas para correntistas do Banco do Brasil;

b) por meio de documento de arrecadação, pagável em qualquer lotérica;

c) por meio de boleto bancário, pagável em toda a rede bancária.

5.3.3.1 O boleto bancário e o documento de arrecadação estarão disponíveis no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/prefnatal2004 e deverão ser impressos para o pagamento da taxa de inscrição após a conclusão do preenchimento da ficha de solicitação de inscrição online.

5.3.4 O pagamento da taxa de inscrição por meio de boleto bancário ou de documento de arrecadação deverá ser efetuado até o dia 7 de março de 2004.

5.3.5 As inscrições efetuadas via Internet somente serão acatadas após a comprovação de pagamento da taxa de inscrição.

5.3.6 O comprovante de inscrição do candidato inscrito via Internet estará disponível no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/prefnatal2004, após o acatamento da inscrição, sendo de responsabilidade exclusiva do candidato a obtenção desse documento.

5.3.7 O candidato inscrito via Internet não deverá enviar cópia de documento de identidade, sendo de sua exclusiva responsabilidade a informação dos dados cadastrais no ato de inscrição, sob as penas da lei.

5.3.8 Informações complementares acerca da inscrição via Internet estarão disponíveis no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/prefnatal2004.

5.4 DAS DISPOSIÇÕES GERAIS SOBRE A INSCRIÇÃO NO CONCURSO PÚBLICO

5.4.1 A inscrição poderá ser feita por procuração, sem necessidade de reconhecimento de firma, acompanhada de cópia legível do documento de identidade do candidato.

5.4.2 O candidato inscrito por procuração assume total responsabilidade pelas informações prestadas por seu procurador, arcando com as conseqüências de eventuais erros de seu representante no preenchimento do formulário de inscrição e em sua entrega.

5.4.3 É vedada a inscrição condicional, a extemporânea, a via postal, a via fax ou a via correio eletrônico.

5.4.3.1 É considerada inscrição extemporânea a que tem o pagamento efetuado após as datas estabelecidas neste edital.

5.4.4 Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos. Uma vez efetivada a inscrição, não será permitida, em hipótese alguma, a sua alteração no que se refere à opção de cargo/área.

5.4.4.1 É vedada a transferência do valor pago a título de taxa para terceiros, assim como a transferência do valor para outrem.

5.4.5 Para efetuar a inscrição, é imprescindível o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) do candidato.

5.4.5.1 O candidato que não possuir CPF deverá solicitá-lo nos postos credenciados, localizados em qualquer agência do Banco do Brasil S.A., da CAIXA e dos Correios, ou na Receita Federal, em tempo hábil, isto é, de forma que consiga obter o respectivo número antes do término do período de inscrição.

5.4.5.2 Terá a sua inscrição cancelada e será automaticamente eliminado do concurso o candidato que usar o CPF de terceiro para realizar a sua inscrição.

5.4.6 As informações prestadas no formulário de inscrição ou na solicitação de inscrição via Internet serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo o CESPE do direito de excluir do concurso público aquele que não preencher o formulário de forma completa, correta e legível.

5.4.7 O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo em caso de cancelamento do certame por conveniência da Administração.

5.4.8 Não haverá isenção total ou parcial do valor da taxa de inscrição.

5.4.9 O comprovante de inscrição deverá ser mantido em poder do candidato e apresentado nos locais de realização das provas.

5.4.10 O candidato, portador de deficiência ou não, que necessitar de qualquer tipo de condição especial para a realização da prova deverá solicitá-la, por escrito, no ato de inscrição, indicando claramente, no.formulário de inscrição ou na solicitação de inscrição via Internet, quais os recursos especiais necessários (materiais, equipamentos etc.). Após esse período, a solicitação será indeferida, salvo nos casos de força maior e nos que forem de interesse da Administração Pública.

5.4.10.1 A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização das provas deverá levar um acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar acompanhante não realizará as provas.

5.4.10.2 A solicitação de condições especiais será atendida segundo os critérios de viabilidade e de razoabilidade.

5.4.11 O candidato deverá declarar, no formulário de inscrição ou na solicitação de inscrição via Internet, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo por ocasião da posse.

6 DO EXAME DE HABILIDADES E DE CONHECIMENTOS

6.1 Será aplicado exame de habilidades e conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório, abrangendo os objetos de avaliação, a serem publicados no Diário Oficial do Município de Natal na data provável de 19 de fevereiro de 2004, conforme os quadros a seguir.

6.1.1 NÍVEL SUPERIOR
QUADRO DE PROVAS
PROVAS/TIPO ÁREA DE CONHECIMENTO N.º DE ITENS CARÁTER
(P1) Objetiva Conhecimentos Básicos 50 ELIMINATÓRIO E CLASSIFICATÓRIO
(P2) Objetiva Conhecimentos Específicos 70
(P3) Avaliação de Títulos - - CLASSIFICATÓRIO

6.1.2 NÍVEL MÉDIO
QUADRO DE PROVAS
PROVAS/TIPO ÁREA DE CONHECIMENTO N.º DE ITENS CARÁTER
(P1) Objetiva Conhecimentos Básicos 50 ELIMINATÓRIO E CLASSIFICATÓRIO
(P2) Objetiva Conhecimentos Específicos 50

6.2 As provas objetivas para os cargos de nível superior terão a duração de 3 horas e serão aplicadas no dia 4 de abril de 2004, no turno da manhã.

6.2.1 As provas objetivas para os cargos de nível médio terão a duração de 3 horas e serão aplicadas no dia 4 de abril de 2004, no turno da tarde.

6.3 Os locais e os horários de realização das provas objetivas serão publicados no Diário Oficial do Município de Natal, afixados nos quadros de avisos do CESPE, Campus Universitário Darcy Ribeiro, Instituto Central de Ciências (ICC), ala norte, subsolo, Asa Norte, Brasília/DF, na sede da Secretaria Municipal de Saúde - SMS, Edifício Ducal Palace, Rua João Pessoa 634, Cidade Alta, Natal/RN, na Secretaria Especial de Meio Ambiente e Urbanismo - SEMURB, na Rua General Glicério 246, Ribeira, Natal/RN e divulgados na Internet, no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br , na data provável de 24 ou 25 de março de 2004. São de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de realização das provas e o comparecimento no horário determinado.

6.3.1 O CESPE poderá enviar, como complemento às informações citadas no subitem anterior, comunicação pessoal dirigida ao candidato, para o endereço constante no formulário de inscrição ou na solicitação de inscrição via Internet, informando o local e o horário de realização das provas, que não o desobriga do dever de observar o edital a ser publicado, consoante o que dispõe o subitem 6.3 deste edital.

6.3.1.1 Os candidatos inscritos via Internet poderão receber esse comunicado via e-mail, sendo de sua exclusiva responsabilidade a manutenção/atualização de seu correio eletrônico.

6.4 Não serão dadas, por telefone, informações a respeito de datas, de locais e de horários de realização das provas. O candidato deverá observar rigorosamente os editais e os comunicados a serem divulgados na forma do subitem 6.3.

6.5 O candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o seu início, munido de caneta esferográfica de tinta preta, de comprovante de inscrição e de documento de identidade original.

6.6 Não será admitido ingresso de candidato no local de realização das provas após o horário fixado para o seu início.

6.6.1 O candidato que se retirar do ambiente de provas não poderá retornar em hipótese alguma.

6.7 Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelas Secretarias de Segurança Pública, pelos Institutos de Identificação e pelos Corpos de Bombeiros Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); passaporte brasileiro; certificado de reservista; carteiras funcionais do Ministério Público; carteiras funcionais expedidas por órgão público que, por lei federal, valham como identidade; carteira de trabalho; carteira nacional de habilitação (somente o modelo aprovado pelo artigo 159 da Lei n.º 9.503, de 23 de setembro de 1997).

6.7.1 Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar, no dia de realização das provas, documento de identidade original, por motivo de perda, roubo ou furto, deverá ser apresentado documento que ateste o registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, trinta dias, ocasião em que será submetido à identificação especial, compreendendo coleta de dados, de assinaturas e de impressão digital em formulário próprio.

6.7.1.1 A identificação especial será exigida, também, ao candidato cujo documento de identificação apresente dúvidas relativas à fisionomia ou à assinatura do portador.

6.8 Não serão aceitos como documentos de identidade: certidões de nascimento, CPF, títulos eleitorais, carteiras de motorista (modelo antigo), carteiras de estudante, carteiras funcionais sem valor de identidade nem documentos ilegíveis, não-identificáveis e/ou danificados.

6.8.1 Não será aceita cópia de documento de identidade, ainda que autenticada, nem protocolo de documento.

6.9 Por ocasião da realização das provas, o candidato que não apresentar documento de identidade original, na forma definida no subitem 6.7 deste edital, não poderá fazer as provas e será automaticamente eliminado do concurso público.

6.10 Não serão aplicadas provas em local, em data ou em horário diferentes dos predeterminados em edital ou em comunicado.

6.11 Não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos nem a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, livros, anotações, réguas de cálculo, impressos ou qualquer outro material de consulta.

6.11.1 No dia de realização das provas, não será permitido ao candidato entrar ou permanecer com armas ou aparelhos eletrônicos (bip, telefone celular, relógio do tipo data bank, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador etc.). Caso o candidato leve alguma arma e/ou algum aparelho eletrônico, estes deverão ser recolhidos pela Coordenação. O descumprimento da presente instrução implicará a eliminação do candidato, caracterizando-se tentativa de fraude.

6.11.1.1 O CESPE não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas, nem por danos neles causados.

6.12 Não haverá segunda chamada para as provas. O não-comparecimento a estas implicará a eliminação automática do candidato.

6.13 O candidato somente poderá retirar-se do local de realização das provas levando o caderno de provas e a folha de rascunho, que é de preenchimento facultativo, no decurso dos últimos trinta minutos anteriores ao horário previsto para o seu término.

6.14 Terá suas provas anuladas e será automaticamente eliminado do concurso público o candidato que, durante a sua realização:

a) for surpreendido dando e/ou recebendo auxílio para a execução das provas;

b) utilizar-se de livros, máquinas de calcular e/ou equipamento similar, dicionário, notas e/ou impressos que não forem expressamente permitidos e/ou que se comunicar com outro candidato;

c) for surpreendido portando telefone celular, gravador, receptor, pagers, notebook e/ou equipamento similar;.

d) faltar com o devido respeito para com qualquer membro da equipe de aplicação das provas, com as autoridades presentes e/ou com os demais candidatos;

e) fizer anotação de informações relativas às suas respostas no comprovante de inscrição e/ou em qualquer outro meio, que não os permitidos;

f) recusar-se a entregar o material das provas ao término do tempo destinado para a sua realização;

g) afastar-se da sala, a qualquer tempo, sem o acompanhamento de fiscal;

h) ausentar-se da sala, a qualquer tempo, portando a folha de respostas;

i) descumprir as instruções contidas no caderno de provas, na folha de respostas e/ou na folha de rascunho;

j) perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido;

k) utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos ou ilegais para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer etapa do concurso público.

6.15 Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em razão do afastamento de candidato da sala de provas.

6.16 No dia de realização das provas, não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação destas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao seu conteúdo e/ou aos critérios de avaliação e de classificação.

6.17 Se, a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por investigação policial, ter o candidato utilizado de processos ilícitos, suas provas serão anuladas e ele será automaticamente eliminado do concurso público.

6.18 DAS PROVAS OBJETIVAS

6.18.1 Cada prova objetiva será constituída de itens para julgamento, agrupados por comandos que devem ser respeitados. O julgamento de cada item será CERTO ou ERRADO, de acordo com o(s) comando(s) a que se refere o item. Haverá, na folha de respostas, para cada item, dois campos de marcação: o campo designado com o código C, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item CERTO; o campo designado com o código E, que deverá ser preenchido pelo candidato caso julgue o item ERRADO.

6.18.2 Para obter pontuação no item, o candidato deverá, marcar, para cada item, um, e somente um, dos dois campos da folha de respostas.

6.18.3 O candidato deverá transcrever as respostas das provas objetivas para a folha de respostas, que será o único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da folha de respostas será de inteira responsabilidade do candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas neste edital e na folha de respostas. Em hipótese alguma haverá substituição da folha de respostas por erro do candidato.

6.18.4 Serão de inteira responsabilidade do candidato os prejuízos advindos do preenchimento indevido da folha de respostas. Serão consideradas marcações indevidas as que estiverem em desacordo com este edital e/ou com a folha de respostas, tais como marcação rasurada ou emanada e/ou campo de marcação não-preenchido integralmente.

6.18.5 Não será permitido que as marcações na folha de respostas sejam feitas por outras pessoas, salvo em caso de candidato que tenha solicitado condição especial para esse fim. Nesse caso, se necessário, o candidato será acompanhado por um agente do CESPE devidamente treinado.

7 DA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

7.1 A avaliação de títulos, somente para os cargos de nível superior, de caráter classificatório, valerá até 2,55 pontos, ainda que a soma dos valores dos títulos apresentados seja superior a esse valor.

7.2 Somente serão aceitos os títulos a seguir relacionados, observados os limites da pontuação do quadro a seguir.
QUADRO DE ATRIBUIÇÃO DE PONTOS PARA A AVALIAÇÃO DE TÍTULOS
ALÍNEA TÍTULO VALOR UNITÁRIO VALOR MÁXIMO
A Diploma, devidamente registrado, de conclusão de Doutorado na área específica a que concorre. 1,00 1,00
B Diploma, devidamente registrado, de conclusão de Mestrado na área específica a que concorre. 0,75 0,75
C Certificado de curso de pós-graduação em nível de especialização na área específica a que concorre, com carga-horária mínima de 360 horas, conferido após atribuição de nota de aproveitamento, excetuado o exigido como requisito. 0,25 0,50
D Aprovação em concurso público para cargo privativo na área específica a que concorre. 0,15 0,30
TOTAL

2,55

 

 

 

Janeiro - 10 Eventos

V Congresso Brasileiro de Bioética em Recife (PE)
23 de Janeiro de 2004

No período de 13 a 15 de maio de 2004, será realizado o V Congresso Brasileiro de Bioética, no Mar Hotel, em Recife (PE). No congresso serão abordadas questões referentes à fome, à miséria e à exclusão social; questões emergentes relativas aos avanços da biotecnociência como reprodução assistida, clonagem e organismos geneticamente modificados; assim como temas ligados à ética da responsabilidade com o meio ambiente e sua preservação e à ética na pesquisa com seres humanos. Mais informações no sítio www.cro-pe.org.br/bioetica.

VIII Ecocine abre inscrições
21 de Janeiro de 2004

Estão abertas as inscrições para o terceiro Festival de Cinema e Vídeo Ambiental (III Ecocine), que acontece em São Sebastião (SP), de 21 a 25 de abril. O prazo para envio de vídeos termina em 23 de fevereiro. Serão aceitas produções com temas ambientais de longa, média e curta metragens, em película ou vídeo.

Ao mesmo tempo acontece o VIII Encontro dos Povos do Mar e da Mata Atlântica, onde serão abordados temas como turismo, pesca, agricultura, recursos hídricos, educação e comunicação. Serão elaboradas propostas nas diversas áreas para compor a VIII Carta dos Povos do Mar e da Mata Atlântica. Mais informações sobre os eventos na página www.povosdomar.com.br, pelo endereço eletrônico [email protected] ou por meio do telefone (12) 3892-4186.

 

SEMINARIO PRACTICO GUIA EDUCADOR AMBIENTAL

Período: Fecha del Evento: Enero 26 a agosto 29 de 2004
Contacto: Mauricio Castiblanco Tel. 2358663-3481702 -
[email protected]

IX Curso de Implantação de Programas de Verticalização da Pequena Produção Familiar

Pais : BRASIL UF : DISTRITO FEDERAL
Cidade : BRASILIA
Endereço : Pontifícias Obras Missionárias

Descricao do evento: O referido curso tem como objetivo a capacitação de profissionais e gestores para o trabalho com agroindústrias de base familiar, conforme a experiência do PROVE.
Cronograma do evento : Devido ao número limitado de vagas solicitamos que a inscrição seja feita até o dia 30 de dezembro de 2003, por meio de depósito de R$ 450,00 (quatrocentos e cinqüenta reais) no Banco do Brasil Agência 0452-9 Conta corrente 34756-6 em favor de APROVE CURSO, sendo que a ficha de inscrição devidamente preenchida juntamente com o comprovante de depósito deverão ser enviados por fax para a APROVE. Para depósitos ou inscrições realizados após a data limite de 30/12/2003 será cobrado o valor de R$ 480,00 (quatrocentos e oitenta reais).
Home Page do evento: http://www.prove.org.br
E-mail : [email protected]
Telefone : (61) 274-4293
Fax : (61) 274-4293
Data Início : 26/01/2004
Data Término : 30/01/2004

1º SEMINÁRIO DE ECONOMIAS ECOLÓGICAS E SOLIDÁRIAS

AHIMSA convoca para as datas 29 de janeiro a 2 de fevereiro - dragão elétrico a serpente ressonante, o 1o Seminário de Economias Ecológicas e Solidárias AHIMSA, no Rio Vermelho - Florianópolis/SC.

Sabemos que há pouco tempo e que nem todos tem condições de se deslocar até a ilha.

Entendemos, porém, que as sincronias e outras leis orgânicas levarão a este 1º Seminário AHIMSA, as pessoas que devem chegar até ele.

Haverão próximos Seminários AHIMSA de Economia Ecológica e Solidária, com maior tempo de aviso e onde trataremos de ajudar nos deslocamentos dos convidados e participantes.

Este é um primeiro encontro e uma primeira e pequena experiência, que pretende servir basicamente para dar inicio ao Laboratório de Economias Ecológicas e Solidárias AHIMSA, e na análise de como pode ajudar na construção conjunta de novas propostas no âmbito das Economias Solidárias.

Este Laboratório se concentra agora nos âmbitos das Redes de Trocas Locais e Global, na constituição de Eco-empreendimentos comunitários e na potencialização de outras iniciativas já existentes que queiram participar da Rede Global AHIMSA, mediante a sua Rede Global de Comercio Justo, Consciente e Solidário.

Os custos necessários para a realização do Seminário serão arrecadados mediante Chapéu Mágico, em dinheiro, comidas e materiais, com o qual serão resolvidos comunitariamente, como no ENCA e no Rainbow os custos da hospedagem e alimentação nestes 5 dias, além do acesso gratuito aos espaços de encontro para a análise e a ação, os espaços artísticos, culturais e espirituais que permeiam toda a ação AHIMSA, e que estarão presentes neste 1º Seminário.

Quem nunca ouviu falar de AHIMSA pode ter mais informações acessando a pagina web: www.arca-ahimsa.org.br

Auditoria Ambiental (12ª turma)

Data: sábado, dia 31 de janeiro de 2004
Programa: A organização e o meio ambiente; Sistema de gestão ambiental; Introdução à legislação ambiental; Requisitos da ISO 14001 / 96; Tipos de Auditoria ambiental; Perfil do auditor; Fases preliminares da auditoria; Planejamento, execução e aspectos gerais da auditoria ambiental; Elaboração do relatório final de auditoria; Encerramento e conclusão da auditoria ambiental.
Professor: Antônio Carlos de Freitas (Físico, Mestre em Biologia, Doutor em Ciências e Professor Adjunto da UERJ)

Informações e Inscrições - RIO DE JANEIRO
Instituto Ecológico Aqualung
Rua do Russel, 300 / 401, Glória, Rio de Janeiro, RJ. 22210-010
Tels: (21) 2558-3428 ou 2558-3429 ou 2556-5030
Fax: (21) 2556-6006 ou 2556-6021
E-mail: [email protected]
Site: http://www.institutoaqualungcom.br

Seminário Floresta, Gestão Sustentável e Poder Local

Período:29 de Janeiro de 2004
Local: Casa da Cultura - SERTÃ

Para mais informações e inscrições:

Contactos:IPI, Lda
Isabel Brinca
Telefone: 213 825 460
Fax: 213 825 469
E-mail: [email protected]

Câmara Municipal da Sertã
Arnaldo Silva
Telefone: 274 600 300

Associação Portuguesa de Estudantes Florestais
Instituto Superior de Agronomia - Departamento de Eng.ª Florestal
Tapada da Ajuda
1349-017 Lisboa
Telefone: (00351) 213621579 Fax: (00351) 213645000
Website: http://aewww.isa.utl.pt/apef/pg1.htm
E-mail: [email protected]


CURSO DE APERFEIÇOAMENTO - TERCEIRA TURMA

PAPEL: DA PRODUÇÃO À APLICAÇÃO

OBJETIVO

Este curso tem como objetivo aprimorar conhecimentos de profissionais que atuam no setor de papel e em áreas afins sobre a principal matéria-prima do gráfico, o papel.

Uma "viagem" sobre o processo de industrialização do papel, permitirá conhecer como se atingem as propriedades desse suporte para impressão e como estas influem no resultado final do trabalho impresso.
Além disso, serão estudados os diferentes tipos de papel e o resultado em suas melhores aplicações; esse conhecimento é essencial para quem oferece consultoria ao gráfico e ao end-user.

PUBLICO ALVO - Profissionais envolvidos com a comercialização, promoção e uso do papel

DATA: 26 a 28 de Janeiro

HORÁRIO: Das 17h00 às 20h30
CARGA HORÁRIA
10 horas
NÚMERO DE VAGAS -30

LOCAL: Sede ANAVE - Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 1404 - 2ª Sobreloja - Conj, 21-A - Bela Vista - São Paulo - SP

DOCENTE
Consultor José Roberto Baldini é engenheiro químico, pós-graduado em Engenharia de Controle de Poluição e Toxicologia; Engenharia Econômica e Mestrando em Educação.
Vivência de mais de 20 anos no setor de celulose e papel, trabalhando nas maiores fábricas de papel do país, adquirindo experiência em papéis e suas aplicações.

VALOR DO INVESTIMENTO
R$ 250,00 - Associados Categoria Ativo
R$ 280,00 - Associados Categoria Patrocinador (P/J)
R$ 315,00 - Associados Categoria Colaborador (P/J)
R$ 332,50 - Associados Categoria Incentivador (P/J)
R$ 350,00 - Não Associado

FICHA DE INSCRIÇÃO
Empresa:
Endereço:
Cidade: Estado: CEP:
Tel: Fax:
Nome:
Cargo: E-mail:
Contato: Fone:

Enviar ficha de inscrição com comprovante de depóstio para [email protected] ou
fax: 11-3284-1457

FORMA DE PAGAMENTO
Depósito Bancário
Banco Itaú - Ag. 0775 - C/C 00426-0
Favorecido - Anave
CNPJ. 63.060.974/0001-80
O PAGAMENTO DEVERÁ EFETUADO ATÉ O DIA 22 DE JANEIRO

Informações e Inscrições entrar em contato com Luciana ou Cibele, pelo telefone 11-3284-0998 ou e-mail: [email protected]

Sociedade e Natureza Sob a Ótica da Cartografia
Profº Ms. Ana Maria Mastrangelo

Data: 31/01, 07/02 e 14/02 de 2004
Horário: 09:00 às 13:00
Taxa R$ 25,00 (sócio) R$ 50,00 (não sócio).

INSCRIÇÕES: A partir de 06/01/2004
Horário: 13:30 às 21:30 horas Tel. 3091 3758
Local: Sede da AGB/SP
Prédio de Geografia/História na USP
Maiores informações:Associacao dos Geografos Brasileiros secao local Sao Paulo http://www.agb-sp.com.br

Geografia e Turismo
Profª Drª Rita Ariza Cruz

Data: 31/01 de 2004
Horário: 8:00 às 17:30
Taxa R$ 17,00 (sócio) R$ 34,00 (não sócio).
INSCRIÇÕES: A partir de 06/01/2004
Horário: 13:30 às 21:30 horas Tel. 3091 3758
Local: Sede da AGB/SP
Prédio de Geografia/História na USP

 

divisao

folha

Página Anterior Fale Conosco [Faça uma Busca]Localizar Recomende Livro de Visitas Associe-se à Rede Próxima Página

rodape

[Lista Discussão] [Adicione nosso Feed] spam [XHTM Valido Segundo W3C] Adicione aos Favoritos:

A Rede de Agricultura Sustentável é um serviço gratuito de Cristiano Cardoso Gomes e contou com o apoio da  Broederlijk Delen, UFRPE e ACB. Copyright (c) 1996-2010. All rights reserved.