Escolas e Especializações de Agricultura Sustentável e Área Correlatas

Essa página tem por finalidade ajudar o(a)s  usuários do site na escolha de cursos e escolas que apresentem graduação, especialização em ciências agrárias, florestal e ambiental.

Escolas Técnicas Graduação Universitária Pós-graduação Mestrado Doutorado Treinamentos

a

Escolas Técnica

Escola Agrotécnica Federal de Souza - PB - Habilita ao profissional para a condução de sistemas tradicionais e orgânicos de uso do solo.

Instituto Politécnico de Beja (Portugual)

Escola Agrotécnica Federal de Barbacena

Escola Agroténica Federal de Muzambinho

Graduação Universitária

Curso de Engenharia Florestal da UFRPE

Oferece conhecimentos para o trato de sistemas agroflorestais, além de sistemas de conservação do solo, ecologia e meio ambiente

ESCOLA AGRÁRIA DE MANRESA. - Um ponto de referência no ensino agrário na Espanha oferecem cursos em agricultura ecológica e energias renováveis.

ESALQ - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Graduação em Ecologia da Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Rio Claro/SP

Curso que em sua grade curricular permite aos estudantes estudarem toda forma de agricultura sustentável, e conta com programas e grupos de extensão universitária que estimulam o desenvolvimento sustentável.

Escola de Engenharia de Antiquia (Colômbia) - Dentre as engenharia destaca-se o curso de engenharia ambiental que prepara profissionais

Escola Superior Agrária de Santarém  

Escola Superior Agrária de Ponte de Lima

Universidade Nacional Agrária La Molina (Peru)

Universidade Federal de Viçosa -

Universidade dos Açores - Departamento de Ciências Agrárias

Universidade do Algarve - Unidade de Ciências e Tecnologias Agrárias

Universidade de Évora - Área Departamental de Ciências Agrárias

Universidade Técnica de Lisboa - Instituto Superior de Agronomia

Universidade de Buenos Aires - Facultad de Agronomia
Escuela Para Graduados Alberto Soriano
Av. San Martín 4453 (1417) Buenos Aires- Argentina
Tel-fax: (54-11) 4524-8004/8065
E-mail: [email protected]

Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro - Área Pedagógica de Ciências Agrárias

US National Organic Program

Universidade Estadual do Ceará

Universidade Federal do Ceará

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA

ENDEREÇO: Campus Universitário Darcy Ribeiro - C.P.: 15.299 - Asa Norte
CEP: 70.910-900 - BRASÍLIA
FONES:
GERAL (061) 348-2022
GAB (061) 348-2210
FAX: (061) 272-0003
E MAIL: [email protected]

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Ejdereço: Antiga Rodovia Rio-São Paulo, Km 47 - C.P.: 74.504
CEP: 23.851-970 - Seropédica
FONES:
GERAL (021) 682-1210 /682-1220
GAB (021) 682-1090/682-1080
FAX: (021) 682-1120/682-1215
E MAIL: [email protected]

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

ENDEREÇO :Rua Augusto Corrêa, nº 01 - Guamá
CEP - 66.075-900 - Belém
FONES
GABINETE: (091) 211-1112
GERAL: (091) 211-2121
FAX: (091) 221-7345
E-MAIL:[email protected]

 

Pós-graduação

Especialização

Maestría: Gestión y manejo integral de cuencas (2da. versión) – ESFOR
1 de junio de 2010. Cochabamba – Bolivia.
La Maestría, está orientada a la formación de profesionales e investigadores de alto nivel, para el país y la región, que desarrollen competencias científicas en estrecha relación con el saber local y su correspondencia con el recurso forestal específicamente y con los recursos naturales de manera integral.
Más información

 

Unilins Lança Pós-graduação em Geoprocessamento para Gestão Urbana e
Cadastramento Rural
04/01/2005


Em parceria com o Centro de Tecnologia em Geoprocessamento (CTGEO), o Centro
Universitário de Lins (UNILINS) em São Paulo está abrindo inscrições para o
curso de pós-graduação de Geoprocessamento para Gestão Urbana e Cadastramento
Rural, que terá inicio no dia 12 de março de 2005.


O objetivo do curso é capacitar profissionais para a utilização das mais
modernas tecnologias de Geoprocessamento, como Sistemas de Informações
Geográficas na gestão municipal; planejamento, saneamento ambiental e
transporte urbano; cartografia e georeferenciamento e definição de limites de
imóveis rurais para fins de inclusão no CNIR (Cadastro Nacional de Imóveis
Rurais).


Sendo o único da modalidade situado na região oeste do país, o curso oferece
aulas práticas ministradas no laboratório do CTGEO e um corpo docente
constituído por especialistas, mestres e doutores com vasta experiência na
área.


Os interessados em fazer a pós-graduação devem ser formados nas áreas de
Engenharia, Arquitetura e Urbanismo, Geologia, Geografia, Administração
Pública, Gestão Ambiental e em outras áreas afins.


São ao total 450 horas aula durante dois anos. O curso acontecerá a cada quinze
dias, aos sábados, das 8:00 às 12:00 e das 13:00 às 17 horas.


As inscrições estão sendo realizadas pelo web site www.unilins.edu.br e vão até
que todas as 40 vagas sejam preenchidas. A taxa é de R$20,00 e os interessados
devem enviar currículo para seleção.


Mais informações: 0800 771-3200 e (14) 3533-3218

Curso de Especialização em Geografia do Turismo e Meio Ambiente

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA


OBJETIVO:
Fornecer as bases teóricas e práticas relacionadas aos aspectos
físico-natural, sócio-cultural e econômico que envolvem as relações
sociedade natureza, tendo como concepção a de legitimar a filosofia de
conservação dos recursos naturais e do desenvolvimento sustentável, nas
atividades relacionadas com o turismo no estado do Ceará. Será
assegurada uma prática de turismo em acordo com uma dinâmica ecológica,
econômica e sócio cultural durável em todos os níveis de intervenção,
efetivando a lógica operacional do desenvolvimento sustentável.
PÚBLICO:
Geógrafos, geólogos, biólogos, turismólogos, arquitetos, sociólogos,
advogados, historiadores, engenheiros, técnicos das secretarias do
Estado e Prefeituras e demais áreas afins.
CERTIFICADO:
A Universidade Federal do Ceará expedirá certificado de especialista em
geografia do turismo e meio ambiente para os concludentes do curso.
DISCIPLINAS:
* Turismo e geografia
* Formação sócio-espacial do estado do Ceará
* O turismo como potencilalizador da dinâmica urbana
* Geografia dos fluxos turísticos
* A paisagem como recurso turístico: litoral, serra e sertão
* Dinâmica e processos geoambientais do litoral cearense
* Comunidades tradicionais litorâneas e o advento do turismo
* Problemas ambientais do litoral cearense
* Abordagem histórica aplicada ao turismo cultural
* Planejamento e implantação de projetos comunitários sustentáveis


* Turismo rural sustentável
* Estudo de casos e experiências turísticas
* Prática de campo
COORDENADORES:
Prof. Dr. Jeovah Meireles
Prof. Dr. Eustógio Dantas
Profa. Dra. Fátima Soares
CORPO DOCENTE:
1. Dr. Jeovah Meireles
2. Dr. Carlos Américo Leite Moreira
3. Dr. Édson Vicente da Silva
4. Dr. Eustógio Dantas
5. Dra. Fátima Maria Soares
6. Dr. José Borzacchiello da Silva
7. Dr. José Levi Furtado Sampaio
8. Dra. Maria do Céu de Lima
9. Dra. Vanda Claudino Sales
10. Dra. Maria Salete de Souza
11. Ms. Maria Clélia Lustosa Costa
12. Ms. Paulo Roberto Lopes Thiers
13. Ms. Raimundo Castelo Pereira
INSCRIÇÃO:
Até 06 de março de 2004.
DOCUMENTOS:
2 fotos 3x4;
Cópia autenticada do diploma de graduação e do histórico escolar de
graduação;
Curriculum vitae resumido;
Comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 30,00(via
depósito Banco do Brasil, Ag.3653-6, c/c 12.882-1).
MATRÍCULA:
15, 16 e 17 de março de 2004
INVESTIMENTO:
Parcela única de R$ 2.574,00 ou 13 parcelas fixas de R$ 220,00
CARGA HORÁRIA:
420 horas.
NÚMERO DE VAGAS:
46 Alunos.
INÍCIO DAS AULAS:
22 de março de 2004.
HORÁRIO:
2ª a 4ª feira, das 19h às 22h 10min e na 5ª feira das 18h 30min às 22h
10min, em semanas alternadas.

CENTRO DE TREINAMENTO E DESENVOLVIMENTO - CETREDE
Endereço: Av. da Universidade, 2932 (Fortaleza - CE)
Fone: (0xx85) 281-3277
Fax: (0xx85) 281-5930
E-mail: [email protected]
Site: http://www.cetrede.com.br/ <http://www.cetrede.com.br/>

PROGRAMA ESPECIAL DE TITULACIÓN EN INGENIERÍA FORESTAL PARA TÉCNICOS SUPERIORES EN SITUACIÓN LABORAL

7 de febrero de 2004
Organizan: ESFOR - UMSS
Preinscripción: Hasta el 21 de noviembre de 2003
Información: ESFOR-UMSS, Ver Información

http://www.esfor.umss.edu.bo/index.htm

Posgrados Universidad Nacional (UNAL) de Colombia

Sede Santafé de Bogotá. Inscripciones: del 14 de octubre al 14 de noviembre de 2003.

-Doctorado en Ciencias Agropecuarias. Áreas de énfasis: Fisiología de Cultivos, Mejoramiento Genético Vegetal y Protección de Cultivos (Fitopatología, Entomología y Malherbología).

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM BIOSSEGURANÇA - Universidade Federal de Santa Catarina.

Estão abertas até o dia 05 de dezembro as inscrições para a segunda edição do curso de Especialização emBiossegurança da UFSC - Criado em 2002, o curso é o primeiro do gênero no país, buscando formar profissionais capazes de assegurar o avanço dos processos tecnológicos e proteger a saúde humana, animal e o meio ambiente. É destinado a agrônomos, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, bioquímicos, enfermeiros, veterinários, químicos, sociólogos, advogados, jornalistas e demais profissionais com atividades envolvendo conhecimento ou procedimentos em biossegurança.

Para inscrição, os candidatos devem ter nível superior, conhecimentos básicos de informática e domínio de língua inglesa para leitura e interpretação de textos. Será gratuito para os 50 alunos selecionados por uma comissão formada por professores do Curso que irá avaliar os seguintes pontos: documentação apresentada, currículo, coerência entre as áreas de atuação e a manifestação de interesse. A divulgação dos resultados do processo seletivo acontecerá no dia 22 de dezembro.

O curso, que é realizado pela segunda vez, terá início no dia 01 de março de 2004, compreendendo 420 horas-aula distribuídas em nove disciplinas. As atividades incluem aulas teóricas, estudos de casos, seminários e o desenvolvimento de uma monografia. Um curso de nivelamento obrigatório antecede o curso de especialização.

A programação prevê aulas sobre bioética e propriedade intelectual; introdução à biossegurança; geração, acondicionamento, transporte, armazenamento e disposição final de resíduos especiais; biossegurança e organismos geneticamente modificados; planejamento e adequação de áreas de risco, entre outras.

A Biossegurança é uma ciência que surgiu no século XX com o objetivo de minimizar os riscos da prática de diferentes tecnologias, seja em laboratórios ou quando aplicadas ao meio ambiente. É regulamentada em diversos países por leis específicas. No Brasil, a legislação de Biossegurança abrange apenas a tecnologia de Engenharia Genética, estabelecendo os requisitos para o manejo de Organismos Geneticamente modificados (transgênicos).

O curso de especialização em Biossegurança é oferecido pelo Departamento de Microbiologia e Parasitologia da UFSC e patrocinado pelo CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico, Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (ANBio), Funcitec - Fundação de Ciência e Tecnologia do Estado de Santa Catarina e UFSC.

Mais informações pelo fone 331-9049 ou pelo site http://www.biosseguranca.ufsc.br
(Agência de Comunicação/UFSC)

</> <>

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Perícia Ambiental

É com grande satisfação que comunicamos o lançamento do primeiro desenvolvido pela UNIMA - Universidade do Meio Ambiente da Serra dos Órgãos, através de uma Convênio com o CEA - Centro de Estudos Ambientais da UCP- Universidade Católica de Petrópolis.

Objetivos:

1 - Qualificar profissionais para identificação de potenciais impactos ao meio ambiente, bem como proporcionar o conhecimento de instrumentos para classificá-los, qualitativa e quantitativamente, abordando, ainda, soluções para a minimização.

2 - Formação de Peritos Ambientais para apurar circunstâncias e/ou causas relativas a fatos reais, com vista ao esclarecimento da verdade baseada em conhecimentos técnicos específicos. Para isso, o Perito dominará conceitos, metodologias e técnicas fundamentais para o desempenho de sua função.

Público-Alvo:

Profissionais de instituições públicas ou privadas, ou profissionais autônomos, que atuem ou tenham interesse na área ambiental.

DISCIPLINAS:

a.. Módulo I: 120h
a.. Metodologia Científica - 24h/a
b.. Legislação Ambiental - 24h/a
c.. Tópicos em Ciências Ambientais - 48h/a
d.. Contaminação e Poluição das Águas - 24h/a
a.. Módulo II: 120h
a.. Contaminação e Degradação dos Solos - 24h/a
b.. Fundamentos da Poluição do Ar - 24h/a
c.. Técnicas de Recuperação de áreas degradadas - 24h/a
d.. Auditoria Ambiental - 24h/a
e.. Técnica de Avaliação de Impactos Ambientais - 24h/a
b..
c.. Módulo III: 210h
a.. Caracterização de Riscos Ambientais - 32h/a
b.. Técnicas de Perícia Ambiental - 24h/a
c.. Prática de Perícia Ambiental em áreas Industriais - 16h/a
d.. Prática de Perícia Ambiental em áreas Mineradas - 16h/a
CORPO DOCENTE

Antônio José Teixeira Guerra: PhD em Geografia pela Universidade de Londres.

Antônio Carlos de Freitas - Doutor em Ciências (Inst. Biofísica - UFRJ)

Antônio Soares da Silva: Doutorando em Geologia de Eng. e Ambiental (UFRJ).

Cecília Bueno Moacyr de Lima e Silva: Doutoranda. em Geografia (UFRJ).

Nilo José N. Franco: Doutorando em Engenharia Civil / COPPE -UFRJ.

Pedro Paulo de Lima e Silva: Doutorando em Geografia (UFRJ).

Rosângela Garrido Machado Botelho: Doutoranda em Geografia Física (USP).

Theodoros IIlias Panagoulias: Doutorando em Geociências (UFF).

Lílian Alves de Araújo: Mestranda em Ciências Ambientais (UNESA).

Paulo Antônio Bastos Braga: Mestrando em Tec. Proc. Químicos e Bioquímicos (UFRJ).

Eduardo Ildefonso Lardosa - Mestrando em Geomática (UERJ)

Kátia Verônica Ferreira Gouvêa: Pós-graduada em Análise e Avaliação Ambiental (PUCRIO).

Carga Horária: 450 horas/aulas divididas em 3 módulos.

Período de Realização: Início em agosto de 2003.

Investimento: 18x R$230,00 (ex-alunos: 18x 207,00)*

Consulte-nos para saber sobre pagamentos à vista

As inscrições podem ser feitas até 01/08/2003 no endereço abaixo ou pela Internet.

UNIMA

Universidade do Meio Ambiente da Serra dos Órgãos

PERÍCIA AMBIENTAL

Coordenadoria Geral de Pesquisa e Pós-Graduação prédio da Reitoria
Rua Benjamin Constant, 213
Centro - Petrópolis - RJ
CEP: 25610-130

Horário de atendimento:

Segunda a sexta-feira - 08h às 12h e 14h às 21h
Sábado - 8h às 12h

tel: (24) 2237-5062 ramais: 255
fax: (24)2237-5062 ramal: 253
e-mail: [email protected] e [email protected]

Central de Atendimento: (24) 2245-91

Coordenadoria Geral de Pesquisa e Pós-Graduação

Coordenador Geral: Prof. Dr. Antônio Maurício Castanheira das Neves.

Promoção: Instituto de Ciências Exatas e Naturais

Diretor: Prof. Guilherme Cristóvão Nicodemus

Coordenação Científica: Prof. Gerson Lang - Centro de Estudos Ambientais / CEA

Coordenação Acadêmica: Profª. Kátia Verônica Ferreira Gouvêa - Universidade do Meio Ambiente da Serra dos Órgãos /UNIMA

www.unimasite.hpg.com.br

</> <>

UNIMONTES/MG OFERECE ESPECIALIZAÇÃO EM MEIO AMBIENTE E GEOGRAFIA


O Departamento de Geociências da Unimontes - Universidade Estadual de Montes Claros abre nesta quarta-feira (28), o prazo de inscrições para a pós-graduação lato sensu em "Geografia e Meio Ambiente". As aulas serão ministradas em três módulos, sendo o primeiro em julho de 2003, nas dependências do Centro de Ciências Humanas (CCH), no Campus Universitário "Darcy Ribeiro", em Montes Claros (MG).

As inscrições podem ser feitas até o dia 13 de junho, na própria sala do Departamento (Prédio do CCH, sala 19). O corpo docente será formado por mestres da Unimontes, Universidade Federal de Goiás, Universidade Federal Fluminense e Universidade Federal de Minas Gerais. A seleção dos inscritos será anunciada no dia 23 de junho.

O candidato deverá apresentar, no ato da inscrição, uma série de documentos, incluindo uma carta de intenções, na qual deverá relacionar os motivos pelo qual está escolhendo o curso e como o conhecimento pode ajudá-lo na vida profissional. Além da carta, a pessoa deverá relacionar o currículo, uma foto 3x4, xerox da carteira de identidade, CPF, histórico escolar e diploma de graduação, além de uma taxa. Maiores informações pelo telefone 3229-8344, das oito às doze horas e as 13 às 18 horas (de segunda a sexta) ou pelo e-mail [email protected]
(Ascom Unimontes/Montes Claros-MG)

</> <>

Curso de Pós-graduação em Agricultura Orgânica

Para especializar profissionais em agricultura orgânica, orientando para a produção sustentável e com respeito à natureza a FACULDADE CANTAREIRA investiu no conhecimento agronômico e oferece, em Agosto de 2003, o primeiro curso de PÓS-GRADUAÇÃO em AGRICULTURA ORGÂNICA, “latu senso”. Suas instalações no Belenzinho e em Mairiporã (SP), abrigarão os melhores formadores da ciência agronômica, em busca da integração entre modernidade, desenvolvimento, trabalho, pesquisa e competência em ensino superior. Em 360 h estruturadas com o melhor conteúdo e vivência a campo, serão ministrados 05 Módulos - EVOLUÇÃO DA AGRICULTURA ORGÂNICA ­ ECOFISIOLOGIA - MANEJO DO SOLO E ÁGUA - PRÁTICAS AGRÍCOLAS E MANEJO FITOSSANITÁRIO - DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL - DIAGNÓSTICO, PLANEJAMENTO E GERENCIAMENTO OPERACIONAL.

Visite o site www.cantareira.br ou entre em contato com o coordenador do curso: Ricardo Rodrigues de Souza [email protected]

</>

<>

ESPECIALIZAÇÃO EM DIREITO SOCIOAMBIENTAL, NO PR

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do Curso de Especialização em Direito Socioambiental da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Devido à característica multidisciplinar das questões ambientais, o curso é destinado a profissionais com formação de nível superior com atuação e/ou interesse na área ambiental, não sendo restrito a bacharéis em direito. O curso terá início em março de 2004 e terminará em abril de 2005. As inscrições podem ser feitas até 20 de fevereiro. Custos, corpo docente, disciplinas e outras informações estão disponíveis no endereço www.pucpr.br/especializacao.

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO POR TUTORIA À DISTÂNCIA EM PLANTIO DIRETO

MODALIDADE: Curso de pós-graduação latu sensu por tutoria à distância

OBJETIVO: Capacitar profissionais da área de ciências agrárias (engenheiros agrónomos, engenheiros agrícolas, engenheiros florestais e zootecnistas) em plantio direto a nível de pós-graduação latu sensu através de tutoria à distância.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:

ABEAS - Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior

SCS - Edifício Ceara - salas 505/510
70303-900 Brasília DF
Tel.: (061) 225.5928 Fax.: 225.5887
e-mail: [email protected]

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ANÁLISE E ORGANIZAÇÃO DO ESPAÇO EM GEOGRAFIA


OBJETIVOS DO CURSO

OBJETIVO GERAL- Promover a produção do conhecimento na análise e na organização do espaço geográfico.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

  • Capacitar profissionais para o estudo do espaço geográfico com ênfase no planejamento e
    análises regionais;
  • Qualificar profissionais com vista a pesquisa científica em geografia;
    Qualificar profissionais para a intervenção em projeto de análise e organização do espaço
    geográfico.


PÚBLICO ALVO

<>

Profissionais, graduados em Geografia ou áreas afins.

</>

IDENTIFICAÇÃO DO CURSO

PÓS-GRADUAÇÃO (Lato Sensu) ­ Especialização

VAGAS: 44

LOCAL: UNIOESTE ­ Campus Francisco Beltrão
Rua Maringá, 1200 ­ B. Vila Nova

HORÁRIO DAS AULAS:
Sexta ­ feira
Período Noturno: das 19:30 às 23:00hs
Sábado
Período da manhã: das 8:00 às 12:00hs.
Período vespertino: das 13:30 às 17:30hs.

CARGA HORÁRIA: 365 h/a

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS: 5
DISICPLINAS OPTATIVAS: 3 (o acadêmico escolherá 3 das
6 disciplinas optativas que constam na composição
curricular)

COMPOSIÇÃO
CURRICULAR

DISCIPLINA
CH
PERÍODO
PROF.

OBRIGATÓRIAS
Metodologia do ensino superior 60 h
16/05 a 07/06 Drª. Mafalda Francischett

artografia temática aplicada ao planejamento 45
h20/06 a 05/07 Ms.Marga Eliz Pontelli e Ms. Beatriz
Carrijo

Epistemologia 45 h
18/07 a 02/08 Dr. Marcos Saquet, Drndo. Fernando
Sampaio

Teoria e métodos de pesquisa em Geografia 30 h 15/08 a
23/08 Ms. Marlon Medeiros

Geoprocessamento aplicado ao planejamento 45 h 05/09
a 20/09 Ms. Adão Robson Elias

OPTATIVAS
Geografia do turismo 45 h
03/10 a 18/10 Ms. Marcos H. Broietti e Ms. Luciano
Candiotto

Colonização e indústria no Sudoeste do Paraná 45 h
31/10 a 22/11 Dr. Marcos Saquet, Drndo. Fernando
Sampaio

Transformações no mundo do trabalho e organização do
espaço 45 h
28/11 a 13/12 Ms. Marcos H. Broietti, Ms. Suely A.
Martins

Geografia das águas 45 h
03/10 a 18/10
Ms. Julio C. Paisani
Ms. Gilberto Martins
Ms. Cristina Otsuchi

Planejamento ambiental 45 h
31/10 a 22/11
Ms. Luciano Candiotto
Ms. Beatriz Carrijo

Mapeamento geomorfológico 45 h
28/11 a 13/12
Ms Julio C. Paisani
Ms Marga Eliz Pontelli

INVESTIMENTO
VALOR
INSCRIÇÃO R$ 50,00
MENSALIDADE R$ 120,00
NÚMERO DE PARCELAS 18

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES

UNIOESTE
CAMPUS FRANCISCO BELTRÃO
PÓS-GRADUAÇÃO EM GEOGRAFIA
Rua Maringá, 1200 Bairro Vila Nova
Francisco Beltrão / PR CEP : 85605-010
FONE: (46) 524.1661 FAX: (46) 523.0011
www.unioeste.br
E.mail: [email protected]

PROCESSO SELETIVO

INSCRIÇÕES
- 04 fevereiro a 14 de março de 2003

LOCAL: UNIOESTE ­ Campus de Francisco Beltrão ­ Setor
de Protocolo.
É facultativo a inscrição pelo correio sendo válida a
data de postagem

REQUISITOS
- Comprovante de depósito da taxa de inscrição no
Banco Itaú, Agência 3924 Conta Corrente 00302-7
- Xerox dos documentos pessoais (identidade, CPF,
título de eleitor, certificado de reservista),
- Comprovante autenticado de conclusão de curso de
graduação: diploma ou certificado de conclusão de
curso, e histórico escolar.
- Duas fotos 3x4
- Currículum vitae (documentado)
- Ficha de inscrição

SELEÇÃO
Período: 17 a 21 de março de 2003
_ Entrevista
_ Análise do Curriculum Vitae

divULGAÇÃO DO RESULTADOS
- 28 de março 2003
Impresso na UNIOESTE ­ Francisco Beltrão e pela
Internet.

MATRÍCULA
- 07 a 17 de abril de 2003
LOCAL: UNIOESTE ­ Campus Francisco Beltrão
* No ato da matrícula deverá ser paga a 1ª parcela.
* As demais parcelas deverão ser pagas até o dia 10 de
cada mês

INÍCIO DO CURSO
09 de maio de 2003 às 20:00 hs

TÉRMINO DAS DISCIPLINAS
13 de dezembro 2003 (créditos teóricos)

ENTREGA E DEFESA DA MONOGRAFIA
até 31 outubro de 2004.

Curso de Pós-Graduação em Cafeicultura Orgânica

Data: Inscrições até 13/03

Áreas Temáticas: Iniciação Científica / Estatística e Experimentação Agrícola / Fisiologia Vegetal / Agricultura Orgânica / Agrossilvicultura / Controle Alternativo de Pragas e Doenças do Cafeeiro / Metodologias Participativas de Desenvolvimento Rural / Manejo de Microbaciais / Controle da Poluição / Cafeicultura Orgânica / Administração Rural de Propriedades Orgânicas / Planejamento, Marketing e Comercialização de Café Orgânico / Metodologia de Ensino Superior.

Instituição: ESACMA - Escola Superior de Agricultura e Ciências de Machado

Maiores Informações: Tel: (35) 3295-3578 / [email protected] / http://www.fem.com.br/posgrad/pos-cafe-organico.htm

</>

Mestrado

<>


Curso de Mestrado e Pósgraduação em Desenvolvimento Local: Território, Sociedade e Cidadania
(Vila Real)

UTAD - Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro


Estão abertas as candidaturas até dia 17 de Dezembro de 2004 para a 2ª EDIÇÃO do Curso de Mestrado e Pósgraduação em Desenvolvimento Local: Território, Sociedade e Cidadania.

Publicação de lista de candidatos seleccionados a 23 de Dezembro de 2004
Inscrições/matrículas (1ª fase) até 31 de Dezembrio de 2004

Para mais pormenores e/ou informações consulte: http://www.utad.pt/pt/ensino_formacao/pos_grad/desenvolvimento_local/index.html

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu

AMBIENTE, ECOLOGIA HUMANA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Local: Centro Universitário Plínio Leite

Praia de Camboinhas, Niterói

Carga horária: 360 horas (aulas aos sábados em período integral).

Período de inscrições: De 02 de fevereiro a 12 de março de 2.004.

Documentos exigidos:

§Requerimento / Ficha de inscrição

§2 fotos 3 x 4 recentes

§Comprovante de curso superior (fotocópia)

§Identidade e CPF (fotocópia)

§Curriculum Vitae (fotocópia)

Investimento:R$243,00 (duzentos e trinta e dois reais) mensais.

Professores têm 30% de desconto

JUSTIFICATIVA:

Atualmente, a questão ambiental está inserida no contexto sócio-cultural. O meio ambiente já deixou de ser um tema secundário e já é visto e entendido como fundamental no desenvolvimento do homem e de sua cultura, independente do local onde ele se encontra no planeta.

Este Curso surge num momento de crise planetária e de uma seqüência de acidentes ambientais que prejudicam diretamente tanto o meio físico quanto o homem. O modelo de desenvolvimento adotado pelas populações é nocivo ao equilíbrio ecológico, por conta da exaustão dos recursos naturais não-renováveis e do desrespeito ao consumo dos recursos naturais renováveis.

Com vistas ao desenvolvimento sustentável e à valorização humana, como indivíduo e como coletividade, faz-se necessário cada vez mais um conjunto de profissionais competentes, empreendedores e atualizados, mas acima de tudo, sensíveis à delicada teia de vida que subsiste em nossa relação com a natureza e sua permanente evolução.


OBJETIVOS:

- Ampliar o processo contínuo de formação de profissionais interessados em temas sócio-ambientais, favorecendo à construção de uma consciência crítica, ética, atualizada, competente e comprometida com as reais e necessárias transformações ecológicas, a partir do auto-conhecimento humano e do exercício do inter-relacionamento pessoal;

- Utilizar mecanismos metodológicos para a implantação de projetos, programas, ações, atividades, estudos e pesquisas na área ambiental, sempre em sintonia com os aspectos sociais, culturais e econômicos locais;

- Oferecer subsídios para análise de projetos ambientais que se enquadrem aos conceitos do Desenvolvimento Sustentável.


Público: Profissionais graduados, interessados em aprofundar conhecimentos no tema sócio-ambiental.

Módulos do Curso:

1 - Educação Ambiental

2 - Ecumenismo, Sociologia e Meio Ambiente

3 - Gestão Econômico-Ambiental dos Recursos Naturais

4 - Ecologia e Biomas Fluminenses

5 - Gerenciamento de Recursos Hídricos

6 - Sistema de Gestão e Projetos Ambientais

7 - Emergência Ambiental e Previsão de Catástrofes

8 - Monografia

Coordenação:

Mata Atlântica e Sustentabilidade
www.prima.org.br


CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM ERGONOMIA E SST

O Departamento de Engenharia Florestal da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), com sede em Diamantina - MG, está oferecendo o primeiro Curso de Especialização na área de "Ergonomia, Saúde e Segurança no Trabalho". Objetivos do curso: capacitar profissionais a realizarem análises ergonômicas da atividade; desenvolver capacidades individuais e de equipe para a proposição, tomada de decisões e execuções de projetos de melhoria de situações de trabalho; discutir relação da Ergonomia com a segurança de sistemas; conhecer e adequar as questões humanas envolvidas no trabalho; e proporcionar aos profissionais de nível superior que atuam na área a atualização de seus conhecimentos. O número de vagas é limitado e as inscrições enceram-se em 17/02/2006. Período do curso será de 10 de março de 2006 a 22 de setembro de 2007. Mais informações no site: www.ufvjm.edu.br (Eventos) ou e-mails: [email protected] ou [email protected]

 

PÓS-GRADUAÇÃO EM RECURSOS FLORESTAIS NA ESALQ/USP

Departamento de Ciências Florestais da ESALQ/USP está iniciando processo de seleção para o Programa de Pós-Graduação em Recursos Florestais (mestrado e doutorado). O Programa envolve três áreas de concentração: i)Tecnologia de Produtos Florestais; ii)Silvicultura e Manejo Florestal; iii)Conservação de Ecossistemas Florestais. As inscrições estarão abertas de 1º a 31 de março de 2004, sendo o processo seletivo realizado no final de abril e o início das atividades em agosto. Informações pelo telefone (19) 3436-8621 e www.esalq.usp.br/pg

Curso de Doutorado em Ciências Florestais da Universidade de Brasilia

Esão abertas no período de 09 a 27 de fevereiro de 2004 inscrições na pós-graduação, nos horários de 08:30h às 12:00 e das 14:00 às 17:30h. Informamos que o Edital de seleção e os formulários estão disponíveis no endereço eletrônico ftp://ftp.unb.br (nas seguintes pastas: pub->UNB->efl). Solicitamos a gentileza de divulgar nessa instituição este comunicado.

Maiores Informações

Secretaria da Pós-Graduação em Ciências Florestais

Engenharia Florestal – UnB

(61) 307-2845 - R. 204

[email protected]

Seleção do mestrado em Geogreafia da UFPB

SELEÇÃO 2004

Inscrição - 5 de janeiro a 6 de fevereiro de 2004

Documentos necessários:

I – cópia do Diploma de graduação ou documento equivalente, ou ainda documento que comprove estar em condições de concluir o curso de graduação no início do curso de pós-graduação, acompanhado de Histórico Escolar e de Curriculum Vitae devidamente comprovado;

II – cópia dos documentos de identificação (RG e CIC);

III – Formulário de inscrição devidamente preenchido, acompanhado de duas fotos 3x4 coloridas recentes;

IV – projeto de Dissertação;

V – recibo de pagamento da taxa de inscrição (R$ 30,00).

Seleção - 1 a 12 de março de 2004

O processo de seleção consistirá de:

I – exame escrito sobre tema relacionado à área de concentração do PPGG, cujos tópicos serão divulgados no ato da inscrição do candidato;

II – análise do Curriculum Vitae e do Histórico Escolar;

III – avaliação do Projeto de Dissertação / Entrevista individual;

IV – exame de suficiência de língua estrangeira (inglês, francês ou espanhol);

Vagas – 20 (vinte).

As vagas não terão que ser totalmente aproveitadas. O preenchimento das mesmas dependerá do desempenho dos candidatos.

Edital de Seleção

Solicitação de Inscrição

Ficha de Inscrição

Modelo de Depósito Bancário

Estrutura do Projeto de Dissertação

Temas do Exame Escrito e Bibliografia

Maiores informações: http://www.geociencias.ufpb.br/pos-grad/selecao2004.htm

<>

IV° CURSO DE POSGRADO (2002): "Ambiente, Economía y Sociedad"
2002/2003 3ra. Edición - Intensivo a distancia - 84hs. cátedra

PRESENTACION


La Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales es un organismo internacional autónomo, de carácter regional, constituido por distintos Estados de América Latina y el Caribe para promover la enseñanza y la investigación en el campo de las ciencias sociales. La FLACSO fue creada en 1957 en la Conferencia Latinoamericana de Ciencias Sociales realizada en Río de Janeiro bajo auspicios de la UNESCO y la participación de los gobiernos de los estados citados. La Argentina ratificó su adhesión a la FLACSO por decreto ley 1326 del año 1970, perfeccionando esa adhesión en 1989 mediante la Ley 23.703 dictada por el H. Congreso de la Nación. La Ley 24.300 de 1993, sancionó el acuerdo entre el Gobierno Argentino y la FLACSO para el establecimiento de ésta en la Argentina con el carácter de Sede Académica. De acuerdo a las leyes mencionadas, la FLACSO es la única institución académica argentina habilitada -aparte de las universidades nacionales y privadas reconocidas- a otorgar títulos y certificaciones de posgrado, inclusive a nivel de doctorado, el cual ha sido recientemente implementado.
En 1998, FLACSO Argentina tomó la decisión de organizar en su sede el Proyecto "Ambiente y Sociedad" bajo la coordinación de Horacio Fazio. A las tres ediciones (1999, 2000 y 2001) del Curso de Posgrado "Ambiente, Economía y Sociedad" -principal actividad académica del Proyecto- se le suma otras acciones tales como:

convenio de cooperación mutua con la Secretaría de Desarrollo Sustentable y Política Ambiental de la Nación, que incluye, entre otras actividades potenciales, la posibilidad de realización de pasantías y análisis de temas específicos, además del auspicio del Curso por párte de dicha Secretaría de Estado

realización en 1999 de un Seminario Internacional Intensivo de Posgrado sobre "Planificación y Gestión Integrada de Zonas Costeras", organizado en forma conjunta con el CEA -Centro de Estudios Avanzados- de la Universidad de Bs. As.

mantenimiento de un sitio en Internet www.retina.ar/ambiente donde se incluyen todas las actividades de este Proyecto de FLACSO, los resúmenes de todas las clases del Curso de Posgrado y trabajos monográficos sobre diversos temas ambientales

transmisión en vivo por Internet de una Mesa Redonda sobre "Política Ambiental" con la presencia de las máximas autoridades en la materia a nivel nacional, Provincia de Córdoba y Ciudad Autónoma de Bs. As., constituyéndose en la primera experiencia en el país de interacción de actividades académicas de posgrado con la comunidad

investigación realizada sobre el problema de la apropiación de la renta ambiental, aplicado a la industria de cueros del Uruguay

publicación del libro "Ambiente, Economía y Sociedad" (un enfoque interdisciplinario) -selección de exposiciones de las ediciones 1999 y 2000- en edición electrónica e impresa bajo demanda a través de www.libronauta.com

Una característica novedosa de este Curso de Posgrado de FLACSO es que todos los años se renuevan tanto los contenidos como los docentes invitados, constituyendo de esta manera un foro de excelencia académica donde se convocan a los principales referentes en las diversas problemáticas ambientales.

OBJETIVOS

Apuntan a que a la finalización del curso, los participantes estén en condiciones de:

Identificar las principales características del impacto ambiental de la actividad humana y sus proyecciones en el tiempo según diversos escenarios posibles.

Incorporar conocimientos específicos que sean de utilidad para la formación y la práctica profesionales, tanto a nivel individual como institucional.

Disponer de una metodología que les permitan el manejo concreto de casos de evaluación de impacto y gestión ambientales.

Constituir nuevas relaciones personales y profesionales con colegas y docentes que permitan potenciar las actividades propias de cada uno.

PARTICIPANTES

El curso está dirigido a graduados interesados en un pefeccionamiento de posgrado en la problemática ambiental con un enfoque interdisciplinario. Son especialmente bienvenidos aquellos profesionales del área ambiental que se desempeñen en empresas privadas, actividad docente y de investigación, oficinas gubernamentales y en ONGs, y que requieran actualización y/o sistematización de sus conocimientos.

COORDINACIÓN Y DOCENTES

Coordinador

Horacio Fazio (FLACSO)

Docentes invitados

Jorge Adámoli (Exactas y Naturales - UBA)

Nora Bär (Diario La Nación)

Carlos Barrera (ex-Comisión Europea)

Antonio Brailovsky (Defensoría Ambiental Bs. As.)

Sibila Camps (Diario Clarín)

Osvaldo Canziani (Panel Interg. de Cambio Climático)

Roberto Fernández (Arquitectura - UBA)

Mario Fittipaldi (UTN - La Plata)

Felipe González Arzac (Época-Usal-Carlos III-Sorbona)

Daniel Sabsay (FARN)

Alejandro San Martín (Agencia de Noticias Télam)

María Cristina Saucede (Agronomía - UBA)

Eduardo Vior (Wolksburg Universität - Alemania)

FECHA Y CRONOGRAMA

5 de mayo al 11 de junio de 2003

CRONOGRAMA DE ENVÍO DE CLASES

1. lunes 5 de mayo de 2003: Presentación e introducción
2. martes 6: Constitución y ambiente
3. miércoles 7: Participación ciudadana
4. jueves 8: El concepto jurídico de ambiente
5. viernes 9: Evolución del derecho ambiental
6. lunes 12: Cambio climático: causas y efectos
7. martes 13: Cambio climático: aspectos ambientales y sociales
8. miércoles 14: Cambio climático: aspectos internacionales
9. jueves 15: Actividad económica y recursos limitados
10. viernes 16: Política ambiental
11. lunes 19: Comercio internacional y ambiente
12. martes 20: Recuperación productiva de ecozonas degradadas
13. miércoles 21: Manejo sustentable de resursos forestales
14. jueves 22: Desarrollo sustentable y conservación de ecosistemas
15. viernes 23: El complejo de la soja: efectos sociales y ambientales
16. lunes 26: El complejo de la soja: participación de los afectados
17. martes 27: Biotecnología, ambiente y desarrollo
18. miércoles 28: Biotecnología y desarrollo agroindustrial
19. jueves 29: Biotecnología y bioseguridad agroalimentaria
20. viernes 30: Políticas urbanas y ambiente: aspectos conceptuales
21. lunes 2 de junio de 2003: Políticas urbanas y ambiente: aplicaciones I
22. martes 3: Políticas urbanas y ambiente: aplicaciones II
23. miércoles 4: Gestión municipal de residuos sólidos urbanos I
24. jueves 5: Gestión municipal de residuos sólidos urbanos II
25. viernes 6: Gestión municipal de residuos sólidos urbanos III
26. lunes 9: Impacto ambiental industrial I
27. martes 10: Impacto ambiental industrial II
28. miércoles 11 de junio de 2003: Mesa redonda: “Ambiente y medios de comunicación”


METODOLOGÍA
Los cursantes recibirán por e-mail el contenido de cada una de las 28 clases y material complementario por cada día hábil. Durante el curso podrán efectuarse por e-mail preguntas y/o consultas y/o comentarios a los docentes y al coordinador. Los cursantes deberán presentar 28 resúmenes de clase ( una a dos carillas) según instrucciones que se informarán, disponiendo de una semana de plazo para cada uno de ellos. Asimismo, deberán elaborar un trabajo monográfico (5 a 7 carillas) sobre un punto del programa expuesto en clase según instrucciones y orientación de la coordinación del curso; plazo de presentación: 27/6/03. La presentación de resúmenes y trabajo monográfico –ambos evaluables- no es obligatoria si no se requiere certificación del curso.


CERTIFICACION
La FLACSO está habilitada por Ley Nacional 23.703/89 a otorgar títulos y certificaciones de posgrado. Se expedirán Certificados de Aprobación de Posgrado (presentación de resúmenes y trabajo monográfico) y Certificados de Asistencia de Posgrado (presentación de resúmenes).

ARANCEL
Argentina: 1 pago de $350; otros países: 1 pago de usd150

INSCRIPCION
A partir de marzo de 2003 en [email protected]; requisitos: completar solicitud de inscripción disponible aqui y enviar fotocopia simple del título de grado universitario o terciario con plan de estudios de 4 o más años al FAX (5411) 4375-1373 (de Bs. As.). UNA VEZ RECEPCIONADOS LA SOLICITUD DE INSCRIPCIÓN Y EL TÍTULO, SE ENVIARÁN A CADA POSTULANTE LAS INSTRUCCIONES DE PAGO POR E-MAIL. TODO EL TRÁMITE DE INSCRIPCIÓN DEBERÁ QUEDAR COMPLETADO ANTES DEL 30/4/03.


REFERENCIAS DISPONIBLES DE POSGRADUADOS DE ESTE CURSO EN TODOS LOS PAÍSES LATINOAMERICANOS Y ESPAÑA

</>

<>

2° CURSO INTERNACIONAL DE POSGRADO: "Evaluación de Impacto Ambiental"
2da Edición - abril 2004
Modalidad Intensivo a distancia

PRESENTACION


La Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales es un organismo internacional autónomo, de carácter regional, constituido por distintos Estados de América Latina y el Caribe para promover la enseñanza y la investigación en el campo de las ciencias sociales. La FLACSO fue creada en 1957 en la Conferencia Latinoamericana de Ciencias Sociales realizada en Río de Janeiro bajo auspicios de la UNESCO y la participación de los gobiernos de los estados citados. La Argentina ratificó su adhesión a la FLACSO por decreto ley 1326 del año 1970, perfeccionando esa adhesión en 1989 mediante la Ley 23.703 dictada por el H. Congreso de la Nación. La Ley 24.300 de 1993, sancionó el acuerdo entre el Gobierno Argentino y la FLACSO para el establecimiento de ésta en la Argentina con el carácter de Sede Académica. De acuerdo a las leyes mencionadas, la FLACSO es la única institución académica argentina habilitada -aparte de las universidades nacionales y privadas reconocidas- a otorgar títulos y certificaciones de posgrado, inclusive a nivel de doctorado, el cual ha sido recientemente implementado.
En 1998, FLACSO Argentina tomó la decisión de organizar en su sede el Proyecto "Ambiente y Sociedad" bajo la coordinación de Horacio Fazio. A las tres ediciones (1999, 2000 y 2001) del Curso de Posgrado "Ambiente, Economía y Sociedad" -principal actividad académica del Proyecto- se le suma otras acciones tales como:

* convenio de cooperación mutua con la Secretaría de Desarrollo Sustentable y Política Ambiental de la Nación, que incluye, entre otras actividades potenciales, la posibilidad de realización de pasantías y análisis de temas específicos, además del auspicio del Curso por párte de dicha Secretaría de Estado

* realización en 1999 de un Seminario Internacional Intensivo de Posgrado sobre "Planificación y Gestión Integrada de Zonas Costeras", organizado en forma conjunta con el CEA -Centro de Estudios Avanzados- de la Universidad de Bs. As.

* mantenimiento de un sitio en Internet www.retina.ar/ambiente donde se incluyen todas las actividades de este Proyecto de FLACSO, los resúmenes de todas las clases del Curso de Posgrado y trabajos monográficos sobre diversos temas ambientales

* transmisión en vivo por Internet de una Mesa Redonda sobre "Política Ambiental" con la presencia de las máximas autoridades en la materia a nivel nacional, Provincia de Córdoba y Ciudad Autónoma de Bs. As., constituyéndose en la primera experiencia en el país de interacción de actividades académicas de posgrado con la comunidad

* investigación realizada sobre el problema de la apropiación de la renta ambiental, aplicado a la industria de cueros del Uruguay

* publicación del libro "Ambiente, Economía y Sociedad" (un enfoque interdisciplinario) -selección de exposiciones de las ediciones 1999 y 2000- en edición electrónica e impresa bajo demanda a través de www.libronauta.com

Una característica novedosa de este Curso de Posgrado de FLACSO es que todos los años se renuevan tanto los contenidos como los docentes invitados, constituyendo de esta manera un foro de excelencia académica donde se convocan a los principales referentes en las diversas problemáticas ambientales.

PRESENTACION DEL CURSO

La Evaluación de Impacto Ambiental (EIA) constituye un procedimiento para el control preventivo de futuras acciones o proyectos. Apoyado en la realización de estudios técnicos sobre los cambios que generan las acciones humanas sobre el ambiental y en un proceso de participación pública, se ha convertido en el principal instrumento de gestión del medio ambiente.

El procedimiento y el estudio de impacto conforman un cuerpo de conocimientos del que no queda exenta ninguna profesión, ya que ayuda a concebir y desarrollar los proyectos de una forma moderna, que internalice los costos ambientales con una resolución interdisciplinaria.

El Curso presentará los enfoques, las técnicas y los procedimientos que se utilizan para evaluar el impacto ambiental de acciones o proyectos en sus distintas etapas, conocimientos que serán desarrollados a través clases teórico-conceptuales, de aplicación metodológica y de discusión de casos.

Para eso se adopta un enfoque esencialmente técnico-metodológico, orientado a cualquiera de los actores que intervienen en una EIA, especialmente a quienes tengan que ajustarse a la presentación (empresas o entidades gubernamentales), quienes tengan que ejecutar (consultores ambientales, técnicos) y quienes tengan que revisar EIAs (gobiernos, ONG, políticos).

CONTENIDO

El Curso consta de tres módulos estructurados en 20 clases.El primero de ellos, de carácter introductorio, contiene los marcos conceptuales de la EIA y la regulación de los procedimientos (marco normativo); el segundo, metodológico, contiene la metodología general y las técnicas para la realización de los estudios de impacto ambiental y culmina con un resumen conceptual y metodológico. Finalmente, el tercero, casuístico, contiene un repertorio de casos en los que se analizan criterios y se brindan herramientas para el tratamiento ambiental resultado de proyectos significativos.

PARTICIPANTES

El curso está dirigido a graduados interesados en un pefeccionamiento de posgrado en la problemática ambiental con un enfoque interdisciplinario. Son especialmente bienvenidos aquellos profesionales del área ambiental que se desempeñen en empresas privadas, actividad docente y de investigación, oficinas gubernamentales y en ONGs, y que requieran actualización y/o sistematización de sus conocimientos.

COORDINACIÓN Y DOCENTES

COORDINACION

Coordinador General: Horacio Fazio
Coordinador Académico: Héctor Echechuri

EQUIPO DOCENTE

BENGOA Guillermo
Argentino. Arquitecto. Profesor de grado en las Universidades Nacionales de Mar del Plata y del Centro y Profesor de posgrado en la Maestría de Gestión Ambiental del Desarrollo Urbano de la Universidad Nacional de Mar del Plata.

CARRIZOSA UMAÑA Julio
Colombiano. Ingeniero Civil y Master en Economía y Administración Pública en las Universidades de Los Andes y Harvard respectivamente. Ha sido Director y es actualmente miembro del Instituto de Estudios Ambientales de la Universidad Nacional de Colombia y Miembro de la Academia Colombiana de Ciencias Exactas, Físicas y Naturales.

ECHECHURI Héctor
Argentjno. Arquitecto (Universidad de Bs. As.). Desde 1991 codirige la Maestría en Gestión Ambiental del Desarrollo Urbano de la Universidad Nacional de Mar del Platan donde dicta "Evaluación de Impacto Ambiental". Desde 1997, dirige además la Maestría de Gestion Ambiental del Desarrollo Urbano de la Universidad Nacional del Nordeste.

FAZIO Horacio
Argentino. Economista (Universidad de Bs. As.). Investigador Principal de FLACSO Argentina, donde dirige desde 1999 el Proyecto "Ambiente y Sociedad". Profesor de Racionalidad Económica (Économía, Ética y Ambiente) en la Universidad de Bs. As.

FERRARO Rosana
Argentina. Lic. en Ecologia v Conservacion de los Recursos Naturales Renovables (Universidad Nacional de La Plata) v Magister Scienciae en Gestión. Ambiental del Desarrollo Urbano (Universidad Nacional de Mar del Plata). Profesora de "Fundamentos de Climatología y Ecología" en la Universidad Nacional de Mar del Plata y de "Evaluación de Impacto Ambiental" en la Universidad Nacional del Centro.

GÓMEZ OREA Domingo
Español. Ingeniero Agrónomo y Doctor Ingeniero Agrónomo por la Universidad Politécnica de Madrid. Es Catedrático de Proyectos y Planificación Rural de la Universidad Politécnica de Madrid y Jefe del Departamento de Planificación Rural de dicha Universidad. Realizó mas de 100 evaluaciones de Impacto Ambiental, en España, Europa y América Latina. Es autor entre otras publicaciones, del "Manual de Impacto Ambiental", documento de consulta por excelencia, en este tema, en habla hispana.

MARTÍNEZ FLORES Leonardo
Mexicano. Ingeniero Industrial, Doctor en economía urbana y Master en economía matemática por la Universidad de París X. Ha sido Profesor del Programa de Estudios Avanzados en Desarrollo Sustentable de El Colegio de México y del Instituto Nacional de Administración Pública. En la actualidad es Profesor de la Universidad Iberoamericana.

RIVERA CONTRERAS Juan Guillermo
Chileno. Ingeniero Civil Químico con especialización en contaminación industrial y recuperación del medio ambiente, obtenida en Suecia y España. Ha sido Profesor de la Universidad Católica y Profesor y Director Académico de la Universidad Técnica del Estado de Concepción. Director de Medio Ambiente del Municipio de Talcahuano, donde fue Revisor de EIA.

ZEBALLOS DE SISTO María Cristina
Argentina. Abogada habiéndose especializado en Régimen Jurídico de los Recursos Naturales y en Certificación de Calidad Ambiental. Profesora en la Facultad de Derecho y Ciencias Sociales de la Universidad de Bs. As. y de posgrado en otras universidades. Miembro del Instituto de Política Ambiental de la Academia Nacional de Ciencias Morales y Políticas - Buenos Aires.

FECHA Y CRONOGRAMA

El curso se desarrollará del 5 al 30 de abril de 2004, de lunes a viernes en 20 envíos, por cada una de las clases según el programa analítico.

CRONOGRAMA DE ENVÍO DE CLASES

Lunes 5 de abril:
La Evaluación de Impacto Ambiental como problema interdisciplinario

Martes 6 de abril:
Ambiente y conceptos asociados para la Gestión Ambiental

Miércoles 7 de abril:
Breve reseña de los resultados de las EIA hasta el presente

Jueves 8 de abril:
Marco legal e institucional

Viernes 9 de abril:
La intervención sobre el ambiente

Lunes 12 de abril:
Concepto y atributos del impacto ambiental

Martes 13 de abril:
El medio, los cambios y la previsibilidad de los mismos

Miércoles 14 de abril:
El proyecto y sus efectos ambientales

Jueves 15 de abril:
Impacto y factores ambientales

Viernes 16 de abril:
Metodología general para la EIA

Lunes 19 de abril:
Corrección y mitigación de impactos

Martes 20 de abril:
Plan de Manejo: monitoreo y seguimiento

Miércoles 21 de abril:
Participación social

Jueves 22 de abril:
Formalización del procedimiento de EIA

Viernes 23 de abril:
Impacto de las actividades urbanas y procesos de urbanización y Resúmen Metodológico

Lunes 26 de abril:
Estudio de casos: Argentina

Martes 27 de abril:
Estudio de casos: Chile

Miércoles 28 de abril:
Estudio de casos: Colombia

Jueves 29 de abril:
Estudio de casos: España

Viernes 30 de abril:
Estudio de casos: México

METODOLOGÍA
Los cursantes recibirán por e-mail el contenido de cada una de las 20 clases y material complementario según cronograma. Durante el curso podrán efectuarse por e-mail preguntas y/o consultas y/o comentarios a los docentes y a la Coordinación.

Los cursantes deberán presentar 20 resúmenes de clase ( una a dos carillas) según instrucciones que se informarán, disponiendo como máximo de una semana de plazo para cada uno de ellos. Asimismo, deberán resolver un caso práctico de Evaluación de Impacto Ambiental en base a datos que les serán proporcionados, dentro de los 15 días corridos a partir de la finalización del curso. La presentación de resúmenes y trabajo de EIA -ambos evaluables- no es obligatoria si no se requiere certificación del curso.

CERTIFICACION
La FLACSO está habilitada por Ley Nacional 23.703/89 a otorgar títulos y certificaciones de posgrado. Se expedirán Certificados de Aprobación de Posgrado (presentación de resúmenes y trabajo monográfico) y Certificados de Asistencia de Posgrado (presentación de resúmenes).

ARENCELES
Consultar en la web de FLACSO Argentina clickeando aquí.

INSCRIPCION

A partir del 1 de febrero de 2004 en [email protected]

</>

</> <>

Maestría en Desarrollo Sustentable

La Universidad Nacional de Lanús (UNLa) y el Foro Latinoamericano de Ciencias Ambientales (FLACAM), anuncian la Maestría en Desarrollo Sustentable. Su objetivo principal es el de proporcionar formación superior en el área interdisciplinaria de las ciencias ambientales, mediante una modalidad semipresencial adecuada a las necesidades y posibilidades de profesionales con actividad laboral. La fecha límite de inscripción en sedes cercanas a FLACAM es el 1 de febrero de 2003 y la fecha límite para argentinos y
no argentinos que no poseen una sede cercana a FLACAM es el 20 de febrero de 2004.

Información adicional: Maestría en Desarrollo Sustentable http://www.flacam-red.com/maestria/maes.htm

Contacto: Lucía Pesci, FLACAM mailto:[email protected]

Programa de Maestría y Diploma Superior en Ciencias Sociales con Mención en Gestión

Ambiental y Desarrollo

El Colegio Andino del Centro de Estudios Regionales Andinos "Bartolomé de Las Casas" (CBC) y la Facultad Latinoamericana en Ciencias Sociales (FLACSO), anuncia su Programa de Maestría y Diploma en Ciencias Sociales. El programa está orientado a profesionales o universitarios (biólogos, economistas, agrónomos, abogados, geógrafos, arquitectos, ingenieros, sociólogos, antropólogos, etc.) de los sectores públicos, empresariales u organismos no gubernamentales. La Maestría es de dos años de duración, se organiza endos módulos intensivos, con tres meses de cursos presenciales y nueve meses de cursos semi presenciales y a distancia. El Cierre de inscripciones es el 30 de enero 2004.

Información adicional: Prog. Maestría y Diploma en Ciencias Sociales http://www.cbc.org.pe/colegioandino/gestion.htm

Contacto: Cristina Giraud mailto:[email protected], Secretaria Académica mailto:[email protected]

-Maestría en Ciencias Agrarias. Áreas de énfasis: Fisiología de Cultivos, Genética y Fitomejoramiento, Entomología, Fitopatología, Malherbología, Suelos y Aguas y Desarrollo Empresarial Agropecuario.

-Especialización en Horticultura. Flores, Frutas y Hortalizas.

Información adicional: Facultad de Agronomía, Escuela de Posgrado http://agronomia.unal.edu.co

REDECO: http://www.redeco.org/espanol/contenido/oportunidades03/posgrados.htm#posgrados

Contacto: Secretaría de Posgrado -Facultad de Agronomía, UNAL mailto:[email protected]

  • Mestrado em Desenvolvimento sustentável na Universidad Nacional de Lanús (UNLa)
  • Programa de Mestrado e Pós-graduação em Ciências Sociais com enfoque para GestãoAmbiental e desenvolviemnto - Colegio Andino del Centro de Estudios Regionales Andinos "Bartolomé de Las Casas" (CBC) da Facultade Latinoamericana en Ciencias Sociales (FLACSO)

Mestrado em Gestão e Conservação da Natureza

Escola Superior Agraria de Braganca.

Inscrições até 31 de Julho de 2003

Maiores Informacoes em http://www.esa.ipb.pt/mestradoGCN/index.php ou no site do IPB,
http://www.ipb.pt/

</>
  • Mestrado em Agroecologia e desenvolvimento Sustentável

    Universdade mayor de San Andrés, Bolivia

    Maiores informações: www.umsanet.edu.bo/org/cides
    Contato: mailto:[email protected] y [email protected]

  • Mestrado em Agricultura Sustentável na Nova Zelandia

    Maiores Informações:http://www.itc.nl

  • PROENCO DO BRASIL ABRE INSCRIÇÕES PARA MBA INTERNACIONAL EM GESTÃO AMBIENTAL

    Estão abertas as inscrições para o curso MBA Internacional em Gestão Ambiental da Proenco. Com carga horária de 450 horas, o curso será realizado em Petrópolis/RJ e São Paulo/SP e habilitará os alunos ao processo de registro como Auditor Ambiental no Environmental Auditors Registration Association.

    Resultado de parceria entre a Proenco Brasil, com o LNCC - Laboratório Nacional de Computação Cientifica, com o Instituto Tecnológico Brasil-Alemanha e com a Sociedade de Engenharia do Rio Grande do Sul, o MBA é um curso de Pós-Graduação Lato-Sensu, multidisciplinar e com orientação eminentemente prática.

    Segundo a Proenco, a concepção do curso é única na temática, no tratamento do temas e na capacitação em atender as expectativas do setor ambiental quanto a formação de gestores, voltado para a capacitação de profissionais na tomada de decisão em questões ambientais e no gerenciamento de trabalhos ambientais.

    Com a carga horária distribuída ao longo de 12 meses, o MBA contará com um módulo internacional de Auditoria Ambiental, realizado pela JPD Environmental Ltd do Reino Unido, que habilitará os alunos ao processo de registro como Auditor Ambiental no Environmental Auditors Registration Association, possibilitando assim atuarem nas auditorias ambientais de Certificação Credenciadas, tanto no Brasil quanto na comunidade Européia.

    O MBA é dirigido a Executivos de Empresas e Profissionais que necessitem de especialização na área ambiental; Funcionários de Organizações Governamentais, Não Governamentais e Fiscalizadoras que atuem no setor ambiental e Profissionais de nível superior que procurem especializações no setor ambiental.

    Mais informações: Proenco Brasil com Rosana ou Luís. Pelos telefones (21) 2221-0733, ligação Gratuita 0800 282 0704 . No site www.proencobrasil.com.br ou e-mail: [email protected] (ambientebrasil)

    Serviço

    Datas e horário:

    Início das aulas:
    Em São Paulo/SP: 14 de maio de 2004
    Em Petrópolis/RJ: 14 de maio de 2004

    As aulas se realizarão às Sextas-feiras no período das 8h30min às 17h30min e alguns sábados no período de 8h30min às 12h30min

    Local

    Em São Paulo: CRQ - Conselho Regional de Química 4ª Região.

  • Em Petrópolis: LNCC - Laboratório Nacional de Computação Científica

    • Mestrados a Distância em Meio Ambiente

    <>

    Promovido pelo Instituto de Investigações Ecológicas (INEC) com sede na España e na Universidade Autónoma de Yucatán (México) oferecem os seguintes mestrados:

    - Mestrado Em Gestão de Resíduos
    - Mestrado em Avaliação de Impactos Ambientais
    - Mestrado em Ecoauditorias e Planejamento Empresarial em Meio Ambiente

    Maiores Informações: http://www.forestal.org/ ou [email protected]

    </>

    • Educação Ambiental <>

      A Universidade de Guadalajara através do Instituto de Meio Ambiente e Comunidades Humanas, do Departamento de Ciências Ambientais e da Conservação organizado pela Coordinação de Pos-graduação dol Centro Universitário de Ciências Biológicas e Agropecuárias oferece o mestrado em educação ambiental. As linhas de pesquisa desse mestrado são: Formação e capacitação na educação ambiental, educação ambiental para a conservação, capacitação em educação ambiental, educação ambiental para a conservação e manejo dos recursos natuais.
      Informações: http://www.redeco.org/espanol/contenido/oportunidades/posgrados.htm

      CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIÊNCIAS E TECNOLOGIAS DO AMBIENTE

      http://www.fc.ul.pt/ciencias-e-tecnologias-do-ambiente

      Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

      Início: 1 de Março de 2004
      Conclusão: 8 de Abril de 2005
      Horário: pós-laboral
      Inscrições: 15 de Janeiro a 16 de Fevereiro de 2004

      Objectivos:
      A área do ambiente e do mercado ambiental é, actualmente, uma das mais promissoras, tanto do ponto de vista do desenvolvimento tecnológico como económico. O chamado mercado ambiental movimenta, hoje em dia, somas muito avultadas e tem elevadas taxas de crescimento. Águas, resíduos, energias alternativas, ecogestão, auditorias e qualidade ambiental, gestão de recursos e conservação da natureza, movimentam vastos sectores económicos em expansão.

      Consequentemente, cada vez mais as grandes empresas necessitam de peritos, para operarem com eficácia nestes mercados de elevada complexidade. É pois, neste contexto, que se lança um Curso de Especialização em Ciências e Tecnologias do Ambiente, unindo as valências da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa com as áreas de economia, direito e sociologia, criando um perfil inovador, de elevado potencial de empregabilidade e adequado aos desafios do mercado ambiental e do desenvolvimento sustentável.

      Destinatários:
      Titulares de licenciatura em Arquitectura, Arquitectura Paisagista, Biologia, Direito, Economia, Engenharia, Física, Geografia, Geologia, Gestão, Matemática, Química, Sociologia e titulares de outras licenciaturas consideradas afins pela Comissão Científica do curso

      Disciplinas:
      - Introdução ao Ambiente; Fernando Catarino (FCUL)
      - Introdução à Economia e Desenvolvimento Sustentável; Vítor Santos (ISEG)
      - Direito do Ambiente e Relações Internacionais; Mário Baptista Coelho (FCUL)
      - Planeamento e Ordenamento do Território; Artur Rosa Pires (U. Aveiro)
      - Planeamento, Ordenamento e Gestão da Conservação da Natureza; José Guerreiro (FCUL)
      - Avaliação e Monitorização de Impactos Ambientais; Henrique Cabral (FCUL)
      - Economia do Ambiente; Vítor Martins (ISEG)
      - Sistemas de Informação em Ambiente; Carlos Laiginhas (IGM)
      - Auditorias Ambientais, Ecogestão e Qualidade; Rui Marques (FCUL)
      - Tecnologias da Reconversão e Requalificação Ambiental; Filomena Camões (FCUL)
      - Sistemas de Abastecimento e Saneamento; Rui Godinho (FCT UNL)
      - Alterações Climáticas e Energias Renováveis; Filipe Duarte Santos (FCUL)
      - Novos Mercados e Negócios Ambientais; José Guerreiro e Filipe Duarte Santos (FCUL)
      - Impactos Socioeconómicos das Políticas e Mercados Ambientais; Viriato Soromenho Marques (FLUL)

      Contactos:
      Ângela Antunes, e-mail: [email protected], telef. 213616748
      Cristina Morgado, e-mail: [email protected], telef. 217500303


      Curso de Especialização em Engenharia de Controle da Poluição Ambiental

      Data: 5 de março a 11 de dezembro de 2004
      Local: Crea - DF
      Brasília - DF
      Informações: (61) 321 3001 ramal 225
      www.fsp.usp.br/cursos/ceecpabsb.html

      Gestão Territorial e Tendendicas da Terra

      </>

<> <>

Organizado pela Universidad Técnica de Munich/Alemanha. Informações: Con Holger Magel: [email protected] o http://www.landentwicklung-muenchen.de/master/

Ciências Ambientais

</>

Mestrado e doutorado da Universidade Autónoma de San Luis/Mexico. Informações com Fernando Díaz Barriga: [email protected] ou http://ambiental.uaslp.mx/pmca/index.htm

Desenvolvimento Florestal Sustentado

Mestrado organizado pela Universidade Autónoma de Chihuahua/Mexico, Facultade de Ciências Agrícolas e Florestais. Informações com Concepción Lujan Álvarez: [email protected]

</> <>

Mestrado em Desenvolvimento Rural (MDR)

Oferecido pelo Programa Regional de Mestrado em Desenvolvimento Rural -Universidad Nacional de Costa Rica (UNA) com o apoio da Rede de Instituições Vinculadas na Capacitação em Economía e Políticas Agrícolas na América Latina e no Caribe (REDCAPA)

Sede: Universidade Nacional da Costa Rica
Modalidade: A distancia (Por Internet) y semipresencial
Data de início da modalidade a distância: 13 de janeiro de 2003
Data de início da modalidad semipresencial: 12 de maio de 2003
Maiores Informações: Secretaría Executiva da REDCAPA <[email protected]>

</>

  • Mestrado em Ecologia Aplicada

    Período final para a inscrição: março

    Escuela de Post Grado de la UNALM
    Av. La Universidad s/n La Molina
    Teléfono: 349-5647 anexo 209 - 200
    Telefax : 349-5678.
    E-mail: ecologí[email protected]

<>

Mestrado em Biologia Vegetal

P razo de Inscrição até 3 de fevereiro de 2003
Contacto: Monica Andrea Arroyave Zapata
E-mail:[email protected]
Maiores Informações:http://www.utp.edu.co

</>

<>

Pós-graduação em Arboricultura Urbana
Março-Julho de 2004 (Lisboa)

Departamento de Engenharia Florestal do Instituto Superior de Agronomia

agricultura.isa.utl.pt/arboriculturaurb

A árvore na cidade é actualmente imprescindível ao nosso bem-estar enquanto elemento estético e de amenização do clima. Porém, a presença de árvores no meio urbano levanta problemas específicos de compatibilização com a propriedade, a saúde e os equipamentos e actividades urbanas. O actual investimento das autarquias e a situação de muito do arvoredo urbano sugerem a necessidade de formação avançada dirigida aos técnicos responsáveis pelo planeamento, instalação, condução e manutenção dessas arborizações. O Instituto Superior de Agronomia possui as competências técnicas e científicas para proporcionar uma formação de Pós-Graduação em Arboricultura Urbana, podendo fornecer aos licenciados os fundamentos de que tantas vezes necessitam para desempenharem as suas funções com competência e segurança profissional.

Por todas estas razões, temos a convicção de que esta pós-graduação corresponderá às expectativas e desafios de todos aqueles que pretendam desenvolver os seus conhecimentos e valorizar as suas qualificações nas áreas da arboricultura urbana. Se este é o seu caso, esperamos contar consigo em Março de 2004.

Destinatários
O curso destina-se a técnicos com graduação (licenciatura ou bacharelato) nas ciências agrárias e do ambiente, bem como licenciados ou bacharéis em biologia e em arquitectura paisagista, ou com cursos tidos por equivalentes pela Comissão Coordenadora do Curso, leccionadas no Instituto Superior de Agronomia, noutros estabelecimentos de ensino da Universidade Técnica de Lisboa e noutras Universidades e Institutos Politécnicos de Portugal, da União Europeia e de outros países de expressão oficial portuguesa.

Organização e Direcção do Curso
A Organização e Direcção do Curso são da responsabilidade dos Professores António Fabião ([email protected]) e João Santos Pereira ([email protected]), do Departamento de Engenharia Florestal do Instituto Superior de Agronomia.

Duração
O curso terá uma duração total de 18 semanas, em horário pós-laboral, correspondentes a cerca de 150 horas lectivas.

Horário
Sextas-feiras à tarde (14:30 - 20:30) e Sábados de manhã (9:30 - 13:00).

Número Limite de Inscrições
O curso terá um limite máximo de 25 inscrições, na presente edição.

Condições de Funcionamento
As aulas decorrerão no Instituto Superior de Agronomia, em salas equipadas com o mais moderno equipamento pedagógico. Todas as instalações de apoio do ISA (biblioteca, salas de computadores, salas de estudo, espaços de convívio,...) estarão também à disposição dos alunos. As instalações dos viveiros do ISA, bem como a área arborizada da Tapada da Ajuda, poderão igualmente ser utilizadas para actividades práticas de disciplinas que integram o curso.

Sistema de Avaliação e Diploma
A avaliação de cada disciplina pode ser constituída por um exame e/ou pela realização de trabalhos ou projectos, eventualmente concluídos no decurso do respectivo período lectivo. A aprovação em cada disciplina exigirá a classificação mínima de 10 valores.

Em Setembro 2004 realizar-se-á uma 2ª época de exames, podendo cada aluno inscrever-se a um máximo de 2 disciplinas para efeitos de aprovação e 1 disciplina para efeitos de melhoria de nota.

Aos alunos que não obtenham aproveitamento em disciplinas do Curso poderá ser garantido o reingresso mediante requerimento a apreciar, em cada caso, pela Comissão Coordenadora.

A obtenção do diploma pressupõe a aprovação às 7 disciplinas e um seminário que constam do plano de estudos e mencionará como classificação final a média, ponderada pelas unidades de crédito, das disciplinas e seminário do curso.

A conclusão com aproveitamento desta Pós-Graduação confere o direito à obtenção de um diploma de especialização, sem grau académico. No entanto, o aproveitamento em créditos e disciplinas do Curso poderá ser contabilizado em futuros Cursos de Mestrado a leccionar no Instituto Superior de Agronomia, nos termos e em moldes que venham a ser neles regulamentados.

Calendário
Aulas
1 de Março a 10 de Julho
Exames
12 a 30 de Julho (época normal)
13 a 30 de Setembro (época de recurso)

Interrupções
Páscoa - 9 e 10 Abril
Férias - 1 de Agosto a 12 de Setembro
Interrupções - 11 e 12 Junho

Curriculum

O plano de estudos compreende as seguintes disciplinas:

Condução de Árvores Ornamentais
António de Almeida Monteiro
Condução das árvores no viveiro: plantas de raiz nua, torrão e em vaso; poda e preparação do sistema radical; estabelecimento do viveiro; influência do solo e do clima na qualidade das plantas; sistema de rega e de drenagem; influência da fertilização na qualidade das plantas; produção de plantas em vaso; propriedades dos substratos; dimensões e forma dos vasos; sistemas de fertirega; espaçamento e tutoragem das plantas. Poda de formação: a forma das árvores ('standard', 'semi-standard', vaso, guia modificada, formas fastigiadas, formas multitronco, formas pêndula e formas naturais); técnicas de poda adequadas a cada forma específica; influência da poda no crescimento e desenvolvimento da árvore. Poda de manutenção: tipos e funções da poda (limpeza, renovação da copa, cirurgia, rolagem); época da poda; aplicação ao caso das caducifólias, perenifólias e palmeiras; o caso particular da topiaria. Estabelecimento e manutenção das árvores: técnicas de plantação; características específicas do solo e do clima urbano; drenagem;. época de plantação e particularidades das árvores de raiz nua, em torrão e em vaso; operações culturais ao longo da vida da árvore; rega, fertilização e protecção fitossanitária. Estudos de caso: utilização de árvores em alinhamentos na cidade; parques públicos; jardins privados; parques de estacionamento automóvel; esplanadas. Visita de estudo a um viveiro de árvores ornamentais.

Efeitos dos Espaços Arborizados nas Cidades
Francisco Castro Rego e Ana Luísa Soares
Efeitos da árvore na cidade. Condições que a cidade oferece à árvore. Relação benefício/ custo da árvore na cidade. A árvore na concepção, planeamento e gestão de espaços verdes. Casos de estudo e exemplificação prática.

Fisiologia das Árvores
João Santos Pereira
Introdução: implicações ecológicas e fisiológicas da arborescência; a árvore e o Homem; porque plantamos árvores na cidade? Como crescem e funcionam as árvores: como crescem as árvores? De onde vêm os recursos para o crescimento e como se distribuem? Como se forma a copa? Porque há copas diferentes nas árvores? Porque é que as folhas mudam de cor e caiem? Porque é que árvores arruinam os passeios? Como as características ecofisiológicas naturais influenciam o desempenho das árvores no meio urbano? Factores limitantes e de stresse: a água, a temperatura, os nutrientes, as condições físicas do solo (encharcamento; compactação), a poluição do ar, a luz. Interacções com inimigos biológicos das árvores. Algumas medições de interesse para conhecer o estado fisiológico das árvores.

Identificação e Características de Árvores para Uso Urbano
António Fabião
Breve revisão da Taxonomia das árvores. Conceito de arborescência. Critérios básicos de identificação expedita de árvores e arbustos. Taxonomia das Resinosas e critérios de identificação: exemplificação prática no exterior. Resinosas em meio urbano: alguns critérios de selecção de árvores. Taxonomia das Folhosas e critérios de identificação: exemplificação prática no exterior. Folhosas em meio urbano: alguns critérios de selecção de árvores e arbustos. Identificação de Resinosas e Folhosas: exemplificação de critérios de identificação na Tapada da Ajuda e em visitas de estudo. Dimensões e preferências edafo-climáticas de espécies arbóreas e arbustivas com uso ornamental.

Produção de Plantas Lenhosas
Helena Almeida e Ângelo Oliveira
Qualidade dos propágulos: Selecção de Propágulos; Importância da origem do material vegetal. Manipulação dos propágulos: Manipulação de sementes: Fisiologia das sementes; Planeamento da colheita; Métodos de recolha; Manipulação do fruto e da semente no período entre a recolha e o processamento; Extracção, Limpeza e conservação de sementes; Tratamento pré-germinativo das sementes; Ensaios de sementes; Factores que condicionam a propagação vegetativa; Técnicas de Propagação Vegetativa: Estacaria; Enxertia; Mergulhia e Amontoa. Técnicas de produção de propágulos: Produção de plantas por raiz nua, e em contentores; Caracterização dos substratos: A compostagem como forma de produção de substratos; Controlo da nutrição e da rega nas primeiras fases de produção de plantas; Tratamentos culturais: repicagem, poda radicular.

Protecção contra Agentes Bióticos
Joana Duclos e Manuela Branco
Programa ainda não disponível. neste momento

Sistemas de Informação e Apoio à Gestão
José Calvão Borges e Graça Abrantes
Introdução; dados vs. informação; sistemas de gestão de ficheiros e sistemas de gestão de bases de dados; sistemas e tecnologias de informação nas organizações: uma perspectiva unificadora. Objectivos de um sistema de gestão de bases de dados. Redução da redundância e eliminação da inconsistência. Segurança, integridade, independência, controlo da concorrência e recuperação/tolerância a falhas. A informação na base de dados. O sistema de gestão de bases de dados e os utilizadores. Modelos de bases de dados. Modelo relacional. Tabelas e relações. Modelo entidade-associação. Restrições de integridade e normalização. Linguagem de manipulação SQL Demonstração da conceptualização de um modelo relacional e de utilização da linguagem SQL. Novos modelos de bases de dados. Modelo orientado a objectos. Arquitecturas de sistemas de gestão de bases de dados. Quadro de referência para a qualidade dos dados e da gestão de bases de dados em gestão de recursos naturais. Conceptualização e implementação de sistemas de gestão de bases de dados em arboricultura urbana; casos de estudo. Características específicas da informação geográfica. Arquitecturas e modelos de dados das aplicações comerciais para suporte de SIG. Georreferenciação e fontes de informação geográfica. Análise espacial. Processo de desenvolvimento de SIG. Aplicações práticas.

Seminário
João Santos Pereira e António Fabião
Para além das disciplinas que integram o programa do curso será realizado um seminário em que serão discutidos diversos temas como, Legislação e Actuária Aplicadas, Árvores Urbanas e Saúde Pública, Solos e Poluição e Arborização em Património Edificado.

Corpo Docente
Ângelo Oliveira
Licenciatura em Silvicultura (ISA)
Doutoramento em Ciências Florestais (Faculdade de Ciências Florestais-Univ. de Munique/Alemanha)
Professor Catedrático (ISA)

António de Almeida Monteiro
Licenciatura em Engenharia Agronómica (ISA)
Doutoramento em Engenharia Agronómica (ISA)
Professor Catedrático (ISA)
Coordenador da Pós-Graduação em Plantas Ornamentais (ISA)

António Fabião
Licenciatura em Engenharia Florestal (ISA)
Doutoramento em Ciências Florestais (ISA)
Professor Associado (ISA)

Ana Luísa Soares
Licenciatura em Arquitectura Paisagista (ISA)
Assistente (SAAP - ISA)
Investigadora do CEABN

Francisco Castro Rego
Licenciatura em Silvicultura (ISA)
Doutoramento em Recursos Florestais (Universidade de Idaho/USA)
Agregação em Ecologia da Paisagem (ISA)
Coordenador do Centro de Ecologia Aplicada Prof. Baeta Neves (CEABN - ISA)
Professor Associado ISA)

Graça Abrantes
Licenciatura em Matemática (FC)
Doutoramento em Engenharia Informática e de Computadores (IST)
Professor Auxiliar (ISA)
Investigadora do INESC

Helena Almeida
Licenciatura em Engenharia Florestal (ISA)
Doutoramento em Ciências Florestais (ISA)
Professor Associado (ISA)

Joana Duclos
Licenciatura em Engenharia Agronómica (ISA)
Doutoramento em Engenharia Agronómica (ISA)
Professor Catedrático (ISA)
Coordenadora da Secção de Sanidade e Patologia Vegetal (DPPF/ISA)
Directora do Laboratório de Patologia Vegetal "Veríssimo de Almeida" (ISA)

João Santos Pereira
Licenciatura em Silvicultura (ISA)
Doutoramento em Ciências Florestais (University of Wisconsin-Madison/USA)
Professor Catedrático (ISA)
Presidente do Conselho Científico do ISA

José Guilherme Borges
Licenciatura em Engenharia Florestal (ISA)
Doutoramento em Ciências Florestais (University of Minnesota/USA)
Pós-Graduação em Sistemas e Tecnologias de Informação para as Organizações (ISEG)
Professor Associado (ISA)
Administrador da empresa Metacortex, Lda.

Manuela Branco
Licenciatura em Engenharia Florestal (ISA)
Mestrado em Probabilidades e Estatística (FC)
Doutoramento em Biologia Aplicada (Univ. of Wales-School of Pure and Applied Biology, Cardiff/Wales)
Professor Auxiliar (ISA)

Apresentação de Candidaturas

Prazo e local de apresentação de candidaturas
Podem-se candidatar ao Curso, pela ordem a seguir indicada, os titulares de licenciaturas em Engenharia no domínio das Ciências Agrárias, Arquitectura Paisagista, Engenharia do Ambiente e Biologia, ou designações tidas por equivalentes pela Comissão Coordenadora do Curso, leccionadas no Instituto Superior de Agronomia, noutros estabelecimentos de ensino da Universidade Técnica de Lisboa e noutras Universidades e Institutos Politécnicos de Portugal, da União Europeia e de outros países de expressão oficial portuguesa.

Após apreciação pela Comissão Coordenadora do Curso e conforme a disponibilidade de vagas, poderão ser seleccionados candidatos detentores de outras licenciaturas não mencionadas acima.

Em casos especiais de curriculum vitae adequado, a C C pode decidir aceitar a candidatura de bacharéis nas áreas afins das indicadas para as licenciaturas, mediante a apresentação de CV e carta de motivação.

A apresentação de candidaturas decorrerá até ao dia 15 de Janeiro de 2004. O processo de candidatura compreenderá:
Ficha de candidatura (a obter junto do Gabinete de Divulgação e Apoio a Pós-Graduações do ISA ou na Interrnet)
Curriculum Vitae

As candidaturas poderão ser entregues:
Pessoalmente, no Gabinete de Divulgação e Apoio a Pós-Graduações, Instituto Superior de Agronomia, Tapada da Ajuda, 1349-017 Lisboa;
Por correio (para a morada acima), por fax (+351213647266), ou por e-mail ([email protected])

O curso realizar-se-á com um mínimo de 20 alunos e um máximo de 25. Todas as informações e esclarecimentos adicionais podem ser obtidos junto do Gabinete de Divulgação e Apoio a Pós-Graduações do ISA.

Selecção dos Candidatos
A Direcção do Curso seleccionará os candidatos, até 31 de Janeiro, com base nos seguintes critérios:
Adequação da licenciatura e Escola de formação
Curriculum académico
Qualificação e experiência profissional

Poderão ser realizadas entrevistas e outras provas que ajudem a fundamentar aquela selecção, sempre que se considere necessário.

Após apreciação pela Comissão Coordenadora do Curso e conforme a disponibilidade de vagas, poderão ser seleccionados candidatos detentores de outras licenciaturas.

Inscrições
Os candidatos seleccionados deverão realizar a respectiva inscrição até ao dia 20 de Fevereiro de 2004. A inscrição compreenderá:
Ficha de inscrição (a obter junto do Gabinete de Divulgação e Apoio a Pós-Graduações do ISA ou na Interrnet);
Certificado de habilitações da Licenciatura ou Bacharelato;
Fotocópia do B.I. e do Cartão de Contribuinte;
Duas fotografias;
Liquidação da 1ª prestação da propina: 1.500,0 EUR.

Propinas
O custo do curso compreende uma propina de 3000,0 EUR, a satisfazer em até três prestações.

O calendário de pagamentos é o seguinte:
29 de Março a 2 de Abril de 2004 - Liquidação da 1ª Prestação
3 a 7 de Maio de 2004 - Liquidação da 2ª Prestação

Desistências e Cancelamento de Inscrições
As desistências comunicadas à Direcção do Curso até 28 de Fevereiro de 2004 serão aceites e os valores já pagos integralmente reembolsados. Todas as desistências posteriores àquela data não serão objecto de reembolso dos valores já pagos.

Contactos / Informações
Sofia Rodrigues
Tel. 213653182
Fax 213647266
[email protected]
www.isa.utl.pt

Curso de Pós-Graduação Lato Sensu "Ambiente, Ecologia Humana e Desenvolvimento Sustentável"

Num esforço grande e contando com a divulgação de muitos companheiros, iniciamos, ano passado, nossa primeira turma do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu "Ambiente, Ecologia Humana e Desenvolvimento Sustentável".

Nosso maior destaque, sem dúvida, foram os professores. E todos continuarão na nova turma, que começará em março, também nas modernas instalações da UNIPLI, em Camboinhas, na Região Oceânica de Niterói.

Os alunos são de alto padrão e com uma diversidade incrível de atividades profissionais: engenheiros, geógrafos, profissionais da educação, turismólogos, biólogos e arquitetos, entre outros.

Os interessados podem buscar mais informações em www.prima.org.br, ou ligar para (21)9944-2168.

Contamos, então, desde já, com a sua divulgação desta mensagem aos seus endereços de e-mails e de todas as demais formas que puder.

Continuemos trabalhando pela conscientização!

Obrigado,
Fernando Guida e Ricardo Harduim
(Coordenação)

 

Programa de Maestría en Agricultura Sustentable (PMAS)
Inicio 2005. Lima – Perú

El diseño interdisciplinario del PMAS busca generar conocimiento que esté a tono con las complejas necesidades de la agricultura del siglo XXI, que no solo debe ser competitiva, desde el punto de vista económico, sino que también esté comprometida con el manejo racional de los recursos naturales y con el respeto por la cultura de las comunidades rurales.
Contacto: [email protected] o [email protected]

rdenação do

Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Monitoramento Ambiental (PPGEMA), da Universidade Federal da Paraíba, Campus Litoral Norte (Rio Tinto), publicou nesta segunda-feira (31) edital que estabelece as normas do Processo de Seleção do PPGema para o ano letivo de 2011. O prazo de inscrições é de 7 de fevereiro a 9 de março. Ao todo são oferecidas 15 vagas. O PPGEMA oferece vagas de acordo com a disponibilidade dos professores orientadores em duas linhas de pesquisa, de acordo com o quadro abaixo. As inscrições devem ser efetuadas pessoalmente pelo interessado ou por procurador devidamente constituído, diretamente na secretaria do PPGEMA, de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h. Podem candidatar-se ao processo de seleção do PPGEMA portadores de diploma em Ecologia, Ciências Biológicas ou áreas afins. O processo seletivo será realizado no Campus IV da UFPB, Rio Tinto, em sala a ser divulgada previamente pela Comissão de Seleção de acordo com o calendário e compreenderá as quatro etapas seguintes: 1) Prova escrita sobre conhecimentos específicos da área de concentração do PPGEMA; 2) Exame de proficiência na língua inglesa, constituído pela apresentação de um texto científico com o objetivo de avaliar a capacidade de leitura e compreensão do candidato. 3) Análise do Curriculum Vitae, com comprovação autenticada ou com apresentação do original no ato de inscrição; e etapa 4) Entrevista do candidato buscando esclarecer aspectos referentes ao Curriculum Vitae, bem como fornecer à Comissão outras informações que julgar relevantes e pertinentes. Mais informações no Edital ou pelo fone (83)3291.1528. Calendário 7 de fevereiro a 9 de março: inscrições; 21 de março homologação das inscrições; 28 a 31 de março: processo de seleção; 1 de abril a partir de 17 horas: divulgação dos resultados finais; 4 a 8 de abril: matrícula; 11 de abril início das aulas. Caixa Postal 5125 - Cidade Universitária - João Pessoa - PB - Brasil Cep: 58059-900 - Fone: (83) 3216-7720/7153 www.polomultimidia.ufpb.br / [email protected]

 

NUPEB abre inscrições para o curso de Doutorado em Ciências Biológicas Imprimir E-mail
03-Fev-2011
O Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas (NUPEB) da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) declara abertas, de 01 a 22 de fevereiro de 2011, as inscrições para o curso de Doutorado em Ciências Biológicas.
Serão 22 vagas disponíveis em três áreas de interesse: Imunobiologia de Protozoários (08 vagas), Bioquímica e Biologia Molecular (07 vagas) e Bioquímica Metabólica e Fisiológica (08 vagas).
Os interessados devem realizar a inscrição pessoalmente no NUPEB ou pelo correio, enviando a documentação necessária para: Núcleo de Pesquisas em Ciências Biológicas - Campus do Morro do Cruzeiro - ICEB II, CEP 35.400-000. Os documentos exigidos são:
- Ficha de inscrição, disponível em www.nupeb.ufop.br/cbiol,
- Curriculum vitae comprovado,
- Carta de apresentação,
- Diploma de mestrado ou declaração equivalente,
- Cópia do RG, CPF, título de eleitor e certificado militar,
- Comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$80,00 (oitenta reais)
- Carta de aceite de um dos orientadores participantes do curso de doutorado do NUPEB
O resultado do processo de seleção será divulgado em 03 de março de 2011 e as matrículas efetuadas entre os dias 09 e 11 de março. As aulas se iniciam em 14 de março de 2011.
Mais informações em http://www.nupeb.ufop.br/cbiol/

__._,_.___
Atividade nos últimos dias:
.

__,_._,___

 

 

 

Doutorado Cursos divulgados

 
Página Anterior Fale Conosco Recomende este site spam Próxima Página

 
->