Por Quanto Você Venderia Sua Saúde

"Você consome frango convencional?". Pois saiba que este tipo de animal, vem com bastante resíduos químicos, alguns produtores injetam proteína de soja, cuja a única utilidade é absorver água e aumentar o peso do frango, além da criação e manejo parecidos campo de concentração. Já frangos da Korin são criados respeitando seu ciclo natural de crescimento – 56 a 58 dias, e não 36 a 38 dias, como fazem por aí, apenas para aumentar o lucro. Por isto eles não recebem antibióticos, hormônios e promotores de crescimento. Neste caso o compromisso da Korin é com a saúde dos consumidores, não somente com obtenção do lucro.

Toda este filosofia de criação, em harmonia com a natureza, é baseado nas pregações de Mokiti Okada, que já praticava na década de 30, quando a agricultura e a pecuária não eram ainda intensivamente no mundo e não havia praticamente nenhuma consciência ambiental.

Além dos frangos (e ovos), a Korin produz hortifrutigranjeiro de forma totalmente natural, sem agrotóxicos e sem adubo químico.

De acordo com a Korin, a sociedade hoje só vê o lado material de todas as coisas e é profundamente egoísta. E acrescenta que estamos destruindo nossa própria casa, o planeta. Se você pega um ciclo de 100 dias da produção de batata, têm-se 99 aplicações de agrotóxicos; o tomate recebe 3 aplicações diárias, e o morango também é quase que diária. Tanto é que o agricultor convencional planta separado para o seu próprio consumo.

Mas por quanto você venderia sua saúde? Porque, consumindo produtos contaminados, as pessoas estão vendendo sua saúde, ou comprando antecipadamente sua morte, em suaves prestações. E nós já chegamos no limite. A vaca louca é prova disso. Os desequilíbrios hormonais, outra. Só para ter uma idéia a produção de espermatozóides no homem já diminuiu 40% nos últimos 50 anos.

O mais importante de tudo é cada pessoa entender porque as coisas são feitas de determinada forma. "Na agricultura, o importante é perguntar porque é "necessário" usar venenos para produzir. Quem disso isso? A industria que produz os venenos, claro. Porque a natureza sempre produziu, durante milênios, sem precisar disso.

Hoje só se pensa apenas nos lucros, em criar frangos em menos dias, em produzir verduras e legumes maiores e mais lucrativos, mas cheios de venenos. E os consumidores? Que se danem.

Só que agora o planeta inteiro está se danando e o homem também corre perigo de extinção se não tomar cuidado.

Fonte: Jornal alternativo Ano III número 19 – São Paulo – 2001

 

Leia Mais:

Outros documentos     Associe-se