+++++++++++

 

esOLA AGROTECNICA FEDERAL DE SOMBRIO
Instituito/Faculdade/Centro:


Disciplina ou Atividade: Agropecuária; Ciências Exatas e Turismo Rural (40hs)
Tipo de Atividade a Exercer - Nível Superior
Docência
Professor Substituto


FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Processo Seletivo Próprio da Contratante
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço: ESTRADA GERAL DE SANTA ROSA DO SUL, KM 13 SANTA ROSA DO SUL-SC 88965-000 [email protected] Telefone:(48)521-1000 Fax:521-1021
Período(dd/mm/yyyy): 18/01/2005 a 31/01/2005 Horário: 14:00 as 17:00 Vagas: 4

Documentação Necessária

Informações Adicionais
As inscrições serão recebidas na Coordenação - Geral de Recursos Humanos da Escola Agrotécnica Federal de Sombrio - Santa Rosa do Sul/SC, devendo o candidato, no ato da inscrição, recolher a taxa de R$ 10,00 (dez reais). Maiores informações pelo telefone (0XX48) 521-1003 ou através do edital completo, disponível na internet: www.eafsombrio.gov.br
URL do Edital
D.O.U. - Seção 3, Pág. 14 - 18/01/2005 (http://www.in.gov.br/)

Não serão consideradas as candidaturas que não reúnam os requisitos mencionados e ou não venham acompanhadas de todos os elementos solicitados.

O método de selecção a utilizar será avaliação curricular e entrevista profissional de selecção, efectuada por uma comissão.

Para mais informações devem contactar o referido Gabinete de Apoio, ou através do telefone 800205790, da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis.


CENTRO FEDERAL DE EDUCACAO TECNOLOGICA DE BENTO GONCALVES
Instituito/Faculdade/Centro:

Disciplina ou Atividade: Agricultura (40hs)
Tipo de Atividade a Exercer - Nível Superior Docência Professor Substituto

FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Concurso 2 - DAS CONDIÇÕES PARA A INSCRIÇÃO: 2.1 -Apresentação de fotocópia legível da Carteira de Identidade. 2.2 - Comprovação da Habilitação em Curso Superior na área afim e, pós-graduação, para a vaga de Magistério Superior. 2.3 - Ser brasileiro nato ou naturalizado, nos termos da legislação em vigor, ou português com comprovada condição de igualdade e gozo dos direitos políticos. 2.4 - Estar quite com as obrigações eleitorais para ambos os sexos, e com a situação militar aos candidatos do sexo masculino. 2.5 - Não serão aceitas inscrições condicionais ou extemporâneas. Admitir-se-á, contudo, inscrição por procuração com poderes especiais, sendo apresentado o instrumento de mandato e fotocópia do documento de identidade do procurador; 2.6 - Não poderão candidatar-se ao Processo Seletivo Simplificado Profissionais: 2.6.1 - que sejam servidores da administração direta ou indireta da União, dos Estados e Municípios; 2.6.2 - que não ocupe cargo efetivo, integrante das carreiras de magistério de que trata a Lei nº 7556/87. 2.6.3 - antes de decorridos vinte e quatro meses do encerramento de anterior contrato vinculado à lei nº 8745/93; 2.6.4 - Os candidatos deverão estar devidamente registrados em seus conselhos profissionais (CREA, CRMV, CRQ, ....) e com as anuidades em dia. 2.7 - Entrega do “currículum vitae”.
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço
AV. OSVALDO ARANHA BENTO GONCALVES-RS 95700-000 [email protected] Telefone:(54)452-2200 Fax:452-2835
Período(dd/mm/yyyy):
10/01/2005 a 01/02/2005 Horário:
08:00 as 11: e das 14:00 as 17:00 Vagas:
1 Remuneração:(R$)

Documentação Necessária

Informações Adicionais
DO PROCESSO SELETIVO E AVALIAÇÃO: 4.1 - O Processo Seletivo será constituído de análise do “Currículum Vitae” (peso 5,0), e entrevista (peso 5.0). DAS INSCRIÇÕES: Local: Coordenadoria Geral de Recursos Humanos do CEFET/BG, localizada na Av. Osvaldo Aranha, Nº 540, em Bento Gonçalves - RS - Fone (54) 452 - 2200
URL do Edital
D.O.U. - Seção 3, Pág. 18 - 07/01/2005 (http://www.in.gov.br/)

Agência Nacional de Petróleo- ANP

CONCURSO PÚBLICO - EDITAL Nº 001/2004

Concurso Público para o provimento de cargos de níveis superior e intermediário.

As inscrições para este Concurso Público realizar-se-ão de 11/01/2005 a 21/01/2005, nos horários de atendimento da EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS - ECT, nas Agências indicadas no Anexo I e pela Internet (vide subitem 4.9.2 deste Edital).

As inscrições estarão prorrogadas, somente na Internet, até dia 25/01/2005. As provas serão realizadas, em 06/03/2005.

Concurso Público para provimento de Cargos de Engenheiro Florestal ( 2 vagas), Engenheiro Agronomo e Biologo no Ministério Público Estadual de Rondonia
Inscrições até 21/01/2005
www.cesgranrio.org.br
clique CONCURSOS
clique MP
http://www.cesgranrio.org.br/eventos/concursos/anp0104/anp0104_gerenciador.html

A empresa Sadia, unidade de Dois Vizinhos estado do PR, esta com uma vaga de Eng. Florestal/ ou Técnico Florestal, para área de fomento/florestal, atuação no campo. Aguardo Retorno. Att Elaine Cristina Rodrigues (46)5368388

Maiores Informações: Elaine Cristina Rodrigues,E-mail: [email protected]

FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Processo Seletivo Próprio da Contratante Graduação em Engenharia Agrícola com Doutorado em Produção Vegetal.; Administrador de Empresas com experiência em administração no setor sucroalcooleiro (para atuar nas disciplinas: Mecanização Agrícola, Máquinas e Implementos, Energia na Agricultura e Irrigação, Administração Agrícola, Economia Agrícola e Tecnologia Sucroalcooleira)
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço
RUA DOUTOR SIQUEIRA, 273 CAMPOS DOS GOYTACAZES-RJ 28030-130 Telefone:(24)2733-3244 Fax:2733-3079
Período(dd/mm/yyyy):
31/01/2005 a 04/02/2005 Horário:
13:00 as 18:00 Vagas:
1 Remuneração:(R$)

Documentação Necessária
Dos Requisitos Básicos para Inscrição: a.Documento de Identidade (xerox); b.Cadastro de Pessoa Física - CPF ( xerox ); c.Duas fotos 3x4; d.Estar quite com as obrigações militares e eleitorais (xerox do(s) comprovante (s)) ; e.Xerox do diploma ou declaração que comprove conclusão da habilitação exigida para a respectiva área de atuação ; f.Curricullum Vitae com documentação comprobatória g.Os interessados na Área de Artes/Dança e Artes/Música deverão apresentar além do Curricullum Vitae, um Projeto que demonstre as atividades que pretendem desenvolver no CEFET Campos. h.Pagamento de taxa no valor de R$ 25,00 (vinte e cinco reais), na loja da FUNDAÇÃO CEFET. i.Preenchimento da Ficha de Inscrição que será fornecida após o pagamento da taxa.
Informações Adicionais
Local das Inscrições: Gerência de Desenvolvimento de Recursos Humanos / CEFET Campos
URL do Edital
D.O.U. - Seção 3, Pág. 12 - 17/01/2005 (http://www.in.gov.br/)

PROYECTO JATUN SACH’A
Requiere contratar los servicios profesionales
para los Yungas de La Paz de:

1 (un/a) COORDINADOR DE ÁREA
Funciones:
Mantener relaciones operacionales y de coordinación con Municipios, Organizaciones de Base, Proyectos de Desarrollo Rural y ONGs.
Coordinar las actividades del equipo de trabajo colaborando con la elaboración y ejecución de los planes de trabajo para lograr los resultados esperados.
Coordinar la elaboración de microproyectos comunales.
Definir e implementar programas de capacitación para las comunidades y para los técnicos a su cargo.
Requisitos:
Título en Provisión Nacional de Ingeniero(a), Licenciatura en áreas: Forestal, Agronomía o Socio Económicas.
Experiencia mínima de 5 años en administración de Proyectos de Desarrollo Rural.
Experiencia con relación a las leyes de Participación Popular, Forestal, INRA y Medio Ambiente.
Experiencia técnica en cultivos tropicales, con énfasis en café, cacao y manejo de recursos forestales.
Amplio conocimiento de la región y su situación socioeconómica.
Experiencia en la elaboración y supervisión de contratos de bienes y/o servicios.
1 (un/a) CONSULTOR EN FORTALECIMIENTO DE GRUPOS DE PRODUCTORES
Funciones:
Prestar asesoramiento en la organización de asociaciones de productores y administración de fondos rotatorios y microproyectos.
Prestar asesoramiento con el fin de promover transparencia, participación de género equitativa y principios democráticos en grupos de productores.
Colaborar en la elaboración de microproyectos.
Colaborar, desarrollar, realizar y elaborar material didáctico para eventos de capacitación.

Requisitos:
Título en Provisión Nacional en áreas Socioeconómicas, Agronómicas o Forestales.
Experiencia en constitución y consolidación de asociaciones de productores.
Experiencia en organización, fondos rotatorios y administración de asociaciones.
Experiencia en formular e implementar programas de capacitación.
Conocimiento sobre manejo de recursos forestales y cultivos tropicales (deseable).
Experiencia de trabajo en los Yungas de La Paz (deseable).
Dominio del idioma aymará (indispensable).

1 (un/a) CONSULTOR FORESTAL
Funciones:
Implementar y promover la aplicación de la Ley INRA y Ley Forestal.
Elaborar Planes de Manejo Forestal y sus planes Operativos Anuales.
Ejecutar Programas de reforestación en su área de trabajo.
Mantener relaciones operacionales con las unidades forestales municipales y Superintendencia Forestal.
Supervisar el trabajo de los técnicos de campo bajo su cargo.

Requisitos:
Título en Provisión Nacional de Ingeniero(a) o técnico(a) superior en Ciencias Forestales.
Amplia experiencia en la elaboración y ejecución de PMF y POAF. (indispensable)
Conocimiento sobre manejo y mantenimiento de aserraderos portátiles y equipos de transformación secundaria de la madera.
Registro en la Superintendencia Forestal.
Conocimiento del idioma Aymara (deseable).
Nacionalidad Boliviana.

Las funciones mencionadas son, en todo caso, enunciativas y nunca limitativas.

Los postulantes deberán contar con: licencia de conducir vehículos y motocicleta, buenos conocimientos de computación, alta capacidad de trabajo en equipo, facilidad de relacionarse con comunidades e instituciones, destreza en la elaboración de informes. Nacionalidad Boliviana.

Solamente los interesados que cumplan a cabalidad con los requisitos antes mencionados deberán solicitar el Formulario de Antecedentes Personales al correo electrónico [email protected] o en las oficinas del Proyecto, ubicadas en la calle Mariano Borda Nº 1810 (Av. América Final Este), en Cochabamba; el mismo debidamente llenado deberá ser enviado a las mencionadas direcciones o a la casilla de correo 256 en Cochabamba, hasta el día lunes 31 de enero de 2005.

Se comunicará solamente a las personas preseleccionadas.


UNIVERSIDADE DE SAO PAULO

FACULDADE DE ZOOTECNIA E ENGENHARIA DE ALIMENTOS

Departamento/Laboratório:


Área de conhecimento "Engenharia de Alimentos"
Tipo de Atividade a Exercer - Nível Superior
Docência
Professor Doutor
FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Concurso Portador do título de Doutor
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço
AV. DUQUE DE CAXIAS NORTE, 225 - CP 23 PIRASSUNUNGA-SP 13635-900 [email protected] Telefone:(19)3561-1689 Fax:3561-1689
Período(dd/mm/yyyy):
18/12/2004 a 18/03/2005 Horário:
8:00 às 11:00 e das 14:00 às 17:00 horas Vagas:
1 Remuneração:(R$)
4.975,77
Documentação Necessária
Deve o candidato apresentar requerimento dirigido ao Diretor da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, contendo dados pessoais e área de conhecimento do Departamento a que concorre acompanhado dos seguintes documentos: I - memorial circunstanciado, em dez cópias, no qual sejam comprovados os trabalhos publicados, as atividades realizadas pertinentes ao concurso e as demais informações que permitam avaliação de seus méritos; II - prova de que é portador do título de Doutor outorgado pela USP, por ela reconhecido ou de validade nacional; III - prova de quitação com o serviço militar para candidatos do sexo masculino; IV - título de eleitor. Parágrafo Primeiro: Os docentes em exercício na USP serão dispensados das exigências referidas nos incisos III e IV, desde que as tenham cumprido por ocasião de seu contrato inicial. Parágrafo Segundo: Os candidatos estrangeiros serão dispensados das exigências dos incisos III e IV, devendo apresentar cópia de visto temporário ou permanente, que faculte o exercício de atividade remunerada no Brasil.
Informações Adicionais
As inscrições serão feitas na Assistência Técnica Acadêmica da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Avenida Duque de Caxias Norte, 225, Pirassununga - SP.
URL do Edital
EDITAL FZEA Nº 64/2004, publicado no DOESP dia 18-12-2004 (http://www.imesp.com.br/jornal/e1100.htm)

Job: SNV seeks Senior Advisor Rural Economic Development for Bamako, Mali
SNV / SNV , 2005
SNV Netherlands development organisation, is a multicultural development agency based in The Netherlands and operating internationally. SNV supports organisations in 26 countries in Africa, Asia, Latin America and Eastern Europe, which want to develop and improve their capacities.

Applications via online forms. More detailed job descriptions available from: [email protected] Closing date: 11 February 2005



CEAT ABRE SELEÇÃO PARA ENGENHEIRO(A) AGRÔNOMO(A), EM SOBRAL (CE)

O Centro de Estudos e Apoio ao Trabalhador (Ceat) abriu processo de seleção para o cargo de engenheiro(a) agrônomo(a) para o projeto Acesso a Mercados, que trabalha com comunidades do semi-árido, visando propiciar geração de renda para as famílias envolvidas, garantindo a sua permanência na zona rural. Entre os pré-requisitos para o cargo estão: formação superior em engenharia agronômica ou técnica em agropecuária/agrícola; experiência na área de produção agrícola, sobretudo na cajucultura; afinidade com o movimento social; habilidade em informática; experiência em coordenação de equipes de trabalho e em administração de ONGs; experiência em acesso a mercados (comercialização); sensibilidade para as questões de gênero e geraçã o. O salário bruto mensal oferecido é de R$ 1.500,00, para uma carga horária de 8 horas diárias. O candidato deverá apresentar o currículo no escritório do Ceat, localizado na Av. Dom José, 100, Centro, em Sobral, ou enviar para [email protected] até o dia 21 de janeiro. No 27 de janeiro será realizada entrevista com os candidatos.

 

 

NSTITUIÇÃO
Nome:(Universidade, empresa, etc)
ESCOLA AGROTECNICA FEDERAL DE SAO GABRIEL DA CACHOEIRA
Instituito/Faculdade/Centro:

Departamento/Laboratório:

ASSUNTO
Grande Área:
CIENCIAS AGRARIAS Área:
RECURSOS FLORESTAIS E ENGENHARIA FLORESTAL Subárea:
MANEJO FLORESTAL
Palavras-chave:
ENGENHARIA FLORESTAL ; MANEJO FLORESTAL
Disciplina ou Atividade:
Manejo Florestal
Tipo de Atividade a Exercer - Nível Superior
Docência
Professor Substituto
FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Processo Seletivo Próprio da Contratante Graduação em Engenharia Florestal
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço
RODOVIA BR 307, KM 03, S/N ESTRADA DO AEROPORTO SAO GABRIEL DA CACHOEIRA-AM 69750-000 [email protected] Telefone:(97)471-1454 Fax:471-1475
Período(dd/mm/yyyy):
19/01/2005 a 25/01/2005 Horário:
Vagas:
1 Remuneração:(R$)

Documentação Necessária

Informações Adicionais
O Diretor Geral da Escola Agrotécnica Federal de São Gabriel da Cachoeira - AM, no uso das competências e em conformidade com o Processo n° 23000.076017/2005-56, torna público a abertura de realização de Processo Seletivo Simplificado, destinado a seleção de candidatos para provimento de cargo de Professor de Ensino de 1° e 2° Graus - Substituto, regido pela Lei n° 8.745 de 09/12/93, Lei n° 9.849 de 26/10/99, Decreto Federal n° 94.664 de 23/07/87 e Portaria MEC n°475/87. Recebimento de currículos - 19 a 25/01/2005. Prova de Desempenho: 28, 29 e 31/01/2005 Local de recebimento dos currículos - Coordenação Geral de Recursos Humanos da EAF/SGC-AM, sito à Rodovia BR 307, Km 03, s/nº, Cachoeirinha - São Gabriel da Cachoeira-AM. CEP 69750- 000. Informações pelo Fone (097) 471-1454/1466, E-mail: agrotec_ [email protected] Os candidatos deverão encaminhar cópia autenticada do certificado ou diploma, histórico escolar e “Curriculum Vitae”, em envelope lacrado.
URL do Edital
D.O.U. - Seção 3, Pág. 26 - 19/01/2005 (http://www.in.gov.br/)

INSTITUIÇÃO
Nome:(Universidade, empresa, etc)
ESCOLA AGROTECNICA FEDERAL DE CACERES
Instituito/Faculdade/Centro:

Departamento/Laboratório:

ASSUNTO
Grande Área:
CIENCIAS AGRARIAS Área:
Subárea:

Palavras-chave:
AGRONOMIA ; AGROINDUSTRIA
Disciplina ou Atividade:
Agroindústria
Tipo de Atividade a Exercer - Nível Superior
Docência
Professor Substituto
FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Processo Seletivo Próprio da Contratante Licenciatura Plena em Ciências Agrícolas/Agrárias, Graduação em Economia Doméstica, Agronomia, Medicina Veterinária, Engenharia Química, Química Industrial, Tecnologia de Alimentos, Nutrição ou Engenharia de Alimentos, Zootecnia, Tecnólogo em Laticínio ou Mestrado na Área de Alimentos. a) Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou ainda no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Parágrafo Primeiro do Artigo 12, da Constituição Federal de 1988; b) Estar quite com as obrigações eleitorais, para os candidatos de ambos os sexos, e, com as obrigações militares, para os de sexo masculino; c) Possuir na data da inscrição para o teste seletivo, certificado ou declaração de conclusão na área específica para a qual irá concorrer; d) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos completos até a data do encerramento das inscrições; e) Apresentar histórico escolar da graduação; f) Não serão aceitas inscrições condicionadas ou extemporâneas admitindo-se, no entanto, inscrição por procuração, devendo ser apresentada neste caso: Instrumento particular de mandato; Fotocópia autenticada do documento oficial de identidade do procurador; Documentos relativos ao candidato, conforme item 2.2; g) a efetivação da inscrição implica, desde logo, na concordância das condições fixadas à realização do presente processo seletivo, não podendo desta forma, sob hipótese alguma, alegar desconhecimento das mesmas; h) a falsidade de afirmativa e ou documentos, ainda que verificada posteriormente à realização deste processo seletivo, implicará na eliminação sumária do candidato. Serão declarados nulos de pleno direito a inscrição e todos os atos dela decorrentes, sem prejuízo de eventuais sanções de caráter judicial.
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço
AVENIDA DOS RAMIRES, S/N CACERES-MT 78200-000 [email protected] Telefone:(65)224-1010 Fax:224-1032
Período(dd/mm/yyyy):
10/01/2005 a 04/02/2005 Horário:
08:00 às 10:30 e das 14:00 às 16:30 Vagas:
2 Remuneração:(R$)

Documentação Necessária
a) Documento oficial de identidade (original e fotocópia); b) Comprovante de quitação das obrigações eleitorais, para ambos os sexos, e com as obrigações militares, para os de sexo masculino (original e fotocópia); c). Cadastro de Pessoa Física (original e fotocópia); d) Duas fotos 3x4 recentes; e) Fotocópia autenticada de habilitação legal correspondente à matéria, reconhecida ou autorizada pelo Conselho Nacional de Educação conforme edital; f) Curriculum Vitae e listagem de títulos; g) Ficha de Inscrição preenchida sem emendas, rasuras e omissão de dados.
Informações Adicionais
Local de Inscrição: Coordenação Geral de Recursos Humanos da EAFC - MT. O Edital na íntegra se encontra à disposição dos interessados na CGRH da Escola Agrotecnica de Cáceres.
URL do Edital
D.O.U. Seção de 05/01/2005 página 14
++++++++++++++++++++++++++++++++++++

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PESSOAL


A Presidente da Comissão Permanente de Licitação do Movimento de Organização Comunitária instituída pela Resolução 01/04 de 16/01/2004 da Secretaria Executiva da Instituição, faz saber aos interessados que estará recebendo inscrições para o processo seletivo de Engenheiros Agrônomos, Técnicos em Agropecuária e Assistente Administrativo para atuação do Projeto Prosperar, de acordo com as seguintes especificações:
Vagas: 02 para Engenheiros Agrônomos, 10 para Técnicos em Agropecuária e 01 para Técnico em Administração (Nível Médio) e 01 para Assistente Administrativo (Nível Médio).
Local de Trabalho: Municípios das Regiões Paraguaçu, Nordeste e Piemonte da Diamantina no Estado da Bahia.
Fases do processo seletivo: Análise de curriculum vitae, prova escrita e entrevista, em seqüência eliminatória.
Exigências para participação: Além de formação nas respectivas áreas, salvo para as vagas de Técnico em Administração e Assistente Administrativo onde poderá concorrer qualquer profissional de escolaridade igual ou superior ao segundo grau, domínio de programas de texto e planilha eletrônica em microcomputadores. Para as vagas de Engenheiro Agrônomo e Técnico em Agropecuária, será exigido habilitação de motorista e registro atualizado no Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA).
Procedimentos para inscrição: Envio de curriculum vitae para o MOC no endereço Rua Pontal, 61, Cruzeiro, CEP 44.017-170, Feira de Santana-Ba, em envelope fechado com a descrição da vaga pretendida acrescida da referência “ Projeto Prosperar”.
Prazo: Serão aceitos e analisados os curriculuns postados nos correios até o dia 31 de Janeiro de 2005.
Ocorrência das demais fases: A prova escrita, apenas para os currículuns selecionados, será realizada no dia 22 de Fevereiro de 2005, das 09 às 12 horas, na sede do MOC em Feira de Santana, no mesmo endereço de envio dos currículuns e as entrevistas individuais, apenas para os aprovados na prova escrita, no período de 01 a 04 de Março, também no mesmo local, em horário e dia a ser estabelecido.
Principais assuntos para a prova escrita: Agricultura familiar, desenvolvimento rural sustentável, agroecologia, manejo de animais e lavouras na região semi-árida e metodologias participativas de assistência técnica rural.
Outras informações: Contatar com Soneide Cristina Oliveira Rios pelo telefone 075-221 1393.

 

EDITAL PARA SELEÇÃO DE PESSOAL


O Presidente da Comissão de Seleção do Programa de Políticas Públicas do Movimento de Organização Comunitária instituída no dia 14 de Janeiro de 2005, faz saber aos interessados que estará recebendo inscrições para o processo seletivo de profissionais em Desenvolvimento Comunitário – Conselho de Gestão/Políticas Públicas, para atuação no Programa de Políticas Públicas do MOC, de acordo com as seguintes especificações:
Vagas: 02 (duas).
Local de Trabalho: Municípios das Regiões Paraguaçu, Nordeste e Piemonte no Estado da Bahia.
Salários: para profissionais com nível médio completo: R$ 800,00 (oitocentos reais); para profissionais com nível superior completo: R$ 1.300,00 (um mil e trezentos reais).
Fases do processo seletivo: Análise de curriculum vitae, prova escrita e entrevista, todos com caráter eliminatório.
Exigências para participação no processo seletivo:
• Residir em Feira de Santana ou na área de atuação do MOC;
• Nível superior ou nível médio completo;
• Disponibilidade para trabalhar em tempo integral (40 horas) e para viagens;
• Facilidade de abertura e manutenção de diálogo;
• Capacidade de negociação e relacionamento em equipes e/com grupos;
• Sensibilidade para questões de gênero, geração e etnia;
• Domínio de programas de texto, internet e planilha eletrônica em microcomputadores;
Procedimentos para inscrição: Envio de curriculum vitae para o MOC no endereço Rua Pontal, 61, Cruzeiro, CEP 44.017-170, Feira de Santana-Ba, em envelope fechado com a descrição expressa (Seleção Programa Políticas Públicas).
Prazos:
• Serão aceitos e analisados os curriculuns postados nos correios até o dia 31 de Janeiro de 2005;
• Prova escrita a ser realizada dia 15 de Fevereiro de 2005, das 09:00 às 12:00 horas na sede do MOC em Feira de Santana no mesmo endereço de envio dos curriculuns;
• Entrevistas individuais apenas para os aprovados na prova escrita, dia 16 de Fevereiro de 2005, a partir das 09:00 horas, na sede do MOC;
Assuntos:
• Ciclo Orçamentário (PPA, LDO, LO);
• Fundamentação legal e objetivos dos Conselhos de Gestão;
• Metodologia participativa para trabalhos comunitários;
• Relações da Sociedade Civil e Poder Público;
• Conhecimentos gerais sobre a região semi-árida;
Outras informações: Contatar Sandra Regina (75) 221-1393 e Ildes Ferreira – Presidente da Comissão – (75) 9199-6413


Ildes Ferreira de Oliveira
Presidente da Comissão de Seleção


Soneide Cristina O. Rios
Presidente da Comissão de Licitação
Movimento de Organização Comunitária

 

EDITAL DE CONVOCAÇÃO II,
PROGRAMA DE FORMAÇÃO DE QUADROS PROFISSIONAIS PERÍODO 2004-2005

O Programa de Formação de Quadros Profissionais do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), estará selecionando 4 (quatro) pesquisadores recém-doutores das áreas de Filosofia e Ciências Humanas, para um período de dois anos, com o início das atividades em março de 2004. Dois dos candidatos serão escolhidos entre recém-doutores formados fora da região Sudeste. O Programa estabelece as seguintes atividades:

Participar dos seminários de estudos, de caráter interdisciplinar, durante toda a duração do Programa; Assistir a todos os seminários da Casa; Participar, se possível, de uma das áreas de pesquisa do Cebrap; Preparar um texto final, cujo esboço deverá ser apresentado no fim do primeiro ano.
Nos dois anos de estada no Cebrap os pesquisadores receberão uma bolsa da Capes no valor de R$ 3.000,00 (três mil reais), com dedicação exclusiva a seus estudos, sem qualquer outra atividade remunerada.
O processo de seleção consiste em duas etapas:
1ª - Seleção prévia daqueles que enviarem seus currículos e projetos de pesquisa, incluindo um resumo (dez páginas) dos principais argumentos e tópicos abordados no projeto. Esses documentos devem ser encaminhados à Secretaria do Programa no endereço do Cebrap.
2ª - Entrevista, por uma equipe do Cebrap, com os candidatos escolhidos na primeira etapa.
O PRAZO PARA AS INSCRIÇÕES FOI PRORROGADO PARA 27 DE FEVEREIRO DE 2004.

INVITACIÓN PÚBLICA
FUNDACIÓN PUMA GG 01/05

Fundación Protección y Uso Sostenible del Medio Ambiente – PUMA es una institución privada sin fines de lucro, con el propósito de promover actividades destinadas a la conservación, protección o administración de recursos naturales renovables de Bolivia, en el marco del Desarrollo Sostenible.

Servicio:

Un(a) Consultor(a) para la elaboración de un diagnóstico y propuesta de normas técnicas para el aprovechamiento sostenible de recursos forestales no maderables.

Requisitos:

El Consultor(a) deberá reunir los siguientes requisitos:

Las personas interesadas podrán recoger los respectivos Términos de Referencia a partir del 03 de enero del 2005 y deberán presentar su Hoja de Vida y propuesta hasta el día 17 de enero del 2005 , en las oficinas de Fundación PUMA, Calle 15, Calacoto, Edif. Torre Ketal, Piso 3. Of. 301-324, San Miguel
e-mail: [email protected]

Grã-Bretanha oferece bolsas de estudo para pós-graduação na área de C&T

O Consultor Científico Chefe para o Governo Britânico, Sir David King, anunciou o patrocínio pelo segundo ano consecutivo das Bolsas de Estudo para Pós-Graduação Dorothy Hodgkin, iniciativa para levar estudantes estrangeiros de pós-graduação qualificados para estudar ciências, tecnologia, medicina, engenharia e ciências sociais, em Universidades Britânicas

O anúncio feito nesta sexta-feira mais do que dobrará o número de estudantes estrangeiros. Serão 160 bolsas de estudo disponíveis este ano.

O programa foi lançado em novembro de 2003 pelo primeiro ministro Tony Blair. O objetivo é absorver estudantes qualificados da Índia, China, Hong Kong, África do Sul, Brasil, Rússia etc para fazerem cursos de pós-graduação em renomados centros de pesquisa Britânicos.
A ênfase do esquema é em excelência, tanto dos centros de treinamento quanto dos estudantes. As bolsas de estudo são dadas apenas a departamentos de Universidades altamente qualificados.
A lista completa dos países aceitos para o programa pode ser vista no seguinte site www.ost.gov.uk/research/funding_schemes.htm
Os recursos serão dados aos departamentos universitários que demonstrarem ter um nível de avaliação de pesquisa substancial.
A ênfase será em excelência e as Universidades terão a responsabilidade de assegurar que os estudantes aceitos tenham diplomas de Universidades qualificadas reconhecidas em seus países.
O esquema é administrado, em nome do Ministério (office) de Ciência e Tecnologia, pelo Conselho de Pesquisa em Engenharia e Ciências Físicas (EPSRC), que atua como condutor dos recursos de todos os patrocinadores e também coordena a colocação dos estudantes.
Informações: [email protected]
Os Conselhos de Pesquisa que contribuem com recursos para o programa são o Conselho de Pesquisa em Engenharia e Ciências Físicas (EPSRC), o Conselho de Pesquisa em Biotecnologia e Ciências Biológicas (BBSRC), o Conselho de Pesquisa em Meio Ambiente Natural (NERC), o Conselho de Pesquisa em Economia e Ciências Sociais (ESRC), o Conselho de Pesquisa em Medicina (MRC) e o Conselho de Pesquisa em Partículas Físicas e Astronomia (PPARC).
O programa será divulgado pelos Adidos Científicos das Embaixadas Britânicas e pelo Conselho Britânico.
O projeto também terá o apoio do Depto. de Educação e do Depto. para Desenvolvimento Internacional. (Com informações do UK-Brazil News, 17/12)

>       PRORROGAÇÃO DE PRAZOS PARA CREDENCIAMENTO DE CONSULTORES PARA >CAPACITAÇÃO E ELABORAÇÃO DE PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS >       O prazo final para pré-habilitação de consultores para capacitação e >elaboração de Planos Diretores Participativos foi prorrogado de 10 de >janeiro de 2004 para 24 de janeiro de 2004. >       O prazo final para envio de toda a documentação ao Ministério das >Cidades foi prorrogado  de 17 de janeiro de 2004 para 31 de janeiro de 2004.>>>>>>>>

Departamento de Geografia, UNICAMP

Encontram-se abertas e  se encerram no  dia 28-01-2005 as inscrições>para o processo seletivo para as disciplinas  de Sensoriamento Remoto II >e Cartografia Temática, do Departamento de Geografia, UNICAMP.  Maiores >informações podem ser encontradas no site www.ige.unicamp.br ><< http://www.ige.unicamp.br/ > http://www.ige.unicamp.br/>   ou pelo telefone >(19) 3788 51 53. > >Obrigado > >Prof. Antonio Carlos Vitte > > >[As partes desta mensagem que não continham texto foram removidas] > > > >2004 - 70 anos da Associação dos Geógrafos Brasileiros.

Selección de Postulantes para cubrir el cargo de Jefe de Laboratorio de Suelos CIEFAP-UNPAT

El Centro de Investigación y Extensión Forestal Andino Patagónico (CIEFAP) llama a inscripción de aspirantes que posean título universitario de grado, a los efectos de contratar un professional para desempeñarse como Jefe de Laboratorio de Suelos, según las responsabilidades y calificaciones que se indican en el Anexo 1.

Se fija como período de inscripción desde el 1 al 25 de Febrero de 2005 en la Secretaría del CIEFAP: Ruta 259 Km4 (9200) Esquel, Provincia del Chubut (AR) - Tel. ++54 (2945) 453948 - [email protected] . Luego del cierre de inscripción, se realizará una entrevista, prevista para el 11 de Marzo de 2005, a todos los postulantes que cumplen con los requerimientos de la presente convocatoria (Anexo2).
El cargo tendrá una retribución bruta de 1250,89 pesos mensuales, a través de un contrato de locación de servicios a partir del 01 de Abril de 2005y exigirán una carga horaria semanal de cuarenta (40) horas.

Anexo 1

Responsabilidades y calificaciones

Se busca un especialista para dirigir el Laboratorio de Suelos, el cual es compartido entre la cátedra de suelos forestales de la Facultad de Ingeniería de la Universidad Nacional de la Patagonia San Juan Bosco (U.N.P.S.J.B) y el Centro de Investigación y Extensión Forestal Andino Patagónico (CIEFAP).

Responsabilidades

El candidato deberá tener la capacidad de desarrollar y/o adaptar técnicas de relevamiento y análisis de suelos, abordando problemas locales y regionales. El profesional seleccionado deberá utilizar los recursos del laboratorio de Suelos y participar activamente en proyectos interdisciplinarios e interinstitucionales. Asimismo deberá desarrollar actividades académicas, que eventualmente se le asignen, en el Departamento de Ingeniería Forestal de la Universidad Nacional de la Patagonia San Juan Bosco.

Calificaciones

Requeridas

1. Título universitario de grado, relacionado con las ciencias forestales.
2. Experiencia en relevamiento, procesamiento de datos edafológicos y análisis de información resultante. Conocimiento y solvencia en el manejo de equipamiento específico.
3. Aptitud para gestionar y liderar proyectos de investigación en el área de suelos.
4. Capacidad de comunicación científica y coloquial tanto en forma escrita como oral
5. Condiciones para brindar cursos de capacitación en técnicas de campo y de laboratorio en el tema de suelos, orientar tesis de grado.

Deseables

1. Estudios de posgrado en relación a ciencias del suelo.
2. Experiencia en la obtención de fondos nacionales e internacionales para desarrollar proyectos de investigación.
3. Experiencia en temas relacionados al manejo y conservación del agua en cuencas forestales.

Anexo 2

Inscripción y condiciones de los postulantes

1. Para presentarse al correspondiente llamado de inscripción, los aspirantes deberán poseer título universitario de grado.
2. La presentación de la solicitud será personal o por carta poder, y deberá entregarse en la administración del CIEFAP
3. La información suministrada por el aspirante tendrá carácter de declaración jurada. A cada aspirante se le entregará una constancia de su presentación.
4. Se hará profusa difusión del llamado de inscripción mediante carteles murales en la CIEFAP y en la sede de la Facultad y por otro medio de comunicación al alcance del CIEFAP a los fines de la inscripción, los aspirantes deberán presentar en el plazo de inscripción fijado la documentación que se detalla a continuación:

Nómina de datos y detalle de antecedentes impresos por cuadruplicado, todos firmados, convenientemente foliados y documentados, donde se haga mención pormenorizada de los elementos que contribuyan a valorar la capacidad del aspirante en el desempeño de tareas que establece el llamado a inscripción, según el siguiente detalle:

a. Totalidad de datos personales del aspirante
b. Copia autenticada de los títulos universitarios, de grado y posgrado
c. Antecedentes docentes
d. Antecedentes científicos, indicando los trabajos de investigación realizados y las publicaciones efectuadas
e. Cargos que desempeñó o desempeña en la administración pública o en la actividad privada
f. Participación en congresos y en que carácter
g. Conferencias y cursos de especialización realizados
h. Aportes originales efectuados en el ejercicio de la especialidad respectiva
i. Síntesis de la actuación profesional
j. Otros datos que el aspirante considere de interés para evaluar sus condiciones profesionales

5. Los aspirantes deberán acompañar la documentación probatoria de todos los títulos y antecedentes involucrados en su presentación, en copia autenticada.
6. Al momento de cierre de la inscripción se labrará un acta donde constarán las inscripciones registradas, la cual será firmada por el Director, o su representante, del CIEFAP. Este acta se exhibirá en la cartelera mural del CIEFAP y de la Facultad de Ingeniería en sede Esquel.

 

ISA - Instituto Sócio Ambiental

Contratação de um(a) assessor(a) permanente para o Projeto de Educação no Alto Rio Negro (Programa Rio Negro do Instituto Socioambiental-ISA), especificamente para acompanhar as escolas-piloto do Rio Tiquié, na região do Alto Rio Negro (Escola Indígena Tuyuka - AEITU; Escola Indígena Tukano do Médio Rio Tiquié - AEITY - e novas inciativas neste rio). Consultem o termo de referência em Anexo e divulguem a notícia a conhecidos. A pessoa interessada deverá morar em São Gabriel da Cachoeira (AM) e realizar acompanhamento de campo às escolas por seis meses ao longo do ano. Vamos receber currículos (com carta de intenções de até 3 páginas) até dia 20 de janeiro de 2005. Obrigada, Flora Dias Cabalzar Instituto Socioambiental Projeto Educação Indígena no Alto Rio Negro // [email protected] / <mailto: [email protected] >

ONG seleciona profissional com experiência em reciclagem

O Espaço Compartilharte está selecionando profissional com experiência em projetos sociais e educativos que utilizem a arte e a cultura com ênfase na reciclagem.
Candidatos(as) devem ter disponibilidade para trabalhar em de 2ª a 6ª feira, em Teresópolis (RJ).

Os currículos, com pretensão salarial, devem ser enviados para o endereço eletrônico [email protected], aos cuidados de Lúcia Helena Münch.

Mais informações pelos telefones (21) 2644-6675 e 2644-6177. (Rits)

Beca de Desarrollo Profesional - Abril 2005

Investigador(a) Asociado(a) al Centro Internacional de Investigaciones para el Desarrollo, Unidad de Género Oficina Regional para América Latina y el Caribe, Montevideo, Uruguay. Podrán aspirar al cargo ciudadanos(as) (y residentes permanentes) de Canadá y los países de América Latina y el Caribe. Los/Las postulantes deberán haber completado recientemente o estar realizando un programa de doctorado, con cursos terminados, en alguna disciplina de ciencias sociales. Deberán poseer conocimiento y experiencia en cuestiones de desarrollo, género y gobernanza/ciudadanía e, idealmente, haber dirigido trabajos de descentralización en países en desarrollo. Manejo de inglés y español o portugués. Cierre postulación 28 de enero de 2005.
Contacto: [email protected] o www.idrc.ca/gender/

ALD2004/0346 - International Chief Hydrographic Surveyor (Iraq - Umm Qasr, currently assigned to Kuwait)

Job expertise:
Expertise Subarea(s):
Environment
Programme
Closing date for applications:
December 31, 2004 (in 11 days) Starting date:
February 1, 2005
Duration of initial contract::
6 Months Expected duration of assignment:
Duty station:
Umm Qasr (IRAQ) Family/Non-family station:
Family station
 
APPLY FOR THIS JOB
 
Description of responsibilities:
Context: Umm Qasr port is of strategic importance for the delivery of hunitarian supplies to Iraq. It is the main seaport of the country. The port suffers from insufficient dredging of the access channels and heavy silting of the berths. A contract to dredge the approach channel is about to begin and a program to equip the port to undertake future maintenance dredging is already underway. A small team of highly skilled international specialists is working in cooperation with Iraqi engineers and administrators to achieve these objectives.

As part of this project the re-establishment of the Survey Department at the port is necessary. The survey personnel require training in new equipment that has been purchased by UNDP. Survey training has begun and needs to be continued to ensure that the Port Survey Department can carry out hydrographic surveys to support future maintenance dredging operations to be conducted by the port.

Job Summary: Under the general supervision of the Project Manager, the incumbents duties will be as follows:

- Carry out survey related duties connected with the dredging of the 86km approach channel to Umm Qasr. These duties may include taking part in the pre and post dredging record surveys on behalf of UNDP; advise on and assist with all survey related matters for the project;

- Provide training on the use of all new acquired survey equipment to Iraqi surveyors and engineers. This equipment includes Trimble GPS DMS 132 and ResonNavisound echo-sounders integrated with Hypack survey software;

- Procedures on frequency and type of surveys incl. standardised reporting;

- Observe standard industry safety and environment procedures for all resources.

Perform other duties as may be required by UNDP.

During the assignment the hydrographical surveyor will be based in Kuwait. He will participate in day trips as a team member to Umm Qasr port as required while strictly complying with the UN security regulations in place at that time.

Percentage of travel:
5 %
Qualifications
Academic background:
Qualified hydrographical surveyor;

Technical expertise:
Overall surveying experience of 10 to 15 years; Advanced knowledge of DGPS and conventional surveying equipment incl. echo sounders, tide gauges, motion sensors, radio transmitters and receivers; Knowledgeable about installation, calibration, testing and maintenance of survey equipment; Proficiency in MS Office suite and hydrographic Hypack/Dredgepack surveying and dredging software

Relevant work experience:
Minimum 3 years dredging experience;

Skills necessary:
Must be a team player, with excellent people and communication skills, patience and perseverance; Desire to train people 50% of the time; Ability to provide hands on training to Iraqi counterparts

Languages:
English

Oportunidade  profissional em  Rondonópolis - MT


Oportunidade profissional Local de trabalho: Rondonópolis - MT Experiência mínima: um ano em reflorestamento Salário: R$ 2.500,00 Contato: Regina Amparo Fone: 64-621-1494

fonte: Noticiario SBEF

Colaboradores (6 de Dezembro) Anónimo Anúncio por Associação Portuguesa de Estudantes Florestais Procuram-se colaboradores para trabalho de campo remunerado durante o mês de Dezembro, na área de Lisboa. A duração e as datas do trabalho ainda não estão definidas, estando dependentes da disponibilidade dos colaboradores interessados. Para mais informações, por favor contactar Diana Reis pelo e-mail [email protected] <mailto: [email protected] > ou pelo telefone 91 907 45 55.

Estagiários na área de Engª Florestal para atuação nas áreas de Educação Ambiental e Silvicultura para estágios curriculares a partir de Janeiro, conto com seu apoio!!

Os Currículos com fotos (preferencialmente) podem ser enviados no meu E-mail ou no meu endereço

Ozzy Mendonça de Lima,955 - Apto 03 São Mateus do Sul/Paraná - CEP 83900-000

Sds Engº Florestal

Alessandro T. de C. Fonseca Petrobrás

-São Mateus do Sul/PR

(42)520-7251 - Ramal - 7405


Fundação La Salette admite candidaturas para Director do Parque

A Fundação La Salette, em Oliveira de Azeméis, aceita candidaturas, até ao próximo dia 15 de Dezembro, ao lugar de Director do Parque La Salette, de candidatos com Licenciatura em Arquitectura Paisagista, Engenharia do Ambiente ou outra similar que se adeque à função.

FUNDAÇÃO LA SALETTE

Entidade contratante: Fundação La Salette

Função: Director do Parque La Salette.

Oferta:

- condições de trabalho adequadas em ambiente jovem e dinâmico;

- remuneração compatível com a função;

- integração num projecto em expansão e inovador;

Formação/ Perfil do candidato:

- Licenciatura em Arquitectura Paisagista, Engenharia do Ambiente, ou outra similar que se adeque à função;

- Pessoa empreendedora e orientada para resultados;

- Capacidade de liderança, elevado sentido de responsabilidade e forte orientação para trabalhar em equipa;

- Proactividade e dinamismo;

- Bom relacionamento interpessoal;

Observações:

Os interessados deverão enviar o Curriculum Vitae detalhado e carta de apresentação até ao dia 15 de Dezembro para :

Fundação La Salette

A/C de Dr. António Rosa (CMOAZ)

Rua António Alegria

3720-234 Oliveira de Azeméis

Manager Programme Planning & Resources

Deadline: 17/12/2004

Requirements:

The World Agroforestry Centre (ICRAF) is one of 15 Future Harvest centres supported by the Consultative Group on International Agricultural Research (CGIAR). As a global leader in agroforestry research and development, ICRAFs ultimate purpose is to improve human welfare by reducing poverty, increasing cash income, improving food and nutritional security, and increasing environmental resilience through improved agroforestry systems.  ICRAF has its headquarters in Nairobi, Kenya, and works in 16 countries throughout Africa, Asia and Latin America.

 
The Position:

The World Agroforestry Centre (ICRAF) is recruiting a Manager for Programme Planning & Resources to be based at its headquarters in Nairobi, Kenya.  Reporting to the Deputy Director General for Programmes (DDG-P), the Manager  will coordinate people, finances, and information in support of stronger science and development in ICRAF.   Oversight will extend across the Programmes spectrum of ICRAF its regional offices, its thematic advisors, and several of its specialized support units.   S/he will work closely with other administrative offices in ICRAF, particularly with the Financial Services unit.  Other specific responsibilities will include:

Advise the Programmes Office on strategies to identify and organize centre-wide input into the planning and management of themes, regions, and support units in ICRAF;
Drawing on guidance from the DDG Programmes, identify and write selected policy guidelines to be issued from the Programmes Office;
In coordination with Financial Services, design and lead selected programmatic and financial assessments of the organizational units (cost centers) under DDG-Programmes, using the analysis to recommend strategic resource reallocations -- where appropriate;
In coordination with Financial Services, organize and oversee the preparation and timely submission of ICRAFs annual Programme of Work and Budget and its annual (rolling) Medium-Term Plans;
In coordination with Financial Services and DDG- Programmes, develop and negotiate the annual budget for the Programmes Office;
Drawing on guidance from the DDG - Programmes, organize the structure and content of the Annual Planning Review, the Programmes Committee meeting, and other significant programmatic events (e.g., related to Medium-Term Plans, the planning of large projects, etc);
In coordination with both the Director General and the DDG Programmes, guide the implementation of selected elements of ICRAFs External Programmes and Management Review (2005-2006);
Manage project submissions and reporting to ICRAFs financial donors under all restricted and unrestricted financial grants.  Oversee the quality control (including timeliness) for all reports to the financial donors emanating from units under the DDG-Programmes;
Design and lead the implementation of processes which assess ICRAFs institutional-level performance, and report on this to financial donors and programme partners as appropriate;
Design and oversee ICRAFs grants database and related databases currently under development.  Directly supervise the Programmes Administrative Officer, who interacts with these systems on a daily basis;
Advise the DDG Programmes on the inflows of issues which need priority and decision.   Convene and lead small teams to provide analysis and recommendations; and
Serve as Acting DDG-Programmes in the absence of the Deputy Director General Programmes.
Requirements:

One or more university degrees in business, public administration, or other managerial science with at least one degree at the post-graduate level  (or sufficient management experience);
A minimum of 5 years of international experience in business, the NGO sector, or international organizations;
Demonstrated supervisory ability and negotiation skills, with a high level of professional energy;
Strong skills in financial management (especially budgeting), development and oversight of project proposals, leadership of meetings, and management writing;
A demonstrated capacity to work in a complex cross-cutting administrative framework of decentralized management authority;
A demonstrated multi-cultural sensitivity and excellent communications skills in that type of setting;
A demonstrated understanding of the role of science in development, and prior experience in research programming;
Willingness to respond within tight timelines and to cope with changing assignments;
Willingness to engage in international travel (up to 10 percent of the time);
Additional desirable qualifications (but not required):   Working knowledge of the Consultative Group for International Agricultural Research (CGIAR); experience with funding cycles and project modalities in organizations such as the European Union, World Bank, IFAD, CFC, and the aid agencies of major governments
Terms of offer

ICRAF offers a competitive salary and benefits package, and a collegial and gender-sensitive working environment. The contract is for an initial period of 3 years, subject to a six-month probation period, assessment of performance, and available resources. Applicants are invited to send a cover letter illustrating their suitability for the above position against the listed qualifications/competencies/skills and a detailed curriculum vitae, with names and addresses of three referees (including telephone, fax numbers and email address).  All correspondence should be addressed to the Human Resources Unit, World Agroforestry Centre (ICRAF), P.O. Box 30677, Nairobi, Kenya OR via email: [email protected]  Applications will be considered until December 17th 2004. Please indicate your advertisement source in your application.

 
ICRAF believes that staff diversity promotes excellence, and strongly encourages applications from women.

  Only shortlisted applicants meeting the above requirements will be contacted.

EDITAL 03/2004

Concurso Público para os cargos de ARQUITETO e ENGENHEIRO do Quadro Geral de Pessoal da Administração Direta do Poder Executivo do Município de Belo Horizonte.

De ordem do Exmo. Sr. Prefeito de Belo Horizonte, Dr. Fernando Damata Pimentel, torno público que estarão abertas, no período a seguir indicado, inscrições para o Concurso Público para provimento dos cargos de ARQUITETO e ENGENHEIRO, nos termos da Lei nº 7.169, de 30 de agosto de 1996, Lei nº 7.971, de 31 de março de 2000, com suas alterações posteriores, Lei nº 8.146, de 29 de dezembro de 2000, com suas alterações posteriores, legislação pertinente e normas estabelecidas neste Edital.

1. DAS ESPECIFICAÇÕES DOS CARGOS E OUTROS DADOS

Cargos

Especialidades

Cód.

Habilitação

Remuneração em outubro/2004

ARQUITETO

Arquiteto/Arquiteto Urbanista

101

Curso de graduação em Arquitetura ou Arquitetura e Urbanismo e registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

R$ 970,00 mais Gratificação de Desempenho de Atividades de Engenharia e Arquitetura – GDEA de R$ 0,34 por ponto, até o máximo de 2.000 pontos, perfazendo um total de R$ 1.650,00

ENGENHEIRO

Agrimensor

201

Curso de graduação em Engenharia de Agrimensura e Registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

R$ 970,00 mais Gratificação de Desempenho de Atividades de Engenharia e Arquitetura – GDEA de R$ 0,34 por ponto, até o máximo de 2.000 pontos, perfazendo um total de R$ 1.650,00

Agrônomo/Florestal

202

Curso de graduação em Engenharia Agronômica ou Engenharia Florestal e Registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

Civil

203

Curso de graduação em Engenharia Civil e Registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

Eletricista

204

Curso de graduação em Engenharia Elétrica ou Engenharia Industrial Elétrica e Registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

Cargos

Especialidades

Cód.

Habilitação

Remuneração em outubro/2004

ENGENHEIRO

Geólogo

205

Curso de graduação em Geologia ou Engenharia Geológica e registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

R$ 970,00 mais Gratificação de Desempenho de Atividades de Engenharia e Arquitetura – GDEA de R$ 0,34 por ponto, até o máximo de 2.000 pontos, perfazendo um total de R$ 1.650,00

Mecânico

206

Curso de graduação em Engenharia Mecânica ou Engenharia Industrial Mecânica e Registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

Químico

207

Curso de graduação em Engenharia Química e Registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA-MG

1.1. Jornada de trabalho para todos os cargos/especialidades: 06 (seis) horas diárias.

1.2. Área de atuação: unidades administrativas dos órgãos da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte – PBH.

1.3. Regime Jurídico: estatutário.

1.4. O presente Concurso Público, dentro do prazo de sua validade, destina-se à cobertura de vagas discriminadas a seguir e ao preenchimento de futuras vagas.

Cargos

Especialidades

Nº de vagas

ARQUITETO

Arquiteto/Arquiteto Urbanista

22

ENGENHEIRO

Agrimensor

6

Agrônomo/Florestal

4

Civil

22

Eletricista

3

Geólogo

7

Mecânico

2

Químico

5

1.5. Atribuições dos cargos, entre outras:

ARQUITETO e ENGENHEIRO: elaborar estudos, pesquisas e análises técnicas necessárias à atualização e implementação do planejamento urbano do Município de Belo Horizonte; vistoriar, acompanhar, colaborar, supervisionar a programação e execução física e financeira das obras, dos programas e dos projetos do Poder Público Municipal, e das ações relativas ao planejamento e ao controle urbano e ambiental; colaborar na elaboração do orçamento anual e plurianual de investimentos da Administração Pública Municipal e acompanhar a sua evolução; contribuir, analisar e acompanhar a captação e negociação de recursos e assistência técnica e financeira necessária ao desenvolvimento dos projetos, junto a órgão e instituições nacionais e internacionais; contribuir na elaboração das normas de segurança do trabalho, ambientais e urbanísticas do Município, em especial as relativas ao parcelamento, uso e ocupação do solo, posturas municipais, licenciamento de atividades urbanas, edificações e equipamentos urbanos, proteção, controle e conservação do meio ambiente, preservação do patrimônio cultural e da melhoria da qualidade de vida, bem como na elaboração de pareceres técnicos, sobre projetos de lei que alterem as referidas normas; elaborar estudos, sistematizar e propor normas e documentos técnicos, informações e subsídios referentes à execução de obras e serviços públicos, posturas municipais, subsidiando o planejamento e controle urbano e ambiental; coordenar, analisar, elaborar, especificar, acompanhar, desenvolver e propor a execução técnica de projetos e programas, cálculos e, especificações e orçamentos para implantação de obras, manutenção e serviços de infra-estrutura urbana e ambiental e de equipamentos urbanos e comunitários; coordenar, analisar, elaborar projetos, especificações, orçamentos e cronogramas, para o licenciamento, e acompanhar a execução técnica dos projetos relativos a obras de manutenção e conservação dos próprios públicos municipais; gerenciar, elaborar e fornecer informações para edificações e parcelamento do solo, além das necessárias à regularização de imóveis, bem como atualizar e manter o acervo cadastral e cartográfico utilizados no fornecimento de informações para projetos e diretrizes; analisar e efetuar vistorias técnicas para licenciamento e execução de projetos de meio ambiente, de edificações, de parcelamento do solo, geométrico, de drenagem e de proteção e controle urbano e ambiental; efetuar vistorias para a emissão de laudos e pareceres técnicos na concessão de baixa de construção e habite-se, bem como na caracterização da qualidade ambiental; analisar e acompanhar os aspectos técnicos da execução dos licenciamentos ambientais e de atividades urbanas; prestar informações de natureza técnica ao público sobre o cumprimento das normas de obras e de elaboração de projetos arquitetônicos e de parcelamento do solo, de equipamentos urbanos e comunitários, de licenciamento de atividades urbanas, de meio ambiente e posturas municipais de maneira educativa; analisar e elaborar, nas áreas de urbanismo e meio ambiente e edificações, estudos técnicos, planejamentos, projetos básicos ou executivos, pareceres, avaliações e prestar assessorias ou consultorias técnicas para fins de procedimentos licitatórios; efetuar cálculos de taxas e multas relativas à aprovação e infração às normas da legislação urbanística e ambiental; coordenar, analisar, elaborar e acompanhar a execução de projetos de prevenção contra incêndios e de segurança do trabalho nos próprios municipais; emitir laudos e pareceres técnicos em processos, arbitramentos, avaliações, expedientes, audiências ou perícias referentes a legislação de parcelamentos, uso e ocupação do solo, meio ambiente, posturas municipais, edificações e equipamentos urbanos e comunitários e de licenciamento de atividades urbanas; ministrar e participar de cursos, palestras e treinamentos de natureza técnicas; participar, analisar e orientar programas de monitoramento da qualidade urbana e ambiental, monitorando-os e analisando os dados deles resultantes; executar outras atividades pertinentes ao cargo, de acordo com as competências do órgão onde atua e interesse da municipalidade.

2. DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO

2.1. Ser brasileiro nato ou naturalizado, ou cidadão português, a quem foi deferida a igualdade nas condições previstas no parágrafo 1º do artigo 12 da Constituição Federal.

2.2. Atender às exigências contidas neste Edital.

3. DAS CONDIÇÕES PARA A POSSE

3.1. Estar em dia com as obrigações eleitorais.

3.2. Estar em dia com as obrigações militares, se do sexo masculino.

3.3. Ter 18 (dezoito) anos completos.

3.4. Possuir a habilitação exigida para o cargo/especialidade pretendido.

3.5. Gozar de boa saúde física e mental, estando apto para exercer as atribuições do cargo/especialidade para o qual for nomeado, contidas neste Edital e previstas na Lei nº 7.971/00.

4. DAS INSCRIÇÕES

4.1. Locais: Agências da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT relacionadas a seguir:

BELO HORIZONTE:

· Agência Barro Preto: Rua Ouro Preto, 350 – Barro Preto.

· Agência Pres. Juscelino Kubitschek (Central): Avenida Afonso Pena, 1270 - Centro.

· Agência Santa Efigênia: Av. Brasil, 310 – Santa Efigênia.

· Agência Savassi: Rua Pernambuco, 1322 - Savassi.

· Agência Venda Nova: Rua Padre Pedro Pinto, 780 - Venda Nova.

· ACF Minas Shopping: Av. Cristiano Machado, 4000 Lj. 29 – Cidade Nova.

CONTAGEM

· Agência Parque Industrial: Av. Cardeal Eugênio Pacelli, 1801 – Cidade Industrial.

4.2. Período: de 01/12/04 a 14/12/04, exceto sábados, domingos e feriados.

4.3. Horário: horário normal de atendimento externo de cada uma das Agências relacionadas acima.

4.4. Documentos exigidos para a inscrição, pessoalmente ou através de procuração:

a) Requerimento de Inscrição corretamente preenchido, em modelo fornecido no ato da inscrição, no qual o candidato declara atender às condições exigidas para a inscrição no cargo/especialidade pretendido e submeter-se às normas expressas neste Edital, sobre as quais não poderá alegar desconhecimento;

b) Carteira de Identidade, para conferência;

c) Cartão do CPF próprio, para conferência.

4.4.1. A procuração de que trata o item 4.4. deverá ser emitida para o fim específico de realização da inscrição. O procurador deverá apresentar a sua carteira de identidade ou documento único equivalente, de valor legal.

4.4.2. O candidato que não possuir CPF deverá solicitá-lo nos postos credenciados, localizados em qualquer agência do Banco do Brasil S.A., da Caixa Econômica Federal e dos Correios, em tempo hábil, isto é, de forma que consiga obter o respectivo cartão antes do término do período de inscrição.

4.4.3. O candidato que fizer declaração falsa ou inexata na ficha de inscrição, bem como apresentar documentos falsos ou inexatos, diretamente ou por intermédio de seu procurador, terá a sua inscrição cancelada, e serão declarados nulos, em qualquer época, todos os atos dela decorrentes.

4.4.4. A Prefeitura Municipal de Belo Horizonte - PBH e a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa - FUNDEP não se responsabilizarão por quaisquer atos ou fatos decorrentes de informações e endereço incorretos ou incompletos fornecidos pelo candidato ou seu procurador.

4.5. Valor da taxa de inscrição: R$ 80,00 (oitenta reais).

4.5.1. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetuado em espécie (dinheiro).

4.5.2. O pagamento da taxa de inscrição não poderá ser efetuado com cheque, mesmo sendo do próprio candidato.

4.5.3. O simples pagamento da Taxa de Inscrição, sem que sejam atendidos os demais requisitos deste Edital, não significa que o candidato esteja regularmente inscrito.

4.6. Outras informações:

a) o pedido de inscrição é de responsabilidade exclusiva do candidato ou de seu procurador;

b) em hipótese alguma será devolvido o valor da taxa de inscrição;

c) será recusada documentação incompleta ou com qualquer emenda ou rasura;

d) não haverá, sob qualquer pretexto, inscrição condicional ou provisória;

e) o candidato só poderá se inscrever para um único cargo/especialidade.

4.7. O candidato ou seu procurador receberá, no ato da inscrição, um comprovante provisório da inscrição e o Manual do Candidato.

4.8. O Comprovante Definitivo de Inscrição – CDI, contendo o horário e local de realização das provas será encaminhado ao candidato, pela FUNDEP, via Correios, para o endereço constante no Requerimento de Inscrição.

4.8.1. Caso não receba o Comprovante Definitivo de Inscrição - CDI até 05 (cinco) dias úteis antes da data programada para realização das provas, o candidato deverá procurar a FUNDEP pelo telefone (31) 3492-7811 ou pelo site www.fundep.br ou diretamente na Av. Cel. José Dias Bicalho, 1.224 – loja 07, Setor de Concursos, Bairro São José/Pampulha, em Belo Horizonte, no horário de 9h às 11h30 e de 13h30 às 16h30, para as devidas providências.

4.8.2. É obrigação do candidato conferir, no Comprovante Definitivo de Inscrição, seu nome, o número do documento utilizado para inscrição, a sigla do órgão expedidor, o cargo/especialidade e o código de referência. Os eventuais erros de digitação ocorridos no nome do candidato e no número do documento utilizado para inscrição, serão anotados pelo fiscal de sala, no dia, no horário e no local de realização de sua prova. O fato será registrado no Relatório de Ocorrências.

4.8.3. Em caso de erro de digitação pela FUNDEP relativos ao cargo/especialidade e código de referência, o candidato deverá procurar a FUNDEP pelo telefone (31) 3492-7811 ou diretamente na Av. Cel. José Dias Bicalho, 1.224 – loja 07, Setor de Concursos, Bairro São José/Pampulha, em Belo Horizonte, no horário de 9h às 11h30 e de 13h30 às 16h30, para as devidas providências.

5. DAS VAGAS DESTINADAS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

5.1. Considera-se portador de deficiência o candidato que se enquadra nas categorias discriminadas no Decreto Federal nº 3.298, de 20 de dezembro de 1999, que participará do concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, considerando as condições especiais previstas neste Decreto, na Lei Federal nº 7.853, de 24 de outubro de 1998 e na Lei Municipal nº 6.661, de 14 de junho de 1994.

5.2. Nos termos dos artigos 1º e 5º da Lei nº 6.661/94, 10% (dez por cento) das vagas oferecidas, em decorrência deste concurso, serão reservadas a portadores de deficiência, até que seja totalmente cumprido o percentual de 5% (cinco por cento) dos cargos criados.

5.2.1. Surgindo novas vagas no decorrer do prazo de validade do concurso, 10% (dez por cento) delas serão, igualmente, reservadas para candidatos portadores de deficiência aprovados no concurso.

5.3. No ato de inscrição, o candidato portador de deficiência declarará a deficiência da qual é portador.

5.3.1. O candidato que não declarar, no ato da inscrição, sua condição de portador de deficiência, não poderá alegar, posteriormente, essa condição, para reivindicar a prerrogativa legal.

5.4. No ato de inscrição, o candidato portador de deficiência especificará a sua necessidade de adaptação para a realização das provas a serem prestadas, respeitadas as características estabelecidas em edital para os exames. Os que não fizerem tal solicitação, não terão as provas preparadas, seja qual for o motivo alegado.

5.4.1. A realização de provas em condições especiais para o candidato portador de deficiência, assim considerada aquela que possibilite a prestação do exame respectivo, é condicionada à solicitação prévia pelo mesmo, sujeita à apreciação e deliberação da unidade responsável pela realização do concurso, observada a legislação específica.

5.4.2. O local de realização das provas para o candidato portador de deficiência será acessível conforme a deficiência. Os candidatos que não especificarem a sua necessidade de adaptação para a realização das provas, conforme item 5.4., não poderão solicitar, no ato das provas, essa condição, seja qual for o motivo alegado.

5.4.3. O candidato portador de deficiência poderá obter informações sobre as condições especiais para a realização das provas que lhes serão oferecidas, na FUNDEP pelo telefone (31) 3492-7811 ou diretamente na Av. Cel. José Dias Bicalho, 1.224 – loja 07, Setor de Concursos, Bairro São José/Pampulha, em Belo Horizonte, no horário de 9h às 11h30 e de 13h30 às 16h30.

5.5. Se aprovado no concurso, quando do resultado das provas de múltipla escolha e de questões abertas, o candidato deverá encaminhar à FUNDEP laudo médico, atestando a espécie e o grau ou nível de deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a sua provável causa.

5.5.1. O laudo médico deverá ser protocolizado, no período de 04/04/05 a 05/04/05, na FUNDEP, situada à Av. Cel. José Dias Bicalho, 1.224 – loja 07, Setor de Concursos, Bairro São José/Pampulha, em Belo Horizonte, ou encaminhado via SEDEX, endereçado à FUNDEP – Setor de Concursos, Av. Pres. Antônio Carlos, 6.627 – Unidade Administrativa II, Campus da UFMG, Pampulha – CEP 31.270-901. Neste caso, a data da postagem deverá obedecer o período indicado.

5.5.2. Na falta de laudo médico ou não contendo este as informações indicadas nos itens 5.5. e 5.5.1. o requerimento de inscrição será processado como de candidato não portador de deficiência, mesmo que declarada tal condição.

5.6. Os candidatos que, no ato da inscrição, se declararem portadores de deficiência, se aprovados nas provas de múltipla escolha e de questões abertas e atendidos os itens 5.5. e 5.5.1., além de figurarem na lista geral de classificados, terão seus nomes publicados em relação à parte, observada a respectiva ordem de classificação.

5.7. A primeira nomeação de candidato portador de deficiência, aprovado no concurso, dar-se-á para preenchimento da décima vaga relativa ao cargo/especialidade para o qual tenha se candidatado e de que trata o presente Edital e as demais ocorrerão na vigésima vaga, trigésima vaga e assim sucessivamente, durante o prazo de validade do concurso, obedecidas as respectivas ordens de classificação e o disposto no item 5.2.

5.8. Para efeito de posse, a deficiência do candidato será avaliada pela Gerência de Saúde do Servidor e Perícia Médica – GSPM da Secretaria Municipal da Coordenação de Administração e Recursos Humanos - SCOMARH, que emitirá laudo pericial fundamentado.

5.8.1. Quando necessário, será garantida a presença de um especialista na área da deficiência do candidato, sem ônus para o mesmo.

6. DO PROCESSO SELETIVO

O processo seletivo constará de prova de múltipla escolha, prova de questões abertas e prova de títulos.

6.1. PROVA DE MÚLTIPLA ESCOLHA

A prova de múltipla escolha, de caráter eliminatório, será valorizada de 0 (zero) a 100 (cem) pontos. A prova conterá 40 (quarenta) questões objetivas, com 04 (quatro) alternativas de resposta, das quais apenas 01 (uma) será correta, e será dividida em duas partes:

1ª parte: 22 (vinte e duas) questões relacionadas ao programa de conhecimentos comuns para todos os cargos/especialidades, valendo 55,0 (cinqüenta e cinco) pontos;

2ª parte: 18 (dezoito) questões de conhecimentos específicos de cada cargo/especialidade, valendo 45,0 (quarenta e cinco) pontos.

6.1.1. Cada questão valerá 2,5 (dois e meio) pontos.

6.1.2. Será aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 60% (sessenta por cento) dos pontos no total da prova de múltipla escolha.

6.1.3. O programa e as sugestões bibliográficas para a prova constam do Anexo I, que integra este Edital.

6.2. PROVA DE QUESTÕES ABERTAS

6.2.1. A prova de questões abertas, de caráter eliminatório, será valorizada de 0 (zero) a 100 (cem) pontos, exigindo-se um mínimo de 60 (sessenta) pontos para aprovação. A prova será dividida em duas partes:

1ª parte: 01 (uma) questão valendo 40 (quarenta) pontos, onde deverá ser elaborado parecer técnico;

2ª parte: 02 (duas) questões valendo 30 (trinta) pontos cada.

6.2.2. Os critérios de correção da prova de questões abertas e os valores a serem atribuídos relativamente a cada questão serão os seguintes:

6.2.2.1. Pertinência ao tema proposto, com argumentação coerente das idéias – 30 (trinta) pontos (somente para a 1ª parte);

6.2.2.2. Exatidão da resposta em relação à questão proposta, com argumentação coerente das idéias – 20 (vinte) pontos (somente para a 2ª parte);

6.2.2.3. Propriedade vocabular – 05 (cinco) pontos para a 1ª parte e 2ª parte;

6.2.2.4. Correção lingüística (morfossintaxe), pontuação, ortografia e acentuação – 05 (cinco) pontos para a 1ª parte e 2ª parte.

6.2.3. Só serão corrigidas as provas de questões abertas escritas com caneta esferográfica de tinta azul ou preta, dos candidatos que obtiverem a pontuação mínima exigida na prova de múltipla escolha, conforme estabelecido no item 6.1.2..

6.2.4. Será adotado processo que impeça a identificação do candidato por parte da banca examinadora, garantindo assim o sigilo do julgamento.

6.2.4.1. O candidato somente poderá apor seu número de inscrição, nome ou assinatura em lugar especificamente indicado para tal finalidade, sob pena de anulação da prova e conseqüente eliminação do concurso, caso proceda de forma contrária.

6.2.5. A prova de questões abertas abordará o programa de conhecimentos específicos para cada cargo/especialidade, constante no Anexo I.

6.3. JULGAMENTO DE TÍTULOS

Para o julgamento de títulos, de caráter classificatório, serão recebidos e julgados apenas os títulos dos candidatos que forem aprovados nas provas de múltipla escolha e de questões abertas, sendo atribuído o máximo de 10 (dez) pontos, conforme abaixo discriminado:

TÍTULOS

PONTOS

. Especialização nas áreas de Urbanismo, Planejamento Urbano, Planejamento Territorial, Meio Ambiente, Habitação, Limpeza Urbana, Transportes Urbanos, Sistemas Construtivos, Sistemas Estruturais, Sistemas GIS (georreferenciamento de informações urbanas) ou Saneamento Urbano, com o mínimo de 360 horas, realizada em instituição de ensino reconhecida pelo MEC ou pelo CEE

1,5 (um e meio) ponto

Até o máximo de 07 (sete) pontos

. Mestrado nas áreas de Urbanismo, Planejamento Urbano, Planejamento Territorial, Meio Ambiente, Habitação, Limpeza Urbana, Transportes Urbanos, Sistemas Construtivos, Sistemas Estruturais, Sistemas GIS (georreferenciamento de informações urbanas) ou Saneamento Urbano, realizado em instituição de ensino reconhecida pelo MEC ou pelo CEE

2 (dois) pontos

. Doutorado nas áreas de Urbanismo, Planejamento Urbano, Planejamento Territorial, Meio Ambiente, Habitação, Limpeza Urbana, Transportes Urbanos, Sistemas Construtivos, Sistemas Estruturais, Sistemas GIS (georreferenciamento de informações urbanas) ou Saneamento Urbano, realizado em instituição de ensino reconhecida pelo MEC ou pelo CEE

3,5 (três e meio) pontos

.Tempo de serviço prestado à Administração Pública do Município de Belo Horizonte como servidor público, independente da função, ou tempo de serviço prestado em outra instituição, na área específica a que concorre

0,5 (meio) ponto por ano

Até o máximo de 3 (três) pontos

6.3.1. Os títulos dos candidatos aprovados nas provas de múltipla escolha e de questões abertas, deverão ser entregues em local, data e horário a serem divulgados no Diário Oficial do Município - DOM. Os títulos deverão ser entregues em envelope fechado (Tamanho: 260 x 360 mm), contendo externamente, em sua face frontal, os seguintes dados: Concurso Público – Edital 03/2004, o nome, o número de inscrição do candidato, o cargo/especialidade e o código de referência.

6.3.2. Serão pontuados apenas 01 título de Especialização, 01 de Mestrado e 01 de Doutorado, por candidato.

6.3.2.1. A comprovação de títulos referentes a pós-graduação: especialização em nível “lato sensu” será feita mediante a apresentação de fotocópia autenticada em cartório do certificado de conclusão (frente e verso), expedido por instituição superior reconhecida pelo MEC ou pelo CEE, com indicação da carga horária e do conteúdo ministrado. Não se aceitarão: declarações, atestados e documentos em língua estrangeira.

6.3.2.2. A comprovação de títulos referentes a pós-graduação “stricto-sensu” (Mestrado e Doutorado) será feita mediante apresentação de fotocópias autenticadas em cartório dos respectivos diplomas (frente e verso), expedidos por instituição superior reconhecida pelo MEC ou pelo CEE ou de fotocópias autenticadas em cartório das Atas das Bancas Examinadoras, devidamente assinadas, comprovando a aprovação das dissertações ou teses. Não se aceitarão: declarações, atestados e documentos em língua estrangeira.

6.3.2.3. Os candidatos detentores de Mestrado ou Doutorado realizados em universidades estrangeiras só terão seus cursos considerados, se seus diplomas tiverem sido revalidados por universidade brasileira.

6.3.3. Para efeito de contagem de tempo de serviço prestado à Administração Pública do Município de Belo Horizonte como servidor público, será computado o tempo de serviço global, independente da função.

6.3.3.1. O título referente ao tempo de serviço prestado à Administração Direta da PBH (Secretarias e órgãos equivalentes) deverá ser comprovado pelo candidato, mediante apresentação do atestado funcional original ou fotocópia autenticada em cartório, contendo a contagem de tempo, solicitada na Gerência de Atendimento aos Servidores - GEATS da Secretaria Municipal da Coordenação de Administração e Recursos Humanos - SCOMARH, à Av. Álvares Cabral, 200, 2º andar – Centro – Belo Horizonte, ou em outro órgão autorizado pela mesma.

6.3.3.2. O título referente ao tempo de serviço prestado à Administração Pública de Belo Horizonte (Órgãos da Administração Indireta e Câmara Municipal) deverá ser comprovado pelo candidato, mediante apresentação de certidão original ou fotocópia autenticada em cartório, expedida pelo órgão competente, contendo carimbo e CNPJ.

6.3.4. O título referente ao tempo de serviço prestado em outra instituição, regida pelo Regime Estatutário, deverá ser comprovado pelo candidato mediante apresentação de fotocópia autenticada da Certidão expedida pelo órgão competente, contendo carimbo e CNPJ.

6.3.5. O título referente ao tempo de serviço prestado em outra instituição, regida pelo Regime Celetista, deverá ser comprovado pelo candidato mediante apresentação de fotocópia autenticada da Carteira de Trabalho e Previdência Social – CTPS, que constem a identificação do portador, o registro dos cargos e dos contratos de trabalho, e de fotocópia autenticada da declaração da instituição com carimbo e CNPJ.

6.3.6. O tempo de serviço prestado à Administração Pública do Município de Belo Horizonte poderá ser somado com o tempo de serviço em outra instituição, desde que não seja concomitante.

6.3.7. Não serão computadas frações de ano trabalhado.

6.3.8. Será de responsabilidade exclusiva do candidato a entrega da documentação referente a títulos, não sendo aceitos títulos entregues via correio, fax, Internet ou fora do prazo estabelecido.

6.3.9. Serão recusados, liminarmente, os títulos que não atenderem às exigências deste edital.

6.3.10. Em hipótese alguma a documentação referente a títulos será devolvida aos candidatos após a realização do concurso.

7. DA REALIZAÇÃO DA PROVA

7.1. As provas de múltipla escolha e de questões abertas terão duração máxima de 05 (cinco) horas e serão realizadas em Belo Horizonte, no dia 20 de fevereiro de 2005, em local e horário constantes no Comprovante Definitivo de Inscrição - CDI.

7.2. Os candidatos submeter-se-ão às provas do concurso exclusivamente nos locais indicados no Comprovante Definitivo de Inscrição – CDI. Em hipótese alguma serão realizadas provas fora do local determinado.

7.3. O candidato deverá comparecer ao local de realização das provas com 30 (trinta) minutos de antecedência, levando lápis preto nº 02, borracha e caneta esferográfica de tinta azul ou preta.

7.4. O ingresso do candidato no local das provas somente será permitido no horário estabelecido e mediante a apresentação do documento único de identidade original de valor legal, que contenha, no mínimo, fotografia, assinatura e filiação, de preferência o apresentado no ato da inscrição, preferencialmente com o Comprovante Definitivo de Inscrição - CDI.

7.4.1. O candidato que chegar após o fechamento dos portões terá vedada sua entrada no prédio e será automaticamente eliminado do concurso.

7.5. O candidato, após ter assinado a lista de presença, não poderá ausentar-se do local de realização da sua prova, sem acompanhamento do fiscal.

7.6. Será eliminado deste Concurso Público o candidato que:

a) deixar o local durante a realização das provas sem a devida autorização;

b) incorrer em falta de urbanidade com os organizadores do concurso;

c) estabelecer, por qualquer método, comunicação com outros candidatos ou com pessoas estranhas;

d) tentar utilizar-se de livros, calculadoras, réguas de cálculo, notas, impressos ou outro meio de informação;

e) ao terminar a prova, não entregar ao fiscal de sala, obrigatoriamente, a Folha de Respostas, a prova de questões abertas e o talão de identificação;

f) fizer-se identificar no caderno de provas, gabarito ou formulário-resposta, por qualquer meio, nos casos expressamente proibidos;

g) deixar de atender às normas e orientações constantes das provas ou expedidas pelos organizadores do concurso.

7.7. Será considerado desistente o candidato que não exibir os documentos exigidos no item 7.4. do Edital do concurso, deixar de assinar a lista de presença ou não comparecer a quaisquer das provas.

7.8. É proibido, durante a realização das provas, o porte de arma ou de qualquer equipamento eletrônico, como relógios (digital), telefone celular, pager, beep ou calculadora.

7.9. PERÍODO DE SIGILO: O candidato deverá permanecer na sala de realização da prova durante, no mínimo, 60 (sessenta) minutos contados do início dela.

7.10. A avaliação da prova de múltipla escolha será feita através do processamento eletrônico de dados. Por isso, serão consideradas, exclusivamente, as respostas transferidas para o formulário apropriado, utilizando-se de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, não sendo atribuído ponto à questão que contenha mais de uma resposta assinalada, emenda, rasura ou que não tenha sido assinalada.

7.11. Serão consideradas nulas as provas de múltipla escolha e de questões abertas que estiverem escritas a lápis.

8. DO PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO E DESEMPATE

8.1. Será classificado o candidato que obtiver, no mínimo, 60% (sessenta por cento) dos pontos no total da prova de múltipla escolha, conforme estabelecido no item 6.1.2 e o mínimo de 60 (sessenta) pontos na prova de questões abertas, conforme item 6.2.1..

8.2. A classificação final do candidato será feita pela soma dos pontos obtidos na prova de múltipla escolha, na prova de questões abertas e na prova de títulos.

8.3. Apurado o total de pontos, na hipótese de empate será dada preferência, para efeito de classificação, sucessivamente, ao candidato que:

a) for o mais velho;

b) tiver obtido maior número de pontos na prova de questões abertas;

c) tiver obtido maior número de pontos na 2ª parte da prova de múltipla escolha.

9. DOS RECURSOS

9.1. Caberá recurso, dirigido em única e última instância ao Secretário Municipal da Coordenação de Administração e Recursos Humanos, no prazo de 02 (dois) dias úteis, iniciado no 1º dia útil subsequente ao dia da publicação no DOM, contra os seguintes atos, na respectiva ordem:

a) gabarito e questões da prova de múltipla escolha;

b) resultado da prova de múltipla escolha e da prova de questões abertas;

c) julgamento da prova de títulos e erros ou omissões na classificação final.

9.2. O recurso deverá ser apresentado no Setor de Concursos da FUNDEP situado à Av. Cel. José Dias Bicalho, 1.224, Loja 07, Bairro São José/Pampulha, no horário de 9h às 11h30 e de 13h30 às 16h30.

9.2.1. O recurso apresentado contra o gabarito e questões da prova de múltipla escolha, deverá seguir as seguintes especificações:

a) em folhas separadas para cada questão;

b) com indicação do número da questão, da resposta marcada pelo candidato e da resposta divulgada pela FUNDEP;

c) com argumentação lógica e consistente, bem como com a bibliografia pesquisada para todas as questões;

d) com uma capa para cada questão em que constem o nome, o número de inscrição, o cargo, o endereço completo e a assinatura do candidato;

e) sem qualquer identificação do candidato no corpo do recurso;

f) ser entregue em duas vias (original e cópia), preferencialmente datilografados ou digitados, que ficarão na FUNDEP;

g) ser entregue em envelope fechado, contendo, externamente, em sua face frontal , os seguintes dados: Concurso Público – Edital 03/2004, o nome, o número de inscrição do candidato e o cargo/especialidade.

9.2.2. O recurso apresentado contra o resultado das provas de múltipla escolha e questões abertas, o julgamento da prova de títulos e a classificação final, deverá seguir as seguintes especificações:

a) com argumentação lógica e consistente;

b) com capa em que constem o nome, o número de inscrição, o cargo, o endereço completo e a assinatura do candidato;

c) sem qualquer identificação do candidato no corpo do recurso;

d) ser entregue em duas vias (original e cópia), preferencialmente datilografados ou digitados, que ficarão na FUNDEP;

e) ser entregue em envelope fechado, contendo, externamente, em sua face frontal, os seguintes dados: Concurso Público – Edital 03/2004, o nome, o número de inscrição do candidato e o cargo/especialidade.

9.3. O prazo previsto para interposição de recurso é preclusivo e comum a todos os candidatos.

9.4.Admitir-se-á um único recurso, por candidato, em cada etapa.

9.4.1. Não serão aceitos recursos coletivos.

9.5. Será rejeitado liminarmente o recurso que:

a) estiver incompleto;

b) der entrada fora do prazo;

c) for encaminhado via FAX, via Internet, via Correios ou para endereço diferente do estabelecido;

d) estiver fora das especificações estabelecidas neste Edital.

9.6. Se do julgamento dos recursos resultar anulação de questão, o ponto correspondente a essa questão será atribuído a todos os candidatos, independentemente de terem recorrido.

9.6.1. Se houver alteração do gabarito oficial, por força de impugnações, as provas serão recorrigidas de acordo com o novo gabarito.

9.7. O candidato poderá obter vista de suas provas, no prazo de recurso, no Setor de Concursos da FUNDEP, situado à Av. Cel. José Dias Bicalho, 1.224, Loja 07, Bairro São José/Pampulha, em Belo Horizonte/MG – Telefone: (31) 3492-7811, no horário de 9h às 11h30 e de 13h30 às 16h30.

9.8. A vista de que trata o item 9.7. poderá ser promovida e efetivada somente pelo candidato ou através de procuração, que deverá ser emitida para fins específicos. O procurador deverá apresentar a sua carteira de identidade ou documento único equivalente, de valor legal.

10. DISPOSIÇÕES GERAIS

10.1. Todas as publicações referentes a este Concurso Público serão feitas no Diário Oficial do Município – DOM.

10.2. A análise das provas e dos recursos será efetuada pela FUNDEP.

10.3. A autoridade competente para decidir, em única e última instância, o resultado da análise das provas, dos recursos, bem como os casos omissos é o Secretário Municipal da Coordenação de Administração e Recursos Humanos.

10.4. O prazo de validade deste Concurso Público é de 02 (dois) anos, a contar da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma vez por igual período.

10.5. A Prefeitura Municipal de Belo Horizonte – PBH e a Fundação de Desenvolvimento e Pesquisa - FUNDEP não se responsabilizam por quaisquer cursos, textos ou apostilas referentes a este Concurso Público.

10.6. Toda informação referente à realização deste Concurso Público será fornecida pelo Setor de Concursos da FUNDEP, situado na Av. Cel. José Dias Bicalho, 1.224, Loja 07, Bairro São José/Pampulha, em Belo Horizonte/MG – Telefone: (31) 3492-7811, site www.fundep.br (clicar em concursos), ou pessoalmente, no horário de 9h às 11h30 e de 13h30 às 16h30.

10.7. A Secretaria Municipal da Coordenação de Administração e Recursos Humanos – SCOMARH responsabiliza-se pela guarda do material referente aos candidatos aprovados pelo prazo previsto em regulamento específico.

10.8. A aprovação neste Concurso Público não cria direito à nomeação e esta, quando ocorrer, obedecerá à ordem de classificação dos candidatos.

10.9. O candidato aprovado deverá manter na Gerência de Planejamento e Incorporação – GEPIN da Gerência de Recursos Humanos - GERH, durante o prazo de validade do concurso público, seu endereço completo, correto e atualizado, responsabilizando-se por eventuais falhas no recebimento das correspondências a ele enviadas pela Administração Municipal em decorrência de insuficiência, equívoco ou alterações dos dados por ele fornecidos.

10.10. Os candidatos nomeados serão lotados de acordo com a necessidade e critérios estabelecidos pela Secretaria Municipal da Coordenação de Política Urbana e Ambiental – SCOMURBE.

10.11. Quando da nomeação e dentro do prazo previsto para posse, o candidato terá direito à reclassificação no último lugar da listagem de aprovados, mediante requerimento, podendo ser novamente nomeado, dentro do prazo de validade do concurso, se houver vaga.

10.12. O requerimento de reclassificação será preenchido em formulário próprio, em caráter definitivo e será recusado se incompleto ou com qualquer emenda ou rasura.

10.13. Para efeito de posse, o candidato nomeado será submetido a exame médico realizado pela Gerência de Saúde do Servidor e Perícia Médica – GSPM da SCOMARH, cujo laudo terá efeito conclusivo sobre as condições físicas, sensoriais e mentais necessárias ao exercício das atribuições do cargo/especialidade respectivo, observada a legislação específica.

10.14. Independentemente de sua aprovação/classificação neste Concurso Público, não será admitido ex-servidor da PBH que esteja submetido ao disposto do art. 205 da Lei nº 7.169/96.

10.15. O candidato aprovado, quando nomeado, deverá apresentar, obrigatoriamente, os seguintes documentos, para efeito de posse no cargo/especialidade:

a) original e fotocópia do CPF próprio;

b) original e fotocópia do título de eleitor com comprovante de votação na última eleição, dos dois turnos, quando houver, ou comprovante de quitação com a justiça eleitoral;

c) original e fotocópia do certificado de reservista, se do sexo masculino;

d) original e fotocópia da carteira de identidade, ou do documento único equivalente, de valor legal;

e) original e fotocópia do PIS ou PASEP, caso seja cadastrado;

f) original e fotocópia do comprovante de Contribuição Sindical, quando pago;

g) original e fotocópia do comprovante de residência atualizado;

h) declaração de bens e valores;

i) fotocópia, autenticada em cartório, do diploma devidamente registrado, do curso de graduação e do registro profissional expedido pelo Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Minas Gerais – CREA - MG, correspondentes ao cargo/especialidade ao qual concorreu;

j) uma fotografia 3x4 recente;

k) laudo médico favorável, fornecido pela Gerência de Saúde do Servidor e Perícia Médica – GSPM da SCOMARH desta Prefeitura;

l) parecer favorável emitido pela Corregedoria do Município.

10.16. Para efeito de posse, poderá ser exigido do candidato aprovado, quando nomeado, qualquer outra documentação necessária à comprovação da habilitação para o cargo/especialidade que foi nomeado.
Belo Horizonte, 17 de novembro de 2.004.
Luiz Alberto Ribeiro Vieira
Secretário Municipal da Coordenação de
Administração e Recursos Humanos


==> EDITAL COMPLETO  (clique aqui)

IAGRO - MS

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PARA A

AGÊNCIA ESTADUAL DE DEFESA SANITÁRIA ANIMAL E VEGETAL - IAGRO

CARGO

FUNÇÃO

HABILITAÇÃO

VAGAS

MUNICÍPIO

REQUISITOS BÁSICOS

Fiscal Estadual Agropecuário

Fiscal Estadual Agropecuário

Medicina Veterinária

1

Água Clara

Graduação em nível superior em Medicina Veterinária, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

1

Amambai

1

Brasilândia

1

Corguinho

1

Itaporã

1

Sidrolândia

Fiscal Estadual Agropecuário

Fiscal Estadual Agropecuário

Biologia

3

Campo Grande

Graduação em nível superior em Biologia, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Psicologia

1

Campo Grande

Graduação em nível superior em Psicologia, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Assistência Social

1

Campo Grande

Graduação em nível superior em Serviço Social, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Meteorologia

1

Campo Grande

Graduação em nível superior em Meteorologia, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Meteorologia ou Engenharia Agronômica ou Física ou Geografia com Mestrado ou Doutorado em Agrometeorologia

1

Campo Grande

Graduação em nível superior em Meteorologia, Agronomia, Física ou Geografia, com mestrado ou doutorado em agrometeorologia, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Análise de Sistema ou Ciência da Computação ou Engenharia da Computação ou profissional com formação em área correlata.

10

Campo Grande

Graduação em nível superior em Análise de Sistema ou Ciência da Computação ou Engenharia da Computação ou em área correlata, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Jornalismo

1

Campo Grande

Graduação em nível superior em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Pedagogia

1

Campo Grande

Graduação em nível superior em Pedagogia, reconhecida pelo Ministério da Educação; habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Gestor de Serviços Organizacionais

Gestor de Atividades Agropecuárias

Biblioteconomia

1

Campo Grande

Graduação em nível superior em Biblioteconomia, reconhecida pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Agente Fiscal Agropecuário

Agente Fiscal Agropecuário

Técnico em Química

2

Campo Grande

Curso de Ensino Médio (2º Grau) Profissionalizante em Química, reconhecido pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Agente Fiscal Agropecuário

Agente Fiscal Agropecuário

Técnico de Laboratório em Análises Clínicas ou Técnico de Laboratório em Ciências Biológicas

8

Campo Grande

Curso de Ensino Médio (2º Grau) Profissionalizante em Técnico de Laboratório em Analise Clínica ou Técnico de Laboratório em Ciências Biológicas, reconhecido pelo Ministério da Educação; habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Agente de Serviços Agropecuários

Agente de Serviços Agropecuários

Ensino Médio Completo

1

Água Clara

Curso de Ensino Médio (2º Grau) Completo e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

1

Alcinópolis

1

Amambaí

1

Anastácio

1

Anaurilândia

1

Bandeirantes

1

Batayporã

1

Bela Vista

1

Bodoquena

2

Bonito

1

Camapuã

24

Campo Grande

1

Caracol

1

Cassilândia

1

Chapadão do Sul

1

Corguinho

1

Coronel Sapucaia

1

Corumbá

1

Costa Rica

1

Deodápolis

1

Dois Irmãos do Buriti

1

Douradina

1

Eldorado

1

Figueirão

1

Glória de Dourados

1

Guia Lopes da Laguna

2

Iguatemi

1

Inocência

1

Itaporã

1

Jaraquari

1

Juti

1

Laguna Carapã

1

Maracaju

1

Miranda

1

Mundo Novo

1

Nioaque

1

Nova Alvorada do Sul

2

Nova Andradina

1

Novo Horizonte do Sul

1

Paraíso

1

Paranaíba

1

Paranhos

1

Porto Murtinho

1

Ribas do Rio Pardo

1

Rio Negro

1

Rochedo

1

Selvíria

1

Sete Quedas

1

Sidrolândia

1

Tacuru

1

Taquarussu

1

Terenos

1

Três lagoas

1

Vicentina

Agente Fiscal Agropecuário

Agente Fiscal Agropecuário

Técnico Agrícola ou Técnico em Agropecuária

1

Água Clara

Curso de Ensino Médio (2º Grau) Profissionalizante de Técnico em Agropecuária ou Técnico Agrícola, reconhecido pelo Ministério da Educação; registro ou protocolo no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

1

Alcinópolis

1

Bandeirantes

1

Bodoquena

1

Caracol

1

Chapadão do Sul

1

Coronel Sapucaia

1

Corum bá

1

Douradina

1

Eldorado

1

Guia Lopes da Laguna

1

Iguatemi

1

Itaquirai

1

Mundo Novo

1

Nioaque

1

Nova Andradina

1

Paranhos

3

Porto Murtinho

1

Ribas do Rio Pardo

1

Rochedo

1

Sete Quedas

1

Sonora

1

Tacuru

1

Terenos

1

Vicentina

Agente de Serviços Agropecuários

Agente de Serviços Agropecuários

Técnico em Tecnologia da Informação

5

Campo Grande

Curso de Ensino Médio (2º Grau) Profissionalizante Técnico em Tecnologia da Informação, e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Agente de Serviços Agropecuários

Agente de Serviços Agropecuários

Técnico em Contabilidade

2

Campo Grande

Curso de Ensino Médio (2º Grau) Profissionalizante de Técnico em Contabilidade, registro ou protocolo de inscrição no respectivo Conselho de Classe e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “B”.

Agente de Serviços Agropecuários

Agente Condutor de Veículos II

Ensino Médio Completo /Motorista com habilitação Categoria “D”

2

Campo Grande

Ensino Médio (2º Grau) Completo e habilitação para conduzir veículos automotores, no mínimo categoria “D”.

ATRIBUIÇÕES E VENCIMENTO

Função

Habilitação

Atribuições Básicas

VENCIMENTO

Base

Adicional Função

Adicional Insalubridade

Fiscal Estadual Agropecuário

Medicina Veterinária

Desenvolver atividades relacionadas à inspeção e defesa sanitária animal.

R$ 800,00

100% (incide sobre o vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Fiscal Estadual Agropecuário

Biologia

Desenvolver atividades relacionadas à analise laboratorial fiscal e de controle e as de suporte às ações de saúde pública e de inspeção e defesa sanitária animal e vegetal.

R$ 800,00

100% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Psicologia

Proceder estudo e avaliação dos mecanismos do comportamento humano, elaborando e aplicando técnicas psicológicas, para possibilitar a orientação, seleção e treinamento no campo profissional e o diagnóstico e terapia clínica. Promover assistência psicológica e realizar ações de atendimento e apoio, no interesse da preservação da vida, da saúde e da segurança e do bem-estar dos servidores do IAGRO e apoiar as atividades desenvolvidas pela Agência com referência à inspeção e defesa sanitária animal e vegetal

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Assistência Social

Planejar e executar ações que visem assegurar o processo de melhoria da qualidade de vida, de atendimento e apoio, no interesse da preservação da saúde, da segurança e do bem-estar social dos servidores do IAGRO, assim como a reintegração desses servidores no meio social, familiar e de trabalho e apoiar as atividades desenvolvidas pela Agência com referência à inspeção e defesa sanitária animal e vegetal.

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Meteorologia

Desenvolver atividades relacionadas a linguagens de programação e softwares meteorológicos e interpretação da saída de modelo numérico.

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Meteorologia ou Engenharia Agronômica ou Física ou Geografia com Mestrado ou Doutorado em Agrometeorologia

Desenvolver atividades relacionadas a linguagens de programação e softwares meteorológicos tipo grads, interpretação da saída de modelo numérico, elaboração de boletins agrometeorológicos e relatórios estratégicos de previsão do tempo.

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base) e 15% sobre vencimento base como Adicional de Capacitação

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Análise de Sistema ou Ciência da Computação ou Engenharia da Computação ou profissional com formação em área correlata.

Desenvolver atividades relacionadas à tecnologia da informação com ênfase em desenvolvimento de sistema, em suporte a redes e em suporte a banco de dados.

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Jornalismo

Redigir artigos, comentários, noticiários e editoriais de interesse do IAGRO para jornal, rádio, televisão, internet e outros meios de comunicação.

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Pedagogia

Desenvolver atividades na área de recursos humanos e projetos educacionais relacionados à inspeção e defesa sanitária animal e vegetal.

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Gestor de Atividades Agropecuárias

Biblioteconomia

Desenvolver atividades relacionadas ao planejamento, execução, acompanhamento e controle das atividades especificas da área.

R$ 800,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Agente Fiscal Agropecuário

Técnico em Química

Desempenhar atividades de rotina de laboratório com ênfase ao preparo de meio de cultura e soluções, e físico-química de alimentos.

R$ 350,00

60% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Agente Fiscal Agropecuário

Técnico de Laboratório em Análises Clínicas ou Técnico de Laboratório em Ciências Biológicas

Desempenhar atividades de rotina de laboratório com ênfase em doenças de animais e microbiologia de alimentos.

R$ 350,00

60% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Agente de Serviços Agropecuários

Ensino Médio Completo

Executar atividades de gestão administrativa e quando for necessário auxiliar nas atividades fins da Agência.

R$ 350,00

35% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Agente Fiscal Agropecuário

Técnico Agrícola ou Técnico em Agropecuária

Desempenhar atividades de média complexidade de inspeção e defesa sanitária animal e vegetal.

R$ 350,00

60% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Agente de Serviços Agropecuários

Técnico em Tecnologia da Informação

Desenvolver atividades relacionadas à tecnologia da informação com ênfase em suporte a redes.

R$ 350,00

35% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Agente de Serviços Agropecuários

Técnico em Contabilidade

Executar atividades de gestão administrativa, orçamentária, contábil, financeira e patrimonial e quando necessário auxiliar nas atividades fins da Agência.

R$ 350,00

35% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

Agente Condutor de Veículos II

Ensino Médio Completo/ Motorista com habilitação Categoria “D”

Executar tarefas inerentes aos serviços de condução, guarda e conservação de veículos, auxiliar nas atividades meio e fins desenvolvidas pela Agência.

R$ 350,00

50% (incide sobre vencimento base)

40% (incide sobre o valor do menor vencimento vigente no Poder Executivo)

EDITAL Nº 001/04 - SEGES/IAGRO

O SECRETÁRIO DE ESTADO DE GESTÃO PÚBLICA E O DIRETOR PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO ESCOLA DE GOVERNO, no uso de suas atribuições, divulgam e estabelecem normas específicas para abertura de inscrições e realização de Concurso Público de Provas e Títulos destinado a selecionar candidatos para o provimento de cargos efetivos do Quadro de Pessoal da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal - IAGRO, observadas as disposições constitucionais referentes ao assunto e, as disposições da Lei n° 2065, de 29 de dezembro de 1999, o Decreto nº 986, de 23 de abril de 1.981 e suas alterações e as normas contidas neste Edital.

1 - DOS CARGOS/FUNÇÕES/HABILITAÇÕES

1.1 - Os cargos/funções/habilitações, o número de vagas por Município, os requisitos básicos e a escolaridade são os constantes do Anexo I, as atribuições básicas e a remuneração, do Anexo II.

1.2 - São requisitos para provimento nos cargos/funções/habilitações:

a) ser brasileiro nato ou naturalizado;

b) ter, no mínimo, 18 anos completos na data da inscrição no concurso;

c) estar quite com as obrigações militares;

d) estar quite com as obrigações eleitorais;

e) estar capacitado física e mentalmente para o exercício das atribuições do cargo/função/habilitação;

f) possuir a escolaridade exigida para o exercício do cargo/função/habilitação;

g) não exercer cargo ou função pública e não acumular proventos de aposentadoria na administração pública federal, estadual ou municipal, conforme disposto no Artigo nº 37, inciso X, da Constituição Federal;

h) possuir o registro profissional no órgão competente e estar quite com as obrigações profissionais, quando for o caso;

i) possuir a Carteira Nacional de Habilitação - CNH, no mínimo, categoria “B” para todos os cargos, exceto para Motorista que deverá ser, no mínimo, categoria “D”;

j) atender às exigências contidas neste Edital.

1.3- Os documentos comprobatórios dos requisitos constantes do subitem 1.2 deste Edital serão exigidos no ato da admissão no cargo/função/habilitação, exceto alínea “b“.

2 - DAS VAGAS

2.1 - As vagas oferecidas serão para provimento dos cargos/funções/habilitações nos municípios constantes do Anexo II deste Edital.

2.2 - As vagas que porventura forem criadas ou abertas durante o prazo de validade do presente concurso poderão ser preenchidas por candidatos habilitados, obedecida a ordem de classificação.

2.3 -Serão destinadas a portadores de deficiência, 5% (cinco por cento) das vagas oferecidas para cada cargo/função/habilitação, desde que a deficiência seja compatível com o exercício das atribuições correspondentes.

2.3.1- Na aplicação do referido percentual, será utilizado o critério de arredondamento previsto no § 1º do Art. 36 do Decreto nº 10.015, de 03 de agosto de 2.000.

2.3.2 - As vagas oferecidas aos portadores de deficiência e não preenchidas serão destinadas aos candidatos não portadores de deficiência, obedecendo a ordem de classificação.

2.3.3 - Quando da nomeação, a junta médica oficial terá decisão terminativa sobre o grau de deficiência e as condições capacitantes ou não para o exercício do cargo.

2.3.4- Consideram-se deficiências aquelas conceituadas na medicina especializada, de acordo com os padrões mundialmente estabelecidos, e que constituam inferioridade que implique grau acentuado de dificuldade para integração social, conforme discriminado no Art. 04 do Decreto nº 10.015, de 03 de agosto de 2.000.

2.3.5 - Não serão considerados como deficiência visual os distúrbios de acuidade visual passíveis de correção.

2.3.6 - A publicação do resultado final do concurso público será feita em duas listas, contendo a primeira, a pontuação de todos os candidatos, inclusive a dos portadores de deficiência, e a segunda somente a pontuação destes últimos.

3 - DAS INSCRIÇÕES

3.1 - Antes de efetuar a inscrição, o candidato deverá conhecer o edital e certificar-se de que preenche todos os requisitos exigidos para a investidura no cargo. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas neste Edital e em seus anexos, em relação às quais não poderá alegar desconhecimento.

3.2 - As inscrições estarão abertas no período de 30 de novembro a 23 de dezembro de 2.004, nos municípios de Campo Grande, Corumbá, Coxim; Dourados, Jardim; Mundo Novo; Naviraí; Nova Andradina, Paranaíba; Ponta Porã e Três Lagoas, no horário de funcionamento das Agências da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT, designadas como locais de inscrição.

3.3 - Os candidatos amparados pela Lei n° 2557, de 13/12/02 deverão proceder conforme estabelecido nos Decretos Estaduais n° 11.232, de 27 de maio de 2.003 e n° 11.238, de 29 de maio de 2.003, que regulamentam a referida lei e os amparados pela Lei n° 2887, de 21/09/2004 deverão proceder conforme estabelecido na mesma.

3.3.1 - Os candidatos deverão postar, via AR (Aviso de Recebimento), até o dia 16 de dezembro de 2004, a ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada, o requerimento e os documentos estabelecidos, endereçando-os ao Presidente da Comissão de Concurso, na Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de MS - FAPEMS, Rua João Pedro de Souza n° 139, bairro Monte Líbano, CEP 79004-680, Campo Grande/MS, para análise e parecer da Comissão.

3.3.2 - O candidato que tiver seu requerimento de isenção de taxa de inscrição indeferido, terá o prazo de 48 (quarenta e oito) horas após a publicação no Diário Oficial do Estado para recolher o valor da taxa e efetivar sua inscrição.

3.3.3 - O candidato que tiver seu requerimento de isenção indeferido e não cumprir as normas estabelecidas no subitem 3.3.2 deste Edital, perderá os direitos decorrentes da inscrição no concurso. Responderá por infração o candidato que apresentar comprovante inidôneo ou firmar declaração falsa para se beneficiar da isenção da taxa de inscrição.

3.4 - As inscrições serão realizadas obedecendo-se aos seguintes procedimentos:

3.4.1- O candidato deverá dirigir-se à Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT, a fim de preencher a Ficha de Inscrição com os seus dados cadastrais, de acordo com as normas contidas no Edital, em letra de forma e a tinta, não podendo deixar qualquer campo sem preenchimento e recolher a taxa de inscrição, no valor de:

a) R$ 63,00 (sessenta e três reais) para a função de Nível Superior;

b) R$ 47,00 (quarenta e sete reais) para a função de Ensino Médio;

3.5 - O candidato deverá indicar, na ficha de inscrição o município onde deseja realizar a prova escrita, dentre os seguintes: Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas.

3.6 - O candidato deverá levar uma cópia (frente e verso separados) do documento de identidade, que será colada no verso da Ficha de Inscrição. Serão considerados documentos de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares, pelos Institutos de Identificação/Secretarias de Segurança Pública; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (ordens, conselhos etc.); carteira nacional de habilitação (somente o modelo aprovado pelo artigo 159 da Lei nº 9.503, de 23 de setembro de 1997).

3.7 - Após o correto e completo preenchimento, assinatura, colagem da cópia do documento de identidade no verso da Ficha de Inscrição e o recolhimento da taxa, o funcionário da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos - ECT entregará ao candidato o Comprovante de entrega da Ficha de Inscrição com seu carimbo e assinatura.

3.8 - O candidato poderá, também, realizar sua inscrição e o pagamento da taxa a ela pertinente, via internet, por meio de débito em conta corrente do Banco do Brasil ou através de boleto eletrônico, utilizando-se do endereço eletrônico www.fapems.org.br no período compreendido entre as 10 horas do primeiro dia fixado para o início das inscrições, até às 16 horas do último dia destinado a essa finalidade.

3.8.1 - O candidato que efetuar o pagamento da inscrição por meio de débito em conta corrente do Banco do Brasil, deverá anexar o referido comprovante na ficha de inscrição.

3.8.2 - Para que o candidato, inscrito via internet, tenha sua inscrição confirmada, deverá enviar a ficha totalmente preenchida e assinada, via SEDEX ou Aviso de Recebimento (AR) em envelope endereçado à Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de MS - FAPEMS, Rua João Pedro de Souza n° 139, Bairro Monte Líbano, CEP 79004-680, Campo Grande/MS.

3.8.3 - As fichas de inscrição não recebidas até o dia 3 de janeiro de 2.005 ou com data de pagamento posterior ao dia 23 de dezembro de 2.004 não serão consideradas.

3.9 - No ato da inscrição, o candidato portador de deficiência deverá comunicá-la especificando-a na ficha de inscrição e, no período das inscrições, deverá encaminhar via SEDEX ou Aviso de Recebimento (AR) à Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura de MS - FAPEMS, Rua João Pedro de Souza n° 139, Bairro Monte Líbano, CEP 79004-680, Campo Grande/MS:

a) Laudo médico atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação da sua prova (modelo no site www.fapems.org.br);

b) solicitação, por meio de requerimento, dos meios necessários para a realização da prova, de acordo com a sua deficiência.

3.9.1 O candidato portador de deficiência que não realizar a inscrição conforme instruções constantes neste Edital não terá a prova preparada, seja qual for o motivo alegado, bem como não concorrerá às vagas reservadas aos portadores de deficiência e não poderá impetrar recurso em favor de sua situação.

3.10 - O valor referente ao pagamento da taxa de inscrição não será devolvido em hipótese alguma, salvo em caso de cancelamento do certame por conveniência do Governo do Estado. Os pagamentos feitos em cheque sem provisão de fundos implicarão a anulação da inscrição.

3.11 - Não serão aceitas inscrições por via postal, fac-símile, e-mail, condicional e/ou extemporânea.

3.12 - As informações prestadas no formulário de inscrição ou na solicitação de inscrição via Internet serão de inteira responsabilidade do candidato, dispondo a Comissão de Concurso, por intermédio da FAPEMS, do direito de excluir do Concurso Público aquele que não preencher o formulário de forma completa, correta e legível.

3.13 - O candidato deverá declarar, no formulário de inscrição ou na solicitação de inscrição via Internet, que tem ciência e aceita que, caso aprovado, deverá entregar os documentos comprobatórios dos requisitos exigidos para o cargo quando solicitados.

3.14 - Não serão aceitas as solicitações de inscrição que não atenderem rigorosamente ao estabelecido neste edital.

3.15 - A solicitação de condições especiais será atendida obedecendo a critérios de viabilidade e de razoabilidade. A candidata que tiver necessidade de amamentar durante a realização da prova deverá levar acompanhante, que ficará em sala reservada para essa finalidade e que será responsável pela guarda da criança. A candidata que não levar acompanhante não realizará a prova.

4 - DA CONFIRMAÇÃO DA INSCRIÇÃO

4.1 - A publicação dos pedidos de isenção de taxa de inscrição, das inscrições deferidas e indeferidas, do local e horário da prova escrita dar-se-ão através de Edital publicado no Diário Oficial do Estado.

4.2 - Os eventuais erros cadastrais (nome e identidade) deverão ser corrigidos no dia e local de realização da prova escrita, exceto quanto à omissão do nome e indeferimento da inscrição.

4.3 - É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar todas as divulgações relativas ao Concurso Público nas publicações do Diário Oficial do Estado, tomando conhecimento de seu conteúdo, para posteriormente não alegar desconhecimento de qualquer tipo ou natureza.

4.3.1 - A FAPEMS poderá disponibilizar todas as divulgações relativas ao Concurso Público no endereço eletrônico www.fapems.org.br, como forma de facilitar para o candidato, o acesso às informações, que não o desobriga do dever de observar os editais a serem publicados no Diário Oficial do Estado.


==> CONTINUAÇÃO - EDITAL COMPLETO E ANEXOS (clique aqui)

 

 

 

 

+++++++++++

 

INSTITUIÇÃO
Nome:(Universidade, empresa, etc)
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO
Instituito/Faculdade/Centro:
FACULDADE DE CIENCIAS AGRONOMICAS DE BOTUCATU
Departamento/Laboratório:

ASSUNTO
Grande Área:
CIENCIAS AGRARIAS Área:
Subárea:

Palavras-chave:
CIENCIAS AGRARIAS ; PLANTAS DANINHAS ; METODOS DE CONTROLE
Disciplina ou Atividade:
Conjunto de disciplinas "PLANTAS DANINHAS E MÉTODOS DE CONTROLE" e "BIOLOGIA E CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS"
Tipo de Atividade a Exercer - Nível Superior
Docência
Livre Docente
FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Concurso Poderão inscrever-se ao concurso, candidatos portadores do título de Doutor, que tenha sido conferido pelo menos cinco anos antes da data da inscrição. Os candidatos portadores de títulos acadêmicos obtidos fora da UNESP, USP e UNICAMP, cuja equivalência ainda não tenha sido apreciada pelo CEPE, terão suas inscrições aceitas condicionalmente, sujeitas a confirmação posterior. O candidato deverá comprovar cinco anos de atividades em ensino de graduação ou de pós-graduação stricto sensu, recomendado pela Capes, e satisfazer, no ato da inscrição, os critérios citados no Edital.
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço
FAZENDA EXPERIMENTAL LAGEADO - CP 237 BOTUCATU-SP 18603-970 [email protected] Telefone:(14)6802-7150 Fax:6821-3438
Período(dd/mm/yyyy):
27/01/2005 a 26/04/2005 Horário:
das 8 às 11 e das 13h30 às 17h30 Vagas:
Remuneração:(R$)

Documentação Necessária
No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar requerimento dirigido ao Diretor da Faculdade, indicando nome completo, idade, filiação, naturalidade, estado civil, endereço residencial, profissão e número da cédula de identidade, acompanhado dos seguintes documentos: a) prova de quitação com o serviço militar, para os candidatos do sexo masculino; b) xerox do título de eleitor e comprovante de votação na última eleição ou justificativa; c) comprovante do título de Doutor; d) comprovante de recolhimento da taxa de inscrição junto à Seção de Finanças da Faculdade; e) comprovante de vinculação ao programa de pós-graduação stricto sensu na qualidade de docente e orientador credenciado; f) comprovante dos demais documentos exigidos para inscrição; g) nove exemplares do memorial em que deverá constar tudo que se relacione com a formação intelectual e com a atividade profissional, didática e científica do candidato, devidamente documentado; h) nove exemplares da Tese original e inédita versando sobre o assunto de livre escolha, pertinente à disciplina em concurso ou de texto que sistematize criticamente a obra do candidato ou parte dela, alcançada após o doutoramento e por ele apresentada de forma ordenada e crítica, de modo a evidenciar a originalidade de sua contribuição nos campos da ciência, das Artes ou das Humanidades.
Informações Adicionais
As inscrições deverão ser feitas na Seção Técnica Acadêmica da Faculdade, situada na Fazenda Experimental Lageado.
URL do Edital
EDITAL DTA/STA/FCA Nº 001/2005, publicado no DOESP dia 27-01-2005 (http://www.imesp.com.br/jornal/e1100.htm)


Jobs: International Federation of Organic Agriculture Movements (IFOAM) seeks an Executive Director and a Program Manager

INSTITUIÇÃO
Nome:(Universidade, empresa, etc)
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JULIO DE MESQUITA FILHO
Instituito/Faculdade/Centro:
FACULDADE DE CIENCIAS AGRONOMICAS DE BOTUCATU
Departamento/Laboratório:

ASSUNTO
Grande Área:
CIENCIAS AGRARIAS Área:
Subárea:

Palavras-chave:
CIENCIAS AGRARIAS ; PLANTAS DANINHAS ; METODOS DE CONTROLE
Disciplina ou Atividade:
Conjunto de disciplinas "PLANTAS DANINHAS E MÉTODOS DE CONTROLE" e "BIOLOGIA E CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS"
Tipo de Atividade a Exercer - Nível Superior
Docência
Livre Docente
FORMA DE ADMISSÃO
REQUISITOS EXIGIDOS

Concurso Poderão inscrever-se ao concurso, candidatos portadores do título de Doutor, que tenha sido conferido pelo menos cinco anos antes da data da inscrição. Os candidatos portadores de títulos acadêmicos obtidos fora da UNESP, USP e UNICAMP, cuja equivalência ainda não tenha sido apreciada pelo CEPE, terão suas inscrições aceitas condicionalmente, sujeitas a confirmação posterior. O candidato deverá comprovar cinco anos de atividades em ensino de graduação ou de pós-graduação stricto sensu, recomendado pela Capes, e satisfazer, no ato da inscrição, os critérios citados no Edital.
INFORMAÇÕES COMPLEMETARES
Endereço
FAZENDA EXPERIMENTAL LAGEADO - CP 237 BOTUCATU-SP 18603-970 [email protected] Telefone:(14)6802-7150 Fax:6821-3438
Período(dd/mm/yyyy):
27/01/2005 a 26/04/2005 Horário:
das 8 às 11 e das 13h30 às 17h30 Vagas:
Remuneração:(R$)

Documentação Necessária
No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar requerimento dirigido ao Diretor da Faculdade, indicando nome completo, idade, filiação, naturalidade, estado civil, endereço residencial, profissão e número da cédula de identidade, acompanhado dos seguintes documentos: a) prova de quitação com o serviço militar, para os candidatos do sexo masculino; b) xerox do título de eleitor e comprovante de votação na última eleição ou justificativa; c) comprovante do título de Doutor; d) comprovante de recolhimento da taxa de inscrição junto à Seção de Finanças da Faculdade; e) comprovante de vinculação ao programa de pós-graduação stricto sensu na qualidade de docente e orientador credenciado; f) comprovante dos demais documentos exigidos para inscrição; g) nove exemplares do memorial em que deverá constar tudo que se relacione com a formação intelectual e com a atividade profissional, didática e científica do candidato, devidamente documentado; h) nove exemplares da Tese original e inédita versando sobre o assunto de livre escolha, pertinente à disciplina em concurso ou de texto que sistematize criticamente a obra do candidato ou parte dela, alcançada após o doutoramento e por ele apresentada de forma ordenada e crítica, de modo a evidenciar a originalidade de sua contribuição nos campos da ciência, das Artes ou das Humanidades.
Informações Adicionais
As inscrições deverão ser feitas na Seção Técnica Acadêmica da Faculdade, situada na Fazenda Experimental Lageado.
URL do Edital
EDITAL DTA/STA/FCA Nº 001/2005, publicado no DOESP dia 27-01-2005 (http://www.imesp.com.br/jornal/e1100.htm)


Jobs: International Federation of Organic Agriculture Movements (IFOAM) seeks an Executive Director and a Program Manager

 

 

 

======++++++

CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DA

COMPANHIA NACIONAL DE ABASTECIMENTO

EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

EDITAL 01/2004

A Companhia Nacional de Abastecimento - CONAB, por intermédio de seu Presidente, faz saber que realizará Concurso Público para provimento dos cargos do seu quadro permanente de pessoal, destinado a selecionar candidatos aos cargos constantes do ANEXO I e formação de cadastro para vagas disponíveis na Matriz da CONAB, em Brasília, e nas Superintendências Regionais, observadas as disposições contidas nos diplomas legais vigentes.

1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

1.1. O Concurso Público será realizado sob inteira responsabilidade, organização e controle da Fundação José Pelúcio Ferreira de Apoio Institucional à Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, observadas as normas do presente Edital.

1.2. O Concurso destina-se a selecionar candidatos para o preenchimento de 132 vagas para o cargo de Técnico de Nível Superior, distribuídas por áreas, conforme apresentado no ANEXO I deste Edital.

1.3. O número de vagas registrado no ANEXO I deste Edital poderá, de acordo com as necessidades da CONAB e mediante prévia autorização dos órgãos competentes, ser ampliado durante o prazo de validade do Concurso.

1.4. A remuneração dos cargos e demais vantagens constam do ANEXO I.

1.5. Quando do ingresso no quadro de pessoal da CONAB, os candidatos aprovados estarão sujeitos a jornada de trabalho de 8 (oito) horas diárias, até o limite de 44 (quarenta e quatro) horas semanais, ressalvadas excepcionalidades prevista em legislação própria.

1.5.1. De acordo com as necessidades da CONAB, poderá ocorrer escala especial de trabalho, observadas as normas legais e regulamentares sobre o assunto.

1.6. Os aprovados que ingressarem no quadro de pessoal serão regidos pelos dispositivos legais previstos na Constituição da República Federativa do Brasil, Consolidação das Leis do Trabalho – CLT, Estatuto Social e demais Normas da Companhia.

2. DAS INSCRIÇÕES

2.1. A inscrição no presente Concurso Público implica o pleno conhecimento e tácita aceitação das condições estabelecidas neste Edital, das quais o candidato não poderá alegar desconhecimento, sob nenhuma hipótese.

2.1.1. As inscrições somente poderão ser feitas pela Internet. O candidato deverá acessar o site www.fjpf.org.br, onde consta o Edital, a Ficha de Inscrição, os procedimentos necessários à efetivação da inscrição, bem como os programas e sugestões bibliográficas.

2.1.2. A inscrição pela Internet estará disponível durante as 24h do dia, a partir das 9h do dia 03/dezembro/2004 até às 20h do dia 30/dezembro/2004, considerando-se o horário de Brasília/DF.

2.1.3. O valor da taxa de inscrição é de R$ 50,00 (cinqüenta reais) para o cargo de Técnico de Nível Superior III e de R$ 30,00 (trinta reais) para o cargo de Técnico de Nível Superior I.

2.1.4. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser efetivado, impreterivelmente, até o último dia previsto para o encerramento das inscrições, caso contrário não será considerado.

2.1.5. As inscrições somente serão aceitas após o banco confirmar o efetivo pagamento do valor da taxa de inscrição, que poderá ser feito em qualquer agência bancária, em espécie, obrigatoriamente, por meio de Boleto Bancário específico, impresso pelo próprio candidato no momento da inscrição. Não será aceita outra forma de pagamento diferente da descrita.

2.1.6. O descumprimento de qualquer das instruções para inscrição, via Internet, implicará no cancelamento da inscrição.

2.1.7. A taxa de inscrição NÃO será devolvida em nenhuma hipótese.

2.2. A inscrição pela Internet é de inteira responsabilidade do candidato e deve ser feita com antecedência, evitando-se o possível congestionamento de comunicação do site www.fjpf.org.br nos últimos dias de inscrição.

2.2.1. Alerta-se que a CONAB e a FJPF não se responsabilizam por problemas na inscrição via Internet motivados por falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores de ordem técnica que venham a impossibilitar a transferência de dados.

2.2.2. O candidato poderá verificar a confirmação da sua inscrição no site www.fjpf.org.br, prevista para até o sexto dia útil, contado da data de encerramento das inscrições.

2.2.3. A prestação de declaração falsa ou inexata e a não apresentação de qualquer documento exigido importarão em insubsistência de inscrição, nulidade de habilitação e perda dos direitos decorrentes, sem prejuízo das sanções aplicáveis à falsificação de declaração.

2.2.4. No ato da inscrição o candidato terá, obrigatoriamente, que optar pelo cargo para o qual prestará concurso, pelo local da vaga, bem como pela localidade de realização das provas e, efetivada a inscrição, não será aceito pedido de alteração.

2.2.5. É de responsabilidade do candidato manter em seu poder o comprovante de pagamento do boleto bancário relativo a sua inscrição.

3. DAS VAGAS RESERVADAS AOS PORTADORES DE DEFICIÊNCIA

3.1. Em cumprimento ao disposto no art. 37, inciso VIII, da Constituição da República Federativa do Brasil, na Lei no 7.853, de 24 de outubro de 1989 e no Decreto Federal no 3.298, de 20 de dezembro de 1999, ficam reservadas 5% (cinco por cento) do total das vagas oferecidas às pessoas portadoras de deficiência.

3.2. Caso a aplicação do percentual de que trata o subitem 3.1 resultar em número com fração, este deverá ser elevado até o primeiro número inteiro subseqüente, que incidirá sobre o total de vagas oferecidas no ANEXO I, vedando-se arredondamentos posteriores, por exemplo: a cada 20 vagas oferecidas, a 20.ª vaga deverá ser destinada a um candidato portador de deficiência que tenha obtido classificação final, após aprovação nas etapas do certame.

3.3. Os candidatos amparados pelo disposto no subitem 3.1 e que declararem sua condição por ocasião da inscrição no presente Concurso serão convocados, oportunamente, para se submeterem à perícia médica, realizada por junta médica oficial, que terá decisão terminativa sobre a qualificação e aptidão do candidato, observada a compatibilidade da deficiência da qual é portador com as atribuições do cargo/área.

3.4. É considerada deficiência toda perda ou anormalidade de uma estrutura ou função psicológica, fisiológica ou anatômica que gere incapacidade para o desempenho de atividade dentro do padrão considerado normal para o ser humano, conforme previsto no Decreto n.º 3.298/99 e suas alterações posteriores.

3.5. O candidato portador de deficiência e, portanto, amparado pelo disposto no subitem 3.1 deste Edital, por ocasião do preenchimento da Ficha de Inscrição, deverá indicar no campo apropriado o tipo de deficiência.

3.5.1. O portador de deficiência deverá, obrigatoriamente, enviar laudo médico ORIGINAL, atestando claramente a espécie e o grau ou o nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças - CID, bem como a provável causa da deficiência.

3.5.2. Os candidatos portadores de deficiência, ao efetuarem sua inscrição via Internet deverão, até o último dia de inscrição, enviar requerimento, apresentado em formato livre, e o laudo médico ORIGINAL, descritos, respectivamente, nos subitens 3.5 e 3.5.1, por meio de SEDEX, com Aviso de Recebimento (AR), para a Caixa Postal 001870-0 – CEP: 20010-974.

3.6. Os candidatos portadores de deficiência participarão do Concurso Público em igualdade de condições com os demais candidatos no que se refere ao conteúdo, avaliação, duração, horário e local de aplicação das provas.

3.7. As vagas a que se refere o subitem 3.1, que não forem providas por falta de candidatos, por reprovação no Concurso, por contra-indicação na perícia médica ou outro motivo, serão preenchidas pelos demais aprovados, observada a ordem de classificação.

3.8. No caso de descumprimento das determinações descritas nos subitens 3.5, 3.5.1 e 3.5.2, o candidato deficiente não será considerado como tal para efeito de classificação e preenchimento das vagas reservadas para portadores de deficiência.

4. DAS condições ESPECIAIS para as provas

4.1. Caso haja necessidade de condições especiais para se submeter às provas, o candidato, portador ou não de deficiência, deverá solicitá-la no ato da inscrição, no campo específico, indicando claramente quais os recursos especiais necessários, arcando com as conseqüências de sua omissão.

4.2. As condições especiais solicitadas serão avaliadas segundo critérios de razoabilidade e viabilidade.

5. DA CONVOCAÇÃO PARA AS PROVAS

5.1. A FJPF remeterá ao candidato, pelos Correios, a Carta de Convocação para a Prova Objetiva e de Redação, destinando-a ao endereço indicado na Ficha de Inscrição.

5.1.1. É obrigação do candidato conferir se as informações contidas na Carta de Convocação para as provas estão corretas. Caso haja alguma dúvida referente ao conteúdo da mesma, o candidato poderá entrar em contato com a FJPF pelo telefone (21)2532.2502, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 9 horas às 17 horas.

5.1.2. Se o candidato não receber sua Carta de Convocação para a prova até a semana anterior à data marcada para sua realização, deverá obter informações sobre o local de provas pela Internet, no site www.fjpf.org.br ou pelo telefone (21) 2532.2502, de segunda a sexta-feira, exceto feriados, das 9 horas às 17 horas.

5.1.3. O candidato que não entrar em contato com a FJPF no prazo mencionado, deverá arcar com as conseqüências advindas de sua omissão.

5.1.4. A comunicação feita pelos Correios não exime o candidato da responsabilidade de acompanhamento pelo Diário Oficial da União de todos os atos referentes a este Concurso Público.

6. DAS CONDIÇÕES DE REALIZAÇÃO DAS PROVAS

6.1. As provas objetivas e a redação serão realizadas, simultaneamente, nas localidades de 1) Aracaju/SE, 2) Brasília/DF, 3) Belo Horizonte/MG, 4) Belém/PA, 5) Campo Grande/MS, 6) Cuiabá/MT, 7) Curitiba/PR, 8) Florianópolis/SC, 9) Fortaleza/CE, 10) Goiânia/GO, 11) João Pessoa/PB, 12) Maceió/AL, 13) Manaus/AM, 14) Natal/RN, 15) Palmas/TO, 16) Porto Velho/RO, 17) Porto Alegre/RS, 18) Recife/PE, 19) Rio Branco/AC, 20) Rio de Janeiro/RJ, 21) Salvador/BA, 22) São Luís/MA, 23) São Paulo/SP, 24) Teresina/PI, 25) Vitória/ES, em data, horário e local a serem oportunamente publicados no Diário Oficial da União, divulgados na Internet, no site www.fjpf.org.br e informados aos candidatos na Carta de Convocação para provas.

6.2. A critério da FJPF, as provas poderão ser realizadas em dias de sábado, domingo ou feriado.

6.3. É de responsabilidade exclusiva do candidato a identificação correta de seu local de prova e o comparecimento ao local determinado.

6.4. O candidato deverá comparecer ao local destinado à realização das provas com antecedência mínima de 60 (sessenta) minutos do horário previsto para o seu início, munido de caneta esferográfica (tinta azul ou preta) e documento oficial de identidade original.

6.4.1. Serão considerados documentos oficiais de identidade: carteiras expedidas pelos Comandos Militares (ex-Ministérios Militares), pelos Corpos de Bombeiros e pelas Polícias Militares; carteiras expedidas pelos órgãos fiscalizadores de exercício profissional (Ordens, Conselhos e outros); Certificado de Reservista; Passaporte; carteiras funcionais do Ministério Público e Magistratura; carteiras expedidas por órgão público que, por Lei Federal, valem como identidade e Carteira Nacional de Habilitação (somente o modelo com foto).

6.4.2. Não serão aceitos como documento de identidade: certidão de nascimento, título eleitoral, Carteira Nacional de Habilitação (modelo sem foto), carteira de estudante, carteira funcional sem valor de identidade, documentos ilegíveis, não identificáveis e/ou danificados.

6.4.3. O documento deverá estar em perfeitas condições, de forma a permitir, com clareza, a identificação do candidato e sua assinatura.

6.5. O documento de identidade deverá ser entregue ao fiscal de sala com o qual ficará retido e devolvido após a entrega do Cartão de Respostas e da folha de redação, ao término de sua prova.

6.6. Não será permitida a entrada de candidatos no local de realização das provas após o horário fixado para seu início. Será eliminado do Concurso Público o candidato que faltar ou chegar atrasado ao local da prova.

6.7. Não haverá, sob pretexto algum, segunda chamada para qualquer prova, bem como aplicação fora do horário, data e locais determinados. O não comparecimento a quaisquer das provas resultará na eliminação automática do candidato.

6.8. O candidato não poderá ausentar-se da sala de realização das provas sem acompanhamento de fiscal, após ter assinado a lista de presença.

6.9. O candidato só poderá retirar-se definitivamente do recinto de realização das provas, após 60 (sessenta) minutos contados do seu efetivo início.

6.10. O candidato só poderá levar o próprio exemplar da prova se deixar a sala faltando 30 (trinta) minutos para o término.

6.10.1. Exemplares das provas serão disponibilizados para os candidatos, aleatoriamente, no portão de acesso ao local de prova, 30 (trinta) minutos antes do tempo previsto para seu término.

6.11. Não será permitido ao candidato, por motivo de segurança, fazer qualquer anotação que não seja no seu exemplar de prova, nem mesmo de gabarito.

6.12. Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para aplicação das provas em virtude de afastamento de candidato da sala de provas.

6.13. No dia de realização das provas não serão fornecidas, por qualquer membro da equipe de aplicação das provas e/ou pelas autoridades presentes, informações referentes ao conteúdo das provas e/ou aos critérios de avaliação.

6.14. Terá sua prova anulada e será automaticamente eliminado do processo seletivo o candidato que durante a realização das provas:

a) for surpreendido em comunicação com outro candidato verbalmente, por escrito ou de qualquer outra forma;

b) fizer em qualquer documento, declaração falsa ou inexata;

c) utilizar-se de livros, códigos impressos, máquinas calculadoras e similares ou qualquer tipo de consulta;

d) for descortês com os coordenadores, executores ou seus auxiliares ou qualquer autoridade presente.

6.15. O candidato deverá transcrever as respostas da prova objetiva para o Cartão de Respostas, que será o único documento válido para correção eletrônica. O preenchimento do Cartão de Respostas e sua respectiva assinatura serão de inteira responsabilidade do

candidato, que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas nele contidas. Não haverá substituição de Cartão de Respostas por erro do candidato.

6.16. Será atribuída nota zero à questão da prova objetiva que contiver: emenda, rasura ou marcação incorreta ou mais de uma ou nenhuma resposta assinalada no Cartão de Respostas.

7. DA PROVA OBJETIVA

7.1. O Concurso constará de Provas Objetivas (classificatórias e eliminatórias) para todos os cargos/áreas, conforme ANEXO II, sendo compostas de 50 (cinqüenta) questões do tipo múltipla escolha, valendo cada questão 2 (dois) pontos, totalizando 100 (cem) pontos, com duração total de 4h e 30 min (quatro horas e trinta minutos), incluindo a Redação.

7.2. As provas versarão sobre os assuntos dos programas constantes no Manual do Candidato, expediente também regulador deste Concurso, estando os programas disponíveis, também na Internet, no site www.fjpf.org.br.

8. DA REDAÇÃO

8.1. Será aplicada Redação, de caráter classificatória e eliminatória, no mesmo dia e horário da Prova Objetiva, para todos os cargos/áreas, valendo 20 (vinte) pontos.

8.2. Serão corrigidas somente as redações dos candidatos aprovados na prova objetiva.

8.3. A Redação deverá ser desenvolvida em forma de dissertação sobre tema relacionado à atualidade, que será divulgado no momento da prova.

8.4. Para efeito de avaliação da Redação serão considerados os elementos descritos no ANEXO III.

8.5. A Redação deverá ser apresentada em formulário específico, personalizado, fornecido junto com o Cartão de Respostas no dia da Prova Objetiva.

8.6. O resultado de cada Redação será registrado pelo examinador no formulário da Redação, e será divulgado no site www.fjpf.org.br.

9. DA APROVAÇÃO

9.1. Serão considerados aprovados, conforme apresentado no quadro de provas do ANEXO II, os candidatos que:

a) obtiverem percentual mínimo de acertos de 50% (cinqüenta por cento) em Língua Portuguesa, 50% (cinqüenta por cento) em Informática e 50% (cinqüenta por cento) em Conhecimentos Específicos, que abrange matérias específicas do cargo/área para o qual concorre e assuntos relacionados à CONAB;

b) não obtiver nota 0 (zero) em qualquer das matérias que compõem a disciplina de conhecimentos específicos;

c) obtiverem, no mínimo, 10 (dez) pontos na Redação.

10. DOS RECURSOS E REVISÃO

10.1. Os gabaritos serão divulgados no site www.fjpf.org.br, a partir das 14h do 2.º dia útil após a realização da prova.

10.2. O candidato poderá apresentar recurso a qualquer das questões das Provas Objetivas, nele incluindo as razões pelas quais discorda do gabarito ou conteúdo da questão, desde que devidamente fundamentado.

10.3. O recurso deverá ser:

a) apresentado em formato livre e interposto até 2 (dois) dias úteis, contados a partir do dia seguinte da divulgação dos gabaritos oficiais, conforme ANEXO IV - Cronograma Previsto;

b) apresentado em folhas separadas para questões diferentes;

c) transcrito em letra de forma ou impresso contendo, obrigatoriamente, para cada questão, o nome do candidato, o número de sua inscrição, o cargo e área para o qual concorre, o número da questão contra a qual recorre, alegações e seus fundamentos, comprovando-as com citação de artigos de legislação, itens, páginas de livros, nome dos autores e anexando, sempre que possível, cópia da documentação comprobatória;

d) assinado pelo candidato;

e) enviado por meio da ECT (Correios), por SEDEX, com Aviso de Recebimento (AR), à FJPF, Concurso Público da CONAB – para a Caixa Postal 001870-0, CEP: 20010-974 - Centro, Rio de Janeiro – RJ, obrigatoriamente, dentro do prazo estabelecido para o recurso.

10.4. Será indeferido o recurso ou pedido de revisão postado fora do prazo estipulado no ANEXO IV – Cronograma Previsto e aquele que não atender o estabelecido no item 10.3.

10.5. As alterações de gabarito ou de notas, após exame dos recursos, serão dadas a conhecer, pela Internet, no site www.fjpf.org.br.

10.6. Após o julgamento dos recursos interpostos, os pontos correspondentes às questões das Provas Objetivas, porventura anuladas, serão atribuídos a todos os candidatos, indistintamente.

10.7. Da nota da Redação somente será aceito pedido de revisão, ou seja, ao candidato não caberá solicitar vista de sua redação ou apresentar recurso, alegações e fundamentos, referentes ao seu desempenho, cabendo à banca, exclusivamente, reavaliar a sua redação.

10.8. O pedido de revisão deverá ser encaminhado por meio do site www.fjpf.org.br, contendo, obrigatoriamente, o nome do candidato, o número de sua inscrição, o cargo e área para o qual concorre, no primeiro dia útil contado a partir do dia posterior ao da divulgação das notas das redações.

10.9. A decisão proferida pela Banca Examinadora será irrecorrível.

11. DA CLASSIFICAÇÃO

11.1. Para todos os cargos/áreas, os candidatos aprovados na Prova Objetiva e na Redação terão sua classificação considerando-se a soma dos pontos obtidos na Prova Objetiva, adicionando-se a nota obtida na Redação.

11.2. A classificação será feita segundo a ordem decrescente da nota final, por cargo/área e local da vaga.

11.3. Na hipótese de igualdade no total de pontos entre os aprovados, terá preferência na classificação, sucessivamente, o candidato que:

a) obtiver o maior número de pontos nas Matérias Específicas da área;

b) obtiver o maior número de pontos em Língua Portuguesa;

c) obtiver o maior número de pontos nos assuntos relacionados à CONAB;

d) obtiver o maior número de pontos em Informática;

e) tiver mais idade.

11.4. Os candidatos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, completos até o último dia de Inscrição, terão a idade como primeiro critério de desempate, hipótese em que terá preferência o mais idoso. Caso persista o empate, deverá ser observado o critério estabelecido no item 11.3.

12. DO PROVIMENTO DOS CARGOS

12.1. O candidato deve atender às seguintes condições, quando de sua convocação:

a) ter nacionalidade brasileira ou gozar das prerrogativas dos Decretos n.º 70.391/72 e 70.436/72 e artigo 12, parágrafo 1º da Constituição Federal;

b) estar quite com as obrigações eleitorais, para os candidatos de ambos os sexos;

c) estar quite com as obrigações militares, para os candidatos do sexo masculino;

d) não estar incompatibilizado para nova investidura em cargo público;

e) possuir diploma de Ensino Superior na área a que concorre e estar registrado no respectivo Conselho de Classe, bem como estar inteiramente quite com as demais exigências legais do órgão fiscalizador do exercício profissional;

f) para o cargo de Técnico de Nível Superior III, que requer experiência superior a 5 (cinco) anos, o candidato deverá comprovar mediante registro em Carteira de Trabalho – CTPS, ou ato administrativo publicado em Diário Oficial, ou por meio de contrato de prestação de serviços, sempre juntamente com a declaração de rendimentos dos exercícios correspondentes aos anos da prestação de serviço, compatível com o cargo/área para a qual concorre;

g) ter idade mínima de 18 anos;

h) ter aptidão física e mental.

12.2. Será vedada a admissão de ex-empregado da CONAB dispensado por Justa Causa.

12.3. O candidato deverá apresentar, necessariamente, no ato da convocação, os seguintes documentos (originais):

a) Carteira de Trabalho e Previdência Social - CTPS;

b) comprovante de inscrição no PIS/PASEP, se já o for;

c) Cartão de Identificação do Contribuinte - Pessoa Física - CPF;

d) Cédula de Identidade;

e) Título de Eleitor com o comprovante de votação/justificativa da última eleição;

f) Comprovante de quitação com as obrigações militares, se do sexo masculino;

g) Certidão de Nascimento, se solteiro, Certidão de Casamento, se casado ou declaração de união estável;

h) Certidão de Nascimento dos filhos;

i) Caderneta de Vacinação dos filhos com idade até 5 anos;

j) Diploma de conclusão do Nível Superior, devidamente registrado pelo MEC ou por outro órgão com delegação para tal, acompanhado do Histórico Escolar;

k) Comprovante de quitação com o órgão de classe correspondente;

l) Carteira Nacional de Habilitação - CNH, se possuir;

m) Cópia da Declaração de Bens encaminhada à Receita Federal relativa ao último exercício fiscal;

n) 3 fotos 3 x 4 atuais, iguais e coloridas;

o) Recibo ou número de conta-corrente e agência do Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal.

12.4. O candidato convocado para admissão que, no prazo máximo de 10 (dez) dias a contar da data de convocação, não apresentar a documentação necessária à admissão, será considerado desistente, implicando sua eliminação definitiva e convocação do candidato imediatamente classificado.

12.5. Todos os candidatos convocados para admissão serão submetidos a Exame Médico Admissional, de caráter eliminatório, quando detectada incapacidade ou enfermidade impeditiva para o desempenho do trabalho. Os exames serão planejados, executados e integralmente custeados pela CONAB.

12.6. Quando da admissão, os candidatos assinarão Contrato Individual de Trabalho com a CONAB, o qual se regerá pelos preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, não gerando, portanto, estabilidade ou direitos correlatos.

12.7. O empregado admitido mediante Concurso Público fará jus aos benefícios estabelecidos em Acordo Coletivo durante a vigência do mesmo, bem como às demais vantagens oferecidas pela Companhia, estipuladas em normas internas e obedecida a legislação vigente.

12.8. Não será aceito pedido de transferência, de iniciativa do próprio empregado, aprovado no Concurso, pelo prazo de 3 (três) anos contados da admissão, salvo as situações previstas em lei.

12.9. A CONAB pode, a qualquer tempo, por sua necessidade e interesse, promover a transferência dos admitidos, para qualquer um dos locais que atue ou venha a atuar.

12.10. O candidato aprovado, ao ser admitido, ficará sujeito ao Regulamento de Pessoal e demais normativos da CONAB, que passarão a fazer parte de seu Contrato de Trabalho.

12.11. Qualquer alteração porventura ocorrida no Plano de Cargos, Carreiras e Salários - PCCS da CONAB, por ocasião do aproveitamento dos candidatos, significará por parte destes a integral e irrestrita adesão ao citado Plano.

12.12. Os admitidos estarão em Estágio Probatório por 90 (noventa) dias, a contar da data de ingresso na CONAB.

12.13. Ao término do Estágio Probatório, o empregado com indicação pela chefia imediata, para sua permanência na Companhia, terá o Contrato de Trabalho prorrogado por prazo indeterminado.

12.14. Os candidatos admitidos poderão executar outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo/área, ou relativas à formação/experiência específica, conforme normativos internos.

13. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

13.1. A homologação do Concurso é da competência da CONAB.

13.2. Os candidatos poderão obter informações dos resultados das provas do Concurso Público, via Internet, no site www.fjpf.org.br e no Diário Oficial da União.

13.3. O concurso terá validade de 01 (um) ano, contado da data da homologação de seu resultado, prorrogável por até 01 (um) ano, a critério da Presidência da CONAB.

13.4. O candidato que fizer qualquer declaração falsa ou inexata ao se inscrever ou que não possa satisfazer todas as condições enumeradas neste Edital, terá sua inscrição cancelada e serão anulados todos os atos dela decorrentes, mesmo que tenha sido aprovado nas provas e exames, ou mesmo que tenha sido contratado.

13.5. Não serão fornecidos atestados, certificados ou certidões relativas às notas de candidatos, valendo para tal fim os resultados dos aprovados e classificados, publicados no Diário Oficial da União.

13.6. A aprovação no Concurso Público assegurará apenas a expectativa de direito à admissão, ficando este ato condicionado à observância das disposições legais pertinentes, do exclusivo interesse e conveniência da CONAB, da rigorosa ordem de classificação e do prazo de validade do Concurso Público.

13.7. É de inteira responsabilidade do candidato acompanhar as publicações de todos os atos referentes ao presente processo seletivo.

13.8. A contratação dos candidatos ficará condicionada à aprovação em todas as etapas e avaliações do processo seletivo público (provas de conhecimento; comprovação de requisitos estabelecidos no Edital e comprovação de capacidade física e mental) e a não possuir vínculo empregatício com órgão da Administração Pública Direta ou Indireta.

13.9. O candidato será responsável pela atualização de seu endereço para correspondência durante o prazo de validade do Concurso, devendo:

a) antes da homologação: encaminhar à FJPF qualquer alteração cadastral;

b) após a homologação: comparecer ao setor responsável por provimento no órgão de pessoal da CONAB.

13.10. Não caberá a FJPF, nem à CONAB, nenhuma responsabilidade com o que possa acontecer ao candidato durante as provas e no decorrer de todo o Concurso.

13.11. Os casos omissos ou situações não previstas neste Edital serão resolvidos pela FJPF, de comum acordo com a CONAB.

13.12. A CONAB reserva-se o direito de promover os ajustes que se fizerem necessários, em qualquer fase do presente processo seletivo ou posterior ao mesmo, em razão de atos não previstos ou imprevisíveis.
Brasília/DF, 29 de novembro de 2004
LUÍS CARLOS GUEDES PINTO
PRESIDENTE DA CONAB

ANEXO I - QUADRO DE VAGAS

DEMONSTRATIVO DOS CARGOS E RESPECTIVAS ÁREAS - CÓDIGOS, REQUISITOS BÁSICOS, LOCALIDADES E N.º DE VAGAS

CARGO: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR I

1) ÁREA: Comunicação Social – T11

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Comunicação Social, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

2) ÁREA: Comunicação Social/Jornalismo – T12

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

3) ÁREA: Informações do Agronegócio/Estatística – T13

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Estatística, com diploma devidamente registrado. Registro em Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

4) ÁREA: Movimentação de Estoques Agrícolas – T14

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

5) ÁREA: Gestão de Estoques Agrícolas – T15

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Engenharia Agronômica/ Agrícola, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: AM/ 1 - Manaus; BA/ 1 - Irecê, 1 - Itabaiana; CE/ 1 - Maracanaú; DF/ 6 - Brasília; ES/ 1 - Vitória; GO/ 1 - Paraúna, 1 - Rio Verde, 1 - Porteirão; MA/ 1 - Imperatriz; MT/ 3 - Cuiabá, 1 - Diamantino, 1 - Rondonópolis, 1 - Sorriso; MS/ 2 - Campo Grande, 1 - Dourados, 1 - Chapadão do Sul; MG/ 1 - Belo Horizonte, 1 - Uberlândia, 1 - Passa Quatro, 1 - Varginha; PA/ 1 - Belém, 1- Ananindeua; PB/ 1 - Campina Grande; PR/ 1 - Curitiba, 1 - Cambé, 1 - Ponta Grossa; PE/ 1 - Recife, 1 - Maceió; PI/ 2 - Teresina; RJ/ 1 - Rio de Janeiro ; RN/ 1 - Natal; RS/ 2 - Porto Alegre; RO/ 2 - Porto Velho, 1 - Vilhena, 1 - Cacoal, 1 - Rio Branco; SC/ 2 - Florianópolis, 1 - Herval D’ Oeste; SP/ 1 - Bauru; TO/ 1 - Palmas, 1 - R. Formoso do Araguaia.

6) ÁREA: Programas Institucionais e Sociais/Economia – T16

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

7) ÁREA: Programas Institucionais e Sociais/Administração – T17

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Administração, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

8) ÁREA: Comercialização de Estoques – T18

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Administração ou Economia, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 2.

9) ÁREA: Armazenagem Frigorificada – T19

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Medicina Veterinária, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: RS/ 1 -Canoas.

10) ÁREA: Desenvolvimento Organizacional – T20

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Administração, com diploma devidamente registrado ou qualquer formação acadêmica com especialização em O&M (Pós-graduação lato-sensu com 360 h/a, no mínimo). Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

11) ÁREA: Administração Geral – T21

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Administração, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

12) ÁREA: Administrativa Regional - T22

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Administração, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: AM/ 2 Manaus; BA/ 2 - Salvador; PR/ 1 - Curitiba; RO/ 1 - Porto Velho, 1 - Rio Branco (AC); TO/ 1 - Palmas; MT/ 2 - Cuiabá; RN/ 1- Natal.

13) ÁREA: Financeira/Contábil Regional – T23

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Ciências Contábeis, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: BA/ 1- Salvador; CE/ 1 - Fortaleza; MT/ 2 - Cuiabá; MS/ 1 Campo Grande; MG/ 1- Belo Horizonte; PB/ 1- João Pessoa; PI/ 1- Teresina; SC/ 1 - Florianópolis; TO/ 1- Palmas.

14) ÁREA: Operações Regionais/Economia – T24

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

LOCAL E N° DE VAGAS: MT/ 3 - Cuiabá; MS/ 1 - Campo Grande; RO/ 1 - Porto Velho.

CARGO: TÉCNICO DE NÍVEL SUPERIOR III

1) ÁREA: Planejamento e Avaliação – T32

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia ou Administração, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

2) ÁREA: Análise de Mercado/Estoques Agrícolas – T33

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia ou Engenharia Agronômica/Agrícola, com diploma devidamente registrado, ou qualquer formação acadêmica com especialização em Economia Agrícola ou Logística de Produtos Agrícolas (Pós-graduação lato-sensu com 360 h/a, no mínimo ou mestrado). Registro no Órgão de Classe correspondente.

Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 5.

3) ÁREA: Análise de Mercado/Agricultura Familiar – T34

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia ou Engenharia Agronômica/Agrícola, com diploma devidamente registrado, ou qualquer formação acadêmica com especialização em Economia Agrícola ou Sociologia Rural (Pós-graduação lato-sensu com 360 h/a, no mínimo ou mestrado). Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

4) ÁREA: Informações do Agronegócio/Custos de Produção – T35

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Engenharia Agronômica/ Agrícola, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 2.

5) ÁREA: Informações do Agronegócio/Geoprocessamento – T36

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Engenharia Agronômica/Agrícola ou Geografia ou Geologia, com diploma devidamente registrado, ou qualquer formação acadêmica com especialização em Geoprocessamento (Pós-graduação lato-sensu com 360 h/a, no mínimo). Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS Brasília/ 2.

6) ÁREA: Manutenção/Modernização de Bases Físicas - T37

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Engenharia Elétrica, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

7) ÁREA: Programas Institucionais e Sociais/Economia – T38

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente.

Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

8) ÁREA: Análise de Sistemas – T39

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em qualquer área, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos em atividades de análise e projetos de sistemas.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 3.

9) ÁREA: Suporte Técnico (ênfase em plataforma de software livre) - T40

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em qualquer área, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos em atividades de suporte técnico.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 3.

10) ÁREA: Recursos Humanos – T41

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Administração ou Psicologia ou Pedagogia ou Sociologia, com diploma devidamente registrado ou qualquer formação acadêmica com especialização em Recursos Humanos ( Pós-graduação lato-sensu com 360 h/a, no mínimo). Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 3.

11) ÁREA: Desenvolvimento Organizacional – T42

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Administração, com diploma devidamente registrado ou qualquer formação acadêmica com especialização em O&M (Pós-graduação lato-sensu com 360 h/a, no mínimo). Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 1.

12) ÁREA: Financeira/Contábil – T43

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Ciências Contábeis, com diploma devidamente registrado . Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: Brasília/ 4.

13) ÁREA: Financeira/Contábil Regional – T44

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Ciências Contábeis, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS RO/ 1- Porto Velho; TO/ 1 - Palmas.

14) ÁREA: Operações Regionais – T45

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Engenharia Agronômica/ Agrícola ou Economia ou Administração com habilitação em Agronegócio, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: BA 1 - Salvador; PA/ 1 - Belém.

15) ÁREA: Operações Regionais/Economia – T46

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em Economia, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: MA/ 1 - São Luiz; PI/ 1 - Teresina; RN/ 1 - Natal; RS/ 1 - Porto Alegre; RO/ 1 - Porto Velho; TO/ 1 - Palmas.

16) ÁREA: Apoio Regional – T47

REQUISITOS BÁSICOS: Graduação de nível superior em qualquer área, com diploma devidamente registrado. Registro no Órgão de Classe correspondente. Experiência mínima de 5 anos na área de formação, ou em atividades técnicas correlatas às descritas, após a graduação.

LOCAL E N° DE VAGAS: BA/ 1 - Salvador; MT/ 1 - Cuiabá; PA/ 1 - Belém; RO/ 1 - Porto Velho.

Remuneração Inicial da Carreira em janeiro/2005 (*) Técnico de Nível Superior I - R$ 1.133,94 e Técnico de Nível Superior III - R$ 1.905,76

OBSERVAÇÃO: Além da remuneração, como vantagem a CONAB oferece:

a) Participação nas despesas com assistência médica e hospitalar, extensiva aos dependentes;

b) Auxilio pré-escolar, concedido aos filhos dos empregados com idade até 06 (seis) anos;

c) Auxílio-alimentação, com opção em pecúnia;

d) Indenização-Transporte.

(*) Estes valores são com reajuste sobre a tabela de set/04 (7.18%).


==> ANEXOS II, III, IV e V  (clique aqui)

++++++++++++++++

Fundação O Boticário abre vaga  para Administrador da Reserva Natural Salto Morato

R requisitos para concorrer à vaga:

:: É imprescindível que o profissional seja graduado em Engenharia Florestal, Biologia ou outra área afim, com experiência em gerenciamento de unidade de conservação;
:: Disponibilidade para residir em Guaraqueçaba, litoral do Paraná;
:: Desejável inglês fluente;
:: Iniciativa e capacidade para tomada de decisões são competências essenciais para o bom desempenho na função.

Os interessados devem preencher o formulário de envio de currículo no site www.boticario.com , na seção Boticário Institucional, selecionando a vaga "Administrador Reserva Natural", até o dia 17 de dezembro de 2004 .

Fundação O Boticário de Proteção à Natureza
Rua Gonçalves Dias, 225 - Batel
Curitiba - Paraná - CEP 80240-340
E-mail: [email protected]
www.fundacaoboticario.org.br

VAGAS PARA ENG. FLORESTAL – TRAINEE ÁREA SILVICULTURA E COLHEITA FLORESTAL

A Caxuana S/A Reflorestamento, empresa de médio porte, localizada no Triângulo Mineiro, município de Nova Ponte, MG, está recrutando Engenheiros Florestais – "Trainee" para trabalhar nas Áreas de Silvicultura e Colheita Florestal.

Os candidatos devem enviar Curriculun Vitae , até dia 20/Dezembro/04, para um processo de triagem e seleção preliminar.

Os candidatos aprovados, nesta fase, serão convidados a conhecer a Empresa e participar de um segundo processo seletivo, onde serão avaliados os conhecimentos técnicos, psicológico e entrevistas.

Os candidatos devem apresentar os seguintes requisitos:

Enviar curriculun vitae para:

Gerencia Agroflorestal - [email protected]


Funbio seleciona superintendentes
Está aberto até o dia 17 de dezembro o processo seletivo para as funções de Superintendente de Programas e Superintendente de Planejamento e Gestão do Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio). Os interessados no cargo de profissional sênior devem ter experiência de pelo menos dez anos nas respectivas áreas.

Entre os requisitos exigidos pelo Funbio estão dedicação exclusiva, fluência escrita e falada em idioma estrangeiro (com ênfase em inglês e espanhol), disponibilidade para realização de viagens e ter ou estabelecer residência na cidade do Rio de Janeiro, pois o profissional desenvolverá suas atividades na sede do Funbio, no bairro Humaitá. O candidato deve ter facilidade para trabalhar no gerenciamento de equipes e capa cidade de articular, negociar e tomar decisões, entre outras exigências.

O Funbio oferece salário compatível, plano de saúde e seguro de vida em grupo. O profissional iniciará sua relação laboral através de um contrato típico de experiência, com base na CLT, sendo inicialmente de 45 dias, prorrogáveis por igual período. Durante o período total de experiência (90 dias), o contratado estará em processo de acompanhamento, que resultando favorável transformará o contrato de experiência em contrato por prazo indeterminado, com jornada semanal de 40 horas.

Segue em anexo informações detalhadas sobre as exigências, regras e prazos dos processos seletivos .

Márcia Soares Funbio - Assessoria de Comunicação Tel. (21) 2123-5306 www.funbio.org.br

 

ASSOCIAÇÃO CAATINGA ABRE VAGA PARA GERENTE DA RESERVA NATURAL

Trata-se de uma vaga para Gerente da Reserva Natural Serra das Almas a ser ocupada ` partir de fevereiro/março de 2005.

O gerente de reserva sera responsavel pela administração da Reserva Natural Serra das Almas, Crateus, Ceara, assegurando o seu bom funcionamento e manutenção e a implementaçãao das atividades do Plano de Manejo.

Habilidades esperadas:

Tenha formagco na area de biologia ou outra area fim.

  Os interessados deverão encaminhar o seu CV e uma carta citando as razões pelas quais se interessa pela vaga e qual seria a sua pretensco salarial via e-mail para Philip Reed (Gerente de Programas), [email protected] ou [email protected] até o dia 10 de janeiro de 2005.

Maiores informagues sobre a Associagco Caatinga: www.acaatinga.org.br

Seleção de Profissionais para Monitoramento de Projetos Sociais Área de concentração 1 Segurança alimentar, desenvolvimento rural sustentável, agroecologia, meios de vida sustentáveis, geração de renda em meio urbano e rural e economia solidária.

Apresentação

A CRS, Catholic Relief Services (www.catholicrelief.org), é uma Organização de Ajuda e Cooperação Internacional para o Desenvolvimento fundada pela Igreja Católica dos EUA, e atua em diversos países do mundo, inclusive o Brasil, com projetos de justiça social e direitos humanos, ajuda humanitária e desenvolvimento sustentável, entre outros temas. No Brasil, a CRS tem sede no Recife/PE, onde opera com dois principais programas voltados um para o desenvolvimento sustentável no Semi-arido Brasileiro e outro focado em temas correlatos a luta pelos direitos humanos. Em virtude da recente ampliação das parcerias e projetos apoiados no Brasil, a CRS está recrutando um(a) profissional para o seu quadro técnico que irão se incorporar a equipe na condição de funcionário(a). Perfil desejado Projetos sociais geralmente possuem enfoques holísticos e generalistas, e demandam permanente abordagem de sistemas para o seu sucesso. Por isso, ao se definir o perfil profissional, estamos dando preferência a candidatos e candidatas com visões integradoras. A formação profissional básica pode ser economista com formação complementar em agricultura e desenvolvimento rural. Ou formação básica em agronomia, e outras carreiras afins, e formação complementar em economia e sociologia. Ou ainda sociólogo com olhar sobre economia popular, etc. Estas trajetórias profissionais deverão estar claramente expressas nos currículos. É desejável, mas não excludente, que o candidato tenha pós-graduação complementar ao curso de graduação, em que pese as diversidade e integração de conhecimentos que atenda a um ou mais conteúdos da área de concentração temática. Requisitos básicos - Dedicação integral - Fixar residência em Recife/PE - Pessoa jóvem com dinamismo - Disponibilidade para viagens (muitas) - Boas habilidades para leitura (compreensão) expressão oral e escrita em português - Leitura, expressão oral e escrita em Inglês (no mínimo intermediário). Para isso o candidato ou candidata deverá deixar claro seu domínio da língua inglesa tomando como parâmetros os abaixo discriminados. 1 - Apenas lê e mesmo assim com auxilio de dicionário, 2 - Lê com auxilio de dicionário, entende algumas expressões desde que faladas pausadamente, e pode falar frases curtas 3 - Lê sem auxilio de dicionário, mesmo que tenha que recorrer a um para expressões menos freqüentes. É capaz de escrever pequenas notas e e-mails, se expressa oralmente mas cometendo erros. 4 - Lê e fala com desenvoltura, mesmo que cometendo erros. Escreve textos com auxilio de corretor ortográfico, necessitando correção para semântica e concordância. Lhe falta um vocabulário mais rico. 5 - Se expressa com muita desenvoltura, já que viveu em algum país de língua inglesa por alguns meses ou anos. Teria alguma pequena dificuldade em algum tipo de ingles (britânico ou americano, por exemplo). 6 - Domínio pleno de Inglês. Fluência verbal e gramatical. 7 - Outro: por favor, descreva com detalhes. - Compreensão oral e escrita em espanhol (Expressão oral em "portunhol" é suficiente). - Boa capacidade de síntese - Conhecimento de questões de relações internacionais e do mundo dos movimentos sociais no Brasil. - Carteira de motorista é desejável. - Domínio de Word, Excel, Ferramentas de Internet, PowerPoint, etc. - Bom relacionamento para trabalho em equipe - Afinidade com a missão da CRS (saiba mais sobre a CRS em www.catholicrelief.org) Atribuições Os profissionais terão atribuição de técnico auxiliar nas equipes de monitoramento dos projetos sociais, acompanhamento da execução financeira, leitura e avaliação de relatórios de atividades, além da produção de sínteses em inglês dos resultados dos projetos apoiados. Eventualmente estes técnicos(as) irão auxiliar também nossas relações profissionais e institucionais, tanto com entidades parceiras e financiadas pela CRS, membros da CRS especialmente na América Latina e Estados Unidos e da Igreja Católica de forma geral. A CRS oferece - Bom ambiente de trabalho - Carteira assinada e salário compatível com a função, negociáveis em função da experiência profissional a partir de um piso de R$ 3.000. - Plano de Saúde - Auxilio Transporte - Oportunidades e apoio financeiro para aprimoramento da língua inglesa - Oportunidades para crescimento profissional - Oportunidades para aprimoramento profissional em missões internacionais e treinamentos da CRS em países onde atua. Os interessados deverão enviar os curriculos para: Prazos 06/12/2004 para entrega de currículos 10/12/2004 resultado final da seleção de currículos Os selecionados serão contactados para marcar a entrevista que deverá acontecer até 15/12/2004 20/12/2004 resultado final Perspectiva para contratação imediata a partir de Janeiro/2005 Atenciosamente, Luis Cláudio Mattos e Peter Rothrock CRS - Brasil

Dryland Cropping - 2 Positions
[]
- Assistant Manger Cowabbie Station - Position 1
- Trainee OR Person with Cropping Experience, Mukoora – Position 2
DRYLAND CROPPING – 2 Positions
Warakirri is a progressive agricultural investment group with properties in Victoria, Southern NSW and Southern QLD. Warakirri is currently seeking applications for two positions, both located in the Ardlethan district of Southern NSW.

Assistant Manager, NSW – Position 1
“Cowabbie Station” is a large dryland cropping property located approximately 30km south of Ardlethan in the Riverina. Applicants with tertiary qualifications will be viewed favourably.

Trainee OR Person with Cropping Experience, NSW – Position 2
“Mukoora” is a large dryland cropping property located approximately 10km south of Ardlethan in the Riverina. The position will primarily be based at Mukoora and will also entail working at “Cowabbie Station” which is located 20km from Mukoora. Each property has different management staff and equipment.

If the applicant is a Trainee, they must be keen to develop their skills and abilities in dryland cropping by attending a local Agricultural College for one day per week undertaking Certificate II in Agriculture;
OR
Applicants who are more senior will be able to demonstrate relevant past experience in dryland cropping.

The successful applicants will work under the direction of the managing staff and ideally applicants for both positions will possess:
- Drivers and truck licence, current chemical users certificate;
- Appropriate broadacre cropping experience for age;
- Practical experience in the operation of large spray equipment;
- The ability to demonstrate a high level of initiative and self motivation;
- Good communication skills;
- A willingness to learn and adopt new practices and enjoy working in a team environment.
In both positions, the starting salary will reflect the applicants’ experience and qualifications. Accommodation is provided.

For further information on these positions please contact MS&A Employment on (03) 5341 7652. Applications in writing (indicating which position) with full work history, complete with copies of references and telephone numbers of at least two referees should be addressed to:

Position 1
Or
Position 2
PO Box 40
YERONG CREEK NSW 2642
Location: NSW - Riverina - Central Murrumbidge
Salary:
Job Type: Full-time
Reference: 6310
Listed: Friday, 26 November 2004
APPLY FOR THIS POSITION
Apply online by using one of the following methods
1. Send your Positions VACANT resume
2. Contact the Advertiser directly
3. Send your own resume directly to the Advertiser
Advertiser: Mike Stephens Rural Employment Agency
Jobs by this advertiser

APPLY APPLY POSITIO OSITION  FOR THIS POSITIO
Apply online by using one of the following methods
1. Send your Positions VACANT resume
2. Contact the Advertiser directly
3. Send your own resume directly to the Advertiser
Advertiser: e Stephens Rural Emp e Steph Stephens Rural Employment ens Rural Emp loyment Agencyhttp://www.positionsvacant.com.au/www/jobseeker/position//www/jobseeker/advertiser/advertiserDisplay.aspx?item=9895482

Stephens Rural Employment - Stephens Rural Employment Stephens Rural Employment
Jobs by this advertiser advertiser

Senior Stock Person

- Large Property Cressy Tas
- day to day responsibility for livestock
A large property in the Cressy district of Tasmania requires a competent person to oversee the livestock enterprise.

They will be responsible on a day to day basis for livestock movements, animal husbandry and organising major operations such as shearing, crutching and lamb marking.

The successful applicant must have:-
- Good dogs
- Sound organisational skills
- An understanding of pastures
- The ability to work with an existing team

Reporting to the owner/manager, this is a role with responsibility and autonomy.

Excellent on farm housing close to all services and schools is provided.

A salary commensurate with experience will be negotiated with the successful applicant.

For further information please contact Graeme Burnham on 03 5341 7652.

Applications in writing with full work history complete with copies of references and telephone numbers of at least two referees should be addressed to:

Senior Stock Person 011204
96 Harbours Road
YENDON VIC 3352

Email: [email protected]

Closing Date:22/12/04
Location: TAS - Tasmania - Launceston
Salary:
Job Type: Full-time
Reference: 011204
Listed: Friday, 26 November 2004
APPLY FOR THIS POSITION

http://www.positionsvacant.com.au/www/jobseeker/position//www/jobseeker/question/questionDisplay.aspx?position=52895283


Apply online by using one of the following methods
1. Send your Positions VACANT resume
2. Contact the Advertiser directly
3. Send your own resume directly to the Advertiser
Advertiser: Mike Stephens Rural Employment Agency

Jobs by this advertiser

FARM HAND

- Full time
- Large mixed enterprise
- 15 min from regional centre
- On farm accomodation provided
FARM HAND

Our client is looking for an experienced farm hand to join the team on their large mixed enterprise property in north eastern Victoria.

The successful candidate will need to have mechanical understanding and the ability to maintain plant and improvements. Cropping knowledge and experience with sheep and cattle husbandry, will be regarded highly.

This is a full time position on a progressive and well-situated property, 15 minutes from a regional centre, with accommodation provided on farm.

Remuneration will be commensurate with experience.

For further information please contact MS&A on 03 5341 7652.

Applications in writing with full work history complete with copies of references and telephone numbers of at least two referees should be addressed to:

Farm Hand
96 Harbours Road
Yendon Vic 3352
Location: VIC - Eastern Victoria - Goulburn
Salary:
Job Type: Full-time
Reference: 301104
Listed: Tuesday, 30 November 2004
APPLY FOR THIS POSITION

http://www.positionsvacant.com.au/www/jobseeker/position//www/jobseeker/question/questionDisplay.aspx?position=53080806
Apply online by using one of the following methods
1. Send your Positions VACANT resume
2. Contact the Advertiser directly
3. Send your own resume directly to the Advertiser
Advertiser: Mike Stephens Rural Employment Agency

http://www.positionsvacant.com.au/www/jobseeker/position//www/jobseeker/advertiser/advertiserDisplay.aspx?item=9895482
Jobs by this advertiser
http://www.positionsvacant.com.au/www/jobseeker/position//www/jobseeker/position/positionSearch.aspx?formid=AdvertiserSearch&hide=joblinks&hide=advertiser&advertiser=9895482

Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada
IRPAA
Programa de Apoio Educativo, Técnico e Comunitário Para a Vida, Escola, Produção, Beneficiamento e Comercialização Sustentáveis no Contexto Climático de três municípios do Semi-Árido Quente Brasileiro

EDITAL DE SELEÇÃO

FUNÇÃO – Um Gerente Administrativo para Beneficiamento e Comercialização de Frutas da Caatinga (Umbu...)

IRPAA – PRO CUC

O IRPAA – (Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada) é uma entidade civil sem fins lucrativos, fundado em abril de 1990, com sede em Juazeiro/Bahia/Brasil.
PRO CUC
O PRO CUC é um Programa de Convivência com o Semi-árido que articula a organização dos trabalhadores/as nos municípios de Canudos, Uauá e Curaçá, em vista de melhoria da qualidade de vida, através da implementação da Convivência com o Semi-Árido.

LINHA DE AÇÃO PARA A FUNÇÃO DO CONTRATADO

Ø Beneficiamento e Comercialização (Processamento de frutas e venda dos produtos).
O trabalho do beneficiamento e comercialização faz parte do cronograma das atividades do PRO CUC, mas está dentro da estrutura da política de desenvolvimento da COOPERCUC (Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá).
O/a candidato/a selecionado/a para o cargo ficará vinculado à administração da Cooperativa e sob a assessoria e consultoria do IRPAA – PRO CUC.

PARA O (A) CANDIDATO (A) A SELEÇÃO:
Critérios indispensáveis:
• Formação em nível médio ou superior;
• Afinidade com a agricultura familiar, e AGROINDÚSTRIA;
• Habilitado para condução de veículo;
• Habilidade em informática (windows, Word, excel, power point) com domínio em planilhas eletrônicas;
• Capacidade de elaborar projetos, de trabalhar em equipe, de sistematizar resultados;
• Fixar residência em Uauá (BA);

PERFIL DO/A ADMINISTRADOR
? Bom trânsito e capacidade de diálogo;
? Boa capacidade de redação;
? Prática em planejamento participativo e estratégico;
? Capacidade de coordenação, sistematização, articulação, trabalho conjunto;
? Facilidade para relacionamento com entidades governamentais, não governamentais e de cooperação internacional;
? Experiência em coordenação de equipes de trabalho e com administração de ONGs;

CONDIÇÕES SALARIAIS E DE TRABALHO

? Salário inicial bruto mensal: R$ 1.500,00 (Hum Mil e Quinhentos Reais)
§ Carga horária: 8 horas diárias;

PROCESSO DE SELEÇÃO E PRAZOS

Recepção de Currículo: até 05 de novembro de 2004, postado até essa data. O currículo pode ser enviado via e-mail.
Análise e seleção de currículos: até 08 de novembro de 2004.
Entrevista com candidatos (as) pré-selecionados: nos dias 12 e 13 de novembro de 2004.
Resultado: 16 de novembro de 2004.
Início do trabalho: imediato

ENDEREÇOS
PRO CUC
Rua São Paulo,333
Cep. 48950-000 – Uauá (Bahia)
Fone/fax 74 673-1296
E-mail [email protected]
Contato:
Miroval Ribeiro Marques

 

 

PROPOSTA DE ESTÁGIO EM BIOLOGIA E ECOLOGIA ­ ARTRÓPODES E AVES

"Influência das práticas agrícolas na comunidade de artrópodes e na avifauna
numa área cerealífera do Alentejo"

Enquadramento e objectivos
A SPEA está actualmente a desenvolver um projecto LIFE na ZPE de Mourão/Moura/Barrancos que visa a conservação do Sisão (Tetrax tetrax) e outras espécies de aves prioritárias. No âmbito deste projecto a SPEA tem interesse em obter conhecimento e desenvolver ferramentas de trabalho que possibilitem delinear propostas de gestão daquela ZPE com vista à conservação daquelas espécies e respectivos habitats.

Neste sentido a SPEA pretende apoiar um estagiário durante o ano lectivo de
2004/05 para desenvolver os seguintes estudos:

1) Comunidade de artrópodes ­ Desenvolver um estudo comparativo nas áreas cerealíferas (pousios, pastagens, searas, etc.) onde sejam abordados aspectos como: diversidade e abundância de artrópodes do solo, gestão da exploração e medidas agro-ambientais;
2) Avifauna ­ Realizar censos das espécies mais comuns nas áreas cerealíferas, integrando esta informação com a obtida em (1) e com a informação disponibilizada no âmbito do projecto.
Metodologia

O Trabalho de campo decorrerá durante os períodos de Inverno (Novembro a Fevereiro) e de Primavera (Abril a Junho). O mês de Março será destinado ao tratamento preliminar dos dados e preparação dos trabalhos da Primavera.

Os dados obtidos serão fundamentais para a caracterização da principal área cerealífera da ZPE e terão aplicabilidade (em termos de conservação) no âmbito do Projecto LIFE-Natureza “Conservação do Sisão no Alentejo”.

Meios disponibilizados
1) Orientação científica
2) Alojamento em Moura
3) Facilidades de deslocação durante parte do trabalho de campo
4) PC partilhado com o software necessário
Condições a reunir pelo estagiário
1) Orientação interna
2) Remuneração ou bolsa (não obrigatória)
3) Carta de condução e veículo próprio (factor de preferência)
4) Conhecimentos de software SIG e de estatística (factor de preferência)
Aos interessados solicita-se o envio até 30 de Junho, por correio ou e-mail de:
- Curriculum Vitae (até 3 pags.)
- Carta de apresentação (1 pag.)
CONTACTOS
Dr. Domingos Leitão: 21 322 0435 / 96 9562381
Miguel Lecoq: 96 9562365
[email protected]
[email protected]; R. da Vitória, n.º 53 ­ 3º Esq., 1100-618 Lisboa