Reino Unido apresenta projeto de casa carbono zero


Projeto é baseado em conceito de compensar emissões de gases do efeito estufa

 

Painéis solares, aquecedor a biomassa e mecanismos para
uso eficaz de água estão entre as características da casa

LONDRES - Um novo projeto da primeira casa que atende a padrões de conservação ambiental a serem impostos no Reino Unido até 2016 está sendo apresentado nesta segunda-feira, 11, em Watford, próximo a Londres, na feira Offsite 2007.

A casa de dois dormitórios, projetada pela empresa Kingspan Off-site, tem um revestimento que faz com que ela perca 65% menos de calor do que uma casa comum. A perda de calor é uma característica importante para moradias em países fora da zona tropical, onde a calefação é amplamente utilizada no inverno.

Painéis solares, aquecedor a biomassa e mecanismos para uso eficaz de água - inclusive com a coleta de água da chuva -, estão entre as características da casa.

O ministro das Finanças do Reino Unido, Gordon Brown, anunciou em seu orçamento, apresentado em março passado, que casas de carbono zero ficarão isentas do imposto sobre a transferência de imóveis.

Aquecedores a biomassa funcionam com combustíveis orgânicos como bolinhas de madeira e são classificados como "zero" em emissão de gases do efeito estufa porque a quantidade de dióxido de carbono que expelem quando em funcionamento é compensada pela quantidade absorvida quando o cultivo que deu origem ao seu combustível foi desenvolvido.

A casa tem ainda um sistema de separação de lixo que permite que material combustível seja queimado para contribuir para o fornecimento de energia doméstica.

A quantidade de energia tem um medidor inteligente para que os moradores saibam o quanto estão desperdiçando. O conceito do cidadão "carbono zero" é compensar as emissões decorrentes do seu estilo de vida por meio de ações que retiram gases de efeito estufa da atmosfera.

Fonte: Jornal Estadão em 11-06-2007


Leia Mais:



SIGA NOS

-->