Caixa Planta Árvores em Empreendimento Residenciais

 

 Alinhado a política de preservação do meio ambiente banco ajusta projetos habitacionais recomendando o plantio de mudas de árvores

 

Em comemoração a Semana do Meio Ambiente a Caixa Econômica Federal irá promover, entre os dias 04 e 09 de junho, o plantio de mudas de árvores em 58 empreendimentos habitacionais do país. A ação objetiva contribuir com o esforço global em diminuir o impacto ambiental promovido pela emissão de carbono na atmosfera e o aquecimento global. Para a aquisição das mudas e contratação de serviço de plantio das plantas o banco disponibilizou recursos da ordem de R$ 16,2 mil.

Para esta ação foram escolhidos empreendimentos habitacionais entregues recentemente ou que estejam em fase de entrega. O residencial também precisa possuir características que permitam a arborização imediata. As mudas, que serão plantadas, foram escolhidas considerando características da região, como tipo de solo, clima e o local, sendo priorizadas as plantas nativas.

Segundo a presidente da CAIXA, Maria Fernanda Ramos Coelho, a idéia é que esta ação se torne uma rotina dentro da empresa. “Nossa meta é fazer com que CAIXA incentive o plantio de árvores nos projetos habitacionais, promovendo conforto ambiental à moradia e a melhoria da qualidade de vida e paisagem das cidades”.

Para alcançar este resultado, o banco já ajustou os normativos das áreas técnicas e de produtos habitacionais, recomendando que o plantio de árvores seja pensado desde o desenho dos empreendimentos residenciais. Os normativos sugerem o plantio de mudas de árvores nos tratamentos paisagísticos dos projetos de casas, sendo uma árvore por casa.

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

Alinhada a política de preservação do meio ambiente, a CAIXA tem promovido diversas ações que visam a sustentabilidade ambiental, como reuso da água, utilização de madeira de reflorestamento, racionalização de gastos e campanhas internas para sensibilizar os empregados para a causa. Entre os projetos, podemos destacar:

Reuso de água - A Vila PAN, empreendimento financiado pela CAIXA para hospedar os atletas dos Jogos Panamericanos, é dotada de sistema de captação de água de chuva nos telhados e vias pavimentadas. A água é armazenada em 18 tanques com capacidade total de 286 mil litros, para irrigação dos jardins, gerando economias para o condomínio e para o meio ambiente.

Uso de Madeira de Reflorestamento na Habitação - O empreendimento Parque São Bento, construído pelo banco em Campinas/SP, utilizou madeira de reflorestamento tratada na execução das estruturas dos telhados de 351 casas. Além disso, as peças foram produzidas sob medida para as casas. A solução ambientalmente sustentável reduziu as perdas e os resíduos, além de garantir melhor qualidade e menores custos.

Projeto Sala Verde – Em parceira com o Ministério do Meio Ambiente, o banco tem disponibilizado espaços com acervo especializado em temas ambientais, que servirão de subsídio para a elaboração de projetos ecologicamente sustentáveis. Já foram instaladas salas no Rio Branco/AC, Goiânia/GO, Teresina/PI, Fortaleza/Ce, Salvador/BA e nesta semana será inaugurada mais uma Sala Verde em Belo Horizonte.

Racionalização de gastos – Parcerias com concessionárias de energia viabilizam ações para eficiência energética nos conjuntos habitacionais, viabilizados pela CAIXA. Na Bahia, por exemplo, 2.115 famílias foram beneficiadas com a instalação gratuita de lâmpadas econômicas e 1.500 famílias receberão novas geladeiras em substituição às antigas, que serão recolhidas para reciclagem dos gases CFC.

O banco instalou ainda, as “Ilhas de Impressão” em todas as unidades administrativas reduzindo o número de impressoras. Somente no primeiro quadrimestre deste ano, a CAIXA economizou 2.591 unidades de cartucho de impressão e papel na ordem de 19 milhões de folhas, gerando uma economia de R$ 1,8 milhão no caso dos cartuchos e de R$ 362 mil no caso dos papéis.

Campanha ECOATITUDE - A CAIXA realizou no primeiro semestre de 2007 a campanha "ECOATITUDE”, que tem por objetivo levar a todos os empregados do banco informações de atitudes ecologicamente corretas principalmente dentro do ambiente de trabalho.

Doação de reserva ambiental – Em 2005, a CAIXA doou a Reserva do Alcobaça, que pertencia ao banco desde 1986, ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Trata-se de um terreno de 20 hectares para uma unidade de conservação em plena Mata Atlântica, na região serrana do Rio de Janeiro.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal em 01/06/2007 - Tel.: (61) 3206-8775 / 8022 / 6943 - www.caixa.gov


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+