Discussões da Rede Sobre Associativismo

Ponto de Partida:Marsha Hanzi  

Data:Mon, 18 Oct 1999 16:27:14

 Atriplex...

Esta planta é realmente importante! Podemos saber mais? (Onde se encontra, se se planta de sementes ou de mudas, quem tem material de plantio, etc..) Joao Suassuna escreveu: 

> Amigos da Agrisust, > O Otavio lembra, com muita propriedade, a importancia de se 

> "criar plantas resistentes a salinidade" (e nao so trangenicos), sempre

 > com a preocupacao de se evitar acumulos desnecessarios de sais no solo. > Acerca dessa questao, existe experiencias aqui no Nordeste com o plantio > da Atriplex, halofita bastante palatavel por bovinos, que tem a capacidade > de se desenvolver em terrenos extremamente salinizados, retirando os sais > do meio onde vegeta e depositando-os na pagina inferior da folha. Eh > interessante ao colocarmos uma dessas folhas na boca.... Eh sal puro. Os > animais simplesmente adoram. Essa eh uma boa alternativa para reintegrar > ao meio produtivo, areas que anteriormente eram consideradas imprestaveis > para cultivo. 

> > Joao Suassuna > > ---------- Forwarded message ---------- > Date: Thu, 14 Oct 1999 11:49:48 -0300 > From: Evandro N Silva > Reply-To: [email protected] > To: [email protected] > Subject: Re: [AgriSust] Contaminacao em organicos/Organic under Fire > > At 23:25 13/10/1999 -0300, you wrote: > >Prezado Andre e demais listeiros, > > > > >Na mesma linha, sugiu o artigo de um pesquisador canadense (nao ligado, > que eu saiba, a nenhuma das ditas multinacionais), que vem desenvolvendo um > tranalho com transgênicos, buscando nao sua resistencia ao Roundup, mas aa > agua salgada, o que poderia ao menos potencialmente ser muito benefico > >em diversas regioes e culturas do planeta. Na verdade, esta noticia > recompoe a discussao ao local onde deveria ter ficado, a seguranca de seus > produtos e tecnicas e nao aa discussao apaixonada e dogmatica de que sou > contra ou a favor da tecnica, ou da empresa, ou sei la do que. > > Aproveito para lembrar que é super importante que outros enfoques, como > criar plantas resistentes a salinidade, e não só transgênicos resistentes a > herbicidas, é super importante para a discussão de outros benefícios da > biotecnologia. Mas também não adiantará se pelo simples surgimento dessas > plantas resistentes à salinidade, se utilize água de má qualidade na > irrigação, com alta produtividade e depois de alguns anos, o solo virar uma > crosta de sal. Pois as plantas geneticamente modificadas toleriam o sal, > mas e quanto ao solo? > > Mais uma vez a questão da sustentabilidade do uso dessa tecnologia passaria > por uma questão de bom senso. > > Evandro N Silva > > > > >Otavio Bernardes > > > >PS. Agradeco a divulgacao do artigo, pois creio, somente a contraposicao > de ideias podera sedimentar conceitos. > > > > > > > > _________________________________________________________ > Endereco da lista: [email protected] > Administrador : Cristiano Cardoso Gomes > HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust > Promocao : ACB - Associação Cristã de Base > Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE > _________________________________________________________ > Para sair da lista mail para "[email protected]" > com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel > > _________________________________________________________ > Endereco da lista: [email protected] > Administrador : Cristiano Cardoso Gomes > HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust > Promocao : ACB - Associação Cristã de Base > Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE > _________________________________________________________ > Para sair da lista mail para "[email protected]" > com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel _________________________________________________________ Endereco da lista: [email protected] Administrador : Cristiano Cardoso Gomes HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust Promocao : ACB - Associação Cristã de Base Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE _________________________________________________________ Para sair da lista mail para "[email protected]" com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel Return-Path: X-Authentication-Warning: picanha.netpe.com.br: majordom set sender to [email protected] using -f X-Sender: [email protected]

 

Date: Sat, 23 Oct 1999 02:53:52 -0200 To: [email protected] From: Cristiano Cardoso Gomes Subject: Re: [AgriSust] Atriplex... X-MIME-Autoconverted: from quoted-printable to 8bit by netpe.com.br id MAA29697 Sender: [email protected] Reply-To: [email protected] At 16:27 18/10/99 -0200, Marsha Hanzi wrote: >Esta planta é realmente importante! Podemos saber mais? (Onde se encontra, se se planta de >sementes ou de mudas, quem tem material de plantio, etc..) A cerca de oito meses estive conversando com o pesquisador do CPATSA/EMBRAPA a respeito do experiemento com ela, e disse-me estarem obtendo excelentes resultados com dessalinização, tanto de ambientes salinizados como a propria água. Cristiano Cardoso Gomes > >Joao Suassuna escreveu: > >> Amigos da Agrisust, >> O Otavio lembra, com muita propriedade, a importancia de se >> "criar plantas resistentes a salinidade" (e nao so trangenicos), sempre >> com a preocupacao de se evitar acumulos desnecessarios de sais no solo. >> Acerca dessa questao, existe experiencias aqui no Nordeste com o plantio >> da Atriplex, halofita bastante palatavel por bovinos, que tem a capacidade >> de se desenvolver em terrenos extremamente salinizados, retirando os sais >> do meio onde vegeta e depositando-os na pagina inferior da folha. Eh >> interessante ao colocarmos uma dessas folhas na boca.... Eh sal puro. Os >> animais simplesmente adoram. Essa eh uma boa alternativa para reintegrar >> ao meio produtivo, areas que anteriormente eram consideradas imprestaveis >> para cultivo. >> >> Joao Suassuna >> >> ---------- Forwarded message ---------- >> Date: Thu, 14 Oct 1999 11:49:48 -0300 >> From: Evandro N Silva >> Reply-To: [email protected] >> To: [email protected] >> Subject: Re: [AgriSust] Contaminacao em organicos/Organic under Fire >> >> At 23:25 13/10/1999 -0300, you wrote: >> >Prezado Andre e demais listeiros, >> > >> >> >Na mesma linha, sugiu o artigo de um pesquisador canadense (nao ligado, >> que eu saiba, a nenhuma das ditas multinacionais), que vem desenvolvendo um >> tranalho com transgênicos, buscando nao sua resistencia ao Roundup, mas aa >> agua salgada, o que poderia ao menos potencialmente ser muito benefico >> >em diversas regioes e culturas do planeta. Na verdade, esta noticia >> recompoe a discussao ao local onde deveria ter ficado, a seguranca de seus >> produtos e tecnicas e nao aa discussao apaixonada e dogmatica de que sou >> contra ou a favor da tecnica, ou da empresa, ou sei la do que. >> >> Aproveito para lembrar que é super importante que outros enfoques, como >> criar plantas resistentes a salinidade, e não só transgênicos resistentes a >> herbicidas, é super importante para a discussão de outros benefícios da >> biotecnologia. Mas também não adiantará se pelo simples surgimento dessas >> plantas resistentes à salinidade, se utilize água de má qualidade na >> irrigação, com alta produtividade e depois de alguns anos, o solo virar uma >> crosta de sal. Pois as plantas geneticamente modificadas toleriam o sal, >> mas e quanto ao solo? >> >> Mais uma vez a questão da sustentabilidade do uso dessa tecnologia passaria >> por uma questão de bom senso. >> >> Evandro N Silva >> >> > >> >Otavio Bernardes >> > >> >PS. Agradeco a divulgacao do artigo, pois creio, somente a contraposicao >> de ideias podera sedimentar conceitos. >> > >> > >> > >> >> _________________________________________________________ >> Endereco da lista: [email protected] >> Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >> HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >> Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >> Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >> _________________________________________________________ >> Para sair da lista mail para "[email protected]" >> com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel >> >> _________________________________________________________ >> Endereco da lista: [email protected] >> Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >> HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >> Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >> Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >> =======================+======================================= Cristiano Cardoso Gomes Av. Joaquim Ribeiro, 714, Apto C-04 - Novo caxangá # Recife - PE CEP: 52500-450 # Tel: +55 81 453-8790 #E-mail:[email protected] #ICQ(UIN):29860854 Rede de Agricultura Sustentável: www.ufrpe.br/~agrisust "não deixe de assinar o livro de visitas" ================================================================ _________________________________________________________ Endereco da lista: [email protected] Administrador : Cristiano Cardoso Gomes HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust Promocao : ACB - Associação Cristã de Base Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE _________________________________________________________ Para sair da lista mail para "[email protected]" com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel Return-Path: X-Authentication-Warning: picanha.netpe.com.br: majordom set sender to [email protected] using -f X-Sender: [email protected]

 

 

Date: Thu, 23 Dec 1999 14:22:04 -0200 To: [email protected] From: Cristiano Cardoso Gomes Subject: Re: [AgriSust] Atriplex... X-MIME-Autoconverted: from quoted-printable to 8bit by netpe.com.br id OAA28623 Sender: [email protected] Reply-To: [email protected] At 16:27 18/10/99 -0200, Marsha Hanzi wrote: >Esta planta é realmente importante! Podemos saber mais? (Onde se encontra, se se planta de >sementes ou de mudas, quem tem material de plantio, etc..) A cerca de oito meses estive conversando com o pesquisador do CPATSA/EMBRAPA a respeito do experiemento com ela, e disse-me estarem obtendo excelentes resultados com dessalinização, tanto de ambientes salinizados como a propria água. Cristiano Cardoso Gomes > >Joao Suassuna escreveu: > >> Amigos da Agrisust, >> O Otavio lembra, com muita propriedade, a importancia de se >> "criar plantas resistentes a salinidade" (e nao so trangenicos), sempre >> com a preocupacao de se evitar acumulos desnecessarios de sais no solo. >> Acerca dessa questao, existe experiencias aqui no Nordeste com o plantio >> da Atriplex, halofita bastante palatavel por bovinos, que tem a capacidade >> de se desenvolver em terrenos extremamente salinizados, retirando os sais >> do meio onde vegeta e depositando-os na pagina inferior da folha. Eh >> interessante ao colocarmos uma dessas folhas na boca.... Eh sal puro. Os >> animais simplesmente adoram. Essa eh uma boa alternativa para reintegrar >> ao meio produtivo, areas que anteriormente eram consideradas imprestaveis >> para cultivo. >> >> Joao Suassuna >> >> ---------- Forwarded message ---------- >> Date: Thu, 14 Oct 1999 11:49:48 -0300 >> From: Evandro N Silva >> Reply-To: [email protected] >> To: [email protected] >> Subject: Re: [AgriSust] Contaminacao em organicos/Organic under Fire >> >> At 23:25 13/10/1999 -0300, you wrote: >> >Prezado Andre e demais listeiros, >> > >> >> >Na mesma linha, sugiu o artigo de um pesquisador canadense (nao ligado, >> que eu saiba, a nenhuma das ditas multinacionais), que vem desenvolvendo um >> tranalho com transgênicos, buscando nao sua resistencia ao Roundup, mas aa >> agua salgada, o que poderia ao menos potencialmente ser muito benefico >> >em diversas regioes e culturas do planeta. Na verdade, esta noticia >> recompoe a discussao ao local onde deveria ter ficado, a seguranca de seus >> produtos e tecnicas e nao aa discussao apaixonada e dogmatica de que sou >> contra ou a favor da tecnica, ou da empresa, ou sei la do que. >> >> Aproveito para lembrar que é super importante que outros enfoques, como >> criar plantas resistentes a salinidade, e não só transgênicos resistentes a >> herbicidas, é super importante para a discussão de outros benefícios da >> biotecnologia. Mas também não adiantará se pelo simples surgimento dessas >> plantas resistentes à salinidade, se utilize água de má qualidade na >> irrigação, com alta produtividade e depois de alguns anos, o solo virar uma >> crosta de sal. Pois as plantas geneticamente modificadas toleriam o sal, >> mas e quanto ao solo? >> >> Mais uma vez a questão da sustentabilidade do uso dessa tecnologia passaria >> por uma questão de bom senso. >> >> Evandro N Silva >> >> > >> >Otavio Bernardes >> > >> >PS. Agradeco a divulgacao do artigo, pois creio, somente a contraposicao >> de ideias podera sedimentar conceitos. >> > >> > >> > >> >> _________________________________________________________ >> Endereco da lista: [email protected] >> Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >> HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >> Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >> Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >> _________________________________________________________ >> Para sair da lista mail para "[email protected]" >> com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel >> >> _________________________________________________________ >> Endereco da lista: [email protected] >> Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >> HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >> Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >> Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >> _________________________________________________________ >> Para sair da lista mail para "[email protected]" >> com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel > > > >_________________________________________________________ >Endereco da lista: [email protected] >Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >_________________________________________________________ >Para sair da lista mail para "[email protected]" >com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel > _________________________________________________________ Endereco da lista: [email protected] Administrador : Cristiano Cardoso Gomes HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust Promocao : ACB - Associação Cristã de Base Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE _________________________________________________________ Para sair da lista mail para "[email protected]" com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel Return-Path: X-Authentication-Warning: picanha.netpe.com.br: majordom set sender to [email protected] using -f X-Sender: [email protected] Date: Thu, 23 Dec 1999 16:22:04 -0200 To: [email protected] From: Cristiano Cardoso Gomes Subject: Re: [AgriSust] Atriplex... X-MIME-Autoconverted: from quoted-printable to 8bit by netpe.com.br id OAA28631 Sender: [email protected] Reply-To: [email protected] At 16:27 18/10/99 -0200, Marsha Hanzi wrote: >Esta planta é realmente importante! Podemos saber mais? (Onde se encontra, se se planta de >sementes ou de mudas, quem tem material de plantio, etc..) A cerca de oito meses estive conversando com o pesquisador do CPATSA/EMBRAPA a respeito do experiemento com ela, e disse-me estarem obtendo excelentes resultados com dessalinização, tanto de ambientes salinizados como a propria água. Cristiano Cardoso Gomes > >Joao Suassuna escreveu: > >> Amigos da Agrisust, >> O Otavio lembra, com muita propriedade, a importancia de se >> "criar plantas resistentes a salinidade" (e nao so trangenicos), sempre >> com a preocupacao de se evitar acumulos desnecessarios de sais no solo. >> Acerca dessa questao, existe experiencias aqui no Nordeste com o plantio >> da Atriplex, halofita bastante palatavel por bovinos, que tem a capacidade >> de se desenvolver em terrenos extremamente salinizados, retirando os sais >> do meio onde vegeta e depositando-os na pagina inferior da folha. Eh >> interessante ao colocarmos uma dessas folhas na boca.... Eh sal puro. Os >> animais simplesmente adoram. Essa eh uma boa alternativa para reintegrar >> ao meio produtivo, areas que anteriormente eram consideradas imprestaveis >> para cultivo. >> >> Joao Suassuna >> >> ---------- Forwarded message ---------- >> Date: Thu, 14 Oct 1999 11:49:48 -0300 >> From: Evandro N Silva >> Reply-To: [email protected] >> To: [email protected] >> Subject: Re: [AgriSust] Contaminacao em organicos/Organic under Fire >> >> At 23:25 13/10/1999 -0300, you wrote: >> >Prezado Andre e demais listeiros, >> > >> >> >Na mesma linha, sugiu o artigo de um pesquisador canadense (nao ligado, >> que eu saiba, a nenhuma das ditas multinacionais), que vem desenvolvendo um >> tranalho com transgênicos, buscando nao sua resistencia ao Roundup, mas aa >> agua salgada, o que poderia ao menos potencialmente ser muito benefico >> >em diversas regioes e culturas do planeta. Na verdade, esta noticia >> recompoe a discussao ao local onde deveria ter ficado, a seguranca de seus >> produtos e tecnicas e nao aa discussao apaixonada e dogmatica de que sou >> contra ou a favor da tecnica, ou da empresa, ou sei la do que. >> >> Aproveito para lembrar que é super importante que outros enfoques, como >> criar plantas resistentes a salinidade, e não só transgênicos resistentes a >> herbicidas, é super importante para a discussão de outros benefícios da >> biotecnologia. Mas também não adiantará se pelo simples surgimento dessas >> plantas resistentes à salinidade, se utilize água de má qualidade na >> irrigação, com alta produtividade e depois de alguns anos, o solo virar uma >> crosta de sal. Pois as plantas geneticamente modificadas toleriam o sal, >> mas e quanto ao solo? >> >> Mais uma vez a questão da sustentabilidade do uso dessa tecnologia passaria >> por uma questão de bom senso. >> >> Evandro N Silva >> >> > >> >Otavio Bernardes >> > >> >PS. Agradeco a divulgacao do artigo, pois creio, somente a contraposicao >> de ideias podera sedimentar conceitos. >> > >> > >> > >> >> _________________________________________________________ >> Endereco da lista: [email protected] >> Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >> HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >> Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >> Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >> _________________________________________________________ >> Para sair da lista mail para "[email protected]" >> com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel >> >> _________________________________________________________ >> Endereco da lista: [email protected] >> Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >> HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >> Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >> Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >> _________________________________________________________ >> Para sair da lista mail para "[email protected]" >> com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel > > > >_________________________________________________________ >Endereco da lista: [email protected] >Administrador : Cristiano Cardoso Gomes >HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust >Promocao : ACB - Associação Cristã de Base >Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE >_________________________________________________________ >Para sair da lista mail para "[email protected]" >com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel > _________________________________________________________ Endereco da lista: [email protected] Administrador : Cristiano Cardoso Gomes HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust Promocao : ACB - Associação Cristã de Base Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE _________________________________________________________ Para sair da lista mail para "[email protected]" com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel Return-Path: X-Authentication-Warning: picanha.netpe.com.br: majordom set sender to [email protected] using -f Date: Thu, 21 Oct 1999 09:55:15 +0300 (GMT) From: Joao Suassuna To: [email protected] Subject: [AgriSust] Atriplex... (fwd) X-MIME-Autoconverted: from QUOTED-PRINTABLE to 8bit by netpe.com.br id KAA22719 Sender: [email protected] Reply-To: [email protected] Oi Marsha Voce terah essas informacoes mais precisas na EMBRAPA/SEMI-ARIDO e na Universidade Federal Rural de Pernambuco-UFRPE. Nos enderecos abaixo voce poderah entrar em contato para saber maiores detalhes da Atriplex. EMBRAPA: http://www.embrapa.br/unidades/index.htm UFRPE: http://www.ufrpe.br Mail da UFRPE [email protected] Um abraco Joao Suassuna Pesquisador da Fundacao Joaquim Nabuco ---------- Forwarded message ---------- Date: Mon, 18 Oct 1999 16:27:14 -0200 From: Marsha Hanzi Reply-To: [email protected] To: [email protected] Subject: [AgriSust] Atriplex... Esta planta é realmente importante! Podemos saber mais? (Onde se encontra, se se planta de sementes ou de mudas, quem tem material de plantio, etc..) Joao Suassuna escreveu: > Amigos da Agrisust, > O Otavio lembra, com muita propriedade, a importancia de se > "criar plantas resistentes a salinidade" (e nao so trangenicos), sempre > com a preocupacao de se evitar acumulos desnecessarios de sais no solo. > Acerca dessa questao, existe experiencias aqui no Nordeste com o plantio > da Atriplex, halofita bastante palatavel por bovinos, que tem a capacidade > de se desenvolver em terrenos extremamente salinizados, retirando os sais > do meio onde vegeta e depositando-os na pagina inferior da folha. Eh > interessante ao colocarmos uma dessas folhas na boca.... Eh sal puro. Os > animais simplesmente adoram. Essa eh uma boa alternativa para reintegrar > ao meio produtivo, areas que anteriormente eram consideradas imprestaveis > para cultivo. > > Joao Suassuna > > ---------- Forwarded message ---------- > Date: Thu, 14 Oct 1999 11:49:48 -0300 > From: Evandro N Silva > Reply-To: [email protected] > To: [email protected] > Subject: Re: [AgriSust] Contaminacao em organicos/Organic under Fire > > At 23:25 13/10/1999 -0300, you wrote: > >Prezado Andre e demais listeiros, > > > > >Na mesma linha, sugiu o artigo de um pesquisador canadense (nao ligado, > que eu saiba, a nenhuma das ditas multinacionais), que vem desenvolvendo um > tranalho com transgênicos, buscando nao sua resistencia ao Roundup, mas aa > agua salgada, o que poderia ao menos potencialmente ser muito benefico > >em diversas regioes e culturas do planeta. Na verdade, esta noticia > recompoe a discussao ao local onde deveria ter ficado, a seguranca de seus > produtos e tecnicas e nao aa discussao apaixonada e dogmatica de que sou > contra ou a favor da tecnica, ou da empresa, ou sei la do que. > > Aproveito para lembrar que é super importante que outros enfoques, como > criar plantas resistentes a salinidade, e não só transgênicos resistentes a > herbicidas, é super importante para a discussão de outros benefícios da > biotecnologia. Mas também não adiantará se pelo simples surgimento dessas > plantas resistentes à salinidade, se utilize água de má qualidade na > irrigação, com alta produtividade e depois de alguns anos, o solo virar uma > crosta de sal. Pois as plantas geneticamente modificadas toleriam o sal, > mas e quanto ao solo? > > Mais uma vez a questão da sustentabilidade do uso dessa tecnologia passaria > por uma questão de bom senso. > > Evandro N Silva > > > > >Otavio Bernardes > > > >PS. Agradeco a divulgacao do artigo, pois creio, somente a contraposicao > de ideias podera sedimentar conceitos. > > > > > > > > _________________________________________________________ > Endereco da lista: [email protected] > Administrador : Cristiano Cardoso Gomes > HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust > Promocao : ACB - Associação Cristã de Base > Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE > _________________________________________________________ > Para sair da lista mail para "[email protected]" > com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel > > _________________________________________________________ > Endereco da lista: [email protected] > Administrador : Cristiano Cardoso Gomes > HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust > Promocao : ACB - Associação Cristã de Base > Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE > _________________________________________________________ > Para sair da lista mail para "[email protected]" > com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel _________________________________________________________ Endereco da lista: [email protected] Administrador : Cristiano Cardoso Gomes HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust Promocao : ACB - Associação Cristã de Base Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE _________________________________________________________ Para sair da lista mail para "[email protected]" com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel _________________________________________________________ Endereco da lista: [email protected] Administrador : Cristiano Cardoso Gomes HomePage : http://www.ufrpe.br/~agrisust Promocao : ACB - Associação Cristã de Base Apoio : CASA - Consultoria e Assessoria Socio-Ambiental, NetPE Internet e UFRPE _________________________________________________________ Para sair da lista mail para "[email protected]" com o texto no corpo da mensagem: unsubscribe agrisustentavel


Leia Mais:



Rede de Agricultura Sustentável
É um serviço de Cristiano Gomes e L&C Soluções Socioambientais

Siga-nos Twiiter rss Facebook Google+