Biomassa Lenhosa oriunda de arborização será utilizado para geração de energia no Paraná


biomassaA primeira cooperativa de geração distribuída remota de energia elétrica, chamada Companhia Energia Paraná 1 (PR1), do sistema Ecoperativa, será movida a partir de biomassa lenhosa, oriunda de podas de árvores das ruas, parques e praças da região metropolitana da capital paranaense.

O projeto será para consumidores residenciais e se encontra em fase de construção na cidade Fazenda do Rio Grande e entrará em operação em janeiro de 2019.

No evento de lançamento oficial da (PR1), no início deste mês, também foi pré-lançamenta a PR2, que irá atender empresas de pequeno e médio consumo.

As duas unidades, juntas, possuem 13 mil cotas em fase de comercialização, cada uma de 50 kWh energia/mês. Se a unidade tiver um consumo maior que 50 kWh no mês será possível adquirir mais de uma cota.

Mesmo sendo gerada na região metropolitana de Curitiba, a energia pode ser distribuída para qualquer área do Estado, desde que a localidade seja atendida pela Companha Paranaense de Energia (Copel).

A proposta foi idealizada pelos empresários Luiz Sperandio e Julio Cesar Giovannetti Netto, a partir das resoluções normativas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

“Inicialmente pensamos na energia fotovoltaica, mas nos aprofundamos no tema e chegamos na biomassa lenhosa, abundante no Paraná e no Brasil. Encontramos mais dois parceiros em Curitiba, um na parte industrial e outro para oferta regular do passivo ambiental”, revelou Sperandio.

Fonte:Ciclo Vivo em 20-04-18

Etiquetas (Categorias - tags)

Leia Mais:

SIGA-NOS

TwiiterfeedFacebookYoutube"Whatsapp 88 9700 9062"Instagram