Cervejaria Japonesa instala processo que gera biogás a partir do tratamento de águas residuais da fábrica

Produção de biometano é capaz de gerar até 2 mil horas de eletricidade consecutivas

A utilização do biogás para gerar energia já é uma realidade em todo o mundo. Uma cervejaria japonesa investiu em um processo para purificar o gás biometano (biogás), que é produzido durante o tratamento de águas residuais na fábrica.

A ideia surgiu como uma iniciativa sustentável e ao mesmo tempo econômica, uma vez que a produção do gás gera energia limpa para abastecer a unidade. Com a produção do biometano a cervejaria chamada de Asahi conduziu um experimento de geração de energia em um dispositivo de teste, o qual foi desenvolvido em parceria com o Centro de Pesquisa de Célula de Combustível de Próxima Geração da Kyushu University.

Durante a realização dos testes foi possível gerar mais de 2 mil horas consecutivas de eletricidade com biometano, o que fez com que a empresa investisse ainda mais na área. A Asahi introduziu equipamentos de tratamento de efluentes anaeróbios em suas 13 fábricas de cerveja no Japão, permitindo o tratamento de águas residuais descarregadas do processo de fabricação por um método de fermentação para a produção de biogás.

De acordo com especialistas esse biogás produzido pode então ser queimado em caldeiras e reutilizado como energia térmica nas instalações, além é claro de gerar energia para abastecer as unidades e consequentemente gerar economia na conta de energia elétrica da empresa.

Fonte:Portal Biomassa em 02/08/2018 por Thayssen Carvalho

Leia Mais:

SIGA NOS