Uso e Potencial dos Recursos Florestais PARA OS PEQUENOS AGRICULTORES DA

USO E POTENCIAL DOS RECURSOS FLORESTAIS PARA OS PEQUENOS AGRICULTORES DA COMUNIDADE DE TABELA - CAMAMU-BA

RAMOS, L. T.A & GOMES, C.C.*

 

                      Nesse trabalho analisou-se o conhecimento ambiental de um grupo de lideranças entre agricultores da comunidade de Tabela, cidade de Camamu-BA, afim de caracterizar a importância da vegetação para a comunidade, com a finalidade de subsidiar planos de incentivo ao seu uso sustentável. Os agricultores citaram 41 espécies, com as suas respectivas aplicações e potencial, sendo elas Abóbora, Açaí, Aderno, Amoar, Bilibili, Bacumuxar, Beribera, Buraem, Babatenam, Buri, Ceboleira, Cipó Caboclo, Dandá, Dendê, Guanandi, Imbira-Branca, Imbira-Vermelha, Inhaiba, Jacaré, Jatobá, Jequitibá, Maçaranduba, Mamão, Muanza, Noz-Moscada, Oiti, Oiticica, Pati, Pindoba, Palmeira, Piqui Capoeira, Piqui-Verdadeiro, Piririco, Quina, Sapucaia, Vai-na-Vila, Vinhático. Dessas espécies, 21 servem como alimento, 14 remédio, 18 contribuem na construção, 16 fornecem lenha, 10 servem para estaca, estacote ou mourão. 

Podemos destacar o Mamão e a Abóbora, usados na fabricação do sabão, e o Cipó-Caboclo, que fornece água e colírio. Nesse resgate etnobotânico, os agricultores, através da troca de informações entre os mesmos, foram sensibilizados para a importância do componente florestal, vendo que a floresta não é inútil, como muitas vezes pensavam, levando-os a agir de forma voraz na derrubada para a realização de roçados, e que, mais do que nunca, é preciso observar mais a natureza, afim de que se possa praticar agricultura e silvicultura sem danificar o meio. Assim é necessário difundir esses conhecimentos nessa e em outras comunidades, afim de que o conhecimento sobre a vegetação não se perca, resultando na destruição do ecossistema florestal, na falta de interação entre homem e o meio ou na mudança para centros urbanos. Dessa forma, propõe-se que seja definida, tanto por meio de organizações não governamentais como governamentais, a importância das essências florestais dessa região.

*Trabalho Publicado no IV Encontro Nordeste da  APIPSA (Associação Projeto de Intercâmbio de Pesquisa Social em Agricultura), entre 12 e 14 de novembro de 1997 na UFRPE - Universidade Federal Rural de Pernambuco , na ocasião pelos * Acadêmicos de Engenharia Floresta

[Banco de Dados]

Orgânico

Página Anterior     Associe-se
Próximo Nó

Rodapé