Difusão dos Sistemas Agroflorestais na Mata Atlântica: Estudo de Caso do' Vale do Ribeira de Iguape

Difusão dos Sistemas Agroflorestais na Mata Atlântica: Estudo de Caso do' Vale do Ribeira de Iguape

PODADERA, Diego Sotto. Ufscar – Campus Sorocaba, [email protected]; CARDOSOLEITE, Eliana. Ufscar - Campus Sorocaba, [email protected]; PINA-RODRIGUES, Fatima C.M., Ufscar – Campus Sorocaba, [email protected]; COSTA-JR, Edgar Alves da. Ufscar – Campus Sorocaba, [email protected]

Resumo

A Mata Atlântica é um ecossistema rico em biodiversidade e hoje se resume a menos de 8% de sua área original, sendo que grande parte localiza-se no Vale do Rio Ribeira, região onde a população é muito pobre. Isto justifica a busca de alternativas sustentáveis de produção agrícola para a região e onde o sistema agroflorestais tem sido propostos e iniciados, porém tem-se observado dificuldades na difusão desse sistema. Foram utilizadas entrevistas com agricultores e extensionistas da região, objetivando discutir os fatores que dificultam a difusão dos SAFs entre pequenos agricultores. Os resultados mostraram a inexistencia de assistência técnica (gratuíta) frequente e especializada, que a renda obtida com SAFs mostrou-se satisfatória e proporcional a mão-de-obra desprendida. O contato com outros agricultores, a organização para comercialização, a instalação de unidades demonstrativas, o planejamento e a mudança no modo de pensar são fatores de grande importância para o sucesso com SAFs.

Palavras-chave: Agricultura familiar. Assistência técnica. Extensão rural.

Fonte:Anais do VI Congresso Brasileiro de Agroecologia e II Congresso Latino Americano de Agroecologia ocorrido entre os dias 09 a 12 de novembro de 2009 em Curitiba, PR - Brasil

Versão completa da pesquisa

[Banco de Dados]

Orgânico

Nó do Ramo     Associe-se

Rodapé