Respiração edáfica após aplicação de biofertilizantes em cultivo orgânico de milho

Respiração edáfica após aplicação de biofertilizantes em cultivo orgânico de milho

Soil respiration following the application of biofertilizers to an organic corn system Silva, Alexandre Paiva. PRODOC-CAPES/PPGMSA/UFPB, paivadasilva@gmail.com; SILVEIRA, Joaquim Patrocollo Andrade. PPGMSA/UFPB; SANTOS, Djail. DSER/PPGMSA/UFPB, santosdj@cca.ufpb.br; FRAGA, Vânia da Silva. DSER/PPGMSA/UFPB; SILVA, Éderson. EARTH University, Costa Rica; SOUZA, Jeorge Medeiros; LIMA, Luiz Paulo Ferreira; NASCIMENTO, José Adeilson Medeiros, CCA/UFPB.

Resumo: A respiração do solo é uma determinação bastante sensível e capaz de detectar mais rapidamente as mudanças nos teores de C no solo associadas ao manejo. Biofertilizantes têm um custo relativamente baixo sendo bastante utilizados em sistemas orgânicos como uma opção de substituição de fertilizantes minerais. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de biofertilizantes sobre a respiração edáfica em um sistema orgânico de produção de milho verde (Zea mays L.). O experimento foi conduzido em delineamento de blocos ao acaso, num esquema fatorial 2 × 5, com 3 repetições, sendo 2 fontes (Biofertilizantes Puro e Microgeo®) aplicadas em 5 doses (diluições de 0; 2,5; 5,0; 7,5 e 10 %). A elevação das doses dos biofertilizantes aumentou a quantidade de C mineralizado após três dias de incubação. O solo tratado com biofertilizante puro apresentou maior valor de C mineralizado em relação ao solo que recebeu Microgeo®. A quantidade de C mineralizado se correlacionou de forma positiva e significativa com o número de folhas, altura de plantas, teor foliar de K e peso de espigas com e sem palha.

Palavras-chave: Zea mays; biofertilizantes; respiração edáfica; agricultura orgânica

[Banco de Dados]

Orgânico

Nó do Ramo     Associe-se
Próximo Nó

Rodapé