Caracterização de Propriedades Físicas, Químicas e da materia orgânica de Solos nos Cerrados

Resumo de Dissertação

Dissertação Defendida por: Yuri Lopes Zinn

Local da Defesa: Universidade De Brasília - Faculdade de Agronomia e Veterinária

Ano da defesa: Novembro de 1998

Referência Bibliográfica: ZINN, Y.L. 1998. Brasília, Faculdade de Agronomia e Veterinária, UnB, 1998. 85 p.

Título: CARACTERIZAÇÃO DE PROPRIEDADES FÍSICAS, QUÍMICAS E DA MATÉRIA ORGÂNICA DE SOLOS NOS CERRADOS SOB PLANTAÇÕES DE EUCALYPTUS E PINUS

RESUMO

 

Foram estudados os efeitos do plantio de Pinus caribaea var. hondurensis (em Uberlândia-MG) e Eucalyptus camaldulensis (em João Pinheiro-MG) nas propriedades físicas, químicas e na matéria orgânica de diferentes solos dos Cerrados, usando o solo sob vegetação nativa como controle. Detectou-se aumento de densidade aparente sob eucalipto num Latossolo intermediário a Areia Quartzosa (L-AQ). O diâmetro médio ponderado e percentual de agregados > 2 mm não foi alterado nos solos cultivados com florestas, bem como a água disponível parcial (teor de água retido entre as tensões de 6 e 100 KPa. Verificou-se sob o plantio de Pinus perda de bases e N; sob eucalipto houve acidificação, aumento de Ca, Mg, P e N, e perda de K no Latossolo Vermelho-Escuro (LE), enquanto no L-AQ houve apenas um aumento de P. O teor de C foi reduzido na superfície de solos sob reflorestamento, mais intensamente naqueles com menor teor de argila, e essas perdas concentraram-se nas frações de tamanho areia. As análises de carboidratos e lignina indicaram maior decomposição da matéria orgânica do solo sob Pinus e eucalipto no LE, mas não no L-AQ. Os compostos húmicos mostraram mais grupos alifáticos saturados e menos O-alquil sob Pinus e eucalipto no LE do que seus controles, enquanto que no L-AQ houve apenas um pequeno incremento de aromaticidade sob eucalipto. No L-AQ, os compostos húmicos, em especial sob vegetação de Cerrado, apresentaram mais grupos saturados e menos aromaticidade do que no LE. As quantidades de serapilheira foram maiores sob Pinus e eucalipto no LE do que nos controles, e maiores na L-AQ do que no LE. Os teores de macronutrientes na serapilheira foram, em geral, inferiores sob reflorestamento. As análises de C e carboidratos indicaram uma decomposição mais avançada da serapilheira no Cerrado sobre o LE do que sobre o L-AQ.


SUMMARY

 

The effects of reforestation with Pinus caribaea var. hondurensis and Eucalyptus camaldulensis on physical, chemical and organic matter properties of Cerrados soils were investigated, using soils under native vegetation as controls. An increase in bulk density under Eucalyptus on soil classified as a Latosol intermediate to Quartz Sand (L-AQ) was detected, but aggregate mean weight diameter and aggregates > 2 mm were not altered under cultivated forests, as well as the partial available water content (water between 6 and 100 KPa tension). Decrease of bases and N were detected under Pinus, while acidification and increase of Ca, Mg, N and P, and a loss of K, occurred under Eucalyptus in a loamy Latosol (LL). On the L-AQ soil, there was an increase in P content under Eucalyptus. C content was reduced under cultivated forests on the superficial layer, being these reductions more intense as less soil clay content and concentrated in the sand particle-size fractions. Carbohydrate and lignin analyses indicate a higher degree of soil organic matter decomposition under Pinus and Eucalyptus in the LL, but not in the L-AQ. More saturated humic substances with less O-alkyl groups under Pinus and Eucalyptus on the LL were detected, whereas on the L-AQ there was a slight increase on the aromatic groups under Eucalyptus. Under Cerrado natural vegetation, in the L-AQ, there was more saturated alkyl groups and less aromaticity than in the LL. It was found higher litter amounts under Pinus and Eucalyptus on the LL soil than under the controls, but not on the L-AQ. This soil showed higher amounts of litter than the LL. The litter chemical composition of cultivated forests were in general lower than the Cerrado vegetation one. Carbon and carbohydrate contents indicated a higher degree of decomposition of the Cerrado vegetation litter on the LL soil than on the L-AQ.

 

 

Nó do Ramo Associe-se