Resistencia genética e produção de clones locais para batata-semente sob sistema de cultivo orgânico

Fábio José Busnello
Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
Mari Inês Carrissimi Boff Tatiana da Silva Duarte
Epagri
Pedro Boff
EPAGRI

Resumo

Resumo 
O cultivo de batata para produção de batata-semente deve levar em conta um alto grau de resistência e/ou tolerância a doenças e pragas, para que possa oferecer estabilidade produtiva e sustentabilidade na produção destinada ao consumo ético. O objetivo deste trabalho foi avaliar a rusticidade e potencial produtivo de clones locais de batata comparados a variedades comerciais sob sistema de manejo da batata-semente. Estudos estão sendo realizados na Estação Experimental da EPAGRI-Lages, SC. No ciclo de cultivo 2012/2013, o experimento foi conduzido sob sistema orgânico, com delineamento de blocos ao acaso e 4 repetições. A variedade BRS Ana apresentou a maior produção e baixa incidência de doenças o que demonstra possuir rusticidade. Os clones locais 15 e 144 tiveram peso de tubérculos equivalente a BRS Ana, e média baixa de incidência e severidade de doença, o que demonstra ter tolerância.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; crioulos; rusticidade.

Texto Completo

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Como Citar
BUSNELLO, Fábio José et al. 13571 - Resistencia genética e produção de clones locais para batata-semente sob sistema de cultivo orgânico.Cadernos de Agroecologia, [S.l.], v. 8, n. 2, dec. 2013. ISSN 2236-7934. Disponível em: <http://revistas.aba-agroecologia.org.br/index.php/cad/article/view/13571>. Acesso em: 06 jan. 2018.

Leia Mais:

SIGA NOS